Modelo deve ter uma diminuição de custo e novos pneus do tipo RunFlat.

O ano de 2019 parece que promete ser o de muitas novidades para quem acompanha o mundo automobilístico.

Desta vez, a Ford tem se destacado neste cenário como um dos principais nomes que promete sacudir este ano. Depois de anunciar a sua parceria com a Volkswagen para a produção da nova Ranger 2020, a empresa já mostrou que vai dar uma verdadeira guinada em sua linha de produção de seus veículos no mercado mundial.

Depois de anunciar o fechamento de sua fábrica de caminhões no interior paulista, o que encerra as suas atividades neste tipo de categoria e a aposentadoria do famoso Fiesta, ela vai direcionar toda a sua atenção para mercado dos SUVs tanto fora quanto no país.

Como trazer grandes novidades é o seu estilo, a montadora anuncia agora o lançamento de sua nova geração do famoso Ecosport.

Até aí tudo bem, não parece uma grande novidade a não ser por um detalhe: o novo modelo chega ao mercado sem o famoso estepe traseiro, que antes ocupava todo o espaço externo da tampa traseira. Bom, até agora, nada de novo, afinal ele deve estar localizado na parte de baixo da traseira, como todo veículo desta categoria. Enganou-se quem pensou assim. O novo Ecosport já vem de fábrica sem nenhum tipo de estepe.

Não! Você não leu errado! A nova versão que deverá estar à venda nas concessionárias a partir de março de 2019 não possui um pneu substituto para o caso de algum dos principais der defeito ou mesmo furar no meio do caminho.

Então você deve estar se perguntando, por que a Ford resolveu lançar uma versão com esta novidade? De acordo com os engenheiros da marca, um dos motivos principais seriam a falta de espaço do bagageiro, que na nova versão estaria mais alongada e sem o estepe. Assim, o carro ganharia mais alguns litros de espaço, o que o tornaria mais competitivo dentro de sua categoria, afinal, os SUVs já caíram no gosto dos consumidores brasileiros e a Ford não deixaria passar esta oportunidade para emplacar um volume cada vez maior de vendas.

Alguns especialistas falam que a ausência do estepe poderia trazer algumas vantagens, sendo a principal delas o custo final do modelo, que seria bem menor, além de uma maior segurança, pois você não vai precisar parar no meio da estrada para trocá-lo, caso ele fure de madrugada, por exemplo.

Para substituir o estepe, a Ford adotou os pneus do tipo RunFlat, que são capazes de rodar sem nenhum tipo de calibragem. Apesar da segurança, o motorista só vai poder rodar por uma distância de até 80 Km e não pode ultrapassar os 80 Km/h. Como este tipo de pneu possui uma maior quantidade de borracha, principalmente nas suas laterais, o seu peso é maior, o que contribui para que o carro fique mais pesado e o seu consumo aumente. Esta é uma das desvantagens do novo modelo.

Além disto, o carro vem equipado com um kit de reparo composto por uma bomba e um selante liquido, caso o motorista queira rodar acima da distância permitida ou até encontrar uma borracharia para consertar o pneu furado em definitivo.

Cabe salientar que o modelo sem estepe deverá ser comercializado somente em uma versão, a Titanium 1.5, com motor do tipo TiCVT de três cilindros e com 137 cvs e câmbio automático de seis marchas. Ele substitui a versão Titanium 2.0 com estepe. Caso o motorista prefira a versão tradicional, ela estará disponível para venda nas mesmas configurações também.

Com relação ao preço, o novo modelo não deverá custar menos que R$ 100.000,00, mesmo com uma versão mais simples de motorização na tentativa de baixar os custos e elevar as vendas.

Emmanoel Gomes


Venda da Fábrica irá encerrar as produções do F-350, F-4000, Cargo e Fiesta.

Conforme a agência Reuters, uma das principais fontes de notícias britânicas e considerada atualmente a maior agência voltada para o assunto do mundo, a montadora Caoa já estaria negociando a compra da fábrica da Ford, que anunciou o seu fechamento ainda durante este ano.

A brasileira, que já produz eficientemente os veículos da chinesa Chery e da coreana Hyundai, estaria de olho na sede da Ford em São Bernardo do Campo. No último dia 19 de fevereiro, a mesma oficializou que irá finalizar o trabalho, deixando desempregados aproximadamente 3 mil pessoas.

Em nota, a fabricante anunciou que, no ano de 2018, produziu apenas 12% dos carros e 19% dos caminhões de todo o total de que tinha capacidade de realizar na unidade. A fábrica de São Bernardo do Campo é tida como a mais antiga empresa em operação no setor no Brasil.

Caminhões comerciais na América do Sul

O fechamento da fábrica da Ford faz parte de um movimento com significado amplo. Isso porque a montadora busca, de forma contínua e em outros países, parar com a produção na América do Sul de caminhões comerciais pesados.

Para a marca, a decisão é um importante marco, principalmente se levando em conta a lucratividade sustentável e rentável de suas operações. Com isso, a mesma busca fortalecer a oferta, criando também experiências ainda mais positivas para todos os consumidores.

Até o momento, sabe-se que deixarão de ser vendidos no país, com o fim da produção da fábrica, os seguintes modelos: F-350, F-4000, Cargo e o Fiesta. Porém, essa não foi também uma decisão fácil. Em comunicado divulgado pela marca, somente foi tomada uma medida após vários meses em busca de alternativas que fossem viáveis, incluindo a venda da operação e a busca de parcerias. Todavia, com o grande volume de investimentos necessários para atender ao mercado e à toda a demanda, bem como os custos com os itens regulatórios, percebeu-se a inviabilidade de manter o negócio.

Em termos de despesa com a saída, a montadora já prevê a necessidade de um valor de cerca de R$ 1,7 bilhão para o encerramento das atividades. São contados, entre os gastos, valores referentes à compensação dos funcionários demitidos, amortização de ativos fixos e depreciação acelerada, entre outros.

Doria: Suporte na negociação

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, prometeu colaborar e dar todo o suporte para encontrar o melhor comprador para a fábrica. Segundo Doria, em um pronunciamento sobre o assunto na última terça-feira, dia 26 de fevereiro, já há três companhias interessadas na negociação. Porém, o mesmo não citou nomes e espera que o assunto se resolva de forma eficiente e rápida.

De acordo com a Reuters, não foram feitos comentários por parte do governo paulista sobre as negociações da Caoa com a Ford. Ainda, um dos representantes oficiais da Ford negou sobre o assunto de que a Caoa tenha feito uma abordagem diretamente com a montadora para a compra da fábrica.

Compra da Hyundai e Chery

A Caoa teve início como uma cadeia que comportava concessionárias. Nos últimos anos, a mesma foi expandindo-se rumo à fabricação de automóveis. Desde 1999, ela é a importadora exclusiva da marca Hyundai em terras brasileiras.

Em novembro de 2017, a mesma também adquiriu metade das operações da Chery por aqui, aumentando ainda mais o seu patrimônio. A Caoa comprou metade da chinesa no Brasil, anunciando, na ocasião, um investimento a longo prazo de US$ 2 bilhões, aproximadamente R$ 6,5 bilhões na cotação da época.

Nos dias atuais, a Caoa possui diversas lojas das marcas Subaru e Hyundai e, ao mesmo tempo, se destaca na distribuição da Ford no país. São duas as fábricas da empresa no Brasil, sendo uma localizada na cidade de Anápolis, em Goiás, e a outra em Jacareí, São Paulo. Na sua soma, elas possuem uma grande capacidade de produção por ano. Têm-se notícia, portanto, de que são feitos, por ano, 136 mil carros.

Kellen Kunz


Novo modelo deve chegar ao Brasil em 2022.

Os consumidores que gostam de acompanhar as notícias do mundo automobilístico já puderam notar que, nas últimas semanas, algumas imagens circularam pela internet e que mostrariam aquela que seria a "nova cara" da Ranger, um dos modelos bastante vendido pela Ford.

Desde então, os olhares estão mais atentos as fotos do modelo que, segundo os especialistas, parece muito com o modelo do veículo que é fabricado apenas nos Estados Unidos.

A dúvida é muito grande e começou a ganhar corpo, principalmente nas últimas semanas, pois nas fotografias que circulam livremente na grande rede, é possível ver que o emblema do fabricante aparece coberto. Tudo isto é o suficiente para que as especulações possam ‘pipocar’ entre os internautas interessados no assunto.

A Ford, apesar de estar sendo pressionada pelos milhares de consumidores ao redor do mundo para dar algum tipo de esclarecimento, ainda não se pronunciou sobre o fato.

Para quem quiser conferir, basta vistar o site australiano Wheels e conferir o material que está disponível para todos desde o último dia 21 de fevereiro.

Os interessados neste tipo de veículo poderão enfrentar uma certa dificuldade em adquirir o seu modelo aqui no Brasil, visto que toda a produção do veículo na América Latina é feita exclusivamente na vizinha, Argentina.

Especulações à parte, embora a Ford insista em manter segredo, a expectativa é que a montadora possa lançar muito em breve uma nova versão do veículo, visto que ela trabalha incessantemente em novas reestilizações de seus modelos no mercado internacional. Para se ter uma ideia, a Ranger que é fabricada e comercializada na terra do Tio Sam está a uma geração a mais na frente da que é vendida no Brasil, via Argentina.

Sem anúncio oficial, a expectativa dos especialistas no assunto é de que os novos modelos possam estrear na Brasil somente a partir de 2022.

Os usuários da internet que já tiveram acesso às fotos do suporto modelo da Ranger no site australiano ficaram surpresos com o novo estilo do que seria a nova versão. Um dos itens que mais chamou a atenção foi o fato do carro mostrar uma maior robustez, o que lembra outro modelo de sucesso de vendas, a F-150.

Na parte externa, os faróis aparecem ainda sem uma clara definição entre eles e os chamados faróis de rodagem. Um detalhe curioso, entretanto, chamou a atenção dos mais curiosos: o fato do modelo não apresentar os retrovisores externos. Talvez, pelo fato de se tratar de um veículo de teste, cujos detalhes ainda não foram finalizados.

A Ford passa por um processo de mudanças que vai afetar a venda de carros ao redor do Mundo

Para quem gosta de acompanhar as novidades sobre automóveis em todo o mundo sabe que, na última semana, a Ford anunciou uma série de medidas com o objetivo de reestruturar as suas operações no Brasil. A principal delas foi o anúncio do fechamento da fábrica de caminhões na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Além disto, a medida também vai atingir a produção do Fiesta no país, que vai sair de linha.

Com a medida, a marca decidiu investir pesado somente na fabricação e comercialização de picapes da categoria SUV, considerado um filão do mercado mundial automobilístico mundial.

As mudanças implantadas pela fabricante também incluem a saída da empresa do ramo de fabricação de sedãs de luxo nos Estados Unidos.

Apesar das especulações, o fato é que a notícia continua gerando expectativa, o que de certa forma é bom para a própria empresa que lucra com toda esta publicidade gratuita e, de certa forma, o próprio consumidor, que sai com a certeza de que novos modelos, bem mais modernos e avançados, deverão ser comercializados no país em breve.

Emmanoel Gomes


Modelo chega às concessionárias custando a partir de R$ 150 mil.

No início de 2019 foi lançado o Ford Fusion, a última geração desse sedã.

O novo sedã, que representa a última geração dessa linha, está chegando com algumas novidades: versão topo de linha híbrida, assim como teto solar de série. Os preços podem variar entre R$ 150 mil e R$ 180 mil.

É isso mesmo! A marca anunciou o lançamento do Ford Fusion 2019, no dia 11 de fevereiro.

Desse modo, se o leitor tem interesse em adquirir o novo lançamento ou é um apreciador de carros, não deixe de conferir as informações abaixo sobre as novidades dos carros.

Recentemente, a Ford declarou que não se dedicaria mais ao desenvolvimento do Ford Fusion, para se aprofundar no melhoramento de picapes e SUVs.

O novo sedã está disponível em três versões que podem variar de valores.

Ainda neste mês de fevereiro essa novidade irá chegar ao mercado. Para isso, ele passou por algumas manutenções visuais. De acordo com o fabricante, as alterações foram realizadas especiamente na traseira e dianteira do automóvel, com o intuito principal de deixar o modelo com um novo visual, mais moderno e também mais elegante. A partir de agora, o teto solar é de série, no entanto, os carros sofreram mudanças de forma comedidas e, dessa forma, os três volumes continuam mantendo seus aspectos individuais.

Para quem não sabe, o motor é EcoBoost 2.0, que representa potência de cerca de 248 cavalos, possui versão de entrada SEL e, ainda, tração dianteira. O modo de transmissão será do tipo automático, com seis velocidades distintas e há como fazer essas trocas de forma manual. O preço se configura em R$ 150.000.

Os equipamentos que compõem os automóveis são os seguintes: controle eletrônico para tração e estabilidade, cintos de segurança traseiros com as laterais infláveis, assistente de chamada emergencial, assistente de partida em rampas e oito airbags (joelhos, cortina, laterais e frontais).

A versão intermediária do Ford Fusion, chama-se Titanium, e também possui motor EcoBoost 2.0. O maior diferencial desse automóvel é a tração integral. Além disso, essa opção pode incluir algumas tecnologias semiautônomas, como por exemplo, alertar o motorista para colisões, contando com um assistente de frenagem automático, detecção de pedestres próximos, um amplo sistema que visa monitorar ponto cego, sistema para alertar se o automóvel está dentro da faixa, piloto, farol e estacionamento automático. Seu preço é de R$180.000.

O modelo mais caro do Ford Fusion 2019 não vai contar com os mesmos equipamentos que a produção intermediária. Isso porque o diferencial desse sedã é a motorização híbrida. Além disso, vem acompanhada a essa versão algumas informações para que o condutor do automóvel possa dirigir o veículo de uma maneira mais eficiente, contando com o auxílio de imagens que surgem no painel. Sendo assim, o Ford Fusion Titanium Hybrid está saindo por R$ 183.000.

De acordo com James Hackett, que é o atual presidente da Ford, em maio do ano passado ele disse que o Ford Fusion seria a última linha de sedã. Nos Estados Unidos, a marca está planejando já há algum tempo em acabar com sedãs e hatches. O motivo é a vontade de investir em novos produtos, como SUVs e picapes, uma vez que, nos últimos tempos, os consumidores vêm demonstrando maior interesse nessas variedades de veículos.

Ainda segundo Hackett, Taurus, Fusion, Fiesta e C-Max iriam deixar de ser vendidos. O Brasil também tem chances de perder esses modelos de suas vitrines, uma vez que o Fusion tem sua fabricação de origem no México, onde de lá é levado para os EUA e dessa mesma forma chega ao Brasil.

A marca Ford ganhou o mundo nas últimas décadas e já fez grande parte da vida de milhões de brasileiros, por ser uma marca bastante popular no país, por ser fácil a manutenção e as peças serem mais acessíveis para o bolso do consumidor.

Ana Paula Oliveira Coimbra


Modelo perde estepe e adota motor 1.5 litro.

A empresa Ford apresenta o novo automóvel Ford Ecosport 2020, o novo modelo tem como diferencial o fato de ter sido retirado o estepe traseiro externo na versão Titanium.

A Ford Motor Company é uma empresa multinacional fabricante de automóveis que começou nos Estados Unidos, com sede em Dearborn, Michigan, um subúrbio de Detroit.

A empresa foi incorporada em 16 de junho de 1903, tendo sido fundada por Henry Ford.

No último Salão do Automóvel, realizado em São Paulo, foi anunciado o novo modelo do Ford Ecosport Titanium 2020, tendo sido informado que não haveria mais o pneu estepe reserva no carro.

Também como novidade, o automóvel passa a utilizar os pneus Run Flat ou ZP (Zero Pressure), que são pneus que acabam por se diferenciar dos demais, tendo em vista as suas paredes serem muito mais reforçadas.

Apesar deles possuírem um valor relativamente mais elevado que os demais pneus, eles contam com benefícios variados, como por exemplo, o fato de se acontecer do pneu perder totalmente a sua pressão por causa de um furo ou um dano, permite ao condutor a possibilidade de se dirigir ainda por mais 80 quilômetros a uma velocidade máxima de 80 km/h.

Caso o motorista utilize ainda o kit de reparo, essa distância é aumentada para 200 quilômetros, permanecendo no limite da velocidade de 80km/h, no máximo.

Mesmo o pneu estando vazio, ele consegue suportar o peso do automóvel, tendo condições de chegar a um local onde possa haver a troca do pneu, sem causar dano nenhum ao carro.

No caso de acontecer algum furo no pneu, o monitor de pressão dos pneus informa ao condutor que não precisa parar o trajeto.

O Ford Ecosport Titanium 2020 é o primeiro automóvel a possuir essa tecnologia nos pneus.

Seguindo os modelos das versões que são vendidas nos Estados Unidos e na Europa, esse modelo vem sem o estepe, tendo a placa de licença posicionada em um lugar mais elevado que os modelos antigos.

A abertura da porta traseira continua sendo para a lateral, o motor, porém, sofreu modificações. Antes, ele tinha 2,0 litros e contava com potência de 170 cv e torque de 20,6 m.kgf, na gasolina, ou então, 176 cv e torque de 22,5 m.kgf, no álcool. Agora, o Ford Ecosport Titanium vem com 1,5 litros e três cilindros, possuindo 130 cv e torque de 15,6 m.kgf, na gasolina e 137 cv e torque de 16,2 m.kgf, no álcool, que acaba sendo o mesmo dos modelos SE e Freestyle, sendo o modelo 2.0 exclusivo do Ecosport Storm.

O carro virá como teto solar elétrico, monitoramento de ponto cego e de tráfego cruzado, sete airbags, bancos todos em couro, chave de presença, central de áudio Sync 3, tendo uma tela de 8 polegadas, possui ainda faróis de xenônio e rodas de 17 polegadas, custando o valor de R$103.890 (cento e três mil, oitocentos e noventa reais). No modelo anterior, que possuía o motor 2.0, o valor do automóvel era de R$100,590 (cem mil, quinhentos e noventa).

Somente essa versão Titanium que virá sem o estepe traseiro, já as outras versões da Ecosport, todas virão com o estepe.

O modelo SE, vem com valor de 79 mil, para a versão com transmissão manual e, na versão automática, chega ao valor de 85 mil. A versão automática ainda conta com controle eletrônico de estabilidade e tração, rodas de 15 polegadas e central de áudio com 7 polegadas.

Já o modelo Freestyle traz um modelo que se destaca e ainda oferece câmera traseira, sensor de estacionamento traseiro, ar condicionado automático, bancos todos de couro e rodas com 16 polegadas.

O modelo Freestyle, que vem com o valor de R$ 85.890 para o modelo manual e R$91.890 para o modelo automático, teve algumas perdas comparando com o seu modelo anterior, não possui mais comando no volante, a tela da central de áudio diminuiu e o sistema Sync também foi modificado de 3 para 2,5.

Já o modelo Ecosport Storm vem com um valor de R$ 108.390, trazendo junto um motor 2.0, a tração integral e ainda, alguns equipamentos que tem no modelo Titanium.

Por Carol Wurlitzer


Modelo ganha motor biturbo e câmbio do Mustang.

A Ford Ranger está retornando ao mercado norte-americano, com um design mais moderno e com mudanças pontuais do modelo europeu, prometendo grandes expectativas para os admiradores da categoria.

Os países da Europa irão ganhar uma picape média com diversas novidades, a principal dela será o motor EcoBlue diesel que possui a opção biturbo. Já o modelo comercializado no Brasil e na Argentina não terá alterações.

Acompanhando e ultrapassando seus concorrentes

A principal concorrente da Ford Ranger 2020 é a Volkswagen Amarok, por esse motivo os desenvolvedores da Ranger 2020 não podem ficar para trás. Assim como o modelo de sua rival, a nova Ranger 2020 está equipada com um motor 2.0 de quatro cilindros turbo a diesel.

Os antigos propulsores e o 3.2 cinco cilindros, foram substituídos pela EcoBlue, uma nova família que possui três opções de potência. Veja:

  • Turbo: 2.0 Diesel de 130 cv e 34,7 kgmf de torque;
  • Turbo: 2.0 Diesel de 170 cv e 42,9 kgmf de torque;
  • Biturbo: De 210 cv e 51 kgfm de torque.

Seguindo modelos já lançados, a transmissão automática é a mesma utilizada no Ford Mustang, Chevrolet Camaro e nas picapes grandes de marcas rivais a Ford Ranger 2020, independentemente da quantidade de turbos ou de potência.

A nova Ranger 2020 possui dez marchas que são trocadas de forma mais suave do que a do modelo anterior. Segundo a marca, a junção de tudo capacita o novo modelo a carregar cerca de 1.252 kg na caçamba ou então rebocar até 3.500 kg.

Conheça as mudanças no design da nova Ford Ranger 2020

A parte visual da nova Ford Ranger 2020 teve leves e discretas alterações, se comparadas ao facelift anterior. As mudanças foram as seguintes:

  • A grade frontal agora possui contornos que apesar de cromados, são mais discretos.
  • Ganhou duas barras paralelas no centro iguais a grande F-150.
  • O para-choque foi equipado com luzes de neblinas, que são conectadas a um vinco em C, assim como no novo Ka.
  • Na versão aventureira Wildtrack, o para-choque é exclusivo, possuindo uma grade frontal na cor preta, a grade é interligada à entrada de ar da parte inferior.
  • A parte traseira não sofreu mudanças, as lanterna de LED utilizadas na Ranger americana não fazem parte desse design.
  • O interior também não sofreu alterações.
  • A nova Ranger 2020 ganhou tecnologias avançadas como: Park assist (capaz de estacionar autonomicamente), assistente de pré-colisão (capaz de detectar pedestres), limitador de velocidade com leitor de placas, além dos itens tecnológicos já presentes no modelo comercializado, como o alerta de colisão frontal, controle de cruzeiro adaptativo e a manutenção em faixa.

A nova Ranger 2020 será comercializada em cinco versões: a Lariat, que possui as opções de cabine estendida ou dupla, a XL e a XLT. Todas as versões estão disponíveis nas configurações de tração FX2 e FX4. O bloqueio eletrônico do diferencial também está disponível em todas as versões.

A tração FX4 possui um diferencial, a central Dana, além de amortecedores e pneus off-road. Ela também conta com um protetor de cárter e um seletor eletrônico, possuindo modos de tração para grama, areia, cascalho e neve, além de lama.

O lançamento da Ranger 2020 nos Estados Unidos está previsto para daqui a um ano, a expectativa é que nesse tempo a fabricante do novo modelo dê alguma posição a respeito de realizar mudanças também no modelo destinado ao Brasil e a Argentina.

Se você é um amante das picapes Ranger, fique ligado para saber mais novidades a respeito do lançamento da nova Ford Ranger 2020 e se o Brasil será contemplado com as novidades do novo modelo.

Anderson Jacinto Luiz


Modelo sofre aumento nos preços e já supera R$ 72 mil.

A linha Ford Ka atualizou mais uma vez sua tabela de preços no Brasil e surpreendeu seus admiradores e clientes, pois os valores já haviam sido atualizados recentemente, que foi em outubro de 2018, no site da marca você pode conferir que os novos valores (que valem para quase todas as versões) tiveram aumentos de até R$ 700, dependendo do modelo.

Depois desta nova atualização o modelo mais barato da linha o hatchback (acabamento S 1.0) está avaliado em R$ 46.390, que está R$ 600 a mais do valor antigo, e o modelo top de linha, o Sedan (Titanium 1.5 AT) está com a avaliação de R$ 72.390. Não foram informadas pela Ford nenhumas alterações de conteúdo no veículo, pois tiveram mudanças no segundo semestre de 2018, vindo com alterações bem sutis no visual e teve a inclusão da versão Freestyle com suspensão reforçada e com câmbio automático de 6 marchas, isso ainda no primeiro semestre.

As reduções só foram aplicadas em dois únicos modelos, que são os Freestyle 1.5 AT e Titanium 1.5 AT, que tiveram uma redução em R$ 500.

E a tabela atual ficou assim:

KA HATCHBACK

  • Modelo: Ka S 1.0 MT5 / preço anterior: R$ 45.990 / preço atual: R$ 46.390 / diferença: + R$ 600
  • Modelo: Ka SE 1.0 MT5 / preço anterior: R$ 46.490 / preço atual: R$R$ 46.990 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE Plus 1.0 MT5 / preço anterior: R$ 48.990 / preço atual: R$ 49.490 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE 1.5 MT5 / preço anterior: R$ 52.490 / preço atual: R$ 52.990 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE Plus 1.5 MT5 / preço anterior: R$ 54.990 / preço atual: R$ 55.490 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 56.990 / preço atual: R$ 55.490 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 56.990 / preço atual: R$ 55.490 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo: Ka SE Plus 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 59.490 / preço atual: R$ 59.990 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo:Ka Titanium 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 59.490 / preço atual: R$ 68.990 / diferença:- R$ 500

KA SEDAN

  • Modelo: Ka Sedan SE 1.0 MT5 / preço anterior: R$ 49.990 / preço atual: R$ 50.490 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo:Ka Sedan SE Plus 1.0 MT5 / preço anterior: R$ 52.490 / preço atual: R$ 52.990 / diferença:+ R$ 500
  • Modelo:Ka Sedan SE 1.5 MT5 / preço anterior: R$ 56.100 / preço atual: R$ 56.690 / diferença:+ R$ 590
  • Modelo:Ka Sedan SE Plus 1.5 MT5 / preço anterior: R$ 58.600 / preço atual: R$ 59.190 / diferença:+ R$ 590
  • Modelo:Ka Sedan SEL 1.5 MT5 / preço anterior: R$ 66.600 / preço atual: R$ 67.390 / diferença:+ R$ 790
  • Modelo:Ka Sedan SE 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 60.600 / preço atual: R$ 61.190 / diferença:+ R$ 590
  • Modelo:Ka Sedan SE Plus 1.5 AT6 / preço anterior: R$ 63.100 / preço atual: R$ 63.690 / diferença:+ R$ 590
  • Modelo:Ka Sedan Titanium 1.5 AT6/ preço anterior: R$ 71.600 / preço atual: R$ 72.390 / diferença:+ R$ 790

KA FREESTYLE

Modelo:Ka FreeStyle 1.5 MT5/ preço anterior: R$ 63.990 / preço atual: R$ 64.690 / diferença:+ R$ 700

  • Modelo:Ka FreeStyle 1.5 AT6/ preço anterior: R$ 68.490 / preço atual: R$ 67.990 / diferença:- R$ 500

Vale lembra que os reajustes de outubro ficou numa variação de R$ 500 e R$ 610, isso nos três meses após a apresentação do facelift da linha, o que chamou bastante atenção é que já é a segunda vez que há um aumento em apenas três meses. Mas iaí o que vocês acharam disso?

Karla Wyllyane Nascimento da Silva


O Ford Ecosport Storm consegue o título de ser o único SUV com motorização flex (aceitando tanto gasolina como etanol) de dimensões compactadas produzido e vendido no mercado nacional.

A Ford disponibiliza seu SUV de sucesso, o Ford Ecosport, em várias versões e faixas de preço no mercado, porém a única genuinamente “off-road” de todas as opções oferecidas é a versão STORM, não só pelo fato de ser vendida com uma robusta tração integral permanente 4×4, mas também pela tecnologia e diferenciais embarcados além do visual claramente esportivo com seus apliques de adesivos e diferenciais de acabamento tanto na carroceria como no seu interior personalizado.

Oferecido praticamente sem nenhum opcional e com preço acima dos R$ 100 mil o Ford Ecosport Storm também consegue o título de ser o único SUV com motorização flex (aceitando tanto gasolina como etanol) de dimensões compactadas produzido e vendido no mercado nacional.

Vamos as suas principais características abaixo:

Preço Sugerido do Modelo

  • A partir de R$ 105.290,00.

Principais Detalhes Mecânicos

  • Motor 2.0 litros de 4 cilindros com tecnologia Direct Flex de 176 cavalos de potência e 202 de torque, além de sistema de partida em temperaturas frias;
  • Direção com Assistência Elétrica;
  • Câmbio Automático de 6 marchas com comando manual de troca de marchas no volante;
  • Rodas de 17 polegadas de liga leve com pneus de tamanho 205/50;
  • Suspensões dianteiras Independentes macpherson e Traseiras também independentes com barra estabilizadora e de duplo braço;
  • Freios a Disco na Dianteira e a Tambor na Traseira;
  • Tração Integral.

Principais Dimensões e Capacidades

  • Altura de 1,6 metros (aproximadamente) tendo como Altura livre de pisos de 200 mm;
  • Largura de 2,05 metros (aproximadamente);
  • Comprimento de 4,2 metros (aproximadamente);
  • Porta-malas com capacidade 356 litros;
  • Tanque de Combustível com capacidade para 52 litros.

Principais Itens do Exterior do Veículo

  • Para choques tanto dianteiros com traseiros na cor do veículo;
  • Exclusivo Kit Storm com aplique e adesivos na carroceria;
  • Luzes de LED diurnas;
  • Estepe com capa rígida;
  • Limpador e Lavador do vidro traseiro;
  • Teto solar com acionamento elétrico;
  • Veículo equipado com Gancho para Reboque.

Dentre outros itens.

Principais Itens do Interior do Veículo

  • Ar condicionado com sistema digital e automático;
  • Aquecedor do interior do veículo;
  • Luzes de Cortesia e leitura;
  • Tomada de Força de 12 volts;
  • Banco com revestimento em couro.

Dentre outros itens.

Principais Itens de Segurança

  • Total de 7 (sete) Air Bags;
  • Veículo com Alarme Anti-furto de sistema Volumétrico;
  • HLA, Assistente para partidas em Rampas;
  • EBA, Assistente para Frenagem em Emergência;
  • ROM, Controle de Estabilidade e também Anti-Capotamento;
  • Faróis com sistema “Follow me Home” com temporizador;
  • Sistema Anti-travamento para Frenagens com EBD embutido;
  • Brake-light incorporado;
  • Travamento central elétrico;
  • Sensores de Estacionamento na parte Traseira;
  • Sensores de Pressão nos Pneus;
  • Tampa de Combustível com abertura elétrica;
  • Abertura e fechamento das portas, vidros e teto solar.

Dentre outros itens.

Tecnologia Embarcada

  • Faróis com Acendimento Automático;
  • Comandos de áudio, do navegador e de telefone por voz;
  • Computador incorporado ao veículo;
  • Tela no Painel de instrumentos de 4,2 polegadas LCD;
  • Tela Multifuncional de 8 polegadas sensível ao toque no console central LCD;
  • Veículo equipado com entradas USB;
  • Sistema de controle de velocidade;
  • Sistema de partida sem chave;
  • Sistema de Som Sony Premium.

Dentre outros itens.

Principais Destaques da Ecosport Storm

  • Sistema Intelligent de tração 4WD: A versão STORM vem equipada com um exclusivo sistema que pode monitorar o terreno e maximizar as condições da tração do carro, garantindo maior equilíbrio e aderências em todas as rodas.
  • Transmissão Automática com nova configuração: A Ecosport STORM é equipada com um novo câmbio automático de seis velocidades garantindo à máxima eficiência com seus novos conversores integrados.
  • Sistema Anti-capotamento (RSC): Sistema exclusivo aonde sensores monitoram o grau de inclinação do veículo, podendo acionar os freios de forma individual além de permitir a redução da potência do motor.

Para saber todos os detalhes do Ford Ecosport Storm à Ford disponibiliza em seu web-site todos os seus detalhes técnicos, inclusive com a possibilidade do interessado solicitar uma proposta, confiram através do link: https://www.ford.com.br/suvs-e-crossovers/ecosport/compare-as-versoes/storm-4dw-20-at/ e boa escolha!

Por Carlos B.

Ford Ecosport Storm 2019

Ford Ecosport Storm 2019


Modelo chega trazendo novidades e um motor 1.0 Turbo EcoBoost.

No início do ano, quando a montadora americana realizou o lançamento mundial da versão nova do Ford Focus, foi revelado também o facelift primário do novo Ford Escort num modelo que será comercializado somente na China.

O Ford Escort já é um nome muito conhecido pelos brasileiros há um bom tempo e agora acabou de ser lançado a sua linha 2019 no mercado asiático, mais especificamente na China. Pode-se dizer que este é o primeiro redesenho pelo o qual o Ford Escort está passando desde a data em que chegou a retornar ao mercado por meio de uma geração que era totalmente nova e lançadas somente para ser vendida no país chinês no ano de 2014. Ainda é válido ressaltar que o Ford Escort chinês faz uso da mesma plataforma presente na terceira geração do Ford Focus e ainda compartilha algum conteúdo da parte interna do Ford Ka. No mercado chinês, os valores do novo lançamento da montadora da terra do Tio Sam iniciam em R$ 46.824 e pode atingir a cifra de R$ 63.890

O novo Ford Escort linha 2019 está situado, quando se refere ao seu porte, entre os modelos New Fiesta Sedã e o Ford Focus Sedã, ambos em carroceria sedã trazendo um visual mais alinhado com os outros modelos que são comercializados pela montadora americana. Agora ele conta com faróis novos que ganharam projetores e lâmpadas em LED. Sem contar que sua grade dianteira ficou ainda mais ovalada e mais larga do que era anteriormente, já o seu para choque, na parte de baixo, apresenta dois frisos cromados, o qual faz a interligação com os faróis de neblina.

Se há pouco tempo a cabine do Ford Escort era muito próximo do que era encontrado no compacto Ford Ka, neste novo lançamento ele acabou ganhando ainda mais tecnologia e sofisticação. Agora seu painel de instrumentos, que antes era o mesmo utilizado no modelo hatch compacto, foi alterado e passou a contar com um pequeno display com formato arredondado, localizado na parte superior do velocímetro. A parte medial do painel do veículo agora é dominado por uma central multimídia que possui oito polegadas, ao mesmo tempo que é possível encontrar um volante exclusivo para o Ford Escort 2019, passando a não ser o mesmo que também equipava o Ford New Fiesta.

Com relação a parte interna da linha 2019, o Escort sofreu algumas alterações semelhantes às que podem ser encontradas no Ka. No local, onde antes era ocupado por um rádio, a montadora instalou uma central multimídia nova. Já o seu painel de instrumentos recebeu um display colorido, pequeno e circular. O novo Ford Escort recebeu em sua linha 2019 um revestimento mais macio que o utilizado anteriormente e que consegue imita o couro, em boa qualidade.

A motorização do modelo é um aspecto que chama a atenção dos amantes de automóveis. Sob o seu capô, o sedã possui um motor com 1500 cilindradas (1.5) da família Sigma e conta com os quatro cilindros padrão, idêntico ao que foi aposentando pelo Ford Ka no mercado brasileiro. Já a grande novidade do lançamento em sua linha 2019 fica por conta da estreia de uma nova motorização, um Ecoboost, com apenas três cilindros e com mil cilindradas (1.0) que tem capacidade para gerar uma potência de 125 cavalos, o qual também é utilizado, no mercado brasileiro, pelo Ford New Fiesta. As versões 1.5 fazem uso de transmissão manual com cinco velocidades, já as configurações que fazem uso do turbo são comercializadas com uma transmissão automática que simulam seis velocidades.

FILIPE R SILVA


Confira aqui os principais prós e contras do Ford Ka Sedan Titanium 2019.

O Ford Ka Sedan Titanium 2019 é um bom sedã compacto e chega a empolgar com seu desempenho, o problema é na hora de pagar, pois o modelo custa R$ 70.990 e neste valor é possível encontrar no mercado ótimas opções, inclusive várias melhor que este. Mas é um carro com espaço e vai conquistando o mercado à medida que o Fiesta vai perdendo clientes. E tem um importante detalhe, que é o fato de que o modelo este ano passou por uma boa reestilizada, contando agora com um visual mais refinado.

No caso da versão Titanium, o consumidor encontrará itens que antes nem se imaginava ver em um Ka. Agora são 6 airbags, tem controle de cruzeiro, alarme, as rodas são de liga leve, os bancos revestidos em couro, a segurança aumentou com os controles de estabilidade e tração e ainda tem os sensores de estacionamento traseiros para facilitar o dia a dia. O banco do motorista vem com regulagem de altura e esse modelo ainda oferece assistente de partida em rampa, computador de bordo, as quatro portas com vidros elétricos e partida sem chave, é uma versão realmente completa.

Só que será preciso pagar R$ 70.990 e esse valor pode subir ainda mais, caso o cliente descida ter um carro desse com pintura metálica, aí o valor vai para R$ 72.340. Esse é um valor bem acima dos concorrentes, por exemplo, o Fiat Cronos Precision sai por R$ 69.990, o Virtus da Volkswagen 1.6 MSI sai por R$ 66.525 e ainda tem o Toyota Yaris Sedan SL de R$ 68.740, sendo que todos estes veem com transmissão automática e são maiores que esta versão da Ford. De fato, o Ford Ka Sedan Titanium 2019 é completo e um modelo tentador quando analisado separadamente, mas se for comparado com os concorrentes, aí fica em segundo ou terceiro plano.

Mas quem quiser mesmo ficar com o Ford Ka Sedan Titanium 2019 terá um bom carro na garagem, com motor 1.5 tricilíndrico que oferece 136/128 cv e 16.1/15/6 kgfm. Com essa potência, os 1.135 kg do Ka Sedan não irão atrapalhar. É um modelo muito bom de dirigir, ainda mais pelo fato da direção elétrica contar com excelente calibragem, deixando as manobras mais leves e também mais precisas, os comandos são respondidos prontamente.

Quando abastecido com etanol, segundo testes realizados pelo Inmetro, faz 7,6 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada. Abastecido com gasolina chega a 10,9 km/l na cidade e 14 km/l na estrada. Não é o modelo mais econômico do mercado, mas pelo conjunto da obra consegue oferecer uma boa economia.

A suspensão é bem firme, como todo modelo da Ford, mas isso não é problema nas curvas, porém, quem está acostumado com modelos de outras marcas poderá estranhar um pouco no início. Então é bom tomar muito cuidado quando se deparar com algum buraco, do contrário os passageiros irão reclamar. A transmissão automática é de 6 marchas e apenas pela alavanca é possível usar as trocas de sequenciais, pois não há aletas no volante. Outro problema na hora de comandar o câmbio são os botões na lateral da manopla, algo bastante desajeitado e que chega a incomodar no dia a dia. Na hora de fazer um teste drive, é bom ficar atento a este detalhe.

Além das linhas modernas na parte externa, o Ford Ka Sedan Titanium 2019 também se destaca em relação ao interior, oferecendo ótimo espaço, mesmo com 4 adultos no banco de trás. O porta-malas de 445 litros fica atrás do Cobalt, que oferece 563 litros, o Cronos com 525 litros e até do Virtus, que tem 521 litros. A vantagem é que o modelo oferece dobradiças pantográficas, que não 'roubam' espaço e nem estraga a bagagem, o que já é um bom diferencial.

Para quem busca um sedã compacto, esta é uma boa opção, pois tem desempenho satisfatório e vem com itens variados, é só ficar atento aos concorrentes e fazer uma boa comparação para decidir qual atende melhor seu perfil.

Por Russel


O carro é indicado para famílias, principalmente aquelas que são compostas por 4 pessoas mais ou menos, pois como é um carro considerado um pouco mais simples, não conta com tanto espaço interior.

Primeiramente, antes de citar características do carro, é importante citar qual sua presença no cenário brasileiro. Para aqueles que já estão ligados ao mundo automotivo sabem que é um carro popular presente há muito tempo no Brasil, isso porque está cada vez mais evoluído e o preço normalmente baixo, e aproveitando para comentar preço baixo, está a sua importância para a própria Ford, que atualmente oferece o Ka como o mais barato de seus modelos, e o seu barateamento é devido a vários fatores que serão citados logo abaixo. Portanto, acompanhe atenciosamente as características caso tenha a intenção de comprar um ou até mesmo recomendar para familiares ou colegas.

Como é um carro específico, no caso Sedan, é bom que se saiba que ele não está ao mesmo tempo que o hatch, e no ano de 2019 ele completará quatro anos circulando por vias brasileiras, e para quem acompanha os automóveis sabe que desde sua versão inicial, ele passou por mudanças muito significativas, tanto em estética quanto de desenvolvimento e desempenho. Assim "pede-se" uma nova versão, porém a mesma não é prevista para tão recentemente, sendo apenas para o ano de 2022, mas que apesar de parecer longe rapidamente chegará.

Detalhes e características

O carro é indicado para famílias, principalmente aquelas que são compostas por 4 pessoas mais ou menos, pois como é um carro considerado um pouco mais simples, não conta com tanto espaço interior. Mas ele também pode chamar a atenção de pessoas que estão à procura de um carro atual e que tenha algum espaço como, por exemplo, em seus porta-malas que em comparação com o hatch possui muito mais espaço, mas considere o maior público ainda sendo os pais de famílias a procura de simplicidade e conforto.

Em questão de tamanho ele é um tanto quanto chamativo, isso porque conta com um comprimento ostentador, sendo 4,27 metros, o que demonstra um aspecto mais chamativo, pois um sedan grande sempre é olhado quando passa ao nosso lado, porém não é apenas nessa dimensão que ele chama a atenção. No quesito largura ele é composto por 1,69 metros, e isso ajuda muito na parte de estabilidade do carro, que contando com tudo isso garante segurança e conforto a começar por suas medidas. Restando ainda comentar sobre duas distâncias que também ajudam no fator anterior, são elas, altura de 1,52 metros e sua distância entre-eixos com uma medida considerável de 2,49 metros.

Para o conforto interno, para que não ajam problemas de dor e desconforto, são recomendados no máximo quatro adultos.

Em questão de estética exterior agora o carro traz novidades em sua grade frontal que agora é hexagonal e mais atraente aos olhos dos compradores e de quem vê ele passando.

Em suas novidades, além da grade podem estar incluídas algumas outras coisas, como seu para-choque, este que destaca ao máximo os faróis de neblina do carro. Porém essa mudança de design tem um propósito, citado até pela própria empresa, que visa em seu principal promover uma melhor entrada de ar no carro ligado ao seu estilo, ou seja, além de bonito ele tem como objetivo melhorar o desempenho. Porém além destas características, não existem outras que são tão significativas, acompanhe então sua ficha técnica abaixo e seu preço.

Ficha técnica e preço

  • Motor: Pode variar de 1.0, o mais simples, até 1.5 mais completo;
  • Cilindros: 3 em linha;
  • Válvulas: São 12 válvulas em ambos os modelos;
  • Cilindradas: No mais simples são 997 cc já no 1.5, 16499 cc
  • Sua transmissão de marcha no modelo mais simples são 5 marchas manual, no completo tem de cinco e seis, porém com transmissão automática.

Seu preço da versão mais simples até a mais compota varia de R$ 49.490 a R$ 70.990, isso levando em conta a complexidade de seus componentes.

Por Gustavo Martins

Ford Ka Sedan Titanium

Ford Ka Sedan Titanium


Modelo recebeu reforços estruturais e conseguiu subir na avaliação.

Quem compra um automóvel quase sempre fica atento ao design do veículo, pois todos querem adquirir um carro que atenda aos seus gostos. Há também aqueles que se preocupam com o espaço interno, o tamanho do porta-malas e em época de crise, todo mundo fica de olho no consumo, pois ter um veículo mais econômico faz toda a diferença no fim do mês. O que muitos não sabem é que um item muito importante que não poderia ser deixado de fora na hora de avaliar seu próximo carro é em relação à segurança, pois nem todos os carros vão bem neste quesito.

O Ford Ka, por exemplo, tinha deixado muito a desejar, pois no teste de colisão ficou com nota 0, mas a empresa se empenhou em melhorá-lo e providenciou algumas mudanças em relação à proteção na hora dos impactos laterais e com isso, o modelo subiu para 3 estrelas, pois agora consegue absorver melhor a energia em suas portas, garantindo a proteção dos ocupantes.

Em 2017 o Ka sofreu um duro golpe com a nota zero recebida no quesito segurança, mas após o mais recente teste realizado pelo Latin NCap, o modelo mostrou que está melhorando e apesar de ainda não chegar ao patamar ideal, está no caminho. Vale lembrar que este modelo é hoje o terceiro mais vendido no Brasil, sendo assim, precisa ter uma preocupação ainda maior.

A Latin NCap informou que a segurança passou por um aprimoramento em todas as unidades que foram produzidas após 12 de junho deste ano, ou seja, quem compra um Ford Ka anterior a esta data, está adquirindo um veículo que deixa muito a desejar ao sofrer um impacto, não conseguindo oferecer a mínima segurança para os ocupantes.

Após 12 de junho, o Ka recebeu importantes reforços estruturais garantindo muito mais proteção quando sofrer impactos laterais no pilar B. O modelo também passou a contar com alguns elementos de absorção de energia em suas portas, sendo assim, é capaz de reduzir o risco de quem encontra-se dentro do veículo. E essas 3 estrelas foi no teste realizado para proteção a adultos, porque no que é direcionado a crianças, o Ka conquistou 4 estrelas, mantendo a nota da avaliação anterior.

Mas o Ka não é o único a enfrentar esse tipo de problema, pois no início deste ano, o Onix, da Chevrolet, também enfrentou um problema bem parecido, ficando com nota 0 e após providenciar algumas melhorias, subiu para 3.

Quando o Ka foi avaliado em 2015, ele conquistou 4 estrelas, porém, não eram feitos testes de avaliação para impacto lateral. O sistema foi atualizado para se mostrar mais eficiente e foi então que o modelo da Ford foi desclassificado.

A partir de 2020, este teste de impacto lateral passa a ser obrigatório sempre que for realizada uma homologação de carros no país, para aqueles modelos inéditos, mas a partir de 2023 será para todos os modelos.

O teste do Latin NCap

Para simular uma colisão lateral, o veículo sofre um impacto de lado com uma barreira que deformável, pesando 850 kg e se movimentando a cerca de 50 km/h. Esse teste até 2015 só era realizado quando solicitado pela empresa, mas agora o sistema conta até com bonecos em forma de criança, para torná-lo o mais real possível.

Outro teste que virou requisito para nota máxima é o de poste, além do controle eletrônico de estabilidade. Pelas novas regras, só consegue 4 estrelas aquele veículos que de fato se sai bem no impacto frontal e no lateral.

Esse teste serve de alerta para quem comprou um Ka e para quem está pensando em comprar um veículo deste ou de qualquer outro modelo. Infelizmente, a grande maioria dos brasileiros não se preocupa com a segurança que o veículo oferece, esse quesito não tem peso nenhum na hora de escolha, mas isto precisa mudar. Carros que oferecem maior segurança aos seus passageiros deveriam ser os mais procurados, assim as montadoras se veriam obrigadas a cuidar da segurança de todos os modelos.

Por Russel


Conheça aqui mais detalhes e as principais novidades presentes no Ford Ka 2019.

O novo Ford Ka 2019 está em pré-venda e já desperta uma grande ansiedade em muitos usuários de carros. O motivo para essa euforia é que esse novo modelo vem cheio de novidades, que acabam tornando esse carro bem completo. Para quem busca um carro com design moderno, motor potente e com várias versões para serem escolhidas. Essa variedade junto com a qualidade funcional do Ford Ka 2019 tornam esse modelo muito visado. Então vamos conhecer agora um pouco mais sobre o Ford Ka 2019.

Ford Ka 2019 tem algumas mudanças externas

A Ford resolver fazer algumas mudanças em seu novo modelo, e algumas delas estão na parte externa. Entre elas estão: Mudança nas calotas e no para-choque dianteiro. Para quem conhece a versão anterior, vai notar que mesmo com mudanças simples, elas já dão uma grande diferença nesse carro.

Mudanças na parte interna

O novo modelo da Ford Ka 2019 teve mudanças internas também, e essas serão notadas mais facilmente pelos usuários desse carro. A cabine desse carro agora tem algumas novidades que vão da central de multimídia Sync 3 com sua tela de 6,5 polegadas a retirada dos botões Synic 1. Essas mudanças são animadoras principalmente para quem tem a versão antiga e queria tais melhorias.

Falando sobre o motor do Ford Ka 2019

O motor do novo Ford Ka 2019 também sofreu mudanças significativas, pois a empresa queria mesmo que os seus usuários fiéis sentissem esse impacto positivo. Em poucas palavras, o que preciso dizer é o seguinte: O que era bom, ficou melhor. E com essa estratégia, a empresa vai conseguir bater sua meta de vendas facilmente, isso é quase certo. O motor 1.0 continua o mesmo e não sofreu nem pequenas alterações. Ele consegue fazer 85 cv de potência máxima, o que é muito bom e seu torque máximo é de 10,7 kgfm. Ele tem 3 cilindros e possui câmbio manual com 5 velocidades. Já a opção de motor 1.5 Sigma sofreu mudança e agora é Dragon de 3 cilindros, e consegue fazer a potência máxima de 136 cv, o que é muito, e seu torque máximo é de 16,1 kgfm. As duas opções de motores são bem completas e feitas para estilos de usuários diferentes. Vai depende muito do gosto pessoal.

Ford Ka 2019 é muito confortável e espaçoso

Outra razão para optar por esse carro na hora da compra é que além de todos os detalhes que já foram citados acima, ele também é muito espaçoso e confortável. Por isso ele é indicado para pessoas que dirigem muitas horas por dia e que tenham uma família grande.

Conheça alguns itens de séries em suas versões

Os itens de série das versões do Ford Ka 2019 ajudam a deixar o carro mais moderno, seguro e completo. Cada versão tem seu diferencial e isso fica mais claro nos itens de série. Veja os itens de algumas versões:

  • Ford Ka 2019 S: Direção elétrica, ar condicionado, computador de bordo, travas elétricas, banco do motorista com ajuste de altura, vidros dianteiros elétricos, entre outros.
  • Ford Ka 2019 SE: Retrovisores e maçanetas na cor do carro, entrada USB, Suporte para celular e rádio My Conection com Bluetooth.
  • Ford Ka 2019 Titanium: Controle de estabilidade e tração, alarme volumétrico, rodas de liga leve de 15”, rack no teto, assistente de partida em rampa, entre outros.

Valor do Ford Ka 2019

O valor do Ford Ka 2019 pode variar bastante e de acordo com a versão. Na versão de entrada o valor inicial é de R$ 45.490,00 e a versão mais Top de linha tem valor de R$70.990,00. Esses valores estão dentro do esperado e de acordo com a qualidade das especificações de cada versão.

O novo modelo da Ford Ka 2019 vai começar a ser vendido depois da sua pré-venda!

Escrito por Cristiane Amaral


O novo Ford Ka 2019 traz uma beleza externa chamativa que segue a linha esportiva. Com detalhes externos bem significativos, essa nova versão ficou um pouco mais ousada e bonita.

O Ford Ka 2019 já é muito falado no meio dos milhares de consumidores de carros. Por ser um carro popular ele tem facilidade de agradar a diferentes tipos de usuários, além de ser um carro forte e que roda em diferentes tipos de pistas. Seu design externo teve mudanças bem importantes e que vão ajudar em uma maior aceitação do público. O que se pode ver nesse carro é um belo motor, beleza externa, conforto e muito mais.

Ford Ka 2019 é conhecido como o “Aventureiro”

O novo Ford Ka 2019 traz uma beleza externa chamativa e seguindo a linha esportiva. Com detalhes externos bem significativos, essa nova versão ficou um pouco mais ousada e bonita. Algumas peças dessa área do carro ajudam a compor esse novo estilo mais arrojado, entre elas estão: Para-choque com novo desenho em C cromado que fica perto dos faróis de neblina. Já o Logotipo da marca fica acima da grade entre outras coisas.

Itens de série do carro

Outra informação muito buscada desse carro são os itens de série. Esse detalhe é muito importante em qualquer carro, pois ajudam a deixar o carro mais completou e moderno. São os itens de série que ajudam a melhorar a conectividade, modernidade e segurança do carro. Veja abaixo alguns itens desse novo modelo.

– Farol de neblina

– Bancos de couro

– Computador de bordo

– Travas elétricas

– Volante com regulagem de altura

– Entrada USB

– Desembaçador traseiro

– Kit Multimídia

– Rádio FM/AM

– Vidros elétricos dianteiros

– AirBag lateral

– Alarmes

– Airbag motorista

– Distribuição eletrônica de frenagem

– Ar-condicionado

– Airbag passageiro

Valor do Ford Ka 2019

Por ser um carro popular, o Ford Ka 2019 foi criado para atender a diferentes tipos de classes. Mas ele já vem com preço bem acessível, se avaliarmos os seus principais concorrentes. Sua versão de entrada tem valor inicial de R$ 44.780,00 e sua versão mais completa tem valor de R$ 63.490,00. Então posso afirmar que esse modelo de carro é indicado para quem não pode gastar muito e mesmo assim deseja ter um carro de qualidade.

Motorização modificada

A versão de entrada do Ford Ka 2019 vem com o 1.0 TiVCT Flex com três cilindros, que torna esse carro mais potente e entregando uma direção mais avançada para seus usuários. Ele faz a potência máxima de 85 cv e seu torque é de kgfm 10,7, sua transmissão é manual e possui 5 marchas. Com esses requisitos fica difícil não se render a esse modelo.

Já a versão Top de linha traz motor 1.5 TiVCT Flex de 3 cilindros, que faz a potência máxima de 136 cv e seu torque é de 16,1 kgfm. Possui câmbio manual de 5 marchas.

Novo modelo da Ford Ka 2019 oferece segurança a seus usuários

Além de todas os itens de segurança da versão anterior, o Ford Ka 2019 traz algumas novidades como: Aços mais rígidos na coluna B, barras protetoras na porta dianteira, assoalhos na parte traseira e pilares no teto. Essas pequenas diferenças já contam muito para os consumidores que estão pensando em comprar esse modelo.

Informações sobre o consumo médio do Ford Ka 2019

O consumo médio desse carro é bem atrativo e ele é considerado bem econômico. Veja abaixo:

– Consumo na estrada faz 13.6 km/l se abastecido com gasolina e 9.5 km/l se abastecido com álcool.

– Consumo na cidade faz 11.5 km/l se abastecido com gasolina e 7.9 km/l se abastecido com álcool.

Como vimos aqui o Ford Ka 2019 é um carro completo, mesmo sendo popular. Ele possui modernidade, conforto, economia e bom motor. Tudo que a maioria dos usuários deseja!

Por Cristiane Amaral

Ford Ka 2019

Ford Ka 2019

Ford Ka 2019

Ford Ka 2019


Modelo chega as concessionárias custando R$ 45 mil.

Quem estiver disposto a pagar R$ 45.990 pelo novo Ka 2019, contará com um modelo bonito, bom de dirigir, porém, ficou 'pelado' demais e já tem consumidor reclamando. O novo visual ficou bonito, mas passou por uma leve reestilização; o motor também é novo, 1.5 de 3 cilindros; só que o câmbio automático está presente apenas nas versões que custam bem mais, inclusive a Freestyle, que é aventureira.

As mais requisitadas pelos consumidores continuam sendo as versões mais baratas e claro, também mais básicas, que vem com bem menos equipamentos e um bom exemplo é a SE, que custa R$ 45.990 e tem motor 1.0. Abaixo dessa é só a versão S, de R$ 45.490 e não tem nem mesmo o rádio, sendo procurada mais por frotistas, mas pode ser que alguns consumidores resolvam ficar com elas, principalmente os menos informados.

Quem paga R$ 45.990 pelo Ka SE leva só o básico mesmo, é o modelo que atende aquele perfil de consumidor que deseja ter um carro zero quilômetro, mesmo que ofereça pouquíssimos itens. De fábrica, essa versão vem com isofix, ar-condicionado, rádio, direção elétrica, no alto do painel tem suporte para colocar o smartphone (também conhecido por My Ford Dock), as maçanetas são da mesma cor da carroceria, espelhos retrovisores tem suporte para cadeirinhas Isofix, o banco traseiro é bipartido e rebatível, travas elétricas, os vidros da frente são elétricos, o banco do motorista pode ter a altura ajustada e as rodas de 14 polegadas em aço estão com calotas.

No visual, nada de novo, o modelo não mudou para pior, mas também não trouxe nada que acrescentasse ao design. As mudanças no visual foram discretas, alguns detalhes foram acrescentados nos faróis e também nas lanternas. Os para-choques trazem alguns detalhes, formando um 'C', mas algumas pessoas acham que se parece mais com o símbolo de parênteses.

Por dentro, as mudanças também são mínimas, mas o rádio é novo e não está nas versões mais caras, pois elas contam é com a central multimídia SYNC 3. O revestimento também é novo e no mais, nada foi acrescentado. Quem conhece bem o Ka ficará assustado com a falta de novidades no modelo 2019.

É preciso prestar atenção ao porta-objetos, que está localizado bem acima do sistema de som, pois ele pode ser usado para segurar um smartphone e para isso é só abrir a tampa, colocar o aparelho e em seguida fechá-la, assim o celular ficará preso na horizontal. E dentro desse compartimento tem uma entrada USB, assim é possível conectar o carregador durante o tempo que estiver usando o GPS, ou mesmo para recarregar a bateria.

O motor ainda é o mais potente da categoria, mas não passou por nenhuma melhoria, é o 1.0 TiVCT de 85/80 cv. Nem adianta esperar um excelente desempenho do carro com esse motor, mas para quem não precisa de potência para o dia a dia, não terá problemas, ainda mais na cidade. Um ponto positivo é a economia de combustível, pois de acordo com o Inmetro ele faz 9,2 km/l na cidade e 13,4 km/n na estrada quando abastecido com etanol. Quando o proprietário optar pela gasolina, a economia é ainda maior, com 10,7 km/l na cidade e 15,5 km/l na estrada.

Mas a direção com assistência elétrica melhorou após ser recalibrada, agora está mais direta, melhorando a experiência do motorista no dia a dia, mesmo quando é preciso fazer muitas manobras.

A suspensão ficou mais firme, o que resultou em uma melhora significativa para a estabilidade, agora o Ka está ainda melhor nas curvas, pois a carroceria só inclina um pouquinho, deixando o motorista mais seguro.

O Ka na versão SE é mais barato que o Onix LT, mas também deixa mais a desejar e custa mais caro que o HB20 Unique. A dica para não se arrepender depois é analisar bem as três versões e se quiser mesmo ficar com o Ka, faça um esforço para levar a versão SE Plus, que oferece um pouco mais de opções.

Por Russel


Novo modelo de SUV está prestes a ser lançado e terá diversas características interessantes.

Uma das maiores companhias automobilísticas em todo o mundo está com nova estreia no mercado. Trata-se do Ford Endeavour, o qual também é conhecido como Everest, que consiste em um típico SUV derivado diretamente da picape modelo Ranger, muito bem-sucedida no seio dos mercados do Sudeste Asiático, na Oceania e na Índia. No caso deste último, trata-se de utilitário esportivo munido de tração 4 por 4, que numa tacada genial de mestre foi aparelhado com dois motores mais clássicos, o 2.2 com 160 cavalos e o segundo de 3.2 com cinco cilindros e 200 cavalos força.

Entretanto, o novo substituto desta dupla, o qual é utilizado, em território brasileiro, tanto na picape média tipo Ranger quanto no jipe tipo Troller T4, consiste no novo motor chamado EcoBlue 2.0, portador de quatro cilindros, sendo que, no caso do modelo indiano, o mesmo possui desempenho de 180 Cavalos Força e mais 42,6 em termos de KGFM. Além disso, ele é uma versão bem mais potente com desempenho de 215 cavalos e mais 50,8 KGFM. É muito importante notar que esta última configuração do veículo está bastante semelhante à do modelo Ranger Raptor, produzida na Tailândia. Esse motor se combina perfeitamente com a nova versão, já que “endeavour” significa “empenho” em língua inglesa.

No sentido de sublimar ainda mais o modelo, a sede indiana da Ford fez incorporar ao seu propulsor uma nova transmissão automática munida de 10 marchas, que é a mesma utilizada no modelo Ford Mustang e no modelo da Chevrolet, o Camaro de 2019. Portanto, a partir deste ano o Endeavour estará aparelhado com um conjunto motriz bem superior, em termos de tecnologia e eficiência energética, aos antecessores, abrindo chance para, futuramente, ser vasado em uma versão equipada com até 238 Cavalos Força.

A meta precípua da companhia ao lançar o Ford Endeavour 2019 é atingir, em concorrência, a Toyota Fortuner, em sua tão conhecida versão SW4. Não é fácil disputar espaço com a japonesa; por essa razão, o SUV da marca americana está munido de faróis retocados; sua grade frontal está inteiramente atualizada e os seus para-choques dianteiro e traseiro foram redesenhados em estilo mais elegante; as suas rodas são de liga leve e aro raio 20 polegadas.

Em seu interior ele está aparelhado de dispositivo de multimídia SYNC 3 junto do Google Android Auto e do recurso da Apple Car Play; está equipado de uma câmera de ré e de um navegador com GPS integrado. Esta versão está bem recheada.

Além disso tudo, o modelo Ford Endeavour 2019 possui função do alerta de colisão; o controle de cruzeiro em modo adaptativo; o dispositivo de frenagem automática para emergências junto do detector de pedestres; vem com um alerta para pontos cegos; a função de faixa para correção, entre outros atributos imprescindíveis para um carro moderno. Munido do motor tipo EcoBlue, este grande SUV recebe um importante reforço no próprio mercado indiano.

Internacionalmente, este novo propulsor pode ampliar a sua participação no mercado internacional, fazendo com que sua comercialização chegue ao solo brasileiro, dado que a questão do bom desempenho energético tem muita relevância em todas as nações, substituindo os antigos motores, acima citados, em diversos países. Deste modo, todo o custo de produção destes veículos se faz mais alto devido ao suprimento global das peças. Entretanto, como este é o único motor deste tipo, seu custo na produção acabará tornando-se bem menor na linha EcoBlue 2.0.

Por Paulo Henrique dos Santos

Ford Endeavour 2019

Ford Endeavour 2019


A Ford confirmou que o Edge 2019 chega ao Brasil no próximo ano.

A grande maioria das marcas automotivas já anunciou ou vão anunciar em poucos dias os seus próximos lançamentos para o ano de 2019. O mercado automobilístico promete grandes novidades para a próxima temporada. E uma das primeiras a inclusive confirmar algumas informações sobre os seus modelos é a Ford. No caso, o modelo em questão é o novo Ford Edge 2019. Considerada uma das melhores famílias, a Edge ganha mais uma versão com recursos cada vez melhores. Veja agora um pouco mais sobre a ficha deste veículo. Quem sabe após a leitura deste texto, o Ford Edge 2019 não se torna a sua escolha do mundo automobilístico?

A chegada do Ford Edge 2019 em território nacional

A Ford confirmou que o Edge 2019 chega ao Brasil no próximo ano. Espera-se que a única versão do veículo comece a ser vendida a partir do primeiro período. Assim, o carro vai ficar disponível e será uma das principais novidades do mercado automotivo durante todo o ano de 2019.

A respeito da única versão do Edge 2019 e também sobre o preço deste veículo

Como mencionado antes, o Edge 2019 tem apenas 1 versão. Em comparação, a outros modelos da Ford, como o EcoSport 2019 que conta com sete diferentes versões, a empresa americana decidiu comercializar no Brasil apenas um exemplar. Visto que o Edge é um veículo mais caro. A versão em questão é a 3.5 V6 gasolina Titanium AWD câmbio Automático. Já em relação ao preço, especula-se que este carro chegue ao mercado brasileiro custando a partir de R$ 249.000,00.

Sobre o motor e o desempenho deste novo lançamento da Ford

O Ford Edge 2019 é um SUV, e todos sabem que um carro com essa denominação é um carro grande e imponente. Como a grande maioria dos veículos com essa classificação, o Ford Edge 2019 é um automóvel 4 x 4 (tração nas quatro rodas). A nova versão do Edge tem 320 cavalos, o câmbio é automático e ainda tem seis marchas. A velocidade máxima desse carro é de 185 km por hora. E por se tratar de um veículo com uma alta eficiência, ele consegue chegar em 100 km por hora em apenas 9 segundos.

A aparência do interior e do exterior do Ford Edge 2019

O Edge passou por algumas transformações para o ano de 2019, sobretudo, na sua parte da frente. A grande frontal deste veículo foi disposta em uma estrutura mais quadrada e com as extremidades levemente arredondadas. Contrariando outros tantos carros, que são todos mais contam com um capô mais pra frente. A grande frontal em si, nas suas bordas é hexagonal e é formada por linhas que lembram escama de peixe.

Essa forma de escama de peixe também está presente no para-choque. O carro conta com dois jogos de faróis em sua parte frontal, o principal par tem um desenho diferente. Pois, a extremidade que encontra na grande frontal é final e depois, o farol vai se abrindo para os lados. Neste veículo, se mantém também o padrão de um capô com duas linhas criando diferentes superfícies.

A parte de trás do Edge foi aumentada, visto que o bagageiro conta com 602 litros. Além disso, com os bancos de trás podendo ser dobrados, o carro ganha ainda mais espaço interno. A grande verdade é que o Ford Edge 2019 é uma combinação de conforto e espaço para o motorista e os demais ocupantes do carro.

A cor predominante do interior do Ford Edge é cinza claro. Os bancos são de couro e se tem espaço para encostar a cabeça e o espaço para encostar as costas também foi ampliado. O volante deste automóvel é multifuncional, daqueles que algumas funções podem ser acionadas. O carro também tem tela LCD para ser ligada a dispositivos móveis. E também conta com diferentes recursos tecnológicos.

Para conhecer mais sobre esse modelo acesse: https://www.ford.com.br.

Por Isabela Castro

Ford Edge 2019

Ford Edge 2019


Modelo top de linha ultrapassa os R$ 100 mil.

Quando se pensa em veículos da marca Ford, um dos primeiros automóveis que se vem à mente é o Ecosport. A primeira geração deste carro foi lançada há 15 anos. Visto que, os primeiros modelos começaram a ser vendidos a partir do ano de 2003. Desde então as vendas do veículo crescem a cada ano e também a cada temporada melhorias são realizadas no carro, deixando-o cada vez mais atraente para os consumidores. E o novo Ford EcoSport ano 2019 conta com novidades, o que reflete diretamente em seu preço final. Veja agora um pouco mais sobre as características desse modelo.

A variação no preço do Ford EcoSport ano 2019

Foi citado anteriormente que o EcoSport 2019 sofreu um reajuste no preço. O veículo está um pouco mais caro em todas as suas versões e a mais completa hoje passa de R$ 100.000,00. Essa modificação do seu valor aconteceu devida algumas modificações que o carro passou. Ele se tornou um veículo ainda mais moderno e consequentemente com mais recursos para oferecer aos motoristas. Mesmo, com um preço maior, esse veículo ainda vale muito à pena quando uma pessoa deseja um veículo novo. Confira agora outros pontos interessantes a respeito do modelo 2010 do EcoSport.

As versões do novo EcoSport

Com as alterações que passou ao longo dos anos, o EcoSport hoje faz parte dos modelos da classe SUV. Carros mais altos e com características esportivas. No caso do EcoSport 2019 ele conta com sete novas versões que são:

-Storm 2.0 4WD AT.

-Titanium 2.0 automático.

-FreeStyle Plus 1.5 AT.

-FreeStyle 1.5 automático.

-FreeStyle 1.5 manual.

-SE 1.5 automático.

-SE 1.5 manual.

A relação apresentada acima foi feita dos modelos mais caros para os carros que custam menos. Com isso, o modelo mais barato, o SE 1.5 manual, está sendo encontrado a partir de R$ 76.000,00 e o mais caro, o Storm 2.0 4WD AT, a partir de R$ 100.000,00.

O exterior e também o interior do novo EcoSport

Mesmo contando com sete diferentes versões, o visual de um mesmo modelo não costuma sofrer tantas variações. O que muda de fato são o motor e alguns acessórios que podem ser incluídos ou não. Mas, a respeito do visual, o EcoSport 2019 está cada vez mais esportivo. O carro possui uma simetria muito grande, os componentes conversam entre si. Por exemplo, as extremidades do painel se ligam ao capô muito bem. Por falar em capô, ele também conta com aqueles dois níveis de superfície que está muito em alta nos veículos atuais. Os faróis de todos os modelos estão maiores e mais compridos. E em todas as versões também se tem faróis duplos. A diferença entre todos os modelos é a grande frontal, cada uma conta com um desenho próprio para diferenciar todas as versões.

Antes de se falar da parte interna do EcoSport 2019, é necessário ressaltar dois pontos. O primeiro é que o bagageiro desse carro está com espaço interno maior. E o parachoque ganhou um novo desenho. Nesse novo formato ele ganhou dois níveis diferentes.

Já sobre o interior, em todas as sete versões se tem nos bancos encostos para a cabeça e também para os braços. Além disso, todos os ocupantes podem regular o nível do banco. O ar-condicionado pode ser regulado por meio automático ou digital. O painel sofreu algumas alterações para que as funções pudessem ser melhores apresentadas. Na versão 2019, também se tem uma tela LCD sensível ao toque, o tamanho da tela pode variar de acordo com cada um dos modelos e ela pode ser conectada a diferentes aparelhos portáteis. O EcoSport 2019 também conta com a possibilidade de comando de voz.

A respeito dos motores das versões do EcoSport 2019

Já a respeito do motor do EcoSport, as versões que são 1.5 contam com 130 cavalos (gasolina) ou 137 cavalos (álcool). Já os modelos 2.0 com 170 cavalos (gasolina) e 176 cavalos (álcool). Para ambas versões o câmbio é automático e manual e podem ter cinco ou seis marchas.

Para conhecer mais sobre todas as versões acesse: https://www.ford.com.br/.

Isabela Castro.


Picape começou a ser produzida na Tailândia e poderá ser lançada no Brasil em breve.

Para os fãs de picapes robustas e que gostam de exageros, precisa conhecer a Ford F-150 Raptor que já está sendo comercializada nos EUA e este mês iniciou produção no continente asiático, mais precisamente na Tailândia.

Quer conhecer a novidade que a Ford preparou para os motoristas off-road e que gostam de desafios nas estradas? Continue lendo este texto e descubra o que tem chamado tanto a atenção das pessoas e conquistado o coração de muita gente nos Estados Unidos e agora está no mercado asiático.

Ranger Raptor 2.0

A Ford está produzindo na Tailândia um modelo com motor 2.0 biturbo com abastecimento à Diesel. A picape conta com motor com 213 cv de potência, um detalhe é a transmissão automática com 10 marchas.

Outro detalhe que salta os olhos é a grade frontal com o nome da Ford em letras grandes, além disso, o para-choque encorpado com o chamado “peito de aço” e os seus pneus são projetados para os desafios off-road.

Para quem gosta de carros altos, a F-150 Raptor é a opção. A distância do solo é de 28,3 cm para a soleira, para motoristas que passam por situações de difícil acesso e locais com diversas barreiras este veículo é uma excelente opção.

A Ford revelou que durante os testes de desenvolvimento passou por situações de extremas dificuldades e um deles foi rodar pelo deserto do Outback na Austrália e posteriormente testado mais uma vez na Califórnia, nas trilhas dos desertos.

Vem para o Brasil?

A grande questão é realmente essa, será que a Ford F150 Raptor chega ainda este ano no Brasil? Tendo em vista que o mercado brasileiro valoriza muito carros desta categoria.

Há indícios que poderá chegar sim no Brasil e também nos países vizinhos. No entanto, não sabemos se o modelo será o mesmo 2.0 porque a Ford do Brasil oferece para a Ranger atual 11 versões diferentes.

Mas afinal, em qual delas se encaixaria?

A versão atual mais cara é a Limited 3.2 Diesel 4×4 Automática avaliada em R$ 193.490. A possível adaptação do modelo Ranger Raptor seria com motor 3.2 turbodiesel com cinco cilindros e 200 cv de potência.

Grande Porte

O modelo Ranger Raptor tem chamado a atenção das pessoas pelo seu grande porte imponente, com 2,10 m de largura e 5,40 m de comprimento e 1,80 m de altura realmente impressiona por onde passa, além do seu visual frontal com a grade com o nome Ford em letras garrafais.

As rodas são de 17 polegadas e seus pneus são 285/70 R17 projetados para todo e qualquer tipo de terreno asfalto ou terra. Além disso, a picape é composta com um sistema de gerenciamento de direção com seis modos de dirigibilidade distintos, sendo dois deles para estrada e quatro para rodar fora da estrada.

Quer rodar fora da estrada? Está na grama, com neve ou cascalho? O modos off-road tem essas opções para controle de estabilidade e aceleração do veículo.

Ford Ranger do Brasil

A Ford Ranger vendida no Brasil conta com 11 versões diferentes sendo elas com motor 2.2, 2.5 e 3.2 com tração 4×2 ou 4×4, flex ou diesel, manual ou automática, com preços variando entre R$ 110.790 até R$ 193.490.

É possível personalizar sua Ranger a seu gosto com diversos ítens opcionais e oito tipos de cores disponíveis, um veículo diferenciado, perfeito para qualquer ambiente tanto dentro como fora das estradas.

A opção são essas enquanto aguardamos a nova Ranger Raptor desembarcar por aqui para estar entre as mais belas e robustas picapes do mundo.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos que gostam de carros grandes para aventuras off-road e mostre a novidade que está para chegar.

Por Marcio Ferraz

Ford F-150 Raptor

Ford F-150 Raptor

Ford F-150 Raptor


O visual do novo Focus 2019 é muito bonito, chama a atenção pelas linhas modernas e traz alguns diferenciais que dá ao modelo um estilo arrojado.

O Ford Focus 2019 está com mais equipamentos e assim passa a ser uma das opções mais interessantes para quem está pensando em comprar um carro novo. Mas esta foi uma estratégia encontrada pela Ford, que não tem a menor intenção de lançar no mercado brasileiro a quarta geração do Focus, então a fabricante resolveu investir em algumas atualizações mais simples e adicionou alguns equipamentos em seu novo lançamento para ser um diferencial.

A empresa já está disponibilizando toda a linha 2019 com as mudanças de preços e a relação dos equipamentos e isto vale para o hatch e também o sedan Fastback. O problema é que se por um lado o consumidor tem um carro com mais equipamentos, por outro terá que pagar mais caro e a diferença pode pesar na hora da escolha, por exemplo, as versões do hatch SE 1.6 e também a SE 2.0 estão até R$ 1.000 mais caras. Só que no caso do Fastback Titanium é justamente o contrário, pois o valor teve uma redução de R$ 2.500.

O que levou a Ford a aumentar o valor do Focus hatchback foi a adição dos retrovisores laterais que agora contam com rebatimento elétrico e também aquecimento. Por causa deste diferencial no modelo, as versões SE 2.0 agora custam até R$ 900 mais caras e a SE 1.6 manual aumentou R$ 1.100. No caso do Focus SE 1.6 manual, que é a versão mais barata da linha, o valor foi para R$ 78.100 e o SE 2.0 que traz câmbio powershift foi para R$ 85.800, ou se o consumidor estiver disposto a pagar R$ 86.800 terá no carro uma central multimídia Sync 3. E tem ainda a versão SE Plus 2.0 Powershift que com o aumento foi para R$ 94.400.

No caso do Fastback, nenhuma alteração foi realizada nas versões SE, a Ford preferiu manter todas as alterações nas configurações Titanium, que ficaram com o preço mais em conta. O Focus Fastback Titanium 2.0 caiu de R$ 104.300 para R$ 101.800. O Titanium Plus 2.0 que era R$ 110.000, agora custa R$ 107.500. A redução em ambos os modelos foi de R$ 2.500. Confira os preços atuais de todas as versões do Focus:

SE 1.6 MT5: R$ 78.100

SE Plus 1.6 MT5: R$ 88.000

SE 2.0 Powershift: R$ 85.800

SE 2.0 Powershift com Sync 3: R$ 86.800

SE Plus 2.0 Powershift: R$ 94.400

Titanium 2.0 Powershift: R$ 104.900

Titanium Plus 2.0 Powershift: R$ 110.600

No caso do Fastback, três versões continuaram com o mesmo preço, enquanto duas tiveram redução de R$ 2.500 no valor, confira:

SE 2.0 Powershift: R$ 85.200

SE 2.0 Powershift com Sync 3: R$ 86.300

SE Plus 2.0 Powershift: R$ 91.000

Titanium 2.0 Powershift: R$ 101.800

Titanium Plus 2.0 Powershift: R$ 107.500

O problema para a Ford é que o consumidor vê o Focus dando adeus para o mercado e tem medo de comprar um carro que em breve poderá sair de linha, sem contar as reclamações constantes em relação à marcha, espaço interno mal planejado e a má qualidade no acabamento. Não há dúvidas que o visual do novo Focus 2019 é realmente muito bonito, chama a atenção pelas linhas modernas e traz alguns diferenciais que dá ao modelo um estilo arrojado, mesmo assim, tudo indica que terá dificuldades para garantir boas vendas.

O design acabou misturando esportivo com um estilo mais requintado e acabou se perdendo na identidade que deveria assumir, mas tem suas vantagens, por dentro deixa o cliente impactado com todas as opções oferecidas e continua sendo um veículo imponente.

Com a linha 2019 ganhando mais equipamentos, pode ser que convença mais consumidores a ficarem com o Focus na hora que for comprar um carro novo e se deparar com tantas boas opções.

Por Russel

Ford Focus 2019

Ford Focus 2019


Montadora faz convocação para reparar airbags mortais.

A montadora Ford anunciou dia 21 de junho nesse ano de 2018 um novo recall para as picapes Ranger que foram fabricadas nos anos 2005 e também 2006 e foram produzidas entre as datas de 24 de agosto em 2005 até dia 1º de março em 2006, para realizar uma desativação de seus airbags na sua dianteira nos lados do motorista e no do passageiro. A partir do dia 7 de maio os proprietários poderão ser convocados para fazer a substituição e uma reativação no sistema de segurança.

Esse recall vai ser realizado pela falha dos insulfladores que ficam nas bolsas infláveis, caso aja uma colisão eles irão romper e acabarão lançando uns fragmentos de metal para o interior da cabine, podendo causar um grande e fatal risco, além de ferimentos graves que podem ocorrer aos ocupantes que estiverem no veículo. Para poder agendar o serviço e colher outras informações, a montadora Ford estará disponibilizando o seu site e seu telefone gratuito que é 0800 703 3673.

Caso você possua um desses veículos será muito importante procurar uma concessionária mais próxima a você e agendar esse recall. Lembrando que sua segurança sempre estará em primeiro lugar. E correr um risco tão grave é muito perigoso, podendo até levar a um acidente com vítimas fatais.

A Ford é com certeza uma empresa seríssima e está no mercado automobilístico do Brasil a vários anos, por isso é uma grande responsabilidade levar seu veículo para poder fazer esse reparo, pois a montadora preza muito a segurança de todos seus clientes e sua família.

Até o certo momento não foi registrado acidentes por conta dessa brusca falha de sua fabricação, e a empresa conta que poderá resolver esse problema nos veículos antes que possa acontecer algo de ruim a um de seus clientes. Por isso a Ford recomenda que seu veículo não seja utilizado até que todo o reparo seja realizado.

Entre no site, se preferir ligue agora mesmo e agende sua troca, será muito importante que todo esse procedimento possa ser realizado o mais rápido possível, evitando danos maiores a você e toda sua família.

Essa picape Ranger foi um sucesso nas suas vendas por muitos e muitos anos e ainda é uma preferência de vários brasileiros, por esse motivo se você está planejando comprar uma picape não precisa ter medo. O carro não possui se quer qualquer defeito de fábrica a não ser essa pequena falha que na medida do possível já está sendo corrigida.

Outro ponto muito importante é lembrar que o procedimento só poderá realizar-se através da montadora através dos seus profissionais que são devidamente qualificados, não faça com outros mecânicos particulares. Pois se qualquer erro acontecer no procedimento, não poderá ser responsabilidade da montadora.

Todo esse procedimento não demora muito e também não terá custo para os proprietários desses veículos, por isso corra o mais rápido que puder em uma concessionária que seja mais perto de você para que possa agendar uma vistoria e sua troca dos equipamentos.

Seu veículo deverá será avaliado e caso seja necessário realizará a troca do equipamento de segurança. Sua equipe da Ford já recebeu um treinamento necessário para poder realizar esse procedimento da melhor maneira possível, no menor tempo e com um menor risco.

Afinal, sua segurança é prioridade para você e toda vez que for sair de casa em seu veículo. A montadora com certeza não quer que nenhum dos seus clientes possa se machucar por conta desse pequeno problema de fabricação. Por isso é necessário que seja responsável e possa levar hoje mesmo o seu veículo para poder agendar a troca desse equipamento do seu carro.

E se você deseja comprar uma dessas picapes Ranger, compre sem medo, pois é um carro seguro e seu custo é muito baixo, além de seu consumo ser bem econômico.

Ricardo Ferreira Rodrigues


Conheça aqui mais detalhes sobre o Novo Ford Ka FreeStyle 2019.

Quem gosta de um carro com estilo mais aventureiro, certamente irá gostar do novo Ford Ka FreeStyle 2019 e o modelo chega com uma série de novidades e muita potência, porém, o preço poderá assustar muitos interessados. A série FreeStyle conquistou o consumidor brasileiro e as empresas, cientes disto, estão sempre lançando modelos nesta linha e agora é a vez da Ford mostrar tudo que preparou e claro, tentar convencer que seu modelo é o melhor.

A Ford resolveu aproveitar o sucesso do Ka e aumentar a família com o FreeStyle, pois viu que era possível modificar o hatch e torná-lo um carro para quem gosta de aventuras, porém, o consumidor está bem desconfiado desta estratégia feita pela empresa. Mas a Ford está acreditando tanto no sucesso desse seu projeto, que a versão FreeStyle acabou se tornando a que inaugura a linha 2019 do Ka, ou seja, as novidades estão apenas no começo, tem muita coisa vindo por aí, pois dentro de alguns meses o restante da linha será apresenta ao público.

O FreeStyle manual custará R$ 63.490,00 e o automático R$ 67.990,00. O consumidor apressado acabará se arriscando, fazendo a compra agora sem esperar o restante da família e isto pode acabar não sendo interessante, pois o modelo aventureiro não vem com opcionais e a única opção é o motor 1.5 com 3 cilindros e 137 cv. Agora, a dúvida é se vale a pena comprar o Ford Ka FreeStyle 2019, ou se convém esperar as outras versões para aí sim, ver o que compensa mais.

O Ford Ka FreeStyle 2019 tem câmbio automático de 6 marchas, porta-malas de 257 litros, enquanto seu concorrente, o Onix Activ, tem o porta-malas um pouco maior, o mesmo estilo de câmbio e praticamente o mesmo preço, enquanto o Hyundai HB20 X Premium oferece 300 litros de espaço no porta-malas, motor 1.6 16V e custa R$ 71.700,00. Estes três modelos deverão travar uma verdadeira guerra e é o consumidor que decidirá no final, quem será o grande vencedor.

A Ford sabe que a concorrência é grande, por isso quis muitas novidades para o Ka FreeStyle, porém, a primeira vista não se vê nada de novo, já que o design quase não sofreu intervenções. A dianteira é onde estão as principais modificações, por exemplo, a grade tem um formato diferente e leva a logo da empresa; os faróis ficaram exatamente iguais, só as lentes foram alteradas; na parte de baixo uma ligeira fenda e o para-choque ganhou novo estilo, recebendo novos vincos.

Os para-choques novos deram ao modelo 5 cm a mais no comprimento, mas entre-eixos ficou a mesma medida e o porta-malas se manteve do mesmo tamanho.

Mas o grande problema continua sendo a qualidade do material empregado no acabamento e neste quesito a Ford errou feio porque seu novo modelo não melhorou nada neste aspecto. É só o cliente ser um pouco mais atento e comprar com o acabamento de outros modelos para ver o quanto esse Ka deixa a desejar. Sem contar o quadro de instrumentos digitais que é muito simples, deixando seu interior parecido com um modelo mais antigo, enquanto a concorrência inovou no visual.

O lado bom deste modelo é que ele realmente conseguiu trazer um motor mais eficiente e a dirigibilidade está bem melhor, mesmo quando se atinge uma velocidade mais alta. Os amortecedores encaram sem problema as lombadas e até buracos, garantindo maior conforto aos ocupantes. Mas o Ka FreeStyle 2019 é mais aventureiro no nome e no visual do que na prática, pois ele deixa a desejar em um terreno off-road.

A Ford também melhorou a questão da segurança, pois levou nota zero no ano passado, por isso o novo Ka chega com reforços e barras de proteção nas portas.

Esse não é um carro aventureiro, como tentam mostrar, mas é bom para algumas emoções e se comparado com o Onix Activ e HB20X, vence em alguns pontos e perde em outros. É bom o consumidor comparar bem, para ver qual atende melhor o seu perfil.

Por Russel


Novo Ford Ka 2019 deverá trazer muitas novidades ao mercado brasileiro.

O Ford Ka continua tentando se reinventar ano após ano e em sua versão para 2019 tentou uma reestilização, além das novidades em seu interior, que não são poucas.

O compacto da Ford é muito conhecido pelos brasileiros, porém, até hoje continua dividindo a opinião dos consumidores. Há anos vem se mantendo firme no mercado, graças às adaptações que foram feitas e principalmente, as mudanças radicais que deixaram o modelo compatível com o atual mercado. Popular não só por aqui, como também na Europa, que já conta com uma versão com visual esportivo, motor 1.6 que deixou o carro bem mais potente, além dos detalhes que fizeram toda a diferença, como as faixas na pintura, saias e também o aerofólio.

Aqui no Brasil ganhou espaço por oferecer um motor 1.0 que era muito elogiado, garantindo grande economia, tanto é que no ano de 2000 acabou ganhando o título de ser o melhor entre os modelos com este motor. Agora o Ford Ka 2019 chega com a missão de garantir esse sucesso e para isso o modelo não poupou nas novidades, como o câmbio automático que será uma opção, porém, muito pouco se sabe a respeito, já que a companhia vem tentando manter o mais absoluto segredo. O modelo que roda pelo país foi todo camuflado para não deixar vazar nem detalhes do design.

Outro mistério é quanto ao interior do veículo, mas especialistas acreditam que a Ford precisará caprichar em seu novo modelo para se manter entre os melhores, já que o mercado está com ótimas opções, inclusive com modelos que garantem menor consumo de combustível, por exemplo, o Hyundai HB20 que conseguiu um motor mais econômico e em sua versão turbo se mostrou mais eficiente no que diz respeito ao desempenho, cotando com o turbo compressor. Se o Ka 2019 irá conseguir superar esse concorrente, é o que muitos consumidores estão querendo saber.

Outro problema para a Ford é que o consumidor brasileiro se acostumou com modelos repletos de tecnologia, conectividade e claro, segurança. O Ka 2019 precisa ficar atento a tudo isso e se trouxer mais do mesmo não conseguirá ser um destaque entre os muitos modelos e com isso acabará ficando para trás.

Porém, as novidades do Ford Ka 2019 devem chegar ao mercado apenas nos últimos meses deste ano e até lá, muitas especulações deverão ir surgindo. Mas muita coisa já se sabe a respeito, por exemplo, o novo modelo terá bem mais equipamentos que sua versão anterior. Como a pré-venda do modelo Ka Freestyle começou neste último dia 28 e em julho chegam as primeiras unidades para a venda, a empresa acabou revelando um pouco do que vem por aí. Sobre o restante da família, que tem o sedan e o hatch, nada vazou por enquanto.

Ninguém sabe quais detalhes que estão no Freestyle que também serão vistos nas outras versões, mas já se sabe que o modelo de entrada terá valor de R$ 45.490,00. É um preço que fica acima de alguns concorrentes, sendo assim, será preciso oferecer muitas vantagens para realmente conquistar o consumidor brasileiro.

Entre os itens de série, tem vidro elétrico para as portas da frente; regulagem da altura do banco, mas só para o motorista; iluminação dentro do porta-luvas e computador de bordo, que é quase uma exigência de quem compra um carro novo hoje em dia.

A expectativa é grande de ambos os lados, pois a Ford sabe que há ótimos modelos atualmente no mercado e que precisará apresentar algo que realmente convença o consumidor de que seu modelo é melhor.

E do outro lado, os consumidores, ansiosos por ver tudo que o novo Ka 2019 tem a oferecer, então é esperar para conferir e claro, comparar com os modelos concorrentes.

Por Russel

Ford Ka 2019

Ford Ka 2019

Ford Ka 2019


Atualização permite que usuários do iPhone espelhem aplicativo nos carros da marca.

Para os fiéis usuários do Waze, o mais famoso aplicativo de trânsito e indentificação de rotas e engarrafamentos na América Latina, e futuros compradores de carros da marca Ford, uma boa notícia: todos os carros da marca oval norte-americana não terão mais limitações para espelhar o aplicativo Waze nas suas centrais multimídias, mesmo o motorista possuindo um Iphone.

Esta limitação, diga-se de passagem, ainda muito comum na maioria das centrais multimídias presentes nos carros atuais, se deve em grande parte pela falta de sincronismo entre o aplicativo oficial da Apple para carros, o Carplay, e as centrais multimídia disponibilizadas pelas montadoras, uma incompatibilidade que incomoda em vista dos vastos recursos e tecnologias anunciadas por cada uma.

A Apple estranhamente não só não oferece este sistema para integração como também não tem o suporte para o uso de GPS, o que torna inclusive o seu uso proibitivo, uma vez que pode haver cobrança das montadoras para os interessados.

A Ford entendeu e usou de sua criatividade para sanar este acesso, com a nova plataforma Sync 3 atualizada. A partir de agora, o acesso e espelhamento é feito pelo próprio aplicativo da marca, o Sync App Link.

Isto significa que a Ford não depende mais da Apple para espelhamento deste programa em sua central, o espelhamento, apesar de ainda necessitar de conexão física do celular por cabos, vem a suprir uma importante demanda reclamada pelos usuários.

Como exemplo também citamos o aplicativo Mirro Link, muito utilizado por outras marcas que faz o espelhamento da tela do celular de maneira independente ao sistema Android Auto.

A novidade é pioneira no Brasil e “democratiza” o uso do App de qualquer plataforma para os novos carros da Ford.

Para completar, os carros que não possuem o novo sistema Sync 3, na última versão 3.0, podem fazer uma atualização de forma gratuita para utilizar o novo recurso, através do link: https://www.ford.com.br/servico-ao-cliente/sync/

Aonde o novo sistema esta (ou estará) presente?

Por enquanto a lista de carros com a novidade promovida pelo Sycn 3 são:

  • O SUV de entrada Ford Ecosport
  • O hatch compacto Ford Fiesta
  • O hatch médio Ford Focus
  • A Picape Ford Ranger
  • O sedã médio Ford Fusion
  • O SUV luxuoso Ford Edge
  • O ícone esportivo Ford Mustang

Como surgiu o Waze e por que ele é tão popular?

Muitas pessoas já fizeram esta pergunta antes, a resposta é relativamente simples, o Waze foi criado por três israelenses com ótimo faro para o empreendedorismo e negócios, são eles Uri Levine, Amir Shinari e Ehud Shabtai. Tudo isto com suporte financeiro e uma dedicada equipe de 80 pessoas em um ambiente propício à inovação.

A ideia e aplicação despertou interesse da gigante Google, que comprou o programa pela bagatela de 1,3 bilhão de dólares, tudo isto precisamente em Junho de 2011.

O resto todos nós sabemos, o sucesso foi instantâneo e mundial, recentemente a cidade de São Paulo foi apontada como um dos locais com maior quantidade de usuários no mundo deste aplicativo e não é para menos, uma de suas principais qualidades é seu sistema colaborativo entre seus usuários, além das constantes atualizações, permitindo conhecer rotas alternativas, informando por exemplo, a placa final do veículo, detalhe muito útil em cidades com sistema de rodízio como São Paulo e até inovações como apontamento de buracos em vias pelos motoristas.

Esperem por mais

Futuramente a Ford já anunciou que as novas versões do Ford Ka no mercado nacional também irão incorporar a novidade, deduzimos então que a expectativa é ter toda gama de veículos novos da marca já com o útil recurso nos próximos anos.

Ponto positivo para a iniciativa da Ford.

Carlos Batista


Modelo vem com um visual diferenciado na grade, em hexagonal e formato de colmeia preta.

No mercado brasileiro, a Ford tem crescido e se tornado referência no segmento de SUVs. Primeiramente, a chegada do Ford EcoSport, tido como o pioneiro na categoria pela montadora, trouxe diversas mudanças positivas em um momento inicial. Porém, atualmente, com o aumento da concorrência, o modelo tem ficado para trás em relação aos seus concorrentes.

Nesse contexto, a Ford precisou reaver suas estratégias e trazer mais um carro no segmento de grandes SUVs, o Edge. Apesar de ser ainda um mercado em lenta expansão no Brasil, nos Estados Unidos essa categoria possui uma procura grande.

Lançado como uma versão utilitária do consagrado Ford Fusion, já que compartilham de uma mesma plataforma, é fácil de perceber as semelhanças entre os dois veículos. Olhando de frente, a grade cromada é idêntica àquela do Fusion, bem como o formato hexagonal. A diferença está nas barras horizontais, que dão uma aparência menos esportiva e mais agressiva ao Edge.

Um pouco sobre o Ford Edge

Apresentado oficialmente no ano de 2006 durante o Salão do Automóvel de Detroit, o Ford Edge segue sendo produzido somente na cidade de Oakville, no Canadá, sendo exportado depois para o restante do mundo. Desde o início da produção, as vendas já foram um sucesso estrondoso nos Estados Unidos, superando importantes concorrentes e sendo líder de vendas em alguns países.

Seus principais concorrentes na categoria são: Hyundai Santa Fe, Chevrolet Equinox e o Kia Sorento.

O modelo está disponível somente em uma versão, a Titanium AWD com o motor V6 com 3.5L movido a gasolina. A potência máxima do mesmo é de 320 cavalos, 6500 rpm e torque de 34,6 a 4000 rpm, conforme a própria montadora.

Em relação ao câmbio, esse é automático com seis velocidades. Pode ser encontrado nas versões com tração nas quatro rodas ou, ainda, com tração dianteira.

Desempenho do Ford Edge 2019

O desempenho do Ford Edge chegou a resultados excelentes. A velocidade máxima atingida foi de 185 km/hora.

Já levando em conta a aceleração, em que é medido o tempo em que o veículo foi do 0 até os 100 km/h, foi contabilizado 9 segundos.

Principais mudanças do novo Ford Edge 2019

A nova versão do Edge 2019 vem com mudanças muito importantes e, talvez, inéditas, se comparadas com as trazidas ao longo de todos os anos. Com um visual diferenciado na grade, em hexagonal e formato de colmeia preta, essa agora se assemelha aos demais veículos da marca.

Porém, a grande novidade é a versão ST, com potência de 340 cavalos e disponibilidade de câmbio automático de oito velocidades. Essa possui um motor V6 EcoBoost de 2.7L.

Dimensões e capacidade do Ford Edge 2019

Em comprimento, o Ford Edge 2019 chega às concessionárias medindo 4782 mm, com largura de 1934 mm e altura de 1744 mm. A capacidade para combustível é de 70 litros e para o porta-malas de 602 litros, garantindo o melhor desempenho, conforto e, ainda, oportunizando que o motorista e a sua família levem tudo durante uma viagem, por exemplo.

Preço do Ford Edge 2019

E se você está curioso para saber quanto custa tanta comodidade, o preço que está sendo oferecido nas concessionárias da montadora é de R$ 249.800. Vale lembrar que essa tabela é atualizada e pode sofrer variações de uma região para a outra.

Para conferir mais informações sobre o veículo, basta acessar o site da Ford no endereço eletrônico https://www.ford.com.br/suvs-e-crossovers/novo-edge. São, no total, sete opções de cores, incluindo cinza moscou, branco sibéria, prata dublin, preto asturias, vermelho vermont, azul belize e bordô bucarest.

Ainda, há um espaço destinado para que o interessado monte o seu carro de acordo com as suas necessidades. Assim, garante-se o melhor custo-benefício e a melhor experiência de compra.

Por Kellen Kunz

Ford Edge 2019


Conheça aqui mais detalhes sobre o Ford Ranger 2018.

A linha 2019 da Picape Ford Ranger foi oficialmente lançada pela Ford no último dia 03 de Maio de 2018, a principal novidade é a volta no portfólio da versão mais simples, a XL, com opção de compra tanto na versões com chassi, cabine simples e cabine dupla.

Ford Ranger agora com 11 novas versões

No total são onze versões disponibilizadas pela Ford para sua linha 2019, sendo quatro delas novas, dentre estas novas destacamos as versões XL, fora do mercado desde 2016, mesmo com a nova geração da Picape sendo comercializada, elas voltam a gama da montadora americana com força total, complementando o já grande portfólio da picape.

A XL vem suprir uma demanda de quem precisa de uma picape basicamente para o trabalho pesado, abrindo mão do acabamento externo mais sofisticado, oferecida tanto em uma versão Chassi, como também em Cabine Simples e Cabine Dupla, a XL só está disponível com câmbios manuais e motorização a Diesel.

Mesmo sendo mais despojada visualmente, todas as versões já englobam importantes itens de segurança e conforto como: controles de tração, controle de estabilidade, direção assistência elétrica, assistente para acionamento do motor em rampas, controle de velocidade, sistema de áudio com comandos integrados no volante, além de itens de segurança como o sistema que evita o capotamento e o bloqueio de forma eletrônica do diferencial na traseira do veículo.

A última novidade para 2019 é a Ford Ranger modelo XLS, com motorização 2.2 a diesel e com câmbio automático. A Ford vai oferecer esta versão sem tração nas quatro rodas (será somente 4×2). A XLS parte dos R$ 151.890,00. A intenção da Ford é disponibilizar mais uma opção ao consumidor que gosta de motores a Diesel, não faz questão da tração integral, porém, não abre mal do conforto, tanto que a XLS incorpora importantes itens como sete airbags distribuídos por todo o veículo, console central com sistema multimídia e computador de bordo.

Listamos abaixo todas as onze versões da Ford Ranger já para a linha 2019

  1. Ford Ranger, modelo XLS, com tração 4×2, câmbio manual, motorização 2.5 flexível de 173 cavalos de potência (aceitando tanto gasolina como etanol), partindo dos R$ 110.790,00
  2. Ford Ranger, modelo XLT, com tração 4×2, câmbio manual, motorização 2.5 flexível de 173 cavalos de potência (aceitando tanto gasolina como etanol), partindo dos R$ 121.490,00
  3. Ford Ranger, modelo Limited, com tração 4×2, câmbio manual, motorização 2.5 flexível de 173 cavalos de potência (aceitando tanto gasolina como etanol), partindo dos R$ 129.650,00
  4. Nova versão:Ford Ranger, modelo XL, em Chassi, com tração 4×4, câmbio manual de 6 velocidades, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 124.200,00
  5. Nova versão:Ford Ranger, modelo XL, em Cabine Simples, com tração 4×4, câmbio manual de 6 velocidades, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 129.300,00
  6. Nova versão:Ford Ranger, modelo XL, em Cabine Dupla, com tração 4×4, câmbio manual de 6 velocidades, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 139.590,00
  7. Nova versão:Ford Ranger, modelo XLS, com tração 4×4, câmbio automático, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 151.890,00
  8. Ford Ranger, modelo XLS, com tração 4×4, câmbio manual, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 157.460,00
  9. Ford Ranger, modelo XLS, com tração 4×4, câmbio automático, motorização 2.2 Diesel de 160 cavalos de potência, partindo dos R$ 164.650,00
  10. Ford Ranger, modelo XLT, com tração 4×4, câmbio automático, motorização 3.2 Diesel de 200 cavalos de potência, partindo dos R$ 184.490,00
  11. Ford Ranger, modelo Limited, com tração 4×4, câmbio automático, motorização 3.2 Diesel de 200 cavalos de potência, partindo dos R$ 193.490,00

Autor: C. B.


Ford retira airbags e reduz o preço do EcoSport 2019.

A Ford já está fazendo algumas alterações na linha de 2019 do seu modelo campeão de vendas, o EcoSport. Sendo assim, uma das mais importantes e surpreendentes noticias sobre o SUV compacto é que ele ficou mais barato.

Apesar de ser detalhe importante a ser levado em conta na hora da compra, o corte no valor tem uma explicação. Isso porque o carro perdeu todos os sete airbags de série nas versões mais populares. Com isso, o EcoSport diminuiu o seu preço em R$ 1.300.

Eliminando os airbags

Uma das formas adotadas pela Ford, como já falado anteriormente, para reduzir os custos do modelo EcoSport foi o de eliminar airbags de série de seus modelos. Com isso, a montadora passa a oferecer e disponibilizar apenas os dois airbags obrigatórios por lei e localizados nos assentos do motorista e passageiro.

Outra característica dessa mudança é que a marca adicionou ao seu catálogo uma nova versão, chamada essa de Freestyle Plus. O SUV possui diferencial em relação a Freestyle automática, sendo que esse está exatamente nos airbags a mais e no acréscimo de R$ 2.900, custando assim R$ 92.790.

Outras configurações que virão com as sete bolsas infláveis são: a nova Storm 4×4 e a Titanium 2.0 e com câmbio automático, no valor de R$ 96.990. Essa última recebeu um acréscimo de R$ 140, tornando-a mais cara.

Preços totais do EcoSport

Na nova linha, os preços do SUV compacto partem agora do valor de R$ 68.690, isso na nova versão de SE Direct 1.5, que é voltada para o público PcD (Pessoas com Deficiência). Já na linha recém-lançada e topo de linha, a Storm 4×4, o preço cobrado pode ser de até R$ 99.990.

Na opção com câmbio manual e configuração SE 1.5, o valor cobrado era de R$ 77.990. Agora, esse passa a valer R$ 76.690, incluindo o desconto citado anteriormente. Na transmissão automática, esse preço sobe e chega a R$ 82.890, com um desconto total de R$ 1.100.

Há reduções também nas versões Freestyle 1.5, porém, nota-se que essas são menores do que as anteriores. Sendo assim, na com câmbio manual, o valor cobrado era de R$ 83.990. Após o desconto de R$ 300, o valor cobrado agora é de R$ 83.690. Já na automática, esse valor foi reduzido em apenas R$ 100, sendo ele vendido por R$ 89.890.

Corte em airbags: Retrocesso ou Tendência?

Para muitos, a tática adotada pela Ford pode parecer um retrocesso, já que o modelo EcoSport nas linhas anteriores já vinha com os airbags embutidos no valor. Porém, ao que parece, essa é uma tendência que já foi e que será adotada por muitas outras montadoras de sucesso.

A prova disso é que alguns dos principais concorrentes do modelo EcoSport no segmento optaram pela mesma estratégia para reduzir custos. É o caso do líder HR-V, da Honda, que na versão EXL, passou a oferecer somente quatro airbags, dois a mais do que os obrigatórios. O valor desse ficou em R$ 102.900. Já a versão topo de linha Touring, que conta com as seis bolsas infláveis, tem o valor de R$ 107.900.

Novidade: EcoSport Storm

Já anunciada anteriormente, a EcoSport Storm é uma opção para aqueles mais aventureiros. Apresentada no Salão do Automóvel na cidade de Buenos Aires, na Argentina, a versão promete chegar com tudo ao mercado brasileiro. Mais tecnológica do que a antiga 4×4, o Storm possui um câmbio novo e tração 4WD inteligente.

Com desenvolvimento exclusivo para o mercado brasileiro, o SUV reúne os melhores atributos para o consumidor mais exigente: um visual marcante, conteúdo completo para quem prioriza o conforto e capacidade superior para rodar com muito mais segurança. E para saber mais, basta acessar o site da montadora, no https://www.ford.com.br, e ficar por dentro de tudo que acompanha o automóvel.

Kellen Kunz


Confira aqui as principais novidades do Novo Ford Ka 2019.

O novo Ford Ka 2019 está completamente reestilizado e no segundo semestre estará no mercado disputando a preferência dos consumidores. Nesta última segunda-feira (05), a Ford apresentou a versão Freestyle, para quem tem um estilo mais voltado para as aventuras e o modelo apresentado aqui no Brasil e também na Índia fez muito sucesso, mas a empresa agora está focada no Ka 2019, que é uma versão simples, sem aquele visual arrojado. Chamado de Ka+, esta versão chega primeiro ao mercado europeu e dá alguns sinais de como será o projeto para os brasileiros.

Na Europa, a versão Freeestyle é chamada de Active e já tem algumas novidades no visual que também estarão no Ka 2019, por exemplo, o desenho do para-choque que traz um recorte em 'C' próximo aos faróis de neblina, dando um visual exclusivo. A grade do tipo 'diamante' também chama a atenção e deixa o modelo com um ar de carro mais sofisticado. A logo da Ford acabou ficando pouco acima da grade, sendo que no modelo aventureiro está dentro da mesma.

Os faróis não sofreram nenhuma modificação, só que as laterais tiveram uma mudança nos retrovisores, que ganharam repetidores de seta, um detalhe que não é encontrado no Ka brasileiro. Outra mudança que logo se percebe é o desenho exclusivo nas rodas de liga. Por trás, o para-choque passou por uma completa reformulação, contando agora com vincos que o deixa padronizado com a peça dianteira, ou seja, o carro ficou padronizado. As lanternas não sofreram mudanças, porém, contam com novas lentes e arranjo interno para as luzes, que realça bem mais à noite.

Mas a grande surpresa mesmo está na parte interna do veículo, pois o Ka 2019 recebeu uma série de melhorias em seu interior e é possível ver nitidamente o quanto ele evoluiu. O destaque maior está para a central multimídia Sync 3, que vem com tela flutuante de 6,5" e já conta com conexão com o Apple Car Play e também o Android Auto. Esta é uma opção que certamente irá agradar aqueles que são mais ligados à tecnologia. A versão comercializada na Europa traz alguns mimos a mais, como o botão de partida, o ar-condicionado é digital e ainda tem o piloto automático, sendo bom ressaltar que estas opções aqui no Brasil são oferecidas é no Fiesta. A expectativa é que o Ford Ka 2019 ofereça estas opções também aqui no mercado nacional. Outra esperança é que o grafismo do quadro de instrumentos também chegue até aqui no Brasil, pois o atual não tem nada de diferente, é o básico. Esse no modelo europeu ainda conta com tela mais ampla para o computador de bordo e uma linda iluminação azulada.

Analisando o Ka europeu é possível ver o que poderá ter o Ka 2019 que chegará ao mercado nacional. O de lá, conta com dois motores novíssimos, o 1.2 Ti-VCT disponível nas versões de 70 e 85 cv e também o 1.5 TDCi turbodiesel de 95 cv, que vem com sistema start-stop. Tudo indica que para os brasileiros será lançado o 1.0 Ti-VCT de 85 cv, já que se for o 1.2 os impostos serão mais caros. Outra novidade é o câmbio automático, com 6 marchas e conversor de torque que já tem no Eco.

A promessa do Ka 2019, com todas as mudanças, é ficar de uma vez por todas no lugar do Fiesta no quesito de compacto com maior destaque da companhia, já que estará devidamente equipado para encarar o Onix, Prisma e até o HB20, HB20S e também o HB20X. No ano passado, o Ka foi o terceiro veículo mais vendido no Brasil e agora tentará subir mais um posto nesta batalha.

Por Russel


Confira aqui as novidades da nova versão do modelo da Ford.

A Ford, como todos já conhecem, é realmente uma das maiores fabricantes de carro do mundo. No Brasil seus veículos são sempre de muito sucesso e a marca italiana não para de lançar carros que caem no gosto dos consumidores e para o ano de 2019 não será diferente. Um modelo bastante conhecido e querido pelos consumidores é o Ford Edge. Agora o modelo está com uma novidade que vai agradar ainda mais. Estamos falando da sua versão Titanium Elite.

O Novo Ford Edge ST foi lançado no Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos, e sua estreia surpreendeu muito por uma série de características que o possante possuía.

O carro foi equipado com um motor de 2.7, de V6 biturbo que oferece 340 cavalos de potência. Seu design é bastante esportivo. Contudo, a fabricante italiana não economizou nas novidades de seu lançamento, tanto que criou uma nova versão, a Titanium Elite que foi lançada no Salão do Automóvel de Chicago. O lançamento aconteceu recentemente.

O Edge Titanium é uma versão exclusiva do modelo Edge que vem equipado com um pacote que deixa seu design muito mais atraente.

Para começar, destacam-se as suas rodas que possuem 20 polegadas, o que é uma exclusividade, assim como também é exclusiva a sua pintura.

A expectativa da fabricante é que essa versão seja tão bem sucedida quanto foi o Edge nos Estados Unidos, atraindo assim mais clientes, principalmente aqueles que desejam possuir um carro com um design mais diferenciado e exclusivo. Tudo o que o Edge Titanium é.

De acordo com informações da Ford, foram vendidas do modelo Edge, somente nos Estados Unidos, algo que passa dos 1,3 milhão de unidades, desde que o modelo foi lançado no ano de 2016. Já em números globais o número de vendas já chegou a marca de 2 milhões. São dados que só comprovam que o Edge foi um fenômeno de vendas e com a versão Titanium a expectativa não é diferente.

O Edge é um carro que pertence a categoria de SUVs e seu sucesso foi tanto que nos quatro últimos anos foi registrado que o número de vendas das versões que custam mais caro aumentou em torno de 8%, o que é um fato inédito pois as versões mais caras, embora alcancem um bom número de vendas, raramente apresentam uma projeção assim tão positiva. Aliás, todas as versões mais caras de SUV da Ford tiveram um aumento de vendas considerável nesses últimos anos.

Continuando, o Novo Edge do ano de 2019 deve chegar com a mesma motorização do lançamento anterior, ou seja, um motor de 2.0 tipo Turbo Ford, até a nova versão, a Titanium Elite, foi equipada com esse mesmo motor. Contudo, ele recebeu algumas atualizações se tornando mais potente e oferecendo até 252 cavalos. Seu motor é combinado com um câmbio composto por 8 marchas. No Brasil a Ford utilizou um motor 3.5 de V6, porém, ele foi retirado de linha.

Sempre que falamos em lançamento de carros, as pessoas logo querem saber quais os itens e equipamentos acompanham as versões. No caso do Novo Edge todas as suas versões oferecem bons equipamentos, o que contribui ainda mais para o seu sucesso. Entre esses equipamentos estão alerta de colisão dianteira, monitor de ponto cego, assistente pré-colisão, faróis altos automáticos e assistente de ponto cego. Estes equipamentos já são oferecidos na versão de entrada, sendo que nas demais versões ainda existem equipamentos melhores.

Resta agora conhecermos quais as versões além da Titanium Elite a Ford vai oferecer para o lançamento do Edge 2019, além de seus valores.

Mas essas e outras informações só serão disponibilizadas depois que a Ford oficializar o seu lançamento, que será em breve em Chicago.

Sirlene Montes


Modelo vem equipado com motor turbo de 213 cv e 10 marchas.

Para os poucos familiarizados, o “codinome” Raptor, dado pela montadora americana Ford, é sinônimo claro de (muita) potência e esportividade conjugados, exemplo maior é a versão Raptor da picape mais vendida do mundo, a Ford F-150, em sua versão Raptor ela vem com pouco mais de 410 cavalos de potência e muita tecnologia embutida para gerenciar todo este conjunto.

De posse de toda experiência e sucesso, a Ford lança na Tailândia a Ford Ranger Raptor, com o mesmo objetivo: design diferenciado, estilo off road, com esportividade e potência conjugados.

Design bombado

A Ford Ranger Raptor recebeu um banho de loja em matéria de apetrechos off-road, com novos para-lamas, agora bem abaulados e para-choques com ganchos duplos de reboque, a Ford Ranger Raptor se tornou maior e bem mais imponente, são pouco mais de 5 metros de comprimento, por quase 1,90 m de altura e mais do que 2 metros de largura, tornando estas exageradas dimensões uma formula única para reconhecer seus atributos e sua proposta diferenciada, sob qualquer ponto de vista ou ângulo de observação.

Se as dimensões externas impressionam, seus atributos off-road surpreendem ainda mais, a Ford projetou a Ford Ranger Raptor para uso fora da estrada em velocidades altas, com isto sua altura livre do solo é de mais de 28 cm, com ângulos de entrada e saída de fazer inveja a qualquer jipe, respectivamente de 32,5º e 24º.

Fora isto, a picape apresenta rodas de 17 polegadas de design exclusivo com pneus tipo todo-terreno e carroceria toda adesivada sempre aludindo a sua versão.

Ainda para coroar todo este conjunto, a Ford seguiu o DNA de sua versão maior e mais antiga e trouxe a enorme grade frontal da picape com o nome Ford em letras gigantescas, trocando o já tradicional e agora bem mais discreto oval azul.

Mecânica decepcionante para muitos

A Ford apresentou a Ford Ranger Raptor com o motor 2 litros, biturbo (o recurso de usar dois turbos visa reduzir principalmente os atrasos de respostas, acelerações e retomadas para veículos de alta potência) e a diesel de 213 cavalos, para os menos entendidos isto pode parecer muito, mas de fato, nem tanto. Afim de comparação, o modelo vendido no Brasil tem 200 cavalos de potência com um motor 3.2 e nada deste apelo esportivo e design turbinado.

