Honda Civic e Toyota Corolla – Informações sobre os sedans


Os dois sedans fazem um grande sucesso entre os consumidores, por isso, é importante saber as características de cada um para saber qual chama mais atenção.

O Honda Civic e o Toyota Corolla são sedans que fazem sucesso em todo o mundo, em especial entre os consumidores brasileiros. Sempre queridinho dos motoristas mais exigentes, o Corolla vendeu, em 2015 o dobro de unidades do modelo da Honda, que ficou em segundo lugar nas vendas entre os sedans médios. Em 2016, no entanto, esta disparidade pode diminuir, e muito, com as novidades que a Honda apresentou para o novo modelo do Civic comercializado por aqui. Confira um pouco mais sobre os dois carros e descubra qual é o melhor para você.

O novo Honda Civic chegou para destoar quase em sua totalidade do seu maior rival, também japonês, Corolla. Esportivo e com uma boa dose de ousadia, o Civic traz excelentes acabamentos, itens de série diferenciados e muito conforto. O design sofisticado, com linhas modernas, deixa claro que a Honda decidiu elevar o nível do modelo, a fim de agradar ao público mais exigente, de jovens a consumidores mais velhos. O novo Civic vem com bancos e pisos rebaixados, acabamento interno com melhor qualidade, painel e portas revestidas com material de toque macio, banco em couro, além de teto solar na versão topo de linha, barra cromada frontal e rodas diamantadas de 17 polegadas.

O painel recebeu mudanças, com botão start e design mais clean, além de uma tela multimídia de 7 polegadas sensível ao toque, que pode ser utilizada pelo condutor e pelo passageiro. O sistema inclui, ainda, aplicativos Apple CarPlay e Android Auto, permitindo que o usuário espelhe seu celular na tela do veículo. No quesito motor, o modelo 1.5 traz a tecnologia turbo, que vai de 0 a 96km/h em 6,8 segundos, e a suspensão, McPherson e Multilink, ganha mais firmeza que os modelos mais antigos, transformando o Civic e deixando o carro bem mais esportivo e mais distante do Corolla, que é conhecido por oferecer direção suave ao condutor.

Já o novo Corolla 2016 apresentou aos consumidores novidades nos itens de série, mas manteve as linhas e o visual interno e externo. Entre os equipamentos de fábrica do Toyota Corolla estão ar condicionado, direção elétrica, freios ABS e EBD, airbags, além de para-sóis com espelho e iluminação, sensor crepuscular, limpador intermitente do para-brisa, retrovisores elétricos, e outros itens para as versões mais completas. O motor escolhido em todas as versões do sedã se manteve em 1.8 na maioria das versões, e 2.0 na versão topo de linha, com potência de 150 cavalos e câmbio de 7 marchas.

PREÇO:

No quesito preço, o Honda Civic parte de R$ 76.900 e chega a R$ 132.100 na versão mais completa. O Toyota Corolla custa a partir de R$ 66.690 e chega a R$ 103.940 na versão topo de linha. No site das montadoras é possível conhecer todos os detalhes de cada versão dos sedãs e escolher a melhor opção para seu bolso e gosto.

Por André Barbirato

Hond Civic 2017

Toyota Corolla


Novo Etios 2017 apresenta melhorias depois de mudanças mecânicas


Para quem acompanha o setor automotivo já deve ter ouvido ou visto sobre as mudanças para o novo Etios 2017. Entretanto, para quem está um pouco mais atento sabe que essas mudanças foram as maiores já realizadas pela Toyota no modelo desde o ano de 2012. Mas já vamos falar delas logo adiante. Antes, para quem esperava uma alteração na parte externa do veículo haverá um certo desapontamento já que o desenho questionável por muitos continuará o mesmo.

De qualquer maneira a cabine do modelo recebeu uma boa dose de tecnologia. O painel digital é um bom exemplo nesse ponto. Outro aspecto interessante é o fato de que os motores do Etios 2017 serão nacionais e terão mais potência, neste caso teremos os blocos 1.3 e o 1.5.

Novas transmissões também farão parte do carro. Uma de seis marchas manual e a mais aguarda pelos consumidores do Etios (pelo menos de acordo com a marca), a de quatro velocidades automática.

A tabela de preços do carro começa em R$43.990 que será o valor da versão de entrada. O sedã tem seu preço inicial na casa dos R$48.495.

O motor 1.3 que estará presente apenas no Etios X hatch tanto na versão manual quanto na automática recebeu de presente 8 cv. Com isso, se for abastecido com etanol o carro contará com 98cv.

O 1.5 também teve sua vez chegando agora até 107 cv. Anteriormente era de 96 cv. Os ganhos obtidos só foram possíveis devido ao novo cabeçote que conta com duplo comando (variável). Destacando que o dispositivo é o mesmo que se encontra no Corolla.

Em termos gerais toda a gama 2017 do Etios contará com diversos itens de série importantes. Entre eles podemos destacar a direção com assistência elétrica e o trio elétrico bem como o ar-condicionado. Mas tem mais: A versão XS agrega um sistema de som que possui comandos no volante entre outros aspectos e a XLS conta com central multimídia que vem com o conhecido (e talvez esperado para a versão) espelhamento de conteúdo para smartphones bem como bancos de couro.

A Toyota também andou trabalhando na direção e nas suspensões do Etios. As alterações fazem com que o carro oscile e balance menos nas curvas. Para quem está dirigindo isso acaba passando uma sensação de segurança.

Porém, mesmo com as modificações que trouxeram melhorias para o Etios 2017 existem certos detalhes não trabalhados que continuam a incomodar. Entre eles podemos citar a trava automática nas portas entre outras coisas como sensores de luz e chuva que já estão presente em alguns dos principais concorrentes.

Por Denisson Soares


Toyota afirma que Motores a Combustão serão Extintos até 2050


Montadora quer substituir modelos antigos por carros movidos a hidrogênio.

Para os carros que possuem motores a combustão, a novidade é que este tipo de motor já está com os dias contados. Segundo a montadora Toyota, os veículos que foram vendidos com sistema de propulsão alternativo a diesel e gasolina deverão sair de linha até 2050.

A pretensão é substituir os modelos antigos por carros que serão movidos a hidrogênio, esse projeto permite que os carros sejam fabricados com motor a base de hidrogênio e que estes modelos futuristas parece que ganharão mais sofisticação. Um dos exemplos é a ausência de cabine para colocar um head-up display.

Porém, o objetivo principal é usar a fonte de energia que atualmente é movida através de um combustível por um sofisticado modelo de uma pilha, que ficará alojada em um tanque de hidrogênio na parte traseira do carro.

O Motor de Combustão ainda é muito usado para equipar os automóveis, o modelo é dividido em duas modalidades: motor de explosão e o de combustão de quatro tempos. Mas a proposta é de acabar com esses modelos antigos e espera-se que possa substituir por carros elétricos e com motores a hidrogênio.

Saibam que muitas montadoras estão investindo nesta ideia e agora a montadora japonesa também já está anunciando os carros da linha com motor de hidrogênio. Porém, a Toyota não é a primeira fabricante a lançar o projeto, pois há carros da Hyundai e da Honda circulando em alguns países.

A ideia de eliminar todos os carros com motor combustível diminui a possibilidade de poluição do meio ambiente, como também o investimento no motor a base de Hidrogênio, que será uma ação mais saudável para o planeta. As montadoras prometem também que a potência dos carros também serão mais eficientes, sofisticadas e bem ágeis.

Portanto, os avanços na indústria automobilística sempre proporcionam grandes mudanças que promovem mais conforto e praticidade para as pessoas. Essa novidade do motor de combustível ser substituído pelo motor à base de hidrogênio promete contribuir tanto com o meio ambiente como também oferece uma melhor qualidade de vida para as pessoas. Então é só aguardar as novidades e quem souber primeiro, não se esqueça de deixar o post por aqui.

Por Jaqueline Mendes Rodrigues dos Santos


Novo Toyota Prius 2016 – Lançamento e Novidades


O veículo foi apresentado em Las Vegas (EUA) e traz diversas novidades. O carro será vendido inicialmente no Japão no final deste ano de 2015.

A grande e renomada fabricante de veículos automotores Toyota fez o lançamento em Las Vegas (EUA) do novo Toyota Prius, veículo este que é bastante conhecido no mercado automobilístico devido ao fato de ser o veículo automotor híbrido mais vendido até o presente momento.

Essa já é a quarta geração do Prius e nessa edição o modelo passou pela sua maior modificação de todos os tempos. O design, que sempre foi motivo de muita controvérsia, desta vez ficou ainda mais polêmico, haja vista que os seus traços ficaram muito parecidos com os do seu primo, o Toyota Mirai, que é movido a hidrogênio.

Segundo os projetistas da fabricante que desenvolveram este novo visual do Prius, o principal foco dado no projeto foi para que as mudanças não fossem apenas estéticas, mas também funcionais. Para atender a este objetivo o veículo veio com faróis em tamanho menor, a fim de que houvesse uma redução no tamanho da área frontal, já as lanternas traseiras se iniciam no spoiler traseiro e vão acompanhando os vincos do veículo.

Uma nova plataforma foi utilizada para que o Prius conseguisse crescer, com este crescimento o carro ganhou 6cm a mais que a versão anterior e passou a ter 4,54m de comprimento, a distância do entre-eixos foi mantida, na altura o veículo ficou 2 cm mais baixo medindo 1,47m e na largura houve um acréscimo de 1,5 cm, o que fez com que ele chegasse a 1,76m.

A comercialização do Toyota Prius inicialmente será feita no Japão e está prevista para começar no final deste ano de 2015. Este veículo já tem confirmação para chegar aqui no Brasil, porém, ainda não foi divulgada a data prevista, o certo é que a Toyota está estudando a possibilidade de que, quando a produção deste carro for iniciada aqui no país, ela seja feita na fábrica da empresa da cidade de São Bernardo do Campo (SP).

Por Adriano Oliveira


Lançamento do Novo Toyota Land Cruiser 2016


Veículo ficou mais moderno e ganhou novos itens de segurança.

Aproveitando o ensejo da demonstração do novo Lexus LX 570, a renomada montadora de veículos automotores Toyota fez a apresentação oficial no dia 17 de agosto, do novo Land Cruiser edição 2016. Apesar de as mudanças realizadas no veículo não terem sido tão radicais, foram o suficiente para conseguir dar um novo design a este utilitário. Resumidamente, as mudanças feitas ficaram por conta do novo visual dado a parte frontal deste carro, a parte interior ganhou mais modernidade e no quesito segurança ativa novos itens foram inseridos.

No visual, a atualização que ficou mais visível foi a inserção de uma nova grade dianteira com três barras, as quais se estendem entre os faróis com LED. No capô foi inserida uma cavidade na sua parte central e na parte traseira, a novidade ficou por conta das lanternas que foram totalmente redesenhadas e do friso cromado que foi colocado logo acima da placa.

Já na parte interna, o veículo trouxe como destaque um novo console central, o qual possui uma tela multimídia de consideráveis 9 polegadas. Outra novidade é uma tela de 4,2 polegadas colocada no cluster do veículo e com iluminação com dispositivos de LED. Foram disponibilizados quatro opções de cores para o acabamento interno.

No quesito segurança este veículo está estreando o novo pacote de segurança da Toyota chamado Sense P. Neste pacote há a presença de uma tecnologia de pré-colisão, que é capaz de fazer a detecção de pedestres. Além disso, no carro há alerta para saída de faixa, monitoramento de pontos cegos, monitoramento da pressão dos pneus, bem como o sistema Cruise Control dotado de controle de frenagem.

Com relação à motorização, este veículo será disponibilizado no Japão com uma única opção de motor, que será o propulsor V8 4.6 litros, o qual é capaz de gerar uma potência de 318 cavalos e um torque de 44,6 kgfm a 3.400 rpm, este motor foi associado a uma transmissão automática de seis velocidades com tração integral.

Por Adriano Oliveira


Novo Toyota SW4 é apresentado na Austrália e Tailândia


Veículo traz mudanças estéticas e começará a ser vendido no último trimestre deste ano, na Tailândia e Austrália.

Depois de muitas fotos vazadas e flagras pelas ruas, a fabricante de veículos automotores Toyota finalmente revelou oficialmente a nova geração do Toyota SW4. O lançamento deste veículo foi feito nos dois países que sediaram o seu desenvolvimento, Tailândia e Austrália. Para fazer este lançamento a  empresa fez um evento simultâneo nos dois países, sendo que nesta ocasião esta nova versão do famoso utilitário da Toyota foi apresentada à toda imprensa e foi revelado que a comercialização deste novo carro será feita localmente nestes dois países e está prevista para iniciar no último trimestre ainda deste ano.

Conforme já era previsto por muitos especialistas, o design desse novo SW4 seguiu exatamente os traços independentes que já eram comparados com as linhas da picape, o principal destaque ficou por conta da forte inspiração que a fabricante retirou  dos modelos da Lexus.

Na parte frontal, este veículo foi caracterizado por faróis afilados, os quais são munidos de projetores e luzes diurnas de LED, ainda há a presença de uma grade bastante chamativa que tem filetes cromados, bem como barras no sentido longitudinal que vão até o para-choque. E para dar um toque a mais de elegância, foi inserida uma generosa moldura que fica no entorno dos faróis de neblina e que também é cromado.

Nas laterais, o destaque maior ficou por conta do desenho dos vidros, que são estilosos, e do ressalto que foi colocado na porta traseira e possui o desenho do formato da vigia lateral.

Com relação à motorização, este utilitário irá trazer sob o capô um propulsor GD 2.8 turbodiesel, que teve a sua estreia na Hilux, motor este que tem a capacidade de gerar uma potência de 177 cavalos e um torque de 45,8 kgfm. O motor trabalhará junto com um câmbio automático ou manual, sempre com 6 marchas.

Este veículo será comercializado em três versões, sendo estas: GX, GXL e Crusade. Em todas estas versões, pelo menos na Austrália, este carrão sairá de fábrica com sistema de tração 4X4, sistema este que será acionado através de um botão seletor que ficará no console do veículo.

Por Adriano Oliveira


Nova Toyota Hilux 2016 – Picape fica um pouco maior e ganha novo visual


Toyota apresenta Nova Hilux 2016. Confira as principais novidades da picape.

Na semana passada, mais precisamente no dia 21 de maio, foi apresentada a Nova Geração da Toyota Hilux. A oitava geração da picape sofreu várias modificações, principalmente com relação ao seu tamanho e ao seu design. Vale lembrar que a apresentação do carro foi feita simultaneamente em Bancoc (Tailândia) e Sidney (Austrália), através de dois eventos realizados para a imprensa. 

Com relação ao seu tamanho, a nova picape Hilux ficou um pouco maior. Apesar de o entre-eixos ter se mantido em 3m09m, tivemos um aumento no comprimento e na largura. Agora o carro possui 5,34m de comprimento (0,08m a mais do que a versão anterior) e 1,86m de largura (2 centímetros a mais do que a versão anterior). Por outro lado, o veículo ficou um pouco mais baixo e agora possui 1,82m de altura (4 cm a menos que a versão anterior da picape).

Já com relação ao design da picape, ela foi reformulada e ficou mais moderna, parecendo um pouco com o Corolla. Na parte frontal, podemos observar que os faróis ficaram maiores e mais espichados. Há ainda a presença de filetes de LED nos faróis, que se unem através do friso cromado da grade frontal. Já a parte lateral e traseira da picape praticamente se manteve a mesma, a única diferença está nos faróis traseiros, que agora invadem mais a parte lateral do carro.

Dentro do carro, as mudanças também foram grandes. A primeira mudança que podemos notar é com relação ao acabamento, que ficou mais sofisticado. Entretanto, a Toyota pecou ao utilizar fontes em tamanho muito grande no painel, apesar de que isso é ótimo para as pessoas mais velhas.

A picape também ganhou diversas tecnologias interessantes, como sistema de ignição por botão com chave presencial, sistema multimídia com tela touchscreen colorida, ar condicionado com função automática, controle de tração, controle de estabilidade, bloqueio do diferencial, entre outros.

Falando agora sobre o motor do carro, serão 4 opções: GD 2.8 a Diesel (com 177 cv de potência e 45,8 kgfm de torque), GD 2.4 a Diesel (com 150 cavalos de potência e 40,8 kgfm de torque), 2.7 Flex (com 155 cv de potência e 24,5 kgfm de torque) e V6 Flex (4.0 com 234 cv de potência e 38,3 kgfm de torque). Vale lembrar que a picape será oferecida com câmbio automático ou manual de 6 marchas.

Já com relação à tração, ela poderá ser 4×4 ou 4×2, dependendo da versão escolhida. Já a sua cabine poderá ser simples, estendida ou dupla.

É importante lembrar que a Toyota do Brasil ainda não confirmou a chegada desta nova versão da picape em nosso país. Apesar disso, é esperado que uma nova versão do automóvel chegue às concessionárias entre o final deste ano e o início de 2016. A picape continuará sendo produzida na Argentina.


Nova Geração do Toyota Hilux – Picape tem Imagens Vazadas na Internet


Imagens da Nova Geração do Toyota Hilux vazam na Internet. Picape será apresentada oficialmente no dia 15 de maio, na Tailândia.

A Nova Geração da Picape Toyota Hilux teve sua primeira imagem vazada na Internet. A foto do veículo foi divulgada pelo site tailandês Vigo Club. Vale lembrar que o utilitário está previsto para ser apresentado oficialmente na Tailândia, apenas no dia 15 de maio.

De acordo com o site Argentina Autoblog, a produção do novo Toyota Hilux acontecerá na cidade de Zárate (Argentina) e terá início no mês de novembro de 2015. Com a sua produção prevista apenas para novembro, a apresentação do veículo no Salão do Automóvel de Buenos Aires ainda é uma dúvida, isso porque o evento acontecerá em junho, meses antes do início da produção da picape em solo argentino.

O Novo Toyota Hilux será produzido na nova plataforma da montadora, chamada de TNGA (Toyota New Global Architecture). O será mais largo e terá um entre-eixos maior do que o registrado atualmente. Com isso, o utilitário ganhará mais espaço interno, sem perder a sua capacidade de carga.

Com relação ao seu design, a picape seguirá o mesmo estilo adotado pelo Corolla. Já entre as novidades visuais podemos citar a nova grade dianteira cromada e os novos faróis, que ficaram mais estreitos.

Falando agora sobre o seu motor, ainda não há muitas informações, porém, acredita-se que a picape terá o seu motor revisado e ganhará melhorias. É possível que a Toyota ofereça três opções de motor: a diesel, a gasolina e híbrido.

Segundo informações da própria Toyota, a montadora já investiu cerca de US$ 800 milhões em sua fábrica na Argentina para que o local possa produzir a nova geração da picape e também a sua derivada, a SW4.

Comentando um pouquinho sobre a imagem vazada, tudo leva a crer que o modelo que aparece é da versão topo de linha do veículo. A conclusão disso pode ser tirada pelos retrovisores cromados e também pela presença dos faróis de neblina.

Sobre o Toyota Hilux:

A picape Toyota Hilux foi produzida inicialmente no ano de 1968 e continua até hoje. Naquele período, ela foi criada para substituir o modelo Stout. No ano de 1995, a Hilux passou por uma reformulação na América do Sul e passou a se chamar Tacoma. O carro tem como principais concorrentes Toyota Hilux SW4, Chevrolet S10, Mitsubishi L200, Nissan Frontier, Ford Ranger e Volkswagen Amarok.

Por Carlos Cristófalo (Argentina Autoblog)


Toyota – Modelos terão sistema automático de frenagem


Toda a linha da marca deverá contar com a automatização.

Já vem sido relatado em mais de uma ocasião a automatização completa das funções dos automóveis. A promessa é que no futuro os automóveis sejam capazes de conduzir sozinhos, calcular suas rotas, desviar de obstáculos inesperados enquanto os ocupantes do carro só sentam e relaxam. Inclusive no ano passado a empresa Audi lançou um conceito capaz de se guiar sozinho durante a ECS.

Seguindo essa tendência a Toyota anunciou um novíssimo sistema automático de frenagem que estará em toda sua linha de produtos. Deixando claro que a ideia não é lançar um conceito a ser aproveitado dentro de vários anos e sim lançar um produto acessível ao mercado em sua linha de automóveis.

Para chegar ao mercado o sistema automático deve ter baixo custo, fator já conhecido pela empresa japonesa. A adesão em toda sua linha depende disso. O novo sistema de segurança está organizado em pacotes de vários níveis. Para a linha normal o dispositivo será o Toyota Safety Sense e para a linha de luxo da empresa será o Lexus Safety Sense.

O Toyota Safety Sense já está disponível para o mercado em dois níveis diferentes. O primeiro é o TSS C, destinado aos carros compactos da marca. O segundo é o TSS P, para os carros médio e premium da marca. Os preços realmente impressionam dentro do esperado, sendo acessíveis de fato ao consumidor. O TSS C sai por US$ 300,00 e o TSS P para os veículos maiores sai por US$ 500,00. Os dois sistemas contam com freios automáticos porém o sistema mais caro disponibiliza ainda um sistema de laser e radares de ondas milimétricas para detecção de pedestres.

Os sistemas ainda contam com outros dispositivos como alerta de mudança de faixa e farol alto automático e o TSS P ainda disponibiliza controle de cruzeiro adaptativo. A concorrência da empresa tem oferecido pacotes similares porém com valores muito acima dos oferecidos pela Toyota.

Por Nosf


Toyota lança sistema de segurança anti-colisão


O sistema conta com uma câmera que atua ao lado de um radar a laser e detecta o risco de colisão.

A Toyota vem investindo cada vez mais em tecnologia, para deixar seus veículos equipados para atender um público cada vez mais exigente. E a tecnologia deve proporcionar não só conforto, mas principalmente segurança! E é isto que a Toyota mostra com seu sistema de segurança anti-colisão, utilizado no RAV4 Hybrid e também no Lexus 2016. A empresa ainda não mostrou na prática como funciona, mas um vídeo divulgado pela Toyota deixou claro como será o funcionamento do novo sistema que a princípio só estará presente somente em dois modelos da marca.

O sistema anti-colisão a Toyota é dotado de uma câmera que trabalha em conjunto com um radar a laser, sendo capaz de detectar algum risco de colisão à frente do veículo e quando isto acontece, um aviso sonoro é disparado. Mas o sistema não só alerta o motorista do risco de colisão, como também espera que ele tome alguma atitude e caso nada seja feito por parte do condutor do veículo, o próprio sistema ativa os freios automaticamente e a velocidade do veículo é reduzida para 30 km/h.

No RAV4, o sistema anti-colisão recebeu o nome de Toyota Safety Sense (TSS) e será um opcional, desta forma, quem desejar um veículo que ofereça maior segurança, terá que pagar US$ 30,00 a mais. No Lexus, a ferramenta é idêntica, porém recebeu um outro nome: Lexus Safety System + (LSS+) e para este modelo o valor pago a mais será de US$ 500,00.

Mas é bom o consumidor ficar atento porque o sistema traz opcionais, por exemplo, o pacote TSS traz o TSS C e o TSS P, onde o primeiro oferece o sistema de mudança de faixa e até detector de farol alto. Já o TSS P é mais indicado para carros de médio ou grande porte, oferecendo a ferramenta Radar Cruise Control e também o Detector de Pedestres.

Ambas as ferramentas não garantem 100% de segurança, mas com certeza são importantíssimas para ajudar o motorista a evitar colisões e são tendências no mercado futuro, sendo que outras empresas do setor também já trabalham neste sentido, de oferecer veículos com tecnologia que auxilie o motorista na condução do veículo.

 Por Russel


Toyota RAV4 Hybrid – Primeiras Imagens Reveladas


Toyota revela primeiras imagens do Novo RAV4 Hybrid.

A Toyota expressa as elementares imagens oficiais do C-HR, arquétipo que estará no Salão de Paris (França) no princípio de outubro e que, em tempo futuro, deve convir de apoio para um novo SUV compacto que permanecerá abaixo do RAV4 .

Com muito segredo em revolvo do conceito (somente um teaser teria sido exposto até o momento), a Toyota restringe-se a articular que o modelo “combina uma nova identidade de design com um poderoso conjunto híbrido”. Com a afirmação, fica claro que o C-HR  abrevia a prometida identidade visória da Toyota e desponta alguns delineies estéticos que precisarão ser empregados nos próximos lançamentos da marca.

Embora os japoneses não adiantem nenhum delineie a propósito do conjunto híbrido do protótipo, é quase correto que o C-HR será aprovisionado com a tecnologia mais atual da marca: o motor de quatro cilindros, que será aproveitado na nova geração do híbrido Prius.

De acordo com o site americano Carscoops , a versão de fabricação do C-HR  pode revogar como um proveniente do hatchback Auris, sendo nomeado como “Auris Cross” e comerciado já em meados de 2015.

A Toyota anunciou mais duas imagens abreviando a versão híbrida da sua RAV4 que será disseminada em 2016. O modelo, contudo, será exibido ao público no dia dois de abril, durante o Salão de Nova York.

Nas fotos, é possível apenas olhar uma parte da traseira do veículo, mostrando algo já um pouco diferente da RAV4 2015, ou seja, já virá com aparência contemporânea e que deverá ser empregado no restante da linha. 

As particularizações técnicas não foram reveladas, mas é aceitável que a montadora japonesa use o motor 2.5 de quatro cilindros do Lexus NX300h, que desenvolve 200 cv acoplado com o sistema híbrido. Ainda sim, existem muitas informações que precisam ser mencionadas para que o consumidor esteja a par de todos os benefícios e equipamentos que o carro oferece.

Por Lorena de Oliveira


Toyota apresenta Nova Plataforma Global TNGA


Toyota divulga imagens da Nova Plataforma Global TNGA. Primeiro modelo na plataforma deverá ser apresentado ainda em 2015.

A Toyota divulgou sua plataforma modular pioneira de utilização global, denominada TNGA (Toyota New Global Architecture). A nova plataforma será utilizada em diversos veículos do fabricante, sendo incluso a marca Lexus. A empresa afirma que a TNGA utiliza materiais mais leves e possui centro de gravidade mais inferior. Somado a isto, a companhia informa que a nova plataforma irá usar motores mais sofisticados, que ampliaram a eficácia energética em 25% e aumentaram a sua potência em 15%. Já os híbridos se tornarão 15% mais eficazes.

O primeiro veículo a utilizar a plataforma TNGA será apresentado ainda em 2015 e irá se tratar de um modelo de porte médio, com tração dianteira, entretanto, no futuro, veículos de tração traseira também irão utilizar a plataforma. A empresa aguarda que metade de seu amplo line-up esteja presente nesta plataforma em 2020.

Da mesma forma como ocorreu com a geração anterior, com a versão XRS, o recente modelo da linha Corolla também possui habilidade para se tornar um pseudo-esportivo, pelo menos na visão da Toyota. A empresa disponibilizou o novo Corolla Nürburgring Edition na Tailândia, que é recebido para comemorar o sétimo lugar do modelo em sua categoria na corrida de 24 horas no circuito alemão.

O novo veículo possui fatores novos somente no visual. Pelo lado de fora, o modelo ganhou para-choque dianteiro com design mais atrativo, além de grade frontal com acabamento escurecido, spoilers, faróis com máscara negra, saias laterais, aerofólio na tampa do porta-malas, rodas de liga-leve diamantadas de 17 polegadas e logotipia da corrida nos para-lamas da frente. Na parte de dentro, por sua vez, existe somente volante com revestimento em couro, novos tapetes e painel e portas com especificações em vermelho.

O modelo continua com o propulsor 1.8 litro de quatro cilindros a base de gasolina, com a possibilidade de fornecer até 142 cv de  potência e 18 kgfm de torque, tendo um câmbio automático do tipo CVT.

Felipe Couto de Oliveira


Toyota Prius poderá ser produzido no Brasil a partir de 2018


Toyota pode fabricar Prius no Brasil em 2018. Intenção da montadora é reduzir o preço do carro no país.

Segundo as informações dos bastidores da montadora japonesa Toyota, há a intenção da montadora de fabricar o Toyota Prius (o qual é um veículo híbrido) aqui no Brasil a partir do ano de 2018.

Esse veículo já existe aqui no Brasil, atualmente ele está na sua terceira geração e é comercializado por cerca de R$ 120 mil, mas até hoje só conseguiu vender apenas 400 unidades. A principal justificativa que a montadora possui para investir nessa quarta geração aqui no país é devido ao fator de que se essa geração for produzida exclusivamente aqui, esse veículo conseguirá se livrar das altas taxas cobradas pela sua importação e consequentemente o seu valor seria oferecido ao consumidor final por um preço bem mais baixo do que o atual citado acima.

A princípio a ideia da montadora é utilizar a sede de São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, para que sejam montados os kits importados pré-moldados (CKD), sendo que a expectativa da empresa é de produzir cerca 1,5 mil veículos anualmente, entretanto, essa notícia ainda é só uma especulação de bastidores, uma vez que a Toyota do Brasil ainda não fez a divulgação oficial de nada a respeito desse assunto e afirma que nenhuma decisão ainda foi tomada.

Por mais que muitos digam que as condições econômicas do Brasil sejam um empecilho muito grande para o sucesso desse tipo de veículo aqui no país, a Toyota acredita que se inserir um modelo híbrido e com valor mais em conta aqui no Brasil, a médio e a longo prazo, com os governos impondo normas ambientais mais severas e com os motoristas cada vez mais conscientes a respeito da questão ambiental, os modelos híbridos possam se tornar uma realidade no país, mas mesmo sem incentivos nesse sentido, alguns exemplares do Toyota Prius já podem ser encontrados nos grandes centro urbanos, como por exemplo na cidade de São Paulo, onde já há taxistas trabalhando com esse modelo, os quais têm elogiado bastante o veículo devido ao seu reduzido consumo de combustível.

Sobre o Toyota Prius:

O Toyota Prius é um veículo híbrido, ou seja, que utiliza gasolina e também eletricidade. O carro foi produzido pela primeira vez no ano de 1997 e até hoje é considerado um ícone dos carros híbridos. No ano de 2010 o veículo, que está em sua 3ª Geração, foi considerado o carro com maior economia de combustível dos Estados Unidos, título concedido pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA). No Brasil, o início das vendas do Toyota Prius aconteceu no início do ano de 2013. 

Por Adriano Oliveira


Toyota Corolla Nürburgring Edition – Série Especial do Carro


Toyota apresenta Novo Corolla Nürburgring Edition. Série especial do carro traz leves mudanças.

A Toyota divulgou recentemente na Tailândia uma série especial “esportiva” para o Corolla. Denominada de Nürburgring Edition, o fator novo possui a denominação do conhecido circuito de velocidade da Alemanha, entretanto, sem nenhuma alteração mecânica que esteja distante de fornecer qualquer mudança no desempenho. Segundo a empresa, a variante foi produzida para festejar o detalhe do Corolla Altis ter atingido o 7º lugar na corrida de 24 horas da famosa pista.

Verificando as versões comuns, o Corola Nürburgring possui rodas de 17 polegadas com pintura diferenciada, adesivos com a denominação da série, spoilers no para-choque dianteiro, difusor traseiro, grade frontal em black piano e aerofólio. Na cabine, o fator novo torna-se distinto por componentes como bancos revestidos em couro com costuras vermelhas, especificações vermelhas de forma igual no painel e laterais das portas, além de também possuir tapetes especiais.

O motor 1.8 a gasolina possibilita 142 cv de potência e possui uma transmissão automática do tipo CVT. A carroceria está presente de forma única nas cores preta ou branca. A empresa não garantiu se irá comercializar o novo carro em outros mercados.

As versões 2015 do Toyota Etios tiveram algumas modificações, onde o modelo mais comum da linha possui direção elétrica e vidros e travas elétricos.

Neste momento, o Etios possui banco do motorista com altura ajustável, aviso de portas abertas e faróis ligados, relógio digital, travas elétricas, maçanetas com detalhes cromados, retrovisores e vidros elétricos nas quatro portas, preparação de som na parte de trás e volante com novo visual, que recorda o do Corolla.

O modelo fornece as especificações X 1.3, XS 1.5, XLS 1.5, Platinum 1.5 e Cross 1.5. O sedã, por sua vez, usa o propulsor mais elevado e pode ser comprado nas especificações X, XS, XLS e Platinum. A XS adiciona alarme, comandos no volante, controle remoto integrado com a chave e rádio Bluetooth.

Sobre o Toyota Corolla:

O Toyota Corolla foi apresentado ao público pela primeira vez no ano de 1966. O veículo já vendeu mais de 39 milhões de unidades e é o modelo mais vendido na história da Toyota. No Brasil, o veículo chegou no ano de 1998 e desde então não parou mais de ser vendido em nosso país. O carro tem como principais concorrentes o Citroën DS4, o Citroën C4, o Peugeot 308, o Honda Civic, o Peugeot 408, o Hyundai Elantra, o Opel Astra, o Nissan Sentra, o Ford Focus Sedan, o Renault Logan, o Renault Mégane, o Kia Magentis, o Renault Fluence, o Chevrolet Cobalt e o Fiat Linea.

Felipe Couto de Oliveira


Novo Toyota Corolla GLi Upper 2016 – Novidades


Toyota apresenta Novo Corolla GLi Upper 2016. Confira aqui as principais novidades do carro.

A montadora Toyota anunciou oficialmente nesta última quinta-feira, dia 19 de março, a chegada da nova linha do Corolla 2016. Conforme as especulações advindas dos bastidores da empresa, foi confirmada a notícia de que o Corolla 2016 teria uma nova versão, sendo que esta nova versão foi batizada com o nome de GLi Upper, a qual se posicionará no topo de linha dentre os modelos equipados com o motor 1,8 litro.

O acabamento interno será o maior diferencial entre essa nova versão do Corolla e as demais, contudo, seguindo o mesmo design dos modelos já conhecidos, XEi e Altis, essa versão também trás consigo bancos revestidos em couro na cor cinza, tanto para os bancos dianteiros quanto para os bancos traseiros, além de descanso de braço traseiro e central com a presença de porta-copos, painel de portas e possibilidade de acesso ao porta-malas por meio do rebatimento 60/40 dos assentos traseiros.

Ainda a fim de agradar os clientes mais exigentes, a montadora inseriu no Corolla GLi Upper itens de série importantes, tais como Freios ABS com sistema EBD, cinco airbags, direção elétrica, sistema Isofix, ar condicionado (manual), computador de bordo com sete funções, chave no estilo canivete, sistema de som Bluetooth com entradas para  iPod e USB, trio elétrico, volante multifuncional com regulagem de altura e de profundidade, além de outros mais.

Além dessa nova versão, os outros modelos da linha Corolla na versão 2016 também sofrerão algumas modificações. A versão intermediária XEi dessa vez veio equipada com retrovisores externos com rebatimento elétrico, para-sol para o motorista e passageiro com a presença de espelhos e luz de cortesia, bem como sistema de acendimento automático dos faróis. Já na opção topo de linha, que é a Altis, o veículo trouxe como novidade somente o limpador de para-brisa intermitente e variável com ajuste de velocidade.

No quesito motorização a montadora preferiu seguir sem mudanças, assim, na versão GLi o motor utilizado foi o 1.8 Dual VVT-i, o qual é capaz de produzir uma potência de 139cv a 6.000 rpm (se abastecido com gasolina) e 144cv (se abastecido com etanol). O câmbio disponibilizado é o Multi-Drive do tipo CVT, sendo este na série Upper.

Já nas versões Altis e XEi, o motor oferecido é o 2.0 Dual VVT-i, o qual tem a capacidade de render uma potência de 143cv (quando abastecido com gasolina, a 5.600 rpm) ou 154cv (quando abastecido com etanol, a 5.800 rpm), sendo que o torque máximo é de 19,4 kgfm a 4.000 giros e 20,3 kgfm a 4.800 rpm, respectivamente.

Sobre o Toyota Corolla:

O Toyota Corolla foi lançado oficialmente no ano de 1966. O veículo é considerado o modelo mais vendido da história da Toyota, sendo que ele é produzido nos cinco continentes e suas vendas já superaram 39 milhões de unidades. O veículo possui três versões: Sedan, Hatchback e Perua. Entre seus concorrentes estão: Citroën DS4, Citroën C4, Peugeot 308, Peugeot 408, Honda Civic, Hyundai Elantra, Nissan Sentra, Opel Astra, Ford Focus Sedan, Kia Magentis, Renault Mégane, Renault Fluence, Renault Logan, Chevrolet Cobalt e Fiat Linea.

Por Adriano Oliveira


Novo Toyota Corolla X tem fotos vazadas na Internet


Primeiras fotos do Novo Toyota Corolla X vazam na Internet. Carro tem modificações que agradaram especialistas da área.

Para quem lembra e gostou de ver o Toytota Corolla na versão esportiva XRS, que foi oferecida em gerações anteriores do modelo, as notícias, em princípio são boas, pois nesta última quarta-feira, dia 18 de março, acabaram vazando as primeiras imagens do Corolla X, que é uma versão exclusivamente feita para o mercado asiático. Com a divulgação dessas imagens, muitos especialistas da área aqui no Brasil ficaram bastante animados e já arriscam dizer que caso a Toyota tome a decisão de oferecer o Corolla na configuração esportiva, nesta nova geração, o visual poderá ser muito semelhante com o visual do que foi visto nestas imagens que vazaram.

Essa expectativa ficou por conta de que o modo de confecção do Corolla X é tal como foi feito o Corolla XRS, ou seja, apenas um upgrade mais arrojado. Essa novidade tomou por base a configuração europeia do Corolla e foi concebida através de pequenas mudanças na configuração estética, a fim de deixar o carro mais esportivo, sendo que a principal modificação visual que este novo Corolla X trouxe ficou por conta da parte frontal do veículo, que deixou de lado aquela antiga grade com três frisos cromados, o que deu lugar a um filete único na mesma cor da carroceria.

Com a inserção dessa nova grade, que tem o formato de uma colmeia, o carro sofreu modificações consideráveis na sua porção central, bem como no seu desenho em forma de trapézio no estilo “bocão”.

Lateralmente, as novidades deste modelo ficaram por conta das saias na cor preta e também pela colocação de adesivos que começam na porta e vão até o para-lama traseiro. Só que como nem tudo são flores, o único ponto que não agradou no visual deste novo Corolla X foram as lanternas transparentes no modelo “xuning”, o que para muitos não ficou legal, na traseira deste veículo ainda foi colocado um spoiler e uma proteção plástica na sua parte inferior. Agora, é aguardar, pois novidades poderão chegar em breve no mercado brasileiro.


Toyota Avensis 2015 tem Primeiras Imagens Reveladas


O Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, está recheado de novidades! E uma delas é um dos novos veículos da Toyota, o Avensis 2015, que apareceu completamente reestilizado.

As mudanças foram tanto na parte estética como na mecânica. Externamente, o carro ganhou detalhes cromados na carroceria, além de modificações no para-choque, luzes de LED tanto na parte dianteira como na traseira, além de rodas de liga leve de aros 17 e 18 polegadas, que foram redesenhadas.

Na parte interna, o Avensis 2015 também foi remodelado, ganhando um volante redesenhado com detalhes cromados, o mesmo aconteceu com a manopla do câmbio. O painel também ganhou novo design, com tubos no velocímetro e tacômetro, em uma tela de 4,2 polegadas. Um fator interessante foi trabalhado pela Toyota: o ruído interno. Segundo a montadora japonesa, o barulho diminui por causa dos materiais mais nobres que foram utilizados e melhoraram o isolamento acústico.

Na parte mecânica também há alterações, pois o velho motor 2.0 litros D-4D foi substituído pelo motor 1.6 D-4D com 100 cv de potência e torque de 27,53 mkgf. Isso dá mais potência ao veículo, que atinge de 0 a 100 km/h em apenas 11,4 segundos. Apesar de aumentar a capacidade do motor, o veículo não passa dos 180 km/h, sendo essa a velocidade máxima que ele atinge.

Porém, o Avensis ficou mais leve, cerca de 20 kg a menos do que o seu modelo anterior, obedecendo aos padrões Euro6 de emissão de gases.

Mas essa não é a única versão do Avensis 2015, pois tem ainda a de motor 2.0 litros D-4D que alcança os 140 cavalos e tem torque de 32,63 mkgf, dando a possibilidade de acelerar de zero a cem quilômetros por hora em incríveis 9,5 segundos. Para esse motor, sendo mais potente, a velocidade máxima alcançada é de 200 km/h. As duas opções de motorização são a gasolina.

Por Felipe Villares


Toyota Mirai será produzido no Japão


Disponibilizado no final do último ano, o Toyota Mirai foi direcionado para a fábrica da montadora no Japão. A empresa divulgou que o modelo será fabricado na planta de Motomachi. O lugar já teve a produção do Publica, Corona, Cresta, Supra, RAV4, Lexus LFA, entre outros. O processo de fabricação possuirá três seções, sendo de acabamento, montagem de chassis/célula de combustível e montagem final.

Tendo uma célula de combustível com base no hidrogênio, o sedã possibilita 153 cv, com independência de até 483 Km sem precisar de recarga.

Este ano, Motomachi poderá fabricar aproximadamente 700 unidades, sendo o equivalente a uma média diária de três carros. No mês pioneiro de comercializações no território japonês, em janeiro, a Toyota teve mais de 1,5 mil pedidos de compra do veículo. Devido esta demanda, a companhia irá elevar a fabricação do veículo para 2 mil unidades por ano no próximo ano.

O Mirai possui um motor elétrico, uma bateria, dois tanques de hidrogênio de pressão elevada, um conversor elevado de tensão, uma central de comando e uma estação presente no centro do assoalho do modelo. A reação química para que o Mirai esteja em movimento acontece dentro da estação.

O modelo capta o oxigênio da atmosfera através da entrada de ar na parte da frente e o encaminha para a estação, onde o hidrogênio presente nos dois tanques também é encaminhado. Dentro dela a célula combustível faz a divisão do hidrogênio em duas moléculas, ocasionando uma carga elétrica. De forma simultânea, o oxigênio se liga às células de hidrogênio, gerando água.

A energia elétrica é encaminhada ao conversor, que faz a alimentação do motor do Mirai. Já a água é retirada através da válvula de escape. O motor também possui a alimentação de forma direta, através da bateria, tendo a recarga através da energia cinética gerada por meio da desaceleração e frenagem do veículo.

Felipe Couto de Oliveira


Toyota Hilux Invincible X – Nova Série Especial do Carro


Com a expectativa da divulgação da nova geração para o fim do ano, a recente linhagem da picape Hilux inicia a retirada no continente europeu com relançamento da série especial Invincible X. Fornecida na Europa pela última vez na metade de 2013, a edição é fornecida na carroceria de dupla e está na posição de alternativa com maior valor da linha. No Reino Unido, como exemplo, a Toyota anuncia valores acima de 23.842 libras esterlinas (cerca de R$ 105.950 em uma conversão direta).

Com distinções em comparação às outras versões direcionadas somente no design, a Hilux Invincible possui rodas de liga leve de 17 polegadas com desenho único, além de apliques plásticos na parte de baixo do para-choque, molduras nos faróis de neblina e lanternas e também estribo, santantônio, retrovisores, maçanetas e grade com acabamento idêntico em cromo. Fazem parte também do pacote o adesivo da versão estampado nas laterais e interior e o acabamento em couro distinto nos bancos e painéis das portas.

De acordo com a Toyota, a nova versão será fornecida com alternativas de oito cores para a carroceria e neste momento, somente uma de motorização. O propulsor é o famoso 3.0 turbodiesel de 171 cavalos, fornecido com alternativa de câmbio manual ou automático.

O modelo possui no interior bancos elétricos de couro com o termo “Invincible” presente no encosto e uma grande lista de itens de série como sistema multimídia Toyota Touch 2, climatizador automático e Cruise Control.

A Hilux Invincible X é uma nova versão especial devido ter pouco mais de um ano que a empresa disponibilizou no mercado britânico a Toyota Hilux Invincible. E para explicar o lançamento, foi afirmado que era uma recordação aos mais de 46 anos de história do modelo e aos mais de 15 milhões de unidades produzidas até o presente. Em curto período, a versão limitada começou a integrar a linha convencional como uma edição com acabamento extra.

Felipe Couto de Oliveira


Novo Toyota Auris será apresentado no Salão de Genebra 2015


Foi revelado pela montadora Toyota o facelift para o seu mais novo modelo de médio porte que será lançado e vendido no mercado europeu para ser o concorrente do Ford Focus e do VW Golf. Esse novo veículo da montadora foi batizado com o nome de Auris e será oficialmente lançado no Salão do Automóvel de Genebra, que irá ocorrer a partir do mês de março em Genebra.

O veículo promete conquistar os consumidores, principalmente pelas tecnologias utilizadas e pelo novo motor, que foi totalmente atualizado. No seu interior, a Toyota apostou em ajustes elétricos sutis, interior mais sofisticado e novos equipamentos de segurança. Já no motor foram inseridos modelos mais eficientes.

Apesar desta já ser a segunda versão do modelo atual do Auris, a qual começou a ser comercializada no ano de 2013, a Toyota sentiu a necessidade de realizar uma renovação nesse modelo, a fim de dar-lhe maiores chances de concorrer com carros como Focus, Hyundai i30 e Honda Civic.

Na dianteira os detalhes do veículo foram mais valorizados por meio da colocação de novos elementos cromados, bem como uma grade mais nítida, já no para-choque a aposta é que ele seja mais esportivo do que na versão anterior.

Quando comparamos esse novo Auris com as versões anteriores, essa nova versão teve as suas mudanças mais relevantes na cabine, a qual obteve uma série de atualizações, tais como a sua confecção por materiais muito mais sofisticados, as tecnologias inovadoras e os sistemas de segurança ativos, como por exemplo, a presença de um monitor de colisão frontal capaz de realizar a frenagem ativa do veículo em situações de perigo, além de piloto automático adaptivo e sistema de detecção de transporte cruzado.

A montadora já anunciou que esse veículo terá uma variedade grande de motores para impulsioná-lo com maior eficiência, contudo, infelizmente não adiantou nenhuma prévia do que está sendo projetado ou planejado.

Por Adriano Oliveira


Toyota Hilux e SW4 Ganharão Novo Visual


A Toyota não trouxe grandes anúncios para o ano de 2015. Seu lançamento mais importante se dará apenas no final do ano e nada mais é do que a repaginada de um já velho conhecido de mercado e público. Estamos falando da Toyota Hilux, a já estabelecida picape da empresa.

A picape já conta com uma base sólida de mercado, então, de certa maneira a empresa está certa em investir em um nome já conhecido. A promessa é uma reestilização total do carro, porém, sem mexer com a motorização. A empresa não vê necessidade em uma alteração nesse sentido, já que a versão atual conta com novos motores lançados recentemente. A novidade terá versões em cabine simples e dupla.

A nova Toyota SW4 também passará por um remodelamento. Porém, essa novidade não chegará em 2015, somente no ano de 2016. A empresa afirmou que a nova versão do SUV da marca precisará de mais tempo para sair do forno devido à necessidade de um maior tempo de desenvolvimento para ela. A empresa afirmou ainda que o novo SW4 se distanciará ainda mais da picape da marca, dando a ela características únicas. A promessa nesse sentido é a de um carro mais luxuoso e sofisticado, contando com um design diferenciado daqueles vistos atualmente no mercado. A montadora quer dar ao carro um perfil mais urbano, que agradará ainda mais o mercado consumidor que usa o SUV dentro da cidade. Esse público corresponde hoje a maior parte dos consumidores do segmento.

A Hilux retomará mais as origens do segmento. Ganhando traços mais robustos e fortes para agradar o consumidor do campo, sem se distanciar, é claro, da possibilidade de ter um carro mais familiar. Porém, a Toyota quer fazer sucesso entre as pessoas que usarão o veículo para trabalhar e transportar as mais diversas cargas. 

A Toyota é hoje líder em vários segmentos de mercado, o Toyota Corolla foi inclusive o carro mais vendido do mundo no ano de 2014.

Por Nosf


Toyota Corolla é o Carro Mais Vendido no Mundo em 2014


Sonho de consumo de muitos, mas que não parece ser tão impossível assim de ser realizado. Estamos falando do Toyota Corolla, o carro mais vendido em 2014. E estamos falando em escala mundial. O levantamento foi feito pela consultoria Focus2move e divulgado nesta segunda-feira (26).

De acordo com a consultoria, no total foram vendidas 1.223.253 unidades do Corolla, representando um acréscimo de 2,1% em relação ao ano anterior (2013). A pesquisa incluiu os modelos em versões hatchback e perua, que são comercializados em alguns países.

Em segundo lugar na pesquisa veio o Ford Focus, que pelo quinto ano consecutivo ficou na vice-liderança. Em março o Focus chegou a liderar a tabela, mas não foi suficiente para desbancar a montadora oriental. Porém, ao invés de mirar a liderança, o Ford Focus deve ficar de olho em quem vem logo atrás dele: o Volkswagen Golf, que vem aumentando seu número de vendas e deve colar no Focus agora nesse ano de 2015. A fabricação desse modelo da Volkswagen está prevista para ser realizada na fábrica da montadora em São José dos Pinhais (PR), a partir do segundo semestre de 2015, e sua crescida foi expressiva: pulou do 9º para o 3º lugar no ano passado, chegando até a ultrapassar o próprio Corolla em Setembro do mesmo ano. Isso representa um crescimento significativo de 29%.

De uma maneira geral, os veículos de montadoras orientais tiveram uma boa representação no número de vendas. O destaque fica por conta do utilitário chinês Wuling Hongguang, que teve um crescimento de 67% em relação a 2013 e agora está entre os 20 mais vendidos do mundo. Outro que também merece comentário é o Toyota Yaris, que teve uma alta de 33% no seu número de vendas.

No quarto e quinto lugar, respectivamente, estão o Ford F-Series e o Hyundai Elantra.

Por Felipe Villares