Kia está preparando nova picape para 2024/2025, do porte de Hilux, S10, Ranger

Flagra na Coreia do Sul confirma picape derivada da geração atual do Kia Mohave. Grandes chances de vir para o Brasil.

O segmento de carros grandes segue em alta no mercado brasileiro. As picapes, por exemplo, tiveram um aumento de quase 25% com relação ao ano de 2020 segundo a Fenabrave. Assim, é pensando na continuidade dessa tendência que a montadora sul coreana prepara sua picape global para estrear em 2024, com o Brasil sendo, provavelmente, um dos principais mercados para o novo Kia.

No momento, o que temos são especulações e alguns flagrantes realizados nas ruas coreanas em testes do veículo. Na parte frontal, é possível fazer o reconhecimento da logo da marca e mais alguns detalhes que lembram muito a geração atual do Kia Mohave, o qual figurou no Brasil entre 2009 e 2017, sendo um SUV grande com motor a diesel e transmissão automática. Pelas fotos capturadas, percebe-se faróis em LED na frente grelha estilizada e semelhante a modelos anteriores da marca.

Na parte lateral, o primeiro aspecto que vem aos olhos é a altura em relação ao solo, que é alta. Isso revela que essa picape vem para competir com modelos médios consagrados no mercado nacional, como a Chevrolet S10 e a Toyota Hilux, ao invés de disputar compradores com Chevrolet Montana e Fiat Toro, picapes menores, intermediárias. Ainda nessa parte, podemos ver a cabine dupla, para 5 ocupantes, o que reforça a tese da competição com picapes de médio porte. Na traseira, uma caçamba com bom espaço e lanternas em LED. Quanto ao face-lift geral do carro, acabamentos internos e adicionais, a marca faz sigilo.

Durante um evento da marca em 2022, a Kia revelou que arquitetava dois conjuntos de motores separadamente, o primeiro acompanha o chamado E-GMP, um segmento da Hyundai dedicado aos veículos com baixas emissões, elétricos movimentados por baterias, o qual acompanha carros da própria Hyundai e da Kia, e um segundo motor a ICE, nosso velho conhecido motor a combustão interna, porém, com melhor aproveitamento do processo, buscando a máxima conversão da energia da explosão da mistura combustível em energia de movimento, dessa forma, aumentando o rendimento do motor.

Em outros mercados, como o norte americano, especula-se que a motorização deve ser semelhante ao do modelo Mohave, ou seja, um motor a combustão por diesel ou gasolina de 3 litros orquestrado por uma transmissão automática de 8 marchas e transmissão nas 4 rodas. Por outro lado, também se espera um opção elétrica ou híbrida, pelo menos para o mercado brasileiro, cujos compradores já se acostumaram com o som do motor a diesel nas picapes, e ainda, pela possível data de estreia ser 2024/2025, há muito tempo para desenvolvimento de tecnologias que auxiliem na condução, segurança, rendimento e motorização, haja vista as exigências com esses quesitos e as preocupações com carros menos poluentes.

Com informações e imagens de Carscoops.

Na imagem abaixo, a comparação com a versão atual do Kia Mohave:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *