Novo Suzuki Baleno 2016 terá novo design e novas tecnologias


Veículo deverá ser lançado no próximo ano e promete agradar em cheio os consumidores.

Vocês se lembram do Suzuki Baleno? Nos anos 90 ele chegou a ser vendido no Brasil e agora voltou com tudo: novo design, novas tecnologias e mais espaçoso.

Apresentado pela primeira vez no Salão de Genebra, o novo hatchback compacto da Suzuki, batizado de Baleno, será apresentado ao público em meados de Setembro.

Ainda sem muitos detalhes, o que se sabe é que o Baleno, de acordo com a Suzuki, irá combinar “design estiloso, amplo espaço interno e novas tecnologias”.

Uma dessas novas tecnologias inclui a tendência downsizing de motores. O veículo deverá ter um motor 1.0 Boosterjet, que tem o intuito de garantir o desempenho e o conforto dos carros com um toque de sustentabilidade, pois reduz as emissões de CO2 e outros poluentes. Vale lembrar que estes motores são também muito mais econômicos, pois o consumo de combustível é inferior ao das tecnologias convencionais.

O novo modelo também deverá estar disponível na versão híbrida SHVS. As dimensões do Baleno deverão ser próximas do estudo iK-2, com 4,02 metros de comprimento, 2,52 metros de entre-eixos, 1,92 metros de largura (com retrovisores) e 1,45 metros de altura. Vale lembrar que suas vendas estão previstas para 2016.

Com layout otimizado e várias tecnologias para diminuir o peso do carro, o novo Suzuki Baleno atenderá aos rigorosos padrões de tamanho e peso para carros compactos com leveza e elegância.

Com mais de 100 anos de história, a Suzuki ocupa o posto de 4ª maior fabricante de automóveis no Japão e a 9ª maior do mundo por volume de produção, já tendo atingido a marca de 50 milhões de carros vendidos em 201 países.

Para você que é amante de carros e gosta do assunto, vale a pena saber mais sobre esse lançamento tão esperado que combina tecnologia e inovação com iniciativas sustentáveis que garantem economia, boa performance e bom desempenho nas ruas.

Mais informações sobre o novo Suzuki Baleno serão divulgadas durante a Frankfurt Motor, que acontecerá dia 15 de Setembro.

Por Beatriz Duarte


Novo Suzuki Grand Vitara 4Sport é lançado no Brasil


Versão especial do veículo chega com pequenas novidades e custa cerca de R$ 104 mil.

A empresa fabricante de veículos automotores Suzuki fez o lançamento oficial no Brasil de uma novíssima versão do Grand Vitara, esta nova versão tem um perfil totalmente aventureiro e foi batizada com o nome de 4Sport, essa versão contará com uma nova suspensão que foi projetada para ser ainda mais robusta.

O visual deste veículo traz uma pintura na cor grafite fosca no contorno da parte de baixo da carroceria e rodas. Há também a presença de adesivos  exclusivos desta versão nas portas. Inicialmente a fabricante já anunciou que irá comercializar este veículo apenas em duas cores, sendo estas prata e branco.

No interior deste carro a única novidade inserida foi o novo volante, que é totalmente revestido em couro e apresenta costuras feitas na cor grafite.

O novo Grand Vitara 4Sport foi equipado com o sistema de tração 4X4 e acabou ganhando um novo conjunto de suspensão, que será composto por molas, pneus e amortecedores ATR, o que dará a este carro a capacidade de vencer mais facilmente os trechos e os obstáculos que forem ser enfrentados.

Já com relação à motorização, a fabricante optou por manter o mesmo propulsor que é o 2.0 16V, o qual tem a capacidade de gerar uma potência máxima de 140 cavalos e um torque de 18,7 Kgfm. O motor trabalhará juntamente com um câmbio de cinco marchas manual ou automático, porém, com quatro marchas.

O preço de comercialização do Grand Vitara 4Sport 4X4MT nas concessionárias da Suzuki será de R$ 104.990, por outro lado, em termos de comparação, o Grand Vitara nas suas versões convencionais é comercializado com preços a partir de R$ 78.990 e que vão até o máximo de R$ 105.990.

O lançamento desta nova versão do Grand Vitara pela Suzuki tem a finalidade de chamar a atenção dos consumidores, bem como o de dar uma aumentada no número de venda deste veículo aqui no país.

Por Adriano Oliveira


Novo Suzuki SX4 S-Cross – Preço e Lançamento


Suzuki lança Novo SX4 S-Cross no Brasil. Carro chegará às concessionárias por R$ 74.900 e irá concorrer com o Honda CR-V.

Nesta semana, a Suzuki lançou o seu novo crossover SX4 S-Cross. O veículo chega às concessionárias para concorrer diretamente com o Honda HR-V, que foi lançado no início deste mês de abril e que está sendo um tremendo sucesso de vendas.

O principal diferencial do Suzuki SX4 S-Cross é a presença de tração 4X4 em parte das versões do carro, coisa que não existe no Honda HR-V e Peugeot 2008. Apesar disso, um carro deve dar trabalho ao novo Suzuki é o Renault Duster, que além de ser maior, também possui tração 4×4.

O Suzuki SX4 S-Cross será vendido em quatro versões diferentes: 2WD MT GL, 2WD CVT GLX, 4WD CVT GLX e 4WD CVT GLS.

O SX4 S-Cross 2WD MT GL é a versão de entrada do veículo. Ela custa R$ 74.900 e conta com ar condicionado, câmbio manual de cinco marchas, sistema multimídia com bluetooth, tração dianteira 4×2, rodas de liga leve aro 16, freios  com ABS, EBD, BAS e BOS, controle de tração, controle de estabilidade, bancos com Isofix para cadeirinhas, assistente em rampas, airbag, cintos com pré-tencionador, entre outros itens.

Já o SX4 S-Cross 2WD CVT GLX custa R$ 88.900 e vem equipado com tração 4×2, bancos com revestimento de tecido, rodas de aro 17, câmbio automático CVT, aletas de troca de marchas no volante e ar condicionado digital.

Com relação ao S-Cross 4WD CVT GLX, ele custa R$ 95.900 e vem com tração integral, selecionador de modo de condução, bloqueiro do diferencial, além de revestimento em couro branco nas portas e bancos.

Por fim, o S-Cross 4WD CVT GLS é a versão top de linha do veículo. Ele custa R$ 105.900 e vem com tração 4WD, câmbio automático CVT, faróis com facho bi-xênon e pontos de LED para iluminação diurna, rodas de aro 17, teto solar elétrico com dupla abertura, além de sistema multimídia touchscreen de 8 polegadas e sistema operacional Android, capaz de se conectar com smartphones (por wi-fi) e realizar download de aplicativos. Um detalhe importante de se mencionar é que esta versão possibilita ainda que o usuário personalize a carroceria e o teto do carro com cores diferentes, este serviço custa R$ 1.000 além do preço do carro.

Recall de Veículo:

Nesta semana, a Suzuki também anunciou que irá realizar um recall de mais de 2 milhões de veículos. O problema é que foi constatado um problema na chave de ignição de alguns veículos produzidos entre 1998 e 2009. Este problema abrange modelos vendidos no Japão (principalmente), Austrália e no Mercado Europeu. A empresa aproveitou para salientar que não houve registro de acidentes por causa deste problema.

Fotos: Murilo Mattos/Divulgação


Suzuki SX4 – Segunda geração chega em maio


O modelo chegará com um visual renovado e o seu preço ficará entre R$ 70 mil a R$ 80 mil.

A Suzuki definiu para maio o início do S-Cross, sendo a segunda geração do SX4. Mais semelhante com um jipinho, como também um design completamente renovado, S-Cross é maior em relação ao seu antecedente. Ele possui 4,30 metros de comprimento e 2,60 m de entre-eixos, enquanto o SX4 tem 4,12 m e 2,50 m. Outra alteração está presente sob o capô. É retirado o 2.0 litros de 145 cv e passa a ter 1.6 litro 16V de 120 cv e 15,5 kgfm de torque. O câmbio CVT com sete velocidades também substituem a antiga automática. A empresa não informa valores, entretanto, é possível que o S-Cross seja recebido com preços entre R$ 70 mil e R$ 80 mil.

A Suzuki também divulgou recentemente o IK-2, que é um hatch compacto, que poderá ser disponibilizado no próximo ano na Europa. Com visual “fluido, o modelo possui um visual, quase que igual e linhas suaves. De acordo como a empresa, o visual do veículo tem o objetivo de possuir uma carroceria que forneça privilégio para a segurança e estabilidade do veículo.

Possuindo motor turbo 1.0, com injeção direta com base na gasolina, as informações de potência e torque não foram reveladas. Entretanto, as medidas do Suzuki Ik-2 foram anunciadas, onde ele terá 4,02 metros de comprimento, 1,45 metros de altura, 1,92 metros de largura e 2,52 metros de entre-eixos.

O modelo também inicia uma nova geração de plataforma mais rígida e leve, como também a melhora das concepções de carros globais. O efeito, de acordo com a empresa, é o aprimoramento na eficácia de consumo de combustível, dirigibilidade, segurança, conforto acústico e estabilidade.

A Suzuki irá empenhar na produção, diminuindo as quatro plataformas presentes para três e modularizando itens funcionais. Isto irá possibilitar a disponibilização de veículos novos de um modo eficaz, que poderá ser ajustado de modo mais veloz segundo a necessidade do mercado.

Felipe Couto de Oliveira


Suzuki Alto Turbo RS – Lançamento e Novidades


Suzuki apresenta Novo Alto Turbo RS. Nova versão do carro traz mais esportividade ao modelo.

No ramo de “carros K” do Japão, com suas limitações atrativas no tamanho, cilindrada e potência, a Suzuki disponibiliza uma versão de apelo esportivo para o seu modelo Alto. A versão foi chamada de Turbo RS. O modelo tem rodas pretas de 15 polegadas, saias laterais e especificações no para-choque, além de cor idêntica adotada nos retrovisores, defletor traseiro e faixas laterais.

O motor de 660 cm³ (máxima cilindrada para um veículo K) e três cilindros com turbo possibilita uma potência de até 64 cv e torque de 10 mkgf. O consumo do veículo é de 25,6 km/l quando utilizado gasolina. A versão possui ainda comandos no volante para a alteração da velocidade da transmissão, freios mais eficazes e suspensão recalibrada. O modelo tem o peso de 670 kg com tração dianteira e 720 kg com a integral.

A Suzuki divulgou dois conceitos no Salão de Genebra, sendo os hatches IK-2 e IM-4. Este conceito apresentado apenas mostrava a receita comum dos carros, com faróis elegantes e grandes rodas. O visual parece finalizado para a entrada na fabricação.

O IK-2 será direcionado para o continente europeu, local onde predominam o Volkswagen Polo, o Ford Fiesta, o Opel Corsa, entre outros. O veículo foi produzido em uma nova plataforma e possui motor turbo a gasolina de 1,0 litro com injeção direta, chamado pela Suzuki como Boosterjet. No momento que for recebido nas ruas, também terá alternativa híbrida. O exterior possui linhas comuns, entretanto, de bom agrado, com cantos arredondados e vincos fortes. As rodas tratam-se de 18 polegadas.

Já o IM-4 trata-se de um pequeno 4×4 com motor 1,2 litro e propulsão híbrida. A espessa coluna de trás com três frisos recorda modelos anteriores da empresa. A parte lateral limpa com chapas elevadas, junto com as janelas reduzidas, possibilitam a verificação de que o veículo é elevado.

Felipe Couto de Oliveira