Confira aqui um comparativo entre o Volvo XC90 e o Audi Q7.

Sofisticação, beleza, tecnologia e conforto. Estas serão palavras que os modelos de automóveis do tipo SUV fabricados tanto pela montadora alemã, a Audi e a sueca Volvo conseguiram agregar aos seus mais novos modelos, o Q7 e o XC90, respectivamente. Considerados os ‘Tops’ de linha, ambos impressionam por seus estilos e características distintas, mas que podem fazer a diferença na hora de optar por um deles.

Presente em todos os seus itens, a elevada tecnologia e o mais elevado conceito de design estão presentes em todos os detalhes de cada modelo. Tanto a Audi quanto a Volvo foram cuidadosas em aliar segurança e conforto ao consumidor final para se garantir a satisfação completa de quem dirige qualquer um dos modelos.

No aspecto externo, ambos modelos podem ser similares em um design mais atual. Entretanto, a distinção entre as marcas começa a partir do preço. Projetados para um grupo seleto de consumidores, tanto o Q7 e o XC90 não saem por menos que R$ 400 mil de fábrica. A diferença está na configuração típica de cada modelo. Enquanto o modelo da Volvo pode sair da fábrica com todos os opcionais de luxo por cerca de R$ 405 mil reais, o XC90 da Audi chega às concessionárias em sua versão mais básica num preço um pouco menor. Os opcionais da montadora alemã, que já são incorporados ao modelo da Volvo, podem fazer o preço final subir num valor correspondente a um modelo da mesma categoria e de preço mais acessível, como o Duster, da montadora francesa Renault e cujo valor é em torno dos R$ 70.000,00.

Para os consumidores que são exigentes em relação ao desempenho e velocidade, as diferenças entre os modelos, mesmo pequenas, podem ser notadas. Enquanto o modelo da Volvo adotou o motor de quatro cilindros, do tipo 2.0, com uma potência superior aos 310 cavalos de força. Já a Audi incorporou ao seu SUV de luxo, o motor V6 do tipo 3.0, com um rendimento de mais de 320 cavalos de potência e torque superior aos 40kgfm. Neste sentido, o XC90 apresenta um desempenho melhor. Ele vai do zero aos 100 Km/h em 6 segundos. Somente quatro décimos de segundo em relação ao modelo da Volvo. Entretanto, os fãs de motores silenciosos vão preferir este último ao som metálico do Q7 alemão.

No aspecto interno, ambos os modelos reúnem além da sofisticação, a funcionalidade. O XC90 tem capacidade para levar sete passageiros e já vem com a terceira fila de assentos de fábrica. Para quem quiser ter a mesma capacidade, terá que desembolsar cerca de R$ 20.000,00 para acomodar o mesmo número no Q7 da Audi.

Em termos de tecnologia, ambos apostaram na funcionalidade. Os dois modelos incorporam a sistema de multimídia, com a projeção de todas as funções dos carros numa tela central de LED e sensíveis ao toque. Eles diferem em apenas 0,7 polegadas de tamanho. Todas são compatíveis com os sistemas Android e Apple CarPlay. O sistema de som que vem em ambos os modelos são de altíssima qualidade e diferem somente em relação aos fabricantes. A Audi optou pela Bose, enquanto a sueca Volvo preferiu a Bowers & Wilkins. Esta última garante aos seus consumidores o mesmo som de qualidade de uma das salas de concerto mais famosas do mundo, a de Gotemburgo.

Em termos de funcionalidade, a Audi adotou o inédito sistema de tração de eixo traseiro, o que permite as rodas traseiras movimentarem-se para ambos os lados em até seis graus. Muito útil para se estacionar em vagas mais apertadas.

A segurança é outro item que chama a atenção em ambos os modelos. Além dos sistemas de tração inteligentes, dos sensores de tráfego dianteiro e traseiro e de ponto cego e dos airbags laterais e frontais, o XC90 possui um sistema de navegação inteligente que permite o automóvel seguir o carro que está na sua frente até uma velocidade um pouco superior aos 130 km/h. Se o modelo da Audi sai de fábrica com câmera de visão noturna, o XC90 da Volvo vêm equipado com um sistema automático que freia o carro diante de qualquer obstáculo na sua frente. Vale salientar que ambos os modelos são considerados, na Europa, carros com o mais alto padrão de segurança adotado naqueles países.

Em relação a conforto, ambos os modelos trazem a possibilidade de se controlar a temperatura de refrigeração do ar condicionado exclusivo dos seus assentos traseiros. Um diferencial em relação ao outros modelos de SUVs dos concorrentes.

De um modo geral, ambos os modelos oferecem vários itens tanto de segurança, conforto e funcionalidade que podem conquistar clientes. No entanto, o modelo que se sobressai seria o XC90 da Volvo, tanto por suas opções de segurança e dirigibilidade mais sofisticadas, quanto pelo preço, que oferece um modelo com mais capacidade interna, principalmente, para os passageiros.

Emmanoel Gomes


A Audi irá lançar no mercado o modelo Q7, trazendo inovações ao mercado. O veículo passou por uma reformulação em seu visual, se destacando na elegância em seu design. Algumas transformações foram realizadas em sua estrutura, diminuindo 325 quilos do veículo. Além disso, para conquistar o mercado, o carro também apresenta algumas novidades no que se refere a diferentes acessórios tecnológicos de última geração.

Em comparação com a versão anterior, o novo modelo não apresenta mudanças significativas em sua estética. As transformações que a Audi realizou foram pequenas, onde ela salientou no modelo a grade dianteira, que é feita de alumínio, e os faróis com a tecnologia de iluminação LEDs.

Foto: divulgação

A parte lateral se mantém semelhante ao visual da série anterior, dando um destaque na parte traseira com um formato elegante.

A parte interna do veículo tornou-se mais atrativa através do novo estilo do painel e ao sistema multimídia que é composto por duas telas, sendo uma delas de 12,3 polegadas e outra com 8,3 polegadas. O modelo também possui um excelente sistema de som da marca Bose ou da Bang& Olufsen, tendo 23 alto-falantes com uma frequência de 1.920 watts.

Outra característica interna do veículo é ter se tornado mais espaçoso, com um aumento de 21 mm entre as fileiras dos bancos, além de ter aumentado o espaço de 41 mm para reclinar a cabeça nos bancos dianteiros e 23 mm de aumento nos bancos de trás do automóvel.

Foto: divulgação

O veículo terá duas opções de escolha para o motor, onde uma delas poderá ser a diesel – 3.0 de 272 cv – e a outra alternativa será a gasolina – 3.0 de 333 cv.

O motor a diesel é capaz de registrar 17,5 Km por litro. Já o motor a gasolina é capaz de gerar 12,3 Km por litro.

O modelo Audi Q7 tem previsão de ser lançado no mês de janeiro de 2015, onde acontecerá a apresentação da nova série no Salão de Detroit.

Por Felipe Couto de Oliveira


Depois de apresentar os bons índices de vendas globais e no mercado brasileiro, a Audi amplia sua gama de produtos oferecidos no Brasil nesta semana lançando uma nova versão de entrada para o Q7.

Denominada de Ambiente, a versão de entrada do utilitário esportivo da Audi vem com uma vasta lista de equipamentos de série, motor um pouco mais brando e preço sugerido de R$ 305.900.

Entre a vasta lista de equipamentos de série, o Audi Q7 Ambiente vem equipado com ar condicionado digital dual zone, volante multifuncional esportivo revestido em couro com ajuste elétrico e Paddle Shift para trocas de marchas sequenciais, bancos com revestimento em couro, bancos dianteiros com ajuste elétricos, espelho retrovisor interno antiofuscante automático, acabamento das soleiras das portas em alumínio, computador de bordo no painel de instrumentos com tela de LCD colorida, sistema keyless-go, controle de cruzeiro, além dos sistemas Audi Sound e Audi Music Interface, que abrangem funções como DVD Changer, rádio com MMI, sistema de navegação, conexão Bluetooth e recepção de TV. Para completar, o SUV da marca alemã ainda vem com faróis bi-xenônio, lanternas traseiras compostas por LEDs, teto solar panorâmico e rodas de liga leve de 20 polegadas.

Mecanicamente, a nova versão de entrada do Q7 traz sob o capô o motor seis cilindros 3.0 V6 TFSI, que tem mapeamento diferenciado das outras versões do utilitário esportivo da Audi. Nessa configuração o bloco é capaz de entregar 272 cv e torque de 40,7 kgfm, enquanto que as outras versões, como a top de linha Ambition, tem o mesmo motor configurado para entregar 333 cv de potência.

Associado ao bloco V6 está a transmissão automática fornecida pela ZF com dupla embreagem e oito velocidades. Dotado de tração integral Quattro, o novo Q7 Ambiente, segundo os dados da Audi, acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, com velocidade máxima de 222 km/h. 

Por Caio Polo

Audi Q7

Foto: Divulgação


As concessionárias da Audi em todo o Brasil já estão com o novo Audi Q7 2011. A principal novidade é com relação ao motor TFSI 3.0 V6, que apresenta melhorias em relação ao anterior. Ele gera 333 cv de potência e alcança a velocidade máxima de 245 km/h.

O câmbio é o Tiptronic, de oito marchas, com opção de trocas atrás do volante. Segundo a montadora, o utilitário esportivo tem consumo médio de 11,7 km/l na estrada.

Em relação aos itens de série, o destaque vai para o pacote de entretenimento Audi Music Interface, que gerencia o sistema de áudio e também para o Audi MMI, que concentra diversas informações sobre o veículo, mostradas em uma tela de 6,5 polegadas, instalada no console central. Outros itens são a câmera de estacionamento, freios ABS, e sistema de alerta de aproximação.

O preço sugerido para o modelo é de R$ 320.000.

Confira o vídeo do modelo:

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: