Novo Audi A3 Sedan Flex será lançado no Brasil no 2º Semestre


Audi também será beneficiada com a modernização da fábrica da Volkswagen (detentora da marca) em São José dos Pinhais (PR). O primeiro modelo produzido lá será o A3 Sedan, a partir da metade do ano de 2015. Apesar da recusa de alguns engenheiros alemães, a empresa irá fabricar o modelo com a justificativa de melhorar a sua atuação no mercado, diz uma fonte ligada à empresa.

O A3 Sedan terá uma diferença básica em relação ao modelo presente no mercado, que atualmente vem importado da Hungria. A novidade é o motor bicombustível. A partir do segundo semestre, o modelo produzido chegará ao mercado nacional, juntamente com o novo Golf brasileiro. A nova plataforma permite que outros modelos, como o futuro Jetta nacional, também seja produzido na unidade. Atualmente esses modelos são importados do México, devido à tributação menor que os vindos da Alemanha.

Vale ressaltar que tanto os carros Audi quanto Volks virão equipados com o mesmo motor flex TSI de 1,4 litro, com turbo e injeção direta de combustível, o chamado turboflex. Com isso, os veículos poderão atender as necessidades do público daqui, contudo, essa mesma demanda contraria os engenheiros da Audi. Isso porque a marca precisa oferecer modelos flex mesmo com estes não apresentando ganhos práticos.

O A3 Sedan 1.4, que será produzido no Paraná, gerará até 122 cv de potência (a 5.000 rpm) e torque de 20,39 kgfm (linear entre 1.500 e 4.000 giros). O modelo manterá as principais características, como o sistema start/stop (que faz o motor parar de funcionar em paradas rápidas) e o de regeneração de energia (Kers), atuante em frenagens, por exemplo. Além delas, o modelo continuará com o conjunto do câmbio S-tronic, com dupla embreagem e sete marchas.

A unidade de São José dos Pinhais também produzirá o Audi Q3 nacional, SUV compacto da marca, contudo, está previsto somente em 2016.

Ana Rosa Martins Rocha