Detran suspende Taxa de Venda de Veículos


Medida foi tomada após a reclamação dos proprietários de veículos.

Logo após a publicação de que o Detran havia criado uma taxa para a venda de veículos, o que revoltou os proprietários, o órgão voltou atrás e suspendeu a medida na quarta-feira. No Diário Oficial de terça-feira foi publicada a portaria que regulamentava a cobrança de um valor de R$ 126,97 pela comunicação de venda de veículos. A tarifa iria arrecadar no mínimo R$ 5 milhões mensalmente, visto que, em média, são registradas 39,4 mil vendas no estado de São Paulo.

A assessoria de imprensa, por meio de nota, disse que suspendeu a portaria, sensível às demandas do público. A publicação ainda alega que a norma teve suspensão feita por José Carlos dos Santos Araújo, presidente do órgão, o qual havia assinado para que a taxa fosse criada.

Os motoristas ficaram indignados ao saberem da criação desta nova taxa, que daria um rendimento anual de R$ 60 milhões para o Detran. Nesta quarta-feira, os condutores ficaram mais tranquilos ao serem informados sobre o cancelamento de tal procedimento.

De acordo com o Detran, o mesmo ajuda, através de suas arrecadações, o Instituto Estadual do Ambiente, a Policia Militar, as unidades do Poupa Tempo e até programas de educação sobre o trânsito. O órgão, só neste ano, já destinou cerca de R$ 200 milhões para as mesmas.

Lei nova do km já está vigorando

A nova norma do Detran já está em vigor, a qual obriga o órgão a fazer o registro da quilometragem dos veículos vistoriados anualmente. Tal ação foi determinada por meio da Lei de número 7.345 de 2016, criada pelo Deputado Estadual do PDT, Luiz Martins. O objetivo é fazer com que consumidores de veículos usados não levem para a garagem carros que sofreram adulteração, ou seja, que está mais rodado do que apresenta no hodômetro.

Martins afirmou que na prática, a quilometragem é um dos coeficientes levados muito em conta no momento da compra de um usado, pois demonstra o grau de uso do veículo. O deputado também ressalta que a alteração do hodômetro é um golpe muito aplicado por concessionárias e revendedores.

O Detran do Rio de Janeiro irá colocar no CRV, o Certificado de Registro Veicular, qual a quilometragem do veículo no momento da transferência e será disponibilizado no site para consulta.

FILIPE R SILVA


Venda de Carros Importados Registra Queda em Janeiro de 2015


O número de carros importados vendidos no Brasil sofreu com o aumento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Segundo a Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, Abeifa, o percentual de veículos importados emplacados no país caiu neste início de ano. A entidade levou em consideração as 28 marcas que não possuem fábricas aqui, mas que comercializam seus modelos.

Os dados revelam que as vendas caíram 22,2% em janeiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2014. A queda foi ainda maior em relação a dezembro de 2014, registrando queda de 24,7%. Os dados mostram que os brasileiros anteciparam a compra do início do ano temerosos quanto ao aumento do IPI e também pelo 13º salário, fator determinante para a compra no fim do ano. A associação também já esperava a queda nas vendas.

No primeiro mês do ano, foram vendidos 7.478 veículos leves, enquanto que no mesmo mês de 2014, foram 9.609 unidades e 9.930 em dezembro de 2014. O ano passado, como um todo, também não foi tão bom quanto em 2013. Mesmo com as boas vendas em dezembro de 2014, o desempenho nas vendas não foi suficiente para continuar o aumento de 2013. Foram comercializados 96.578 veículos importados, o que representa 14,3% a menos do que o registrado em 2013.

O presidente da Abeifa, Marcel Visconde, demonstrou receio para este ano: “O setor está em alerta e sabemos que 2015 será um ano de grandes desafios e dificuldades para superar”, finalizou o executivo.

Confira abaixo os modelos das marcas associadas à Abeifa mais vendidos em janeiro de 2015:

  1. Kia Sportage – 860 unidades;
  2. BMW Série 3 – 563 unidades;
  3. Lifan X60 – 419 unidades;
  4. Range Rover Evoque – 379 unidades;
  5. Chery QQ – 293 unidades;
  6. Suzuki Gran Vitara – 284 unidades;
  7. Dodge Journey – 275 unidades;
  8. Chery Celer – 255 unidades;
  9. Kia Bongo – 248 unidades;
  10. JAC J2 – 222 unidades.

Ana Rosa Martins Rocha