Segurança dos carros brasileiros está muito abaixo dos padrões


Provas realizadas pelo Latin NCAP (Programa de Avaliação de Carros Novos da América Latina), em conjunto com a Proteste, mostraram que os carros comercializados na América Latina, especificamente no Brasil, estão com um atraso de vinte anos em relação aos veículos produzidos e vendidos nos Estados Unidos e na Europa. Além disso, o resultado demonstra que a segurança dos automotores brasileiros está muito abaixo dos padrões.

De acordo com informações da Latin NCAP/Proteste, neste teste, é muito difícil que um carro da Europa apresente desempenho inferior a quatro estrelas, de uma totalidade de 5 que são possíveis. Isso demonstra a inferioridade dos veículos da América Latina, que tiveram 7 modelos avaliados (6 comercializados no mercado brasileiro) e ficaram abaixo de 4 estrelas.

Mas isso não é uma novidade, pois, nos dois anos anteriores do teste (2010, 2011), os resultados também foram ruins. Mesmo assim, ainda houve um fator positivo, pois, na fase três da avaliação, a NCAP/Proteste conseguiu detectar “progresso” para os veículos latino-americanos.

Na versão de 2011 da avaliação, 4 modelos ganharam apenas uma estrela e, segundo a empresa de testes, alguns apresentavam possibilidade de lesões fatais para os ocupantes do carro.

Por Marcelo Araújo