Holden Colorado 2017 ganha 5 Estrelas em Teste de Segurança


Picape da General Motors recebe nota máxima em teste de segurança da ANCAP.

Seguindo a tendência de que as recém lançadas caminhonetes ficam a cada dia que passa mais seguras, a mais nova picape a ser apresentada, a Holden Colorado em sua linha 2017, a qual tem um visual e uma plataforma compartilhada com a Chevrolet, modelo S10 comercializada aqui no mercado brasileiro, chegou a bater níveis bem altos quando o assunto é segurança para os pedestres e também para seus ocupantes.

A nova Holden Colorado 2017 foi testada pelo Australasian New Car Assessment Program, conhecido pela sigla ANCAP, que é um órgão avaliador de veículos comercializados no mercado australiano, o modelo teve um bom progresso em seu visual, também foi atribuída de boas notas ao ser testada com impacto de frente, que foi combinado também com a maior nota no quesito impacto lateral e até mesmo no tão temido teste do poste, o que fez com que o utilitário garantisse a maior classificação, atingindo a marca de 5 (cinco) estrelas.

O CEO, presidente executivo da ANCAP, James Goodwin, disse que em todos os modelos e marcas são muito comuns se realizar atualizações de meia-vida com a finalidade estética, porém, Goodwin se sente feliz por poder ver que a montadora Holden realizou diversas melhorias em segurança no meio deste ciclo em seu principal modelo utilitário. Ainda completou que neste modelo o elemento que mais se destacou na avaliação realizada pelo órgão é a pontuação atingida ao se tratar da proteção de pedestres, entrando com muita facilidade na faixa de ‘Bom’. Este é um grande crescimento para os carros deste tipo, onde de forma histórica é visto resultados muito baixos, que chegam a ser péssimos.

O modelo é bem equipado ao falar sobre os seus itens de segurança, a nova picape Colorado linha 2017 fabricada pela Holden, uma montadora da marca General Motors, conta com 7 (sete) airbags de série, sem falar nos cintos de segurança que vem com pré-tensionadores, lâmpadas diurnas em LED, acendimento automático dos faróis, controle de rolagem, assistente de velocidade, controle de estabilidade, entre diversos outros equipamentos oferecidos diretamente de fábrica.

FILIPE R SILVA


GM prepara Revitalização de sua Linha de Veículos


Onix, Prisma, Trailblazer, S10 e Cruze estão entre os modelos que deverão ganhar novas versões.

Depois da Hyundai apresentar o Novo HB20 e HB20S e a Volkswagen apresentar as atualizações do Gol e Voyage, a GM (General Motors) decidiu se mexer para contra-atacar suas rivais. Para isso, a montadora está preparando a atualização de seus modelos Onix e Prisma. Um detalhe interessante de se mencionar é que atualmente o Onix é o carro mais vendido no Brasil, ultrapassando até as vendas do popular Gol, que por muitos anos detinha este título.

Não bastassem as atualizações nestes modelos mais populares, a GM também deverá atualizar a sua picape S10 e sua SUV Trailblazer. A revitalização este modelo é uma resposta às atualizações realizadas na Toyota Hilux, no Fiat Toro, no Renault Duster Oroch e na Ford Ranger.

Ainda em clima de renovação, a montadora também prepara o lançamento da nova geração do Chevrolet Cruze. Vale lembrar que esta será a estrela da montadora durante o Salão do Automóvel de São Paulo, que está previsto para acontecer no mês de novembro deste ano. Esta nova versão do Cruze está sendo bastante esperada, uma vez que a montadora espera que com as modificações o veículo retome a briga pelo topo da categoria de carros médios.

Tantas renovações em sua linha de veículos não estão sendo realizadas a toa. A GM tem o plano de produzir cerca de 2,5 milhões de veículos no mundo todo por ano a partir de 2020. Para conseguir isso, a montadora precisa melhorar ao máximo os seus carros e deixa-los cada vez mais atrativos, para alavancar de vez as vendas dos modelos e quem sabe até superar a meta estipulada para os próximos anos.

Quando os Novos Modelos Serão Lançados?

Para quem está se perguntando quando a montadora deve apresentar os novos veículos, é importante lembrar que a GM não estipulou ainda datas específicas, porém, acreditasse que a nova S10 e a Trailblazer deverão ser apresentadas ainda neste primeiro semestre de 2016. Estes dois modelos devem seguir o design apresentado em protótipos no Salão de Bancoc. Com isso, os veículos devem contar com novo desenho frontal e novos itens de série. Já os motores deverão continuar os mesmos presentes atualmente.

Já mais para o final do ano, mais especificamente no mês de novembro, a montadora deverá apresentar o Novo Cruze 2017, sendo que no início do próximo ano deverá chegar às lojas a versão Hatch do modelo. Com relação a este veículo a Chevrolet informou que ele será produzido em Rosário, na Argentina, a partir do mês de maio do ano que vem.

Com relação ao Onix e Prisma, eles devem ser revitalizados e apresentados apenas no início do próximo ano, já como linha 2017. Apesar disso, uma prévia destes modelos deverá ser apresentada em algum Salão do Automóvel que será realizado este ano. Para estes modelos a expectativa é de que eles ganhem um novo motor menor e mais econômico, aposentando assim o atual 4 cilindros SPE/4.


GM apresenta Novo Chevrolet Cruze e Bolt 2016


Veículos foram apresentados na CES e no Salão de Detroit deste ano.

A General Motors revelou dois novos carros entre ontem e hoje. Na noite passada, na feira eletrônica CES, em Las Vegas, a montadora mostrou o elétrico Chevrolet Bolt EV. Hoje, no Salão de Automóveis da cidade de Detroit, a revelação foi algumas imagens do novo Chevrolet Cruze Hatch.

Como na versão sedã 2016 que chegará em breve ao Brasil, o novo Cruze Hatch terá espaço entre os eixos de 2,7 metros. A capacidade de armazenamento do porta-malas foi aumentada para 524 litros, com a possibilidade de retrair os bancos traseiros e aumentar a capacidade para 1.189 litros.

Visualmente, as imagens publicadas mostraram um carro de design agressivo, com vincos e curvas acentuadas, além de lâmpadas frontais mais finas e alongadas lateralmente. A iluminação traseira ficou mais inclinada. Já o para-choque traseiro ganhou detalhes na cor preta.

O lançamento não elétrico terá as versões convencionais Premier, LS, L e LT, além da esportiva RS. Especificações técnicas não foram divulgadas, porém, a marca afirmou que o motor poderá ser 1.4 turbo nos veículos estadunidenses.

O Bolt exposto foi a versão final do carro. Segundo a empresa, ele terá preço acessível nos Estados Unidos. A multinacional revelou a sincronização com smartphones por Apple Car Play ou Android Auto. Mary Barra, presidente da General Motors, classificou o automóvel como simples, inovador e de fácil condução.

O preço de venda será de US$ 30 mil, a metade do valor do carro de entrada da marca Tesla, que apenas produz elétricos e é a líder do segmento no país norte-americano.

A aparência é de uma minivan familiar, com poucas e leves curvas e vincos suaves. Os faróis e lanternas são retos e não alongam-se às laterais. A autonomia do veículo é de 320 quilômetros com carga total de bateria.

A data de chegada ao Brasil e valor do novo Cruze não foram anunciados. Quanto ao Bolt, não há indícios de que o Brasil receberá o modelo.

Bruno Klein


Tabela de Preço dos Carros da GM sofre Aumento em Novembro de 2015


Cruze e Cruze Sport6 foram os modelos que mais subiram de preço. Alta chega a R$ 13.700 para o Camaro.

O mês de novembro deste ano de 2015 terá uma elevação nos preços dos veículos da GM. Para os modelos topo de linha da Chevrolet, como Onix e Prisma, os reajustes de preços foram menos altos. Os veículos da marca Cruze e Cruze Sport6 foram os que apresentaram valores maiores nesses reajustes da companhia. Outra informação, é que agora o Cobalt 2015 somente apresenta valores em concessionário.

Confira os preços:

  • Onix LTZ com motor 1.4 e transmissão automática foi de R$ 55.790 para R$ 56.340.
  • Prisma LTZ com propulsor 1.4 e transmissão automática teve o reajuste para R$ 59.840, ante os R$ 59.290.
  • Cruze LT com motor 1.8 e transmissão automática agora custa R$ 79.950. O modelo do veículo LTZ 1.8 também automático foi de R$ 84.950 para o custo de R$ 89.900.
  • O Cruze Sport6 LT 1.8 com transmissão automática custa agora R$ 79.890. A versão LTZ 1.8 também com transmissão automatizada agora custa R$ 89.990.
  • O Camaro SS V8 com motor 6.2 litros passa de R$ 227.650 para R$ 241.350.

Recall da Chevrolet para mais de 120 mil veículos no Brasil

Foi anunciado pela montadora um recall para um total de 121 carros das seguintes marcas:

  • Prisma com a fabricação de 02 de julho de 2014 a 23 de outubro deste ano.
  • Cobalt com a fabricação de 10 de agosto de 2014 a 30 do mês de outubro de 2015.

Os donos desses veículos deverão substituir o cinto de segurança lateral esquerdo do banco de trás.

A Chevrolet apontou o que travamento da peça destacada acima não ocorre de maneira suficiente. O fato poderá ocasionar em ferimentos graves em um acidente frontal.

Os reparos serão feitos de modo gratuito com início no dia 11 de novembro.

Os chassis dos veículos que devem fazer a verificação podem ser conferidos no site da Chevrolet. Caso o problema já tenha sido constatado pelo motorista, o agendamento deve ser feito imediatamente. 


GM anuncia Recall de Veículos por Risco de Incêndio


Chamado atinge cerca de 1,4 milhão de veículos, a maioria vendido nos Estados Unidos.

Foi diagnosticado um problema envolvendo um possível vazamento de óleo do compartimento do motor no cano de descarga em veículos da fabricante automobilística americana General Motors.

Em situações que exijam freadas bruscas, esses veículos podem provocar o vazamento de óleo sobre o cano de descarga, aliado a uma temperatura elevada, pode provocar um incêndio.

O problema pode provocar incêndio e foi constatado que compreende veículos produzidos entre os anos de 1997 e 2004, a maioria nos Estados Unidos. No total, estima-se que o vazamento esteja afetando mais 1 milhão e 400 mil veículos.

Mais de 90% desse total encontra-se nos Estados Unidos, englobando mais de 1 milhão e 283 mil veículos. A grande parte restante encontra-se nos países do México e Canadá, com mais algumas unidades em outros países. Nenhum dos modelos diagnosticados com o problema até o momento foi vendido no Brasil.

Entre sedãs e cupês de tamanho médio, todos com motorização de 3.8, a GM indica os seguintes modelos: Pontiac Grand Prix fabricados entre 1997 e 2004, Chevrolet Lumina dos anos de 1998 e 1999, modelos do Chevrolet Monte Carlo produzidos entre os anos de 1998 e 2004, Buick Regal de 1997 a 2004, Oldsmobile Intrigue dos anos de 1998 e 1999 e o Chevrolet Impala com fabricação compreendida entre os anos de 2000 e 2004.

Felizmente, apesar do problema não ter causado nenhum falecimento até o momento, 19 pessoas já ficaram feridas em virtude do problema mecânico nos últimos 6 anos.

Segundo um porta-voz da General Motors, já houveram 2 tentativas de sanar esse mesmo problema, ambas sem sucesso. A mesma solicitação foi realizada nos anos de 2008 e 2009 e pelo fato dos reparos não terem resolvido o problema, a gigante fabricante americana trabalha em uma outra forma de solução para esse problema envolvendo o risco de incêndio.

Jean Fretta Pereira


GM pode lançar Nova Linha de Carros no Brasil em 2019


Nova linha de carros será desenvolvida em parceria com a Shanghai Automotive Industry Corp. Produção dos carros deverá acontecer no Brasil, México, China e Índia.

O dia 28 de julho foi marcado pelo anúncio da General Motors sobre seu investimento de 5 bilhões de dólares para a fabricação de uma linha nova de automóveis, os quais serão comercializados em quatro mercados emergentes.

Brasil, México, China e Índia são os países que devem receber os primeiros veículos desta empreitada no ano de 2019. A produção deverá acontecer nas localidades citadas, com exportação para mercados próximos a eles. A GM aponta que essa leva de novos modelos será feita em uma parceria com a Shanghai Automotive Industry Corp, que é uma empresa da China e que já conta com atividades junto a General Motors no mercado asiático.

Os modelos lançados nestas localidades podem contar com diversas versões de carroceria, fato que ainda não está decidido como será. Mark Reuss, que é vice-presidente de desenvolvimento de produtos da General Motors, aponta que essa nova linha vai ser fabricada com as melhores tecnologias. Reuss disse que o foco será em segurança, melhor economia de combustível e conectividade. Tudo isso, ainda segundo o vice-presidente, com um preço de venda “razoável”.

Dan Ammann, que é o presidente da GM e que, segundo a Reuters, deve desembarcar no Brasil em poucos dias para apresentar melhor esse projeto, pretende oferecer a linha de novos modelos de uma maneira que consiga contar com “bom retorno de investimento”.

Ainda nesta semana, durante um evento em São Paulo, a General Motors apontou alguns detalhes importantes sobre o investimento que acontecerá no Brasil. O mercado brasileiro contará com um investimento da GM, até o ano de 2019, de 13 bilhões de reais. A montadora pretende, além de trazer essa nova gama de veículos, lançar também algumas gerações atualizadas de automóveis que já tem comercialização no Brasil, Serão seis modelos novos no total que a GM pretende trazer para o Brasil.

O que você acha deste novo investimento que a GM está fazendo para o mercado nacional de automóveis?


GM vai investir R$ 100 milhões para novo centro logístico em São Caetano (SP)


O ano de 2015 é muito especial para a General Motors no Brasil, haja vista a empresa estar comemorando nada menos que 90 anos de atuação no mercado brasileiro. E visando ainda mais sucesso em nosso país, a empresa já inaugurou o Masc, que é a sigla em inglês para Centro Logístico de Recebimento e Sequenciamento de Materiais Produtivos. Confira mais detalhes sobre o novo centro logístico da empresa na continuação desta matéria.

É importante ressaltar que o novo centro logístico está localizado dentro do complexo industrial da General Motors em São Caetano do Sul, São Paulo. Um dos diferenciais da nova estrutura é quanto ao fato da mesma utilizar métodos de gerenciamento inovadores para os padrões da atual indústria automobilística. Dessa forma, o objetivo do Masc será elevar a produtividade.

O Masc ocupa uma área de nada menos que 30.000 m² e pretende movimentar diariamente cerca de 1,4 milhão de componentes, entre os quais: peças de acabamento, peças de tapeçaria e mecânicas com o objetivo de abastecer a linha de montagem local. Vale ressaltar que o Masc tem o dobro da capacidade de estocagem se comparado com o antigo centro, com isso, será possível estocar até 4.000 tipos de componentes. Esse é o mais moderno centro da General Motors e custou mais de R$ 100 milhões.

“Gerenciar o inventário de peças e suprir de maneira ininterrupta a linha é um dos processos-chaves na fabricação de um automóvel e refletem diretamente nos seus custos”, avalia Santiago Chamorro, presidente da General Motors do Brasil.

Uma ideia bastante presente desde a demolição do antigo prédio até a construção do novo foi a sustentabilidade. A construção do prédio teve total apoio do IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológicas que possui vínculo com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. O IPT deu suporte para que todo o entulho resultante da obra fosse devidamente reciclado.

Esse novo centro logístico também irá servir de exemplo para outras instalações da General Motors em todo o mundo.

Por Bruno Henrique


GM deve começar a fabricar motores 1.0 com três cilindros


No Brasil há um destaque de vendas significativo dos chamados populares. Em sua maioria carros com motorização 1.0 de três cilindros. A GM decidiu agora que irá entrar nesse mercado, o que é ótimo para os consumidores que contarão com mais opções e mais concorrência.

Volkswagen e Ford já são conhecidas no mercado pelos pesados investimentos nesse tipo de motorização e já tem uma base bem sólida de trabalho. Esse ano foram lançados pelas marcas o Volkswagen up! e o novo Ford Ka. Jaime Ardila, presidente da GM da América Latina, disse em entrevista no Salão de Detroit nesta terça feira: “Nós também teremos esse tipo de motorização no Brasil”. O presidente não confirmou entretanto em quais modelos a motorização está presente, nem se isso acontecerá em 2015.

Todos sabemos que essa motorização já ganhou um certo ar de padrão obrigatório em populares e compactos. A empresa afirmou que já dispõe de tal motorização e que ela inclusive já é utilizada em modelos compactos nos EUA e Europa, como exemplo podemos citar o Sonic e o Cruze e o Opel Adam. O motor da marca conta inclusive com uma variante com turbocompressor e injeção direta de combustível. Ou seja, a empresa não apresenta nenhum atraso em relação as suas concorrentes no que diz respeito a tecnologia usada nesses motores.

O presidente Jaime Ardila contou ainda que a fábrica de Joinvile em Santa Catarina passará por uma ampliação e adaptação para realizar a produção dos novos motores, inclusive tais motores de 1.0 litros e três cilindros. O projeto contará com um investimento alto da GM no Brasil que deverá ser de aproximadamente 6,5 bilhões de reais até o ano de 2018.

O salão de Detroit segue trazendo tudo que há de novo e moderno no mundo do automobilismo para o mundo. O Salão conta com mais de 100 anos de tradição e foi responsável por apresentar ao mundo grandes clássicos e tendências do automobilismo que são seguidas até os dias atuais.

Por Nosf


General Motors Karl – Novo modelo lançado na Europa


A General Motors, mais conhecida no Brasil como Chevrolet, está inovando em alguns dos seus aspectos. Na Europa, a marca já lançou mais um dos seus modelos que promete fazer sucesso no mercado do Mundo Velho: o Karl.

Segundo a montadora, a estreia do veículo deve ocorrer por volta de meados do ano de 2015. A ideia da GM é colocar um bom carro no mercado com um preço ainda melhor, cerca de 10.000,00 Euros, 9.500,00 Euros, para ser mais exato. Se chegasse ao Brasil sem as altas tributações, o veículo valeria cerca de R$ 30.000,00, mas sabemos que isso não irá acontecer, haja vista nosso país ser conhecido pelos altos impostos aplicados a qualquer produto importado.

A GM não informou muitas especificações sobre o seu novo modelo de entrada no mercado europeu, o Karl. Contudo, já deixou claro que o carro chegará ao mercado com apenas uma opção de propulsor, 1.0 de três cilindros com 77 cv de potência máxima. Além disso, não há previsão de sair uma versão com o câmbio automático. O carro conta com um câmbio de 5 marchas.

Quanto ao tamanho, o Karl possui 3,7m de comprimento, tamanho normal e aceitável para os compactos de hoje em dia.

Entre os equipamentos de série, o carro terá assistente de partida em rampa e controles de estabilidade, o que melhorará a estabilidade do carro nas curvas.

Depois do que se foi citado, pode-se dizer que o carro, apesar de compacto, surpreende por sua robustez e beleza. O veículo promete fazer sucesso no mercado europeu e conquistar novos horizontes na Europa. O preço é acessível e, levando-se em consideração o custo benefício, vale a pena adquirir esse carro. Porém, não se sabe se o Karl chegará ou quando chegará ao Brasil. Os brasileiros terão que ficar na expectativa e no aguardo. Como será lançado no meado de 2015, o carro não deve chegar ao Brasil nesse ano.

Por Daniel Alves

GM Karl

GM Karl

GM Karl

Fotos: Divulgação


Principais minivans do mercado brasileiro


As minivans já tiveram um bom espaço no mercado. Hoje tentam recuperar esse espaço. Carros grandes, para grandes famílias e que prezam por conforto. São carros na categoria luxo, onde já vêm equipados com ar condicionado, direção hidráulica, entre outros. Hoje no mercado prevemos uma briga boa entre a Spin da GM e o Doblo da Fiat.

O Spin pode ser adquirido nas versões 5 e 7 lugares, com motor flex 1.8. A entrada mais agressiva do Spin no mercado se deve a vontade da GM de aposentar ao mesmo tempo a Meriva e a Zafira, carros com o mesmo estilo, porém com menos conforto e atrativos tecnológicos, mas que foram muito bem vendidas nesse segmento. A GM foi questionada se os passageiros que viajam nos últimos lugares versão de 7 lugares teriam a mesma segurança que os passageiros do meio. A GM garante que o transporte é igualmente seguro em ambos os lugares.

O Doblo da Fiat possui um design diferente, mais arrojado e agressivo. Porém no comparativo de motores, perde para a GM Spin, com um motor mais fraco. O espaço interno de ambos os carros é satisfatório, mas o porta-malas do Fiat Doblo comporta mais bagagem. Quanto aos itens de série dos veículos, o Spin possui um conjunto melhor, no que se diz respeito ao ar condicionado e à direção elétrica.

A Fiat terá que repensar o Doblo para fazer frente ao GM Spin que vence o concorrente em quase todos os quesitos, exceto em transporte de cargas, sendo o Doblo mais indicado.

Um novo carro que promete correr por fora nessa briga é o novo Scenic, da Renault. Um design moderno. No interior um carro espaçoso, muito bem pensado no conforto do motorista e dos passageiros. Tem muitos itens de série para segurança, como sensores que sentem constantes desníveis no solo, câmeras traseiras para ré entre muitos outros. Vale a pena conferir. Se cair no gosto dos brasileiros, Spin e Doblo terão trabalho.

Por Luciana Viturino

GM Spin

Fiat Doblo

Renault Scenic

Fotos: Divulgação


GM anuncia recall dos compactos Corsa e Adam na Europa 2014


Na última sexta-feira, dia 26 de setembro, duas das divisões europeias da General Motors (GM) decidiram pedir para que donos de alguns modelos de carros não os dirigissem. Bom, o motivo é claro, um recall que envolve mais ou menos algo em torno de 8 mil unidades apenas dos modelos compactos Corsa e Adam. A propósito, as duas divisões em questão são a Opel e Vauxhall.

No comunicado que foi divulgado em caráter de urgência, a montadora solicita que os donos desses veículos não tornem a dirigir os mesmos antes que uma inspeção possa ser feita. Lógico que para evitar riscos.

– O problema

De acordo com informações divulgadas pela própria montadora, os modelos citados que provavelmente foram afetados começaram a ser entregues no mês de maio deste ano. O problema, em si, diz respeito a uma possível falha que pode ser apresentada no sistema de direção.

A empresa, por seu turno, informou que o problem, que não corresponde com as especificações corretas, só foi percebido durante a realização de testes rotineiros de controle de qualidade.

Foto: divulgação

Outro ponto importante é que ainda não foram identificados nenhum tipo de acidente ou ferimentos a condutores e passageiros devido ao problema em questão. O que é uma coisa boa, tendo em vista os últimos problemas que a GM teve com recalls e indenizações.

A General Motors informou que os proprietários desses veículos serão informados do risco e poderão fazer a verificação se estão dentro ou não da campanha no site da divisão Opel.

– Mais detalhes

Em terras europeias, o Corsa continua seguro e firme e já está chegando a sua quinta geração ainda no final deste ano. A informação é de que a novidade será apresentada ao público em geral no Salão de Paris, que acontece essa semana.

Já aqui, no Brasil, o carro não é fabricado desde 2012, época em que chegou o Onix.

Por Denisson A. Soares

Foto: divulgação


Baojun 730 – Nova minivan será lançada na China


A toda poderosa General Motors, em uma ação conjunta com duas companhias asiáticas, a Wuling e a SAIC informaram no final do mês julho que o mercado chinês deverá receber uma nova minivan contando com sete lugares. O mercado por lá anda bem e provavelmente as vendas do novo modelo de minivan da GM também irá.

O modelo preparado pela companhia para o mercado asiático é o Baojun 730, de acordo com informações divulgadas pela empresa o carro foi desenvolvido com foco no objetivo de atender as necessidades que as famílias chinesas apresentam, o que acaba por incluir uma cabine bem espaçosa e um acabamento diferenciado e bem feito. E isso sem falarmos dos recursos de segurança.

A nova versão do Baojun 730 apresenta 2.750 milímetros em relação à distância entre-eixos. Isso acaba beneficiando os ocupantes em termos de espaço. E por falar em espaço a minivan da GM, seguindo o exemplo da JAC T8 também chinesa traz a configuração 2+2+3.

Mesmo considerando a terceira fileira dos bancos o espaço destinado ao porta-malas é bom, são 330 litros. E tem mais, pela cabine são 22 nichos distribuídos nos mais diversos lugares e que irão servir para a acomodação dos mais variados tamanhos de objetos.

Ainda segundo informações da fabricante o Baojun 730 também traz um diferencial: é o primeiro modelo que foi desenvolvido a base do conceito de segurança chamado de "Protection for All" (ou Proteção para Todos, em inglês) utilizado pela da SAIC-GM-Wuling. Em termos mais técnicos o modelo tem 50% do seu chassi construído em aço de alta resistência sendo que no processo de fabricação tecnologias de solda e laser diferenciadas foram usadas.

Sobre os equipamentos de segurança da minivan vamos encontrar quatro airbags, pontos destinados para fixação de cadeirinhas infantis, freios ABS com EBD além de câmera de estacionamento entre outros.

Como opcional o modelo oferecerá o controle eletrônico de estabilidade.

Esses são apenas alguns aspectos apresentados pela nova minivan que tem tudo para garantir seu espaço no mercado chinês.

Por Denisson Soares

Baojun 730

Foto: Divulgação


Lucro da GM caiu no 2º trimestre de 2014 devido aos diversos recalls realizados


Neste final do mês de julho a General Motors divulgou os números relativos aos lucros da companhia. Como era previsto os resultados apontados não foram nada animadores. Para se ter uma ideia da atual situação da empresa o lucro apresentado no segundo trimestre foi ainda mais baixo. A justificativa para o que tem acontecido foram os diversos recalls de veículos que sobrecarregou a GM e somando-se a isso cerca de US$ 400 milhões de custos a serem gastos como fundo de compensação para as vítimas dos acidentes que foram ocasionados por um problema na chave de ignição. Esse defeito provocou ao menos 13 mortes.

Indo direto para os números em relação ao lucro líquido da companhia no trimestre o levantamento mostra uma queda para US$ 190 milhões. Isso quer dizer que por ação foi de US$ 0,11. Em termos comparativos com um ano antes o lucro foi de US$ 1,2 bilhão, por papel as ações estavam a US$ 0,75.

Os tais itens não recorrentes que fizeram agora parte do balanço do trimestre provocaram um impacto de US$ 0,47 por cada ação. O que inclui o custo voltado para a criação do fundo de indenização para as vítimas. De acordo com a GM esse ponto poderá contribuir para um aumento nas despesas de cerca de US$ 200 milhões, além disso, ainda tem um encargo na faixa de US$ 874 milhões oriundo da mudança da forma de como a empresa deverá contabilizar os gastos com os recalls.

Vale ressaltar que não fazem parte da conta de itens não recorrentes os valores de custos de US$ 1,2 bilhão devido a recalls que foram divulgados em momento anterior pela marca.

Os recalls que a GM obrigatoriamente teve que fazer cobriu uma faixa de automóveis que chegou a 29 milhões de carros. Isso até este mês.

Além disso, a companhia ainda anunciou US$ 200 milhões que serão destinados para custos de reestruturação.

Deixando de fora os itens extraordinários, a General Motors teve um lucro de US$ 0,58 por ação. O que de fato é “colado” no que era esperado por analistas que apontavam US$ 0,59 por ação.

Por Denisson Soares

General Motors

Foto: Divulgação


Recalls realizados em carros da GM não influenciaram nas vendas da montadora


Desde que o ano de 2014 começou a General Motors tem passado por alguns problemas básicos, mas que não deixam de ser complicados. A série quase que infindável de recalls que a companhia vem realizando ao redor do mundo já atingiu 17 milhões de veículos. Esses números fizeram com a empresa quebrasse um record horrível uma vez que foi a maior série de reparos realizada pela mesma até então.

O principal recall feito pela montadora e que envolve 2,6 milhões de veículos (que não são vendidos por aqui) ainda tem um agravante: os modelos poderiam desligar sozinhos sem que nenhum sinal fosse dado. E de acordo com algumas averiguações feitas 13 mortes estariam ligadas ao problema.

Um site de notíciais brasileiro decidiu entrevistar a montadora na cidade de Detroit, nos Estados Unidos, onde se encontra a sede da empresa. De acordo com as respostas dadas pela equipe de executivos os recalls tratam de modelos de carros que foram produzidos há dez anos. Reafirmaram a questão de que todos serão consertados. Entretanto, o que mais chamou a atenção foi o fato de que a empresa informou que mesmo com tudo isso não houve qualquer tipo de impacto nas vendas da companhia em 2014.

Para comprovar o que a GM diz, os números levantados (no mês de maio) de 2014 apontaram que foram vendidas 284.694 unidades nos Estados Unidos. Se comparado com 2013 houve um aumento de 13%. Segundo informações da própria montadora o mês de maio de 2014 foi o melhor no período de sete anos, isso desde agosto de 2011.

No acumulado de janeiro a maio de 2014 ao somarmos as marcas GMC, Cadillac, Buick e Chevrolet a GM conseguiu atingir um patamar de vendas que chegou a 1.188,407 unidades comercializadas. O aumento devido às vendas é de 2,6%. No mesmo período do ano passado a empresa vendeu um pouco abaixo desses números chegando a 1.155.503 veículos vendidos.

Mesmo que a companhia não tenha sofrido com as pedras no caminho vai ter que gastar uma boa grana. Devido ao atraso no recall, as autoridades americanas, por exemplo, multaram a empresa em US$ 35 milhões.

Por Denisson Soares

Carros da GM

Foto: Divulgação


Novo Monza Coupe Concept – Lançamento no Salão de Frankfurt 2013


Há poucos meses atrás, o mundo viu a montadora Ford anunciar a volta do modelo Escort, o que fez muito barulho na ocasião. Agora, foi a vez da General Motors anunciar um nome muito conhecido e aclamado no Brasil, que sem dúvida fará muitos motoristas relembrarem bons momentos de suas vidas. A GM pretende levar ao Salão do Automóvel de Frankfurt um novo modelo do Monza, chamado pela empresa de Monza Coupe Concept.

A ideia é prestar uma homenagem ao velho Monza, produzido nas décadas de 70 e 80 e que no Brasil foi vendido pela marca Chevrolet. A responsável por esse mar de nostalgia é uma das subsidiárias da GM na Europa, a Opel.

O design do novo veículo é muito arrojado e provocante. O pouco que se sabe é que o novo capô apresenta vincos que fazem os mais aficionados pela marca a sonhar alto.

A empresa ainda afirma que o novo modelo terá diversos itens para atender os passageiros e motoristas. Além disso, o carro terá um aparato tecnológico que proporcionará muito entretenimento e conectividade, tudo para fazer justiça a esta marca amada por muitos.

Por Fernando Setoue


GM apresenta Conceito do Novo Omega na Austrália


Apesar de o Omega não ser mais importado para o mercado brasileiro desde o ano passado, ele continua vendendo muito bem no mercado australiano, onde é chamado de Commodore.

Por isso, a GM, sob o nome de Holden (sua divisão australiana), resolveu investir no carro e apresentou há pouco tempo um modelo conceitual do veículo que será a nova geração do Commodore, chamada de Calais V.

O novo sedã de luxo deverá ser lançado com muitos novos equipamentos, dentre eles o MyLink (que alerta a existência de objetos no ponto cego do carro), o Park Assist (que estaciona o carro sem a necessidade de intervenção do motorista) e o head-up display (que projeta o painel no para-brisa).

Outro destaque da nova versão é a alteração no design do carro, que é o mesmo desde 2006. O Calais V possui uma suavização nos faróis e no porta-malas, com contornos mais redondos, além de que foram excluídos os sobressaltos e os vincos.

Em questão de características mecânicas, nada foi revelado, mas provavelmente a GM lançará o carro com tração na parte de trás e motor V6 3.0 ou V8 6.2.

Entretanto, de acordo com a fabricante, não se trata de uma nova geração do Omega e sim uma sobrevida do carro, tendo em vista tamanhas alterações para a chegada da nova linha em 2017.

Não há previsão de retorno do Omega ao mercado brasileiro, o que deixa a GM sem nenhum representante na classe de sedãs de luxo no Brasil.

Por Guilherme Marcon


Chevrolet Onix 1.0 2013 – Recall


Desde o último dia 5 (sábado), a empresa General Motors do Brasil está convocando os proprietários do Chevrolet Onix 1.0 2013, números de chassi entre DG129064 e DG209603, fabricados entre as datas de 24 de agosto e 15 de dezembro de 2012 e com rodas aro 14” de aço, para um recall.

De acordo com informações da Fundação Procon de São Paulo, a General Motors do Brasil divulgou a existência de uma aresta cortante na roda. Isso poderia causar cortes na parte interna dos pneus dentro de seu processo de montagem. O risco que isso traria seria o esvaziamento do pneu instantaneamente, podendo causar acidentes.

Para efetuar o recall, o Procon e a GM indicam que os proprietários devem se apresentar a uma concessionária GM a partir do dia 11, sexta-feira. Assim, será possível substituir as rodas e inspecionar substituição dos pneus, caso estejam com o defeito.

Os proprietários que quiserem mais informações sobre o recall devem ligar para o telefone disponibilizado pela GM: 0800 702 4200.

Segundo o Procon, não há prazo limite para o atendimento. Caso os proprietários encontrem problemas para substituir as peças, devem procurar o órgão de defesa mais próximo de sua região.

Por Marcelo Araújo


GM planeja lançar Novo Carro Substituto para o Celta


Segundo informações da General Motors, a empresa está preparando o substituto de um de seus modelos mais vendidos, o Celta. O novo veículo teria um preço fixado na casa dos R$ 25 mil e seria introduzido no mercado nacional daqui a 2 ou 3 anos.

Atenta aos planos das outras montadoras, a GM produzirá este modelo para concorrer com um novo carro que será desenvolvido pela Fiat na unidade fabril que está em construção em Goiana (Pernambuco). Outro modelo a ser combatido pelo substituto do Celta é o Up!, que será feito pela Volkswagen na fábrica de São Bernardo do Campo, região do ABC de São Paulo.

Atualmente, este é o projeto que mais ocupa o tempo dos engenheiros da GM. De acordo com as informações da empresa, o problema em criar este novo modelo é a limitação de custo que empresa deseja para o veículo. Após a definição e anúncio oficial deste projeto, a companhia revelará quais serão seus planos no mercado brasileiro para os próximos 5 anos.

Dentro desta nova etapa da GM no Brasil, a possibilidade de uma nova unidade fabril não é descartada, o objetivo é ampliar a capacidade ou migrar a produção de fábricas que já estão em pleno funcionamento.

Por Marcelo Araújo


Nova Chevrolet Trailblazer 2013 – Lançamento, Novidades e Preço no Brasil


Na noite do dia 13 de novembro, a GM apresentou oficialmente a Chevrolet Trailblazer 2013 para os veículos de imprensa em um evento realizado na cidade de São Paulo. Com o objetivo de entrar com força para concorrer com os carros do segmento, a marca norte-americana introduz o SUV no mercado nacional com valor entre R$ 140 mil e R$ 180 mil.

Entre as principais novidades da Chevrolet Trailblazer 2013 estão: estilo mais robusto (sem perder a elegância e a modernidade), design baseado na Nova S10, maior sensação de segurança, requinte e conforto. Externamente, o veículo apresenta linhas expressivas e detalhes cromados. Internamente, possui bom acabamento e elementos feitos com exclusividade para aumentar o conforto do motorista e dos passageiros. O novo modelo da Chevrolet conta com painel apresentando cluster moderno, sistema de climatização com comando circular, além de outros elementos marcantes.

Com a apresentação da Chevrolet Trailblazer 2013, a marca pretende ampliar sua parcela de mercado referente ao segmento de SUVs, além de oferecer mais uma opção para o consumidor brasileiro no ano em que o mercado automotivo do País bateu recordes de venda devido às medidas governamentais que diminuíram o IPI.

Por Marcelo Araújo


GM Cadillac – Carro comercial


A GM acaba de confirmar novidades sobre o Cadillac. A montadora em questão informou que uma nova linha será lançada no intuito de dar sequência ao processo de modernização da marca.

Pautada na constante otimização de seus veículos, a GM colocará no mercado três Cadillacs do tipo comercial, sendo eles o XTS Funerário, o XTS Limusine e o XTS Convencional.

Os veículos da nova  família Cadillac contarão com o motor V6 3.6, capaz de entregar 304 cavalos de potência. Segundo a GM, todos eles apresentarão o consumo médio de 9,5 lm/l. No interior dos carros o que surpreende são os detalhes com excelente acabamento,  espaço interno confortável e amplo, além de modernas tecnologias que tornam os carros comerciais verdadeiros ícones de funcionalidade.

Como se não bastasse as características acima citadas, os veículos são equipados com Sistema GPS, conjunto multimídia, tela sensível ao toque e câmera de ré.

De acordo com informações da montadora, a família comercial do Cadillac estará disponível em breve no mercado mundial, entretanto, os preços de venda ainda são um mistério, mas certamente os carros não ficarão entre os mais caros da categoria, a fim de manter a competitividade da marca.

Por Larissa Mendes de Oliveira


GM para de produzir Corsa, Meriva e Zafira na fábrica de São José dos Campos (SP)


GM paralisa a fabricação de modelos em São José dos Campos.

Foi confirmado hoje (26) pela General Motors que a fábrica de São José dos Campos vai parar de produzir os modelos Zafira, Meriva e Corsa.

De acordo com a montadora, o hatch foi o último modelo a sair da linha de montagem. A última unidade feita foi nesta quarta (25). No dia 12 de julho foi o encerramento da produção da Zafira, e a Meriva foi paralisada na semana passada.

Neste momento, somente o Classic continua com a sua produção no setor de Montagem de Veículos Automotores (MVA), em São José dos Campos.

No mesmo complexo, uma outra linha que dá origem à S10 já está se preparando para a produção da nova Blazer, que será apresentada ao público no Salão de São Paulo e deve estar no mercado no fim deste ano.

Nesta quarta, um encontro entre a GM e o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos aconteceu, sendo que a entidade que representa os funcionários aponta que ficou –

 “clara a intenção da empresa em fechar o MVA, onde hoje trabalham 1.500 pessoas”.

Para que sejam evitadas demissões, o sindicato vai propor a produção integral do Classic na planta em questão, sendo que hoje o modelo é feito em São Caetano do Sul (SP) e em Rosário, na Argentina, além da nacionalização do Sonic (vindo da Coreia do Sul) e o retorno da produção de caminhões.

Porém, a possibilidade já foi negada pelo diretor institucional da GM, Luiz Moan.  A assessoria de imprensa da GM apontou que não é economicamente viável a manutenção de somente um carro em produção no MVA. Ela ainda negou o fechamento dessa linha, num primeiro momento.

A marca disse que não haverá demissões até o dia 04 de agosto, quando acontecerá uma nova reunião com o sindicato. Porém, ela já apontou que há um “excesso de funcionários” na planta.


GM desenvolve sistema para detectar e proteger pedestres utilizando celulares como sensor de movimentos


GM deve lançar sistema para proteger pedestres.

Foi anunciado nesta quinta-feira (26) pela General Motors o desenvolvimento do que seria um sistema Wi-Fi para ajudar na proteção de pedestres e ciclistas.

De acordo com a montadora, a tecnologia pode permitir que o automóvel faça a identificação de telefones celulares presente com as pessoas, e o sistema faça a leitura dos mesmos como sensores de movimento, auxiliando assim a prevenir acidentes em situações em que a visibilidade é limitada.

Segundo o diretor global de pesquisa e desenvolvimento de sistemas eletrônicos e de controle da GM, Nady Boules:

“Esta nova compatibilidade wireless pode avisar os motoristas de pedestres que podem estar entrando nas vias por trás de veículos parados, ou de biciclistas que estão trafegando nos pontos cegos de automóveis. O sistema Wi-Fi tem o potencial de se tornar uma parte integral dos componentes de auxílio do motorista em muitos de nossos veículos”, comentou.

Divulgação

O intuito da GM é que este sistema de detecção seja disponibilizado através de download em smartphones, para que assim, um maior número de pessoas possam ser detectadas. Tal tecnologia também poderá ser expandida para conexão com redes de dados.

Assim, será possível antecipar para o motorista, através de mensagens, informações sobre a condição de segurança da estrada em que circula, entre outros detalhes.


General Motors dispensa funcionários na fábrica da planta de São José dos Campos (SP)


General Motors.

Funcionários foram dispensados pela General Motors do turno da madrugada da planta que fica em São José dos Campos, em São Paulo.

A licença remunerada foi comunicada nesta terça-feira (24), sendo que a montadora pediu que os trabalhadores aguardassem por novas instruções.

De acordo com o sindicato de metalúrgicos de São José dos Campos, a dispensa ocorreu pelo fato de que os trabalhadores programaram uma manifestação em frente à planta também nesta terça-feira.

O sindicato apontou que a ação da GM foi um “locaute”. Isso acontece quando a empresa impede que os seus funcionários trabalhem normalmente.

O site Folha Online apontou que a paralisação das atividades na região, é justificada pela preocupação da montadora com a “integridade física de seus empregados”, segundo nota da empresa.

Há uma possibilidade de que a montadora realize demissões em São José dos Campos, devido ao grande estoque que conta. Por isso, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, comentou que levará o assunto até a presidente, Dilma Rousseff.

Nesta quarta-feira (25), a General Motors irá participar de uma reunião com o Ministério do Trabalho, e o sindicato dos trabalhadores para que sejam mantidos os empregos na fábrica paulista.


GM pode voltar a ter propagandas no Facebook com um novo acordo


Depois de ter suspendido a verba que era para os seus anúncios no Facebook, a General Motors volta a colocar em pauta a possibilidade de voltar a ter suas propagandas vinculadas na rede social.

A notícia é do site Adweek.com. Segundo a matéria, Joel Ewanick, que é o chefe de marketing global da GM, e Carolyn Everson, a chefe de vendas global do Facebook, teriam feito uma reunião durante o Festival de Criatividade, na França.

Desta reunião, surgiu um novo encontro, só que agora entre o CEO da GM, Dan Akerson, e a chefe de marketing do Facebook, Sheryl Sandberg. Porém, como de praxe, nenhuma das parte  confirma o encontro.

É bom ressaltar que a montadora apresentava US$ 10 milhões por ano de seu orçamento voltado para os anúncios na rede social. Como alegaram falta de retorno, tal investimento foi cancelado em maio de 2012.


GM e PSA Peugeot Citroën firmam aliança global para ações na Europa


Divulgação

Foi anunciado pela General Motors a realização de uma aliança global com a PSA Peugeot Citroën.

O intuito da empreitada é que o grupo de origem francesa tome conta da maior parte da logística da GM no mercado europeu e também na Rússia.

Segundo a General Motors, os planos de operações para o território europeu vão ficar a cargo da Gefco, que é uma subsudiária da PSA Peugeot Citroën.

Esta empreitada terá foco nas marcas Opel/Vauxhall, Chevrolet e Cadillac, sendo que o principal objetivo é aprimorar a entrega dos componentes paras as fábricas, transporte dos veículos novos para as empresas revendedoras e a distribuição de peças de reposição.

De acordo com a GM, este será um dos maiores acordos de logística em toda a história automotiva da Europa.

A previsão é que o início das operações aconteça em 2013. O vice-presidente da GM, Steve Girsky, comentou a aliança:

“Isso marca o primeiro passo de uma grande aliança com a PSA. Este acordo logístico trará maior eficiência operacional e redução de custos para a GM”, comenta.


GM, Honda e Toyota podem ter sistema de voz da Apple nos carros – Siri


A Apple parece que vai voltar suas tecnologias para o mundo dos automóveis. A Toyota, General Motors e Honda já confirmaram que têm interesse em utilizar a tecnologia de comando de voz Siri, que hoje é encontrada no iPhone 4S.

As montadoras querem utilizar o serviço de reconhecimento de voz, em alguns sistemas de conectividade de futuros lançamentos das mesmas.

De acordo com informações do site Automotive News, alguns executivos da empresa de Cupertino apontaram que montadoras como Mercedes-Benz, BMW, Audi, Chrysler e Jaguar/Land Rover, já teriam firmado um acordo prévio com a Apple.

Os automóveis que apresentarem o sistema Siri, vão permitir que os seus motoristas façam ligações, ditem mensagem de texto, verificar instruções de navegação via satélite e até usar outras funções somente conectando o iPhone no sistema de multimídia dos carros.

O serviço seria ativado através de um botão no volante. Outra novidade, é que o recurso com o nome de Eyes Free possibilite que o iPhone seja utilizado sem precisar tirar os olhos da estrada.

Segundo o vice-presidente sênior da Apple, Scott Forstall: “Várias montadoras se comprometeram a desenvolver tecnologias compatíveis com o Eyes Free nos próximos 12 meses”.


GM e Peugeot podem firmar aliança para produzir carros compactos


Há muito tempo duas montadoras de sucesso não fazem acordos entre si. Porém, atualmente a General Motors e a Peugeot prometem firmar uma aliança para focar na produção de veículos de pequeno porte. A Europa será o principal continente beneficiado, já que essa produção vai se lançar especialmente no mercado automotivo europeu.

A montadora francesa e a norte-americana ainda não confirmaram as notícias que rondam por aí, mas admitem que as discussões em torno do assunto já estão sendo tratadas com cautela e em breve uma resposta será dada. Muitos garantem que a aliança pode favorecer a abertura de novos empregos na França.

Ainda que a GM tenha sofrido com a falta de lucros no ano de 2008 em seu país de origem, a empresa garante que se recuperou 100% e que está pronta para se firmar como uma das maiores fabricantes de automóveis compactos.

Porém, mesmo que a General Motors tenha se recuperado no mercado norte-americano, na Europa a montadora não teve um bom desempenho no ano de 2011.

Por Jéssica Monteiro


Chevrolet Trailblazer – Novo SUV substituto da Blazer


Durante o Salão Internacional de Dubai 2011, a General Motors apresentou o seu novo carro conceito Trailblazer, que muito provavelmente irá substituir a Blazer no Brasil.

De acordo com a montadora, o SUV deverá começar a ser vendido no início de 2012, primeiramente na Tailândia.

O veículo recebeu um visual bastante renovado, ganhando formas bem parecidas ao da nova S10.

Ainda segundo a marca, a Trailblazer deverá chegar ao mercado com um motor 2.8 Duramax Turbo-Diesel, tração integral e espaço para sete pessoas. Além disso, o carro apresentará faróis e lanternas em LED, rodas de 20 polegadas, bancos totalmente rebatíveis e sistema de informação e navegação.

Com relação ao Brasil, a General Motors não comentou sobre nenhuma data para o lançamento do SUV em terras tupiniquins.

Vale ressaltar que a GM divulgou uma nota onde afirma que Trailblazer foi desenvolvida no Brasil, junto com o projeto da nova Chevrolet Colorado. Ambos os veículos dividem a mesma arquitetura.


Chevrolet N200 – Novo utilitário da GM no Brasil


O segmento de utilitários no Brasil é dominado pela VW Kombi há bastante tempo. Como o modelo deve ser aposentado em 2014, devido às novas exigências de segurança para todos os veículos fabricados por aqui, algumas fabricantes já estão de olho nesta promissora fatia do mercado. Uma delas é a General Motors, que tem sido flagrada testando um furgão da marcha chinesa Wuling Automobile, nas proximidades de sua fábrica localizada em São Bernardo do Campo, em São Paulo, desde o segundo semestre de 2010.

O modelo em questão seria a Chevrolet N200, uma van que já é vendida em alguns países da América Latina. Produzida na China, fruto de uma parceria entre a GM e a Shangai Automotive Industry Corporation (SAIC), ela é comercializada no exterior com três opções de carroceria, que são Van, Passageiro e Passageiro Plus, com capacidade para carregar 560 kg de carga ou até sete passageiros.

O modelo mais caro sai de fábrica com direção hidráulica, trio elétrico e ar condicionado, dentre outros itens de série. Sob o capô, a N200 tem o propulsor 1.2 litros, movido a gasolina, com capacidade para desenvolver 85 cv de potência.

No Brasil, ela chegará até o ano de 2014.

Por André Gonçalves


General Motors – Novos modelos com fabricação no Brasil


Em breve, a gama de veículos da Chevrolet, disponíveis no Brasil, vai receber quatro novos integrantes. E o melhor é que eles serão fabricados por aqui mesmo, na planta da GM em São Caetano do Sul, região metropolitana de São Paulo. Os dois primeiros a chegar serão o Cruze sedã e o Cruze hatch, apresentados recentemente no Salão de Genebra.

Quanto aos outros dois modelos, há ainda muitas especulações, mas acredita-se que podem ser o Chevrolet GSV (nome não oficial), um novo sedã médio que tem sido flagrado em testes na Europa e uma minivan, conhecida pelo nome do projeto (PM7), que deverá substituir a Zafira e a Meriva.  

Para dar conta da produção, a montadora está criando um terceiro turno de trabalho na fábrica de São Caetano do Sul, com a contratação de 1.500 novos funcionários, o que vai aumentar a sua capacidade de produção anual para 250 mil veículos, contra as 200 mil unidades atuais. Lá já são produzidos o Astra (sedã e hatchback), a picape Montana e o Vectra.

O investimento faz parte da quantia de R$ 5 bilhões que a GM destinou para o Brasil, para serem aplicados entre os anos de 2008 a 2012.

Por André Gonçalves


Chevrolet My Link – Sistema de conexão da GM


As montadoras estão investindo pra valer em sistemas de conexão, para gerenciar informações dos veículos e principalmente para o entretenimento dos passageiros. A Ford, com o Ford Sync e a Toyota, com o Entune, largaram na frente. Agora é a vez da General Motors anunciar o seu sistema. Conhecido como Chevrolet My Link, a tecnologia fará a sua estreia ainda em 2011, no híbrido Volt e no Equinox.

O My Link tem diversas funções, que podem ser acessadas através da tela sensível, pelo volante multifuncional ou até mesmo pelo sistema de reconhecimento de voz. O equipamento vai controlar todo o sistema de som e vídeo do carro, mostrar informações sobre o veículo, o trânsito e o tempo, além de permitir o acesso à internet. Ele possui conexões USB, Bluetooth e entrada auxiliar, que permitem a sincronização com smartphones que tenham plataforma Android ou Blackberry.

Outras informações no site da GM.

Por André Gonçalves


Test-drive do Volt – Carro elétrico da GM


Ana Flavia Furlan e outros repórteres brasileiros foram até o Salão Detroit, nos EUA, onde fica a sede da GM, para saber se realmente o Volt seria aprovado após o seu test-drive.

O carro funciona da seguinte maneira: você aperta o botão start ele liga com motor térmico ou com o motor a combustão. O motor a gasolina serve como uma reserva caso a energia do carro acabe. Mas ele não é capaz de movimentar o carro, ele serve apenas como um gerador.

Se você dirigir todos os dias o veículo sem acionar o motor térmico (gasolina), um modo de segurança da partida no motor térmico será acionado automaticamente até que se esgote a gasolina. Isso impede que a gasolina apodreça dentro do tanque e garante que a unidade se mantenha lubrificada.

O marcador de fluxo de energia do carro e do uso de eletricidade é indicado por uma bola verde que fica flutuando no painel virtual, a ideia é sempre mantê-la centralizada.

Fonte: Motor Show

Por Edson Nascimento


GM Sail EV – Carro Elétrico – Lançamento na China


Os carros elétricos estão mesmo chegando para ficar. Com a mais que louvável missão de diminuir a poluição do ar e economizar nos combustíveis, eles devem tomar conta das ruas em breve. Pensando nisso, a GM apresentou no Salão de Guangzhou, na China, o novo Sail EV. A nova versão do hatch, que foi desenvolvida em parceria com o Centro Automotivo Técnico Pan Ásia, vai ter um motor elétrico de 65 kW, capaz de alcançar 88 cv de potência e um torque de 22,44 Kgfm. A velocidade máxima que ele atinge é de 130 km/h.

Uma única carga na bateria de íon-lítio, responsável por gerar a energia do motor, dá ao Sail EV um autonomia de 150 km. Além do motor elétrico, chama a atenção o visual futurista, com suas rodas e maçanetas estilizadas e a grade dianteira, derivada do Volt. Ainda não há previsão de quando o Sail EV será produzido.

Acesse aqui uma foto do modelo no site internacional Inside Line.

Por André Gonçalves


Sierra All Terrain HD – Lançamento no North American International Auto Show 2011


Aquelas enormes picapes norte-americanas, que nos acostumamos a ver nos filmes de Hollywood, vão ganhar uma nova representante em 2011. A Sierra All Terrain HD, da GM, será apresentada no “North American International Auto Show”, que vai acontecer em Detroit, no mês de janeiro.

Para ir atiçando a curiosidade, a montadora liberou algumas fotos e detalhes do modelo. De cara, chama a atenção a dianteira robusta e imponente da picape, além das grandes rodas de alumínio, de 35 polegadas. E para empurrar esse gigante, que tem 5,08m de comprimento e 2m de altura, a GM escalou o motor turbodiesel 6.6 litros, V8, que alcança 397 cv de potência a um torque máximo de 105,7 Kgfm. O câmbio é automático de seis marchas.

As poucas informações do interior são de que haverá detalhes em metal na cabine, painel em couro e um avançado sistema multimídia, que terá um HD com capacidade de armazenar 80 GB.

Créditos: Flickr

Por André Gonçalves

Fonte: Autoweek