Toyota e Citroën seguirão os passos da Ford e fecharão fábricas no Brasil?

Em resumo, chance virtualmente nula para Citroën, que acabou de lançar C3; Toyota já havia decidido fechar uma unidade, mas continuará no Brasil.

Vários boatos sobre o fechamento dessas fabricantes tiveram grande repercussão na internet e movimentaram as redes sociais, principalmente o WhatsApp e o Facebook.

Acontece que todo esse burburinho não passa de uma notícia falsa. Se fosse verdade, somente na Citroen seriam demitidos mais de 13 mil funcionários; na Toyota, esse número chegaria a mais de 6.000.

É verdade que o mercado automotivo no Brasil está passando por dificuldades, apesar do crescimento nas vendas de veículos novos, mas com dificuldades no varejo. Contudo, nem a Citroen, muito menos a Toyota, fizeram qualquer anúncio oficial sobre o fechamento das suas unidades no país.

Acompanhe!

Mercado de automóveis em crise

O mercado automotivo no Brasil tem passado por uma fase de dificuldades, devido aos problemas ocasionados pela crise econômica sem previsão para acabar, com queda nas vendas no varejo, o que vem desde a época da pandemia.

Esses fatores obrigaram as montadoras a se adaptarem para enfrentar a crise e sobreviverem, mesmo assim, não existe nenhum indicativo de fechamento de fábricas e demissões em massa em nosso país.

Veja a situação dessas empresas por aqui.

Citroën fica no Brasil?

A marca francesa está instalada em solo brasileiro desde 1959, sendo uma das principais fabricantes de carros no país. Ela já se consagrou no mercado mundial por desenvolver veículos que se destacam pela inovação, capacidade tecnológica, conforto e design ousado.

Ocorre que ela mal pode ser considerada francesa hoje em dia. Oficialmente, a Stellantis – grupo que hoje controla a marca, além de Fiat, Peugeot, Dodge, RAM, Alfa Romeo e outras – chegou a se pronunciar por meio de nota, afirmando que a informação sobre fechar unidades no Brasil é “improcedente e sem contato com a realidade”.

Na nota, o grupo ainda destaca a sua liderança no mercado automotivo nacional – com todas as suas marcas -, com 32,9% de participação e mais de 646 mil unidades comercializadas, representando 37% de aumento em 2022, com destaque especial para a contribuição da Citroen nesse crescimento.

Cabe ainda lembrar que a montadora acabou de lançar o C3 no Brasil, com intuito de substituir o popularíssimo Fiat Uno (lembre-se, como dissemos, Fiat é outra marca do grupo) e que logo alcançou o patamar de um dos carros mais vendidos do país.

Diante disso, fica claro que a montadora francesa não tem motivos para encerrar seus trabalhos fabris em nosso país.

Toyota sairá do Brasil?

A Toyota é uma marca japonesa fundada em 1937 e está no Brasil desde 1962. A marca é conhecida mundialmente pela tecnologia e confiabilidade dos seus veículos, o que já foi percebido pelos brasileiros através de modelos famosos, nos quais citamos o Corolla, Etios e o SW4, todos fabricados aqui no país.

Em 2022, a empresa anunciou que até o final de 2023, fechará a sua unidade em São Bernardo do Campo, em São Paulo, para distribuir todas as suas operações e funcionários para as suas outras três unidades nas cidades de Sorocaba, Porto Feliz e Indaiatuba.

Portanto, também é falsa a notícia de que a Toyota irá encerrar todas as suas unidades no Brasil, demitindo mais de 6 mil funcionários. Trata-se de apenas uma unidade fabril sendo fechada.

Diante de tudo o que foi mostrado até aqui, é muito importante ter cuidado com informações falsas. Mas como evitar que esse tipo de alarde aconteça?

Os cuidados com as notícias falsas

Em meio a tanta desinformação, é sempre importante ressaltar a importância de sempre verificar todas as informações que chegam por meios não oficiais. Ou seja, qualquer relato, por mais verídico que pareça, em um primeiro momento, necessita ser verificado por meios oficiais, como sites de notícias ou pela página oficial das empresas na internet.

As redes sociais e grupos de WhatsApp têm se tornado cada vez mais os principais meios de obtenção de informação da maioria das pessoas. Nada errado nisso, é um meio eficiente de troca de informações, mas boatos acabam sendo inevitáveis.

Isso pode ser explicado pela praticidade de receber e espalhar qualquer boato que chega por meio dos celulares, que tem se tornado cada vez mais o principal recurso para as pessoas tomarem decisões, muitas delas nem sempre assertivas.

Afinal, Toyota e Citroën continuam no país?

Elas não apenas continuam, como devem lançar muita novidade para o público brasileiro, sem fechar fábrica nenhuma, muito menos demitir ninguém. Assim, está esclarecida essa questão definitivamente: a Citroen e a Toyota continuarão, sim, no Brasil!

Portanto, podem ficar tranquilos, pois essas marcas vão continuar fazendo parte do cotidiano de muitos brasileiros e ainda veremos muitos modelos sendo fabricados para todos os públicos.

E não deixe de compartilhar este artigo no Whatsapp e Facebook quando se deparar com este boato. Esperamos contribuir com fatos para a discussão.

Na imagem, Citroën C3 que, mesmo lançado no final do ano, acabou se tornando o veículo mais vendido da marca em 2022, com mais de 10 mil emplacamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *