Novidades e Preço do Novo Renault Sandero 2015


A Renault está conseguindo lançar carros diferenciados nos últimos anos. A marca está aliando preço razoável, com espaço interno e robustez. Até que alguns ainda reclamam que os veículos não desempenham um papel tão bom ou que o visual não conquista, mas acabam se apegando a marca pelas outras qualidades que oferece e pelo custo/benefício.

Com as mudanças que a Renault fez e os benefĩcios oferecidos, a marca até conseguiu chegar ao quinto lugar no ranking nacional brasileiro, mas isso durou pouco. Em 2013 os veículos diminuíram de tamanho e as outras marcas trataram de investir nisso. Além disso, a Renault decidiu que algumas reclamações de clientes poderiam ter razão: então investiu mais em design e conforto. Pensando nisso a empresa lançou o Novo Sandero, que chegou às vendas em julho passado. O modelo ganhou mais sofisticação em sua segunda geração, um design mais trabalhado e mais equipamentos.

A Renault deixou bem claro que cansou de ser uma empresa com imagem de eficiente, mas “sem sal”. O novo Sandero foi escolhido para ser o modelo de entrada para a mudança. A marca quer atender os pedidos dos consumidores que, segundo ela, “está cada vez mais exigente”.

Se for comparar a nova geração com a versão sedã (o Logan), não há muitas diferenças. Agora em comparação com a primeira versão de Sandero a coisa muda. Percebemos muitas novidades no para-lamas e na coluna traseira. Por dentro o carro demonstra que teve mais cuidados em sua fabricação. O painel tem um design melhor, uma aparência mais agradável e uma troca de materiais que valorizam o modelo. A versão mais cara do veículo ainda possui bancos com relevo, cromado ao redor dos avisos do painel e um console mais brilhante.

O espaço interno do modelo continua agradando a todos. A melhoria ficou na suspensão, parte de algumas reclamações de consumidores. Ela passou a ser montada com mais dedicação, num subchassi na dianteira, que diminui os barulhos e trepidações. Em estrada de chão o carro mostrou mais conforto e segurança. Os freios também tiveram melhorias: antes, quando estávamos a 80 km/,h o carro demorava 32,8 metros para parar totalmente, agora a demora diminuiu para 28,2 metros.

A empresa também resolveu melhorar a parte elétrica da nova geração Sandero. Adotou o piloto automático igual ao do Fluence, que controla a velocidade e a adição de uma área com indicador que demonstra o momento da troca de marchas. O cliente tem a opção de modelo com ar-condicionado automático e central de multimídia. O lançamento da versão 2015 ainda conta com mais opções: GPS, câmera de ré, telefone e som. A nova central, que se chama Media Nav 1.2, vem com duas novidades que surpreendem: o Eco-Coaching (que regula o motorista para que ele dirija de forma econômica) e a versão Eco-Scoring (que dá pontos ao motorista que consumir menos na sua jornada).

O modelo terá as versões Authentique 1.0, Expression 1.0, Expression 1.6 e Dynamique 1.6. A primeira e mais simples versão está cotada para sair por R$ 32 000 e a versão mais completa e mais potente, a Dynamique 1.6, sai por R$ 48 000.

Renault Sandero 2015

Por Carolina Costa