IPVA MG 2019 – Calendário de Pagamento e Descontos


Confira aqui o calendário de pagamento e os descontos no IPVA MG 2019.

O fim do ano se aproxima, você e sua família começam a se preparar para as festividades. Logo passada as festas, chegam boletos e mais boletos. Para aqueles que possuem um veículo, a dor de cabeça começa a se intensificar. É preciso estar atento para estar regular com os documentos e impostos. Um deles é o IPVA, um imposto que incide sobre propriedade veicular de automotores. O que muitas pessoas não sabem é que este imposto, depois de recolhido, é redistribuído para muitas áreas importante da máquina pública. Começa assim: o contribuinte paga e desse valor 50% fica com o Estado de origem e 50% no município onde foi colocado a placa. Os diferentes Governos redistribuem em áreas como saneamento, saúde, educação, segurança, entre outros.

Os valores de IPVA são diferentes, a depender de cada federação (Estado). Em São Paulo é o Estado onde a alíquota é maior 4% (valor do veículo). Nos demais, variam de 1% a 3%, fazendo com que proprietários busquem licenciar seus veículos onde os valores são mais baixos. Contudo, esta conduta é ilegal e pode causar grande dor de cabeça quando descoberta, pois os proprietários, quando descobertos, devem pagar todos os anos os quais havia pago no Estado escolhido. Ou seja, irá pagar duas vezes o IPVA do veículo. Medidas como esta, buscam cercear pessoas de burlar a lei na busca por impostos mais baratos em estados como o Paraná, que tem uma Alíquota que varia de 1% a 2,5%.

Em Minas Gerais as alíquotas estão bem distribuídas entre 1% e 4%.

Veja cada categoria:

A) 4%: Automóveis, veículos misto, utilitário e não especificados.

B) 3%: Embarcações, furgão, caminhonetes de carga estilo picape

C) 2%: Motocicletas, Triciclos, ciclomotores, quadriciclos, motonetas, automóveis (veículos mistos e utilitários com devida autorização de transporte público de passageiros na categoria “aluguel”).

D) 1%: Veículos de locação, propriedade jurídica exclusivamente para locação.

E) 1%: Aeronaves, ônibus, micro ônibus, caminhão trator, Caminhão.

Outra informação pouco vinculada é a possibilidade de isenção do IPVA. Há alguns casos específicos, como por exemplo, veículos furtados, extorquidos ou roubados; veículo táxi, além de pessoas com necessidades especiais, de acordo com o Decreto n.º 43.709/03.

Para o IPVA de 2019, em Minas Gerais, a Secretaria de Fazenda divulgou informações como Escala de Pagamentos e Descontos. Para o próximo ano, os vencimentos acontecem já a partir de 14 de janeiro de 2019 com placas de finais 1 e 2 e para aqueles que optarem por não parcelar terão um desconto de 3%. Uma outra oportunidade que foi divulgada é o desconto de 3% para bons pagadores nos anos de 2017 e 2018. Ou seja, aqueles proprietários que quitaram seus débitos, incluindo multas, impostos e taxas em dia nestes dois anos, além de conseguirem 3% sobre o valor total, terão mais 3% de desconto automaticamente. Estima-se que serão 2,8 milhões de veículos a receber o incentivo de bom pagador. Este contingente atinge 29% de toda a frota de veículos do Estado. O Governo espera arrecadar R$ 5,44 bilhões dos aproximadamente 10 milhões de veículos com emplacamentos feito até 19 de outubro. O contribuinte pode parcelar em até 3 vezes, observando o valor mínimo de R$ 150,00. O pagamento já está liberado nos terminais autorizados utilizando o RENAVAM do Veículo. É só baixar a guia de arrecadação no site da Secretaria de Fazenda. Outra coisa importante é não esquecer o vencimento do TRLAV – O licenciamento Anual. O valor é de R$ 102,42 com possibilidade de pagamento até de 1º de Abril de 2019. Veja abaixo a escala de pagamentos.

Tabela de pagamento IPVA 2019 MG

  • Final de Placa 1: Dia 14 de Janeiro, 14 de Fevereiro e 14 de Março
  • Final de Placa 2: Dia 14 de Janeiro, 14 de Fevereiro e 14 de Março
  • Final de Placa 3: Dia 15 de Janeiro, 15 de Fevereiro e 15 de Março
  • Final de Placa 4: Dia 15 de Janeiro, 15 de Fevereiro e 15 de Março
  • Final de Placa 5: Dia 16 de Janeiro, 18 de Fevereiro e 18 de Março
  • Final de Placa 6: Dia 16 de Janeiro, 18 de Fevereiro e 18 de Março
  • Final de Placa 7: Dia 17 de Janeiro, 19 de Fevereiro e 19 de Março
  • Final de Placa 8: Dia 17 de Janeiro, 19 de Fevereiro e 19 de Março
  • Final de Placa 9: 18 de Janeiro, 20 de Fevereiro e 20 de Março
  • Final de Placa 0: 18 de Janeiro, 20 de Fevereiro e 20 de Março

DOUGLAS MARCOS PEREIRA DE PAULA


IPVA RJ 2019 – Calendário de Pagamento


Veja aqui o calendário de pagamento do IPVA RJ 2019.

A notícia é para quem reside no Estado do Rio de Janeiro. Na última sexta-feira, dia 30 de novembro, foi divulgado pela Sefaz-RJ, a Secretaria de Fazenda e Planejamento, os dias para o pagamento oficial referente ao IPVA 2019, o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

De acordo com o calendário divulgado pelo órgão, a data referente ao vencimento da cota única e da 1ª parcela será única. Ou seja, ela será feita a partir de 21 de janeiro, seguindo o número do final que consta na placa de cada automóvel.Os prazos foram estabelecidos em resolução pelo Sefaz sob o número 354, sendo esses publicados também em Diário Oficial do Estado. Todavia, a divulgação das tabelas relacionadas aos valores venais de cada veículo, utilizadas para o cálculo de alíquota, terão a sua publicação em um outro momento e em breve.

Segundo a resolução publicada na sexta-feira, o IPVA poderá ser pago tanto em três parcelas mensais com valores iguais como em cota única. Onde retirar a guia de pagamento? Tem alguma dúvida sobre onde retirar a guia referente ao pagamento do IPVA? Então saiba que o contribuinte poderá fazê-lo pela internet, no portal da Secretaria de Estado de Fazenda e de Planejamento. O endereço eletrônico é o www.fazenda.rj.gov.br. Além disso, também é possível fazê-lo pelo portal do Banco Bradesco, no link www.bradesco.com.br.Vale lembrar que o pagamento dessa Guia de Regularização de Débitos, chamada de GRD, precisa ser efetuado em forma de dinheiro. Essa guia poderá ser quitada em qualquer uma das agências bancárias.Para os veículos com o final de placa em número 0, o primeiro vencimento de tabela será em 21 de janeiro. Essa data é tanto para a quitação da primeira parcela como para o pagamento integral relacionado ao imposto.

Já para os automóveis que possuem final de placa em 9, o vencimento inicial ocorrerá em 1º de fevereiro.

Calendário de pagamento do IPVA 2019 no RJ

Para saber as datas de pagamento do IPVA 2019 do seu veículo, fique atento ao calendário divulgado na última semana. Sendo assim, em primeiro lugar, os automóveis com final “0” pagarão a sua cota única ou a primeira parcela em 21 de janeiro. A segunda parcela ficará para 20 de fevereiro e a terceira para o dia 22 de março. Placas terminadas em “1” pagarão a cota única e a primeira parcela em 23 de janeiro. A segunda parcela será em 21 de fevereiro e a terceira em 25 de março. Já os finais de placas em “2” terão a cota única ou a primeira parcela em 23 de janeiro. A segunda parcela será em 22 de fevereiro e a terceira em 26 de março. Na sequência, as placas finalizadas em “3” terão as seguintes datas: Cota única ou primeira parcela em 24 de janeiro; segunda parcela em 25 de fevereiro; e terceira parcela em 27 de março. As demais placas ocorrerão da seguinte forma: Cota única ou primeira parcela em 25 de janeiro, segunda parcela em 26 de fevereiro e terceira parcela em 28 de março para placas finalizadas em “4”; cota única ou primeira parcela em 28 de janeiro, segunda parcela em 27 de fevereiro, terceira parcela em 29 de março para placas com final em “5”; cota única ou primeira parcela em 29 de janeiro, segunda parcela em 28 de fevereiro e terceira parcela em 1 de abril, para placas finalizadas em “6”; cota única ou primeira parcela em 30 de janeiro, segunda parcela em 1 de março e terceira parcela em 2 de abril para placas com final em “7”; cota única ou primeira parcela em 31 de janeiro, segunda parcela em 7 de março e terceira parcela em 8 de abril para placas com final em “8”; e, por fim, cota única ou primeira parcela em 1 de fevereiro, segunda parcela em 8 de março e terceira parcela em 9 de abril para placas finalizadas em “9”.

Kellen Kunz


Calendário de Pagamento do IPVA 2019


O calendário de vencimentos do IPVA 2019 já está disponível para consulta.

O DETRAN já começou a divulgar as datas para o pagamento do IPVA 2019, que deve ser pago a partir de janeiro em todo território nacional.

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, criado através do RENAVAM, que é o Registro Nacional de Veículos Automotores no site estadual do DETRAN.

Nesse próximo ano haverá um desconto de 3% no valor do IPVA 2019 caso o proprietário do veículo queira quitar o valor de forma única já no primeiro mês do ano. Caso o pagamento seja feito em 3 parcelas, entre janeiro, fevereiro e março, de acordo com o final das placas, o pagamento perde o desconto.

Para proprietários de motos, vans e ônibus o pagamento do seguro obrigatório DPVAT deve ser feito junto ao IPVA 2019, podendo ser pago de forma integral com a primeira parcela ou também dividido em 3 vezes.

Qual o valor do IPVA 2019?

O valor do imposto varia de acordo com cada veículo. Por exemplo, veículos a gasolina ou modelos que sejam flex, o valor do IPVA costuma ser de 4% do valor venal do veículo. A tabela para pagamento pode ser consultada através do Site da Secretaria da Fazenda de cada estado.

Onde posso fazer o pagamento do IPVA do meu veículo?

O pagamento do IPVA 2019 pode ser feito através da internet, em caixas lotéricas, ou caixas eletrônicos de bancos que são credenciados com o Detran. No site da Secretaria da Fazenda www.fazenda.sp.gov.br, é possível encontrar o registro do seu veículo. Basta ter o código do Renavan e a consulta pode ser feita, assim como o pagamento.

Se você ainda não tiver acesso à internet banking do seu banco, também há a opção de imprimir o boleto e fazer o pagamento por vias tradicionais em caixas eletrônicos ou na boca do caixa de qualquer agência conveniada.

Se eu não pagar o IPVA 2019?

O proprietário que não fizer o pagamento do valor do IPVA na data do vencimento, fica sujeito a multa de 0,33% ao dia com juros de mora. Se o condutor deixar exceder ainda o prazo de 60 dias, o percentual da multa vai para 20% sobre o valor do imposto. Depois disso o nome é inscrito em dívida ativa, e a multa chega aos 100% do valor do IPVA 2019, além da inclusão do nome do condutor mediante protesto.

É válido ressaltar ainda, que o não pagamento do IPVA 2019, não dá o direito de licenciamento do veículo, que pode acarretar em apreensão do mesmo, que é considerado multa gravíssima, e leva a perda de 7 pontos da Carteira Nacional de Habilitação.

Tabela de pagamento para o IPVA 2019

O calendário de vencimentos do IPVA 2019 para carros, motos, caminhonetes, ônibus e similares, é feito a partir do número final de cada placa.

Primeira parcela do IPVA

Final de placa 1: 11/01

Final de placa 2: 12/01

Final de placa 3: 13/01

Final de placa 4: 14/01

Final de placa 5: 15/01

Final de placa 6: 18/01

Final de placa 7: 19/01

Final de placa 8: 20/01

Final de placa 9: 21/01

Final de placa 0: 22/01

Segunda Parcela do IPVA

Final de placa 1: 11/02

Final de placa 2: 12/02

Final de placa 3: 15/02

Final de placa 4: 16/02

Final de placa 5: 17/02

Final de placa 6: 18/02

Final de placa 7: 19/02

Final de placa 8: 22/02

Final de placa 9: 23/02

Final de placa 0: 24/02

Terceira Parcela do IPVA

Final de placa 1: 11/03

Final de placa 2: 14/03

Final de placa 3: 15/03

Final de placa 4: 16/03

Final de placa 5: 17/03

Final de placa 6: 18/03

Final de placa 7: 21/03

Final de placa 8: 22/03

Final de placa 9: 23/03

Final de placa 0: 24/03

Para consultar o site da Secretaria da Fazenda (internet.sefaz.es.gov.br) a partir de Janeiro.

Por Susan NogArt

IPVA 2019


Isenção do IPVA para Carros Antigos


Carros antigos estão isentos do IPVA, mas isso varia de acordo com o Estado Federativo. Confira a tabela neste artigo.

O pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor, o IPVA, é um assunto que costuma causar dúvidas nas pessoas. Pois, algumas regras a respeito deste imposto são determinadas pelo governo federal e outras ficam a cargo do governo de cada estado. E uma dessas determinações que costuma gerar questionamentos é a respeito do pagamento do IPVA em relação a veículos mais antigos. Isso se deve, ao fato de que há alguns anos ficou determinado que carros mais velhos pudessem ser isentos de pagar essa taxa em todo território nacional. Entretanto, essa determinação de quais automóveis estariam livres do IPVA ficou a cargo de cada estado. Entenda todos esses pontos abordados com as explicações abaixo.

Sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor, o IPVA

O IPVA é uma taxa cobrada anualmente para todos os donos de automóveis e carros que circulam no Brasil. Esse imposto foi criado no final dos anos 60 e a sua arrecadação é dividida em três fatias: uma parte vai para o governo federal; outra para o governo estadual e a outra para investir em programas educacionais.

A grande questão envolvendo o Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor e que não é um assunto de domínio público é que dependendo de quantos anos o carro tiver sido emplacado, anos de fabricação e a cidade em que ele está registrado não é mais necessário o pagamento dessa taxa. E essa variação de anos é determinada por estado.

Antes de apresentar a tabela referente há quantos anos é necessário que um carro esteja emplacado e um estado para que ele deixe de pagar o IPVA, é necessário salientar que neste texto estão sendo abordados exclusivamente os automóveis. Para outros veículos, como as motos existem outras regras.

Confira agora a tabela de isenção por estado:

– Sergipe: 15 anos da data de fabricação.

– Alagoas: 20 anos da data de fabricação

– Maranhão: 15 anos da data de fabricação.

– Rio de Janeiro: 15 anos da data de fabricação

– São Paulo: 20 anos da data de fabricação.

– Minas Gerais: a redução é progressiva conforme o ano do carro.

– Pará: 15 anos da data de fabricação.

– Mato Grosso do Sul: 15 anos da data de fabricação.

– Tocantins: 15 anos da data de fabricação.

– Acre: 10 anos da data de fabricação.

– Distrito Federal: 15 anos da data de fabricação

– Pernambuco: a redução é progressiva conforme o ano do carro.

– Rondônia: 15 anos da data de fabricação.

– Espírito Santo: 15 anos da data de fabricação.

– Amapá: 15 anos da data de fabricação

– Paraíba: 15 anos da data de fabricação.

– Amazonas: 15 anos da data de fabricação.

– Santa Catarina: veículos produzidos até 1985.

– Bahia: 15 anos da data de fabricação.

– Piauí: 15 anos da data de fabricação.

– Rio Grande do Norte: 10 anos da data de fabricação.

– Ceará: 15 anos da data de fabricação.

– Goiás: 10 anos da data de fabricação.

– Mato Grosso: 15 anos da data de fabricação.

– Roraima: 10 anos da data de fabricação.

– Rio Grande do Sul: 20 anos da data de fabricação.

Lembrando que após o carro de um determinado estado atingir a quantidade de anos de fabricação, nos documentos referentes ao veículo vai constar uma sinalização que ele não precisa mais arcar com o IPVA.

Essa medida, desde que foi criada, dividiu opiniões, pois alguns acreditam que parte da população foi beneficiada e outros argumentam que outro grupo foi prejudicado. A parte que ganhou com essa lei, muitas vezes são pessoas que possuem menos recursos e assim estão com veículos mais antigos.

Essa medida é uma forma de aliviar no orçamento anual dessas pessoas. Já a parte que não concorda, alega muitas vezes que isso é injusto com os outros motoristas e também que os carros mais antigos causam mais danos ao meio ambiente, por serem mais poluentes em relação a carros mais novos.

Para qualquer dúvida, procure pelo DETRAN do seu estado.

Por Isabela Castro

Carros antigos


Como Pagar o IPVA Atrasado


Saiba como proceder para pagar o IPVA atrasado.

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um tributo que os donos de veículos têm que pagar uma vez por ano para a Secretaria da Fazenda do seu estado. O valor dessa taxa consiste em uma porcentagem da venda do automóvel, levando em consideração a tabela Fipe. O pagamento deve ser realizado no começo do ano, parcelado ou à vista, o que lhe dá direito a desconto.

Contudo, nem sempre os cidadãos conseguem pagar o imposto em dia, e isso pode gerar uma série de consequências, como a apreensão do veículo em uma blitz. Para evitar essa situação, é preciso manter o pagamento em dia.

Confira abaixo como proceder para pagar IPVA atrasado!

1. Procure a Secretaria da Fazenda

Se o IPVA do seu carro está atrasado, a primeira coisa a se fazer é procurar a Secretaria da Fazenda da sua região. É necessário apresentar os documentos originais do automóvel e se identificar junto a um atendente do órgão. Se você não é o proprietário do veículo, é preciso ter uma procuração que lhe autorize a fazer essa ação.

Além disso, também é imprescindível levar o Cerificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e os seus documentos pessoais originais, como RG e CPF para negociar o pagamento da dívida atrasada.

2. Negocie o pagamento do IPVA

Ao conversar com um atendente, você pode se informar sobre todas as opções e condições de débito do IPVA. Ainda no balcão, é possível ter acesso às propostas de pagamento que estão disponíveis para o seu caso.

Antes de aceitar qualquer proposta é importante analisar muito bem cada uma delas e certificar-se de que você realmente terá condições de pagar aquela que escolher. Afinal, se fechar um acordo e não conseguir arcar com as parcelas, a tendências é que a dívida vire uma bola de neve.

3. Concorde com a proposta de parcelamento

Recebeu uma proposta de parcelamento do IPVA que vale a pena e que cabe no seu bolso? Então, é o momento de concordar com a ofertada do atendente. Dessa maneira, o boleto do pagamento poderá ser gerado na mesma hora.

No documento a ser pago, você encontrará informações como o valor e o prazo para pagar as faturas. Não se esqueça de conferir se todos os dados dos boletos estão corretos para evitar transtornos futuros.

4. Faça o pagamento do IPVA

Para regularizar a situação do seu veículo, você deve arcar com o pagamento dos boletos, seguindo à risca o prazo de vencimento. A partir do momento em que você paga a primeira parcela da dívida obtém um comprovante original que impede que o carro seja apreendido caso caia em uma blitz.

Como evitar o atraso do pagamento do IPVA

O valor total do imposto é calculado com base no ano, modelo e município em que o automóvel foi registrado, o que faz com que uma parte da taxa arrecadada seja destinada para a cidade. Para evitar atrasos no pagamento do IPVA dos próximos anos, o mais apropriado é elaborar um planejamento financeiro pessoal.

Portanto, antecipe-se ao imposto, pegue papel e caneta e anote qual o valor e a data de vencimento do IPVA. O ideal é pagar antes mesmo do prazo final. Para que o pagamento dessa taxa não pese no seu orçamento no início do ano, é recomendado ficar atento e aproveitar os benefícios oferecidos pelo governo, visto que é comum haver condições especiais para quitação à vista.

Com essa dica simples, você consegue manter o imposto do seu carro em dia e pode circular tranquilamente, sem medo de estar fora da lei e ser multado.

Por Simone Leal

IPVA


IPVA AP 2018 – Calendário de Pagamento


Confira aqui mais detalhes sobre o IPVA 2018 no Amapá.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma das obrigações de início de ano que pessoas que possuem algum carro, motocicleta, caminhão, entre outros, devem cumprir. Esse imposto é estadual e seu cálculo depende do valor estabelecido legalmente por cada estado brasileiro. Alguns veículos não estão incluídos na lista de pagadores do IPVA como carros de passeio no primeiro ano, veículos adaptados para pessoas com deficiências, táxis, máquinas agrícolas, embarcações, aeronaves, ônibus de transporte público, ambulâncias e veículos oficiais de qualquer esfera de governo.

Porém, se seu carro não se encaixa em nenhuma das categorias a seguir e foi emplacado no estado do Amapá, então se atente aos prazos para pagamento. A primeira parcela do IPVA vence dia 15 de março, sendo o restante das cinco com vencimento nos meses subseqüentes até agosto de 2018. Este é o mesmo prazo para aquelas pessoas que desejam quitar em cota única, com desconto de 20%.

Gilson Rodrigues, coordenador de arrecadação da Secretaria de Estado da Fazenda, disse que março é o período em que as pessoas mais pagam o IPVA, gerando maiores valores para o estado. Isso se dá em parte pelo desconto conferido pela Secretaria, sendo um dos maiores do Brasil. Para efetuar o pagamento, as pessoas contribuintes receberão o boleto pelos Correios ou podem solicitar diretamente nas unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP) ou nos pontos da Rede Super Fácil.

O calendário de pagamento é único, independente da numeração da placa do veículo. Como já dito, a primeira parcela, assim como o prazo para pagamento em cota única, é 15 de março. Caso queira parcelar, a segunda cota vence dia 16 de abril. A terceira, dia 16 de maio. O vencimento da quarta parcela do IPVA está agendado para a data de 15 de junho. A penúltima cota vence 16 de julho e dia 15 de agosto é o prazo final para quitação do IPVA e regularização dos documentos do veículo.

Pede-se precaução também para a obrigatoriedade da emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), que vence em 31 de agosto e já em 3 de setembro começam as ações de fiscalização quanto a esse documento, além de estar em dia com o seguro obrigatório (conhecido como Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres – DPVAT), IPVA e taxa de licenciamento. Caso alguém seja flagrado em discordância dessas orientações, terá o veículo apreendido. Se você possui algum débito dessa ordem, pode resolver junto à Secretaria de Estado da Fazenda através do Programa de Recuperação Fiscal (Refis). Podem participar pessoas que não pagaram IPVA de quaisquer exercícios anteriores e terão 100% de desconto em multas e juros, podendo ser parcelado em até 24 meses. Para participar do refinanciamento, as (os) interessadas (os) devem manifestar interesse entre os dias 8 de janeiro e 28 de fevereiro de 2018, na Secretaria de Estado da Fazendo do Amapá.

O dinheiro da arrecadação do IPVA, assim como de outros impostos, vão para uma conta única que servirá para custear as atividades estatais. Por lei, 40% do total fica com o estado do Amapá, 40% é repassado de forma proporcional aos 16 municípios do estado e o restante é vinculado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Os valores podem ser utilizados para manutenção de rodovias e estradas, porém, não é obrigatório aos governos essa destinação. A história desse tributo remete aos anos de 1960 no Estado de São Paulo, que cobrava a Taxa Rodoviária Única.

Portanto, fique atento aos prazos para não ficar preso na blitz e seu veículo, no pátio.

Mateus de Faria


IPVA CE 2018 – Calendário de Pagamento, Descontos e Isenção


Confira aqui todos os detalhes sobre o IPVA CE 2018.

Quem reside no Estado do Ceará e é proprietário de um veículo automotor, precisa saber que já está disponível o pagamento do IPVA 2018. Com início de cobrança na última terça-feira, dia 2 de janeiro, são redes credenciadas para a realização da quitação do imposto os seguintes locais: Banco do Brasil, Bradesco, Banco do Nordeste, Santander, Itaú, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas e, por fim, Farmácias Pague Menos.

Quem tiver alguma dúvida sobre o mesmo, poderá entrar em contato com a Secretaria da Fazenda do Ceará, que disponibiliza seu telefone para quem precisar. O atendimento já teve início e é pelo número (85) 3209-2200.

Um pouco mais sobre o IPVA no Ceará

Uma boa notícia foi divulgada para aqueles que ainda possuem o mesmo veículo do ano anterior. Isso porque o preço do IPVA ficará, em média, 4,46% inferior. Ou seja, haverá uma redução no imposto, fazendo com que ele fique mais barato.

No total, serão tributados uma quantidade de 2.384.925 carros em todo o Estado, prevendo assim uma arrecadação superior a R$ 969 milhões. Desse valor, 50% é destinado ao Tesouro do Estado, ficando a outra metade para a distribuição entre todos os municípios.

Outra novidade é possibilidade de parcelar o pagamento do imposto em até cinco vezes. Até este ano, foi registrado o parcelamento máximo do valor em no máximo quatro vezes.

É importante ressaltar, todavia, que o valor de cada uma das parcelas não poderá ser inferior a R$ 50. As parcelas precisarão ser pagas nas seguintes datas: 9 de fevereiro (Primeira Parcela), 9 de março (Segunda Parcela), 9 de abril (Terceira Parcela), 9 de maio (Quarta Parcela) e, por fim, em 11 de junho de 2018 (Quinta Parcela).

Além disso, ainda há a opção de quitação do IPVA em uma parcela única, que receberá um desconto significativo no final. Em caso de pagamento com cota única, o desconto é de 5% para quem quitar a dívida até o dia 31 de janeiro.

Assim como veio acontecendo nos anos anteriores, há a possibilidade de realizar o pagamento do IPVA no Ceará por meio de um cartão de crédito. Esse precisa ser de uma das bandeiras que são diretamente ligadas ao Bradesco e ao Banco do Brasil.

As motocicletas com até 125 cilindradas e que não possuem quaisquer infrações relacionadas ao trânsito no ano de 2017 continuarão com o benefício oferecido relacionado à redução de alíquota (dos 2% para o 1% relacionado ao valor do imposto).

Isentos de Imposto

É importante lembrar que alguns veículos automotores estão isentos do IPVA. Sendo assim, não precisam realizar o pagamento do imposto os proprietários de veículos que pertencem a algum deficiente físico; os micro-ônibus, topics e vans; as máquinas agrícolas e de terraplanagem; os ônibus intermunicipais; os táxis e ônibus metropolitanos e urbanos; os veículos com potência inferior a 50 cilindradas; os veículos de caráter diplomático; e, por último, aqueles que tiverem mais de 15 anos.

O que é o IPVA?

O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é um imposto do Brasil sobre a propriedade de um veículo. É de competência dos Estados e do Distrito Federal a sua instituição, conforme cita o artigo nº 155 da Constituição Federal.

O imposto é voltado somente para a propriedade de veículos automotores, não tendo qualquer vínculo com as aeronaves e embarcações. Em cada Estado, é utilizada uma alíquota determinada pelo governo estadual, tendo por base um critério próprio.

Todavia, a base para o cálculo se refere ao valor venal do veículo. Ou seja, esse é guiado por uma estimativa realizada sobre o preço de um determinado bem material.

Para consultar o valor do IPVA, basta acessar o site https://www.sefaz.ce.gov.br. É preciso informar o número da placa e Renavam, dados que constam no documento de cada veículo.

Kellen Kunz


IPVA MT 2018 – Valor, Calendário e Desconto para Pagamento à Vista


Confira aqui informações sobre o IPVA MT 2018.

O recolhimento oficial do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018 já teve início no Estado do Mato Grosso. Com isso, os proprietários de veículos que se enquadram entre os que devem ter o IPVA recolhido (e com placa final 1) têm até o dia 10 de janeiro para efetuar o pagamento do tributo. Se o pagamento for feito até essa data será concedido um desconto de 5%. Se preferir, os contribuintes também podem fazer o pagamento entre os dias 11 e 22 de janeiro, sendo que nesse período o desconto obtido será de 3%. Um detalhe muito importante é que os descontos são concedidos apenas entre aqueles que optam pelo pagamento integral do IPVA 2018, ou seja, em cota única.

E para quem perder os dois prazos destacados acima, saiba que ainda é possível pagar o IPVA 2018 em cota única a partir do dia 23 de janeiro até o último dia útil do mês. Entretanto, nesse período não será concedido nenhum tipo de desconto no valor total do tributo. Após esse período, se o contribuinte não fizer o pagamento integral e não optar pelo parcelamento (em até três vezes), ele terá de arcar com juros e multas no valor do seu IPVA.

O parcelamento do IPVA é algo bastante comum entre os brasileiros que não podem ou preferem não pagar integralmente em uma única parcela. No Estado do Mato Grosso é possível fazer o parcelamento em, no máximo, três vezes. Esses três pagamentos tem o mesmo valor e devem ser pagos em meses consecutivos. Quem optar por esta modalidade deverá pagar a primeira parcela até o dia 31 de janeiro. Outra informação relevante diz respeito ao valor dessa parcela, pois a mesma não poderá ser inferior a R$ 256,48, segundo as regras destacadas pela Secretaria da Fazenda MT.

A emissão da guia de recolhimento do IPVA 2018 deverá ser feita exclusivamente através do portal oficial da Sefaz MT (www5.sefaz.mt.gov.br). Para isso, clique na opção “IPVA 2018” e na página seguinte em “Emissão de guia de pagamento”. Logo em seguida você deverá informar o número do chassi ou renavam para efetuar a consulta.

Em relação ao pagamento de fato, o mesmo pode ser feito em qualquer agência bancária, não importando qual a modalidade adotada pelo contribuinte. Basta apresentar a guia de recolhimento.

É importante pagar esse tributo na data correta de forma a evitar quaisquer transtornos futuros, sejam juros, multas ou até mesmo apreensão do veículo, haja vista o pagamento do IPVA ser um dos pré-requisitos para o licenciamento do seu veículo.

A boa notícia é que o IPVA 2018 deverá estar, em média, 3,24% mais baixo que o valor pago em 2017. As alíquotas este ano variam entre 1% e 4%, devendo-se levar em consideração a marca, categoria, modelo e ano da fabricação do veículo em questão. A Sefaz MT destaca que a frota de veículos apta ao tributo no Estado, até o mês de setembro de 2017, era de 2.124.200, sendo que a grande maioria já havia sido tributado em 2016.

No Estado do Mato Grosso, a regra vigente prevê que veículos fabricados a partir de 1988 deverão ser tributados via IPVA.

O imposto aqui destacado é um dos mais importantes na arrecadação estadual. Trata-se da segunda maior arrecadação do Mato Grosso. Segundo determina a lei em vigor, 50% do valor arrecadado é destinado ao Estado enquanto que os outros 50% são destinados ao munícipio onde o veículo está licenciado.

Para mais informações acesse o site oficial da Sefaz MT (www5.sefaz.mt.gov.br). Através desse site é possível efetuar consulta a respeito de débitos, emitir a guia de recolhimento, conferir a frota de veículos e aqueles eu serão tributados, dentre várias outras informações que o órgão público disponibilizado para os usuários.

Por Bruno Henrique


IPVA – Consulta, Valor e Como Pagar Atrasado


Confira aqui todos os detalhes sobre o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores).

O início de cada ano tem para as pessoas que possuem qualquer tipo de automóvel movido a motor um gasto adicional relacionado com o pagamento vinculado ao imposto conhecido de forma básica como IPVA.

Em decorrência dos diversos detalhes que devem ser considerados para o cumprimento adequado deste dever enquanto contribuinte, serão abordados a seguir alguns pontos básicos quanto a este assunto delimitado.

Conceitos essenciais sobre funcionamento IPVA

De forma conceitual, o IPVA é a sigla utilizada para Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, sendo devido por todas as pessoas ou empresas que possuem qualquer espécie de veículo como motos, carros, caminhões, caminhonetes, vans e outros.

Ao se considerar o valor do IPVA, seu pagamento varia de um estado para o outro, consistindo na incidência média de 2% a 4% sobre o valor de venda para cada veículo analisado, de acordo com o mercado automotivo do ano considerando, neste caso, a chamada Tabela PRICE.

O pagamento do valor determinado por cada estado brasileiro para o IPVA ocorre uma vez a cada ano pelo proprietário ou responsável de cada veículo que roda no território nacional.

Consultas ao valor do IPVA

Em virtude do fato de que tanto o valor de venda dos veículos quanto a alíquota cobrada por cada estado varia de um ano para o outro, é preciso consultar o valor que deve ser pago no ano vigente.

Para isso é preciso acessar o site do Detran específico de determinado estado, de posse do número referente ao documento do veículo que será cobrado o imposto para identificar o novo valor.

Em geral, existem situações de veículos que permitem descontos importantes neste montante a ser pago, como os seguintes:

· Redução de 1% da alíquota relacionada ao IPVA em São Paulo para veículos que usam como combustível gás natural veicular.

· Alíquota de 3,5% na Bahia para aqueles automóveis que utilizam diesel como combustível, a qual é 1% maior do que a praticada para os outros veículos.

· Em Goiás os automóveis que possuem motor de 1.0 litros pagam apenas 2,5% como alíquota relacionada ao IPVA.

Como realizar pagamento do IPVA

Quando se considera o pagamento do IPVA, estados como Santa Catarina, Espírito Santo e Sergipe tem as menores taxas, ao contrário de outras localidades como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que praticam a alíquota máxima nesta modalidade de imposto.

O período de pagamento desta obrigação é sempre nos primeiros meses de cada ano, com modalidade à vista, a qual geralmente apresenta descontos, ou de forma dividida em algumas parcelas.

Para conseguir pagar o IPVA de seu veículo basta ir em qualquer agência bancária ou correspondente deste tipo de estabelecimento com o número do RENAVAM respectivo para que seja feita a quitação de maneira única ou fracionada.

Existe ainda a alternativa de efetuar este pagamento de maneira online, utilizando os sistemas de internet banking dos diferentes bancos presentes no país, facilitando este processo.

Atividades necessárias quanto ao IPVA atrasado

O atraso no pagamento delimitado para o IPVA de determinado ano impede os proprietários de determinado veículo de pedirem o seu licenciamento, o qual, por sua vez, pode demandar multa e apreensão do bem considerado.

Nesta situação, caso este tipo de imposto de seu veículo esteja atrasado, você pode ir a uma agência bancária com o número de RENAVAM, pagando o valor inicial acrescidos de juros e correção monetária de acordo com o tempo de atraso.

Caso haja valores que superam um ano para pagamento do IPVA, é preciso antes ir na unidade do Detran mais próxima de sua cidade para uma negociação antes do devido pagamento bancário.

Conclusão

Assim, através das informações apresentadas neste artigo, sobre o processo de funcionamento do IPVA, ficou mais claro a sua dinâmica básica que deve ser seguida para quem possui um automóvel e precisa manter suas obrigações quanto a ele devidamente atualizadas.

Ana Camila Neves Morais


IPVA PR 2018 – Valor e Descontos no Paraná


Confira aqui todos os detalhes sobre o IPVA 2018 no estado do Paraná.

Em 2018 o ano promete para a população do Paraná, isso porque há chances de o valor do IPVA ser reduzido.

Sabe-se que o imposto deve começar a ser cobrado dos cidadãos habilitados logo no início de janeiro de 2018, mas especificamente no dia 10 de janeiro.

A mudança prometida para o ano de 2018 se deve ao fato de que aqueles que tiverem como posse veículos que já pertenceram a segundos, a partir do ano que vem, têm o direito de pagar um Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, também conhecido como IPVA, por um preço mais reduzido no estado do Paraná.

A maior responsável por essa mudança foi a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, usualmente chamada de Fipe. Para entendermos melhor, a Fipe ficou encarregada de realizar pesquisas e com os resultados obtidos fazer cálculos sobre o imposto. Dessa forma, os resultados mostraram que, nos últimos tempos, inúmeros bens que estavam sobre a guarda do Estado sofreram certa desvalorização. Nesse caso, principalmente, essa desvalorização é de quase 3,5%. Mas vale ressaltar ainda que essa é uma média e, desse modo, a redução no valor do imposto não ocorre de forma padronizada, mas sim de acordo com as características de cada veículo, isto é, o ano de fabricação, o modelo e até mesmo a marca.

É importante salientar ainda que o desconto de 3% será concedido pelo Estado àqueles que decidirem realizar o pagamento do IPVA em apenas uma parcela, a partir do dia 10 de janeiro de 2018. No entanto, os que já estão acostumados em quitar o imposto em parcelas, não precisam se preocupar, uma vez que ainda continua aquele mesmo processo em que o dono do veículo pode pagar divido em até três parcelas.

Estimativas realizadas pela Fipe apontam que a grande maioria da frota deve ter uma alíquota de aproximadamente 3,5%. Além disso, o Estado espera que a arrecadação do IPVA 2018 traga cerca de 3 bilhões e mais 200 mil reais de imposto aos cofres públicos.

Há ainda mais novidades por aí, isto é, em 2018, pessoas que são cadastradas como contribuintes no Nota Paraná também vão ganhar um desconto no IPVA. Essa não é a primeira vez que isso ocorre no Paraná, mas sim a segunda. Tudo funciona da seguinte maneira: aqueles que acumularam créditos durante um certo tempo que participam do programa, desta vez, podem descontar esses créditos no valor do final do IPVA 2018. Esse desconto pode ser tanto parcial quanto integral, isto é, se for parcial, isso significa que haverá desconto sob uma parte do valor total. Se esse for o caso, a Secretaria de Estado da Fazenda deve emitir um boleto com a quantia que está faltando para que o imposto seja quitado. Mas, se houver um desconto integral, isso significa que os pontos que o cidadão conseguiu obter foi o suficiente para quitar todo o imposto.

Para realizar o pagamento basta apenas que seja usado o número do Renavan, tantos nos bancos que já são credenciados quanto pelo Guia de Recolhimento do Estado do Paraná, que pode ser encontrado no seguinte endereço eletrônico: www.fazenda.pr.gov.br.

Então é isso! Vale lembrar a importância de estar com os documentos do carro sempre em dia já que dessa forma o motorista pode andar com mais segurança e sem receio de que o carro possa ser apreendido pela polícia militar ou pela polícia rodoviária. Além disso, sabe-se que boa parte desses impostos são revestidos para melhorar a qualidade das estradas federais e estaduais.

Ana Paula Oliveira Coimbra


IPVA SP 2018 – Desconto para Quem não Tiver Multa


Projeto de Lei pode reduzir o valor do imposto em até 15%.

Já estamos encerrando o ano de 2017, que por sinal para a maioria dos brasileiros foi um ano bem complicado na área da economia e o ano novo já se aproxima com seus novos desafios econômicos. E por falar em desafios de ano novo, não podemos deixar de falar do temido, mas necessário IPVA, que é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

Pois bem, todo começo de ano é assim, quem possui um veículo registrado em seu nome precisa pagar esse imposto, pois caso contrário os documentos do veículos ficam irregulares e se for pego trafegando com um veículo nessa situação, há o risco do mesmo ser apreendido, assim como ter que pagar não só a documentação do veículo, mas também uma multa.

Como em todos os anos, o IPVA pode ser pago em uma única vez ou ainda pode ser dividido em três parcelas. Seu valor é calculado com base no valor do veículo, ou seja, quanto mais novo o automóvel, mais caro fica o seu IPVA.

Mas para quem é do estado de São Paulo, uma novidade pode agradar a muitos proprietários. É que existe um Projeto de Lei que ainda está tramitando, mas que segundo ele os motoristas que passarem anos em cometer nenhuma infração de trânsito receberão descontos no valor do imposto de veículos.

Explicando melhor, este é um projeto recentemente protocolado por uma deputada estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), a senhora Beth Sahão. De acordo com o documento, os descontos vão de 5% a 15%, porém, não basta ser um proprietário de veículo no estado de São Paulo para poder contar com o desconto no IPVA não.

Na realidade, esse projeto é como se fosse uma bonificação para os bons motoristas do estado, que aparentemente são poucos, devido ao elevado número de infrações cometidas todos os anos no estado.

Aparentemente pode ser um pouco confuso, mas seu sistema é bem simples. O condutor, proprietário de veículo que durante um ano inteiro não cometer infrações de trânsito, estando assim livre de multas no ano seguinte, receberá 5% de desconto no valor total de seu IPVA.

Já aqueles motoristas que conseguirem trafegar por dois anos e em que seus registros não exista nenhuma autuação de trânsito, estes irão receber um desconto ainda maior sobre o valor do IPVA, que é de 10%.

Agora, proprietários de veículos do estado de São Paulo que pelo período de 3 anos conseguirem não levar nenhuma multa em decorrência de infrações de trânsito, estes poderão abater sobre o valor de seu imposto 15%.

Contudo, para que estes motoristas recebam esse abatimento é necessário que o imposto seja quitado dentro do prazo que é determinado pelo órgão arrecadador, que é a Secretaria Estadual da Fazenda.

Caso o motorista possua alguma multa que tenha entrado com recurso para seu cancelamento, se ele for aceito pelo órgão responsável o desconto será concedido.

Este projeto ainda não está valendo no estado de São Paulo, pois ainda deve passar por uma votação na Assembleia Legislativa Do Estado, a Alesp.

A deputada idealizadora deste projeto também é autora de outros projetos como um que pede o parcelamento do valor do IPVA em 10 vezes para facilitar para o proprietário o seu pagamento, já que muitas vezes o proprietário deixa de pagar porque não tem condições, mas que foi vetado pelo governador do estado.

O intuito desse projeto é motivar os motoristas a adotarem uma posição de mais prudência no trânsito, reduzindo assim a violência. É um meio de educá-los, uma vez que somente a punição não tem adiantado.

Todavia, é preciso aguardar se ele será ou não aprovado pela Assembleia.

Sirlene Montes


IPVA SP – Motoristas Sem Multas poderão ter Descontos no Pagamento


De acordo com um Projeto de Lei que está em tramitação os motoristas de São Paulo que não possuam nenhuma infração de trânsito poderão ter descontos no pagamento do IPVA.

Estamos quase encerrando o ano de 2017 e muita gente já está com o pensamento no ano de 2018 que ainda nem chegou. Estamos nos referindo aos proprietários de veículos de todo o país, que nos primeiros meses do ano têm que pagar o IPVA, que é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

O IPVA como todos já sabem é obrigatório, pois caso o proprietário de automóvel não realize o pagamento, que pode ser em parcela única ou parcelado, o veículo fica em situação irregular, não podendo mais trafegar nas rodovias brasileiras. Caso o motorista seja flagrado dirigindo um veículo cujo IPVA não tenha sido devidamente quitado, ele pode ter o veículo apreendido, assim como pode perder pontos na CNH e pagar uma elevada multa.

Diante disso, os proprietários não veem outra saída a não ser arcar com mais esse gasto, já que no início do ano as contas são muitas e o país não vem atravessando uma boa situação na economia.

Contudo, se você é proprietário de veículo licenciado no estado de São Paulo, acabam de aparecer novidades que podem lhe agradar bastante.

É que o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores para quem reside em São Paulo vai sair por um preço mais reduzido, o que com certeza vai fazer a diferença para muitos motoristas.

O fato que levou a essa redução do IPVA se deve a um projeto de lei que foi protocolado por uma deputada estadual cujo nome é Beth Sahão, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Porém, essa medida, ou melhor, o desconto no valor do IPVA valerá somente para condutores de veículos que não possuam nenhuma infração de trânsito.

De acordo com o texto do projeto a redução será de 5% sobre o valor do tributo para os proprietários/motoristas que não possuam nenhuma infração que tenha sido cometida no ano anterior, neste caso os proprietários para receberem o desconto no IPVA 2018 não podem ter sido multados durante este ano de 2017.

Já aqueles motoristas que ficarem pelo período de dois anos sem cometer infrações de trânsito o desconto aumentará chegando a 10%. E para ficar ainda melhor, três anos sem autuações vai gerar um desconto de 15% sobre o valor total do IPVA.

De acordo com as palavras da deputada que é a idealizadora do projeto, o objetivo principal de sua implantação é fazer com que os motoristas se sintam mais motivados a trafegar com prudência, respeitando as leis de trânsito e ocasionado um alívio na carga tributária do estado de São Paulo que por sua vez possui umas das maiores alíquotas do país em relação ao IPVA, que pode representar até 4% do valor da tabela do automóvel. De acordo com a parlamentar 4% é um valor bastante elevado, que acaba pesando no orçamento familiar, principalmente nesta época do ano em que os gastos tendem a ser mais elevados como material escolar para os filhos, matrículas, contas das festas de fim de anos, entre outros débitos.

É importante ressaltar que o desconto será concedido somente para aqueles proprietários que pagarem o IPVA ainda dentro do prazo que é estipulado pelo órgão arrecadador, que no caso é a Secretaria Estadual da Fazenda.

Caso o condutor tenha recebido multas e tenha entrado com recurso, o desconto só será dado depois que o recurso passar por análise e já esteja concluído. Assim, se a multa for anulada o proprietário do veículo em questão receberá o desconto.

O projeto da deputada ainda está tramitando e deve passar por análise nas comissões da Assembleia Legislativa do estado de São Paulo, a Alesp e em seguida deve passar por votação no plenário.

Por Sirlene Montes

Bom motorista


IPVA GO 2018 – Calendário de Pagamento


Confira aqui o calendário de pagamento do IPVA GO 2018.

O calendário de pagamento do IPVA 2018 para o estado de Goiás já foi divulgado pela Sefaz e os proprietários de veículos automotores já podem começar a preparar o controle financeiro para o início do ano.

Janeiro é sempre um mês de muito aperto para os brasileiros, pois é quando acumulam os mais variados pagamentos, como o IPTU, IPVA, material escolar para quem tem filho na escola, sem contar as faturas do cartão de crédito, referente aos gastos no Natal e final de ano. Se a pessoa não for controlada, acaba por começar o ano já com uma baita dívida, por isso é bom já ir sabendo quais serão as faturas que deverão ser pagas nos primeiros meses de 2018, assim controla os gastos desde agora.

Por isso a Sefaz – Secretaria de Estado da Fazenda de Goiás divulgou o calendário de pagamento do IPVA para o próximo ano, com bastante antecedência, para que todos possam fazer seu controle e não gastar além do limite neste mês de dezembro. O calendário está disponível deste o dia 22 de novembro, quarta-feira, mas muita gente ainda não está sabendo. Quem tem veículo automotor deverá pagar o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores até as datas limites, para não pagar multa.

De acordo com o calendário, o pagamento começa já a partir do dia 30 de janeiro e a data exata varia de acordo com o final da placa de cada veículo. O Detran-GO participou desse agendamento e os contribuintes poderão optar pelo pagamento em até 3 vezes, ou então em parcela única e conseguir um desconto.

A opção entre pagar à vista ou parcelado, depende das condições financeiras de cada pessoa, mas é bom lembrar que é preciso analisar bem para não cometer erros, por exemplo, se você pagar à vista, conseguirá um bom desconto, mas se ficar sem dinheiro para as demais faturas, acabará pagando multa e neste caso, o desconto não resolverá muita coisa e no final você teve foi um prejuízo. Quem está mais endividado ou com pouco dinheiro, a dica é parcelar para conseguir passar os primeiros meses do ano sem atraso no pagamento das faturas.

O calendário do IPVA 2018 de Goiás ainda não foi publicado no Diário Oficial do Estado, mesmo assim já está valendo e todo mundo já pode verificar quando terá que efetuar os pagamentos para já ir reservando o dinheiro.

Os proprietários de veículos com motor 1.0 e também aqueles com motos de até 125 cilindradas terão um desconto de 50% do valor total, desde que não tenham nenhuma multa e paguem em dia o IPVA. O governo espera assim, beneficiar os bons condutores e incentivar os demais para que no próximo ano tomem mais cuidado no trânsito. Esse desconto é cumulativo com o abatimento de no máximo 10% de acordo com a quantidade de bilhetes do Nota Fiscal Goiana, sendo que é preciso se inscrever pelo site para ter direito.

De posse do número final da placa do veículo, o proprietário poderá verificar a data de vencimento das três parcelas do IPVA 2018 e programar-se melhor.

Confira o calendário do IPVA 2018 para Goiás, de acordo com o final da placa, para a primeira parcela, a segunda parcela e a terceira parcela, que é junta com a taxa de Licenciamento Anual (CRLV).

  • Final 1 – 30/01 – 26/02 – 27/03
  • Final 2 – 08/02 – 08/03 – 11/04
  • Final 3 – 08/03 – 10/04 – 10/05
  • Final 4 – 10/04 – 10/05 – 13/06
  • Final 5 – 10/05 – 12/06 – 11/07
  • Final 6 – 12/06 – 10/07 – 09/08
  • Final 7 – 10/07 – 09/08 – 12/09
  • Final 8 – 09/08 – 11/09 – 10/10
  • Final 9 – 11/09 – 10/10 – 13/11
  • Final 0 – 27/09 – 20/10 – 29/11

Por Russel


Calendário IPVA SP 2018


Veja aqui a Tabela de Datas para pagamento do IPVA SP 2018.

Fim do ano está chegando e se por um lado as pessoas se preparam para comemorar as festas de Natal e Réveillon, elas também devem ficar atentas aos gastos, porque início de ano tem sempre muitas contas a serem pagas. Os paulistas estão um pouquinho mais tranquilos, pois foi confirmado que o IPVA 2018 estará mais barato. Com o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores ficando mais barato, já sobra um pouco mais para o pagamento das outras contas, como o IPTU, material escolar, cartão de crédito e tantas outras contas que chegam no início do ano.

A Secretaria da Fazenda já publicou a tabela de valores venais no Diário Oficial do Estado desta última quinta-feira (30), tendo sido constatada uma queda nominal média de 3,2% em relação aos preços encontrados no varejo. A Fipe – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, foi quem realizou a pesquisa, analisando 11.504 marcas diferentes, entre vários modelos e versões de carros. Como o mercado nacional conta com uma grande variedade de veículos, foi preciso fazer uma análise ampla, para chegar a uma média bem próxima da realidade.

A pesquisa feita pela Fipe constatou que houve uma ligeira queda no preço de caminhões usados, chegando a 7,15%. A redução nos valores de ônibus e micro-ônibus foi de 4,17%. Os utilitários apresentaram queda nos preços chegando a 4,15%. Os automóveis tiveram uma redução de 3,39% e em relação às motos, a queda foi de 1,79% se comparado com o ano de 2016, ou seja, na verdade não foi o IPVA que ficou mais barato, é que os veículos tiveram uma desvalorização de um modo geral e se por um lado isto beneficia o cidadão, por outro é um problema, pois mostra que ele perdeu dinheiro na compra de seu veículo.

As alíquotas do IPVA permaneceram as mesmas, assim, o valor para 2018 só ficará menor justamente por causa desta queda. Veículos a gasolina e também os bicombustíveis irão recolher 4% do valor venal. Aqueles que utilizam apenas álcool, gás ou eletricidade, tem alíquota de 3%. Utilitários, Ônibus, motos, quadriciclos, micro-ônibus, terão alíquota de 2%. Dos caminhões será de 1,5% e da picapes com cabine dupla será de 4%.

O estado de São Paulo conta com uma frota que já passa dos 24 milhões, sendo que mais de 17 milhões terão que pagar o IPVA. Quase 7 milhões são isentos porque foram fabricados há 20 anos e tem cerca de 295 mil que não precisarão pagar o IPVA porque são isentos por algum motivos, por exemplo, pertencem a pessoas com deficiência, ou são taxistas, ou pertencem a igrejas, ONGs, além dos veículos oficiais e ônibus urbanos.

A previsão da Fazenda é que o IPVA 2018 recolha cerca de R$ 15 bilhões e metade desse valor vai para os municípios onde os veículos estão registrados, enquanto a outra metade fica com o Estado.

Confira o calendário de vencimento do IPVA 2018 para São Paulo, de acordo com o final da placa, lembrando que a cota única com desconto deve ser paga no primeiro mês, ou então é possível pagar a cota única sem desconto no segunda mês e quem preferir pode parcelar o pagamento em 3 meses.

  • Final 1 – 09/01 – 09/02 – 09/03
  • Final 2 – 10/01 – 15/02 – 12/03
  • Final 3 – 11/01 – 16/02 – 13/03
  • Final 4 – 12/01 – 19/02 – 14/03
  • Final 5 – 15/01 – 20/02 – 15/03
  • Final 6 – 16/01 – 21/02 – 16/03
  • Final 7 – 17/01 – 22/02 – 19/03
  • Final 8 – 18/01 – 23/02 – 20/03
  • Final 9 – 19/01 – 26/02 – 21/03
  • Final 0 – 22/01 – 27/02 – 22/03

Por Russel


IPVA SP 2018 – Calendário de Pagamento


Confira o calendário de pagamento do IPVA de São Paulo para o ano de 2018.

Com o final do ano de 2017 já se aproximando, afinal, só faltam pouco mais de dois meses para o último dia do ano, os brasileiros já devem começar a se preparar para, além das tão aguardadas festas de final de ano, a ingrata maratona de contas que virão com a entrada de 2018.

Dentre a enxurrada de despesas que abrirão 2018, uma das preocupações de muita gente, é com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), uma conta que tira o sono de muita gente, principalmente, para quem depende do carro tanto para trabalhar quanto para outros fins.

Se você pensar numa grande cidade como São Paulo, onde está localizada uma das maiores frotas de veículos do país, a arrecadação deve ser grande o suficiente para que grande parte da quantia arrecadada possa ser utilizada para a melhoria de sua própria malha viária e assim, beneficiar toda uma população que usa o veículo automotor como meio de transporte.

Para o ano de 2018, a intenção da nova gestão municipal de São Paulo é favorecer a arrecadação deste tributo, o que se reverte mais dinheiro para os cofres públicos que, via de regra, devem ser utilizados no próprio estado.

Como medida de antecipação e numa maneira de todos os contribuintes irem se preparando, o governo paulista já divulgou neste sábado, dia 21, o calendário de datas para o recolhimento do tão aguardado tributo.

Para se calcular o valor real a ser pago por cada contribuinte que possui carro, os preços dos chamados valores venais ainda não são conhecidos. A promessa é que estes sejam publicados até dezembro de 2017.

Repetindo o que sempre foi feito em anos anteriores, o governo vai permitir que os contribuinte tenha à sua disposição a possibilidade de recolhimento do tributo em parcela única, com um desconto imediato de 3%. Este pagamento deverá estar disponível somente em janeiro de 2018.

Quem optar por pagar o valor total somente em fevereiro deverá perder o desconto do mês anterior.

Caso o contribuinte não possa quitar o valor em uma única parcela, poderá fazê-lo em até três vezes, nos meses de janeiro a fevereiro.

Para os proprietários de veículos de passeio e afins, os valores e as respectivas datas de pagamento em função da terminação da placa do carro é a seguinte abaixo;

IPVA 2018 EM SP (automóveis, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus e motos)

Mês

Janeiro

Fevereiro

Março

Parcela

1ª parcela ou cota única com desconto

2ª parcela ou cota única sem desconto

3ª parcela

Placa

Final 1

Dia do vencimento

9 de janeiro de 2018

9 de fevereiro de 2018

9 de março de 2018

Final 2

Dia do vencimento

10 de janeiro de 2018

15 de fevereiro de 2018

12 de março de 2018

Final 3

Dia do vencimento

11 de janeiro de 2018

16 de fevereiro de 2018

13 de março de 2018

Final 4

Dia do vencimento

12 de janeiro de 2018

19 de fevereiro de 2018

14 de março de 2018

Final 5

Dia do vencimento

15 de janeiro de 2018

20 de fevereiro de 2018

15 de março de 2018

Final 6

Dia do vencimento

16 de janeiro de 2018

21 de fevereiro de 2018

16 de março de 2018

Final 7

Dia do vencimento

17 de janeiro de 2018

22 de fevereiro de 2018

19 de março de 2018

Final 8

Dia do vencimento

18 de janeiro de 2018

23 de fevereiro de 2018

20 de março de 2018

Final 9

Dia do vencimento

19 de janeiro de 2018

26 de fevereiro de 2018

21 de março de 2018

Final 0

Dia do vencimento

22 de janeiro de 2018

27 de fevereiro de 2018

22 de março de 2018

Os proprietários de caminhões devem seguir também a tabela descrita abaixo e observar também o final da placa

Mês

Janeiro

Março

Abril

Junho

Setembro

Parcela

Cota única com desconto

1ª parcela

Cota única sem desconto

2ª parcela

3ª parcela

Placa

Final 1

Dia do vencimento

9 de janeiro de 2018

9 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 2

Dia do vencimento

10 de janeiro de 2018

12 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 3

Dia do vencimento

11 de janeiro de 2018

13 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 4

Dia do vencimento

12 de janeiro de 2018

14 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 5

Dia do vencimento

15 de janeiro de 2018

15 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 6

Dia do vencimento

16 de janeiro de 2018

16 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 7

Dia do vencimento

17 de janeiro de 2018

19 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 8

Dia do vencimento

18 de janeiro de 2018

20 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 9

Dia do vencimento

19 de janeiro de 2018

21 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Final 0

Dia do vencimento

22 de janeiro de 2018

22 de março de 2018

18 de abril de 2018

18 de junho de 2018

18 de setembro de 2018

Como efetuar o pagamento?

O recolhimento do imposto é feito de maneira muito simples. Basta o proprietário e dirigir a qualquer agência credenciada portando o número do chamado Registro Nacional de Veículo Automotor (RENAVAM) e efetuar o pagamento.

O recolhimento pode ser feito também pela internet, por débito direto em conta corrente, inclusive nos terminais de auto atendimento.

Por Liana Gifoni

IPVA SP


Restituição do IPVA de Carro Roubado no Paraná – Como Pedir


Saiba aqui como pedir a restituição do IPVA de Carro Roubado.

Muita gente não sabe, mas a devolução do IPVA proporcionalmente ao tempo em que o contribuinte pagou, porém, ficou sem o veículo é um direito garantido por lei estadual do Estado do Paraná.

Para quem teve o carro roubado ou furtado no período de 5 anos até esta data existe a possibilidade de devolução do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) restituído pela Receita Estadual. A lei que ampara tal direito é a Lei Estadual 14.260/03.

Como é o cálculo de recebimento

Se porventura o veículo for roubado com o IPVA já quitado, o proprietário deverá receber de volta o valor proporcional aos meses do ano em que está sem o carro. Ou seja, o valor total é dividido por 12 e o resultado é multiplicado pelo número de meses, iniciando quando o veículo foi roubado, até o final do ano em questão.

Se pago em parcelas também vale a proporcionalidade, porém, logicamente com relação apenas ao que já foi pago.

Pedindo a restituição em 3 passos

  1. Clique no link: http://www.fazenda.pr.gov.br/arquivos/File/IPVA/Pedido_Restituicao_IPVA_2015_E.pdf, imprima e preencha o formulário de restituição, marcando a opção: “direito à proporcionalidade por furto/roubo ou baixa no Detran/PR”.

  2. Com o formulário já preenchido dirija-se a uma das repartições da Receita Estadual, no caso de Curitiba, o endereço é Rua Lourenço Pinto, nº 50, Bairro Centro. Para o caso de outros municípios clique no seguinte link e obtenha os endereços: http://pdp.fazenda.pr.gov.br/pdp/.

    Os seguintes documentos também devem ser levados: licenciamento do veículo, original e cópia do recibo de pagamento do IPVA, RG ou contrato social que indique que você é o representante legalmente constituído do veículo, em caso de pessoa jurídica, comprovação de titularidade de conta bancária (neste caso uma cópia do talão de cheques é válida), boletim de ocorrência ou inquérito policial. Se a solicitação for feita mais de 15 dias após o roubo será necessário que se apresente uma declaração de não localização.

  3. Para o caso em que o proprietário do veículo não possua conta bancária será preciso que a conta de um terceiro seja indicada, sendo preenchida com os dados no formulário, indicando então a opção: “Autorizo o crédito em conta corrente/poupança na titularidade de terceiros”. O terceiro, no caso o titular da conta, também deverá assinar o formulário.

Por Silvano Andriotti


Projeto pode mudar Cálculo do IPVA


Projeto de lei estabelece novos valores para o IPVA. Proposta leva em consideração o número de acidentes causados pelo peso e tipo dos veículos.

Um novo projeto de resolução 15/2017, do senador Telmário Mota (PTB de Roraima), visa alterar os cálculos de IPVA, Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. A ideia do novo projeto é criar alíquotas mínimas que estejam compatíveis com o tipo e o peso de cada veículo.

IPVA de acordo com peso e tipo de veículo

O texto do projeto de lei está em tramitação na Comissão de Assuntos Econômicos no Senado e tem objetivo de padronizar o imposto ao redor do Brasil. Na nova proposta a taxa cobrada para veículos pesados, como ônibus e caminhões, passa a ser de 3% do valor do veículo venal. Já para modelos leves, carros de uso pessoal, por exemplo, o valor é de 2% e para motos de 1%.

Em contrapartida, o relator Mota argumenta com o fato de que os veículos grandes são os principais causadores de acidentes e desgastes nas estradas, por isso deve-se ter uma diferenciação dos proprietários de tais automóveis. O senador Telmário Mota ainda diz à Agência do Senado “Eu acho que democratiza, pois você irá pagar conforme o peso, o consumo e o desgaste que seu veículo pode causar”.

A arrecadação do IPVA é feita pelos Estados e pelo Distrito Federal, para custear os gastos públicos com segurança, transporte e educação. Telmário Mota ainda enfatiza que a proposta visa principalmente padronizar a tributação e que um acompanhamento devido deve ser feito para ver se o recurso está sendo aplicado nas devidas objetividades.

Seria a PRS 15/2017 democrática?

A afirmação do senador do PTB de Roraima quanto ao número de acidentes nas estradas tem fundamento, além de que veículos de grande porte são realmente os maiores causadores desgaste nas estradas. Desde o ano de 2013 pesquisas apontam que caminhões continuam sendo a 3º maior causa de acidentes e mortes no trânsito do Brasil todos os anos, ficando atrás somente de motocicletas e bicicletas.

A PRS 15/2017 já foi lida no Senado, apresentada no Plenário e agora segue aguardando designação do relator. Para saber mais detalhes sobre o novo projeto de lei de Telmário Mota acesse aqui.

Miriã Marconi


IPVA Ceará 2017 – Alíquotas e Pagamento


Confira aqui as alíquotas e como fazer o pagamento do IPVA CE 2017.

No dia 29 de dezembro de 2016, a Secretaria da Fazenda do Ceará divulgou as datas bem como as regras do Imposto sobre a Propriedade de Veículos, o IPVA 2017. Um dos principais destaques foi o IPVA de veículos de baixa potência, haja vista que o imposto para tais veículos será, em média, 6,43% mais barato que o valor do IPVA em 2016 para o mesmo tipo de automóvel. Tais veículos vêm contando com reduções no IPVA, sendo que em 2016 a redução média foi de 4,01%.

Um detalhe muito importante é que, pela primeira vez, o valor da alíquota a ser paga foi estabelecido a partir da potência do veículo. Anteriormente, tal alíquota era de 2,5% para todos os veículos. Com as novas regras estabelecidas, tal valor se manteve para os automóveis com até 100 cavalos-vapor (considerados de baixa de potência), passou a ser de 3% para os automóveis com potência entre 100 e 180 cv e 3,5% para aqueles acima de 180 cv.

Além disso, é importante destacar que a mesma regra será estabelecida para as motocicletas, sendo que na regra anterior a alíquota era de 2% para esta categoria. A alíquota se manteve para as motos de até 125 cilindradas, sendo que tal alíquota pode cair para 1% caso a moto não tenha multas. Já as motos com potência entre 125 e 300 cc contam com alíquota de 3%, enquanto que motocicletas acima de 300 cc ficam com 3,5%.

Estarão isentos do pagamento do IPVA 2017 no Estado do Ceará os seguintes veículos: micro-ônibus, veículos cujos donos são deficientes físicos, vans, topics e ônibus intermunicipais responsáveis por transporte público, máquinas agrícolas e de terraplenagem, táxi e mototáxi, veículos com mais de 15 de fabricação, veículos com potência menor que 50 cilindradas, ônibus urbano e metropolitano, além dos veículos de corpo diplomático.

Para quem deseja ainda mais desconto, saiba que existe a opção do pagamento da parcela única, que pode ser feita até 31 de janeiro e oferece desconto de 5% no valor do IPVA. Os que optarem pelo parcelamento deverão efetuar o pagamento em cinco parcelas, com vencimento no dia 10 dos meses de fevereiro a junho. É importante destacar que o valor das parcelas não pode ser menor que R$ 50,00.

Por Bruno Henrique


IPVA Alagoas 2017 – Descontos e Como Pagar


Saiba aqui como pagar e o valor dos descontos no IPVA 2017 de Alagoas.

Os motoristas alagoanos podem quitar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) com desconto, no caso, o tributo fica até 20% mais barato em relação ao ano passado, segundo informações do Sefaz (Sigla para Secretaria da Fazenda). Lembrando que o pagamento do imposto pode ser parcelado em até seis vezes.

O secretário de Fazenda, George Santoro, explica em artigo na página da Secretaria, que a medida visa realizar “reajustes fiscais” e “movimentar a economia” no Estado. De acordo com ele, essa redução no imposto traz “poder de compra” ao motorista e até pode contribuir para melhora no comércio de automóveis.

Os boletos para pagamento serão gerados a partir do dia 16 de janeiro de 2017. Cada final de placa tem uma data de vencimento para quitar o tributo. Outras informações, acesse: https://apl03.sefaz.al.gov.br/ipvaonline/.

Ainda é importante destacar que o valor a ser pago pelo cidadão varia de acordo com a marca, modelo e ano do carro. É importante ressaltar que carros com mais de 15 anos de existência não geram cobrança do imposto. Além disso, os motoristas que adquiriram carros novos têm a comodidade de parcelar o IPVA ainda na loja/concessionária.

O que acontece se o IPVA não for pago?

Quem estiver com o imposto em atraso pode enfrentar situações complicadas como o risco de ter o carro apreendido por policiais durante fiscalizações nas rodovias, por exemplo. Nesse caso, o veículo segue para o pátio do Detran e o motorista paga uma diária, enquanto o carro estiver por lá – o que pode custar bem caro. Além desses valores, saiba que a pessoa ainda tem de pagar pela dívida em atraso, para poder circular com o carro nas vias.

E se o cidadão não tirar o carro do pátio? Nesse caso, o veículo pode ir a leilão, de acordo com o previsto na legislação atual. Não quitar o tributo também acarreta inclusão do nome da pessoa aos órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa.

Seguro obrigatório e licenciamento

O início de ano também é uma data propícia para pagar o DPVAT (Danos Pessoais acusados por Veículos Automotores de via Terrestre), seguro obrigatório que garante assistência a vítimas de acidentes de trânsito. Para saber mais, clique em: http://www.detran.al.gov.br/educacao-1/seguro-dpvat.

Além desse custo, o cidadão ainda precisa pagar o licenciamento do veículo, uma vez ao ano. Esse documento é obrigatório e deve estar em dia. O motorista que não estiver com o licenciamento regularizado e for abordado por agentes de trânsito ou policiais, está sujeito a multas.

Por Letícia Veloso


Calendário do IPVA 2017 de Tocantins


Confira aqui calendário de pagamento do IPVA 2017 no estado de Tocantins.

Já está disponível para consulta o calendário do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017 no estado do Tocantins. De acordo com as informações apresentadas pelo governo, as alíquotas são as mesmas usadas em 2016. Elas oscilam entre 1,25% e 3,5%. Os vencimentos acontecem já a partir de fevereiro.

No caso do vencimento com parcela única, no qual há um desconto de 10%, o calendário marca o início para o dia 15 de fevereiro. Aqui são considerados os veículos que tem placas que terminam com o final 1 e 2. Seguindo as informações do calendário o último vencimento do tributo está marcado para o dia 14 de junho de 2017 para os veículos cujas placas terminam em 9 e 0.

Para o caso de parcela única sem o desconto, o calendário terá início no dia 15 de maio (placas finalizando em 1 e 2) e terminam no dia 15 de agosto com as placas que finalizam em 0 e 9.

Além dessas alternativas, os valores do IPVA 2017 também poderão ser pagos divididos em até 4 parcelas. Os boletos para o pagamento do tributo podem ser retirados do próprio site da Sefaz.

Cálculo

O cálculo do IPVA 2017 pode ser feito tomando o valor venal do veículo. Para isso a Sefaz irá considerar o preço que foi disponibilizado na tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Tabela Fipe.

A tabela com os valores venais pode ser conferida via internet por meio deste link.

Conforme consta, as alíquotas do IPVA para cada categoria em específico são as seguintes: Para os veículos terrestre usados para transportar passageiros e cargas tais como ônibus, caminhão e cavalos mecânico são de 1,25%. Para os veículos aquáticos e aéreos de 2%.

A alíquota de 2,5% é considerada para os veículos automotores de passageiros. Essa mesma alíquota também é aplicada para motocicletas e ciclomotores que sejam equipados com um propulsor de até 180 cm3 de cilindrada.

Para se fazer o cálculo é preciso primeiro se localizar o modelo e ano do veículo na tabela Fipe para então saber seu valor venal:

Exemplo:

Valor do veículo – R$20.050

Alíquota de 2%

O cálculo seria: 20.050×0,02= 401.O valor obtido é o que será cobrado como IPVA.

Por Denisson Soares


IPVA SC 2017 – Como Consultar o Valor e Calendário de Pagamento


Confira aqui como consultar o valor e efetuar o pagamento do IPVA SC 2017.

Quando o ano novo se inicia é hora de os brasileiros começarem a pensar em alguns impostos que sempre são cobrados. Entre eles está o famoso IPVA. O Imposto sobre Veículos Automotores é uma cobrança que recai sobre cada veículo que o cidadão tem. Basicamente isso quer dizer que você sempre terá que pagar uma taxa para o governo no caso de possuir uma moto, um carro, um caminhão ou outro veículo.

Se você mora em Santa Cataria, esse artigo irá te trazer os principais pontos sobre o pagamento do IPVA 2017 SC para que você não perca a data de pagamento e corra o risco de sofrer com juros e multas ou ainda chegar no ponto de ter o carro apreendido.

Como Consultar o IPVA 2017 SC

Os moradores de Santa Catarina que quiserem saber qual o valor que terá que pagar para o IPVA 2017 SC ou que quiserem se inteirar sobre demais informações sobre a contribuição poderão fazer suas consultar online. Para isso o contribuinte poderá acessar o seguinte endereço http://www.detran.sc.gov.br/. É preciso preencher todos os campos com atenção. Também será requerido o número do RENAVAM do veículo e da placa.

Depois de inserir todos os dados solicitados você irá ter acesso a um portal. Nele se encontram todas as informações sobre o IPVA 2017 SC. Também é possível saber qual o valor do desconto se o pagamento for feito à vista. As datas para o pagamento, juros, entre outras coisas que também se encontram detalhadas.

Pagamento

É importante lembrar que os valores cobrados como IPVA 2017 SC irão variar de acordo com as particularidades do veículo. Com isso, aqueles veículos que forem mais caros terão um imposto maior. Isso acontece porque o imposto é cobrado sobre o preço que cada veículo possui seguindo o estabelecido na tabela FIPE.

Os contribuintes que tiverem o veículo que conte com mais de 20 anos de fabricação ele estará isento do pagamento do tributo.

Para fazer o pagamento do IPVA você só precisa acessar o site http://www.detran.sc.gov.br/ e imprimir a Guia. O pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária, posto de atendimento das agências ou casas lotéricas.

Os vencimentos já acontecem na primeira semana de janeiro. Confira a tabela completa clicando aqui.

Por Denisson Soares


IPVA 2017 RJ – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Confira aqui o calendário de pagamento e a tabela de valores venais do IPVA 2017 no Rio de Janeiro.

O IPVA RJ 2017 se trata de um tributo que é cobrado de todo aquele que é detentor de algum veículo automotor dentro do território brasileiro. Ou seja, o tributo recai sobre os proprietários de carros, motos, vans, caminhões, automóveis importados, motos aquáticas, quadriciclos, triciclos, peruas, micro-ônibus, etc.

Neste artigo trazemos para você as principais informações para que você possa tirar as suas dúvidas com relação ao IPVA 2017 RJ. Você também poderá conferir qual é a melhor forma de efetuar o pagamento entre outros detalhes.

IPVA RJ 2017

O controle e a cobrança do Imposto Sobre Veículos Automotores é função única e exclusivamente do estado. Isso quer dizer que toda a receita gerada por este tributo é repassada para o estado.

É interessante lembrar que apesar de se falar muito sobre o IPVA para carros e motos, ele também incide sobre aeronaves e embarcações. A alíquota do imposto é definida por cada estado da Federação em separado. Os valores cobrados geralmente ficam em torno de 1% e 6% do valor venal do veículo. No Rio de Janeiro a alíquota fica entre 3% e 4%.

O pagamento do IPVA RJ deve ser feito entre os meses de janeiro e abril. A data de vencimento é estabelecida de acordo com o final da placa do veículo.

Fazendo o pagamento à vista o condutor pode garantir no IPVA 2017 RJ um desconto de 3%.

Como consultar o IPVA RJ 2017

Para consultar o IPVA RJ 2017 o condutor proprietário do veículo deverá acessar o seguinte endereço eletrônico: www.detran.rj.gov.br. A consulta é completamente gratuita.

Após a impressão do boleto para o pagamento do tributo o contribuinte poderá pagar o mesmo em qualquer agência bancária ou casa lotérica.

Os condutores que tiverem algum tipo de problema com o seu veículo ou que perderem o prazo para o pagamento do imposto deverão acessar o mesmo endereço eletrônico citado acima e seguir os passos apontados para a regularização.

Para conferir a tabela com os valores venais do IPVA RJ 2017 clique aqui.

Para obter maiores informações o interessado poderá se dirigir para a Av. Presidente Vargas, 817, Centro, Rio de Janeiro, onde se localiza a unidade do Detran ou entrar em contato pelo telefone (21)3460-4040.

Por Denisson Soares


IPVA PR 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Confira aqui a tabela de valores venais e o calendário de pagamento do IPVA 2017 no Paraná.

Na sexta-feira, dia 16 de dezembro, o Governo do Estado do Paraná informou que o IPVA PR 2017 – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores terá início para pagamento o dia 23 de janeiro. Quem realizar o pagamento à vista terá direito a 3% de desconto. O Governo acredita que arrecadará cerca de R$ 3,38 bilhões, aumentando em 5% a previsão de 2016, que foi cerca de R$ 3,22 bilhões.

Acredita-se que por volta do dia 28 de dezembro os contribuintes começarão a receber os boletos, com as informações dos veículos automotores, os valores a serem pago, bem como as formas de pagamento e as guias para pagamento à vista ou parcelado em três vezes.

Com apenas o número do RENAVAM do veículo automotor, o contribuinte poderá realizar o pagamento nos Bancos Conveniados (Rendimento, Itaú, Sicredi, Banco do Brasil e Bancoob), pessoalmente ou via Internet, pela Guia de Recolhimento do Estado do Paraná, a GRPR.

A maioria dos veículos pagará cerca de 3,5%. Já quem utiliza GNV ou possui veículo como caminhão, ônibus, de carga ou de aluguel, pagará 1%. Veículos como os de propriedade da União, Estado ou Municípios, ônibus de transporte para deficientes, escolares, táxis ou que tem como data de fabricação anterior a 1997 são isentos do pagamento.

O cálculo é realizado com base na Tabela FIPE, que apresenta os valores de venda, isto é, de mercado, dos veículos automotores.

Quem optar por pagar à vista, terá que fazer isso de 23 a 27 de janeiro, de acordo com o número final da placa do veículo. Já a segunda cota tem por vencimento de 10 a 24 de fevereiro e a terceira de 20 a 24 de março. Já o Licenciamento Anual de Veículo terá como data o segundo semestre de 2017.

Em caso de dúvidas, o contribuinte pode acessar o site da SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Estado do Paraná, pelo site http://www.fazenda.pr.gov.br ou o da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, pelo link http://veiculos.fipe.org.br/, para checar a Tabela FIPE.

O que achou do nosso post? Ele foi útil para você? Compartilhe e comente conosco a sua opinião!

Kika Akita


IPVA DF 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Veja aqui a tabela de valores venais e o calendário de pagamento do IPVA 2017 no Distrito Federal.

A partir do ano que vem, 2017, os contribuintes do IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores do Distrito Federal terão um prazo maior para fazer o pagamento, já que agora poderão dividir o valor do Imposto em até quatro parcelas. Anteriormente as cotas só eram parceladas em até três vezes.

Com essa medida, o objetivo do governo é fazer com que a taxa de inadimplência caia, já que anualmente chega até a 6%, além de espalhar o fluxo da arrecadação. Durante o calendário do IPVA a falta de pagamento acontece, mas os proprietários de veículos voltam sempre no mês de outubro para regularizar a situação, já que é nessa época o Detran – DF, Departamento de Trânsito do DF, emite o CRLV, certificado de registro e licenciamento de veículos. Quem optar por parcelar, tem ainda a vantagem do pagamento pesar menos no orçamento mensal.

O valor a ser pago de IPVA DF 2017 – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores varia de acordo com o valor de mercado do veículo, com base na Tabela FIPE – Fundação de Pesquisas Econômica, sendo 3,5% a taxa para o Imposto.

Para realizar a consulta do valor exato, bem como datas de pagamento e valores do desconto, a sugestão é acessar o site da SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Distrito Federal (http://www.fazenda.df.gov.br), digitar o número do RENAVAM do seu veículo automotor, selecionar a opção que deseja e clicar em executar. Depois de realizar estas etapas, além do boleto aparecerão informações sobre a data de vencimento do Imposto e multas em atraso.

O pagamento para o IPVA DF 2017 pode ser realizado pessoalmente, através de caixas lotéricas ou agências bancárias, ou ainda via Internet, pelo site do banco que tiver parceria com o Governo do Distrito Federal.

Acredita-se que somente em Brasília há mais de um milhão de veículos que não estão isentos do pagamento do IPVA DF 2017. É preciso reforçar que o pagamento deste imposto é obrigatório e que o atraso implica na não entrega do licenciamento de veículos.

Conte para a gente qual é a sua opinião sobre o IPVA DF 2017. O que achou do nosso post?

Kika Akita


IPVA CE 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Veja aqui a Tabela de Valores Venais e o Calendário de Pagamento do IPVA CE 2017.

O IPVA CE 2017 é o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores do Estado do Ceará, que é obrigatório e anual. É muito importante mantê-lo em dia com o pagamento para que o veículo possa circular.

O valor a ser pago no IPVA não é fixo, pois ele varia de ano para ano e de estado para estado, conforme o valor de Tabela FIPE do veículo.

Todos os anos é divulgada uma tabela, bem como os prazos e parcelas a serem pagas, de acordo com o final da placa de cada veículo. Essa informações referente ao IPVA CE 2017 ainda não foram divulgadas, por isso é preciso que você fique atento ao site do Detran, do Estado do Ceará, para realizar a sua consulta: http://portal.detran.ce.gov.br/

Como os valores ainda não foram divulgados, a Sefaz – Secretaria da Fazendo do Estado do Ceará faz um alerta aos proprietários de veículos, quanto a golpes na Internet. Algumas mensagem dizem que há contribuintes que já receberam boletos referentes a janeiro, referente ao IPVA CE 2017, mas ao pagar este boleto o dinheiro vai direto para conta de terceiros, o que faz com que a vítima caia no golpe e ainda tenha prejuízos financeiros. Outro ponto importante é que por conta da segurança, desde o ano de 2015, a Secretaria mudou seu sistema e não realiza mais cobranças por boletos. O próprio contribuinte deve acessar o boleto através do site da Secretaria da Fazenda ou ir até uma das unidades de atendimento, munido da documentação do veículo.

A Secretaria não tem conhecimento sobre os golpes, mas alerta que se algum contribuinte já realizou pagamento por boleto enviado pelo Correio, deve denunciar o caso na Delegacia de Defraudações e Falsicações (DDF), localizada a Rua do Rosário, 199 – 1º andar, no Centro – telefone: 3101-7331.

Em caso de dúvida, o proprietário de veículos automotores também pode entrar em contato com a Sefaz – Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, pelo telefone: 0800 7078585 ou pessoalmente no endereço Avenida Pessoa Anta, 274, no Centro da cidade.

O que achou do nosso artigo? As informações aqui destacadas foram úteis para você? Comente conosco.

Kika Akita


IPVA GO 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Confira aqui a tabela de valores venais e o calendário de pagamento do IPVA GO 2017.

Estabelecido desde o mês de setembro de 2016, o calendário da cobrança do IPVA GO 2017 – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, já se inicia no mês de janeiro. Quem pretende parcelar e tem placa com final 1 tem o prazo da primeira cota dia 23/01/17 e da segunda em 23/02/2017. Quem optar pelo pagamento à vista poderá realizar até dia 21 de março (placas finais 01, 11, 21, 31 e 41) e 23 de março (placar com final 51, 61, 71, 81 e 91).

Quem tem veículo com final 2 na placa também deverá quitar até 27 de janeiro a primeira e 24 de fevereiro a segunda. Já para os contribuintes dos finais 02, 12, 22, 32 e 42 podem realizar o parcelamento até 28 de março à vista e os 52, 62, 72, 82 e 92 até dia 30 de março.

Os últimos a serem cobrados serão proprietários do final 0 de placa, pois terão até julho para realizar o pagamento à vista ou iniciar em maio e terminar em junho a cota parcelada.

Uma novidade para este ano é que a Nota Fiscal Goiânia dará até 10% de desconto sobre o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores – IPVA GO, com proporção aos bilhetes acumulados a partir de dezembro deste ano. Até este ano, quem se cadastrasse no site da Nota Fiscal Goiânia já tinha 5% de desconto no Imposto para 2017. Mas para 2018 os descontos variarão de 5% a 10%, de acordo com as notas emitidas e cadastradas no CPF do contribuinte. A regra pede que se tenha no mínimo 12 cupons para se conseguir o desconto mínimo de 5%. Outro item importante é que a cada R$ 100 em compras ganha-se um bilhete. Quem comprou e cadastrou no mês de dezembro de 2016, já tem desconto acumulado para o IPVA GO 2018.

Essa iniciativa foi criada com o intuito de fazer com que o contribuinte seja incentivado a solicitar a nota fiscal, pensando no desconto no IPVA que terá lá na frente.

Conte-nos se o nosso post lhe ajudou com as informações sobre o IPVA GO 2017. Qual é a sua opinião sobre o nosso artigo? Compartilhe e comente com a gente!

Kika Akita


IPVA BA 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Confira aqui o calendário de pagamento e a tabela e valores venais do IPVA 2017 na Bahia.

A SEFAZ da Bahia – Secretaria da Fazenda, divulgou no dia 15 de dezembro, terça-feira, a tabela do IPVA BA 2017 – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, com os valores a serem pagos em 2017, bem como o número da frota de veículos pagantes, que é de cerca 1,8 milhão.

A boa nova é que os contribuintes pagarão cerca de 3% a menos do que o referente a 2016. Para motos e utilitários, o valor caiu 2,8%, já para os caminhões o valor caiu 2,5%, enquanto que para os micro-ônibus e ônibus o valor também caiu 2,5%.

Segundo a Secretaria, essa redução aconteceu por conta do cálculo realizada pela Tabela Fipe – Fundação de Pesquisas Econômica, que apresenta os valores dos veículos usados no mercado, tendo como base o mês de outubro de 2015.

O prazo final para pagamento da parcela à vista e com desconto de 10% é no dia 05 de fevereiro de 2017, de acordo com o calendário divulgado. Ainda há a opção de pagamento com desconto de apenas 5%, que deverá ser realizado integralmente, até o vencimento da primeira cota, de acordo com o número final da placa.

O parcelamento das cotas também poderá ser feito em três vezes, sempre observando o calendário.

Já os valores pendentes de multas, de IPVA anteriores e referentes à taxa de licenciamento podem ser quitados até o vencimento da terceira parcela. Quem perder a data de pagamento da primeira parcela também deixa de ter o benefício de parcelar em três vezes.

Mas é preciso se atentar que a SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia não envia os boletos referentes ao IPVA pelo Correio. Para fazer o pagamento, o contribuinte, proprietário de veículos automotores deve se dirigir a uma das agências do Bancoob, Bradesco ou Banco do Brasil e mostra apenas o número do RENAVAM.

Caso tenha dúvidas ou precise consultar outras informações sobre o IPVA BA 2017, o contribuinte pode entrar em contato com a Secretaria da Fazenda pelo número: 0800 0710071, por meio de uma ligação gratuita ou até mesmo pelo site: www.sefaz.ba.gov.br.

Gostou do nosso artigo sobre o IPVA BA 2017? Ele lhe ajudou? Compartilhe sua experiência.

Kika Akita


IPVA RS 2017 – Tabela de Valores Venais e Calendário de Pagamento


Confira aqui a tabela de valores venais e o calendário de pagamento do IPVA 2017 no Rio Grande do Sul.

A cada início de ano, tradicionalmente, os motoristas de todo o Brasil precisam quitar obrigatoriamente o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). No Rio Grande do Sul, por exemplo, o contribuinte já pode ter acesso às datas de pagamentos, disponíveis desde início de dezembro. No caso, acesse a página: http://www.detran.rs.gov.br/.

A data limite para pagar o tributo para quem tem veículo com placa 1 é 3 de abril de 2017. Proprietários de carros com a placas final 2 devem pagar até 5 de abril do ano que vem. Confira abaixo os demais prazos estabelecidos pelo Detran gaúcho:

  • Final 3 = 07 de abril
  • Final 4 = 10 de abril
  • Final 5 = 12 de abril
  • Final 6 = 17 de abril
  • Final 7 = 19 de abril
  • Final 8 = 24 de abril
  • Final 9= 26 de abril
  • Final 0 = 28 de abril

O motorista pode pagar o valor integral, mas também é possível parcelar o imposto. Quem quiser pagar com desconto de 3%, deve quitar o imposto à vista até o dia 2 de janeiro de 2017, conforme informações do Detran-RS. O pagamento deve ser feito nas agências bancárias.

Inadimplência

Quem não pagar o imposto pode ter carro apreendido e ter o nome incluído nos órgãos de proteção ao crédito. Em situações em que o carro é apreendido pela polícia, além de pagar o tributo, é preciso ainda quitar multa diária pelo tempo que o veículo ficou no pátio. Se o motorista não pagar a dívida, o carro pode ir a leilão.

Valores do imposto a serem pagos

Os valores do imposto variam conforme ano, tempo de uso e modelo do carro. Lembrando que veículos com mais 20 anos não precisam pagar o imposto. No site do Detran é possível consular o valor a ser pago pelo motorista. Para saber a respeito dos dados, basta inserir informações do veículo. Dessa forma, acesse: http://www.detran.rs.gov.br/consulta-veiculos.

Por Letícia Veloso


IPVA 2017 em SP – Como Calcular


Confira aqui a tabela de valores venais e o calendário de pagamento do IPVA 2017 em São Paulo.

O governo do Estado de São Paulo, na quinta-feira, dia 6 de novembro, anunciou o calendário para que sejam realizados os pagamentos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, conhecido como IPVA, no ano de 2017. O tributo tem como base de cálculo os valores venais dos veículos, que são determinados pela FIPE e em São Paulo este ano, esta 4,8% mais barato.

Os donos de veículos automotivos contam com dois meios para pagamento: a primeira, quitando o imposto em cota única, no primeiro mês do ano, tendo um desconto de 3%. A segunda é parcelando em três vezes, sendo nos meses de janeiro, fevereiro e a última em março, de acordo com o dígito final da placa. Pode-se pagar o tributo também em única cota no mês de fevereiro, sem desconto.

Valores Venais

O IPVA com valor mais alto no Estado é R$ 126.105,16, que corresponde a Lamborghini Avent Road ano 2015, que custa R$ 3.227.629. Já o menor valor é de R$ 9,50, para a motocicleta Hero Puch 65, modelo 1997, que custa R$ 475.

Como calcular

Primeiramente, você precisa localizar o ano e o modelo do seu veículo na tabela para encontrar o valor venal. Então, para realizar o cálculo do valor do tributo é necessário aplicar a alíquota sobre este valor, veja abaixo:

Valor venal do veículo: R$ 20.050

Alíquota:4%

Cálculo: 20.050 x 0,04 = R$ 802 (este será o valor do IPVA)

As alíquotas do tributo continuam a mesma. Os proprietários de veículos a gasolina e também bicombustíveis pagarão 4% em cima do valor venal. Automóveis que usam somente álcool, gás ou eletricidade, ou então que os combinem, terão alíquota de 3%. As picapes com cabine dupla recolhem 4%.

Já os utilitários, micro-ônibus, ônibus, motocicletas, quadriciclos, motonetas e similares pagarão 2% do valor venal e os caminhões 1,5%.

O levantamento da Fipe, Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, que teve como base os valores de mercado do mês de setembro deste ano, encontrou uma maior queda de valores de venda para caminhões usados, apresentando um recuo de 7,9%.

Já os utilitários contaram com uma redução de 5,4%, sendo seguidos pelos automóveis, micro-ônibus e ônibus tendo uma redução de 5,3%. Os valores de venda das motocicletas estiveram 2,9% abaixo do valor de 2015.

FILIPE R SILVA


IPVA 2017 no ES – Calendário de Pagamento e Alíquotas


Veja aqui as alíquotas e o calendário de pagamento do IPVA 2017 no Espírito Santo.

Já divulgado pelo Governo do Estado do Espírito Santo o calendário de pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) 2017, que traz novidades para os contribuintes. No ano que vem, o IPVA poderá ser parcelado em até quatro vezes, além da conhecida opção de ter 5% de desconto para pagamento à vista.

O ano de 2017 será o primeiro em que o Imposto poderá ser pago em quatro parcelas, já que neste ano de 2016 a Sefaz (Secretaria do Estado da Fazenda) dava a opção de até duas cotas para pagamento. O prazo maior para 2017 está de acordo com a Lei 10.570/2016, que tem como autor Bruno Lamas, Deputado Estadual e que teve a sanção do Governador Paulo Hartung, em agosto de 2016.

O objetivo de estender o prazo é de diminuir e coibir a inadimplência, principalmente por conta do período em que o País está passando com alto índice de inadimplência e de crise financeira.

Divulgada na quarta-feira, dia 14 de dezembro, no Diário Oficial do Espírito Santos, a programação apresenta que os proprietários de veículos automotores com placas finais entre 1 e 5 serão os primeiros a serem cobrados. Para estes o pagamento inicia em 12 de abril e se a opção for parcelar em quatro prestações, a última vencerá apenas em 12 de julho.

Mas quem possui ônibus ou caminhão, as datas são diferentes. As cotas têm vencimento para início em março e poderão ser parceladas em, no máximo, duas vezes.

Apesar da opção de dividir em até quatro vezes, a sugestão para o contribuinte que tiver o dinheiro em mãos é pagar à vista, já que com isso ganhará um desconto de 5% sobre o valor total.

O valor do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores é calculado sobre o valor de mercado do veículo, de acordo com a Tabela FIPE, instituída pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Dentro de um total de 1,74 milhão de veículos, cerca de 1,3 deverá fazer o pagamento do IPVA. Os outros contam com mais de 15 anos de sua fabricação e estão isentos do tributo.

Foi útil para você? O que achou? Deixe seu comentário sobre sua opinião e experiências sobre o tema.

Kika Akita


Calendário e Pagamento do IPVA 2017 MG


Confira aqui mais informações sobre o calendário de pagamento do IPVA 2017 de MG.

O calendário do IPVA 2017 MG – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores apresenta que ao fazer o pagamento à vista ou da primeira parcela, ainda na data pré-estabelecida de janeiro, o proprietário do veículo automotor tem desconto de 3%. Veja abaixo a tabela:

  • Os carros placas de finais 1 e 2 tem como data 09 de janeiro
  • Já os 3 e 4 devem começar a pagar em 10 de janeiro
  • Para quem possui veículo com final 5 e 6 deve se atentar ao dia 11 de janeiro
  • E as placas 7 e 8 ficaram com o dia 12 de janeiro
  • Para finalizar, as placas de finais 9 e 0 devem se atentar ao dia 13 de janeiro, bem como de fevereiro e março, já que o IPVA 2017 MG pode ser pago à vista, com desconto ou dividido em três parcelas.

Para realizar o pagamento do IPVA 2017 MG só é preciso ir a uma das agências que arrecadam esse tipo de imposto e informar o número do RENAVAM do veículo automotor ou apresentar a guia de arrecadação, enviada pelo Correio.

Caso o seu RENAVAM não se encontre na base de dados das agências bancárias, você deve se dirigir ao atendimento de uma unidade da SEF/MG, para providenciar a guia de arrecadação e realizar o pagamento do IPVA 2017 MG.

Se você puder e preferir, aproveite e faça o pagamento da TRLAV, isto é, a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículos Automotores, que é no valor de R$ 92,66. Para fazer esse pagamento você também deve ir a uma das agências que arrecadam este imposto, tais como Banco do Brasil, Postal, Mercantil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Bancoob, Santander ou casas lotéricas e informar qual é o seu número de RENAVAM.

Mas é preciso ficar alerta quanto ao envio pelo Correio de boletos falsos de IPVA 2017 MG ou até mesmo mensagens nas redes sociais, com links falsos para emissão de boletos. Em caso de dúvidas, o ideal é procurar os terminais de atendimento ou os caixas dos bancos autorizados.

O que achou do nosso post? Foi útil a você e lhe ajudou? Comente conosco a sua opinião e experiências!

Kika Akita


IPVA 2017 em SP – Tabela de Valores Venais


Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores ficará 4,8% mais barato em 2017.

No dia 29 de novembro, a Secretaria da Fazenda divulgou os novos valores do IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Acredita-se que o valor ficará, em média, 4,8% mais em conta. Os preços variam de acordo com a categoria de cada veículo.

Mas como realizar esse cálculo? Veja abaixo como realizar:

  1. Descubra o valor venal do veículo.
  2. Em seguida, aplique a porcentagem de 4%
  3. Por exemplo: se o valor venal é de 20.050 e a alíquota de 4%, você deve fazer a seguinte conta: 20.050 x 0,04. O resultado é de R$ 802, que será o valor a ser pago de IPVA

Não houveram mudanças nas alíquotas dos impostos. Sabe-se que quem possui veículos a gasolina ou biocombustíveis; bem como picapes duplas pagarão 4% do valor venal; já quem utiliza eletricidade, gás, álcool ou combustíveis combinados tem 3% de alíquota. Os menores valores ficam por conta dos utilitários simples (motocicletas, micro-ônibus, ônibus e quadriciclos), que recolhem apenas 2%. Por último, os caminhões, com 1,5%.

O calendário, que já está definido, começa com pagamentos à vista (com desconto de 3%) ou da primeira parcela, no mês de janeiro, começando no dia 9 e indo até o dia 20, sendo as demais para fevereiro e março, sempre de acordo com o número final da placa do veículo automotor. Mas, quem preferir quitar só em março, não fará uso do desconto.

Não se pode esquecer de fazer o pagamento do DPVAT, seguro obrigatório, por inteiro, junto com a parcela única ou a primeira. Só pode parcelar o seguro quem possui vans, micro-ônibus ou ônibus e motos.

Para realizar o pagamento do IPVA e do DPVAT o proprietário deve ir até uma agência bancária que tem credenciamento com o número do Registro Nacional de Veículo Automotor – RENAVAM em mãos, podendo ser realizado tanto no Caixa, quanto nos terminais de atendimento ou até mesmo pela Internet.

A Secretaria da Fazenda iniciará o envio de avisos de vencimentos a partir da segunda quinzena do mês de dezembro de 2016, aos proprietários dos veículos que estão registrados no DETRAN – Departamento Estadual de Trânsito, de São Paulo.

O que achou do nosso artigo? Conte-nos sua opinião e experiências sobre o assunto!

Kika Akita


Calendário de Pagamento para o IPVA 2017 em SP


Já foi divulgado o calendário para realizar o pagamento do IPVA no Estado de São Paulo. É possível quitar o imposto em cota única ou pagar em 3 vezes.

O Governo do Estado de São Paulo publicou na quinta-feira, dia 6 de novembro, o calendário para realizar o pagamento do IPVA, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores do ano de 2017. O imposto é calculado com base nos valores venais dos veículos, os quais são determinados pelo estado.

Os proprietários de veículos têm duas alternativas para pagamento: a primeira é quitar o imposto em uma única cota, no mês de janeiro, com 3% de desconto, ou então parcelar em três vezes, que são nos respectivos meses de janeiro, fevereiro e março, conforme o dígito final da placa do seu veículo. É possível também pagar o tributo em cota única no mês de fevereiro, porém, sem o desconto.

Os contribuintes paulistas precisam respeitar as datas de vencimento do IPVA 2017, levando em consideração, o dígito final da placa do veículo. Veja abaixo o dia do vencimento para a primeira, segunda e terceira parcela respectivamente:

  • Final 1 – 9/1 | 9/2 | 9/3
  • Final 2 – 10/1 | 10/2 | 10/3
  • Final 3 – 11/1 | 13/2 | 13/3
  • Final 4 – 12/1 | 14/2 | 14/3
  • Final 5 – 13/1| 15/2 | 15/3
  • Final 6 – 16/1 | 16/2 | 16/3
  • Final 7 – 17/1 | 17/2 | 17/3
  • Final 8 – 18/1 | 20/2 | 20/3
  • Final 9 – 19/1 | 21/2 | 21/3
  • Final 0 – 20/1 | 22/2 | 22/3

Para fazer o pagamento do tributo para o ano de 2017, o contribuinte deve se dirigir até uma agência bancária portando o número do Renavam, o Registro Nacional de Veículo Automotor e então efetuar o recolhimento diretamente nos terminais de autoatendimento, no guichê de caixa, pela internet ou então através de débito agendado, ou por outros meios que a instituição bancária oferece.

Já o prêmio do DPVAT, o seguro obrigatório terá de ser recolhido integralmente de forma conjunta com a cota única, ou com a primeira parcela do IPVA. Se escolher pelo parcelamento em três vezes, que só é permitido para vans, motos e similares, micro-ônibus e ônibus, as parcelas do DPVAT deverão ser pagas conforme o calendário de vencimento do IPVA.

O valor que é arrecadado através do IPVA, depois da dedução da parcela do Fundeb, é dividido da seguinte forma, sendo metade para o Estado e a outra metade para o município de residência ou domicílio do proprietário do veículo.

Por Filipe Silva

IPVA SP


IPVA atrasado poderá ser Negociado no RJ


Secretaria da Fazenda do RJ pode retirar multa e juros para quem negociar o pagamento do imposto atrasado.

A partir de quarta-feira (1º), já está disponível junto à Secretaria da Fazenda do Rio de Janeiro, a possibilidade de perdão de débitos do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) aos proprietários de veículos que ainda possuem inadimplência em multas e no atraso do imposto.

Para obter a regularização dos tributos, o programa “Recupera Rio de Janeiro” propõe que o proprietário veicular deve quitar suas pendências de forma integral ainda neste ano, para que tenha anistia plena de seus tributos, à vista ou parcelada. É possível ainda que o cidadão com situação irregular parcele seus tributos em até 12 vezes, sendo que o pagamento da última cota permite a regularização plena do veículo.

Segundo a Secretaria Estadual da Fazendo do Rio de Janeiro, estima-se que o programa “Recupera Rio de Janeiro” possa arrecadar uma alíquota de aproximadamente 380 milhões de reais em tributos em atraso, referentes ao período entre 2011 e 2015, incluindo os valores referentes a multas e juros. Diante da complicada situação econômica vivida pelo país ao longo desses últimos anos, inúmeros contribuintes deixaram de quitar seus débitos. Com essa crescente dificuldade da população em quitar seus tributos, o Governo do Estado do Rio de Janeiro abre esta oportunidade para que condutores possam regularizar seus débitos e ficar em dia com suas cotas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Para aderir ao programa e para maiores informações, os condutores caracterizados por Pessoa Física devem acessar ao site da Secretaria Estadual da Fazenda do Rio de Janeiro (www.fazenda.rj.gov.br) e dar entrada à modalidade, disponível até o dia 31/10/2016.

Já na modalidade de Pessoa Jurídica, o interessado deve procurar uma Unidade da Secretaria da Fazenda de Atendimento, que será disponibilizada nos próximos dias pela Secretaria. O acesso é fácil e automaticamente o contribuinte seleciona a forma na qual deseja quitar seus tributos.

Trata-se de uma boa oportunidade para o cidadão que ainda possui débitos com o IPVA. O parcelamento das multas e juros permite um pagamento flexível, onde a renda mensal não será comprometida. É uma grande oportunidade para os contribuintes regularizarem sua situação junto à Secretaria da Fazenda. É importante ressaltar que a data é até o dia 30/10/2016.

Renan Pereira


Carros com IPVA Mais Caro de São Paulo em 2016


Confira os 20 carros de São Paulo com maior valor de IPVA 2016.

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo divulgou recentemente a lista dos valores de IPVA válidos para 2016, os preços foram embasados na Tabela Fipe.

O IPVA é um imposto estadual que deve ser pago anualmente, o valor varia de acordo com o combustível e tipo de veículo. Confira com a gente os 20 IPVAs de SP com o valor mais alto.

De acordo com os dados, pela segunda vez consecutiva, o IPVA mais caro de SP ficou com o Porsche 918 Spyder. O modelo de fabricação 2014 possui um imposto que custa nada mais nada menos do que R$ 126.920,92. Com esse dinheiro seria possível adquirir até 04 automóveis zero quilômetro de modelos mais populares. 

O segundo lugar ficou com o Lamborghini Aventador Roadster, o IPVA no valor de R$ 123.701,32 também assusta grande parte dos brasileiros.

Já a terceira posição pertence ao Rolls-Royce Wraith, o IPVA de R$ 122.107,68 também é pouco acessível.

O quarto e quinto lugar ainda mantêm a casa dos 100 mil reais, o Rolls Royce Ghost e a Ferrari F12 Berlinetta possuem IPVA no valor de R$ 101.721,76 e R$ 100.940,96, respectivamente.

Acompanhe abaixo o ranking das demais posições:

  • 6º – A Ferrari FF: R$ 90.284,68
  • 7º –  Ferrari 458 Speciale A: R$ 83.907,36
  • 8º –  Lamborghini Aventador LP700-4: R$ 75.191,72
  • 9º –  Mercedes-Benz SLR McLaren 722S: R$ 66.965,64
  • 10º –  Ferrari 458 Spider: R$ 66.646,72
  • 11º –  Ferrari 599 GTO: R$ 62.877,92
  • 12º –  Ferrari 599 GTB: R$ 62.639,24
  • 13º  –  Ferrari 599 SA Aperta: R$ 61.313,04
  • 14º –  McLaren MP4-12C: R$ 55.756,96
  • 15º –  Lamborghini Gallardo LP560-4: R$ 55.500,64
  • 16º –  Rolls-Royce Phantom Drophead Coupé: R$ 53.138,92
  • 17º –  Lamborghini Huracán LP610-4: R$ 52.883,24
  • 18º – Ferrari California-T: R$ 46.675,12
  • 19º – Lamborghini Gallardo LP570-4 Spyder Performante: R$ 45.358,44
  • 20º-  Lamborghini Gallardo LP570-4 Superleggera: R$ 44.864,08

E então? O que achou do ranking? Compartilhe conosco suas impressões!

Por Beatriz


IPVA BA 2016 – Como Pagar, Descontos e Parcelamento


Confira aqui mais informações sobre o pagamento do IPVA 2016 na Bahia.

Começo de ano é a hora ideal para colocar todas as contas na ponta do lápis e não deixar nada irregular. Um dos impostos que preocupa muitos contribuintes é o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Em 2015, a Secretaria da Fazenda da Bahia divulgou a tabela de pagamento do IPVA 2016 e os contribuintes tiveram uma surpresa: Proprietários de automóveis pagarão cerca de 3% a menos do imposto este ano. A redução varia conforme o tipo de automóvel e em média representou 2,8% para motos, 2,7% para caminhões, 2,5% para ônibus e 2,8% para micro-ônibus.

O pagamento do IPVA é obrigatório e requer que todos os proprietários de veículos em circulação quitem esta obrigação. Ficam isentos do IPVA 2016 veículos com baixa cilindrada ou isento por idade.

Confira no post como não perder os prazos do pagamento do IPVA BA 2016!

Consulta IPVA BA 2016:

É importante não perder os prazos e não deixar passar a oportunidade de realizar o parcelamento. Existe também a possibilidade de pagar à vista e por isso acompanhar os prazos se torna importante, uma vez que é com base nas datas estabelecidas que você garante o desconto.

O IPVA BA 2016 é cobrado uma vez no ano e atualmente pode ser realizado o pagamento em até três vezes sem juros, o que torna tudo mais acessível e facilitado.

A Guia de Recolhimento do IPVA já pode ser emitido pela internet, o que economiza tempo, além do proprietário do veículo poder se manter informado a respeito dos prazos de pagamentos.

O DETRAN da Bahia disponibiliza no site www.sefaz.ba.gov.br um calendário com todas as informações sobre o pagamento do IPVA 2016, a tabela é composta pela definição dos prazos de pagamento de acordo com o final da placa de cada veículo.

O pagamento do IPVA BA 2016 poderá ser efetuado em cota única com desconto de 10% até o dia 05/02/2016 ou em até 3 cotas, sem a incidência de desconto. É importante ressaltar que o pagamento deve ser efetuado dentro do prazo de vencimento, caso contrário, o contribuinte ainda pagará multas se ficar com seu veículo circulando irregularmente.

Gostou do post? Compartilhe conosco sua opinião!

Por Carla Geremias


IPVA SP 2016 – Tabela de Pagamento e Alíquotas


Confira aqui mais informações sobre o IPVA 2016 de São Paulo.

O ano de 2016 ainda está no começo, mas o Estado de São Paulo já tem o calendário do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor) do ano pronto e com as alíquotas definidas.

O imposto é pago em quota única, juntamente ao seguro obrigatório – o DPVAT. Para veículos que rodam com gasolina ou são bicombustíveis, o imposto fica em 4% sobre o valor do veículo em avaliação feita pelo departamento de trânsito estadual paulista. Os elétricos, movidos com gás natural veicular (GNV) ou exclusivamente com álcool, pagam alíquota de 3% sobre a avaliação do bem. E todas as caminhonetes com cabine dupla pagam 4%.

As caminhonetes de cabine simples, motos, micro-ônibus e os ônibus obedecem alíquota de 2%.

O imposto ainda pode ser parcelado em três vezes. O pagamento até as datas com desconto concedem redução de 3% sobre o valor total do imposto a ser pago.

Confira abaixo o Calendário de Pagamento do IPVA 2016:

– Carros, caminhonetes, motos, ônibus e micro-ônibus:

  • Placa de final 1: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 11/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 11/02/2016 e da terceira parcela até 11/03/2016.
  • Placa de final 2: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 12/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 12/02/2016 e da terceira parcela até 14/03/2016.
  • Placa de final 3: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 13/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 15/02/2016 e da terceira parcela até 15/03/2016.
  • Placa de final 4: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 14/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 16/02/2016 e da terceira parcela até 16/03/2016.
  • Placa de final 5: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 15/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 17/02/2016 e da terceira parcela até 17/03/2016.
  • Placa de final 6: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 18/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 18/02/2016 e da terceira parcela até 18/03/2016.
  • Placa de final 7: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 19/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 19/02/2016 e da terceira parcela até 21/03/2016.
  • Placa de final 8: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 20/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 22/02/2016 e da terceira parcela até 22/03/2016.
  • Placa de final 9: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 21/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 23/02/2016 e da terceira parcela até 23/03/2016.
  • Placa de final 0: Pagamento da primeira parcela ou quota única com desconto até 22/01/2016, da segunda parcela ou quota única sem desconto até 24/02/2016 e da terceira parcela até 24/03/2016.

A alíquota dos caminhões é de 1,5% em relação ao valor de avaliação e o parcelamento pode ser feito em até três vezes. O calendário é diferenciado:

  • Placa de final 1: Pagamento da quota única com desconto até 11/01/2016 e da primeira parcela até 13/03/2016.
  • Placa de final 2: Pagamento da quota única com desconto até 12/01/2016 e da primeira parcela até 14/03/2016.
  • Placa de final 3: Pagamento da quota única com desconto até 13/01/2016 e da primeira parcela até 15/03/2016.
  • Placa de final 4: Pagamento da quota única com desconto até 14/01/2016 e da primeira parcela até 16/03/2016.
  • Placa de final 5: Pagamento da quota única com desconto até 15/01/2016 e da primeira parcela até 17/03/2016.
  • Placa de final 6: Pagamento da quota única com desconto até 18/01/2016 e da primeira parcela até 18/03/2016.
  • Placa de final 7: Pagamento da quota única com desconto até 19/01/2016 e da primeira parcela até 21/03/2016.
  • Placa de final 8: Pagamento da quota única com desconto até 20/01/2016 e da primeira parcela até 22/03/2016.
  • Placa de final 9: Pagamento da quota única com desconto até 21/01/2016 e da primeira parcela até 23/03/2016.
  • Placa de final 0: Pagamento da quota única com desconto até 22/01/2016 e da primeira parcela até 24/03/2016.

Para todos os finais de placa, os vencimentos da quota única sem desconto, da segunda parcela e da terceira são respectivamente: 15/04/2016, 15/06/2016 e 15/09/2016.

Bruno Klein


IPVA SP 2016 – Calendário de Pagamento e Tabela dos Valores Venais


Governo de São Paulo divulga Calendário e Valores Venais dos Veículos para o IPVA 2016.

Foi divulgada pelo Governo do Estado de São Paulo, no último dia 28 de novembro, a tabela com os valores venais dos veículos para que os proprietários de veículos automotores possam realizar o cálculo relativo ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O governo estadual disponibilizou o endereço eletrônico www.imprensaoficial.com.br para que os motoristas possam fazer as consultas, sendo que para realiza-las é necessária a utilização de dados que constam no documento do respectivo veículo a ser consultado.

O imposto neste ano de 2016, no estado de São Paulo, terá uma média de redução de 3,3% e a cobrança do imposto iniciará no dia 11 de janeiro e segue conforme o calendário definido pelo governo.

Segundo dados obtidos pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), dados estes obtidos através dos valores de mercado referentes ao mês de setembro de 2015, foi constatado um decréscimo nos preços de comercializações de caminhões usados, que representam recuo de 3,76%, já os automóveis e os utilitários também tiveram reduções, sendo que respectivamente foi verificado um recuo de 3,4% e 3,28%.

Como já há definição do calendário, os contribuintes que quiserem quitar o imposto em cota única no mês de janeiro poderão fazê-lo com desconto de 3%. Já aqueles que preferirem poderão fazer o parcelamento do tributo em até três parcelas, sendo que estas terão vencimento nos meses de janeiro, fevereiro e março, conforme o número do final da placa de cada veículo.

Os contribuintes que não puderem quitar o valor integral do imposto no mês de janeiro irão ter a opção de quitá-lo integramente também no mês de fevereiro, contudo, sem o desconto de 3%.

A taxa relativa ao seguro obrigatório DPVAT deve ser paga integralmente junto com a primeira parcela do IPVA ou junto com a cota única. Vale salientar que o parcelamento do seguro obrigatório só será disponibilizado para os proprietários de motos e similares, vans, ônibus e micro-ônibus, sendo que do mesmo modo as parcelas deverão ser recolhidas conforme o calendário de vencimento do IPVA.

Veja abaixo a tabela com o calendário de pagamento do IPVA 2016 para o estado de São Paulo:

Por Adriano Oliveira


IPVA – O Que é e Para que Serve?


Confira aqui todas as informações sobre o IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores).

O Brasil é um dos países com o maior número de impostos. É IR (Imposto de Renda), IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), IOF (Imposto sobre Movimentações Financeiras), IPTU (Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana), IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores)… São tantos que se quer dá para listarmos todos aqui. E você sabe o que significam?

Nesse artigo vamos falar do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). Todos os dias vemos muitos veículos circulando pela cidade, cada um deles paga uma taxa que varia de 2% a 4% do valor da tabela FIPE, dependendo do estado onde foi emplacado. Já parou para pensar? É muito dinheiro. Mas para que serve o IPVA?

O dinheiro arrecadado vai para o Tesouro, que é o valor acumulado de verba para obras e serviços. Outros impostos também são direcionados ao tesouro.

Na teoria, não há obrigatoriedade de que tal verba seja gasta na melhoria de estradas ou construção de novos acessos. Talvez por isso seja tão difícil fiscalizar. O dinheiro entra no bolo do orçamento e segue para investimento onde os governantes acham melhor. Dessa forma, as estradas continuam um caos, sem segurança e sem infraestrutura, enquanto sabe-se lá qual outro departamento está sendo beneficiado por tanto dinheiro.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais, somente em 2015 foram arrecadados mais de R$ 3 bilhões somente referente ao IPVA.

Já a Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de São Paulo, afirmou que mais de R$ 14 bilhões entraram para os cofres públicos apenas esse ano com o IPVA.

Para pagar a alíquota basta se dirigir a rede bancária com o número do RENAVAM do veículo. Na aquisição de um veículo novo ou usado, é importante lembrar desse detalhe, o imposto incide sobre o valor venal do veículo, por isso vai diminuindo com o passar dos anos juntamente com a desvalorização do automóvel.

Por Vivian Schetini


IPVA 2015 – Como fazer o cálculo para saber quanto pagar no imposto?


O IPVA 2015 vem chegando para os contribuintes em São Paulo e em todo o Brasil. A pergunta que fica para alguns é: como que eu faço o cálculo do IPVA do meu carro?

Para fazer a verificação do valor do seu imposto é necessário que você multiplique o custo do seu carro com a alíquota, que é em 4% em São Paulo. O percentual em questão fica validado para carros movidos a gasolina e Flex, além de picapes e veículos de cabine dupla.

O cálculo para carros a álcool, elétricos ou a gás, fica com uma alíquota em 3%. Aqueles que possuem ônibus, utilitários, micro-ônibus e motos, o cálculo deve ser feito com alíquota em 2%. O valor da alíquota para caminhões fica em 2%.

Imposto mais barato em São Paulo

O IPVA vai ficar em 4,2% mais barato em São Paulo em 2015. Os dados são da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) que fez o levantamento de mais de 11 mil marcas de veículos. Para os usados, a queda é de 4,6% e para as motos em 4,1%. Os valores tem como base o mês de setembro de 2014.

O imposto póderá ser pago pelos contribuintes paulista em uma cota única em janeiro, com o desconto de 3% ou parcelar em três vezes (janeiro, fevereiro e março).

Os carros com final de placa em 1, o dia do pagamento é o de 09 de janeiro. Para os veículos com final da placa em 0, o pagamento deve ser feito até 22 de janeiro.

ipva-2015


IPVA SP 2015 – Imposto será 4,2% mais barato para veículos em São Paulo


O IPVA em São Paulo vai ficar mais barato no ano de 2015. A Secretaria Estadual da Fazenda aponta que o valor venal dos veículos conta com uma queda média de 4,2%.

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) fez um levantamento com 11.176 marcas, modelos e versões de carros. Os usados contaram com a queda em 4,6% e as motos em 4,1%. Esses dados são valores de mercado com referência o mês de setembro deste ano.

Outro dado importante divulgado foi o calendário de pagamentos do imposto. O IPVA poderá ser pago pelos contribuintes em uma cota única em janeiro, com desconto de 3% ou fazer o parcelamento do tributo em três vezes (Janeiro, fevereiro e março) sempre de acordo com o final da placa do veículo.

Para os carros com final 1, que são os primeiros a pagar o imposto, a data fica em 09 de janeiro. Aqueles veículos com placa de final 0, a data final para efetuar o pagamento da primeira parcela é 22 de janeiro.

Como sei quanto eu pago no IPVA?

Para verificar o valor do seu IPVA, multiplique o valor do seu carro com a alíquota (4%). A porcentagem em questão é válida para veículos a gasolina e Flex, e também para picapes e veículos de cabine dupla.

Para os carros a álcool, elétricos ou a gás, a alíquota é de 3%. Os donos de ônibus, utilitários, micro-ônibus e motos, a alíquota é de 2%. Os caminhões contam com alíquota em 1,5%.

ipva-sp-2015


IPVA RS 2015 está liberado para consulta


Para o contribuinte que deseja realizar o pagamento do Imposto de Propriedade sobre Veículos (IPVA) do Estado do Rio Grande do Sul pode consultar sua guia do IPVA RS 2015 pela internet e para facilitar o procedimento da referida emissão. Esse recurso foi disponibilizado através do site da Secretaria da Fazenda, sem nenhum custo para a impressão do serviço. Por esse motivo que é importante esclarecer ao contribuinte como fazer e como funciona também. Atualmente, os cidadãos preferem uma forma mais prática e rápida; até mesmo pela facilidade do acesso à internet, alguns dispensam o atendimento presencial, por que sabem que pelo site conseguem resolver muitas coisas e evitam o tumulto na fila dos bancos e casas lotéricas.

Então para a realização do pagamento do IPVA 2015 RS o contribuinte pode acessar o site www.sefaz.rs.gov.br e seguir as orientações solicitadas. Um procedimento bastante simples de ser efetuado. O site da Secretaria da fazenda também disponibiliza outros serviços que facilitam demais o dia a dia; então aproveite bastante esses recursos, entre outros. Hoje em dia temos tantos serviços bons que fica até difícil saber usar todos, ou até saber da existência de todos, mas é no dia a dia que vamos descobrindo.

O valor do IPVA RS 2015 é conforme o ano do veiculo, mas ao emitir o documento no site constará essa informação, por isso não deixe de conferir para saber mais detalhes.

No Estado do Rio Grande do Sul é concedido desconto de 3% para os proprietários de veículos que optam pelo pagamento total. É importante o pagamento do imposto para que o proprietário ou condutor do veículo não passe por situações desagradáveis com a lei de ter o veículo removido e ter que arcar com as despesas para resgatar o veículo de volta. Além do mais, ao retirar o veículo do pátio de apreensão o documento deve estar em dia.

Por Railson Tomás de Araújo Lopes

IPVA


IPVA 2015 será mais barato em São Paulo


Até que enfim uma notícia boa sobre a baixa do IPVA. De acordo com a Secretaria Estadual da Fazenda o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará mais barato em São Paulo em 2015.

O valor venal dos veículos registrou queda média de 4,2%. Essa divulgação foi feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), com 11.176 diferentes marcas, modelos e versões de veículos. Os usados levaram um pouco mais de vantagem, tiveram queda média ainda maior, de 4,6%, e as motos, de 4,1%. Os dados são valores de mercado referentes a setembro de 2014.

Foi divulgado também, nesta quarta-feira (19-11-2014) o calendário de pagamentos do imposto, que está disponível para ser consultado no site da Secretaria da Fazenda. Os pagamentos podem ser feitos de duas formas: em cota única no mês de janeiro, com desconto de 3%, ou parcelar o tributo em três vezes (nos meses de janeiro, fevereiro e março), de acordo com o final da placa do veículo. Carros com final de placa 1, os primeiros a pagar o imposto, será no dia 9 de janeiro. Para os carros com placa de final 0, a data final para pagamento da primeira parcela será 22 de janeiro.

Você deve estar se perguntando: quanto eu pago? Muito simples fazer as contas do seu IPVA. Multiplique o valor do veículo com a alíquota, que é de 4%. A porcentagem vale para veículos a gasolina e modelos flex, o mesmo vale para picapes ou veículos com cabine dupla. Já para modelos a álcool, elétricos ou a gás, a alíquota é de 3%. Para donos de utilitários, ônibus, micro-ônibus e motos, a alíquota é de 2%. Para caminhões, 1,5%.

Fiquem atentos às datas e se informem corretamente no órgão de sua cidade! Infelizmente essa baixa ainda não se estendeu para outras capitais, mas esperamos que ela atinja vários estados do Brasil.

Por Luciana Viturino

IPVA 2015

Foto: Divulgação


IPVA 2013 SP – Imposto em São Paulo será 8,56% mais barato – Tabela sai no sábado (24-11)


IPVA 2013 em São Paulo.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) vai ficar, em média, 8,56% mais barato para os motoristas do Estado de São Paulo em 2013.

O imposto reduzido reflete a redução do preço de venda dos veículos. Desde o mês de maio, o governo cortou o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de veículos para estimular mais o setor.

Isso puxou ainda mais para baixo as cotações praticadas no varejo. A tabela com os valores venais para o exercício 2013 foi divulgada nesta quinta, dia 22 de novembro, pela Secretaria da Fazenda de São Paulo.

O valor venal é usado como a base para calcular o IPVA e foi levantado pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas (Fipe).

A pesquisa da Fipe, que é baseada nos valores de mercado de setembro de 2012, mostra que a maior queda no valor de venda foi apontado entre os caminhões com um recuo de 10,55%.

Nos automóveis usados, a redução foi de 9,89% e os ônibus e micro-ônibus, de 8,72%.

Os preços dos utilitários ficaram cerca de 8% mais baixos e os referentes a motos e similares, tiveram um recuo de 5,08%.

O consumidor poderá verificar a tabela completa do IPVA neste sábado, dia 24 de novembro, no site da Secretaria da Fazenda – www.fazenda.sp.gov.br.


Restituição do IPVA 2010 para Carros Roubados ou Furtados em SP


Os proprietários que tiveram seus veículos furtados ou roubados no Estado de São Paulo, durante o ano de 2010, vão começar a receber a restituição do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a partir do dia 15 de março (ocorrências do 1º trimestre de 2010). Para ter direito à restituição, é preciso estar em dia com os impostos. Quem estiver inadimplente, não recebe até que acerte a sua situação.

Para receber o valor, o motorista deve comparecer a qualquer agência do Banco do Brasil, levando originais e cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), desde que o documento não tenha sido levado juntamente com o carro, e a carteira de identidade (ou documento equivalente). Caso o veículo pertença a empresas, é necessário levar também uma cópia do Contrato Social.

A agenda para a liberação do recebimento da restituição do IPVA ainda contempla o dia 31 de março (para ocorrências durante o 2º trimestre de 2010), 15 de abril (para ocorrências no 3º trimestre de 2010) e 29 de abril ( para os casos que aconteceram no 4º trimestre de 2010).

Os valores a receber podem ser consultados no site da Secretaria da Fazenda de São Paulo.

Por André Gonçalves


Reportagem do Jornal da Globo sobre redução do IPVA 2010


Interessante o vídeo do Jornal da Globo com explicações sobre a redução dos valores do IPVA, corroborando aquilo que dissemos aqui no Carro Bonito na metade de outubro, de que o IPVA 2010 seria menor em todo o país.

O que o especialista disse está corretíssimo. Por um lado é bom porque vai se pagar menos imposto. Por outro é ruim porque o valor do bem diminuiu. Embora a situação tenda a se reverter, já que o IPI está voltando gradativamente aos patamares anteriores, uma consequência imediata disso é a redução nos prêmios oferecidos por seguradoras.

Veja no vídeo:


Divulgadas as datas para pagamento do IPVA no estado de SP em 2010


Foram divulgadas hoje, pela Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo, as datas para pagamento do IPVA 2010. O imposto deste ano deverá ser menor que o do ano passado, já que houve uma queda muito grande no preço de carros novos e usados, o que reflete nos valores venais, que serão baseados na tabela Fipe de setembro (os valores saem no final do mês).

O motorista que pagar o IPVA à vista, em janeiro, terá desconto de 3%. O pagamento à vista também pode ser realizado em fevereiro, mas sem desconto. Não há descontos para o pagamento parcelado, que será realizado nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2010.

Confira aqui a tabela com os dias para pagamento.


IPVA 2010 será mais barato em todo o Brasil


Não é só São Paulo, Paraná ou Rio de Janeiro que terão valores de IPVA mais baixos em 2010 não. Na verdade, praticamente todos os estados terão valores mais baixos.

Essa situação se deve à redução dos preços de veículos em todo o país, consequência da crise e posterior redução da alíquota do IPI, que jogou o preço do carro zero quilômetro para baixo. Por conta disso, tanto carros novos quanto usados tiveram uma redução significativa em seus valores na tabela Fipe.

E mais: a alíquota do IPVA, pelo menos no estado de São Paulo (segundo esta reportagem do G1, em todos os estados), se baseia nos valores venais da tabela no mês de setembro, justamente o último mês em que vigorou a isenção do IPI, mês em que o mercado de carros novos cresceu muito e em que o mercado de usados encolheu.

Mas nem tudo são flores, claro. Se por um lado você ganha no IPVA, por outro você perde se tem seguro. Se você tem prêmio para receber e este for apurado com base na tabela Fipe de setembro, você perde.


Deficiente físico pode obter a isenção do IPI na compra de um novo carro


Um deficiente físico, que naturalmente não possa guiar carros comuns, pode adquirir veículos adaptados com câmbio automático e com isenção de IPI.

Sabe como fazer para obter o desconto? Basta apresentar à concessionária os seguintes documentos:

  • Cópia da carteira de identidade e da carteira de habilitação;
  • Atestado de incapacidade física (providenciado pelo Ciretran);
  • Documento da Receita Federal que reconheça o direito à isenção do IPI.

E o melhor de tudo. Após comprar o carro, ainda é possível obter isenção do ICMS e também do IPVA, bastando que seja feito um pedido formal à Secretaria da Fazenda do seu Estado.