Categorias: ImpostoNotícias

Como declarar a venda de carros no Imposto de Renda 2023

Nos últimos anos, a crise dos semicondutores afetou diretamente a venda de carros 0 km no Brasil. Com isso, os veículos seminovos acabaram valorizando e muita gente vendeu o seu carro no último ano. Se você foi uma destas pessoas, saiba que é possível que você tenha obtido lucro com esta negociação e por isso precisará declarar o negócio em seu Imposto de Renda 2023.

Mas você sabe como fazer para declarar a venda de seu carro no Imposto de Renda? Se não sabe, fique atento, pois iremos lhe passar todas as etapas.

Para aqueles que não sabem, a venda de veículos poderá ter uma alíquota de 15% de imposto de renda caso o negócio tenha superado o teto de R$ 35 mil e tenha gerado algum lucro.

Caso a venda do seu veículo tenha se encaixado na situação acima, será preciso realizar o download do programa de Ganho de Capital (GCAP) dentro do site da Receita Federal. Dentro do GCAP, é preciso informar os dados do veículo e todas as informações de compra e venda. Se ficar claro que ocorreu um ganho de capital, o próprio GCAP irá gerar uma guia de recolhimento (DARF) que deverá ser paga para quitação do imposto.

Além de realizar o pagamento do DARF, também é preciso exportar o arquivo de Ganho de Capital e salva-lo em seu computador (este arquivo será preciso na hora de declarar o Imposto de Renda).

Atenção: Este processo de Ganho de Capital deve ser feito logo após a venda do veículo, logo no mês seguinte a negociação. Isso porque caso haja uma demora você estará sujeito ao pagamento de uma multa.

Com esta parte resolvida, agora vamos a Declaração do Imposto de Renda 2023.

Primeiramente você deverá atualizar a ficha de “Bens e Direitos”. Para isso, você precisa entrar no Programa do Imposto de Renda Pessoa Física. Feito isso, será preciso clicar em “Código 01 – Veículo Automotor Terrestre”. Depois disso, você deverá inserir o número 105 (que é o código para vendas de veículos no Brasil). Após isso, é preciso informar o número do Renavam do carro. Já no campo discriminação será preciso informar que o carro (com modelo, placa e ano) foi vendido. Além disso, será necessário informar o valor de venda do carro e também o nome e CPF de quem comprou o veículo.

A próxima etapa é escrever o valor de compra do veículo no campo referente a 31/12/2021 e deixar o valor zerado no campo 31/12/2022.

Por fim, é preciso entrar na área de “Ganhos de Capital” e importar o arquivo do GCAP que mencionamos lá no início da matéria.

Vale lembrar que veículos vendidos por menos de R$ 35 mil estão isentos do Imposto de Renda. Isso vale mesmo se você tiver obtido lucro com a venda.

É importante lembrar ainda que mesmo que tenha ficado isento do imposto, o ganho de capital deve ser informado à Receita Federal. Para isso, é preciso criar um campo na ficha de “rendimentos Isentos e Não Tributáveis”. Feito isso, selecione o código 05, que se refere ao ganho de capital na alienação de bens.

A próxima etapa é escrever no campo “Valor Informado pelo Contribuinte” o valor de venda do veículo. Ou seja, a diferença que teve entre o valor de aquisição e o valor de venda do carro.

Compartilhe

Posts Recentes

Veículos elétricos vendem pouco e GM resolve apostar em híbridos

Inconvenientes e caros, veículos 100% elétricos são preteridos pela GM, que resolve mudar o foco… Leia Mais

Calendário IPVA 2024 RJ – datas, prazo, desconto

Pagamento do IPVA 2024 no Rio de Janeiro começa no dia 22 de janeiro. Cidadãos… Leia Mais

Calendário de pagamento do IPVA 2024 PR – alíquotas, parcelamento, desconto

Prazo de pagamentos para o estado do Paraná já começou a valer. À medida que… Leia Mais

IPVA 2024 São Paulo – prazo de pagamento, descontos

Prazos de Pagamento O IPVA 2024 para veículos em São Paulo possui um calendário específico… Leia Mais