Mesmo com um torque maior de 51 mkgf, a imprensa especializada esperava algo a mais, não só pela comparação com a potência da F-150 Raptor (seu irmão maior), mas principalmente por não elevar este Raptor ao posto de picape mais potente em seu segmento no mundo, haja visto sua concorrência, como a picape Amarok de motor V6, da Volkswagem, com os seus 225 cavalos em um motor 3.0.

O câmbio de 10 marchas automático, derivado inclusive do Ford Mustang, garante o melhor aproveitamento deste motor e atenua em parte esta “decepção” mal contida por muitos.

A tração é 4×4, com novas suspensões esportivas e amortecedores da parte traseira com o recurso “coilover”.

Interior requintado

No interior a principal novidade é o sistema multimídia já atualizado com o sistema Sycn 3, presente em novos modelos da marca, fora isto a Ford Ranger Raptor tem bancos e volante do motorista exclusivos para esta versão.

Alguma chance de vir para o Brasil?

Pergunta difícil de ser respondida pelo menos a curto prazo, mesmo se tratando de um veículo global tanto em sua produção como desenvolvimento, a Ford apenas alega que todos os mercados estão aptos para receber esta versão turbinada.

Uma torcida formada ela já tem, resta saber se o câmbio e condições econômicas irão favorecer financeiramente estes desejos em virar realidade.

Autor C.B


Modelo deve chegar ao Brasil ainda neste ano de 2018.

As indústrias automobilísticas estão a cada ano elaborando novos empreendimentos de veículos ou aperfeiçoando modelos já lançados no mercado. No mês passado, janeiro de 2018, foi anunciado o Ford Ka com subtítulo “Aventureiro”, programado para estrear no segundo semestre do ano, no Brasil. Esta nova versão apresenta é a primeira repaginação de estilo em seu design visual, na geração atual. O sistema de suspensão está mais alto e o valor no mercado estará entre os preços do Ka Trail e do EcoSport, conforme informações da própria companhia Ford.

A revelação deste último modelo ocorreu no dia 31 de janeiro de 2018, tanto no Brasil quanto na Índia, em apresentações e exposições, sendo este o aperfeiçoamento da terceira geração do Ka, que agora vem ao mundo com uma versão intitulada Aventureira, pela companhia. No interior da nação asiática, na qual o carro foi inicialmente exposto, o nome de divulgação foi o de Ford Freestyle, porém, em território brasileiro o título é Ka Freestyle.

Outro dado angariado diretamente da empresa indica o agendamento, de lançamento no mercado, para a metade do ano de 2018, no qual se dará o início das vendas deste veículo no Brasil. Como já foi citado, a nova suspensão do Freestyle configura medida mais alta, superando a do Ka convencional, embora o número exato da mesma ainda não esteja disponível ao público especialista. A valor de mercado também não está disponível até o presente momento.

De acordo com a apresentação realizada em público, entre as alterações mais visíveis em seu visual está a que foi realizada no para-choque dianteiro. Outro atributo visual que sofreu alguma alteração foi o logotipo da companhia, o famoso ícone da Ford, que agora saiu do topo da grade e escorregou, por assim dizer, para a parte central da colmeia da mesma, constituindo design especial.

Em seu interior a história é inteiramente outra, a novidade que se destaca entre as outras deste Freestyle está no inédito dispositivo de Central Multimídia Sync3, chamado Flutuante, muito próximo da tecnologia de mesmo caráter que se encontrada no EcoSport. A tela em questão possui dimensão de 6,5 polegadas. Ou seja, a tecnologia digital casando perfeitamente com o núcleo interior dos carros, proporcionando mais satisfação aos consumidores.

Por esta e por outras razões a competição no mercado de automóveis é intensa, sendo que entre os seus concorrentes, indicados pela própria companhia, em relação ao Freestyle, estão outras versões, também batizadas como Aventureiras, no formato de hatchs alternativos, tais como o Onix Activ; o modelo Sandero Stepway e a famoso Hyundai HB20X.

Entretanto, embora seja um lançamento com pretensão de modelo inédito, o Ford Ka destinado a ser aventureiro foi precedido por uma potente versão com design notadamente aventureiro. Trata-se do modelo intitulado Ka Trail, cuja estreia ocorreu com sucesso no Salão do Automóvel no ano de 2016 e comercializada alguns meses após a sua apresentação, oficialmente.

Mas, mesmo assim, conforme declararam publicamente os executivos da companhia Ford, a versão anterior, ou seja, a Ka Trail, mantém sua posição no mercado, junto do novo broto Ka FreeStyle versão aventureira. Os membros dirigentes da companhia afirmam que existe lugar privilegiado para ambos os modelos. Garantem os mesmos executivos que o Ka Trail tem alcance até onde o novo Ka não atinge. Em contrapartida, o modelo FreeStyle alcança um patamar que o Ka Trail não pode ocupar, de acordo com o que foi dito pelo vice-presidente de marketing da montadora.

No país oriental, Índia, este mesmo modelo teve uma apresentação um tanto diferenciada, sendo anunciado como a estreia do Compact Utility Vehicle ou veículo utilitário compacto, naquela nação. Já no Brasil, a versão Ka aventureira encerrou o ano de 2017 liderando como o terceiro modelo mais recente e mais popular em todo o território nacional, um pouco atrás, no páreo, do modelo Chevrolet Onix e do modelo Hyundai HB20. Mesmo assim, este novo compacto está sendo produzido na mesma esteira daquele que o antecede, ou seja, o Fiesta, o qual também teve uma fase de alterações no design exterior muito recentemente.

Paulo Henrique dos Santos


Nova versão tem design externo diferenciado e prima pela tecnologia interna e pelos itens exclusivos em sua mecânica.

A Ford atualiza o seu portfólio e relança a versão 4×4 do seu SUV de sucesso e pioneiro no mercado nacional, o Ford EcoSport.

A nova versão batizada de Ford EcoSport Storm tem design externo diferenciado, prima pela tecnologia interna e pelos itens exclusivos em sua mecânica.

Visual externo é o grande diferencial

Será fácil (e rápido) distinguir a versão com tração integral nas ruas, o novo Ford EcoSport Storm sobra nos detalhes visuais exclusivos e nos adesivos tanto no capô como nas laterais. O carro vem de série com rodas de 17 polegadas e estepe com capa rígida, para esta versão os para-choques foram redesenhados, dando um ar ‘’parrudo’’ para modelo.

Internamente, os ocupantes contam com bancos em couro com costuras diferenciadas, volante na cor laranja e molduras no console central exclusivas.

Completo em Equipamentos

A oferta de equipamentos do Ford EcoSport Storm é semelhante a versão Titanium (versão top de luxo), porém com o acréscimo da tração integral, o futuro comprador terá a disposição sete airbags dentro do veículo, controles de tração (fora a tração integral) e estabilidade, ar condicionado digital, teto solar de acionamento elétrico, luzes de LED diurnas, sensores de chuva e a atualizada central multimídia SYNC de terceira geração com uma ótima tela de oito polegadas e compatibilidade total com smartphones. O sistema de som é Sony com nove alto-falantes no total.

Desempenho e Consumo

O Ford EcoSport Storm tem desempenho levemente inferior e consumo mais elevado em relação à versão de luxo Titanium, isto se deve em parte por ser uma versão mais pesada com 110 quilos a mais por conta da tração integral, o motorista pode não perceber de imediato, porém sua aceleração de 0 a 100 km/h não passa dos 11,50 segundos e o consumo médio na cidade fica em 6,2 km/l e na estrada em 9,9 km/h (medições feitas pelo Instituto Mauá).

Vale lembrar que a motorização utilizada não mudou, é o mesmo motor de 16 válvulas de 2.0 litros e com injeção direta, flexível.

As suspensões receberam novas calibragens, a suspensão traseira é independente facilitando o comportamento do modelo na cidade, o Ford EcoSport Storm ainda é levemente mais alto que as versões “normais” do modelo, facilitando a dirigibilidade em estradas de terra, por exemplo.

Mesmo tendo todos estes diferenciais a proposta do modelo é um 4×4 de trilhas leves e bem mais urbano, aliás, a tração integral é acionada de forma automática, diferente das versões anteriores, aonde um botão no painel comandava o recurso, e promete transferir no mínimo 5% de torque para as rodas traseiras, a dirigibilidade melhora muito e é facilmente sentida em dias de chuvas em pistas molhadas ou em estradas de terra.

O mais caro Ford EcoSport no mercado

O Ford EcoSport Storm está sendo lançado com preço sugerido de R$ 99.990,00. Pode parecer caro, mesmo com todo visual e tecnologia embarcado, mas a proposta da montadora americana é ter um diferencial em um segmento altamente competitivo e com motorização a altura de seus principais concorrentes que oferecem a tração integral como recurso, porém sem a mesma motorização ou visual arrojado.

Principais Características do Ford EcoSport Storm

Motorização:

Motor de 2.0 litros com 16 válvulas em quatro cilindros, aceitando tanto gasolina como etanol, com 176 cavalos de potência máxima, 22,5 kgfm de torque e 6500 rpm de rotação.

Câmbio automático de seis marchas

Tração 4×4 e Direção com Assistência Elétrica

Suspensões dianteiras e traseiras independentes do tipo Multilink e McPherson

Rodas de liga leve de 17 polegadas com pneus tamanho 205 e freios com sistema antitravamento

Carroceria de 5 lugares e 5 portas com estrutura em aço e monobloco

Tanque de combustível com capacidade para 52 litros

Porta-malas com capacidade para 356 litros

Principais medidas do EcoSport:

Altura do solo em 200 milímetros, peso médio de 1469 kg, Altura de 1,69 metros, Largura de 1,76 metros e Comprimento de 4,26 metros.

Por C.B

Ford EcoSport Storm 2018

Ford EcoSport Storm 2018

Ford EcoSport Storm 2018


Confira aqui todos os detalhes sobre o Ford Fusion 2018.

Para quem é apaixonado por um lançamento automobilístico, ainda mais quando se fala de um modelo puro luxo, te apresentamos o Novo Fusion 2018, o novo sedã de luxo que a Ford acaba de lançar no país.

Para quem já conhece, o sedã Fusion da Ford já é um sucesso de vendas, em decorrência das suas qualidades que são muitas. Para o ano de 2018, a Ford promete surpreender ainda mais os brasileiros conquistando mais consumidores.

Pois bem, o Fusion 2018 chega ao Brasil com uma forte aposta da Fiat em melhorias na sua estética e também na mecânica, o que deve agradar até aqueles mais exigentes.

O Novo Ford Fusion já teve uma versão híbrida lançada no mercado norte-americano e que foi um grande sucesso. Contudo, esse modelo chegará em terras brasileiras somente daqui a uns 3 anos, até lá teremos que nos contentar com esse lançamento, que não vai deixar muito a desejar.

– Como será o Novo Fusion 2018?

O Fusion, que já vai completar 10 anos aqui no Brasil, chega com o intuito de se transformar em uma referência em assuntos como potência e tecnologia. O modelo passou por uma reestilização e traz um painel totalmente novo equipado com um seletor que muda a transmissão automática, o que já é comum em carros de luxo das marcas Jaguar e Land Rover.

O modelo é equipado com um motor novinho Ecoboost 2.5 Flex em uma versão mais barata que possui um excelente desempenho, chegando a fazer até 330 cavalos de potência. No interior temos uma moderna central multimídia tipo Sync 3. Na parte externa do carro retoques fazem com que ele ganhe um ar de modernidade e sofisticação.

Dentre as várias mudanças do Ford Fusion 2018, as que mais se destacam são:

– Piloto Automático que é adaptativo com Stop e GO;

– Sistema Ford Power para a partida sem chave;

– Espaço interno maior e porta-malas com capacidade de até 514 litros.

– Funções que são semi autônomas.

Quais são os itens de série do Novo Ford Fusion 2018?

Sempre que se fala em lançamento automobilístico, logo os consumidores querem saber quais são seus itens de série, já que eles fazem toda a diferença na hora da compra. E a Ford, pensando em acelerar as vendas deste super lançamento, caprichou nos acessórios de série, disponíveis em qualquer versão. Conheça os itens:

– Ar condicionado digital com controle de passageiro e do motorista;

– Conectividade Android Auto e Car Play;

– AppLink;

– Faróis com acendimento automático em LED;

– SYNC 3 11 alto falantes;

– Retrovisores com rebatimento elétrico;

– Porta com sensor de acesso inteligente;

– Ajuste de banco elétrico (em 10 posições);

– Retrovisores eletrocrômicos para o motorista( interno e externo);

– Câmbio de Transmissão Automática de 6 velocidades;

– Rodas de liga leve de 18”;

– Bancos e portas de couro;

– Sistema de Controle de Estabilidade ( ESC);

– Controle de Tração (TCS);

– Cintos infláveis.

Em termos de consumo o Ford Fusion 2018 é muito econômico. Seus motores flex são muito eficientes, principalmente por se tratar de um veículo híbrido.

O motor 2.5 Flex possui um desempenho de 5,4 km por litro abastecido com etanol e 7,9 km por litro quando abastecido com gasolina, em área urbana.

Já o motor 2.0 turbo faz 8,6 km por litro na cidade e 11,7 km por litro na estrada, abastecido com gasolina.

Gostou do Novo Ford Fusion 2018? Conheça agora os valores de cada versão:

– 2.5 Flex : Saindo por R$124.700;

– SEL 2.0 EcoBoost: Saindo por R$ 128.700;

– SEL 2.0 EcoBoost –Teto Solar: Saindo por R$132.700;

– Titanium 2.0 EcoBoost: Saindo por R$141.700;

– Titanium 2.0 EcoBoost AWD: Saindo por R$158,700;

– Titanium Hybrid: Saindo por R$163.700.

Sirlene Montes


Conheça aqui mais detalhes sobre o novo Ford Focus Sedan 2018.

A equipe de planejamento, fabricação e montagem da Ford está de parabéns, o resultado do Ford Focus Sedan 2018 está de cair o queixo! As mudanças que o carro obteve e outras coisas que foram acrescentadas resultaram em um carro com muito estilo, potência e economia. A nossa equipe preparou um texto recheado de novidades em relação ao novo Ford Focus Sedan 2018, confira e acompanhe o que fez muita gente estar de queixo caído: Ford Focus Sedan 2018, uma promessa para este ano! Confira o post e saiba mais!

Histórico do Ford Focus

No Brasil, o Ford Focus é vendido desde o ano de 2001, ou seja, está no mercado nacional há 17 anos completos. O que destacava o carro desde a sua primeira interação com o consumidor era a dirigibilidade. Além disso, os motoristas do modelo ano 2001 elogiava os belos acabamentos internos do veículos e o conforto ao dirigir o Focus 01.

Mas, por conta da sua aparência mais simples, o Ford Focus não ganhou destaque nas vendas no seus primeiros anos de Brasil. Isso só foi mudar quando que, em 2013, a Ford, sua montadora oficial, divulgou uma nova geração, focada totalmente no visual impactante dos carros Focus. Aí sim o hatch médio ganhou o público brasileiro e subiu nas tabelas de venda até ganhar o lugar de hatch médio mais vendido no Brasil. Título que vale graças ao estilo dinâmico e esportivo que agrada tanto as mulheres quanto os homens.

Mas mesmo tendo o título de hatch médio mais vendido na atualidade, a Ford precisa mudar mais uma vez e fazer melhor! Confira as mudanças no carro.

Mudanças principais no Ford Focus 2018

Não contente com o primeiro lugar em vendas, a Ford está inovando mais uma vez no lançamento do Ford Focus 2018. E é por isso que existem muitas especulações diante o lançamento deste novo modelo. Na internet há várias fotos que mostram este maravilhoso carro. Na Europa os carros testes já estão rodando nas ruas. De acordo com os informantes europeus, a nova geração está baseada na atual, que circula pelas ruas brasileiras, porém, com a carroceria de tamanho aumentado. Por isso podemos esperar um novo Ford Focus com maior espaço inteiro em decorrência do aumento do espaço entre eixos, e por isso muito mais confortável dentro do automóvel. A conectividade do carro também está sendo trabalhada para deixar o Ford Focus totalmente conectado, além de o design interno e melhorias nos acabamentos internos.

O visual do modelo 2018 muda, mas não tanto, o que mudará do modelo atual será os detalhes do carro. As linhas estarão mais grossas e deixarão o carro com visual ainda mais esportivo, moderno e quem sabe, robusto!

O que faz os amantes de carro se empolgarem é o fato da promessa da Ford ser o aumento da dirigibilidade do automóvel. Os engenheiros voltaram às origens do veículo e deixaram o carro novo com "volante" dos primeiros carros Focus da empresa.

A segurança dos que estão dentro e fora do veículo também está sendo um foco para os engenheiros que trabalham no projeto Focus 2018, tecnologias estão sendo criadas para que todos possam correr pela cidade e pela estrada com muita segurança. Alguns dos itens que estão sendo trabalhados para a segurança:

  • condução semiautônoma de baixa velocidade – atração nova para a nova geração automobilística

  • controle de cruzeiro adaptativo

  • alerta de faixa com correção de direção

Além do visual incrível e da segurança garantida, o Focus 2018 terá motores mais eficientes tanto no consumo quanto nas emissões de gases poluentes. Além disso, há melhorias nos motores que rodam à diesel.

Carolina B.


Confira aqui todos os detalhes sobre o modelo 2018 do Ford Ranger 2018.

Uma das mais famosas companhias, a montadora de veículos automotores Ford, está fazendo estrear o modelo Ford Ranger 2018, que apresenta mais duas outras novas versões para este ano. Entre outras novidades, tal como um conjunto de equipamentos que lhe foi acrescentado, o Ford Ranger 2018 inaugura uma linha especial de Sportrac, além da opção pela tração 4×2 munida com um motor 2.2 movido a diesel.

Assim, somando os equipamentos adicionados aos modelos da série e a entrada em cena da linha especial Sportrac, como também a versão intitulada XLS 2.2 a Diesel em 4×2, temos o grupo de novidades apresentadas com esses lançamentos da Ford Ranger 2018, que entram no mercado já taxados com valores a partir de 106.990 reais. Trata-se de um grande acontecimento no mundo automobilístico em 2017.

A versão intitulada XLS 2.2 a Diesel em 4×2 está custando em torno de 136.850 reais, o qual foi produzindo a partir da elaboração de um propulsor de 2.2 a diesel com 160 CV de potência na sua tração, porém, esta está contida apenas nas rodas da parte traseira. Esta nova maneira de produzir um modelo na Ford começou no ano passado, em 2016, quando a companhia decidiu renovar os estilos, pois até então a Ranger a diesel estava sendo produzida e aparelhada com tração nas suas quatro rodas.

No que tange à versão especial da Sportrac, comercializada pelo valor de 162.990 reais, a mesma foi elaborada a partir da base utilizada na produção da versão XLS 2.2 Diesel de 4×4 toda automática, cujo design exterior produz grande efeito pelo visual esportivo que proporciona; agora o para-choque dianteiro vem com um aplique, os estribos laterais estão estilizados com a cor cinza, além dos adesivos super personalizados. O seu interior vem com o próprio nome desta série especial impresso nas suas soleiras e em seus apoios para a cabeça. Trata-se, portanto, de uma linha quase inédita de carros aparelhados e renovados.

Nesta série de 2018, o conjunto de versões que compõem a Ranger está começando a chegar como modelos aparelhados com um sensor de estacionamento e também a câmera de ré, muito útil na atualidade. Com relação aos atributos das versões intituladas XLT e Limited, as mesmas estão estreando no mercado munidas de um sistema de multimídia SYNC 3, que vem com uma tela em oito polegadas e capacidade para conexão compatível com o Android Auto e a Apple CarPlay também. Ou seja, estas versões estão cada vez mais adaptadas para as redes digitais.

Entretanto, no que toca à mecânica, ou seja, os motores, tudo foi mantido tal como é em seu bom desempenho. Segue a relação completa: os motores 2.5 Flex são de 168 cv e 173 CV, com gasolina e etanol, sendo que o motor a diesel 2.2 chega a 160 CV ou o 3.2 de 200 CV. No que tange às marchas, as transmissões, o conjunto abrange câmbios manuais equipados com cinco na versão 2.5 e seis marchas na versão 2.2 a diesel, e também estão aparelhadas com transmissão automática as versões 2.2 e a 3.2, que possuem seis velocidades. São veículos que ocupam o topo da linha, produzidos em uma plataforma da mais alta qualidade, superando muitos outros.

As versões e os respectivos preços da linha Ford Ranger 2018 seguem na relação abaixo:

  • A versão XLS 2.5 Flex MT está no valor de 106.990 reais;
  • A versão XLT 2.5 Flex MT está no valor de 118.420 reais;
  • A versão Limited 2.5 Flex MT está no valor de 126.490 reais;
  • A versão XLS 2.2 diesel 4×2 MT está 136.850 reais;
  • A versão XLS 2.2 diesel 4×4 MT está no valor de 148.850;
  • A versão XLS 2.2 diesel 4×4 AT está no valor de 156.700;
  • A versão Sportrac 2.2 diesel 4×4 AT está no valor de 162.990 reais;
  • A versão XLT 3.2 diesel 4×4 AT está no valor de 174.990 reais;
  • A versão Limited 3.2 diesel 4×4 AT está no valor de 188.890 reais.

Paulo Henrique dos Santos


O Ford Ka está munido de um tipo de painel digital para rádio, com comandos bem detalhados sobre cada função. Confira o passo a passo de como ligar o Bluetooth do carro.

Na vida moderna a tecnologia digital se enraizou com força. O mundo digital tem conseguido se adaptar em todos os lugares, dado a sua natureza abstrata, e substituindo diversos tipos de aparelhos. Abrindo as portas para o futuro das conexões instantâneas, que estão cada vez mais presentes no interior de lares, instituições e demais lugares, surge o chamado Bluetooth, ou seja, um tipo de tecnologia digital muito recente, que proporciona comunicação rápida, dispensando o cabo. São diversos tipos de dados ou de arquivos que podem ser conectados em muitos aparelhos ao mesmo tempo, de modo prático e seguro, tais como o telefone celular, os smartphones, os iPhones, os notebooks, as câmeras digitais, os consoles de videogame digitais, as impressoras, em teclados, os mouses ou por meio de fones de ouvido.

Neste texto será abordada a conexão Bluetooth em dispositivos do interior de veículos, dado que a maioria dos carros modernos chega ao mercado equipada para esta finalidade, dentro das possibilidades da tecnologia. É interessante que os consumidores se informem sobre essas vantagens do dispositivo de bluetooth, que pode vir a facilitar muito suas vidas. Portanto, vamos descrever a conexão Bluetooth no modelo Ford Ka.

O modelo Ford Ka está munido de um tipo de painel digital para rádio, com comandos bem detalhados sobre cada função. Em primeiro lugar o dono do carro precisa ligar o painel digital de seu Ford KA, o qual possui rádio, acionando todas as suas funções. O passo seguinte é acessar a função com ícone de telefone, pressionando o botão inferior esquerdo, para que a rede seja ligada; depois o Menu será aberto para que as funções sejam selecionadas; em seguida é preciso pressionar o botão OK três seguidas, localizado na parte esquerda superior do painel; o passo seguinte é prestar atenção à mensagem que aparecerá no display: ENTER PIN, junto de um código numérico como 636065; depois disso o usuário precisa ligar o Bluetooth do celular, que faz aparecer no display a seguinte mensagem: Ford BT, para que seja possível digitar o código numérico citado acima; depois deste processo é que é possível realizar o pareamento de conexão, portanto, o usuário deverá acionar a função de pareamento, para acessar todos os dados de seu celular. Após todo esse tutorial de procedimentos, o usuário pode selecionar os seus arquivos de som.

Trata-se, portanto, de um simples processo de passo a passo, sem complicações. Todas as pessoas podem aprender a fazer essa conexão, desde que estejam um pouco mais afeitas à tecnologia digital, aos aparelhos de smartphones. Deste modo será questão de minutos poder realizar o pareamento.

Assim, temos o esquema sumariamente descrito abaixo:

Primeiro é preciso ligar o bluetooth de seu celular; em seguida acionar o painel digital de seu Ford Ka. O processo começa a se desenrolar quando se seleciona a opção de telefones, cujo botão fica na parte inferior esquerda do painel; assim que o Menu abrir, é necessário acionar o botão da função OK, três vezes; em seguida surge a mensagem na tela: ENTER PIN e uma definição de código numérico; o próximo passo é ligar a função de conexão para que seja possível parear a rede do celular ao painel. Deste modo a conexão do Ford KA fica paralela à do celular.

É importante que o usuário visualize o nome de seu bluetooth no display, para que o mesmo fique ciente de que a conexão parelha foi bem sucedida.

A partir daí o dono do Ford Ka poderá acessar as suas músicas simplesmente acionando o botão de mídia, que faz o bluetooth ligar e aparecer na tela digital, sendo que a execução das músicas será automática, ou por meio dos botões do próprio painel. A pessoa pode selecionar ou pular as faixas que desejar, aumentar ou diminuir o som, controlando tudo no painel digital do Ford Ka.

O usuário pode até atender chamadas de celular controlando no painel digital, estando o bluetooth conectado e já pareado. Isto é possível com a opção de chamadas no botão de ícone para telefone. Para mais informações acesse os tutoriais em canais do Youtube: www.youtube.com/results?search_query=Como+conectar+bluetooth+Ford+Ka.

Por Paulo Henrique dos Santos

Bluetooth Ford Ka


Ford Fiesta 2018 terá seu lançamento adiantado e terá algumas características modernas.

Quem conhece o modelo Ford Fiesta já sabe que esse modelo é famoso por seu conforto e potência. O novo modelo promete novas mudanças as quais vamos citar aqui nesse texto.

O novo lançamento Ford Fiesta 2018 promete agrada em cheio

Ainda não foram passadas todas as surpresas do novo Ford Fiesta 2018, porém, se baseando nas informações passadas, já podemos esperar um carro completo e com muitas características modernas.

Vamos conhecer as novas mudanças do modelo Ford Fiesta 2018

A inovação será o carro chefe desse novo lançamento. O Ford Fiesta já é bem conhecido aqui no Brasil, pois sua venda no país começou em 1996 e a marca é conhecida pelas suas incansáveis mudanças para tentar se manter entre os primeiros colocados da lista dos carros mais vendidos do Brasil. vamos conhecer as principais mudanças:

– Altura 1,48 M

– Largura 1,73 M

– Comprimento 4,04 M

– Peso 1105 KG

– Entre Eixos 2,49 M

– Capacidade do tanque de combustível 51 L

– Capacidade do porta-malas 281 L

Além dessas mudanças, o Ford Fiesta 2018 pode mudar a cabine, assim como ter alterações na parte mecânica. Essas alterações ainda não foram confirmadas, porém, é quase certo que elas realmente se concretizem.

Itens de séries irá agradar em cheio os consumidores desse modelo

O Ford Fiesta já é conhecido por ter bons itens de série e cada lançamento da marca, eles procuram inovar e trazer o que há de melhor nessa parte tão importante de um carro. Pois as pesquisas de consumo de carros, mostram que os itens de série podem ser decisivos para que uma pessoa conclua a compra de um automóvel, talvez seja por isso que a marca caprichou nessa parte. Vamos aos itens de série do novo Ford Fiesta 2018:

– Sensor de chuva

– 7 Airbags

– Banco de couro

– Farol de Neblina

– Media System

– Assistência de partida em Rampas (HLA)

– Alarme Global Closing

– Controle eletrônico de Estabilidade e tração

– Sensor de estacionamento

– Cadeiras de crianças no padrão ISOFIX

– Tecnologia AppLink

Como podemos ver esses itens de séries são tops de linha e torna esse lançamento ainda mais completo, mostrando que ele será um sucesso de vendas.

Vamos falar do consumo médio do Ford Fiesta 2018

De acordo com a pesquisa do INMETRO, o consumo médio do Ford Fiesta 2018 com álcool é de 8,7 Km/l na cidade e de 12,3 Km/l na estrada. Já o consumo com gasolina é de 12,2 km/l na cidade e de 15,3 km/l na estrada. É um bom consumo pela potência dessa máquina.

Design externo fabuloso

Não podemos deixar de falar do design moderno do Ford Fiesta 2018. Com detalhes de elegância e modernidade ele pode ser considerado um carro bem chamativo, e é difícil não se encantar com tanta beleza em um único carro.

Vamos avaliar o valor das opções da linha Ford Fiesta 2018

O Ford Fiesta tem diversas versões e valores variados. Cada qual com seu atrativo. O que posso afirmar é que quem compra algum carro da linha não vai se arrepender, justamente pela qualidade e funcionalidade do mesmo. Vamos a tabela de preços do Ford Fiesta 2018:

– SE 1.6 16V- R$ 52.590,00

– SE 1.6 16V Style- R$ 55.320,00

– SEL 1.6 16V – R$ 59.490,00

– SEL 1.6 16V Style- R$ 60.020,00

– Titanium 1.6 16V- R$ 64.090,00

– SEL 1.6 16V PowerShift- R$ 65.790,00

-Titanium 1.6 16V PowerShift R$ 68.690,00

– Titanium Plus 1.6 16V PowerShift R$ 71.590,00

– Titanium 1.0 EcoBoost PowerShift R$ 72.890,00

Agora é só escolher sua versão ideal e aproveitar cada detalhe dessa máquina!

Cristiane Amaral


Modelo Hatch 2018 traz mudanças significativas. Confira.

Após um grande período fazendo pequenas alterações no modelo Ford Focus, para 2018 a montadora estadunidense leva ao público um hatch com mudanças significativas. Os itens de série fazem a diferença e a preocupação com segurança, conforto e tecnologia deixam o modelo bastante competitivo.

Em 2018 o mercado nacional de automóveis contará com um Ford Focus Hatch em versões com dois tipos de motores de 3 e 4 unidades de cilindro e muita potência. Confira os detalhes:

Segurança e tecnologia

O esportivo traz rodas aro 17” liga leve e o interior inspirado nos carros de corrida, com bancos com design esportivo e instrumentos acessíveis ao condutor. O volante e os bancos são revestidos em couro proporcionando um belo visual e conforto para os 5 ocupantes .

Quanto a segurança, por ter uma estrutura robusta e reforçada, no Latin NCAP, o Focus recebeu 5 estrelas por ser um dos carros mais seguros da categoria. Além disso, seu sistema de frenagem autônomo permite que o carro use os freios de forma automática diante de uma possível colisão. Isso acontece devido aos sensores instalados no para-brisa que acompanham o trânsito permanentemente.

Sobre a tecnologia, destacamos as inovações que a montadora confere ao seu hatch. O Focus, conta com sistema multimídia que permite total interação com veiculo e tela touchscreen com 8”.

O sistema também apresenta:

· Bluetooth e USB ( 2 entradas);

· Conectividade com Apple Carplay e Android Auto;

· Comando de voz;

· Navegador GPS em Língua Portuguesa;

· Estacionamento automático que auxilia o motorista em manobras na saída e entrada de vagas;

· AppLink que favorece o uso dos aplicativos do seu celular.

Sobre a performance

São duas opções de motor; o SIGMA Flex 1.6 com 135 CV que ganhou a nota A por economia de combustível depois da bateria de testes sob supervisão do Inmetro e o motor Direct Flex 2.0 com 178 CV. A embreagem é dupla, transmissão com 6 velocidades com mudança manual de marcha por meio das borboletas contidas no volante.

A direção é confortável e o volante se ajusta de acordo com a velocidade alcançada. Além disso, as vibrações provocadas por terrenos irregulares não são sentidas, proporcionando maior comodidade ao condutor e passageiros.

Sobre o uso de combustível: na cidade: 10,8 KM/l (gasolina) e no campo 13,6 KM/L (gasolina).

Ficha técnica

Motores:

1.6 Sigma Flex 135 CV; Torque 164 Nm a 5.250 RPM.

2.0 Direct Flex 178 CV; Torque 221 Nm a 4500 RPM;

Direção Elétrica;

Suspensão dianteira McPherson;

Suspensão traseira Multilink;

Altura: 1.469 mm

Porta-malas: 316 L;

Entre-eixos: 2.648 mm;

Largura: 2.010;

Comprimento: 4.360 mm;

Tanque: 55L.

Acessórios:

· Dispositivo antifurto para rodas e estepe;

· Go box: bolsa organizadora;

· Cadeirinha para Pet;

· Cargo Box;

· Premium Sound JBL;

· Rede organizadora;

· Geladeira;

· Suporte para celular, tablet e para bicicleta;

· Sensor para ponto cego;

· Travessa de teto;

· Friso lateral e calha de chuva;

· Soleira em Inox e LED;

· Antena esportiva.

Versões e preços do Focus Hatch

SE 1.6: R$ 76.190,00

Itens principais:

Roda 17”;

Alto falantes;

LCD multifuncional;

Assistente de partida.

Controle de estabilidade.

SE 1.6 Plus R$ 86.980,00

Itens principais que se somam a essa versão:

Air bag (Lateras, cortina e frontais);

Ar condicionado digital e automático;

Camera de ré;

Carplay e Android Auto;

Sync 3.

SE Plus 2.0 AT R$ 92.190,00

Além dos demais itens, essa versão traz motor direct flex 2.0 e transmissão com 6 velocidades.

TITANIUM 2.0 AT R$ 103.390,00

Sensor de presença na chave;

Teto solar;

sony sound premium;

5 alto-falantes.

Mais informações disponíveis na página oficial da Ford: www.ford.com.br.

Por Fabíola de Moraes

Ford Focus Hatch 2018

Ford Focus Hatch 2018

Ford Focus Hatch 2018


Veja aqui todos os detalhes sobre o Novo Ford Ka 2018.

A Ford traz no Ford Ka 2018 poucas alterações em relação ao seu antecessor. Algumas informações dizem que poderá ser lançado um modelo com câmbio automatizado de dupla embreagem chamado Power Fit, uma das novidades que podem ser lançadas.

Você conhece o Ford Ka? Se não, continue lendo este texto e veja mais detalhes sobre este carro de entrada da Ford, sua motorização e preços.

Geração do Ka

O Ford Ka na sua primeira geração não era muito aceito pelos consumidores no começo, isso em 2007, quando foi lançado no mercado. Um modelo diferente de todos os outros que eram vendidos no mercado nacional.

Era chamado de patinho feio, porque não era apenas diferente de todos os seus concorrentes, bem como da linha de carros populares da própria Ford. Este modelo foi inserido no mercado para ser mais um carro popular com motor 1.0, assim como seus concorrentes Corsa e Uno.

Um carro limitado a 4 passageiros. Um estilo inovador para aquele momento, demorou muito para ser aprovado pelos consumidores. No entanto, como tudo, aos poucos foi sendo aceito e aprovado.

Mudança Radical

Em 2014 é lançado a nova geração do Ford Ka, totalmente reestilizado, transformando aquele hatch compacto em um modelo mais moderno e a altura de seus concorrentes. Atualmente o Ford Ka é o terceiro mais vendido no Brasil, perdendo para outros dois hatchs, o Onix da Chevrolet e o HB20 da Hyundai

Uma diferença entre seus concorrentes é sua transmissão. Enquanto os concorrentes apostam em modelos com câmbio automático, o Ford Ka possui apenas transmissão manual.

O que pode mudar para 2018?

Como citamos anteriormente, o câmbio automático é muito esperado e pode ser a grande diferença para 2018. Um dos diferenciais será no quesito desempenho e economia que esta transmissão automática trará para o Ford Ka.

O interior poderá receber algumas alterações em seus itens. Para quem entrou em um Ford Ka pode ter percebido que seu interior é composto por muitos detalhes. Para 2018, o que podemos aguardar é um facelift agradável para os consumidores.

Outras novidades ficam por conta do motor 1.5 e a nova central multimídia, além do câmbio, é claro.

Tecnologia

Quem conheceu o modelo anterior ficou satisfeito com a tecnologia que este carro tem. Por ser um modelo de entrada, surpreende pelos detalhes e pelo jeito 2018 deve seguir a mesma linha.

A central multimídia Sync, My Connection com comandos de voz, My Ford Docks com ajuste pelo smartphone é a tecnologia deste carro de entrada. Trio elétrico nas portas com travas e vidros, além do porta-malas também com acionamento elétrico.

Ar condicionado e sistema de áudio com USB, Bluetooth e Rádio proporcionam o conforto que muitos motoristas desejam.

Motorização

Sua motorização é equipada com um motor arrojado de 3 cilindros de 1.5 e 12V, quem faz um teste drive vai ter suas expectativas superadas. Este novo motor substitui o Sigma e em seu lugar entra o Dragon Flex, unido ao câmbio automático.

No quesito desempenho e eficiência, suas notas poderão ser bem altas. Agora é aguardar como se sairão os modelos Hatch e Sedan 2018 com este novo motor.

Consumo

A economia é outro quesito que podem melhorar suas notas ainda mais. Os testes que foram feitos comprovam isso, tanto no perímetro urbano como em rodovias. O consumo estimado é de 17 km/l com gasolina e 11,26 km/l de etanol.

Versões e Preços 2018

As versões para os modelos 2018 serão variadas. Ford Ka Hatch ou Sedan com motorização 1.0 e 1.5, as versões são SE, SE Plus e SEL.

Os preços de saída devem ser estimados em:

Versões Motor 1.0, a partir de R$ 41.900 até R$ 48.140, e a versão motor 1.5, a partir de R$45.990 até R$ 52.140. Estes são os preços atuais, para 2018 acreditamos que podem sofrer acréscimos de R$ 3 a 5 mil em cada versão.

Porém para os fanáticos por este carro, o jeito é só aguardar e confirmar as novidades.

Marcio Ferraz


Confira aqui todos os detalhes do Novo Ford Ecosport 2018.

A companhia Ford está com novo modelo no mercado. A novidade já tem forma, tem nome e tem preço. Trata-se do Ford Ecosport 2018. Esta série possui modelos excelentes, design externo muito atrativo, nova mecânica e conteúdo, iniciando com o modelo SE e chegando ao Titanium, que é o top desta série nova.

