Toyota Corolla – Características do carro


Modelo é considerado um dos veículos de maior segurança e confiável, que necessita pouca manutenção.

O Toyota Corolla já considerado um clássico da fabricante asiática, fabricado a mais de 50 anos é o carro com o maior número de vendas da história.

O que hoje é conhecido como sedan já contou com as mais variadas versões em território brasileiro, como perua e hatch, porém hoje só é fabricado na versão mais conhecida e disputa o mercado com seu grande concorrente, outro asiático, o Honda Civic. O Toyota Corolla foi considerado também um dos veículos de maior segurança e confiável, que necessita pouca manutenção.

A última linha a ser comercializada contava com dois tipos de propulsores: 1.8 e 2.0, os dois com câmbio automático opcional, onde o mais em conta é vendido por R$ 87.940,00 e o outro por R$ 112.940,00, segundo informações presente no site oficial da Toyota.

A versão 1.8 tem um propulsor VVT-i DOHC Flex, que gera uma potência de 144 cavalos e um torque de 18,6 kgfm e ainda conta com airbags e faróis de halogênio, na configuração GLi Black Pack Automático, sensores de estacionamento na parte traseira na cor do veículo. O mesmo é vendido nas cores Prata Supernova, Branco Polar, Azul Cósmico, Cinza Granito, Preto Eclipse e Vermelho Granada.

Enquanto isso, a versão 2.0 conta com propulsor VVT-i DOHC Flex, porém é mais forte. O veículo gera uma potência de 153 cavalos e um torque de 20,7 kgfm. Esta versão conta com três configurações: Dynamic, ALTIS e xEi, onde todas possui multimídia com tela de 6,1 polegadas e compatível com CD, DVD, USB, câmera de ré e TV digital. A diferença entre as duas configurações se encontram no acabamento e nos itens, a versão Dynamic tem todos os equipamentos que estão presentes no xEi somado de luzes diurnas em lâmpada de LED e acabamento total em preto.

A configuração ALTIS conta com abertura e sistema de ignição diferente das outras, enquanto as demais contam com chave de comando integrado, esta tem o sistema Start Button e Smart Entry. As cores são iguais ao da versão 1.8, e mais a Branco Perolado.

O Toyota Corolla esteve no topo desde que foi lançado e pelo jeito não perderá seu posto.

Por Filipe Silva

Toyota Corolla


Ford Ka – Características e Novidades


Modelo conta com diversas novidades, confira.

O Ford Ka foi o 3º carro mais vendido no mês de abril de acordo com uma tabela da publicada pela Fenabrave. Em primeiro lugar foi o Onix, seguido pelo HB20. No total, foi avaliada a venda de 50 automóveis. Para competir no mercado, a nova versão do Ka 2017 conta com câmbio automático e muitas novidades.

O carro foi lançado no País em 1997 e, atualmente, destaca-se pela sua inovação e tecnologia. A nova versão poderá ser encontrada tanto com carroceria hatch, quanto sedan, e ambos têm câmbio automático opcional, que já está sendo testado pela marca. A transmissão será automática e de dupla embreagem denominada PowerShifft. Este sistema já existe em outros modelos de carro como o New Fiesta, por exemplo. Além disso, estará associada também ao motor 1.5 Sigma.

O novo Ka 2017 também tem ais equipamentos de segurança como o banco traseiro que é bipartido, cinto de segurança de três pontos para o passageiro do meio e um terceiro apoio de cabeça. O carro tem câmbio manual de 05 marchas sendo 1.0 – potência (cv) 80 (G) / 85(E), câmbio manual de 05 marchas ou câmbio automático opcional de 1.5 – potência (cv) 105 (G) /110 (E), e na versão básica ele conta com airbag duplo, ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos, sistema de freio ABS, além de sistema de áudio integrado com conexão bluetooth, entre outros tipos de equipamento para oferecer segurança e conforto para os motoristas e passageiros.

Com as novidades, os preços também ganharam reajustes. Na versão SE 1.0 o valor era de R$ 41.590 e passou para R$ 41.990,00, a versão sedan também teve seu valor aumentado de R$ 44.590,00 para R$ 44.990,00 e a versão Ka SEL 1.0 era de R$ 47.590,00 e passou a ser de R$ 48.140,00. Outra diferença era o Ka+ SEL 1.0 que custava R$ 50.590,00 e foi reajustado para R$ 51.140,00.

A versão considerada o topo de linha de 2017, a SEL Plus deve custar em torno de R$ 57.840,00, e tem vários adicionais como senso

Por Babi

Ford Ka 2018


Hyundai HB20 – Características do Modelo


Modelo ficou em 2º lugar no ranking de vendas de abril de 2017. Confira as características gerais do carro.

Quem gosta de carros com certeza conhece e admira o Hyundai HB20. O modelo que é um sucesso é também considerado um fenômeno de vendas desde que foi lançado no Brasil ano de 2012.

Produzido na cidade de Piracicaba, no estado de São Paulo, foi criado para um público mais jovem de consumidores, pois apresenta um estilo inovador e com diversas qualidades, que acabaram agradando a um público de idades diversas, se mantendo entre os mais vendidos.

No mês de abril do ano passado o Hyundai HB20 equipado com um motor de três cilindros bateu recorde de vendas e foi o automóvel mais vendido do mês. E este ano, até o momento ele se mantém no segundo lugar no ranking de vendas.

Falando do modelo 2018, ainda não existem muitas informações, mas a princípio ele deve seguir a linha de 2017. Nesse sentido veja algumas informações sobre o possante:

Atualmente encontra-se o Hyundai HB20 em 15 versões, todas elas com vários itens de série como freios ABS, Airbag duplo, direção hidráulica, sistema Isofix de fixação de cadeirinha, ar-condicionado, computador de bordo, travas e vidros dianteiros elétricos, entre outros.

No que se refere aos motores, dependendo da versão eles se diferem sendo eles:

– Motor 1.0, com 4 cilindros de 80 cv para álcool e 75 cv para gasolina;

– Motor 1.0, com 3 cilindros de 105 cv para álcool e 98 para gasolina;

– Motor 1.6, de 4 cilindros de 128 cv para álcool e 122 cv para gasolina.

Testes revelaram que independe do motor o consumo do Hyndai HB20 é relativamente baixo, o colocando entre os mais econômicos.

Com opções de cambio, temos transmissão manual que opera com cinco ou com seis marchas e transmissão automática com seis velocidades.

Veja abaixo a tabela com os valores atuais de todas as versões:

  • Versão 1.0 Comfort: vendido a R$ 41.655;
  • Versão 1.0 Comfort Plus: vendido a R$ 44.855;
  • Versão 1.0 Comfort Plus Turbo: vendido a R$ 48.855;
  • Versão 1.0 Comfort Style: vendido a R$ 49.005;
  • Versão 1.0 Ocean: vendido a R$ 49.755;
  • Versão 1.6 Comfort Plus: vendido a R$ 51.405;
  • Versão 1.0 Comfort Style Turbo: vendido a R$ 53.005;
  • Versão 1.6 Comfort Style: vendido a R$ 55.555;
  • Versão 1.6 R Spec: vendido a R$ 55.855;
  • Versão 1.6 Comfort Plus (Aut): vendido a R$ 55.905;
  • Versão 1.6 Ocean: vendido a R$ 56.555;
  • Versão 1.6 Comfort Style (Aut): vendido a R$ 60.055;
  • Versão 1.6 R Spec (Aut): vendido a R$ 60.355;
  • Versão 1.6 Ocean (Aut): vendido a R$ 61.055;
  • Versão 1.6 Premium (Aut): vendido a R$ 62.655.

Por Sirlene Montes

Hyundai HB20 2018


Sites para Comparar Carros


Dúvidas na hora da compra do carro? Conheça alguns sites de comparação de veículos.

Que a maioria dos brasileiros são apaixonados por carros, ninguém tem dúvidas quanto a isso. Basta dar uma olhada na internet que podemos achar inúmeros sites falando a respeito. Sites de compra e venda de automóveis, acessórios automotivos, lançamentos de veículos de diversas montadoras, autopeças e por aí vai. Mas vamos supor que você deseja comprar um carro, mas está com aquela dúvida cruel entre um ou mais veículos e não sabe onde procurar para sanar suas dúvidas. Esse artigo vai te ajudar, mostrando cinco sites de comparação de carros em diversos segmentos e montadoras para que você não fique na dúvida, realizando seu sonho de comprar um carro que verdadeiramente lhe agrade, em todos os aspectos.

O primeiro site que faz uma boa comparação entre carros é o www.carrosnaweb.com.br que permite comparar até três carros de uma vez, fornecendo dados completos sobre os veículos pesquisados.

O segundo site que é bastante interativo também é o www.icarros.com.br/catalogo/compare.jsp que fornece as informações necessárias para o leitor tirar suas dúvidas, permitindo comparar dois veículos por vez.

Mais um site bacana e bem prático é o http://revistaautoesporte.globo.com/comparador.html que permite a comparação de três veículos de uma vez com informações bastante completas que vão tirar as dúvidas de quem ainda está se decidindo sobre qual veículo colocar em sua garagem.

Outro site interativo que permite a comparação entre dois veículos é o https://carros.uol.com.br/compare-carros. O diferencial desse site é que podem ser comparados até 20 modelos da mesma montadora, o que pode ajudar muito o usuário que estava sem muita noção de qual veículo adquirir.

Mais um site com fácil navegação e que vai sanar todas suas dúvidas é o http://compareauto.com.br. Esse site permite total interação do usuário com o sistema, em que o mesmo vai poder comparar e não ter nenhuma dúvida, na hora da compra do seu carro, seja novo ou usado.

Vale lembrar que toda a pesquisa deve ser feita com muita calma, atenção e se for possível, uma boa conversa com alguém que conheça o carro ou que já teve o carro que se pretende comprar, pode ajudar muito.

Por Rodrigo Souza de Jesus

Comprar carro


Fiat Palio 2017 – Informações sobre o novo modelo


O modelo de 2017 não vem com grandes modificações com relação ao visual ou ainda na parte mecânica. Mas a montadora investiu um pouco nos itens de série para deixar o carro mais equipado.

O Fiat Palio 2017 foi anunciado pela marca na mesma data em que o modelo ganhou somente 1 estrela no teste de colisão realizado pela Latin NCap com o objetivo de fazer a avaliação em relação a segurança dos veículos.

Em linhas gerais o modelo de 2017 não vem com grandes modificações com relação ao visual ou ainda na parte mecânica. Mas, por outro lado, a montadora investiu um pouco nos itens de série para deixar o carro mais equipado.

A lista de preços é a seguinte:

  • Palio Attractive 1.0 – R$42.410,00
  • Palio Attractive 1.4 – R$45.990,00
  • Palio Essence 1.6 – R$50.890,00
  • Palio Sporting 1.6 – R$ 53.410,00

O Palio 2017 recebeu um novo painel central. Destaque para o acabamento exclusivo que marca fez para cada versão. O quadro de instrumentos vem também com uma nova grafia, uma nova posição da entrada USB, novos tecidos já de série e um interior mais escurecido.

No exterior o Palio 2017 traz uma nova cor nas rodas de liga leve, a presença de novas faixas laterais e novas calotas.

Attractive 1.0:

A montadora adicionou aos itens de série revestimento interno da soleira das portas, 3° apoio de cabeça traseiro rebaixado, alças de segurança traseiras, volante com regulagem de altura, composto por apoia pé para o motorista, pré-disposição para rádio e o Kit Comfort, banco do motorista com regulagem de altura e porta óculos.

De opcionais vamos ter o rádio Connect, vidros elétricos traseiros, volante com comandos de rádio e retrovisores externos elétricos.

Attractive 1.4:

A mais na lista de itens de série vamos ter vidros elétricos traseiros, volante com comandos de rádio, retrovisores externos elétricos e rádio Connect.

Essence 1.6:

Kit parafusos antifurto das rodas, spoiler na tampa traseira na cor do veículo e rodas de liga leve 6.0 x 15" + pneus 185/60 R15 estão entre os opcionais. Os acréscimos nos itens de série ficam por conta do alarme, vidros elétricos traseiros e volante em couro.

Sporting 1.6:

Além das novas faixas laterais que, como apontamos, são exclusivas e as rodas de liga leve 16” com uma nova pintura teremos na lista de série (a mais) os itens kit parafusos antifurto das rodas, alarme, vidros elétricos traseiros e volante em couro comandos do rádio. Não há itens opcionais para esta versão.

Por Denisson Soares

Fiat Palio 2017


Lançamentos de carros sedans em 2017


Vários modelos estão previstos para serem lançados em 2017, entre eles estão o Fluence, Cerato e Elantra.

Mais um ano está indo embora e claro, com a chegada de um novo ano, a empresa automobilística se prepara para surpreender seus clientes (mais uma vez) com lançamentos de carros sedans!

Um dos lançamentos mais aguardados da Fiat para 2017 é o Fiat Tipo. O carro apresenta alterações em seu design, como nos faróis dianteiros e na própria lateral do carro. O modelo é a continuação do que foi apresentado em Genebra, no ano de 2015 e certamente vai agradar ao público!

Não existem informações do lançamento do mesmo no Brasil ainda! Apenas na Europa.

Fluence 2017: O carro da Renault ainda é um mistério em alguns aspectos! As especificações do mesmo no mercado Brasileiro (o qual foi anunciado) ainda não foram dadas e ninguém sabe ao certo se o carro vai ser uma adaptação do modelo que já está no mercado brasileiro ou se ele vai ser uma espécie de transação para o novo Mégane 2017 europeu. O valor esperado para o Fluence 2017 é a partir de R$90 mil nas versões com câmbio automático e motor 2.0.

Novo Fluence 2017

Kia Cerato 2017: com uma queda no mercado de sedans, a Kia busca voltar a crescer com o lançamento desse carro! O modelo do carro no Brasil conta com modificações em seu design como os faróis dianteiros e traseiros! Além disso, a parte interna do carro possui adições tecnológicas sendo um bom concorrente em sua categoria. O único problema (que pode colocar o plano da Kia de buscar conquistar uma parcela do mercado de sedans no Brasil) é que a perspectiva do preço do carro é de aumentar, ou seja, o modelo novo custar mais do que o anterior (que teve uma pequena queda).

Novo Kia Cerato 2017

Elantra 2017: Um dos carros sedans mais bonitos da Hyundai chega com força para competir com os carros da categoria. Mesmo com um nome já consolidado no mercado brasileiro, a Hyundai busca sempre melhorar seus carros, em especial, esse modelo, para conseguir abocanhar cada vez uma parcela maior do mercado de sedans. Isso porque a Honda também possui modelos de peso nessa categoria, como o Corolla e Honda Civic que batem de frente com a Hyundai, inclusive, o Honda Civic 2017 está aí para provar isso e já tem a nova geração confirmada no Brasil.

O Elantra 2017 chega com um design mais agressivo e promete conquistar o mercado, assim como seu modelo anterior!

Novo Elantra 2017

Esses são apenas uns dos modelos mais aguardados na categoria de lançamento dos sedans para 2017. A Volkswagen entra com o Jetta na competição de sedans de 2017, buscando nacionalizar a produção do mesmo no Brasil!

Já a Chevrolet aparenta estar investindo mais em hatchs (até o momento).

Por Mariana Oliveira


Lançamentos de carros populares para 2017


Muitos modelos serão lançados em 2017, entre eles, estão o Novo Uno, Novo Gol, Novo Palio, etc.

Apesar da crise econômica pela qual o Brasil vem passando, que afeta diversos segmentos, incluindo o mercado de automóveis, as montadoras não deixam de investir em seus veículos chamados populares. Estes veículos se caracterizam por possuir uma faixa de preço que vai até cerca de 40 mil reais, sendo carros de boa performance, de baixo custo-benefício, com muitos itens, além de serem muito bonitos.

Para 2017 os carros populares prometem fazer ainda mais sucesso com seus novos lançamentos. Veja a seguir algumas novidades:

Novo Uno 2017: em relação ao lançamento de 2016 o carro está cada vez mais moderno e melhor. Vem com motor de 1.0, direção hidráulica, Pneus de liga leve e aro 14, câmbio manual com cinco marchas.

Novo Uno 2017

Novo Prisma da Chevrolet: promete a junção de tecnologia e beleza, o modelo vem com mudanças em seu interior e na dianteira, além de muitos itens que fazem do Prisma um dos mais esperados de 2017. Dentre seus equipamentos que são muitos, destacam-se a chave que é dobrável, tomada de força de 12v, porta-malas com capacidade de 500 litros, desembaçador e travas elétricas, entre outras. Além de motor de 1.0, com 80 cv de potência e transmissão manual de 5 marchas.

Novo Prisma 2017

Fiat Palio 2017: com muita inovação e sofisticação italiana, o modelo traz inovações tecnológicas como Câmbio Dualogic Plus, Rádio Connect, auxiliador de marcha ré Tilt Down, entre outras novidades. Já o design italiano é imponente e marcante, com um toque esportivo.

Novo Palio 2017

Chevrolet Celta 2017: é um modelo popular que desde seu primeiro lançamento agradou a muitas pessoas. É um carro aparentemente simples, prático e bonito. O modelo 2017 vem com algumas modificações visuais e tecnológicas, que o coloca entre os populares com preços mais acessíveis.

Novo Celta 2017

Gol 2017: o modelo não há algum tempo não vem alcançado um número bom de vendas, por isso a montaria não investiu em grandes mudanças para 2017. Mas o Gol chega com motor 1.0, já as mudanças ficam por conta de uma nova grade frontal e novos para-choques, seu conjunto óptico foi remodelado. As rodas são de liga leve e a direção é hidráulica.

Novo Gol 2017

Enfim, a lista de modelos populares é grande e todos possuem características que vão conquistar muitos admiradores.

Por Sirlene Montes


Novo Renault Fluence 2017 será vendido no Brasil em breve


Sedan será vendido em 4 versões com importantes mudanças internas e externas, exibindo detalhes que o diferenciam de seus concorrentes.

Logo as concessionárias Renault de todo o Brasil receberão para a venda o Novo Renault Fluence 2017. O Sedan, em suas quatros versões, traz importantes mudanças internas e externas, exibindo detalhes que o diferenciam de seus concorrentes.

Para começar vamos falar da nova identidade visual adotada pela marca, que se caracteriza pela grade e o símbolo em tamanho maior, conectados aos faróis, que resultam em um efeito no mínimo marcante. Para compor ainda mais, o modelo apresenta linhas mais elevadas que juntamente com lanternas de LED ultrapassam a lateral. Os faróis alongados, muita modernidade nas rodas de liga leva e pisca nos retrovisores, resultam em um efeito moderno e esportivo.

O seu interior é um show de tecnologia, pois o modelo já vem com trava elétrica, vidro elétrico, ar-condicionado digital dual zone, volante multifuncional, kit multimídia, câmbio automático e muito mais recursos tecnológicos, que aliados ao seu amplo espaço garantem conforto e comodidade aos seus cinco ocupantes. Sem falar de um espaçoso porta-malas, perfeito para quem tem família ou que carrega muitas coisas.

Por falar em conforto, o Fluence 2017, apresenta uma estabilidade incrível. O ajuste que existe entre o câmbio e seu motor que é forte e potente garantindo o seu excelente e silencioso desempenho, pois possui uma rodagem muita macia.

O motor 2.0 16V flex de 143 cavalos com álcool e 140 cavalos com gasolina é o mesmo em todas as versões. O que pode variar de acordo com a versão é a transmissão que pode ser manual de seis marchas ou automática CVT com modo manual.

Confira os preços, que variam de acordo com a versão:

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique 2.0 câmbio manual – R$ 74.500

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique 2.0 câmbio automático – R$ 79.500

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique Plus 2.0 câmbio automático – R$ 83.214

Novo Renault Fluence 2017 Privilege 2.0 câmbio automático – R$ 90.320

O Sedan é um automóvel muito querido pelos brasileiros, pois além de ser muito bonito e estiloso, oferece muito conforto ao motorista. Além disso, os itens de série do modelo são muito atrativos. Sem dúvidas o Renaut Fluence 2017 será mais um automóvel que alcançará uma boa média de vendas no Brasil.

Por Sirlene Montes

Novo Fluence 2017

Foto: Divulgação


Piores carros de 2015 e 2016 eleitos por Jeremy Clarkson


Jeremy Clarkson listou os 10 piores carros de 2015 e de 2016 em sua coluna pertencente ao Sunday Times.

Na semana passada, Jeremy Clarkson montou uma lista com os 10 piores carros do ano passado e de 2016 em sua coluna pertencente ao Sunday Times. Clarkson é o comunicador mais famoso de motor do mundo, o ex-apresentador da Top Gear, baseou-se em critérios pessoais e utilizando até comentários inesperados para avaliar os carros.

Opel Astra:

O motivo para o Opel Astra estar na lista dos piores carros de 2015 e 2016, para Jeremy Clarkson é tão surpreendente quanto à falta de julgamento. Ele diz que é apenas um carro para alguém que precisa de quatro rodas e um lugar para sentar e ter um motor turbo.

Infiniti Q30 Premium tecnology:

De acordo com Clarkson, a Infiniti é uma marca que não obteve um grande sucesso, mas que é capaz de se destacar pelo baixo poder de 2.2 de seu motor diesel. A principal razão para o modelo estar incluído na lista dos piores carros de 2015 e 2016 é devido aos ruídos excessivos que o motor do carro possui.

Skoda Superb SE L Executivo:

Jeremy clarkson é um entusiasta nato e ama carros com toda sua alma e por esse motivo ele observou que Skoda Superb não representa as suas paixões. Para o comunicador, o Superb não passa de uma forma barata de comprar um Volkswagen Passat, afirmando que passou uma hora em uma autoestrada dirigindo em um M1 e pode ver muitos carros Skoda ao seu redor, claramente ironizando a marca do veículo.

Zenos E10 S:

A linha de carro britânica, Zenos E10 Sfoi testada por Clarkson em um test-drive. O colunista disse que modelo é um carro esporte mais focado em transitar em vias públicas, o E10S não tem portas, sem janelas, guarda-sóis, rádio, tapetes e teto. O som de escape vem perturbar o desempenho do carro e suas rodas dianteiras são bloqueadas por não ter ABS.

Kadjar Renault dCi 130 Assinature Nav:

Kadjar Renault é um carro que começou a vida como um Nissan Qashqai, mas por razões diversas veio se chamar Renault Kadjar e com um grande diamante em sua frente. Clarkson critica tanto o nome do veículo quanto a falta de alma do crossover francês.

BMW X1 xDrive25d:

O BMW X1 xDrive25d é um carro completo, mas com resultados ruins durante os testes de tração. Jeremy Clarkson afirma que seu motor mal tinha poder e garante que qualquer entusiasta por carros, esperava mais da linha de carros BMW que tem a honra de levar a insígnia da empresa Bavarian em seu veículo.

Seat Leon x-perience SE Tecnology:

Sem dúvida, a principal bomba da lista. Cerca de um ano atrás, Clarkson havia feito um test drive no seat Leon x-perience e as impressões sobre o carro não foram boas, o colunista fez duras criticas contra os espanhóis. O teste refletiu em seus pontos de vista contra a empresa espanhola e do próprio carro, argumentando que este carro merece estar nesta lista, mesmo com a cor Aventura Brown na unidade de teste.

Nissan GT-R Pista:

Clarkson afirma que o modelo ofusca o nome do Nissan GT-R, que é um carro que beira a perfeição e sua nova edição de trilha perde tudo o que deveria tornar ainda maior. Jeremy critica o seu aspecto rude e afirma que o modelo chega a ser perigoso até mesmo quando você se encontra atrás do volante.

Volkswagen Scirocco 2.0 TDI:

Clarkson critica a atual geração Volkswagen, afirmando que o modelo Scirocco 2.0 TDI é baseado no Volkswagen Golf por também ser diesel e possuir baias com facilidade, muitas revoluções do veículo precisam sair do papel. O comunicador ainda afirma que o modelo não tem pressão suficiente para se evoluir no mercado.

Hyundai i800:

O último veículo inserido na lista dos piores carros de 2015 e 2016 é o i800 da Hyundai. Segundo Clarkson o modelo não passa de uma van chata, lenta, feia e horrível. O ex-apresentador da Top Gear, descreve que a Hyundai sabe como fazer carros decentes, mas não é que ocorre com o Hyundai i800.

Por Paulo Naylan Chaves Freitas

Hyunda i800


Nova versão do Honda Civic hatch foi lançada


5 versões estarão disponíveis para venda a partir do dia 25 deste mês (modelo 2017) e a partir do dia 30 a Honda disponibilizará um test drive virtual para o público.

A nova versão de produção do Honda Civic hatch foi divulgada ao público neste mês, dia 15 de agosto de 2016, após a sua apresentação no Salão de Genebra, apenas como conceito. A produção da 10ª geração do Civic já começou no Reino Unido (fábrica de Swindon) e o mercado norte americano foi escolhido para receber as primeiras unidades do carro. Uma versão mais esportiva (Type-R) será lançada em 2017, conforme promessa da Honda.

Segundo informações do site g1.globo.com, 5 versões estarão disponíveis para venda a partir do dia 25 deste mês (modelo 2017) e a partir do dia 30 a Honda disponibilizará um test drive virtual para o público.

Duas versões foram chamadas de "Sport" com os mesmos itens de série. O veículo com câmbio manual custa R$ 87,9 mil e com câmbio CVT, mudança de marchas com paddle-shifts, custa R$ 94,9 mil. Entre os tradicionais itens de séries, (ar-condicionado digital, velocímetro digital, direção elétrica e 6 airbags) o destaque fica para o freio de estacionamento eletrônico, HSA (assistente de partida em rampa) e o sistema para fixação de cadeirinha, chamado Isofix.

A versão EX custa R$ 98,4 mil e os equipamentos são os mesmos encontrados no Sport CVT, com a diferença que os bancos são de couro, retrovisores rebatíveis, repetidores de seta e acabamento cromados e painel de instrumentos digital.

A versão EXL possui a mesma característica do EX, porém custa R$ 105,9 mil e a diferença está na central multimídia de 7 polegadas e navegador compatível com CarPlay da Apple e Android Auto do Google. Esses sistemas conectam os smartphones ao painel de instrumentos, reproduzindo os recursos na tela TFT digital.

Todas as 4 versões mostradas acima possuem um motor 2.0 aspirado flex de 155 cv.

A quinta versão, chamada de "Touring", tem os mesmos itens da versão EXL e custa R$ 124,9 mil. O que diferencia este modelo, além do motor 1.5 turbo de 173cv, é que ele tem sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, os bancos dianteiros tem 8 funções elétricas de ajuste, retrovisor que escurece de noite, sensor de chuva para o limpador de para-brisa, teto solar elétrico, faróis full LED, entrada sem a necessidade de chave e a partida é por botão, imagem na tela central de uma câmera que está no retrovisor direito para ajudar na mudança de faixa, portas e painel com detalhes em alumínio e maçanetas externas cromadas.

A Geração do Civic começou com o primeiro lançamento em 1972, onde um modelo "quadrado" de 4 portas se destacava com os espelhos retrovisores externos mais a frente de onde conhecemos hoje, digamos no meio do capô dianteiro. Sete anos depois, em 1979, a segunda versão foi lançada com algumas mudanças, principalmente no design.

Em 1983 a 3ª geração surgiu com 2 portas e foram pra lá que os espelhes externos foram. Quatro anos mais tarde (1987) as duas portas traseiras voltaram na 4ª geração. A 5ª geração, em 1991, já apresentava uma versão mais arredondada de duas portas e em 1995 a 6ª geração voltou com as quatro portas. O lançamento da 7ª geração veio em 2000 com linhas mais arredondadas e em 2006 e 2012 a 8ª e a 9ª geração ganharam ainda mais detalhes nessas linhas.

Por Fernando Dias

Honda Civic hatch

Honda Civic hatch

Fotos: Divulgação


Características e Diferenças das Gasolinas


Há vários tipos de gasolinas disponíveis no mercado. Confira as principais características de cada uma.

Todo amante de carros sabe que utilizar um bom combustível no veículo é fundamental para mantê-lo funcionando corretamente, além de permitir que cada carro atinja seu desempenho em termos de potência. Além do álcool e da gasolina comum, existe hoje no mercado diversos tipos de combustíveis Premium, que podem trazer grandes diferenciais para determinados carros. Conheça alguns deles e saiba o que eles têm de especial.

Aditivada:

Entre as gasolinas diferenciadas que existem no mercado brasileiro está a gasolina aditivada. Diferente da gasolina comum, a aditivada possui detergentes e dispersantes em sua fórmula, que limpam o sistema de alimentação do veículo, mantendo bicos injetores e válvulas de admissão mais limpos e evitando acúmulo de sujeira no motor e no sistema de combustão de cada veículo.

Premium:

Já as gasolinas Premium são aquelas que aumentam o rendimento e o desempenho do motor do veículo. Elas possuem os mesmos detergentes e dispersantes da gasolina aditivada e têm, em sua fórmula, compostos que permitem que o motor desenvolva seu potencial com maior facilidade.

Gasolinas Premium Shell:

V-Power Nitro+:

Em parceria com a Scuderia Ferrari, a Shell desenvolveu a gasolina aditivada Nitro+, que melhora a performance do motor, diminui o desgaste do bloco e tem alto poder de limpeza de bicos e sistemas. Pode ser usada em veículos a gasolina ou veículos flex, sendo indicada, principalmente, para carros antigos, barcos e motos.

V-Power Racing:

A gasolina Shell V-Power Racing promete entregar desempenho e potência máxima a cada veículo, indicada para consumidores exigentes, que buscam gasolinas de alta octanagem. Este combustível melhora a resposta de aceleração do motor e pode ser usada em carros e motos.

Gasolinas Premium Petrobras:

Grid:

A gasolina Grid promete entregar maior desempenho e máxima eficiência do motor. O combustível possui aditivo redutor de atrito, que reduz o desgaste das peças, além de aditivos detergentes e dispersantes, encontrados em gasolinas premium. Outro diferencial deste combustível é ter coloração esverdeada, que diferencia o tipo de gasolina (grid) das demais disponíveis no mercado.

Podium:

A gasolina Podium é um dos combustíveis premium da Petrobras. Oferece alta performance, e pode ser utilizada em veículos a gasolina ou flex. De acordo com a Petrobras, este combustível possui fórmula exclusiva e tecnologia semelhante à da gasolina utilizada nos carros da Fórmula 1.

Por André Barbirato

Gasolina


Importância de trocar o óleo do carro no momento certo


Para evitar manutenções desnecessárias e mais gastos, é importante trocar o óleo do carro no tempo determinado para evitar despesas futuras.

Ter um veículo é o desejo e a realidade de muitas famílias brasileiras, que têm incluído o carro como item essencial para o dia a dia ou para os finais de semana. Este item, porém, traz despesas extras ao longo do tempo, principalmente quando a manutenção do veículo não é realizada corretamente e no tempo certo, como a troca de óleo. Para evitar manutenções desnecessárias e mais gastos, saiba agora o porquê que  trocar o óleo do carro no tempo determinado pode evitar despesas futuras.

Óleo do Motor:

O óleo do carro é essencial para lubrificar, limpar e refrigerar o motor, e tem seu desempenho prejudicado quando não é trocado no prazo correto. Para o motor, existem hoje no mercado três tipos distintos de óleo: sintético, semi-sintético e mineral. O óleo sintético é produzido por reações químicas, e é considerado o óleo mais puro; já o óleo mineral é adquirido através de diversos componentes extraídos do óleo e, o semi-sintético, é conhecido por ser feito a partir de uma mistura dos dois outros óleos. Por isso, a primeira dica em relação ao óleo do motor é evitar misturar óleos diferentes no seu carro, escolhendo aquele que melhor se adapta ao seu veículo e ao seu bolso. A ajuda de um mecânico pode ser útil na hora de escolher o óleo ideal.

Manutenção do Óleo:

Verificar a quantidade de óleo no motor regularmente evita problemas e gastos desnecessários no futuro. O ideal é identificar o nível do lubrificante no motor uma vez ao mês e, caso seja um carro muito antigo, é indicado verificar este nível duas vezes por mês e completar com o mesmo tipo de óleo sempre que o nível estiver baixo.

É indicado também trocar o filtro de óleo quando for feita a troca total do óleo do motor, pois o filtro armazena sujeira e pode não ser boa ideia mantê-lo sujo com óleo novo e limpo. A validade de cada óleo dentro do motor de acordo com o fabricante e o tipo de óleo: muitos devem ser trocados após 5 mil km rodados, e outros após 10 km rodados. Para quem não rodar esta quilometragem em pouco tempo, a recomendação é trocar a cada seis meses, evitando que os componentes químicos do óleo percam a eficiência e, consequentemente, danificando partes do motor do carro, em casos extremos.

Óleo da caixa de câmbio:

Para a caixa de câmbio de carros automáticos, a indicação de especialistas é sempre trocar o óleo a cada 40 ou 60 mil km rodados, ou de acordo com as orientações das montadoras. Carros com caixa de câmbio manual não precisam efetivar a troca de óleo.

Por André Barbirato

Troca de óleo


Renault Koleos deverá chegar ao mercado brasileiro em 2016


O modelo será concorrente dos conhecidos Hyundai ix35 e o Honda CR-V dentre outros do segmento.

A maior parte dos veículos oferecidos pela Renault para o mercado de automóveis brasileiro atualmente vem de sua subsidiária romena que produz modelos de baixo custo, a Dacia. Entretanto, a marca está querendo mudar um pouco esse cenário e já planeja renovar a gama de modelos oferecidos por aqui a começar com a chegada do Koleos. De acordo com as informações divulgadas até o momento o plano é de que a versão já esteja disponível nas lojas até o final de 2016.

O Koleos será fabricado na Coreia do Sul. Segundo o que se tem noticiado ele deverá aparecer para entrar em uma linha direta de concorrência com os conhecidos Hyundai ix35 e o Honda CR-V dentre outros do segmento. O preço até agora ainda não foi definido, mas a probabilidade é de que fique em uma faixa acima dos R$100 mil. Depois dele ainda é esperada a chegada de seu “irmão” menor, o Kaptur e também o hatch de entrada Kwid.

A versão topo de linha do Koleos não deixa dúvidas de que ele será mesmo capaz de impor um desafio aos concorrentes. Ela é bem equipada. Como itens de série o modelo conta com sensores de ponto cego e obstáculos ao redor do carro e ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura. Destaque para a presença de uma tela sensível ao toque com 9 polegadas colocada bem no centro do painel. Ela até que se parece com um tablet e é responsável por controlar todas as funções oferecidas no utilitário.

A câmera de ré e o GPS também são item de série. Ainda assim a interação com o Android Auto e o CarPlay ainda vão ter que esperar um pouco. Isso só está previsto para 2017.

O Koleos em termos gerais é um carro bem espaçoso proporcionando um vão considerável para as pernas. O porta-malas comporta 600 litros e conta com acionamento elétrico da tampa (ele pode ser aberto simplesmente passando o pé embaixo do para-choque traseiro).

No aspecto visual o carro apresenta um ar imponente. Na frente a logo da Renaut se destaca. O modelo também conta com faróis de LEDs diurnos.

No caso do Brasil a informação é de que o Koleos deverá aparecer com um motor de 2.5 movido a gasolina. São 170 cavalos e com câmbio CVT.

Por Denisson Soares

Renault Koleos


Citroen confirmou a fabricação de novo SUV na França


Com o nome de C84, o novo SUV será construído com base na plataforma EMP2. Pouco ainda foi informado sobre ele, apenas que pretende ser um veículo pioneiro.

Apesar das especulações de que tão cedo não se viria um SUV da montadora Citroën, o grupo PSA confirmou nesta semana que irá fabricar um novo SUV em suas instalações na cidade de Rennes, na França.

O projeto em Rennes tomou forma como maneira de manter em atividade a fábrica, bem como a mão de obra utilizada por ela. Sendo assim, dos 60 mil carros produzidos hoje em dia, este valor passará com a fabricação do novo SUV para 100 mil unidades. Para que tudo isso seja possível, porém, o investimento não é pequeno. Estima-se que este se dará em cerca de 100 milhões de euros para deixar as instalações de acordo com as necessidades para a criação do novo veículo.

Com o nome de ‘C84’, o novo SUV será construído com base na plataforma EMP2, ou seja, na mesma do Peugeot 5008 e do Citroën E-Mahari. Porém, pouco ainda foi informado sobre este, apenas que pretende ser um “veículo pioneiro”, como confirmado pelos próprios responsáveis do projeto.

Já se espera também um design inovador e muita coisa nova vindo por aí. Conforme alguns especialistas, a versão deste SUV terá forte inspiração no Aircross apresentado em 2015, podendo ser considerado por estes também, semelhante ao Cactus C4 e Peugeot 3008. Entre seus principais rivais no mercado estariam o Renault Kadjar, Nissan Qashgai, Volkswagen Tiguan e Hyundai Tucson, referências no modelo.

Ao que tudo indica, os apaixonados por carros não precisarão esperar muito para ver algo sobre o modelo da Citroën, uma vez que este já deve ser apresentado no próximo ano, em 2017, no Salão de Frankfurt, com preços já estimados em aproximadamente 22.500 euros. A previsão é de que este seja lançado para comercialização, oficialmente, em 2018.

No Brasil, o grupo PSA (Citroën e Peugeot) se instalou no início dos anos 1990. A sede no país é no Rio de Janeiro, o Centro de Produção de Porto Real, e tem como objetivo se tornar referência no mercado brasileiro. Desde sua inauguração em 2001, suas linhas de produção já produziram mais de 1,3 milhões de veículos, para exportação e mercado interno. Os veículos fabricados são: Peugeot 208 e 2008 e os Citroën C3 e AIRCROSS.

Por Kellen Kunz

Citroen C84

Citroen C84

Fotos: Divulgação


Tipos de cintos de segurança


Há cintos de segurança de 2, 3, 4, 5 e 6 pontos.

O cinto de segurança veicular é um componente indispensável e obrigatório nos automóveis de uma forma geral. Seu uso é simples e sua ação consiste em reter o corpo preso por ele em situações de colisão de qualquer natureza. Prioritariamente, sua função é a de proteger os ocupantes do veículo, de modo a diminuir as consequências causadas pelos acidentes, ou até mesmo evitá-los. O item de segurança considerado como um equipamento de ação passiva, impede, via de regra, que o ocupante se choque contra o volante, o painel o para-brisa do carro em caso de acidente, ou que até mesmo seja lançado para fora do veículo ou que projete seu corpo para cima de outro ocupante, por exemplo.

Estatísticas internacionais de segurança no trânsito comprovam e revelam que o uso do cinto de segurança reduz em até trinta por cento a quantidade de vítimas fatais em casos de acidentes. No caso de sequelas significativas de mesma procedência, como é o caso de vítimas que sobrevivem aos acidentes, mas com traumatismos e perda de visão, a redução alcança sessenta por cento.

Mas, quais são os tipos de cintos de segurança existentes? Há diferença entre eles? A saber: o cinto de segurança com dois pontos, por exemplo, já se encontrava nos bancos traseiros e dianteiros dos carros populares dos anos 80. Sua função é a de proteger a cintura, de modo que o corpo se mova apenas para frente em caso de colisões ou na ocasião de freadas mais bruscas. Todavia, o cinto de dois pontos tem os seus “poréns”: podem causar a chamada “síndrome dos cintos de segurança” que remete à possibilidade de problemas sérios nas vértebras lombares e estudos atuais o consideram como antiquados e inviáveis.

O que nos leva à evolução do modelo para o cinto de segurança de três pontos, de modo que, nos Estados Unidos, desde o ano de 2007, os carros que são vendidos têm o cinto de segurança como item obrigatório de proteção em sua composição. O cinto de segurança de três pontos são três arranjos em formato de Y que protegem o corpo em movimento nas regiões do tórax, da pélvis e dos ombros.

O caso dos cintos de segurança de quatro, cinco e seis pontos também existem. Os de cinco pontos são mais encontrados em assentos para crianças e em carros de corrida. Consiste em sobrepor a correia entre as pernas e proteger duplamente os ombros do usuário. O cinto de quatro pontos é parecido, mas não tem a tira entre as pernas, diferente do de seis pontos que conta com dois cintos na mesma região.

Por Flávia Alves Figueirêdo Souza

Cinto de segurança


Novo Jeep Compass será lançado em outubro de 2016


Montadora resolveu adiantar o lançamento do seu novo modelo de SUV nacional, o Jeep Compass. Modelo estará à venda em outubro deste ano.

Não se sabe o real motivo, mas a FCA resolveu adiantar o lançamento do seu novo modelo de SUV nacional. De acordo com as novas informações divulgadas pela fabricante o Jeep Compass irá chegar às concessionárias antes mesmo da realização do Salão do Automóvel de São Paulo. Neste ano o evento deverá acontecer entre os dias 10 e 20 de novembro. O Compass deve estar presente por lá como uma das estrelas principais. O novo jipe que conta com um porte superior ao do Renegade começará a ser vendido no mês de outubro.

De acordo com as informações levantadas por alguns portais especializados no setor o Brasil será o primeiro da lista onde carro já estará disponível a partir de 2016. No México, por exemplo, a informação é de que a fabricação da versão seja iniciada apenas em janeiro de 2017. Além disso, também está previsto para que outros mercados fabriquem o carro. Entre eles a China e os Estados Unidos. Há a hipótese dele ainda ser fabricado também na Índia.

O Jeep Compass será concorrente direto de outras opções conhecidas como o Toyota RAV4, Mitsubishi ASX e o Honda CR-V.

A data oficial de lançamento do carro já foi modificada por diversas vezes desde que foi anunciado. A princípio a expectativa é de que ele fosse apresentado no Salão de Genebra que ocorreu em março deste ano. Depois deveria aparecer no Salão de Nova York. Mesmo com grandes eventos pela frente o CEO da Fiat adiou as apresentações sem mesmo dar uma justificativa plausível para o fato.

De qualquer maneira tudo ainda é um pouco duvidoso. Para se ter ideia nem sequer o nome do carro foi definido com toda a certeza. O que se sabe é que terceiro modelo a surgir da planta de Goiana (Pernambuco) ainda deve continuar com o nome Compass. Mas algumas informações apontam que ele poderá ser chamado de Patriot ou de uma terceira opção, mantida em sigilo. O que se tem certeza é de que as três opções de nome já foram registradas internamente. O carro é chamado, por enquanto, de projeto 551.

O jeito é aguardar um pouco mais e ver se a Fiat não muda de rumo de novo.

Por Denisson Soares

Jeep Compass

Jeep Compass

Fotos: Divulgação


Uber pretende investir em frota de carros autônomos


Uber pretende usar veículos autônomos.

O Uber, que oferece o serviço de transporte urbano que ficou famoso recentemente, tem sondado diversas organizações do segmento de automóveis, segundo empresas deste setor, pois pretende realizar um grande pedido de veículos autônomos, sim, aqueles que se deslocam sem a necessidade de um motorista.

A empresa (Uber), que soma déficits, conseguiria fazer grandes economias ao cortar gastos com motoristas, ao iniciar o uso de veículos autônomos. Mercedes-Benz, Audi e as fornecedoras de componentes Continental e Bosch estão realizando projetos para carros semi-autônomos e autônomos.

Recentemente, uma publicação da Manager Magazin informou que o Uber realizou um pedido de no mínimo 100 mil sedans S-Class, da montadora Mercedes.

Já uma outra fonte do setor automobilístico informou que nenhum pedido foi feito diante da montadora alemã. Nem o Uber e nem a Mercedes quiseram dar informações sobre o boato.

Empresários da indústria de automóveis contam que possuem um certo receio em manter acordos com companhias de tecnologia relativamente novas, pois podem ameaçar seus modelos de negócios, os quais se baseiam em venda e manufatura de veículos.

Os carros autônomos até um tempo atrás eram considerados um sonho longe de ser conquistado, mas com a busca por novas tecnologias e diversos novos investidores no setor, como a gigante Google, o projeto acabou se tornando viável e alcançando novas dimensões.

Veículos completamente autônomos não deverão ser disponibilizados até o ano de 2025 ou então 2030, devido à necessidade de adequações legislativas.

As montadoras também passaram a investir nessa tecnologia, pois cresce o medo de perder a corrida para empresas de tecnologia, e já até pensam em possuir a própria frota de carros autônomos.

O presidente da montadora BMW, disse que a geração atual está passando do hardware para os serviços e software. Com isso a empresa informou que se concentrará em carros autônomos e também elétricos.

O maior impedimento de viabilizar a ideia até o momento é o fato de não possuir um responsável no momento de um possível acidente. Este é o motivo que a legislação de todos os países exige um motorista presente fisicamente.

Porém, isso está bem perto de mudar. No mês de fevereiro, o governo dos Estados Unidos permitiu que o Google realizasse teste com carros sem motoristas.

Por Filipe Silva

Uber

Foto: Divulgação


Kia Sportage 2016 – Características do novo modelo


Modelo ficou mais charmoso e encorpado na geração 2016.

Não há como negar que, no Brasil, um dos modelos de maior sucesso da grande e renomada fabricante de veículo Kia Motors é o Kia Sportage. A comercialização deste modelo, no país, iniciou-se na década de 90 e daí então o veículo passou por várias reestilizações. A fim de manter a hegemonia deste grande sucesso, a Kia está apostando na geração 2016 do Sportage a qual ficou mais charmosa e encorpada.

No design o carro apresenta traços de muita esportividade, haja vista que foi desenvolvido na mesma plataforma do Hyundai iX35, fator este que fez com que este novo Sportage chegue ao mercado caracterizado como um crossover de passeio com contornos bastante radicais.

As novidades trazidas por essa versão 2016 ficaram por conta do redesenho da grade dianteira, do alongamento dos faróis que agora chegam próximo dos paralamas, maçanetas cromadas foram inseridas, bem como os vidros traseiros ganharam um tamanho mais alongado.

Com relação à motorização, o carro traz um propulsor 2.0 16V o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 169 cavalos e um torque de 20,4 Kgfm quando abastecido a gasolina, já quando abastecido a álcool este motor tem um acréscimo de aproximadamente 10 cavalos, ou seja, consegue produzir uma potência de 178 cavalos e um torque de 21,8 Kgfm. Segundo os dados estatísticos divulgados pela fabricante, este motor possui como velocidade máxima 184 Km/ h, que consegue acelerar de 0 a 100 km/h em um intervalo de 12,2 segundos.

O espaço interno dessa nova versão ficou bastante generoso, o carro pesa quase 1.500 kg e com relação as suas dimensões tem um comprimento de 4.445 mm, largura de 1.855 mm e altura de 1.645 mm. Nesse novo modelo serão disponibilizadas três versões distintas, sendo estas: a  LX 2.0 4×2, a LX 2.0 4×4 e a EX 2.0 4×4. O valor de comercialização do veículo será a partir de R$ 103.900,00.

Mesmo o preço sendo um pouco salgado para o atual mercado brasileiro, a Kia aposta no momento de vendas alcançado em relação ao ano anterior para conseguir emplacar mais esse modelo, bem como na garantia de fábrica oferecida que é de 5 anos.

Por Adriano Oliveira

Kia Sportage 2016

Kia Sportage 2016

Kia Sportage 2016

Fotos: Divulgação


Primeiro carro movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado em 2018


Rasa é o nome do carro que será o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido.

Há anos as montadoras buscam desenvolver um veículo biosustentável, principalmente devido aos resíduos químicos depositados na atmosfera e a possível escassez do petróleo dentro de algumas décadas. Segundo rumores, o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado ainda nos próximos anos, precisamente em 2018.

A empresa Riversimple Movement Rasa – que possui sede em Gales, no Reino Unido – apresentou o primeiro modelo conceito, desenvolvido com auxílio do governo inglês, que concedeu a empresa 2 milhões de libras, algo em torno de 11.5 milhões de reais. O exemplar possui o nome de “Tabula Rasa” (também conhecido como Rasa), em homenagem ao filosofo grego Aristóteles, que utilizou a expressão para descrever uma ideia que nasce sem base prévia.

O modelo conta com design exterior de um Hatch clássico, que visto de frente lembra bastante o modelo New Beatle da Volkswagen, principalmente  na parte dos faróis de projeção dianteira. O novo conceito também traz portas “asas de gaivota”, em referência aos antigos modelos Mercedes-Benz.

O Rasa pesa aproximadamente 580 Kg, bastante leve em relação aos modelos convencionais, como o Fiat Uno, por exemplo, que pesa uma tonelada. Além disso, a empresa utiliza uma célula de combustível com potência de 11,4 cv capaz de gerar a quantia de eletricidade necessária para mover o veículo e ampliar sua capacidade de aceleração.

Em seu interior o modelo possui apenas dois lugares e design simples. Infelizmente, o isolamento acústico interno não é dos melhores, absorvendo muito do ruído externo.

A base aerodinâmica produzida em fibra de carbono do veículo permite que o veículo atinja a velocidade máxima de 100 Km/h em apenas dez segundos, o que o torna ideal para dirigir em território urbano. Vale apena ressaltar, que o modelo conta com autonomia de até 480 quilômetros sem recarga de combustível.

Vale ressaltar, que mesmo que o veículo biosustentável seja lançado em 2018 o modelo não deverá ser comercializado, pelo menos inicialmente. O objetivo principal da empresa é alugar o veículo para empresas, que deverão usufruir do veículo até atingir a quilometragem estipulada pela fabricante. Após atingir a quilometragem o cliente deverá devolver o veículo para a fabricante, sem que haja maiores preocupações.

O modelo passará por testes de desempenho com vinte clientes ainda no final desse ano, para que haja um aperfeiçoamento antes da comercialização em 2018.

Por Wendel George Peripato

Rasa

Rasa

Fotos: Divulgação


Carros cor de rosa da Mary Kay


Cruze Sedan cor de rosa é um dos prêmios que a Mary Kay oferece às suas consultoras que atingem as metas da empresa.

A Mary Kay é uma grande empresa americana do ramo dos cosméticos, fundada em 1963 no Dallas, por uma mulher que dá o nome à marca. Presente hoje em 37 países, inclusive no Brasil, a marca é uma das queridinhas das mulheres, tanto por sua qualidade quanto pelos benefícios que fornece aos seus consultores.

Aqui no Brasil, a empresa conta com mais de 270 mil consultoras em várias regiões do país, e esse número só tende a crescer. Isso por que, a Mary Kay permite às pessoas trabalharem em horários flexíveis e de forma independente, com uma comissão de até 40% sobre as vendas. A empresa fornece vários prêmios para seus consultores (há poucos consultores homens), como viagens, joias e até Chevrolet Cruze Sedan cor-de-rosa, à medida que atingem certas metas.

Você já viu esse carro em sua cidade? Não é tão fácil ver o belíssimo Cruze rosa-bebê da Mary Kay por aí, mas não é impossível. O prêmio existe sim, e é entregue às vendedoras que conseguem vender 300 mil pontos (ou reais) durante seis meses consecutivos. Eles fazem parte de uma estratégia de motivação. Não é à toa que as consultoras da marca trabalham com muita boa vontade, bom humor e aparentam gostar muito do que fazem. Vários consultores já conseguiram o carro, que por sinal chama atenção por sua cor. Quem consegue o carro da marca pode ficar durante três anos com o veículo, e durante esse tempo trabalhar para atingir às metas que dão direito a um segundo carro, melhor. 

A ideia começou em 1969, quando a fundadora da marca entregou o primeiro carro rosa, que na época era um Cadillac Coupe, como prêmio. Os anos passaram e agora é o Cruze que se tornou símbolo da marca e uma motivação a mais para as vendas. Esses carros geralmente vêm da parceria internacional da marca com a General Motors, que disponibiliza a cor de fábrica.    

Por Nathalia Henderson

Carro cor de rosa da Mary Kay

Foto: Divulgação


Moto ou Carro – Saiba qual é a melhor opção para seu perfil


Motos e carros apresentam vantagens e desvantagens que variam de acordo com o perfil de cada pessoa.

Diversas pessoas desejam adquirir um carro ou moto para se locomover com mais rapidez e facilidade. No entanto, surgem muitas dúvidas na hora da compra e uma delas é se a melhor escolha é uma moto ou um carro. É importante analisar as vantagens e desvantagens de cada um, para fazer uma escolha adequada. Alguns dos fatores mais importantes a ser considerados são: o custo, a segurança que o veículo proporciona, o gasto que o comprador terá com combustível, o conforto, entre outras coisas.

As motos costumam economizar uma quantidade muito maior de combustível do que os carros, pois precisam de menos. A economia pode ser de cerca de 50% em relação a um carro convencional. Para pessoas que pretendem utilizar a moto pela maior parte do tempo, será uma grande vantagem. No entanto, se há necessidade de fazer uma viagem longa, que dure horas ou até mesmo dias, considerando outros fatores como segurança e conforto o carro pode ser uma melhor opção.

Quando se trata de segurança, é evidente que o carro se torna a primeira opção. O carro possui um cinto de segurança, acessório inexistente em uma moto, e que salva vidas. Assim como airbags no caso de batidas e até capotamentos.

Enquanto o motociclista não tem nenhuma estrutura protegendo seu corpo, a estrutura grande de um carro pode poupar o motorista de diversos ferimentos, leves ou graves, no caso de acidentes. Na moto, as opções para melhorar a segurança são: o capacete, botas e roupas especiais que costumam ter um alto custo, mas podem se mostrar um bom investimento.

No entanto, há pessoas que, apesar da falta de segurança, preferem as motos. Tanto pela sensação de liberdade ou até mesmo a melhor visão de uma paisagem em viagens a moto se torna um veículo insubstituível para alguns consumidores. Ela também é mais fácil de manobrar até em engarrafamentos.

Em situações de chuva ou neve os motociclistas acabam tendo grandes dificuldades. Um carro pode ser bem mais prático para chegar a seu destino nessas condições climáticas.

Enquanto as motos são bem mais econômicas, os carros são mais seguros. A escolha final dependerá da vontade do consumidor, assim como seu orçamento e estilo de vida.

Por Isabela Palazzo

Moto e carro

Foto: Divulgação


Volkswagen lançou a oitava geração do Passat


Oitava geração do modelo foi lançado em São Paulo e chegará às concessionárias em janeiro de 2016.

A Volkswagen realizou o lançamento em São Paulo da oitava geração do Passat. O novo carro deverá chegar às concessionárias apenas em janeiro de 2016 e se você está pensando em adquirir um carro sedan, considere essa ótima possibilidade.

Durante a apresentação, a empresa informou que não revelaria os valores dos modelos. No entanto, a Volkswagen mudou de ideia e divulgou que os preços de venda serão entre R$ 144.500 e R$ 161.600 de acordo com a versão.

A opção mais em conta para o bolso do consumidor será a Comfortline. O  modelo incluirá bancos dianteiros com opção de aquecimento, ar-condicionado com sistema digital de 03 setores, funcionalidade start-stop, acesso e partida que dispensa o uso de chaves, abertura do porta-malas através de sensor interno, revestimento de couro no volante que reconhece comandos de som e ainda rodas de liga leve com 18 polegadas. É possível ainda incluir o item teto solar pelo valor adicional de R$ 5.400,00.

Já a versão mais cara, que recebeu o nome de Highline conterá todos os itens do modelo mais básico e terá ainda faróis em full LED, regulagem elétrica dos bancos dianteiros, câmera de ré, dentre outros acessórios. Desta maneira, o modelo chega ao mercado por R$ 151.300,00. Os clientes que desejarem vão poder incluir na compra o Pacote Premium que oferece diversos opcionais de comodidade como, por exemplo, sistema de estacionamento autônomo.

O Passat já está em sua oitava geração e é um dos nomes de maior reconhecimento da história da marca. Ambas as versões contam com a plataforma modular MQB e motor 2.0 turbo de 220cv  que podem atingir velocidade máxima de quase 250 km por hora. O porta-malas com 586 litros aliados a maior leveza tornam o lançamento sonho de consumo de muitos brasileiros.

Mais uma vez, a Volkswagen mostra que é líder da categoria porque entende do assunto e dá show no quesito de inovação e reciclagem.

Por Beatriz 

Novo Passat

Fotos: Divulgação


Volvo pretende lançar o 1º carro totalmente elétrico


Até 2019 a Volvo pretende lançar o primeiro carro totalmente elétrico, capaz de fazer 480 km usando apenas uma carga.

A realidade automobilística deve mudar com o avanço da tecnologia. A Volvo anunciou que até 2019 deve lançar o primeiro carro totalmente elétrico. Atualmente, já existem alguns modelos que contam com combustível e eletricidade, que são chamados híbridos.

Informações oficiais sobre o novo veículo ainda não foram divulgadas, mas há rumores que ele virá para competir com o modelo do Tesla Model S. Além disso, a expectativa é que tenha a capacidade de fazer 480 km usando apenas uma carga elétrica, e o design deve ser parecido com o Volvo S60.

Além disso, até 2017 a Volvo tem a pretensão de colocar no mercado versões híbridas de todos os carros e também apresentar a série 40, que é composta por carros menores e também elétricos.

Entre outras novidades da Volvo, é que foi lançada no País a linha 2015 dos seguintes modelos: S60, V60 e XC60. Todos os modelos contam com itens que fazem parte da série do sistema de entretenimento Sensus Connect, Sensus Navigation, entre outros.

O sensus Conect tem a capacidade de fazer conectividade com recursos como Bluetooth e também apps Tuneln. Outra novidade que os modelos apresentam é a presença do sistema conhecido como Volvo On Call, que conta com dois novos recursos. Uma das funções permite que o motorista possa ligar e desligar o carro de forma remota usando o smartphone, e a outra é o acionamento do ar condicionado, em que a pessoa pode regular a temperatura de forma fácil e rápida pelo celular. Desta forma, os carros contam com tecnologia e recursos para facilitar e otimizar o dia a dia.

Para as versões do carro T6 e também XC60 T5 R design a Volvo divulgou no Brasil o Sensus Navigation, em que o GPS usa mapas de forma tridimensional com informações de tráfego real. Além disso, o recurso ainda pode colocar destinos e pontos de interesse por meio da conectividade com o smartphone. 

Por Babi

Carro elétrico da Volvo

Foto: Divulgação


Venda de Veículos por Consórcio cresce 8,5% em 2014


O número de consórcios foi determinante para que as vendas de carros não caíssem mais durante o ano de 2014. Se não fosse o crescimento dessa modalidade de compra, as vendas cairiam a percentuais não vistos nos últimos anos. Enquanto o número de vendas de automóveis caiu em 6,9%, os consórcios aumentaram 8,5% no ano. Mesmo com a demora na entrega do veículo (em alguns casos) devido ao sorteio das cotas, a participação dos consórcios tem aumentado.

O aumento nas vendas de automóveis é contínuo desde 2003, contudo, o número de carros leves caiu pela segunda vez seguida no ano passado. Foram comercializadas 3.329.052 unidades, o que representa uma queda de 6,9% em relação ao ano de 2013, quando foram vendidas 3.576.163 unidades.

A queda poderia ser maior se nos últimos meses não tivessem um desempenho melhor que os meses anteriores. O governo concedeu desconto no IPI e assim os consumidores foram às lojas, tornando o mês de dezembro o melhor do ano e o terceiro melhor a história. Na ocasião foram vendidas 353.570 unidades, representando um crescimento de 26,4 % sobre novembro e de 5,2% em relação ao mesmo período de 2013. Dezembro só foi melhor do que Agosto de 2012 (405.627 unidades) e dezembro de 2010 (361.230 unidades).

Segundo dados da Abac (Associação Brasileira de Administradores de Consórcios), os consórcios em 2013 representaram 13,5% do total de vendas naquele ano. Já em 2014 as vendas representaram 17,1% (um aumento de 27%). O número de contemplados também aumentou e isso foi determinante para o aumento do número de compradores. Em 2013 o número de cartas de crédito concedidas foi de 397 mil, enquanto em 2014 esse montante chegou a 468,5 mil.

“O consórcio ajuda as pessoas que se programam para comprar um bem com valor alto e ajudam a aumentar as vendas totais do mercado brasileiro”, afirma o presidente executivo da Abac, Paulo Roberto Rossi.

Ana Rosa Martins Rocha


Financiamento de Veículos dá Sinais de Recuperação


Depois de diversas análises que foram realizadas no mercado de financiamento de veículos pela Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras), o Brasil apresenta um resultado mais satisfatório, o que confirma a existência de alguns sinais de recuperação.

A Anef fez uma pesquisa com informações que vão do começo de janeiro até o mês de novembro de 2014, que consta que no decorrer do ano a queda aconteceu em diversos meses seguidos.

No mês de novembro, por exemplo, foi liberado o total de R$ 106 milhões de financiamentos de automóveis, porém, mesmo com essa liberação houve o pior índice de inadimplência dos últimos tempos para o setor.

Essa inadimplência é calculada através de atrasos que vão de 15 a 90 dias, onde mostra que no mês analisado, ou seja, em novembro, os números representam no mercado brasileiro um a queda de 7% da carteira mensal, equivalente a queda de 1,2% anual.

A soma total do crédito liberado pelo Sistema Financeiro Nacional, que tem incluído o CDC e o financiamento na modalidade leasing, ficou em R$ 211,9 bilhões e a soma total de carteiras foi de R$ 203,3 bilhões.

Décio Carbonari, presidente da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras, divulgou a seguinte nota:

“Esperamos que 2015 registre inadimplência ainda menor, devido à nova lei de retomada de veículos, que tranquiliza as instituições financeiras das montadoras e, consequentemente, favorece o crédito aos consumidores”.

Como é possível verificar, para o começo desse ano de 2015, existe uma visão de que haverá alta na liberação de recursos para financiamentos de veículos, sendo um bom momento para aproveitar as taxas de juros que caíram em muitas instituições financeiras.

As taxas mais atrativas para os consumidores que desejam financiar veículos chegam a 1,75% no CDC para pessoa física e 1,44% para pessoa jurídica. Fale com seu gerente e saiba as condições para fazer a contratação desse serviço.

Yasmin Fernandes Robles