Tesla deve fabricar carros elétricos no México em 2024

Os rumores acabaram: a Tesla terá uma fábrica de veículos de última geração no México; preço do carro importado no Brasil deve baixar.

No último dia 28/2, o presidente do México, Andrés Manuel Lopez Obrador, confirmou que a Tesla vai instalar uma fábrica no país, colocando um fim nas especulações que já vinham circulando desde 2022. Com isso, a Tesla deve iniciar a produção dos seus primeiros carros elétricos no México, a partir do próximo ano.

Embora não seja oficial, a produção deve focar em um veículo que está sendo chamado de Tesla Model 2, alimentado por baterias de Lítio-fosfato de Ferro (LFP), barateando seu preço final, que pode ficar em torno de US$ 25 mil (R$ 125 mil).

O governo mexicano já vinha mantendo negociações discretas com a fabricante de EVs (veículos elétricos). Mas com a oficialização, sabe-se agora que a liberação das licenças fiscais já está em andamento e deve ser concluída ainda em março, o que permitirá os preparativos para a construção da fábrica em Monterrey, no estado de Nuevo Leon, próximo à fronteira com os EUA.

Apesar das preocupações do presidente Andrés com a crise hídrica que acomete atinge aquela região e que poderia acabar com o projeto, a Tesla se comprometeu com o governo do país a utilizar água reciclada no processo fabril dos seus veículos, contornando essa questão de uma vez.

Investimentos da Tesla no México

O investimento no novo projeto foi anunciado na semana passada, pelo próprio Elon Musk. O executivo afirmou que o México foi escolhido como base para a próxima “gigafábrica”, semelhante à sua sede em Austin, no Texas (EUA), onde serão produzidos veículos de última geração.

O valor inicial chegará a US$ 1 bilhão – o equivalente a R$ 5,13 bilhões, na conversão do dia -, com o projeto todo podendo alcançar US$ 5 bilhões (R$ 25 bilhões). Será a maior fábrica de veículos elétricos do mundo, segundo o governador de Nuevo Leon, Samuel Garcia.

Atrativo para fornecedores e ampliação de projetos

Garcia ainda disse que a fábrica pode funcionar como uma âncora, enquanto deve atrair fornecedores da Tesla para a região. Ele completou dizendo que as fases subsequentes, após a implantação da fábrica de veículos, podem promover uma ampliação, com a fabricação de componentes, incluindo chips e baterias.

O Brasil também pode ser favorecido. Quer saber como? Confira na análise a seguir.

Como o Brasil ganha com uma “Gigafábrica” no México?

Desde 2002, o Brasil possui um acordo bilateral com o México, que vem sendo colocado em prática desde 2019.

O chamado ACE 55 (Acordo de Complementação Econômica), favorece a exportação e importação de veículos e peças entre as duas nações – além de outros produtos -, eliminando barreiras alfandegárias e outras despesas comuns em comercializações feitas entre países.

Esse acordo tornaria a importação dos modelos Teslas para o nosso país, com muitas vantagens, tornando os preços mais competitivos, frente aos que são encontrados hoje nas importadoras independentes que comercializam a marca no país. Portanto, muitas vantagens para o consumidor final podem estar vindo por aí. Vamos ficar de olho!

Posts Recentes

Promoção Suzuki: entrada de 60% e restante em 24 meses sem juros

Condições imperdíveis para motos Suzuki até 30 de junho: entrada de 60% e o restante em 24 meses sem juros.… Leia Mais

Novo BMW X3: A evolução do SUV de luxo da BMW

Descubra o novo BMW X3: um SUV que combina perfeitamente esportividade, elegância e tecnologia, oferecendo uma experiência de direção superior… Leia Mais

Mitsubishi Pajero Sport Legend Black: Luxo e exclusividade em edição limitada

Conheça o Pajero Sport Legend Black, o SUV da Mitsubishi que combina potência, sofisticação e exclusividade com apenas 200 unidades… Leia Mais

Primeiro lote do Chevrolet Blazer EV chega ao Brasil

Com a chegada do Blazer EV, a Chevrolet inicia uma fase de transformação e sustentabilidade no mercado automotivo brasileiro. O… Leia Mais

Fiat lança Nova Titano: uma picape desenhada para o agronegócio

A Nova Titano da Fiat, com motor turbodiesel e maior caçamba da categoria, é destaque em campanha que valoriza o… Leia Mais

São José dos Pinhais receberá produção do Novo Virtus em 2025

A Volkswagen investirá R$ 3 bilhões na fábrica de São José dos Pinhais para produzir o Novo Virtus e uma… Leia Mais