A empresa e montadora Ford divulgou há poucos meses os valores dessa nova classificação de carros inéditos, na linha integral do EcoSport 2018, cujos números estão entre 73.990 reais e 93.990 reais. O menor preço dessa série refere-se ao modelo mais básico, ou seja, o SE 1.5, que está disponível pelo valor de 78.990, mas neste caso e com esse valor, ele chega ao consumidor aparelhado com um câmbio automático e até seis marchas. Entretanto, dentro desta configuração de carros, o mais bem sucedido entre os mesmos tem grande chance de manter sua posição de top, no caso o Freestyle, sendo valorizado em 81.490 reais em se tratando do manual e pelo valor de 86.490 reais, no caso do automático.

No que tange ao mais agraciado desta linha, o modelo Titanium constitui o único veículo da série munido com um motor 2.0, coroando com desempenho este conjunto de carros, tornando-se disponível pelo valor de 93.990 reis, entretanto, não possui a opção de caixa manual.

Estes modelos estão constituídos de entrada e intermediárias que os tornam perfeitos para a inauguração do inédito motor 1.5 Dragon aspirado, o qual está aparelhado com três cilindros, com um eficiente comando de válvulas duplo e variável em seu mecanismo de abertura e de fechamento. Com relação à utilização de injeção eletrônica mais convencional, este novo motor pode gerar excelente 137/130 de CV em uma potência que vai até 6.500 RPM e 16,1/15,6 KGFM em termos de torque a 4.500.

O modelo SE 1.5 está disponível em duas versões: no valor de 73.990, munido de câmbio manual e no valor de 78.990 reais em relação ao de câmbio automático. Os demais itens são: sete airbags perfeitamente distribuídos; o sistema de controles de estabilidade e controle de tração; sistema de ar-condicionado; sistema de direção elétrica e de vidros; sistema de travas e retrovisores elétricos; sistema em Sync portando uma telinha de 6,5 polegadas; aparelho sensor de pressão para os pneus; sistema de controle de cruzeiro; aparelho sensor de estacionamento instalado na parte traseira; as rodas são de liga leve com aro 15 e, também, as borboletas instaladas no volante para o automático.

O modelo Freestyle 1.5 está disponível pelo preço de 81.490 reais, no caso da versão com câmbio manual e no valor de 86.490 reais para o de câmbio automático. Outros atributos são: sistema de ar-condicionado automático e digital; aparelhado com sistema Sync 3 com a tela em oito polegadas e super sensível ao toque; sistema de câmera de ré; sistema de luzes diurnas de LED; conjunto de bancos revestidos em tecido e em couro; as rodas são de liga leve com aro raio 16; painel munido de instrumentos e de uma telinha com 4,2 polegadas e, também, um sistema de porta-malas com divisórias.

O modelo Titanium 2.0 está disponível pelo valor de 93.990, única versão que possui apenas o câmbio automático. Outros atributos são: dispositivo de teto solar elétrico; sistema de alerta de ponto-cego; sistema de acesso e partida alternativa, dispensando a chave; sistema de faróis de xenônio; aparelhado com sensor de luminosidade; conjunto de bancos com revestimento em couro claro; aparelhado com sistema de som da marca Sony em um conjunto de nove alto-falantes potentes; munido com um espelho interno eletrocrômico e as suas rodas são de aro raio 17.

Essa série está entre as melhores do ano, vale a pena conferir.

Para mais informações e ilustrações, acesse o site da montadora.

Paulo Henrique dos Santos


O Ford Mustang 2018 vai ser comercializado com apenas uma de suas versões no Brasil, que é a GT Premium.

No mundo automobilístico quando uma montadora quer apresentar o seu modelo mais recente, na grande maioria das vezes, a fabricante realiza um grande evento que conta com bom número de pessoas, entre o público apaixonado por carros, influenciadores digitais e claro meios de comunicação especializados neste tipo de publicação. E uma das montadoras que realizou este tipo de evento foi a Ford, no final do mês de novembro para apresentar o seu mais recente lançamento: o Ford Mustang 2018. O evento aconteceu na cidade de São Paulo, no Jockey Club da capital paulista. Se você quer saber mais informações a respeito deste veículo, leia o texto abaixo.

O Ford Mustang é uma das linhas de carro mais antiga e também uma das mais conhecidas. O primeiro modelo foi lançado no início dos anos 60 e em mais de 40 anos desde o seu primeiro modelo comercializado, este veículo é sinônimo de luxo, charme e elegância. Em todos esses anos foram lançados centenas de modelos, que apresentavam cada vez mais funções e inovações tecnológicas. A sua versão mais recente é o Ford Mustang 2018, este modelo já está sendo muito esperado pelos apaixonados por carros de luxo, por todas as qualificações que ele vai apresentar. Possui um carro luxuoso é o desejo de muitas pessoas. E este fato está se tornando cada vez mais uma realidade no Brasil. Visto que, nos últimos anos a economia brasileira melhorou e muito. Com isso, as pessoas estão levando um padrão de vida cada vez maior, assim, podendo investir em bens com um custo mais elevado.

Falando especificamente sobre o Ford Mustang 2018, este veículo no Brasil só vai ser comercializado uma de suas versões, que é a GT Premium, aliás considerada uma das melhores versões deste carro.

A GT Premium vai contar com incríveis 446 cavalos, pense em um carro com uma grande potência. Além de 10 marchas automáticas, ele vai ser um super esportivo de luxo. A alta tecnologia vai estar disponível neste carro. Visto que, a grande maioria dos comandos dele vão pode ser ativada através da fala. O seu computador de bordo vai poder ser sincronizado com os mais diferentes sistemas operacionais de aparelhos móveis, os celulares. E também vão apresentar mais funções do próprio carro, como criar um banco de dados para que o motorista se lembre das melhores condições para dirigir, como o melhor tipo de pista. Ainda falando do interior que vai ser inteiro de couro, o painel também foi remodelado para serem ainda mais modernos, os bancos sofreram alterações, com mais posições para serem estabilizados. O volante vai contar com a possibilidade de aquecimento para que o motorista dirija ainda com mais conforto.

A parte externa também foi mudada. O Ford Mustang 2018 ganhou faróis em LED. Além do seu para-choque ter sido redesenhado para uma versão mais moderno. O carro ainda apresenta linhas mais densas, o que confere um ar de sofisticação. Na parte traseira, o porta-malas está com mais espaço. Outro ponto que foi reformulado, é que por ser um carro com grande potência, o Ford Mustang 2018 conta com mais equipamentos de segurança, para que os motoristas possam aproveitar melhor tudo aquilo que o veículo pode oferecer. A previsão é que o novo modelo da Ford comece a ser vendido a partir da segunda semana do mês de dezembro de 2018 no Brasil. Inclusive em seu site existe a possibilidade, dos interessados já realizarem uma espécie de encomenda do veículo.

A expectativa é que ele seja vendido a partir de R$ 300.000,00 e podendo chegar até o valor de R$ 350.000,00.

Para saber mais do modelo, acesse o seguinte endereço eletrônico: www.ford.com.br/futuros-lancamentos/mustang.

Por Isabela Castro

Ford Mustang 2018 interior


Confira as versões, preços e características do modelo 2018 do New Fiesta.

Reestilizado, o Ford New Fiesta ganhou a nova versão que é a linha 2018, a primeira mudança depois de quatro anos no mercado brasileiro. Com preço sugerido variando entre R$ 56.690 e R$ 75.190, o automóvel não possui muitas mudanças, mas deve ser um dos grandes atrativos da marca. Confira mais detalhes sobre este lançamento na continuação desta matéria.

Mesmo se tratando de uma novidade importante e uma grande aposta da Ford, vale destacar que o New Fiesta 2018 perde o status de carro global, haja vista o lançamento da sétima geração na Europa. Apesar disso, o conceito ainda é moderno e sua plataforma com aços convencionais de ultra resistência ainda fazem desse automóvel uma boa opção no mercado. Além da plataforma que já é destaque, a montadora também aproveitou este lançamento para reforçar o teto e adicionar barras de proteção nas portas, algo que deve melhorar ainda mais a pontuação do New Fiesta 2018 quando o assunto é crash test.

E quando comparado com a versão anterior, saiba que o New Fiesta 2018 vem com novidades importantes. Um dos destaques é a central multimídia Sync3 que vem acompanhada da tela de 6,5 polegadas sensível ao toque. Vale destacar que esse sistema só está disponível a partir da versão SE Plus automática. Por outro lado, na versão intermediária SEL, esse item é de série e ainda adiciona as plataformas CarPlay e Android Auto. Na versão Titanium, top de linha do lançamento, a central multimídia ainda possui GPS e câmera de ré integrada.

E quando o assunto é mudança no visual é importante destacar que a principal novidade trata-se da nova dianteira do New Fiesta. O destaque fica por conta da nova grade de silhueta côncava, item bastante presente em automóveis mais caros e, atualmente, apenas o Peugeot 3008 conta com algo semelhante. Também é possível encontrar novidades no acabamento, que muda de versão para versão, sendo que o mesmo possui preenchimento em preto e cromado. Ainda na parte dianteira, os faróis permanecem com o mesmo design, no entanto, vieram equipados com projetos e fios de LED na versão Titanium, o que deixou seu visual mais arrojado.

A traseira, por sua vez, não apresenta grandes mudanças. As lanternas permaneceram com o mesmo formato, sendo que traços verticais de LED na seção principal foram adicionados. Com rodas aro 16 pretas e black piano presente tanto no para-choque quanto nos retrovisores, o pacote Style pode ser a grane alternativa para quem busca um visual mais agressivo.

A parte interna do automóvel realmente não conta com mudanças, com exceção para as versões com o sistema Sync3 que vem equipado com duas entradas USB no console entre os bancos. Para as versões mais caras do New Fiesta o luxo é garantido com as molduras estilizadas e o revestimento em couro.

Outra área com que não registrou mudanças no New Fiesta 2018 foi a parte mecânica. O principal destaque é quanto à versão Ecoboost, equipada com o 1.0 turbo a gasolina de três cilindros e 125 cv, que agora passa a integrar a versão SEL (antes fazia parte da top de linha Titanium). Com torque de 17,3 kgfm a 1.400 rpm, o New Fiesta conta com um dos melhores desempenhos da categoria.

Outro opção de motorização do hatch é o motor 1.6 16V flex Sigma com potências de 128 cv e 125 cv e torques de 16 kgfm e 15,8 kgfm, respectivamente, sempre a 5.000 giros e com gasolina e etanol. O mesmo possui câmbio manual de cinco marchas ou automático de dupla embreagem e seis marchas, opção padrão no turbo.

Confira abaixo o preço de todas as versões do New Fiesta 2018:

· Ford New Fiesta SE 1.6 flex Manual: R$ 56.690

· Ford New Fiesta SE Style 1.6 flex Manual: R$ 59.590 (mais R$ 2.900 com opcionais)

· Ford New Fiesta SE Style Plus 1.6 flex Automático: R$ 62.390 (mais R$ 5.700 com opcionais)

· Ford New Fiesta SEL 1.6 flex Manual: R$ 61.090

· Ford New Fiesta SEL 1.6 flex Automático: R$ 65.390 (mais R$ 4.300 com opcionais)

· Ford New Fiesta SEL Style Ecoboost Automático: R$ 69.790 (mais R$ 8.700 com opcionais)

· Ford New Fiesta Titanium 1.6 flex Automático: R$ 71.190

· Ford New Fiesta Titanium Plus 1.6 flex Automático: R$ 75.190 (mais R$ 4.000 com opcionais)

Por Bruno Henrique

Ford New Fiesta 2018

Ford New Fiesta 2018


Confira aqui mais detalhes sobre o Ford Ka 2018.

Muitas novidades são aguardadas para o ano de 2018 para a chegada do Novo Ford Ka. E para conferir todas as mudanças, ficha técnica e preços para o próximo ano, basta ficar ligado que nós te damos todas as informações que você precisa sobre essa linha que é sucesso de vendas da montadora. Vamos a elas?

Quais as mudanças no novo Ford Ka 2018?

Não se sabe ao certo quais as mudanças no modelo novo Ford Ka para o próximo ano. Isso porque a montadora americana tem mantido cada alteração em segredo.

Porém, ao que tudo indica, o novo Ford Ka 2018 trará uma grande mudança em relação ao câmbio, chegando às lojas o esperado câmbio automatizado e de dupla embreagem PowerShift. Com isso, a montadora espera atingir ainda mais consumidores e subir rumo ao topo nas posições do ranking de vendas.

Esse câmbio automático já era esperado na chegada do veículo no início deste ano, porém, a Ford acabou adiando a data. Um dos possíveis motivos para o adiamento se dá pelas diversas reclamações e polêmicas em relação à transmissão em questão.

Isso porque foram registradas queixas de clientes que possuem outros modelos da Ford com a mesma estrutura, como o Focus e a EcoSport. O que se espera, então, com o atraso é que a Ford esteja preparando e melhorando a caixa, de forma a deixá-la mais confiável.

Para os curiosos de plantão, a Ford não deu nenhuma dica sobre possíveis mudanças na reestilização do carro, deixando uma incógnita no ar para o seu lançamento. Assim, enquanto que o mesmo não chega às lojas, é preciso se contentar com as definições e ficha técnica da linha atual e que é comercializada no Brasil como o modelo 2017. A partir disso, já é possível projetar tudo o que vem por aí.

Ficha Técnica do Novo Ford Ka 2018

Atualmente, o novo Ford Ka na modalidade hatch é vendido no Brasil em versões diferentes. São elas, da mais potente para a mais básica, as seguintes: 1.5 N-VCT SEL (Flex), 1.0 SEL (Flex), 1.5 N-VCT SE Plus (Flex), SE 1.5 N-VCT (Flex), 1.0 SE Plus e, por fim, 1.0 SE (Flex).

O preço da top de linha é sugerido em R$ 53.890. Já na versão menos completa a tabela da Ford anuncia o preço de R$ 43.290.

Para saber o consumo total do novo Ford Ka, foi avaliado pelo Inmetro o modelo com motor 1.0 de três cilindros. O teste utilizou tanto a gasolina como o álcool no tanque, rodando o veículo na estrada e na cidade.

Sabendo disso, as médias de consumo do combustível foram, na estrada, de 15.1 km/l com gasolina e 10.4 km/l com álcool. Já na cidade, o consumo foi de 13 km/l utilizando a gasolina e 8.9 km/l com álcool.

Novo Ford Ka e suas mudanças

Lançado no mercado brasileiro no ano de 2007, o novo Ford Ka era completamente diferente de todos os modelos comercializados até então no país. A diferenciação foi percebida, inclusive, entre toda a gama de veículos vendidos pela Ford, sendo considerado um carro promissor e, ao mesmo tempo, único.

No ano de estréia, o novo Ford Ka entrou no mercado para ser um carro popular e muito bem equipado, com um motor 1.0, igual ao dos seus maiores concorrentes, o Fiat Uno e o Chevrolet Corsa. Todavia, eram o único entre os brasileiros com a limitação de, no máximo quatro passageiros.

Por diversos anos, o Ford Ka utilizou a mesma plataforma e a mesma carroceria, mudando somente em 2014, trazendo a nova geração. Uma estratégia para acompanhar os seus rivais, o hatch compacto se tornou um carro muito mais moderno em relação àquele conhecido anteriormente.

Hoje, o Ford Ka já é o terceiro carro mais vendido entre os brasileiros, ficando atrás apenas do Chevrolet Onix e do Hyundai HB20. Para avançar ainda mais nessa tabela, resta aguardar tudo que a montadora está reservando para o veículo em 2018. Fique ligado.

Kellen Kunz


Conheça aqui as novas versões e os preços do novo Ford Ka e Ka+ 2018.

Um importante anúncio foi feito pela montadora Ford recentemente, no que diz respeito a seu modelo e campeão de vendas no Brasil. Trata-se da chegada da linha de 2018 do Ka, que traz novidades promissoras para os apaixonados pelo automóvel.

E se você ficou interessado e quer saber mais sobre tudo que aguarda em termos de tecnologia e inovação para o veículo, nós te damos todos os detalhes para ele não passar despercebido. Vamos a eles.

A grande novidade

A grande novidade que aguarda os usuários para o próximo ano é a chegada de duas novas versões do modelo. Nas configurações hatch de Tecno e S, ambas possuem detalhes atrativos e promissores.

Sendo assim, podendo-se falar um pouco mais sobre cada uma, sabe-se que a versão Ford Ka Tecno é equipada com um motor 1.0 de três cilindros, com um valor que fica entre as já existentes SE Plus e a SEL. Sendo assim, o preço médio do carro é de R$ 48.390.

O pacote do mesmo inclui itens de série como: bancos com cores e com costuras exclusivas, rodas de 15 polegadas em aço, vidros elétricos na parte traseira, faróis de neblina, computador de bordo, assistente de partida em uma rampa, controles eletrônicos para estabilidade e tração, central multimídia SYNC e, por fim, retrovisores elétricos.

Já o Ford Ka S oferece também o motor 1.0, sendo uma opção com valor mais em conta no que se refere à linha do modelo. Partindo de R$ 44.030, os itens de série abrangem vidros elétricos dianteiros, ancoragem Isofix para as cadeiras infantis, trava elétrica, ar-condicionado e, ainda, direção elétrica.

As demais versões continuam?

A fabricante, apesar de trazer as novas versões do Ka, garante que as demais que já são oferecidas aos públicos continuam em alta. São elas: Trail, SEL, SE e SE Plus.

Disponíveis em motores que vão do 1.0 até 1.5, todas elas ganharam a regulagem de altura de série no banco do motorista, garantindo maior conforto de quem o pilota. Não bastasse isso, a linha de topo SEL ainda veio com bancos com revestimento em couro.

E o sedã Ka+?

Assim como o hatch teve algumas alterações que o deixaram ainda mais bem equipado, o Ka+, a opção em sedã do veículo, também ganhou uma nova versão. Trata-se do Ka+ Advanced, incluído nas opções com o motor 1.5, ficando na intermediária da SE Plus e da SEL.

Com o valor partindo de R$ 55.690, o automóvel possui controles eletrônicos para a tração e a estabilidade, computador de bordo, assistente para partida em rampa, rodas de 15 polegadas em aço, vidros elétricos traseiros, bancos com costuras e cores exclusivas, e muito mais.

Além disso, a linha sedã ainda possui a versão Ka+ SE, que parte de R$ 48.040 no motor 1.0 e chega a até R$ 52.640 na opção 1.5 e de quatro cilindros. Já na SE Plus, o carro agrega também o retrovisor elétrico, custando R$ 50.190 no 1.0 e R$ 54.790 no 1.5.

Na versão topo de linha chamada de SEL, os bancos são em couro e os valores os seguintes: R$ 56.190, quando na opção equipada com o motor 1.0 de três cilindros; e R$ 60.790 na opção de motorização 1.5.

Gostou de saber sobre as novidades? Pois saiba que o modelo Ford Ka já está na sua terceira geração, levando em conta o seu lançamento no ano de 1997.

Com isso, pode-se ver que, a cada ano, ele está cada vez mais ousado naquilo que se propõe, se renovando e trazendo muitas novidades. Portanto, resta aguardar o que espera o veículo para o próximo ano, já que falta muito pouco para esse começar oficialmente.

Kellen Kunz


Versão 2018 do EcoSport ficou R$ 4 mil mais caro.

O novo Ford EcoSport atualizado a pouco tempo pela montadora americana terá reajuste de preços segundo a Ford. O utilitário esportivo, que inaugurou o segmento no Brasil e foi sucesso de vendas durante muitos anos, líder em seu segmento aliás, obrigando as outras montadoras a “correrem” atrás do prejuízo tanto no lançamento como na importação de veículos que pudessem suprir os novos gostos do consumidor brasileiro, terá aumento médio de R$ 4 mil em todas suas versões disponibilizadas para comercialização.

Os aumentos ocorreram a partir da versão de entrada SE, com aumento médio de R$ 3 mil, a FreeStyle, sucesso de vendas, virá com aumento em torno de R$ 1mil a R$ 2mil, a topo de linha 2.0 Titanium sofreu reajuste com acréscimo em seu preço inicial de tabela de R$ 2 mil.

A nova geração vem com mais equipamentos e novas motorizações

O novo EcoSport vem recheado de novos equipamentos e acompanha uma nova geração de motores mais potentes e econômicos.

Seu exterior sofreu atualizações principalmente na dianteira, com novos formatos da grade dianteira e faróis de xenon e luzes diurnas de LED, além de rodas de liga-leve de 17 polegadas. O interior é novo também e conta uma qualidade de acabamento superior, novos revestimentos, teto solar elétrico e assoalho inteligente do porta-malas permitindo o uso de mais espaços.

Na parte de Multimídia e Tecnologia a principal novidade é o novo sistema SYNC 3 com tela de 8 polegadas, permitindo conectividade total, como por exemplo o atendimento de chamadas telefônicas, navegação por GPS, controle de todas as funções de entretenimento e total compatibilidade tanto com o sistema Android Auto como Apple Carplay. O modelo conta com acendimento automático de faróis quando anoitecer e chave com sensor de presença permitindo a partida dentro do veículo sem seu contato, isto se dá graças a identificação da chave dentro do veículo por sensores, além da abertura e destravamento das portas com um simples toque da maçaneta identificando a aproximação da chave no veículo.

A Ford aprimorou seu pacote de segurança, disponibilizando no Novo Ford EcoSport sete airbags de série, sendo dois laterais, dois de cortinas entre as portas, 2 frontais e por fim um para o joelho do motorista, além disto o novo modelo conta com sistemas de monitoramento de pontos cegos, alerta de tráfego cruzado dando total apoio ao motorista nas mudanças de faixa, além de monitoramento de pressão de pneus, controle de estabilidade e sistema anticapotamento.

Os novos motores entregam mais potente com mais economia, a Ford disponibiliza duas versões principais:

  • Motor 1.5 3C Flex, de três cilindros, com 137 cv de potência, torque de 159Nm e 4.500 rpm.
  • Motor 2.0 Direct Flex, com 176 cv de potência, torque de 221Nm e 6.500 rpm.

A economia divulgada para os motores 1.5 é de 11,6km/l na cidade e 13,1km/l na estrada, na versão mecânica. Os motores 2.0 fazem 8,8km/l na cidade e 12,0km/l na estrada.

O consumidor tem a disposição um novo sistema de transmissão automática, utilizando uma nova transmissão de seis velocidades com torque totalmente integrado as novas motorizações apresentadas, garantindo trocas de marchas suaves na condução.

Os novos preços

Pela nova tabela disponibilizada pela Ford, segue os novos preços disponibilizados por versão:

Novo Ford Ecosport 1.5 SE Mecânico 2018: Preços a partir de R$ 76.990,00.

Novo Ford Ecosport 1.5 SE Automático 2018: Preços a partir de R$ 82.990,00.

Novo Ford Ecosport 1.5 FreeStyle Mecânico 2018: Preços a partir de R$ 82.490,00.

Novo Ford Ecosport 1.5 FreeStyle Automático 2018: Preços a partir de R$ 88.490,00.

Novo Ford Ecosport 2.0 Titanium Automático 2018: Preços a partir de R$ 95.890,00.

Carlos B.


Modelo ganhou as versões Sportrac 4×4 e XLS 4×2.

Que a Ford Ranger veio para conquistar o público apaixonado pelas picapes, todo mundo já deve saber. Porém, em um mercado cada vez mais competitivo, a montadora Ford anunciou recentemente que o modelo ganhou duas novas versões que são diferenciadas entre si.

A linha 2018 traz as combinações de Sportrac 4×4 com câmbio automático, bem como a de motorização 2.2 turbodiesel, uma XLS 4×2 na versão com câmbio manual. Os valores dos automóveis são R$ 159.990 e R$ 133.720, respectivamente.

É importante salientar que, ainda, a picape teve um reajuste nos preços, podendo esse variar conforme a configuração escolhida. A variação pode ser de R$ 1.390 até R$ 2.400, como será visto na sequência, após maiores especificações sobre as versões.

As versões Sportrac 4X4 e a 2.2 turbodiesel

Muito baseada na versão XLS 2.2 4×4, a Sportrac 4×4 está apostando em um visual totalmente aventureiro. Prova disso são os acessórios e os detalhes estéticos do veículo, que possuem exclusividade para o seu usuário. São eles: adesivos laterais, santantônio, estribos, rodas pintadas de cinza, soleiras nas portas, nome da versão aparente em bordado nos bancos do veículo e pneus para uso misto.

Já a versão que é equipada com o motor 2.2 turbodiesel com 160 cavalos de potência traz os mesmos equipamentos de série do modelo XLS 2.2 turbodiesel 4×4, como a direção elétrica, ar-condicionado, rodas de 16 polegadas, rádio com MP3/CD/Bluetooth, e muito mais.

É importante destacar que sua configuração diminuiu a diferença de preço em relação ao Limited 2.5 flex, se aproximando muito mais daquela encontrada na, atualmente, mais vendida picape no Brasil, a Fiat Toro Volcano 4×4 automática.

As novidades da linha 2018

A Ford não podia deixar barato e incrementou algumas novidades na linha 2018 de sua picape. Entre os destaques, pode-se citar, nas configurações XLS, o acréscimo de uma câmera de ré e de um sensor de estacionamento traseiro.

Nas variantes XLT, todavia, perde-se na caçamba o santantônio, mas se ganha as rodas Limited com 18 polegadas, pneus all-season, capota marítima e uma central multimídia SYNC 3. O mesmo equipamento também poderá ser encontrado na Ranger Limited.

Todas as configurações

São muitas as configurações encontradas na linha 2018 da Ford Ranger, com valores que variam de R$ 105.880 até R$ 187.350, já contabilizando o aumento do reajuste. Sendo assim, da versão top de linha até a mais barata, temos em primeiro lugar a Ranger Limited 3.2 turbodiesel 4×4 automática de 200 cavalos de potência. Com um aumento de R$ 2.160, o novo valor ficou R$ 187.350.

Na sequência, temos a Ranger XLT 3.2 turbodiesel 4.4 automática de 200 cavalos de potência. O aumento dessa foi o maior registrado, sendo de R$ 2.400. O valor final é de R$ 171.490.

Após, temos a Ranger Sportrac 2.2 turbodiesel 4×4 automática de 200 cavalos, a novidade apresentada das versões com câmbio automático. O valor é de R$ 159.990. E por último, apresenta-se a Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4×4 automática de 160 cavalos, a mais barata das versões com câmbio automático. O aumento registrado foi de R$ 1.700, ficando o valor em R$ 153.990.

Nas versões com câmbio manual, a mais cara é a Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4×4 manual de 160 cavalos. O aumento foi de R$ 1.860 e o valor ficou em R$ 145.350.

A nova Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4×2 manual de 160 cavalos custa R$ 133.720, enquanto a Ranger Limited 2.5 flex de 175 cavalos é vendida por R$ 125.180 (o aumento registrado foi de R$ 1.390).

Por fim, as duas últimas versões são: Ranger XLT 2.5 flex de 175 cavalos, com aumento de R$ 2.013 e valor final de R$ 116.520; e a Ranger XLS 2.5 de 175 cavalos, a mais barata de todas, no valor de R$ 105.880 (aumento registrado de R$ 1.890).

Kellen Kunz


Confira todos os detalhes sobre o Ford Ka.

O Ford Ka, que foi lançando no ano de 1997, no mercado brasileiro acomodava, assim que foi produzido, somente quatro pessoa, mas desde aquela época muitas coisas foram alteradas e melhoradas até chegar nessa geração atual. Ao passar dos anos, o Ford Ka acabou se transformando em um veículo mais moderno e mais espaçoso. Entretanto, a montadora não irá ficar parada no tempo, visto que a disputa entre os veículos hatches compactos está bem acirrada, e vale lembrar também, que é a fatia do mais desejada pelas montadoras no mercado brasileiro. Para tanto, a montadora americana reserva diversas novidades a cada linha que é lançada para que possa brigar de igual para igual os lideres atuais do mercado brasileiro, que são os modelos Hyundai HB20 e Chevrolet Onix.

Confira a ficha técnica e as especificações do Ford Ka:

Motor: Transversal, Dianteiro, 4 cilindros, flex, comando duplo, 16V

Potência: atinge 110 cavalos a 5.500 giros

Cilindrada: 1498 cm³

Câmbio: Tração dianteira com manual de 5 velocidades

Torque: atinge 14,8 kgfm a 4.250 giros

Suspensão: McPherson independente na frente; e na traseira, eixo de torção

Direção: Elétrica

Pneus: 195/55 raio 15

Freios: Na dianteira discos ventilados e na traseira tambores

Largura: 1,69 metro

Comprimento: 3,88 metros

Entre-eixos: 2,49 metros

Altura: 1,52 metro

Porta-malas: capacidade de 216 litros

Tanque de combustível: capacidade de 51 litros

Peso: 1.018 Kg

Números aferidos através de teste

Velocidade real ao atingir 100 km/h – 94 km/h (marca 6km/h a menos)

Velocidade em 1.000 metros: 164,5 km/h

Aceleração de 0 – 1.000 m: 32,1 s

Aceleração de 0 – 400 m: 17,6 s

Aceleração de 0 – 100 km/h: 11 s

Retomada 80 – 120 km/h (em 5ª marcha): 16,5 s

Retomada 60 – 100 km/h (em 4ª marcha): 10,7 s

Retomada 40 – 80 km/h (em 3ª marcha): 7,5 s

Frenagem 60 – 0 km/h: 14,8 m

Frenagem 80 – 0 km/h: 27,1 m

Frenagem 100 – 0 km/h: 41,3 m

O Consumo rodoviário é de 12,1 km/l, abastecido com etanol.

O Consumo urbano é de 8,2 km/l, abastecido com etanol.

O Consumo médio é de 10,1 km/l, abastecido com etanol

Possui uma autonomia na estrada de 617 km

Por Filipe Silva

Ford Ka


Veja os preços das versões do Novo Ford EcoSport 2018.

A Ford tem investido cada vez mais no seu modelo EcoSport. A prova disso é que a montadora anunciou para a segunda quinzena do mês de agosto o início da comercialização de uma nova linha 2018 do SUV, com nova dianteira e interior totalmente redesenhado.

E não fica por aí. Agora o veículo terá também versões inéditas de motores que irão se destacar entre os concorrentes.

Ficou curioso e quer saber mais? Vem que a gente conta todas as novidades para você.

As Versões e Preços

São no total três versões que compõe os acabamentos disponíveis no modelo EcoSport. A primeira é a SE 1.5, com câmbio manual ou automático. Respectivamente, os valores desse modelo são de R$ 73.990 e R$ 78.990.

Já a versão Freestyle 1.5 também é encontrada com câmbio manual ou automático. Os valores desses, na ordem, ficam em R$ 81.490 e R$ 86.490. E, por fim, o modelo Titanium 2.0 chega somente com caixa automática e no valor de R$ 93.990.

Configurações de Entrada

O EcoSport está chegando com configurações de entrada que já vem de série. Sendo assim, o modelo possui, na versão SE 1.5, controles de tração e de estabilidade, sete airbags localizados por todo o veículo, uma central multimídia com tela de 6,5 polegadas e compatível com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto e, ainda, rodas de liga leve com 15 polegadas.

Além disso, o modelo ainda conta com direção assistida elétrica, ar-condicionado e travas e retrovisores elétricos inclusos. Já em relação à transmissão, essa é automática com conversor de torque e de seis marchas, o que incrementa a lista de equipamentos com o controle de velocidade de cruzeiro e também de borboletas no volante, em caso de troca manual das marchas.

Já no modelo EcoSport Freestyle manual, a multimídia passa de 6,5 polegadas para uma de 8 polegadas, acrescentando também um computador de bordo com uma tela colorida, luzes para condução de dia, ar-condicionado com controle digital, rodas de liga leve em 16 polegadas, bancos revestidos em tecido e couro sintético e câmera de ré. Na versão automática, é agregado o controle de trocas de câmbio embutido no volante.

E por fim, a versão Titanium, além do motor mais potente, vem com rodas de 17 polegadas, alerta para tráfego cruzado, monitoramento do ponto cego, teto solar e elétrico, bancos em couro sintético, sensores para chuva e luminosidade, faróis de xenônio, partida de motor em botão, sensor de chave e um retrovisor interno antiofuscante.

Em termos de mercado, a EcoSport está pronta para competir com os seus maiores concorrentes. São eles: Jeep Renegade, Honda HR-V e o Hyudai Creta. Resta aguardar quem leva a melhor.

Kellen Kunz


Ford Ka deve passar por reestilização e ganhar novo visual na linha 2019.

O Ford Ka e o Ka+ já não são tão novos. Ambos os modelos foram lançados lá atrás, em julho do ano de 2014. De lá para cá, já conhecemos sua história, mas talvez algo mude mais um pouco. De acordo com informações divulgadas pela imprensa especializada, esses dois modelos deverão passar por algum tipo de reestilização já no próximo ano. Ainda segundo as informações da imprensa, tanto o hatch quanto o sedã com uma ‘cara nova’ deverão estrear na linha 2019.

Entretanto, até o momento o que se sabe mais ou menos com certeza é de que as alterações deverão ser pontualmente visuais e, em sua grande parte, estarão focadas na parte dianteira dos veículos. Por outro lado, o conhecido motor tricilindríco 1.5 Dragon será deixado de lado e não fará parte do hatch.

Testes em Andamento

Segundo apontam as fontes, os carros, ou melhor, os modelos de testes já estão rodando como protótipos de testes no Brasil. Aliás, vale lembrar que a reforma da estética visual do carro compacto será coisa da Ford Ásia Pacífico. As tais mudanças visuais serão concentradas nas partes móveis. Isso quer dizer que, no caso da dianteira, as alterações estariam restringidas aos faróis e para-choque. Com relação ao para-lamas e capô, a informação é de que continuarão os mesmos.

Já na traseira, como já virou meio que uma tradição nas reestilizações realizadas pela Ford, apenas o para-choque deverá passar por algum tipo de retoque. As lanternas permanecerão as mesmas, entretanto, poderão receber alguns novos ‘dispositivos’ internos.

Motorização

Neste ponto, o que se sabe até o momento é que o Ford Ka 2019 terá os mesmos motores 1.0 e 1.5 que conhecemos atualmente. No caso o propulsor 1.5 de três cilindros, tem capacidade para 85 cv se for abastecido com etanol, apresentando torque de 10,7 kgfm. A gasolina, temos 80 cv com torque de 10,2 kgfm.

O bloco 1.5 conta com uma potência de 111 cv com torque de 15 mkgf a etanol. A gasolina, temos 107 cavalos com torque de 14,8 kgfm.

Sobre as opções de câmbio, não há alterações previstas. Com isso, o Ford Ka 2019 continuará com o de cinco velocidades nos dois tipos de motorização.

Por Denisson Soares


A montadora Ford informou diversos detalhes referentes ao novo Fiesta 2018, modelo que teve sua apresentação realizada na Alemanha.

O Ford Fiesta 2018 será comercializado em cinco diferentes versões: Titanium, Trend, Active, ST-Line e Vignale e será disponibilizado em sete opções de propulsores, sendo cinco movidos a gasolina com 1.1 cc de 70 cv, 1.0 cc EcoBoost com 100 cv, 1.1 cc com 85 cv, 1.0 cc EcoBoost com 140 cv, 1.0 cc EcoBoost com 125 cv. Os outros dois são a diesel, sendo 1.5L TDCi com 85 cv e outro 1.5 TDCi com 120 cv.

Os modelos com propulsores aspirados estão associados somente com um câmbio manual de cinco velocidades, já os 1.0 EcoBoost utilizam uma transmissão manual com seis velocidades. A única configuração que contará com uma opção de câmbio automático utilizando conversor convencional de torque é a 1.0 EcoBoost que possui 100 cv.

Ainda foi reforçado seu conjunto de suspensões, utilizando controle de vetorização de torque de forma eletrônica, que aumentou a aderência em 10% ao realizar curva, já os espaços de frenagem diminuíram em 8%.

O novo Fiesta 2018, dependendo da configuração, conta com os seguintes equipamentos: airbags laterais traseiros e dianteiros, de cortina e frontais; Controle Eletrônico de Estabilidade; Sistema de Auxílio à Frenagem emergencial; alerta de cinto desafivelado, ISOFIX para ficção de cadeiras infantis.

Inicialmente, o Fiesta 2018, será comercializado com carroceria de cinco e três portas, e possui de comprimento 4,04 m, largura de 1,73 m, altura de 1,48 m e entre-eixos de 2,49 m.

O Fiesta 2018 será disponibilizado nas seguintes cores: Azul Califórnia, Branco Ártico, Prata Dublin, Vermelho Arizona, vermelho Vermont e Preto Bristol.

Confira abaixo os valores da linha 2018 do Fiesta:

Ford Fiesta versão SE 1.6 MT – R$ 51.990

Ford Fiesta versão SE Style 1.6 MT – R$ 54.660

Ford Fiesta versão SEL 1.6 MT – R$ 58.790

Ford Fiesta versão SEL Style 1.6 MT – R$ 59.330

Ford Fiesta versão SEL 1.6 AT – R$ 64.990

Ford Fiesta versão Titanium 1.6 MT – R$ 63.300

Ford Fiesta versão Titanium 1.6 AT – R$ 67.890

Ford Fiesta versão Titanium Plus 1.6 AT – R$ 70.690

Ford Fiesta versão Titanium Plus 1.0 EcoBoost AT – R$ 71.990

Por Filipe Silva

Ford Fiesta 2018

Ford Fiesta 2018


Montadora deverá iniciar pré-venda no final do mês de julho de 2017.

Algumas horas após apresentar o Novo EcoSport 2018 na Argentina, para a imprensa do Brasil, a montadora americana Ford acabou por confirmar as datas nas quais o SUV redesenhado irá, de fato, estrear no mercado brasileiro. Através de um comunicado, a fabricante adiantou que aproximadamente no final do mês de julho irá ser dado início das vendas do veículo, no modelo de pré-venda, que será realizada por todas as concessionárias em território brasileiro. Ainda de acordo com informações da montadora, logo depois, por volta do mês de agosto, as primeiras unidades irão ser entregues para os consumidores que realizaram a aquisição.

O novo EcoSport 2018, embora tenha sido apresentado primeiramente nos Estados Unidos, de forma mais precisa no Salão do Automóvel da cidade de Los Angeles, na Califórnia, irá começar as suas vendas no Brasil primeiramente e em seguida, países como Peru, Argentina, Colômbia e Chile irão receber o veículo. Os valores e as versões são uma incógnita, visto que a montadora não informou nada referente a isso, apenas garantiu, por meio de um comunicado, que irá oferecer preços bem competitivos no segmento dos modelos SUVs de última geração, isto para as versões mais bem equipadas e também para as versões de entrada.

O novo EcoSport linha 2018 foi reestilizado tanto por dentro quanto por fora e irá contar com diversas modificações quando o assunto é mecânica. Assim como já foi adiantado, o oferecimento dos propulsores irá ser composto por motores de 2000 mil cilindradas, este que é o mesmo utilizado no Focus, que gera uma potência de até 178 cavalos e com injeção direta. Além do inédito motor de 1500 cilindradas em seus três cilindros, gerando 137 cavalos de potência, o qual irá substituir o 1.6 atual. A transmissão, que contava com um câmbio automático PowerShift, não estará mais disponível e agora passa a dar a posição para um modelo convencional automático com seis velocidades.

A montadora americana ainda não deu informações referentes aos valores e também nem quais serão as versões de acabamentos que serão comercializadas.

FILIPE R SILVA


Confira aqui todas as novidades e preço do Ford Ka Trail.

Você sabe quem foi o modelo escolhido pela Ford para enfrentar os concorrentes Onix Active e HB20 X? É o Ka, que chegou agora no modelo Trail. O carango recebeu várias mudanças tanto internas quanto externas, confira a descrição de algumas delas.

Vamos começar pela parte externa, sua aparência e estrutura. Ele recebeu rack teto, rodas de liga leve mais escuras, molduras em suas caixas de rodas, apliques prateados nos para-choque dianteiro e traseiro, além da escrita Trail.

Em relação a sua estrutura, os pneus ficaram mais altos, os amortecedores foram trocados e ele ganhou uma barra estabilizadora nova. No entanto, não se engane, ele foi projetado para encarar estradas de chão batido com cascalhos, o Ka não foi feito para andar na lama e nem em buraqueira pesada.

Quanto ao consumo, de acordo com o Inmetro, ele faz 8,8 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada com etanol e, com gasolina, 12,5 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada.

O Ka Trail terá dois modelos de motor: o 1.0 de 3 cilindros e 85 cavalos e a opção com motor 1.5 de 110 cavalos. Além disso, ele não será vendido como topo de Gama, pois estará no meio termo entre o Ka Se Plus 1.0 e o SL 1.5. Isto é interessante, dentre outras coisas, por causa do preço, estimado em R$ 47.690,00 na versão 1.0 e R$ 51.990,0 na versão 1.5. Se compararmos com os concorrentes citados aqui, o Onix Active custa R$ 58.490,00 (motor 1.4) e o HB20X R$ 59.645,00 (motor 1.6).

Na parte interna, os bancos ganharam um revestimento bonito de couro sintético, o tecido e a costura são coloridos, até mesmo nas laterais dos bancos e nos elásticos, que funcionam como porta-objetos. Além disso, ele possui pedais em alumínio, com soleiras e tapetes personalizados. O painel recebeu apenas uma modificação, um suporte para colocar o telefone celular.

O Ka começou a ser produzido em 1996, desde então o carro passou por uma série de transformações em todos os sentidos. Mas o importante é que todas elas tiveram um importante impacto e positivo para o modelo. Do antigo carro de 4 lugares, agora há a versão Trail, muito mais espaçosa. Portanto, se estiver procurando um carro no estilo Trail, com ótimo consumo e visualmente bonito, o Ka pode ser uma ótima opção.

Rafael Costa Ferreira


Modelo conta com diversas novidades, confira.

O Ford Ka foi o 3º carro mais vendido no mês de abril de acordo com uma tabela da publicada pela Fenabrave. Em primeiro lugar foi o Onix, seguido pelo HB20. No total, foi avaliada a venda de 50 automóveis. Para competir no mercado, a nova versão do Ka 2017 conta com câmbio automático e muitas novidades.

O carro foi lançado no País em 1997 e, atualmente, destaca-se pela sua inovação e tecnologia. A nova versão poderá ser encontrada tanto com carroceria hatch, quanto sedan, e ambos têm câmbio automático opcional, que já está sendo testado pela marca. A transmissão será automática e de dupla embreagem denominada PowerShifft. Este sistema já existe em outros modelos de carro como o New Fiesta, por exemplo. Além disso, estará associada também ao motor 1.5 Sigma.

O novo Ka 2017 também tem ais equipamentos de segurança como o banco traseiro que é bipartido, cinto de segurança de três pontos para o passageiro do meio e um terceiro apoio de cabeça. O carro tem câmbio manual de 05 marchas sendo 1.0 – potência (cv) 80 (G) / 85(E), câmbio manual de 05 marchas ou câmbio automático opcional de 1.5 – potência (cv) 105 (G) /110 (E), e na versão básica ele conta com airbag duplo, ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos, sistema de freio ABS, além de sistema de áudio integrado com conexão bluetooth, entre outros tipos de equipamento para oferecer segurança e conforto para os motoristas e passageiros.

Com as novidades, os preços também ganharam reajustes. Na versão SE 1.0 o valor era de R$ 41.590 e passou para R$ 41.990,00, a versão sedan também teve seu valor aumentado de R$ 44.590,00 para R$ 44.990,00 e a versão Ka SEL 1.0 era de R$ 47.590,00 e passou a ser de R$ 48.140,00. Outra diferença era o Ka+ SEL 1.0 que custava R$ 50.590,00 e foi reajustado para R$ 51.140,00.

A versão considerada o topo de linha de 2017, a SEL Plus deve custar em torno de R$ 57.840,00, e tem vários adicionais como senso

Por Babi

Ford Ka 2018


Problema atinge a linha 2017 da picape e o reparo será feito gratuitamente.

Comprar um carro zero quilômetro é o sonho de muitos brasileiros. Afinal, espera-se que com a compra de um zero acabam-se as intermináveis visitas às oficinas mecânicas, tão comuns para quem possui carro usado. Nesse sentido, como ocorre com quem compra um automóvel novo, é somente necessário uma supervisão para checar se está tudo ok de tempos em tempos.

Contudo, pode acontecer que mesmo um carro que tenha saído sem nenhuma rodagem da concessionária necessite de um reparo.

Na maioria das vezes quando isso acontece as próprias lojas fazem a convocação dos veículos com eventuais problemas e realizam o reparo de forma gratuita, é o chamado recall.

Nesse sentido, a montadora Ford acaba de um anunciar o seu mais novo recall.

Dessa vez estão convocados as Picapes Ranger do ano de 2017. Segundo a fabricante de automóveis, o motivo da convocação se dá pelo fato de existir um defeito nos airbags instalados nas laterais do veículo, que pertencem ao motorista e seu passageiro.

Segundo a Ford, o problema precisa ser reparado pois há o risco de que em casos de colisão ou acidentes os airbags não inflem, colocando assim em risco a vida dos ocupantes do veículo.

Nesse sentido, a recomendação da fabricante é que os proprietários de Picapes Rangers ano 2017 entrem em contato com as concessionárias da Ford e façam o agendamento de uma data para que o veículo seja vistoriado e caso seja necessário, seja realizada a substituição dos módulos que compõem o airbag instalado para motorista e passageiro.

Segundo os técnicos profissionais da Ford, o reparo em que será realizada a substituição dos módulos dos airbaig deve durar cerca de 60 minutos.

A Ford anunciou que os automóveis Picapes que podem ter sido afetados com esse problema possuem fabricação entre os dias 14 do mês de novembro do ano de 2016 e 31 do mês de janeiro de 2017. Esses veículos possuem os chassis que têm o intervalo entre HJ472852 e HJ489996.

Nesse sentido, se você é proprietário de uma Picape Ranger 2017 e está com dúvidas em relação ao recall, informe-se em uma concessionária da Ford e faça o seu agendamento o mais rápido possível, para que você possa utilizar seu automóvel de forma tranquila e segura.

Sirlene Montes


Modelo começou a ser produzido nos anos 90 e se tornou um dos queridinhos da população.

Fundada nos Estados Unidos há mais de 100 anos, a distribuidora de automóveis Ford é uma das marcas mais reconhecidas neste segmento de mercado. A organização possui modelos urbanos e de luxo, que são reconhecidos graças a sua excelente e tradicional linha de montagem, que faz com que os veículos sejam um dos mais procurados pelos consumidores. Atualmente a empresa está presente em praticamente todo território mundial, sendo os seus modelos um dos mais consumidos no mundo.

E um dos carros mais vistos, principalmente nas ruas das cidades brasileiras, é o Ford Ka. O modelo começou a ser produzido no final dos anos 90 e em 2017 atingiu a incrível meta de um milhão de unidades produzidas no país. O automóvel se tornou um dos veículos preferidos dos motoristas graças a uma série de características como o seu bom valor de mercado, a sua estética que agrada bastante aos motorista e claro, ao grande desempenho que ele comprova nas pistas brasileiras.

O Ford Ka está hoje entre os cinco utilitários mais vendidos no país. E ao longo dos anos passou por algumas transformações, como um design mais moderno para atrair mais compradores, sobretudo os mais novos, já que por ele possui um tamanho menor, torna-se mais fácil para conseguir um local para estacionar, por exemplo. Outra ponto que chama atenção, quando se fala do design, é as opções de cores, nos dias atuais o Ford Ka possui 5 exemplares de coloração, do branco ao vermelho. Ou seja, tentando agradar a todo tipo de consumidor.

Outra questão que é priorizada na fabricação do Ford Ka é a segurança que ele proporciona ao condutor e passageiros. Os modelos possuem freios do tipo ABS, Airbag duplo e Controle Eletrônico de Estabilidade. Tudo isso para que o motorista tenha certeza que está conduzindo um carro que foi planejado para garantir a segurança de todos os ocupantes.

Devido a isso e outras características, este incrível automóvel conseguiu essa significante marca de um milhão de exemplares fabricados no país. Pois os brasileiros são apaixonados por carro e dessa forma sabem apreciar e a valorizar um excelente automóvel como é o caso do Ford Ka. E se você ainda não possui o seu exemplar, a próxima vez que for comprar um carro avalie as condições que o Ford Ka pode lhe proporcionar. Você não vai se arrepender!

Isabela Castro.


Outlet Caoa irá oferecer descontos de até R$ 15 mil em seus carros.

A CAOA anunciou que estará promovendo um feirão em suas concessionárias da marca Ford. De acordo com a rede, a ideia é que sejam aproveitados modelos de 2016 que estão em estoque. Durante a 1° edição Outlet Caoa, as concessionárias irão oferecer descontos que podem chegar até R$15.000 em relação ao preço que vem apontado nas tabelas. Também serão oferecidas condições especiais para quem quiser fazer um financiamento. Um dos destaques da ação serão os planos com juros zero e saldo que poderão ser distribuídos em 18 ou 24 parcelas mensais.

Segundo a Caoa, no decorrer do outlet os modelos que estiverem em promoção serão identificados no showroom com um logotipo da promoção no parabrisa. Entre os modelos que farão parte da ação está o Focus Titanium Plus, que está sendo disponibilizado com as carrocerias Hatch ou Fastback (2016). O modelo será vendido por R$ 89.590. Ou seja, aqui teremos um desconto de R$15 mil em relação ao preço tabelado de R$104.590. Ainda sobre este modelo, uma outra vantagem é que ele poderá ser financiado com taxa zero. O plano envolve 60% de entrada e um saldo distribuído em 18 parcelas mensais.

Vamos ter também o Fusion Hybrid (2016). O preço promocional aqui será de R$136.200. Um desconto de R$15.000. A opção de financiamento tem taxa zero com planos com 60% de entrada e parcelas divididas em 24 meses.

Os consumidores que estiverem interessados em outro modelo, no Ford Ranger XLT Turbo Diesel, por exemplo, poderão adquiri-lo pelo valor de R$138.990, com pagamento à vista. Isso representa R$15 mil a menos do que o valor designado na tabela. Neste caso, também há a possibilidade de participar de um plano de financiamento com a entrada facilitada e possibilidade de parcelamento no cartão de crédito.

Continuando nossa lista de modelos em promoção tempos ainda o New Fiesta Hatch 1.6 Titanium Automático. Durante a ação ele será vendido pelo valor de R$ 64.597,86. O preço de tabela é de R$ 73.190,00. Este modelo também entra na lista daqueles que poderão ser adquiridos com entrada facilitada e parcelamento via cartão de crédito.

Para saber mais sobre o Outlet Caoa e os endereços das concessionárias participantes, bem como detalhes sobre as promoções, acesse www.caoa.com.br/ford.

Por Denisson Soares


Modelo chega ao mercado buscando agradar os consumidores aventureiros.

Para quem estava acostumado com o Ford Ka na cidade, agora vai ter uma boa surpresa. A Ford, de olho no segmento de trilhas, acaba de anunciar nesta terça-feira, dia 28, o lançamento do modelo feito para quem gosta de aventura: o Ford Ka Trail.

Novidade para os consumidores, nenhuma para quem já é do ramo de automóveis, pois a nova versão já havia sido anunciada no último salão do automóvel no mês de novembro de 2016, em São Paulo.

A proposta da Ford agora é tentar trazer para uma quantidade maior de clientes o lado aventureiro e tentou adaptar um dos seus modelos mais acessíveis aos terrenos acidentados e cheios de obstáculos de quem gosta de aventura e assim costuma encarar uma trilha nos finais de semana.

Além do gosto pela trilha, a montadora busca aproximar os seus consumidores que, mais do que o gosto pela aventura, não possuem recursos suficientes para comprar um modelo mais sofisticado e adaptado às estradas que nunca viram um pedaço sequer de asfalto. Este segmento está em franca expansão no Brasil, apesar da crise atual.

O Ford Ka Trail deverá chegar às lojas neste mês com um motor de três e quatro cilindros. O primeiro é do tipo 1.0 (com mais de 80 cavalos força) e o segundo do tipo 1.5 de quatro cilindros, com mais de 100 cavalos força. Eles deverão custar ao bolso dos seus consumidores mais fiéis, cerca de R$ 48.000,00 e R$ 52.000,00, respectivamente.

As versões que serão comercializadas deverão possui ar condicionado, comandos de voz e vidros e travas elétricas.

O design externo se assemelha ao seu ‘irmão gêmeo’ das cidades, com a adoção de faixas exclusivas nas laterais, faróis de neblina e roda de liga leve que já vem pintada de preto da fábrica.

O estilo do interior do novo modelo é composto por exclusivos bancos de couro, com detalhes alaranjados e que combinam sempre com as suas faixas utilizadas no seu exterior. Além disto, ele ganhou o seu nome gravado nas soleiras das portas e os pedais de comando ganharam um exclusivo revestimento de alumínio.

Emmanoel Gomes


Confira aqui as principais novidades apresentadas no Novo Ford Fiesta ST 2019.

A nova versão do Ford Fiesta 7, o Fiesta ST, que foi apresentado recentemente no exterior, não tendo previsão de estreia no Brasil, promete chegar a 200 cv e ganhará as ruas no início de 2018. A apresentação mundial acontecerá em março, no Salão de Genebra. Trata-se da terceira geração do Fiesta a ganhar versão ST e é o primeiro modelo trabalhado pela Ford Perfomance a utilizar um propulsor com tão poucos cilindros.

Para alcançar esta proeza, o carro vem com motor 1.5 EcoBoost, que tem a mesma base do futuro 1.5 Dragon. Com isso, a promessa é que o Fiesta ST 2019 terá 200 cv de potência, podendo alcançar 100 km/h em 6,7 segundos.

O visual também vem um pouco diferente, tendo dimensões maiores e inspiração no Focus, com 1,48 metros de altura, 1,73 metros de largura e 4,04 metros de comprimento.

O novo modelo é extremamente eficiente, pois traz um sistema que cortará o funcionamento de um dos cilindros quando estiver andando tranquilamente, no trânsito comum. Será como andar em um esportivo bicilíndrico.

No que se refere às questões estéticas, o hatch está mais invocado com divisórias em formato de colmeia na grade, saias laterais e tomada de ar do para-choque expandida. O escapamento é duplo e trará válvula eletrônica que torna maior o ronco do motor de acordo com o modo de pilotagem escolhido: Track, Normal ou Sport.

As rodas são de liga leve, diamantadas, com aro 18 e utilizam cinco raios diagonais que formam um Y. Os pneus são de perfil extremamente baixo e o disco de freio trará um pinça esportiva vermelha.

Além disso, a nova versão traz possibilidades de teto solar elétrico simples com restante do teto pintado de preto. O lançamento traz a cor “Liquid”, um tom de azul exclusivo da versão esportiva.

Na parte interna, pequenos detalhes trazem um charme especial ao modelo, como volante em couro com costura dupla e empunhadura microperfurada. O design dos bancos é esportivo, com abas laterais da Recaro, que dão firmeza ao motorista e aos passageiros.

Ainda não foram divulgados todos os detalhes do Fiesta ST, mas já dá para perceber que estamos falando de um novo estilo de hatch, potente e extravagante.

Iris Gonçalves


Modelo será vendido em financiamentos de até 30 meses com taxa zero de juros.

A linha 2018 do Ford Ka vai chegar com preço promocional. De acordo com as últimas informações, o valor deve ficar em torno dos R$ 41.490. O financiamento poderá ser feito com taxa zero em até 30 meses. A oferta especial é válida até o dia 07 de março.

O compacto é equipado com travas elétricas, vidros elétricos, ar-condicionado, direção elétrica, controle remoto e som com comandos de voz.

A versão de entrada, SE, traz taxa zero distribuída em 24 meses. Há também outras opções de financiamento para o Ford Ka 2018. Por exemplo, no caso do 1.0 SE, ele pode ser adquirido com o consumidor pagando uma entrada de R$ 25.000 e divido em 48 parcelas de R$ 446.

A linha 2018 não conta com alterações significativas com relação ao visual e acabamento, aliás, sobre este ponto são quase nulas. O Ka 2018 vai continuar oferecendo as opções de motorização flex, 1.0 TiVCT de três cilindros com capacidade para gerar uma potência de 85 cavalos. Já as outras contam com quatro cilindros (Sigma 1.5 16V, com 110 cavalos de potência).

O cenário atual do setor automotivo segue em uma alta competição, especialmente entre aqueles veículos que estão situados em uma faixa de até 50 mil reais no mercado nacional. Mesmo considerando o fato da alta queda na comercialização de carros no ano de 2016, que foi amplamente divulgada, as montadoras com maior atuação no mercado brasileiro acreditam que em 2017 será possível registrar algum positivismo no setor.

Entre os principais concorrentes do Ford Ka 2018 vamos ter o Fiat Mobi, Nissan March, Renault Clio, Novo Uno, Fiat Palio, Volkswagen Gol, Chevrolet Onix, Up e o HB20.

No meio disso tudo é interessante observar que o preço de venda do novo Ford Ka provavelmente irá passar por alguma alteração. Isso graças a crise financeira que o Brasil está enfrentando e que insiste em não dar sinais de que vai embora. Alie-se a isso ainda as dificuldades oriundas da inflação. Com isso, podemos esperar quase certos de que o Ka 2018 comece com preços de cerca de R$45 mil e podendo chegar a R$56 mil.

De qualquer maneira, qualquer atitude no sentido de facilitar a vida do consumidor é bem vinda, mesmo não sendo grande coisa.

Por Denisson Soares


Modelo pode ser financiado em 30 vezes com taxa zero até o dia 7 de março.

A montadora norte americana Ford, lançou o compacto Ka em seu modelo 2018, o qual chega no mercado com valor promocional de R$ 41.490, além disso, conta com financiamento em 30 meses e com taxa zero, sendo válidos até o dia 7 de março deste ano.

O modelo vem equipado com ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos na parte dianteira, som com comandos de voz e travas elétricas com controle remoto. A opção de entrada é a SE, a qual conta com parcelamento em 24 vezes com taxa zero.

O Ford Ka 2018 conta também com outras opções para realizar financiamento. Por exemplo, o modelo 1.0 versão SE pode ser comprada com uma entrada no valor de R$ 25.000 e parcelar o restante em 48 vezes de R$ 446.

O modelo não conta com alterações de acabamento e nem visuais, o Ka 2018 irá continuar com as versões de motorização flex, 1.0 TiVCT de três cilindros que gera uma potência de 85 cavalos, e a outras possui quatro cilindros, sendo um Sigma 1.5 16V, com 110 cavalos de potência.

Atualmente, a competição continua em alta entre os veículos de até 50 mil reais no mercado brasileiro. Mesmo tendo uma alta queda na comercialização de veículos no ano de 2016, as montadoras principais que atuam dentro do Brasil apostam em melhorias para o ano de 2017.

Os concorrentes principais do Novo Ka modelo 2018 são: Hyundai HB20, Volkswagen Up, Chevrolet Onix, Volkswagen Gol, Fiat Palio, Novo Uno, Renault Clio, Nissan March e Fiat Mobi.

Porém o preço de comercialização do novo Ka 2018 deve sofrer uma pequena alteração, devido a crise financeira que o Brasil está passando e pelo aumento da inflação também. Desta forma, pode se esperar que o lançamento 2018 da marca inicie com valores em torno dos R$ 45.000 podendo chegar aos R$ 56.000.

Veja abaixo a tabela de valores da linha anterior, a 2017:

  • Ka 1.5 modelo N-VCT SEL (Flex) – R$ 53.090,00
  • Ka 1.5 modelo N-VCT SE Plus (Flex) – R$ 49.090,00
  • Ka 1.0 modelo SEL (Flex) – R$ 48.990,00
  • Ka SE 1.5 modelo N-VCT (Flex) – R$ 46.690,00
  • Ka 1.0 modelo SE Plus (Flex) – R$ 44.990,00
  • Ka 1.0 modelo SE (Flex) – R$ 42.590,00

Por Filipe Silva

Ford Ka 2018

Ford Ka 2018

Fotos: Divulgação


Novo Vermelho Toscana custará R$ 1.300 a mais no preço final do veículo.

A montadora americana Ford lançou os novos modelos 2017 do já bastante conhecido Focus, nas versões Hatch e Fastback, em setembro de 2016. O principal atrativo é o sistema multimídia Sync, que está em sua terceira geração. O sistema tem tela sensível ao toque de 8 polegadas e compatibilidade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto, além de ser considerado um dos melhores do mercado em se tratando de som automotivo.

O novo anúncio da montadora agora, chama a atenção para a nova cor do Focus, chamada de vermelho toscana, que pode ter um lindo acabamento perolizado. A opção da nova cor, ainda segundo a Ford, é o resultado de uma pesquisa feita com consumidores de diversos países, que aponta uma nova tendência no comércio de carros com esses tons de cores.

Caso o consumidor opte por esse novo tom de cor, terá que desembolsar R$ 1.300,00 ao preço final. Vale lembrar que o consumidor também tem ao seu dispor as cores cinza moscou, cinza ubatuba, azul aurora, preto gales, prata geada e branco árido. A única opção de cor que não representa ônus para o consumidor é a vermelha bari, mas é uma pintura sólida, ou seja, um pouco inferior ao estilo perolizado.

Segundo a Ford, a cor mais preferida pelas pessoas que compram o Focus no Brasil e no mundo é a branca, que é responsável por 50% das vendas. O segundo lugar fica com a cor preta, com cerca de 14% das saídas.

O Focus é vendido no Brasil desde 1998 e desde então já passou por três gerações com algumas reestilizações, apresentados nas versões hatch e sedã. Sempre foi um estouro de vendas da Ford e por isso está com fabricação ininterrupta por quase duas décadas.

O preço sugerido pela montadora é a partir de R$ 76.200,00 e o modelo oferece duas opções de motores: flexpower 1.6 com 135 cv e 2.0 com 178 cv.

A Ford espera que essa nova cor seja um sucesso de vendas e que agrade a todos os seus exigentes consumidores por aqui. Quem viver, verá.

Rodrigo Souza de Jesus


Modelos sofrerão aumento e custarão de R$ 43 mil a R$ 60 mil.

Quem aprecia os modelos Ford Ka e Ka+ pode se surpreender com aumento de preços para as edições 2018 da marca. De acordo com informações publicadas pelo site “Notícias Automotivas”, os valores do Ka 1.0 SE poderão chegar a R$ 43.760, enquanto o Ford Ka 1.0 SE Plus custará R$ 46.390 e o Ford Ka+ 1.5 SEL Plus chegará por R$ 60.690, dentre outros modelos.

Segundo a publicação, apesar de pagar mais caro pelos novos modelos, o consumidor terá à disposição algumas mudanças, como a inclusão de tapete de borracha de série. A montadora também anunciou que brevemente pretende colocar no mercado um dos grandes lançamentos aguardados pela marca: o Ford Ka Trail – veículo que surge com vocação para “aventura e estrada” – como define a marca Ford.

Esse modelo já está em processo de produção e foi anunciado em 2016, durante o Salão do Automóvel, que ocorreu em novembro, na cidade de São Paulo. Na ocasião, a reportagem da “Quatro Rodas” definiu o modelo como um carro dotado de “trejeitos de Indiana Jones”.

O Ford Ka é fabricado no ABC paulista desde o fim dos anos 90, em São Bernardo do Campo. Esse modelo, desde então, é exportado para a América Latina. O modelo Ford Ka também é produzido na Espanha, o que atende, especialmente, ao mercado de países europeu.

Isenção do IPI para compra de carro

Poucas pessoas sabem, mas a lei garante isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para compra de um automóvel para quem se enquadra nos seguintes casos: pessoas com deficiência física, visual, mental ou autistas – mesmo que tenham menos de 18 anos, mas no caso será preciso a participação de um representante legal. Contudo, será preciso seguir alguns passos, que incluem preenchimento de formulário (requerimento de isenção), além de um laudo para avaliar a condição da pessoa, dentre outros fatores. Outras informações podem ser obtidas na página da Receita Federal.

Lembrando que a pessoa com deficiência poderá conduzir o veículo desde que esteja apta. E essa isenção apenas poderá ser aproveitada a cada 24 meses, não menos do que esse período. Caso haja interesse em adquirir um novo carro, será preciso aguardar após dois anos da solicitação anterior.

Por Letícia Veloso


Motadora apresenta primeiras imagens e informações da versão conversível do novo Mustang.

A montadora americana Ford lançou recentemente a versão reestilizada do Mustang conversível, que vai ser bem parecido com a versão cupê e vai estar presente em mais de 50 salões do automóvel espalhados pelo planeta.

O início das vendas do Mustang nos Estados Unidos será a partir do segundo semestre desse ano e a versão cupê do modelo estreou em terras americanas em setembro do ano passado e foi um sucesso de vendas.

No Brasil, o modelo deve dar as caras por aqui entre o segundo semestre desse ano e o início de 2018. A previsão da Ford é que a versão mais potente do Mustang, a V8, venha para o Brasil, onde o entusiastas do carro esperam ansiosamente por isso.

Além das pequenas mudanças no visual, como para-choque da frente, faróis e grade dianteira redesenhados, o potente esportivo ganhou 3 opções de novas cores para carroceria e 12 opções de conjunto de rodas.

A maior novidade é que o painel de instrumentos é todo digital e vem com uma tela sensível ao toque de 12 polegadas, que pode ser personalizada.

A parte mecânica do Mustang oferece um motor V8 ainda mais potente e com o conjunto de suspensão mais firme.

O tradicional motor 3.7 V6 irá sair de cena, ficando apenas o conhecido 5.0 V8 e o 2.3 Ecobost de quatro cilindros. As opções de câmbio manual e automático ainda é oferecido nas duas versões do Mustang, mas no motor V8, o modelo traz a dupla embreagem de brinde.

Caso o comprador opte pelo câmbio automático, além do potente motor, ele terá a disposição 10 marchas para usar a vontade, a versão anterior era de seis marchas. A Ford afirma que o novo câmbio permite trocas mais rápida e suaves ao mesmo tempo com trocas de marchas quase imperceptíveis. O grandalhão ainda conta com novo sistema de frenagem a distância, alerta de fadiga e distância de outros carros.

A montadora americana ainda não divulgou o preço do Mustang, mas ao que tudo indica, não será nada barato e vai ter um público extremamente seleto, geralmente pertencentes as classes A/B.

Algumas pessoas questionam se é economicamente viável lançar um carro desse porte aqui no Brasil, onde se instalou uma crise financeira que está assolando o país de norte a sul e o preço da gasolina saindo por quase 4 reais. Quem viver, verá!

Rodrigo Souza de Jesus


Modelo começará a ser produzido no país a partir de junho de 2017.

Já foi revelada pela Ford a nova linha do EcoSport, em novembro, no Salão de Los Angeles, nos Estados Unidos. A linha 2018 será lançada primeiramente no Brasil e ao que tudo indica a produção da mesma terá início na planta de Camaçari (BA), no mês de junho deste ano. A informação é do jornalista Fernando Calmon, que contou alguns detalhes.

As limitações financeiras e as condições atuais do mercado, que não são nada boas, são os pricipais entraves da Ford, que no acumulado de 2016 vendeu 28,1 mil unidades do EcoSport, contra a venda de 55,7 mil unidades vendidas do Honda HR-V e 51,5 mil unidades do Jeep Renegade. Ou seja, com as concorrentes, quando o assunto é crossovers compactos, a Ford não vem se garantindo muito bem.

A verdade é que o novo Ford EcoSport será repaginado com algumas atualizações, seguindo algumas diretrizes padrões dos carros mais recentes da Ford. Algumas alterações foram feitas na tentativa de emplacar a venda do veículo. Alguns itens serão totalmente redesenhados, como os faróis, a grade dianteira, os para-choques e as rodas de liga-leve. O novo Ford EcoSport também contará com um painel inédito no interior, o novo modelo EcoSport ficará ainda mais moderno, dando destaque ao sistema SYNC 3, que possui tela sensível ao toque.

O motor atual do veículo, o 1.6 litro Sigma, será trocado pelo inédito 1.5 litro Dragon de três cilindros e 12 válvulas, o motor deverá render algo em torno de 130 cv e 16 kgfm. Jà o motor 2.0 litro Duratec deve passar a gerar cerca de 178 cv e 22 kgfm, com injeção de combustível direta, seguindo os passos do usado no Focus. A expectativa da montadora é aumentar a eficiência dos veículos.

O câmbio automatizado ainda é um mistério se será ou não substituído, o atual PowerShift de seis marchas e de dupla embreagem através de uma caixa automática convencional, recebeu bastante reclamação a seu respeito. A tração dianteira e a transmissão de cinco marchas continuarão fazendo parte do EcoSport.

Augusto Leão


Chamado abrange veículos fabricados entre 2013 e 2016.

Se você é proprietário de um automóvel Ford Fusion, cujo modelo foi fabricado entre os anos de 2013 e 2016, fique atento às informações a seguir, pois a Ford acaba de fazer um importante pronunciamento em relação a esses automóveis.

Na realidade, a Ford fez para os proprietários desses veículos uma convocação, pois os mesmos apresentam um problema no cinto de segurança que pode colocar em risco a segurança e a vida de seus ocupantes.

A Ford anunciou a convocação na última sexta-feira dia 20 do mês de janeiro. Segundo esse pronunciamento oficial, os donos do automóvel sedã modelo Fusion, produzidos no período que vai do ano de 2013 até 2016, devem apresentar seus automóveis em unidades Ford, pois de acordo com a montadora do Brasil, esses automóveis se por algum motivo vierem a sofrer uma colisão, os cabos para a fixação dos mecanismos para o pré-tensionamento dos cintos de segurança que estão na parte dianteira do automóvel acabam sendo expostos a temperaturas muito altas, fazendo com que o cabo de tração possa ter sua resistência reduzida.

Dessa forma, em casos de acidente as pessoas que ocupam o veículo e estejam utilizando os cintos da parte dianteira correm o risco de ficarem presas aos bancos de forma inadequada, estando sujeitas ao risco de serem acometidas por alguma lesão.

Ainda de acordo com a Ford, os proprietários não precisam se preocupar, pois os veículos não ficarão retidos para o recall, na realidade para cada veículo, a estimativa é que sejam gastas aproximadamente duas horas para o erro seja corrigido. Além disso, os proprietários terão o reparo feito de forma gratuita.

O reparo é feito de forma simples, onde um revestimento será aplicado, afim de garantir a proteção ao cabo, tornando o cinto resistente como deve ser.

Diante disso, se você é proprietário de um desses veículos, não deixe de levá-lo a uma concessionária Ford e resolva logo esse problema.

Em caso de dúvidas e para maiores informações, os interessados podem ligar no número 0800 703 3673 ou acessar o site oficial da Ford em www.ford.com.br.

Só não deixe de procurar a Ford.

Sirlene Montes


Novo modelo chega ao país via importação e custará cerca de R$ 550 mil.

Para quem tem saudades da potente F-250 da Ford, em breve, já no final do mês de fevereiro de 2017, poderá ter contato com a sua mais nova versão, totalmente reestilizada, principalmente na parte externa, a nova Ford Lariat.

Apesar de ter deixado de ser fabricada no Brasil no ano de 2012, a F-250 deixou saudades e agora poderá voltará ao país numa versão totalmente importada. Para quem deseja uma destas, deverá procurar a Direct Imports, além de estar disposto a colocar a mão no bolso. A nova versão não deverá sair por menos de R$ 500 mil.

E para quem espera novidades nesta nova versão, com certeza vai encontrar. Logo de cara, os admiradores da primeira versão da F-250 vão continuar a contar com a imponência incorporada ao novo modelo. Além disto, a nova cabine estendida deverá ajudar bastante neste novo aspecto.

Em termos de potência, a nova Lariat F-250 vai chegar ao país com o potente motor PowerStroke, do tipo V8, com consumo de 6.7 litros de diesel. Tudo isto para atingir uma potência de mais de 440 cavalos de força, com um estrondoso torque de quase 130 Kgfm. Toda esta capacidade é comandada por um sistema automático de câmbio de seis marchas e uma maravilhosa tração 4×4.

Para esta versão bastante atualizada e renovada da F-250, a Ford não economizou no conforto interno de seus ocupantes. A Lariat vem com equipada com sistema de ar condicionado de duas zonas e bancos com sistema próprio de aquecimento. A fabricante não poderia ficar de fora da interação do tipo multimídia de seus consumidores e trouxe para o novo modelo uma central de interação equipada com uma tela de sete polegadas e um sistema do tipo GPS já integrado ao painel do volante.

Desta vez, a Ford não economizou no acabamento externo e trouxe para o novo modelo uma pintura que combina duas tonalidades, além de detalhes cromados dos para-choques e os apoios dos pés para a subida tanto do motorista, quanto a do passageiro (estribos).

Aliás, economia não é o forte deste modelo. O valor que o consumidor vai gastar para ter o novo modelo na sua garagem seria suficiente para comprar duas RAMs 2.500, no valor de quase R$ 260 mil cada uma. Se o modelo fosse adquirido em território americano, seu preço, na chamada conversão direta ficaria algo em torno de R$ 145 mil reais (cerca de US$ 45 mil). Quanta diferença!!!!

Emmanoel Gomes


Versão aventureira do Ka começará a ser produzida no primeiro trimestre deste ano.

A fabricante americana de veículos Ford apresentou no Salão do Automóvel de São Paulo um modelo urbano com traços aventureiros, o Ka Trail, que segundo informações da montadora, já se encontra praticamente finalizada para que entre em produção ainda nos primeiros três meses deste ano.

Pelo lado externo do veículo, o Ka Trail, com perfil aventureiro e esportivo, conta com rodas de liga leve em aro de 15 polegadas na cor cinza, além de faróis de neblina com a marca “Trail” escrito em sua moldura diferenciada, capas nas maçanetas e retrovisores ambos na cor cinza, rack de teto e adesivos nas cores laranja e cinza na parte traseira e lateral. Para dar um toque final no visual, os pneus são de uso misto e as molduras nas caixas de roda são um pouco mais altas que as convencionais.

Na parte interna, o modelo conta com bancos revestidos em couro de forma parcial com costuras verde e laranja, além de soleira com o a marca “Trail” e uma pedaleira esportiva.

No quesito motorização a nova versão não conta com modificações se comparada com as versões convencionais. Será vendida com os propulsores de mil cilindradas (1.0) e com três cilindros, que gera 85 cavalos de potência e outro com 1500 cilindradas (1.5) e quatro cilindros, com uma potência máxima de 110 cavalos. Dentre os seus maiores concorrentes estão os novos Chevrolet Onix Activ e o VW Gol Track.

O pacote com itens diferenciados do novo hatch conta com pneus de uso misto, suspensão elevada, rack de teto, coberturas plásticas nas caixas de roda, sem contar um tipo de “peito de aço” situado abaixo do para-choque dianteiro. Os retrovisores são escurecidos e possuem adesivos tanto na parte lateral, como na parte traseira com a marca da versão. Já as rodas são aro 15″ em liga leve.

A versão que estava exposta no Salão do Automóvel era equipada com propulsor 1.5 cc de 111 cavalos e com transmissão manual.

Acredita-se que até o mês de março a nova versão do Ka já esteja nas concessionárias por todo o Brasil, porém, os valores ainda não foram informados.

FILIPE R SILVA


Novo modelo pode perder motor V6 e deve contar com faróis menores.

O clássico dos anos 60, o americano Mustang, já está em sua sexta geração e vai dar o ar de sua imponência aqui no Brasil em 2018. Na verdade, essa é a primeira reestilização do muscle car da Ford desde sua nova geração e que não houve nem tempo para mistérios por partes dos projetistas da montadora, pois uma filmagem oficial que foi divulgada na internet, mostrou todo o glamour desse carrão que quer ganhar espaço em terras brasileiras.

O recém lançamento será o marco da era Mustang no Brasil. A nova geração do V8 divide opiniões e alguns admiradores do carro alegam que o muscle car ficou com aspecto mais entristecido por causa dos novos faróis, um pouco menores do que a antiga geração. Em contrapartida, outros dizem que o novo facelift que o Mustang ganhou foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. As modificações do Mustang foram os novos faróis menores e grade dianteira mais alta, para-choque com novo design e luzes diurnas de leds, um pouco mais altas e mais chamativas, além do novo capô. Na parte traseira, as modificações foram mais sutis como no para-choque e lanternas, mas ainda lembra e muito a geração anterior. Ainda não foram divulgados nenhum vídeo ou imagem do inteiror do Mustang.

A parte mecânica é o grande atrativo desse americano que veio com o propósito de impressionar a todos. O câmbio automático de 10 marchas trabalha em perfeita sintonia com o grande e potente motor V8 5.0, que libera 441 cv. Os engenheiros da Ford estão pensando na possibilidade do Mustang perder o famoso motor V6 3.7 para que o motor 2.3 de quatro cilindros fique como padrão do carro.

A previsão é que em 2020, a versão híbrida do carrão entre em cena e a pretensão é que o muscle car renda força como um motor V8. A montadora americana ainda não detalhou quais as versões que o Mustang oferecerá aqui no Brasil, mas que certamente não está pensando em economia de combustível, tão necessária em época de crise financeira.

A maior questão é que esse tipo de carro já tem seu público certo e só falta saber se o muscle car dos anos 60 vai agradar quando chegar por aqui. Quem viver, verá!

Rodrigo Souza de Jesus


Confira aqui as principais novidades e a previsão de lançamento do modelo 2017 do Ford Ka.

Conheça o Novo Ka do ano de 2017, que dessa vez vai chegar ao mercado trazendo câmbio automático, que o coloca no mesmo nível de seus rivais.

O Ford Ka mudou muito desde que foi lançado em 1997 e vinte anos depois de seu primeiro lançamento o modelo promete impressionar e conquistar novos admiradores

Segundo a Ford, o Novo KA vai oferecer carrocerias do tipo sedan (Ka +) e hatch, que serão equipadas com câmbio automático (de forma opcional). Além disso, a Ford promete motores novos, que devem trazer economia para seus proprietários.

É a primeira vez que o modelo Ka vem equipado com câmbio automático. A Ford já estava trabalhando em testes para fazer o lançamento em 2017. É o sistema de dupla embreagem Power Shift, já trazidos pelo New Fiesta e EcoSport. Além disso, o Novo Ka é equipado com motor 1.5 Sigma.

Além de um visual todo reestilizado, a Ford preparou o novo Ka com muito mais eficiência em seus motores. Na realidade, essa proposta de motores novos, muito eficientes, já havia sido adotada pela montadora do Brasil, nos modelos globais como os novos Fusion, New Fiesta, EcoSport e Focus. Esses modelos são equipados com motores de 1.0 l, três cilindros, alguns são 1.5, outros 1.6 Sigma Ti-VCT e Duratec 2.0, com injeção direta.

Contudo, a Ford busca resultados melhores no que relaciona às vendas de seus modelos no Brasil. Pensando nisso, a marca pretende fazer o lançamento de uma linha de motores Dragon, ainda no ano de 2017, que prevê uma relevante economia de combustível.

Existe uma exigência de que todas as fabricantes de automóveis trabalhem a partir desse ano em modelos que ofereçam consumo de combustível menor.

Mas, ao que se pode ver, o Novo Ford Ka tem as características de um modelo que deve agradar bem aos brasileiros. Pois oferece um bonito design, com elegância, conforto, potência nos motores e bom desempenho.

Muitas pessoas podem pensar que o Ka 2017 é o mesmo de 2016, mas o objetivo da montadora para o lançamento deste ano foi fazer um carro mais potente.

O Novo Ford Ka 2017 deve ter suas vendas iniciados ainda neste primeiro semestre.

Sirlene Montes


Versão híbrida deve ter quase a mesma potência da versão com motor V8 e deverá contar com mais torque.

A Ford anunciou recentemente que pretende ampliar seus projetos e investir ainda mais no desenvolvimento e comercialização de versões híbridas de modelos já existentes da marca. O anúncio foi feito através de coletiva de imprensa na fábrica de Flat Rock, localizada em Michigan (EUA). Além disso, a montadora também pretende trabalhar com novos modelos que devem ser desenvolvidos com propulsão elétrica, motorização híbrida e tecnologia de condução autônoma.

E um dos principais destaques desse anúncio é, sem sombra de dúvidas, a chegada do Mustang em sua versão híbrida. Com isso, o cupê esportivo Mustang deve ganhar uma grande atualização em 2020. Vale destacar que este é um clássico da Ford, sendo que o mesmo vem acompanhado, nas versões top de linha, com motor V8 e propulsor turbinados de quatro cilindros. Além desse modelo, a Ford pretende lançar outros 12 automóveis eletrificados.

A montadora norte-americana também destacou alguns pontos importantes deste lançamento. Segundo a Ford, a versão hibrida do Mustang irá contar com potência bastante similar àquela encontrada no V8, ou seja, próximo de 440 cv. Apesar disso, a versão híbrida terá ainda mais torque, sendo que a atual versão de oito cilindros consegue entregar 55,3 kgfm. Outro destaque interessante é quanto ao consumo de combustível, que deverá ser menor, haja vista essa ser uma das prioridades de automóveis deste tipo.

Além disso, a Ford ainda destaca que deve produzir as versões híbridas da picape F-150 e do Police Interceptor, sendo este último um automóvel exclusivo para as forças policiais nos Estados Unidos. Já o primeiro veículo da Ford totalmente autônomo só deve chegar ao mercado em 2021, sendo que o mesmo terá trem de força híbrido.

Tais anúncios são bastante importantes para a montadora e iniciam uma nova fase de investimento e busca por ainda mais sucesso por parte da Ford. Vale ressaltar que grande parte da produção dos modelos híbridos será concentrada em Flat Rock. A empresa anunciou um investimento total de US$ 700 milhões, sendo este uma parte do orçamento total de US$ 4,5 bilhões que tem como objetivo o desenvolvimento de automóveis eletrificados até o ano de 2020.

E foi nesta mesma coletiva de empresa que a montadora anunciou o cancelamento de projetos no México. O investimento no país latino-americano seria de US$ 1,6 bilhão através da construção de uma nova fábrica da Ford.

Por Bruno Henrique


Montadora anuncia recall por problemas na unidade de controle de aquecimento para partida a frio e na mangueira de combustível.

Na sexta-feira, dia 09 de dezembro, a Ford, fabricante de carros, anunciou o recall de um dos seus carros, o do modelo Focus 1.6 hatch, dos anos de 2015 e 2016, que estão com risco de se incendiarem. No total, são mais de 450 unidades deste modelo que estão no chamado.

Caso o seu carro foi produzido entre os meses de maio ou julho de 2015 e possuem chassi de FJ340814 até a FJ344024 e da seqüência GJ345659 a GJ361170, fique atento, pois seu carro está dentro deste recall.

De acordo com a Ford, o problema está entre a unidade de controle de aquecimento para a partida do carro a frio, também chamada de HCU, e a mangueira de alimentação do combustível, o que pode gerar um desgaste, gerando um vazamento de combustível que pode levar a um incêndio.

A empresa está chamando todos os proprietários de veículo Focus 1.6 hatch, fabricados em 2015 e 2016, com os chassis listados acima, a irem até uma concessionária da marca e levarem os seus veículos. Lá eles passarão por reparos gratuitamente.

A Ford acredita que a solução é colocar um tubo que irá proteger a mangueira de alimentação do combustível e tem como previsão para a realização do serviço de reparo de apenas 15 minutos.

Para obter mais informações sobre este ou outros recalls da marca, você pode entrar em contato com a Ford pelo site: www.ford.com.br ou pelo telefone 0800 70303673.

Essa divulgação do recall está sendo realizada porque a legislação brasileira obriga que as montadoras anunciem pelas mídias e meios de comunicação. Neste aviso deve haver qual é o modelo do veículo, seu ano de fabricação e quais são os chassis envolvidos no chamado. Além disso, deve haver um número de telefone, que seja de ligação gratuita, para o cliente entrar em contato. No site da marca não pode ser diferente. Lá deve conter o mesmo comunicado. De qualquer forma, as empresas também costumam avisar os proprietários de veículos por meio de cartas.

O que achou do nosso artigo? Gostou? Ele foi útil para você? Comente e compartilhe conosco suas experiências e opinião!

Kika Akita


Chamado envolve unidades dos modelos Lincoln MKZ e Ford Fusion.

A montadora Ford, conceituada por seus carros de grande performance, anunciou na sexta-feira passada, dia 2 de dezembro de 2016, que irá realizar o recall de pelo menos 680 mil unidades de seus veículos. Os modelos envolvidos no reparo são: os sedãs Lincoln MKZ e o Ford Fusion.

O motivo do recall se dá para consertar problemas identificados no cinto de segurança dos carros em questão. Desses, 602 mil unidades estão localizados no mercado norte americano, nos Estados Unidos, sendo que aproximadamente 650 mil deles se encontram por toda a extensão da América do Norte.

Além dos veículos citados, também estão sendo reparados algumas unidades dos sedãs Ford Mondeo. Porém, nenhum desses foi identificado na América do Norte.

O ano dos veículos envolvidos varia conforme as versões específicas. Porém, pode-se dizer que esses estão na faixa de produção entre os anos de 2013 e de 2016.

Até o momento, dois acidentes com dois feridos foram identificados pela fabricante. A mesma está ciente da situação e, por esse motivo, optou pela troca do cinto de segurança para garantir que tais fatos não se repitam.

Recalls em 2016 pela Ford

Esse não é o primeiro recall realizado pela montadora em 2016. Somente nesse ano, mais três outros problemas foram identificados em um mesmo modelo da marca.

O primeiro, em maio, resultou na troca de pedal de freio de 1467 unidades da Ford Ranger. O modelo, que recém havia chegado às lojas, possuía possibilidade de desconexão entre a haste que aciona o hidrovácuo do freio e a haste do pedal.

Ainda, em julho, foram reparadas 44.998 unidades da mesma pick up, por problemas nos bancos. Isso porque a mola do mecanismo responsável por travar o encosto dos bancos na traseira quebrava facilmente, acarretando em sérios danos para os ocupantes.

E mais recentemente, em agosto, a Ford Ranger ainda foi chamada para recall de outras 4.683 unidades por problemas no software do módulo, responsável pelo controle do motor. Isso ocasionava a redução indesejada para a primeira marcha, sem que o condutor o estivesse requerido.

Após essas três reparações, o recall da falha no cinto de segurança é o quarto chamado da marca. A empresa espera resolver o problema o mais rápido possível e de forma eficiente, sem acarretar em demoras para os seus clientes.

Kellen Kunz


Modelo ganha 4 versões mais arrojadas e sintonizadas com as novas tendências do mercado.

Com cerca de quatro décadas de existência na Europa, o novo modelo do Ford Fiesta acabar de ser lançada naquele país. O anúncio oficial da marca foi feito no último dia 29 de novembro e ainda não tem previsão de chegar ao Brasil. Mesmo sem dar maiores detalhes sobre o novo estilo a ser adotado pelo automóvel, a fabricante, para comemorar a data, resolveu colocar à disposição dos consumidores europeus e americanos quatro novos estilos diferentes para a mesma marca.

Com um visual mais arrojado e atual, o tão popular Ford Fiesta agora assume um estilo mais arrojado e bem mais sintonizado com as novas tendências adotadas pelos seus concorrentes.

À primeira vista, o que mais chama a atenção são os estilos diferentes para os quatro modelos atuais. São eles: o Active, o Titanium, o ST Line e o Vignale. A Ford quis englobar os diferentes estilos de seus fiéis consumidores e a conquista de novos fãs da marca. Certamente, o modelo Titanium deverá ser o mais comercializado, inclusive aqui no Brasil, principalmente pela sua capacidade de satisfazer a uma variada gama de consumidores. Para quem deseja um carro mais esportivo, o modelo ST Line pode ser o modelo ideal para quem gosta de automóveis pequenos. Já para um público mais seletivo, a Ford lançou com exclusividade o modelo Vignale. Para aqueles que gostam um pouco mais de aventura, o Active pode ser ideal para quem quer se iniciar neste tipo de estilo.

Com relação ao motor, a Ford trouxe o motor turbo do tipo 1.0 que atinge mais de 120 cavalos de força em três cilindros. Além disto, o visual dos novos lançamentos abandonaram, por exemplo, o conceito de lanternas traseiras verticais por tipos horizontais bem mais finas e quase futuristas.

Para seu interior, o novo Fiesta já vai sair da fábrica com uma central multimídia do tipo Sync3. No seu painel frontal, tanto passageiro quanto o motorista poderão ter acesso a todas as funções do carro, com um visor moderno de oito polegadas e que pode ser operado diretamente através de um simples toque na tela.

A montadora pretende lançar os novos modelos primeiramente na Europa e depois que seu concorrente mais direto, o próprio Ford Ka, assumiu um visual mais arrojado. Depois do velho continente, a vez será do mercado brasileiro e de seus fiéis consumidores terem o prazer de dirigir o novo Fiesta.

Emmanoel Gomes


Veja aqui os preços e as características do novo Ford Fusion Hybrid 2017.

Nesta quinta-feira (25), a Ford apresentou para o mercado o novo Ford Fusion Hybrid 2017. Agora em uma versão mais sustentável do sedã, que foi o mais vendido do seu segmento. Além disto, também foram incrementadas funções auxiliares ao motorista e um novo desenho para o modelo do carro.

Já existe a disponibilidade para vendas do automóvel, com o preço inicial de R$ 159.500,00, sendo o Ford Fusion Hybrid o terceiro modelo lançado pela fabricante no ano, ao lado do 2.0 EcoBoost e 2.5 Flex, ambos apresentados em setembro, completando assim a linha de lançamento do sedã grande da Ford.

O conjunto da obra é o mesmo do modelo anterior, tendo como única diferença a possibilidade de abastecer também com eletricidade. O motor agora é associado com um 2.0 litros de ciclo Atkinson e um motor elétrico. O câmbio automático e-CVT faz o gerenciamento de ambos os motores, com uma potência combinada de 190cv. Além disso, a tecnologia foi usada na reutilização de energia liberada na frenagem do veículo e maior conectividade entre o carro e o motorista.

Foi adicionada ao motor do carro outra tecnologia exclusiva, a Ecoselec, sendo acionada por um botão no console para favorecer a economia de combustível, através de acelerações suaves e otimização na recuperação de energia da frenagem. A grade dianteira do veículo ganhou um controle ativo com o intuito de também reduzir o consumo.

O primeiro carro híbrido oferecido no país, o Fusion Hybrid promete o consumo de 16,8 Km/l na cidade e 15,1Km/l na estrada. Oferecido na versão topo de linha Titanium, o veículo possui além de seu motor híbrido, outras tecnologias como o piloto automático adaptativo com “stop and go”, assistente autônomo de frenagem, detecção de pedestres e de estacionamento automático para vagas paralelas e também para vagas perpendiculares.

A lista de equipamentos é muito boa e ainda inclui monitoramento do automóvel em 360 graus, cintos traseiros infláveis, controles de estabilidade e tração, oito airbags, farol alto automático, ar-condicionado de dupla zona, chave com sensor de presença e partida remota.

Outra grande novidade é o sistema inteligente EV+, que reconhece os destinos mais frequentes no GPS do carro e dá prioridade ao motor elétrico para chegar até esses pontos e economizar combustível.

Por Denisson Soares


Confira aqui o preço e as principais novidades do Novo Ford Fusion 2017.

Em breve o Ford Fusion 2017 será lançado no Brasil. O carro na categoria sedã médio/grande chega para concorrer entre os sedãs de luxo. A Ford comprou uma briga com “cachorros grandes”, como os carros Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3 e Audi A4. O Fusion chega ao Brasil com valores entre 121.500 e 154.500 reais.

Para competir com as já tradicionais marcas de sedãs premium de luxo, a Ford lança o Fusion mais tecnológico do que nunca. O carro possui controlador de velocidade adaptativo e um sistema que acelera e freia de acordo com o tráfego nas rodoviais. Além disso, possui comandos que identificam para o motorista a presença de pedestres. Para isso, o carro conta com sistema integrado de radares e sensores.

Altamente equipado, o Fusion 2017 incorpora diversos itens de segurança para o modelo: são cintos de segurança traseiros infláveis, oito Air-Bags, identificador de ponto-cego, sistema de permanência em faixa, monitoramento de cansaço e controle eletrônico de estabilidade. A Ford se propõe a elevar o padrão de segurança tanto para o motorista e passageiros do Fusion, como para os transeuntes.

Em relação ao design, a Ford mantém a dianteira pujante e cromada que fez sucesso na versão anterior do Fusion, mas assimila alguns incrementos. A exemplo, são os faróis dianteiros que ganharam um aspecto mais alongado, assim, aprmorando a visão esportiva e moderna do Fusion. Na parte traseira, os faróis também foram alterados para um maior alongamento. Ambos os faróis contam com tecnologia de lâmpadas halógenas e full lead / SE e SEL. Também, o Ford Fusion 2017 possui sistema de conectividade adaptado para Apple Car e Android.

Em termos de valores, a versão básica custa em torno de 125.000 reais. Mas as versões completas, com tração nas rodas dianteiras e traseiras, foram consideradas caras pelos especialistas, em torno de 150.000 reais.

O Ford Fusion 2017 enfrenta as tradicionais marcas de luxo das montadoras alemãs. Em tecnologia, desempenho e design ele não perde em nada. A briga dos “cachorros grandes” nos sedãs médio/grande premium acrescenta a Ford entre Mercedes-Benz, Audi e BMW.

Matheus Griebeler


Confira aqui as principais novidades e o preço do novo Ford Fiesta 2017.

E para quem estava na espera, na última quarta-feira (28) a Ford lançou sua linha 2017 do Fiesta. Embora o modelo não apresente grandes mudanças em sua configuração, chegaram novas e belas versões. Assim, o hatch disponibiliza aos consumidores nove versões diferentes (entre as novas e que já existiam) de todos os preços e para todos os gostos. E por falar em preço, o novo Fiesta possui preços que vão de R$ 51.990 até R$ 71.990.

Confira abaixo a tabela com a versão e seu respectivo preço:

  • 1.6 SE Manual: R$ 51.990
  • 1.6 SE Style Manual: R$ 54.660
  • 1.6 SEL Manual: R$ 58.790
  • 1.6 SEL Style Manual: R$ 59.330
  • 1.6 SEL PowerShift: R$ 64.990
  • 1.6 Titanium Manual: R$ 63.300
  • 1.6 Titanium PowerShift: R$ 67.890
  • 1.6 Titanium Plus PowerShift: R$ 70.690
  • 1.0 Titanium Plus PowerShift: R$ 71.990

As versões SE e SEL trazem como novidade um pacote Style, que substitui o pacote Sport, conferindo ao veículo um estilo mais esportivo que somado as rodas de liga leve 16” em preto, grade dianteira também com uma moldura escura, faróis e retrovisores de neblina, garantem um marcante visual. Sem falar dos controles de tração e estabilidade e um moderno assistente de partida em rampas que oferecem ao motorista agilidade e conforto.

A SEL, uma das versões que já existia, chega equipada com muita tecnologia, pois possui ar-condicionado digital, sensor de estacionamento e assistente de emergência. E, pagando um pouquinho a mais, a versão SEL Style leva todos esses equipamentos.

As novas versões Titanium, além dos itens das versões mais simples, vêm com câmbio manual (1.6 Titanium Manual) ou automatizado de dupla embreagem (1.6 Titanium PowerShift).

Por sua vez, a versão Titanium Plus pode vir com motor 1.6 ou 1.0 Ecoboost, contando ainda com sete airbags (inclusive nas laterais), destravamento de portas, partida sem chave, um moderno retrovisor interno eletrocrômico antiofuscante, sensor de luz crepuscular e chuva, além de piloto automático.

Por dentro todas as versões prometem conforto e estilo a seus ocupantes. Os bancos são revestidos de couro, o que dá ao interior uma aparência moderna e aconchegante.

Sem dúvidas o New Fiesta 2017 com seu design moderno e marcante conquistará muitos fãs, pois com tantas versões e novidades, é impossível não gostar de nenhuma. Embora visualmente as mudanças não sejam tão grandes, o modelo promete uma boa aceitação pelos brasileiros.

Sirlene Montes


Confira aqui o preço das versões do Novo Ford Focus 2017.

Já está disponível nas lojas nacionais o novo Ford Focus 2017, que chega ao mercado sem mudanças estéticas exteriores, mas com novidades entre os equipamentos da nova linha do modelo. De acordo com a Ford, o Focus 2017 custa de R$ 74,5 mil a R$ 107 mil nas concessionárias brasileiras.

Tanto o modelo Focus Hatch quando o Focus Fastback chegam às lojas com novos pacotes de equipamentos que encarecem o valor final de cada versão. A principal novidade do Ford Focus é a central multimídia Sync 3 de 8 polegadas, que oferece conectividade com aparelhos da Apple e smartphone com Android, e aparece no modelo a partir da versão SE Plus. Além de ser sensível ao toque, a tela da central multimídia garante ao usuário acesso a diversas ferramentas de comando por meio de reconhecimento de voz.

Disponível em 9 versões diferentes, o Ford Focus 2017 chega às lojas com a versão de entrada (SE) 1.6, de 135 cavalos, que traz alarme volumétrico e luzes em LED diurnas como novidades, mas não oferece ao usuário a nova central multimídia. O valor da versão de entrada do modelo é de R$ 74.590. Para o modelo SE Plus há opção de escolha do motor, 1.6 de 135 cavalos ou 2.0, com 178 cavalos e câmbio powershift, que custa entre R$ 83.490 e R$ 91.900.

De série, o modelo traz em todas as versões equipamentos completos, como direção elétrica, freio a disco, faróis de neblina, rodas de liga leve de 17 polegadas, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, ar condicionado e retrovisor eletrocrômico.

O pacote Plus, disponível no Focus Hatch e Fastback, inclui ao pacote kit multimídia Sync 3, câmera de ré, 6 airbags, ar condicionado digital, bancos em couro, piloto automático, limitador de velocidade e outros equipamentos. A versão Titanium inclui todos os equipamentos do pacote Plus e acrescenta teto solar, partida sem chave e som com 5 autofalantes. Já o pacote Titanum Plus traz, ainda, assistente de frenagem autônomo, sistema de estacionamento automático, sensor de estacionamento dianteiro, faróis bi-xenon, banco do motorista com ajuste elétrico e espelho com rebatimento elétrico. Esta versão topo de linha sai da concessionária por R$ 107.390.

Confira os preços da linha 2017 da Ford Focus:

  • Hatch SE 1.6: R$ 74.590
  • Hatch SE Plus 1.6: R$ 83.490
  • Hatch SE Plus 2.0 Powershift: R$ 91.990
  • Hatch Titanium 2.0 Powershift: R$ 101.290
  • Hatch Titanium Plus 2.0 Powershift: R$ 107.390
  • Fastback SE 2.0 Powershift: R$ 82.690
  • Fastback SE Plus 2.0 Powershift: R$ 91.990
  • Fastback Titanium 2.0 Powershift: R$ 101.290
  • Fastback Titanium Plus 2.0 Powershift: R$ 107.390

Por Luana Neves


Plano Ford Protect permite que motoristas possam pagar antecipadamente pelas revisões do carro.

A montadora Ford já lança sua nova linha ano 2017 e juntamente com ela há a oferta de uma novidade, um plano de manutenção que pode ser pré-contratado e que de forma prática irá permitir uma garantia adicional para os carros desta marca. O novo plano se chama Ford Protect e conta com duas alternativas de escolha, sendo com um ou com dois anos a mais sobre a garantia de fábrica original.

O gerente de serviços ao cliente da montadora Ford, Rodolfo Possuelo, disse que esse plano tem como objetivo a oferta de economia, tranquilidade e planejamento ao utilizar os veículos da marca. O plano Ford Protect é uma espécie de contrato, onde o consumidor adquire de forma antecipada as revisões, no mesmo momento em que compra o veículo e desta forma é possível incluir o valor dentro do financiamento.

Tal plano foi lançado de forma inicial para o New Fiesta 2017 e também para o novo Edge, sendo que agora foi disponibilizado para todas as linhas de utilitários, picapes e carros da marca com no máximo um ano de fabricação.

Quais as opções de contrato?

Ao todo são três alternativas de contrato: Premium, Advanced e Basic. O plano Protect Basic tem cobertura para três revisões, que estão previstas no decorrer de 36 meses de garantia, sendo realizada a cada 10 mil km ou 12 meses.

A opção Advanced inclui mais uma revisão, a quarta, realizada aos 40 mil km ou 48 meses, além de dar mais um ano de garantia. Já a opção Premium conta com a quinta revisão, com 50 mil km ou 60 meses, além de dois anos de garantia, perfazendo o total de cinco anos.

Para o modelo Ford Ka 1.0 2017, o plano Protect Basic custa R$ 1.450, o que cobre três revisões. Já no plano Advanced, um ano adicional de garantia e quatro revisões, custa R$ 2.250. E por fim, na Premium, com mais dois anos de garantia e cinco revisões, o custo é de R$ 2.650.

Para o New Fiesta 2017, as três revisões do plano ficam por R$ 1.650, o Advanced, com mais um ano de garantia e quatro revisões fica R$ 2.500 e o fim a Premium, com dois anos de garantia e cinco revisões custa R$ 3.000.

FILIPE R SILVA


Modelo deverá ser construído na Alemanha e faz parte da lista de veículos de alto desempenho que a montadora pretende lançar até o ano de 2017.

O Ford Focus lançado anteriormente, em 2010, o RS200, tinha um motor 2.5 de 5 cilindros e um total de 350 cv. A nova versão do Ford Focus é ainda mais potente que a anterior, pois terá 400cv, mas ainda depende do aval da empresa. A possibilidade de lançamento do modelo já está confirmada, mas ainda não foi especificada a data pela empresa.

Caso você não tenha ficado contente com os modestos 355 cavalos do automóvel, a boa nova agora pode te animar. Segundo informações ainda não confirmadas oficialmente, mas que nem por isso deixaram de ser comentadas em diversos meios especializados, o lançamento estaria com previsão para o primeiro semestre de 2017.

Este modelo faz parte de um projeto da empresa, que planeja lançar mais de dez veículos de alto desempenho antes de 2020. Os modelos de maior performance da Ford seriam fabricados na Alemanha, em uma indústria especializada no segmento, unidade denominada de Ford Performance.

O sinal verde de início do projeto ainda não foi dado pelo fato de que a empresa não tem a certeza se os 500 veículos não prejudicariam o cronograma de montagem e entrega de veículos populares. Outra questão importante é em relação se o RS500 tem potencial suficiente para se engajar no segmento dele e ser um veículo competitivo no mercado, ou seja, se ele poderá se torna um sucesso de vendas.

O ânimo para a fabricação de um RS mais potente parte dos principais executivos da empresa, que desejam uma estrela maior na linha RS. O lançamento do RS500 seria importante para chamar a atenção novamente do público para o veículo, que alcançará o ciclo final de vida em 2016.

Pouco se sabe sobre o veículo, embora tenha sido flagrado apenas uma vez em testes no autódromo de Nurbugring, trazendo várias entradas no capô e um aerofólio em maior destaque na traseira.

Seguindo a receita usada nos modelos de 2010, o RS500 poderá alcançar sim os 400cv, mas não terá mudanças consideráveis em relação ao torque e desempenho, para que se possa aproveitar a transmissão manual de seis marchas com tração integral.

Mas o veículo a partir das mudanças previstas alcançará uma melhora positiva, que em comparação a versão anterior demoraria apenas 4,2 segundos para alcançar a velocidade de 100Km/h, diminuindo 0,5 segundos comparando com aquele.

Por Denisson Soares


Ford lança nova geração do Ford Edge no Brasil.

Pouco tempo depois de um atraso relativamente pequeno, enfim chega a nova geração do Ford Edge 2016. De acordo com as informações divulgadas, o início das vendas está previsto para o próximo mês. O modelo será disponibilizado aos consumidores da marca em uma única versão muito bem equipada. Os preços partem de R$ 229.900. O Edge 2016 estreia com a missão de figurar como rival para outros modelos já conhecidos como o Range Rover Evoque, BMW X3, Audi Q5 e Discovery Sport.

O projeto do novo Edge 2016 foi desenvolvido em cima de uma nova plataforma. O famoso SUV da marca americana poderá ter uma variação de preço que pode ir até R$ 239.900 para o caso de os consumidores optarem pelos dois itens opcionais (únicos aliás), que serão disponibilizados pelo valor de R$ 5 mil cada um. Neste caso, são o DVD para os encostos traseiros e o teto solar panorâmico.

O preço realmente surpreendeu muita gente. Ele está praticamente quase que R$ 100 mil mais caro do que a última geração. De qualquer maneira, o Edge 2016 chega ao mercado contando com mais potência. Além disso, ele virá com um pacote bem mais amplo com relação aos modelos de luxo que possuem preços parecidos.

Do lado de fora do carro um dos destaques são as rodas de 20 polegadas com a presença das lanternas traseiras em LED. O atrativo da versão fica mesmo é com os sistemas voltados para a assistência ao motorista. O modelo pode estacionar sozinho, possui piloto automático adaptativo, câmera dianteira com visão 180º e alerta de colisão.

Entre os “integrantes” do pacote de itens de série vamos encontrar sensor de luz e de chuva, sistema multimídia, aquecimento e refrigeração, bancos dianteiros com ajuste elétrico, partida sem chave, farol alto automático e ar-condicionado de duas zonas e saída para a traseira.

Na segurança temos cintos de segurança traseiros infláveis, 8 airbags e os controles de tração e anticapotamento e de estabilidade.

Entre tantas novidades uma coisa que chama a atenção é o fato de que o conjunto mecânico parece ter ficado estagnado no tempo com o 3.5 V6 com capacidade para 284 cv. Ele é o mesmo que foi usado na última versão.

O bloco trabalha combinado com a transmissão automática de 6 velocidades. Tração integral inteligente e aletas no volante estão presentes.

Essa nova geração do Edge apareceu lá em 2014 no Salão de São Paulo. Na época era apenas um conceito, mas tomou forma e começou a ser vendido nos EUA nos primeiros meses de 2015, sendo que no mesmo ano figurou como destaque no Salão de Frankfurt.

Por Denisson Soares


Problema atinge modelos dos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017.

A montadora Ford anunciou nesta sexta-feira, dia 22 de julho, que fará novamente um recall em unidades do seu veículo Ford Ranger. Os modelos com cabine dupla dos anos de 2014 a 2017 estão sendo chamados devido a uma falha no mecanismo que funciona para travar o encosto do banco traseiro.

Os chassis envolvidos, conforme ano de fabricação são:

  • Ano 2014: de EJ145638 a EJ258781;
  • Ano 2015: de FJ213553 a FJ361400;
  • Ano 2016: de GJ360263 a GJ401918;
  • Ano 2017, de HJ402623 a HJ407774.

Sendo assim, quem for proprietário de um veículo com essas características deve entrar em contato com a Ford através do telefone 0800 7033673, verificando assim se o carro está dentro dos convocados para o reparo. Caso haja a confirmação da necessidade de recall, é solicitado ao proprietário que este verique o travamento do encosto junto ao banco traseiro. Este deve ser feito na posição vertical e antes da ocupação do veículo, segurando no centro da parte superior e puxando-o para frente. Se ao fazer isso o encosto se deslocar para frente, este banco deve ser evitado por qualquer pessoa até que o reparo seja feito, conforme conselhos da montadora.

Para a troca, são prioritários os proprietários que notarem a falha no travamento do encosto e, dessa forma, estes devem fazer o seu agendamento imediato com a Ford. A troca é gratuita e leva em torno de trinta minutos. Já as demais unidades somente serão reparadas a partir da data marcada de 20 de setembro de 2016.

Já no final do ano de 2015, a montadora chamou os donos de Ford Rangers modelos 2016 e 2017 por falhas no pedal do freio. As razões técnicas alegadas na época se referiam à desconexão entre a haste do pedal do freio e a haste do acionamento do hidrovácuo do freio, o que resultava em uma possível perda de capacidade de frenagem do veículo, ocasionado em riscos de acidentes e com possibilidade de danos físicos aos ocupantes e terceiros.

Sempre alertando para a importância do imediato atendimento a convocações de recall, a Ford ressalta que possui um legado histórico e produtos que estão comprometidos com o cliente e em oferecer a este as melhores experiências. Sendo assim, a visão e objetivo desta é buscar sempre a liderança no que diz respeito aos seus produtos e serviços em termos automotivos.

Kellen Kunz


Modelo chega com poucas mudanças estéticas e custará até R$ 149 mil.

O novo Ford Fusion foi apresentado oficialmente durante a realização do Salão de Detroit (EUA). O evento ocorreu em janeiro deste ano. O modelo já começará a ser vendido por aqui antes mesmo do Salão do Automóvel que acontece em novembro. As primeiras unidades do carro já chegaram ao Brasil. O sedã de porte médio-grande é produzido no México. As atualizações no visual foram sutis. Já embaixo do capô é onde estão as principais mudanças do carro: O motor 2.0 EcoBoost recebeu 14 cv, sendo assim, o carro passa a ter capacidade para 248 cv. Também vamos encontrar uma opção com o novo V6 2.7 da fabricante. O bloco conta com capacidade para 329 cv e 48,4 kgfm de torque. Porém, essa versão não deve chegar ao Brasil.

Em termos visuais as mudanças feitas pela Ford praticamente foram limitadas na região da grade dianteira, que teve seu desenho modificado, além do para-choque, que foi redesenhado contando agora com uma nova entrada de ar situada entre os faróis auxiliares. Na traseira, as lanternas receberam uma atualização. Além disso, há um filete cromado entre uma e outra.

Até o momento a Ford afirmou que irá trazer para o Brasil oito versões do sedã.

A versão de entrada terá um motor 2.5 flexível, com capacidade para 175 cv e câmbio automático com seis marchas. Os preços para ela partem dos R$ 114.400. Na outra ponta da linha está a versão de topo batizada de Titanium Hybrid Plus. Os preços iniciais começam em R$ 149.900. Essa versão contará com motor a combustão e também elétrico. Em trabalho conjunto geram 190 cv, já o câmbio é um CVT de relações variáveis.

Por fim, vamos falar das intermediárias. Nessa categoria o cliente terá a sua disposição o Titanium 2.0 Ecoboost. O motor da versão possui capacidade para entregar 234 cv. O câmbio escolhido é um automático que conta com seis marchas. Uma observação que deve ser feita é que as opções intermediárias do novo Fusion também ganharão o motor atualizado (14 cv a mais).

Para fechar vamos a alguns itens que fazem parte da lista de equipamentos. Entre eles teremos: sensores de chuva e de obstáculos na frente e atrás, sistema de monitoramento de ponto cego, controlador de velocidade adaptativo, sistema de estacionamento automático, alerta de colisão, freios regenerativos e teto-solar.

Por Denisson Soares


Confira aqui as principais mudanças e melhorias que deverão ser realizadas no Ford Focus nos próximos anos.

Recentemente foi apresentado pela agência Just Auto, na Inglaterra, um relatório no qual são apontados os principais pontos onde a Ford deverá focar nos próximos anos (mais precisamente a expectativa é de que seja até 2021) para sua linha de produtos em uma escala global. No Brasil, por exemplo, para os modelos comercializados por aqui já estão sendo analisadas algumas mudanças já a partir do ano de 2017. A previsão é que dentro de um prazo de cinco anos todos já tenham passado por algum tipo de reformulação.

A primeira novidade que está sendo aguardada já é a tão comentada quarta geração do Focus, o modelo do carro já está bem adiantado em seu estágio de desenvolvimento. A notícia que tem circulado na mídia em geral é de que a versão deverá ser lançada dentro de poucos meses na Europa.

Dentro da empresa o projeto da quarta geração do Focus é chamado apenas de C519. A informação é de que ele será produzido em terras alemãs. Além deles, outras nações também deverão fabricar o carro, como por exemplo, a Rússia, Tailândia, China, Argentina e México.

Meio que seguindo o mesmo exemplo do atual Focus, a previsão é de que sua “vida útil” seja de seis anos. Ele contará com opções nas versões hatch, perua e sedã. Além disso, ainda foi noticiado pela fabricante que haverá uma opção, ou configuração, melhor dizendo, com o entre-eixos estendido. Porém, neste caso o modelo somente estará disponível para o mercado chinês.

O Focus ainda contará com tração dianteira bem como a integral. Também haverá uma versão híbrida. Esta, por sua vez, tem levantado algumas curiosidades, uma vez que há a informação de que ela deverá ser montada completamente em cima de uma plataforma toda inédita.

O tempo de uso dessa “plataforma inédita” também é interessante. A informação é de que ela deverá ser usada pelos próximos 15 anos pela montadora nos mais variados modelos.

Dentre os apontados que deverão fazer uso dela está o Model E, que deverá dividir espaço com o já conhecido C – Max em terras europeias. Já nos Estados Unidos ele irá servir como substituto para o modelo. A próxima geração do Escort também deverá ter em sua estrutura a novidade.

De qualquer forma, apenas o tempo dirá o que de fato dará certo ou não para os futuros planos da Ford.

Por Denisson Soares


Confira aqui mais detalhes sobre a nova versão da Ford EcoSport 2017.

O Novo Ford EcoSport chegará às concessionárias apenas no começo de 2017. O modelo ganhou uma transformação radical e bem aceita pelos usuários, com a frente robusta que lembra a do Ford Edge e com uma traseira mais esportiva para o modelo, lembrando a grande Ford Everest. Além de uma revitalização no design, o modelo ganha um novo motor 1.5 Dragon com aspiração original e no interior um novo computador de bordo na plataforma já conhecida Sync, com tela sensível ao toque e com uma facilidade de utilização mais simples para os proprietários.

Motor

Como já dito anteriormente, o modelo trás consigo o novo motor 1.5 Dragon aspirado, que vem com a promessa de ser o único em sua categoria. Com três cilindros, cada vez mais a Ford vem adequando seus veículos a fase tricilíndrica do mercado automobilístico. O carro terá um motor feito em alumínio e comando de válvulas variáveis, o que lhe renderá aproximadamente 130 cavalos de potência, além de um poderoso torque de 15 kgfm.

Com os motores 2.0 da linha, a empresa deu alguns indícios de que a versão deve ganhar injeção direta, tornando assim o motor mais forte, atingindo a casa dos 178 cavalos, semelhante ao modelo Ford Focus, que possui as mesmas características mecânicas.

Os modelos 1.6 devem ser abolidos aos poucos, de acordo com aceitação do novo motor 1.5, mais moderno e mais eficiente que os atuais 1.6 da linha.

Consumo

Pouco se especula sobre o consumo desse veículo, mas conhecendo a nova linha da Ford, os compradores podem ficar tranquilos, pois certamente o carro andará bem e seu consumo será bastante moderado.

Modelos e preços

  • EcoSport SE 1.6: R$ 65.900
  • EcoSport FreeStyle 1.6: R$ 71.900
  • EcoSport FreeStyle 4WD 2.0: R$ 82.500
  • EcoSport SE 1.6 automático: R$ 71.900
  • EcoSport FreeStyle 1.6 automático: R$ 76.900
  • EcoSport FreeStyle PLUS 1.6 automático: R$ 80.300
  • EcoSport TITANIUM 2.0 automático: R$ 85.900
  • EcoSport SE Direct 1.6 automático: R$ 68.900

Vale lembrar de que o Ford EcoSport chegou no mercado brasileiro em 2003 e foi uma grande revelação dos SUVs Compactos. O novo modelo, com um design luxuoso, vem como uma forma de levar o modelo novamente ao topo da categoria.

Wendel Dias Quaresma


Novo modelo conta com nova potência e preço atrativo.

A nova reestilização do Ford Fusion chega para o mercado norte-americano neste mês com uma potente versão Sport. O modelo vai chegar com um motor de 330 cavalos de potência com 52,5 mkgf de torque.

Porém, além de todo esse toque esportivo, o que chamou muita a atenção também é o preço do sedan. Nos Estados Unidos, o Ford Fusion Sport terá preços iniciais a partir de US$ 34.350 (R$ 116.500 em uma conversão direta para a nossa moeda, sem os impostos).

Para o mercado americano, o preço vai ficar semelhante ao que é praticado com modelos com configurações mais discretas, como é o caso do Volkswagen CC, o qual conta com um valor de US$ 31.570 (propulsor de 2.0 litros Turbo e uma potência de 203 cavalos) e do Chevrolet Impala (com motor V6 de 3.6 litros e 309 cavalos de potência) com preço de US$ 36.415. Ou seja, frente aos seus concorrentes, o Fusion Sport tem uma bela vantagem em termos de custo-benefício.

Renovação:

O Ford Fusion Sport teve o seu visual renovado que agora conta com faróis com maior tecnologia, quatro saídas de escape e para-choques com toques esportivos. Em termos da motorização, ele será equipado com o propulsor V6 2.7 litros Turbo Ecoboost com a potência de 330 cavalos e o torque de 52,5 mkgf. O seu torque pode ser comparado, por exemplo, com o Porsche 911 Carrera S, que tem 51 mkgf.

O interior:

Ele vai apresentar interiormente, por exemplo, a central multimídia Sync na sua terceira geração e também um seletor rotativo novo para a transmissão automática. O Fusion Sport também contará com um sistema de suspensão ativa exclusiva que faz a detecção de buracos e demais irregularidades antes que o veículo passe com os pneus por cima dos mesmos. Isso diminuir o desconforto e antecipar reações dos motoristas.

Ainda não há detalhes sobre uma chegada do Ford Fusion Sport no mercado brasileiro.

O sensor de buracos:

A Ford aponta que o modelo vai ser equipado com o sistema que faz a previsão de buracos por meio de 12 sensores com alta definição, que ficam situados próximos às rodas da frente. Eles vão rastrear as condições do piso no tempo de dois milissegundos. Quando se detecta um buraco por perto, esses sensores vão fazer com que o conjunto de suspensão fique enrijecido, o que evita que as rodas cheguem a cair nos buracos.  

Ford Fusion Sport

Ford Fusion Sport

Fotos: Divulgação


Novo modelo ganhará melhorias na eficiência energética e terá sua carroceria remodelada.

O Ford Fiesta já é comercializado no Brasil desde 1996, quando o modelo era vendido apenas nas versões hatch com motor 1.4 e 1.0, porém não foi muito aceito pelos brasileiros. Com o passar do tempo e as alterações realizadas no veículo, o mesmo passou a ser mais confiável e mais conhecido. No entanto, ainda não era muito desejado, devido a carroceria que pouco atraia os consumidores. Mas a coisa mudou quando chegou o New Fiesta. O modelo teve uma repaginada e ficou mais bonito, maior e agora é considerado um compacto premium, uma categoria que lidera o mercado brasileiro.

De acordo com informações da Ford Europa, o New Fiesta 2017 virá com diversas melhorias na eficiência energética, além de novidades com relação a carroceria. As alterações serão realizadas na estrutura do veículo para torna-lo mais econômico e seguro, mas com as mesmas linhas e estilo atual, até mesmo o formato da parte  dianteira como grade e faróis afilados. O veículo ficará ainda mais comprido e largo. Desta forma, é esperada melhoria com relação à capacidade do porta-malas e do espaço interno. O fator mais importante desta geração, como dito anteriormente, é a eficiência energética. Para o carro melhorar sua eficiência será necessário ter um cuidado especial no quesito aerodinâmica, para que seja diminuído o arrasto e também melhorar o consumo de combustível, o tornando mais econômico. E é em cima desses fatores que a engenharia da montadora tem trabalhado.

O New Fiesta 2017 da nova geração está previsto para chegar na Europa no final do ano de 2016. Já em terras tupiniquins, o lançamento deverá ser um pouco mais demorado, visto que no ano de 2015 a montadora iniciou a produção nacional do modelo.

O novo modelo da marca é comercializado nas concessionárias da montadora Ford nas versões sedan e hatch: SE 1.5, S 1.5, SE 1.6, SE 1.6 Powershift com câmbio automático, Titanium 1.6 Powershift (também com câmbio automático) e Sport 1.6. Na versão de entrada hatch, atualmente os valores atingem a cifra de R$ 47.990. Já na versão sedan mais completa o valor chega a R$ 73.790.

FILIPE R SILVA


O novo modelo tem precisão para chegar ao Brasil ainda no primeiro trimestre de 2016

O novo Ford Edge foi oficialmente lançado no Chile nesta última quinta-feira, dia 12 de maio de 2016, motivo este que está causando inúmeras especulações aqui no Brasil, haja vista que segundo as previsões da fabricante este grande lançamento iria chegar aqui no mercado nacional no primeiro trimestre deste ano. Por lá o crossover será comercializado em três versões, sendo duas delas com opções de propulsor movido à gasolina.

Os valores do novo Ford Edge no Chile, feita a conversão em Real, serão de R$ 102.420 para a versão SE 2.0 EcoBoost, R$ 108.826 para a versão SEL 2.0 EcoBoost e R$ 122.915 para a versão SEL 3.5 V6 AWD.

O propulsor deste veículo será o tetra cilíndrico 2.0 EcoBoost (turbo), o qual terá a capacidade de entregar ao veículo uma potência máxima de 245 cavalos, sendo que este propulsor só será disponibilizado nas versões SE e SEL, as quais possuem tração frontal, por outro lado, a versão topo de linha, SEL, virá equipada com o propulsor 3.5 V6 capaz de gerar um potência máxima de 280 cavalos, nessa configuração o veículo vem com tração integral.

Nestas três configurações, o Ford Edge sairá de fábrica com câmbio automático de seis marchas.

Esse novo Ford Edge devido ao fato de ser um projeto em âmbito global foi integralmente reformulado para que fossem atendidas as diferentes preferências dos mais diversificados mercados do mundo. O modelo já vem de série equipado com um belo pacote tecnológico, o qual conta com ar condicionado automático, oito airbags, mesmo na versão de entrada, e direção elétrica. Com relação ao diferencial existente na configuração das versões, o modelo SEL tem como acréscimo a terceira geração da central de multimídia Sync, a qual possui tela sensível ao toque de oito polegadas, bem como execução de comandos de voz, com relação aos demais itens do pacote tecnológico, essa versão possui alerta de tráfego cruzado, monitor de ponto cego, sensores de estacionamento, teto solar panorâmico, partida do motor à distância, fechamento e abertura do compartimento porta-malas realizado por meio de gestos, dentre outros atrativos.

Ao que tudo indica, o mercado brasileiro deve receber somente a versão Limited que será importada e equipada com propulsor V6 modificado para gerar uma potência de 290 cavalos, dotado de tração integral e apenas um pacote de equipamentos. Apesar de a fabricante ainda não ter revelado, já há rumores que dão conta que o Edge chegará custando acima de R$ 200 mil, principalmente, devido a elevada taxa cambial do dólar.

Por Adriano Oliveira  


Montadora estuda cobrar valor alto pelo carro para preservar imagem de exclusividade e durabilidade do carro.

Para os fãs e apaixonados pelo belíssimo veículo da Ford, o famoso Mustang, as notícias são excelentes, haja vista que o fabricante garantiu que irá trazer este veículo esportivo para o Brasil, porém, os consumidores brasileiros terão que ter um pouquinho de paciência, porque esta chegada poderá acontecer somente no ano de 2018.

Um dos motivos para que o veículo não chegue tão rápido ao mercado nacional é a eterna calibração do propulsor para suportar os efeitos causados pela nossa gasolina, que é considerada como pouco pura, outro motivo é o fato de a Ford querer inserir no mercado nacional um versão atualizada e forte, que será destinada a poucos compradores, assim evitando o efeito colateral da popularização que ocorreu com o rival da Chevrolet, o renomado Camaro, que por aqui foi um sucesso.

Esses requisitos iniciais deverão refletir diretamente no preço em que o veículo chegará por aqui. Enquanto o Camaro custava R$ 180 mil quando estreou no Brasil e atualmente está custando R$ 250.290, o Mustang seria comercializado aqui no país por R$ 300 mil, contudo, teria a capacidade de cobrar o dobro do modelo da General Motors.

Como todos sabemos, no começo o Camaro foi um verdadeiro sucesso de vendas e acabou virando, além de desejo e sonho de consumo de muitos, hit musical, sendo que com toda essa divulgação acabou se tornando um ícone de desejo de um público emergente, que estava com foco em ostentar e não de conhecer realmente o carro, público este que aos poucos foram virando personagens das páginas policiais devido aos inúmeros acidentes registrados com o envolvimento dos veículos. Esse é um dos aspectos que a Ford não deseja que o Mustang passe aqui no Brasil, sendo que por este motivo, quando o carro chegar no Brasil, será um modelo elitizado.

A inserção deste novo Mustang no Brasil é uma coisa que, ao que tudo indica, será muito bem estudada e analisada pela Ford, até mesmo para respeitar e fazer jus a história do modelo no cenário automobilístico, tendo em vista que o conceito que a empresa coloca no Mustang é que ele é um veículo raro e que possui uma durabilidade de muitos anos.

Por Adriano Oliveira


Veículo teve uma avaliação apenas mediana devido a falta de sistema de controle de estabilidade no modelo avaliado.

Não há como negarmos que uma das picapes médias mais bonitas e charmosas lançadas no mercado nacional nos últimos anos foi a imponente Ford Ranger. A linha 2017 dessa picape já é aguardada nas ruas brasileiras, mas só deve ser lançada no mês de março do próximo ano, com previsão de preços a partir de R$ 99.500.

Contudo, apesar de toda a beleza, a linha 2017 dessa picape média decepcionou na primeira bateria de testes da 7ª fase do Latin NCAP, programa de segurança viária para América Latina e Caribe, tendo em vista que nesta primeira leva de resultados em que as novas normas de avaliação foram inseridas, acabou dificultando a obtenção de duas das notas mais altas (as de quatro e cinco estrelas) em segurança para pessoas adultas. A partir de agora, será obrigatório o sistema de controle de estabilidade para tal.

No caso da picape Ranger, a versão que foi colocada em teste foi a de cabine dupla, a qual é comercializada apenas em outros mercados e que não contava com o dispositivo.

Já no Brasil, contudo, a Ford deixa claro para os consumidores que oferta sim o sistema de série em todas as versões.

De qualquer modo, a ausência do ESC fez com que o utilitário não conseguisse obter nota superior a três estrelas no quesito segurança para pessoas adultas e quatro estrelas para crianças. Segundo os dados obtidos pelo instituto, o modelo oferece uma boa estabilidade tanto no caso de colisões frontais a 64 km/h quanto no caso de colisões laterais a 50 Km/h. Além disso, a Ford não repassou unidades suficientes para que fossem feitos os testes para o teste de colisão contra poste de 25,4 cm e 29 de diâmetro a uma velocidade de 29 Km/h, teste este recém-implantado, sendo que por este motivo o modelo acabou sofrendo o desconto de alguns pontos.

Por outro lado, os aspectos positivos que foram verificados no modelo ficaram por conta da presença de ganchos para a fixação de cadeirinha infantis no banco traseiro, presença de cintos de três pontos em todas as posições, bem como alerta de desativação do airbag frontal do passageiro, itens estes que sem sombra de dúvida somaram pontos a favor da Ranger na avaliação.

Por Adriano Oliveira


Montadora deve lançar oficialmente o Ford Ka 2017 neste semana. Veículo custará a partir de R$ 41.990.

Conforme o que foi divulgado previamente pelo site da Ford, nesta semana a fabricante irá fazer o anúncio oficial a respeito da chegada da nova linha 2017 da família Ford Ka. E para deixar os consumidores brasileiros ainda mais animados, a fabricante anunciou que tanto o modelo com carroceria hatchback quanto o modelo que possui a variante sedã agora sairão da fábrica da empresa localizada na cidade de Camaçari (BA). Nessa nova geração a família Ka virá com banco traseiro bipartido com a presença do encosto de cabeça para o quinto passageiro, bem como com cinto de segurança de três pontos.

Mas nem tudo poderia ser notícias boas, pois a notícia ruim para os consumidores ficou por conta de que os preços dos veículos da família foram reajustados e agora o valor inicial é de R$ 41.990.

Outra novidade trazida pela gama 2017 do Ka é a versão SEL Plus, a qual possui o propulsor 1.5, destinado exclusivamente para a carroceria sedã, sendo que nesta versão sedã (que será a topo de linha) a fabricante irá ofertar aos consumidores bancos integralmente revestidos em couro e sensor de obstáculo traseiro, para adquirir essa versão o consumidor terá que desembolsar R$ 57.840.

A gama 2017 do famoso Ka será mais uma aposta da Ford, mas o certo é que este novos Ka não tem mais nada similar àquele Ka que foi lançado no país em 1997, pois de lá para cá o carro passou por diversas mudanças e tornou-se um carro maior e muito mais moderno, características estas que estão fazendo com que todo o prestígio do modelo volte à tona. Uma prova da força que o Ka está tendo no mercado atual é o fato de o modelo estar a um bom tempo brigando entre os hatchs compactos e ao que tudo indica a montadora quer continuar seguindo firme nessa disputa, haja vista que cada vez mais o veículo vem trazendo novidades em termos de acessórios e novas tecnologias para os consumidores.

Os principais concorrentes do novo Ka são o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20, briga esta que representa nada mais nada menos que o mercado mais cobiçado pelas montadoras brasileiras.

Por Adriano Oliveira


Novo Modelo chegará às lojas em maio e custará entre R$ 130 mil e R$ 179 mil.

Em busca de novidades e mais opções para seu mercado consumidor, a Ford irá apresentar a nova Ranger em abril. A grande novidade da montadora norte-americana também já possui data oficial de chegada ao mercado: maio. Seguindo os passos de sua grande rival, a Hilux da Toyota, a apresentação da nova Ford Ranger se dará aos poucos. Com isso, os modelos com cabine dupla acompanhados de motores a diesel e tração 4×4 devem ser os primeiros a serem apresentados.

Vale destacar que os preços oficiais da nova Ford Ranger já foram divulgados: partindo de R$ 130.000 na versão XLS 2.2 e podendo chegar a R$ 179.900 na versão Limited 3.2. Em relação aos preços das versões intermediárias, saiba que a Ford não os divulgou. Dessa forma, a expectativa é que tais preços sejam informados juntamente com as próximas apresentações do lançamento da Ford.

É importante destacar que a nova Ford Ranger vem recheada de novidades e pretende conquistar todos os tipos de gostos. Em relação à parte interna do automóvel, saiba que o painel conta com uma barra horizontal prateada que trás um tom de luxuria para o carro. Além disso, também podemos destacar o novo console central com traços retilíneos. O quadro de instrumentos, por sua vez, é baseado no Fusion, haja vista as duas telas coloridas. A central de multimídia conta com nada menos que uma tela de 8 polegadas sensível ao toque e navegador GPS.

Além disso, saiba que o lançamento da Ford também apresenta grandes novidades no conjunto mecânico. Um grande exemplo é a direção, que possui assistência elétrica. Outros itens como, por exemplo, câmbio automático de seis marchas, controle eletrônico de estabilidade e tração, alerta de colisão, piloto automático adaptativo, câmera de ré, dentre outros itens, estão presentes na versão top de linha Limited. Os itens completos de cada versão serão divulgados no decorrer da apresentação da Ford Ranger.

Em contrapartida, o motor não sofreu alterações, pois o 3.2 a diesel permanece presente nesta geração. Trata-se de um motor extremamente competente, haja vista a capacidade de 200 cv e 47,9 kgfm de torque. Um detalhe importante é que o isolamento acústico foi otimizado.

Por Bruno Henrique


Modelo manteve o antigo visual e custa de R$ 46 mil a R$ 65 mil.

Em meados do ano passado a montadora Ford fez o lançamento da linha 2016 do novo Fiesta, o qual não traz novidades na mecânica e nem no visual. O veículo que será comercializado a partir de R$ 46.790 terá a sua principal mudança em relação à linha 2015 em seus equipamentos, na versão topo de linha principalmente, variante esta que agora conta com chave presencial. Com essa tecnologia, o condutor não necessita possuir em mãos as chaves para dar partida ou acessar o automóvel.

Nas outras versões com motor de 1.6 litros, a singularidade fica por conta do sensor de estacionamento traseiro, já na versão SE 1.5, a básica, passa a possuir mais dois alto-falantes localizados nas portas traseiras.

Abaixo é possível verificar os valores e os acessórios para cada versão:

– S 1.5 – Valor: R$ 46.790
Itens de série: direção elétrica, ar-condicionado, vidros, retrovisores e travas elétricas, computador de bordo, som com bluetooth e USB, além de alarme volumétrico.

– SE 1.5 – Valor: R$ 50.890
Itens de série: o mesmo que acompanha a versão acima, além de faróis de neblina, rodas de liga leve, abertura do carro pela chave e vidros traseiros elétricos.

– SE 1.6 – Valor: R$ 53.890
Itens de série: o mesmo que acompanha a versão SE 1.5, mas o motor é um 1.6 (com 128 cavalos de potência) e o carro ainda possui sensor de estacionamento traseiro, ar-condicionado digital, controles de tração e estabilidade, SYNC com comando de voz, assistente de partida em rampa, controle de áudio no volante e Assistência de Emergência.

– SE 1.6 PowerShift – Valor: R$ 58.390
Itens de série: o mesmo que acompanha a variante SE 1.6, porém, possui transmissão automática de seis velocidades e dupla embreagem.

– Sport – Valor: R$ 60.190
Itens de série: fundamentada na versão SE, possui retrovisores e grade em preto brilhante, spoiler traseiro, faróis com máscara negra e saias laterais.

– Titanium – Valor: R$ 65.290
Itens de série: além dos itens do SE PowerShift, conta com rodas de 16 polegadas, sete airbags, bancos de couro, acesso e partida sem chave, volante revestido em couro, sensores de luz e chuva, retrovisor eletrocrômico e por fim, piloto automático.

Nádia Neves


Confira aqui as principais novidades do novo Ford Fusion 2016.

A montadora americana Ford realizou o lançamento na segunda-feira, dia 11 de janeiro de 2016, no Salão da cidade de Detroit, da mais nova versão do Fusion, que agora vem com um novo design. Apesar do sedã ter ganho boas reestilizações na parte visual, o que mais chamou a atenção é o novo motor, um V6 de 2.700 cilindradas com EcoBoost, que gera cerca de 329 cv de potência e um torque que chega a 48,4 kgfm.

Aliando a tração nas 4 rodas com alimentação turbo, a variante V6 Sport terá a incumbência de por o modelo da Ford ao lado da BMW Série 3, que na versão 340i possui 320 cavalos.

O modelo que agora vem com muito mais potência também está equipado com uma suspensão inteligente, que faz uma adaptação de acordo com o pavimento no qual o veículo está trafegando, conta com spolier traseiro, saída dupla de escapamento e rodas com 19 polegadas.

Com o objetivo de manter uma visão ecológica, o novo Ford Fusion possui também uma versão híbrida plug-in, variante esta que pode ser carregada completamente na tomada em aproximadamente 2 horas e meia, de acordo com as informações publicadas pelo fabricante.

O Fusion Energi tem uma autonomia para percorrer até 35 km no modo estritamente elétrico, entretanto, ao utilizar o motor 2.0 a combustão esse valor é alterado, podendo chegar a 800 km, conforme o fabricante.

Uma outra notícia boa para os amantes do veículo é a sua versão Platinum, que possui na sua parte interna um acabamento mais refinado. O mesmo é equipado com um motor EcoBoost de 2 mil cilindradas e também tração integral, porém, a diferença é encontrada na sua parte interna, onde os painéis de instrumentos e também as portas são revestidas por couro.

De acordo a montadora, o novo Ford Fusion deverá chegar em terras brasileiras ainda esse ano.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Modelo que chegará ao Brasil apenas no primeiro trimestre de 2016 já conta com site de Divulgação.

Apesar de o lançamento nacional da nova Ford Ranger estar previsto para ocorrer somente no primeiro trimestre do ano de 2016, a Ford já iniciou as suas ações de marketing em torno do modelo e já começou a anunciar, aqui no Brasil, este modelo que passou por uma reestilização.

Após fazer a divulgação há poucos dias das primeiras imagens da versão sul-americana da Ranger, a Ford aposta agora no oferecimento de um endereço eletrônico exclusivo para demonstrar as diversas novidades que serão trazidas por esta caminhonete. Além do conjunto de alterações visuais, principalmente na parte dianteira, a nova Ford Ranger irá trazer como principal destaque uma parte interna totalmente renovada, inclusive com a presença de um lindo painel digital.

Nesse endereço eletrônico, a fabricante faz o anúncio da estreia do modelo para breve e destaca que “uma nova era de Raça Forte está chegando”, sendo que os consumidores podem visualizar imagens detalhadas do exterior da picape, sendo que o modelo disponibilizado para visualização é o topo de linha chamado Limited. O modelo possui um tom bastante chamativo de vermelho, que ao que tudo indica, irá ser a cor do lançamento oficial.

Pode ser coincidência, mas esta mesma cor marcou a estreia oficial do modelo também da principal rival da Ford Ranger, a picape fabricada na Argentina Toyota Hilux.

Mas para aqueles que já se animaram e estão querendo acessar o site oficial da picape para saber detalhes internos dela, não adianta tanta euforia assim, pois a Ford não quis revelar maiores detalhes sobre o interior. Por enquanto, o que se sabe é que o veículo contará com a presença do sistema SYNC 2, tela de 8 polegadas sensível ao toque, navegação via satélite, quadro de instrumentos com elementos exclusivamente digitais, bem como piloto automático adaptivo.

Já com relação à motorização, a nova Ford Ranger será disponibilizada com os propulsores 2.2 turbodiesel (com uma potência de 160 cavalos) e 3.2 turbodiesel (com potência total de 200 cavalos), conjunto este que trabalhará juntamente com um câmbio de seis marchas, com a disponibilidade das versões manual ou automática. E para fechar o pacote de novidades, a picape contará com direção elétrica EPAS.

Por Adriano Oliveira


Modelo é produzido na fábrica da montadora em Camaçari (BA). Do total de unidades fabricadas 600 mil devem estar rodando pelo Brasil, enquanto que outras 400 mil estão circulando pelos outros países da América Latina.

Apesar da crise financeira que vem assolando o país, a grande e renomada fabricante de veículos automotivos Ford está encerrando o ano de 2015 com um motivo para comemorar. Nesta última semana foi comemorada, na unidade da empresa em Camaçari (BA), a confecção da unidade de número 1 milhão do conhecido  EcoSport. Após 12 anos e meio do seu lançamento, este modelo conseguiu assumir o posto de um dos produtos mais importantes da marca aqui no Brasil.

Mas vale ressaltar que os veículos EcoSport produzidos nessa unidade bahiana da Ford não abastecem somente o mercado nacional, pois uma parcela da produção é exportada para outros países da América Latina. Segundo os dados estatísticos da empresa, destes 1 milhão já produzidos estima-se que 600 mil exemplares estejam rondado aqui no país, enquanto as outras 400 mil unidade oriunda da fábrica de Camaçari estejam circulando por outros países, tais como Chile, Argentina, Colômbia, Peru, Equador, México e Venezuela.

O EcoSport foi um marco muito importante para a Ford aqui do Brasil, sendo que o veículo é uma derivação do mesmo projeto que deu origem a minivan Fusion na Europa. O mais importante de tudo isso é que aqui no país, logo de cara o EcoSport, devido a sua proposta inovadora, fez muito sucesso, principalmente por ser um veículo que possui características de um SUV, mas com porte compacto e preço mais relativo se comparado com os demais da categoria.

Por anos ele liderou o mercado sem a presença de concorrentes diretos, contudo, após o lançamento de sua segunda geração no ano de 2012, as outras empresas vieram com concorrentes de peso, tais como o Honda HR-V, o Renault Duster e o Jeep Renegade, os quais conseguiram interromper, aos poucos, a supremacia do EcoSport que outrora liderava esse mercado isoladamente.

Atualmente, o EcoSport ocupa a quarta colocação entre os SUVs compactos mais vendidos no Brasil. A Ford já anunciou que o seu objetivo no ano de 2016 é dar um fôlego ao modelo por meio de uma reestilização da linhagem.

Por Adriano Oliveira


Veículo ganhou nova grade frontal e formas mais suaves e fluídas.

A renomada fabricante de veículos automotores americana Ford fez a apresentação oficial do novo Ford Edge 2016, veículo este que chegará ao mercado brasileiro no primeiro semestre do ano de 2016. A apresentação desse veículo que se tornou o mais novo crossover que será comercializado em âmbito global foi exibido pela fabricante em um evento ocorrido na cidade de São Paulo. Aproveitando o ensejo, a Ford divulgou também que irá realizar no ano de 2016 mais um etapa de lançamentos aqui no Brasil, o que totalizará 16 ações de produtos nas áreas de picapes, automóveis, utilitários esportivos e caminhões.

A apresentação deste veículo ocorreu a fim de fazer uma introdução dos produtos que a empresa irá lançar no próximo ano, bem como com a finalidade de fazer a manutenção dos excelentes resultados que estão sendo obtidos pela fabricante no mercado nacional, inclusive com a liderança em diversos setores, tais como sedãs de luxo, hatches médios, bem como caminhões leves e semileves.

Este novo Ford Edge 2016 chega totalmente reformulado, haja vista que os seus principais destaques ficarão por conta do seu estilo bastante arrojado e por algumas novidades tecnológicas prometidas pela fabricante na parte interna.

Nesse primeiro momento, pelo o que pôde ser observado, a parte frontal do veículo ganhou uma grade que mistura ao mesmo tempo formas suaves e fluidas, as quais fazem a antecipação da tendência que será utilizada em âmbito mundial pela fabricante. Devido ao fato de o capô deste carro ter ficado bastante imponente, ele transmite a ideia de potência. Na parte lateral foram inseridas linhas de cinturas altas, bem como superfícies esculpidas por detalhes que contém formas gráficas e ângulos agudos, detalhes estes que dão uma sugestão de poder e confiança, já a linha de teto do carro possui elegância.

Como as rodas deste veículo foram posicionadas nos cantos externos do chassi, o novo Edge ficou com um visual carismático, agressivo e amplo. Para aqueles que ficaram curiosos com relação aos demais detalhes, a Ford já deixou claro que irá divulga-los somente próximo da época do lançamento.

Por Adriano Oliveira


Ford faz parceria com a Universidade de Michigan para o desenvolvimento de um sistema autônomo de direção.

Nos Estados Unidos, mais precisamente na Universidade de Michigan, a MCity, instalação de testes, está trabalhando na produção de um sistema que faz com que a condução do automóvel seja feita de maneira autônoma.

A Ford foi a selecionada para ter alguns carros nos testes nesse sistema autônomo. Os testes foram realizados em uma cidade fictícia que foi reconstruída trazendo diversos detalhes das ruas urbanas.

A planta que foi criada para que os veículos rodassem conta com tudo o que o nosso dia a dia traz, como imperfeições, situações com pedestres, publicidades, entre outros. Tudo que pudesse auxiliar no desenvolvimento mais eficaz e rápido para essa nova tecnologia de condução.

O Fusion Hybrid e outros veículos da Ford rodam com o sistema autônomo. Os carros contam com pessoas como pilotos reais também. Isso se fez para que fosse possível administrar alguns tipos de situações que encontramos nas ruas, como é o caso de acidentes, veículos de emergência pedindo passagem, semáforos e outros.

O Fuson Hybrid contou com o auxílio de câmeras tridimensionais, quatro aparelhos LiDar (mapas em 3D), sensor ultrassônico e radar, os quais atuaram em conjunto com os sensores normais. A montadora e outras instituições de caráter privado e público gastaram aproximadamente R$ 10 milhões para a construção da cidade e a realização dos testes com o sistema autônomo.

Policial para Carro Autônomo do Google:

Um veículo com sistema autônomo da gigante de buscas da internet, o qual tem o nome de Google Car, teve uma situação inusitada. Um policial rodoviário parou o carro com o argumento de que ele estava muito “devagar”. Quando iria acontecer uma multa ao motorista devido ao fato de trafegar em uma velocidade menor do que é a mínima permitida, o policial se deu conta que o carro não tinha ninguém pilotando.

A autoridade conversou com a pessoa que estava no carro e apontou que o Google Car não poderia atrapalhar o trânsito. O modelo estava com 40 km/h, sendo que a velocidade mínima permitida era de 56 km/h.


Ford EcoSport 2016 ganha novo motor para tentar recuperar espaço no mercado.

A Ford lança o EcoSport 2016 com inovações no motor e no câmbio para recuperar as vendas perdidas para os modelos da Honda, Peugeot e Jeep no mercado de SUVs compactos.

O motor agora é o 1.6 litro Sigma TiVCT Flex, que também está no Fiesta e no Focus, mas se diferencia destes por ter um comando de válvulas na admissão e no escape variável. O TiVCT pode operar tanto com álcool como com gasolina e dispensa o tanque auxiliar de gasolina para partidas a frio. Possui 131 cavalos de potência com etanol e 126 cavalos de potência com gasolina. O motor, com injeção direta de combustível na câmara de combustão, agrupa outras medidas que melhoram a eficiência, tais como compressor do ar-condicionado e o controle eletrônico da bomba de óleo e alternador. Como só operam diante das necessidades, estes agregados reduzem as emissões e aumentam a economia.

O câmbio automatizado PowerShift possui dupla embreagem e seis velocidades, o que estava disponível até o momento somente para as versões do Ford EcoSport 2.0.

Estas novidades fazem com que o EcoSport consiga acelerar de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos, além de ficar mais agradável para dirigir. Em relação ao consumo de combustível, o novo modelo faz cerca de 10,2 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada com gasolina e cerca de 7,2 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada com etanol.

Fabricado no Brasil, Índia, China, Rússia e Tailândia, o EcoSport é exportado para 50 mercados do mundo. Os preços variam de R$ 68.690 a R$ 85.900, de acordo com o modelo, sendo a versão mais barata o EcoSport 1.6 SE Direct PowerShift e a com o valor mais alto o EcoSport 1.6 FreeStyle Plus PowerShift.

Os jornalistas percorreram 150 km no Rio Grande do Sul para avaliar o EcoSport 2016 e passaram por estradas com várias curvas no interior gaúcho. A característica principal do carro é a eficiência e a economia de energia.

Bruna Rocha Rodrigues


Montadora anuncia reajuste nos preços de seus modelos. Valores serão válidos a partir deste mês de outubro de 2015.

Para quem está esperando para comprar um carro zero, pode se animar um pouco. A Ford anunciou um reajuste nos preços para o mês de outubro. Contudo, alguns modelos ficaram mais caros, como o clássico K, que ultrapassou a barreira dos R$ 40 mil, já o estiloso EcoSport teve seu preço reduzido. As marcas que sofreram reajustes foram: K, K+, EcoSport, New Fiesta, New Fiesta Sedan, Focus e Focus Fastback .

Além do reajuste nos preços, a Ford trouxe novidades para o modelo New Fiesta Sedan. A versão Titanium agora traz atributos que antes só tinha no Titanium Plus, esses atributos são: Sistema MyFord TOUCH com tela de 6,5”, câmera de ré, sistema de voz para climatização e navegação, chave com sensor inteligente e botão de partida Ford Power, além de iluminação ambiente em sete cores e um console central onde o motorista poderá descansar o seu braço.

Além do reajuste nos preços dos carros, houve também um reajuste na padronização das cores. Quando compra um carro, o consumidor pode optar por uma das cores de um mostruário, fugir das cores padrão que são: o branco, preto e vermelho. Ele pode escolher cores mais peroladas ou metálicas. O preço cobrado hoje por essas pinturas é de R$ 1.300 em todos os modelos da marca. O comprador tem a opção de escolher entre as cores metálicas: prata, laranja savana e azul carmel. Já a opção para as cores peroladas são: branco Sibéria, preto Astúrias, bristol e Gales, vermelho merlot e Vermont,  entre outras. A Ford possui mais de 25 cores em seu catálogo.

Confira abaixo os  preços do K+ e do EcoSport antes do reajuste e depois:

– Ka+:

  • SE 1.0: De R$ 43.590 para R$ 42.990;
  • SE Plus 1.0: De R$ 45.690 para R$ 45.090;
  • SEL 1.0: De R$ 49.290 para R$ 48.590;
  • SE 1.5: De R$ 47.490 para R$ 46.690;
  • SE Plus 1.5: De R$ 49.590 para R$ 48.790;
  • SEL 1.5: De R$ 53.190 para R$ 52.290.

– EcoSport:

  • SE 1.6: De R$ 65.900 para R$ 67.700;
  • Freestyle 1.6: De R$ 71.900 para R$ 72.700;
  • Freestyle 2.0 4WD: De R$ 82.500 para R$ 83.800;
  • SE 1.6 AT: R$ 71.900 (versão nova);
  • Freestyle 1.6 AT: R$ 76.500 (versão nova);
  • Freestyle Plus 1.6 AT: R$ 80.330 (versão nova);
  • Titanium 2.0 AT: Foi para R$ 85.900 (era R$ 87.400);
  • SE Direct 1.6 AT: R$ 68.690 (versão nova);

Para maiores informações acesse: http://www.ford.com.br.

Camilla dos Santos Batista


Veículo é apresentado com mudanças em seu design e novos acessórios.

Após ter sido revelado um pouco antes do Salão de Xangai, evento este ocorrido no primeiro semestre deste ano, o novo Ford Taurus 2016 retornou a ser atração no estande da fabricante de veículos automotores Ford no Salão de Chengdu, sendo que nesta oportunidade a marca acabou divulgando todos os detalhes a respeito do veículo.

Em princípio, o novo Ford Taurus está sendo considerado como o novo sedã premium, contudo o veículo será destinado para o mercado chinês. O Taurus ficou muito parecido com o conhecido Ford Fusion, porém, com dimensões ainda mais avantajadas. O que fez com que este veículo ficasse parecido com o Fusion foi o fato de a fabricante ter abandonado o design antigo que tinha linhas agressivas e retas. Com as mudanças que foram feitas, o Ford Taurus se enquadrou melhor na atual identidade visual da fabricante.

Na parte dianteira o novo Taurus possui novo para-choque e faróis de LED. Na lateral, quem observa o veículo logo fica impressionado com as lindas rodas de 19 polegadas, já na retaguarda foram inseridas lanternas horizontais, as quais foram confeccionadas com LED.

Na parte interna, como não poderia ser diferente, o Taurus possui um espaço excepcional, pois conta com nada mais nada menos que 5 metros de comprimento e um longo entre-eixos de 2,95 metros. O acabamento interno ganhou um toque mais refinado com a inserção de materiais mais requintados, o novo teto panorâmico deixou o carro ainda mais elegante, outra atração a parte é a central de multimídia deste veículo, que possui incríveis 10 polegadas. E os quesitos de conforto não param por aí, pois os assentos dianteiros do carro possuem ajustes elétricos e no interior do veículo há vários porta-objetos espalhados na cabine.

Com relação à motorização, o Taurus será comercializado com um propulsor 2.0 EcoBoost GTDi, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 245 cv e 35,7 Kgfm de torque, com a possibilidade de uma outra opção que é o propulsor V6 2.7 Ecoboost, que é capaz de produzir uma potência máxima de 329cv e 48,4 Kgfm de torque, sendo que nas duas configurações os motores trabalham com um câmbio automático de seis velocidades.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: