Renault Kwid


Apesar de todas as dificuldades encontradas no mercado automobilístico, o setor de carros, em especial os de pequeno porte e aqueles modelos de entrada continuam aquecidos.

A bem pouco tempo tivemos o lançamento do Fiat Mobi que tecnicamente (e curiosamente) tem sido chamado popularmente como o “irmão mais novo ou menor do Uno”. Depois disso, nesta segunda semana do mês de abril o mesmo seguimento que se encontra com a sorte de se manter aquecido vai ter mais uma novidade.

Para fazer parte da gama o setor irá receber o Renault Kwid. Basicamente esse modelo é o substituto de um velho conhecido: O Clio.

Tudo bem que muitos meios de comunicação tem noticiado alguns detalhes sobre o tal “carrinho”. Porém, ele ainda está na fase de um “completo estranho” nas ruas. Pelo bem da verdade ele aparece de vez em quando em algumas regiões do país. Mas mesmo assim, na grande parte das vezes está camuflado.

E o que mais a Renault anda aprontando? Bom, recentemente ela apresentou na região de Chennai, na Índia, a esperada versão de produção do Kwid. Em termos mais técnicos para entender um pouco do carro estamos falando de um crossover subcompacto. O carro, por sua vez, será fabricado com o mesmo processo de fabricação de multiplataforma presentes em modelos como o Laguna (da própria Renault), Scenic, Espace, Redi-Go, X-Trail e Qashqai entre outros.

De acordo com algumas informações divulgadas por fontes que são ligadas à marca, o Kwid será, de novo, a estrela do Salão de São Paulo. A principal diferença é que desta vez o carro dará o ar de sua graça em sua versão de produção. Para quem não se recorda, lá em 2014, o que foi apresentado foi um conceito que tinha o mesmo nome e que ainda assim foi destaque no evento junto com outros “nomes” como o protótipo Oroch que acabou impulsionando o lançamento da picape Duster Oroch.

 

Ainda de acordo com fontes ligadas a fabricante o Kwid será o primeiro modelo da Renault a contar com um motor de três cilindros. A título de curiosidade esse é o mesmo bloco que é usado no Versa e pelo grupo Renault-Nissan no March que são produzidos na unidade de Resende no Rio de Janeiro. Por fim, teremos um câmbio manual que contará com cinco marchas. Agora resta saber quando o preço desse “menino” será divulgado para os consumidores brasileiros.

Por Denisson Soares.


Renault Duster Dakar – SUV ganha Nova Versão Especial


Picape possui visual exclusivo e diversos itens de série.

A Renault lançará este ano um novo modelo em homenagem ao mais famoso rally do mundo. Trata-se da Duster Dakar, uma SUV da linha Dynamique. O veículo será apresentado nas versões 1.6 16v com 5 marchas manuais e 2.0 16v com 6 marchas também manuais, com tração 4×4.

A primeira opção conta com 110 cv, pode alcançar 160 km/h e tem um porta malas com capacidade para 475 litros. Já a segunda opção tem 143 cv, possui um porta malas de 400 litros (já que possui suspensão traseira Multimilk, que diminui o espaço) e pode alcançar 187 km/h.

O símbolo do modelo estará estampado nas portas, no volante e nos bancos, além de um adesivo nas portas traseiras de um mapa estilizado.

A Renault tem como grande concorrente a Ford EcoEsport, que para 2016 também apresentará novidades nos novos modelos, tentando superar a nova Duster em vendas. Porém, será uma missão difícil, já que o Renault Duster até o momento e superior em vendas na categoria SUV.

Para manter suas vendas em alto e superar a crise que afeta o pais, a Dakar terá novidades para atrair compradores. Uma dessas novidades são as rodas de liga leve com aro 16”, além do acabamento diamantado e em cores preto-brilhante.

Já no seu interior, mais uma vez a Renault deixa um pouco a desejar na linha SUV, que com terminações simples e não tem nenhuma novidade visual no painel. O modelo conta com ar condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos nas quatro portas, sensor de estacionamento, retrovisores elétricos, duas tomadas de 12v, farol de neblina, volante com regulagem de altura, quatro alto-falantes e freios ABS.

Como opcional terá os bancos parcialmente revestidos em couro e alargadores para o para-lamas como acessório.

No que se trata de tecnologia, a Dakar será equipada com uma tela de 7 polegadas conectada à Media Nav Evolution, além de conexão de GPS com informações de trânsito.

Santiago Matheus Leal Pereda


Renault Duster Oroch – Início das Vendas e Preço no Brasil


Nova picape de médio porte chega às concessionárias custando R$ 62.290.

A nova picape Duster Oroch foi lançada no mercado pela Renault, com valor a partir de R$ 62.290. O veículo é uma aposta no mercado, já que se trata de uma picape de meio-porte, fazendo competência a outros modelos já conhecidos pelos brasileiros como o Strada e a Saveiro.

Com motores de 1.6 ou 2.0, a picape tem uma capacidade de 650 quilos. A primeira opção com cinco marchas tem uma potência de 115 cv, podendo alcançar 160 km/h, sendo que deixa um pouco a desejar no seu desenvolvimento em áreas rurais ou urbanas, já que ao carregar peso exige uma troca maior de marchas. Já a segunda opção tem seis marchas com potência de 140 cv, podendo alcançar 180 km/h, tendo um bom desenvolvimento independente do peso que está sendo carregado. Ambos os modelos possuem marchas manuais e tração somente dianteira (de 4×2). Porém modelos futuros serão lançados com tração 4×4 e marchas automáticas.

Superando as expectativas, a picape apresenta um espaço interno de SUV, similar ao Duster, com capacidade para cinco pessoas, com bom espaço interno, sem perder a capacidade de carga, com uma caçamba de 2m de diagonal, sendo um ponto positivo, já que modelos como a Fiat Strada, perderam o espaço da caçamba e mesmo assim os bancos traseiros não são muito espaçosos.

Outro ponto positivo é a tecnologia interna e externa. O modelo Renault Duster Oroch Expression 1.6 vem equipado com direção hidráulica, ar-condicionado analógico, travas e vidros elétricos nas quatro portas, além de rodas de liga leve com aro 16 e freios ABS. Tendo como opções os faróis de neblina e retrovisores elétricos.

Com maiores opções o modelo Dynamique, também com motor 1.6, apresenta também computador a bordo, controle de velocidade com piloto automático, sensor de estacionamento, indicador de temperatura externa, duas tomadas de 12 v e faróis de neblina.

Adrian França Lohmann


Renault Alaskan – Lançamento da Nova Picape no Brasil


Picape chegará ao país no próximo ano e passará a ser fabricada na Argentina em 2018.

No ínicio do mês de outubro foi apresentado em forma de conceito a picape Alaskan, que tem previsão para ser vendida no Brasil. Isso de acordo com informações do diretor de marketing da fabricante no país, Bruno Hohmann, no encontro de lançamento do Sandero R.S.

O modelo Alaskan vai ter o mesmo design da nova Nissan Frontier N 300 de fabricação argentina. A expectativa é do modelo começar a ser produzido no início do ano de 2016. E os países escolhidos para essa produção serão a Argentina, França e Marrocos. Isso porque são nesses países que a marca Renault mantêm filiais fabris com estrutura para produzir carros com o perfil do Alaskan.

Segundo o diretor de Marketing da Renault no Brasil, o carro será feito na Argentina em 2018, junto com as outras picapes da nova base Daimler-Nissan, mas será importado de outro mercado a partir 2016.

A Renault, que é a fabricante do Alaskan, já esclareceu que o veículo será de dimensão bem maior que a picape Oroch, essa que será lançada ainda este mês.

Apesar de alguns esclarecimentos sobre a produção e o lançamento da picape Alaskan, até o momento não foi divulgado o tamanho total da picape. No momento foi divulgado apenas as dimensões das rodas, que terão 21 polegadas. Apesar disso, a Renault acredita que o lançamento da picape Alaskan no país será sucesso total entre os consumidores da categoria. Não bastasse isso, a Renault acredita no maior desempenho em relação as picapes já distribuídas pela empresa no Brasil. Esse lançamento é um dos mais aguardados no próximo ano de 2016. A Renault aposta em um lançamento de grande estilo.

Para os interessado em saber mais informações sobre o lançamento da picape Alaskan no país, basta acessar o endereço eletrônico da Renault no Brasil: www.renault.com.br.

Stephanie Rodrigues do Nascimento


Renault Duster Oroch – Lançamento e Preço


Novo veículo inaugura novo segmento de picapes e custará entre R$ 62 mil e R$ 70 mil.

A última segunda-feira (28) foi dia de lançamento para a montadora Renault. A montadora lançou a sua primeira picape, a Duster Oroch. Com isso, a empresa entra para o segmento das picapes compactas e médias (ou seria "quase média" ?).

O fato é que a marca inaugura esse segmento. Para que o leitor tenha uma ideia, não é uma picape compacta como a Fiat Strada e nem média como a Chevrolet S10. Apesar de estar entrando sozinha nesse segmento, logo logo ela ganhará uma concorrente direta: a Fiat entrará no mercado com uma "quase média" já no início de 2016.

A Oroch é fabricada e São José dos Pinhais (PR) e custará entre R$ 62.290,00 e R$ 70.790,00. Tem três versões com cabine dupla e motores 1.6 ou 2.0: a Expression 1.6 (com 5 marchas), a Dynamique 1.6 (também com câmbio 5 marchas) e a Dynamique 2.0 (com câmbio 6 marchas). Não tem câmbio automático como opção.

A Oroch é derivada do SUV da marca, o Duster, por isso o nome Duster Oroch. É parecida com o SUV e tem a mesma largura (1,56 m), mas é  1 cm mais baixa que o SUV, tendo 1,62 m de altura. O comprimento difere bastante, a Oroch é 30 cm mais comprida, assim como a distância entre-eixos é maior que a do SUV, com 15 cm a mais.

A caçamba do Orock é livre para uso, pois o estepe fica embaixo da parte traseira. Com as medidas de 683 litros, 1,17m de largura e 1,35m de profundidade, a Oroch tem capacidade para transportar até 650 kg, incluindo os ocupantes do veículo. Como comparação, a Strada tem capacidade para 400 kg e a S10 para 944 kg. A capota marítima pode ser instalada direto de fábrica. O motor 1.6 oferece 115 cavalos e o motor 2.0 oferece 148 cavalos de potência.

A Oroch não tem a opção com tração 4×4, apenas dianteira. A suspensão traseira traz a promessa de estabilidade independente do piso, menor nível de ruído e maior conforto. Tem garantia de fábrica de 3 anos ou de 100 mil km rodados.

Elia Macedo


Promoção da Renault oferece Bônus na Troca do Carro


Festival Taxa Zero Renault oferece bônus na troca do carro e parcelamento sem juros. Promoção vai até o dia 02 de outubro.

A Renault está realizando o Festival Taxa Zero, no qual apresenta a promoção que oferece um bônus na troca do seu carro usado.

O que seria exatamente isso?

Esse Festival Taxa Zero é na realidade um pacote cheio de vantagens para o consumidor ao adquirir um dos veículos do tipo zero quilômetro da marca, ou seja, nessa promoção o carro é financiado em 12, 18, 24, 36, 48 ou em até 60 parcelas.

Pode passar pela sua cabeça, mas parcelamento para pagar durante qualquer um desses períodos não tem diferença nenhuma com relação as demais concessionárias?

Sim, você pode mesmo ir em qualquer tipo de concessionária, independente da marca e fazer o seu parcelamento para pagar de 1 até 5 anos, mas precisamente nessa promoção o consumidor ainda tem a possibilidade de adquirir o seu carro com uma taxa de exatamente 0% de juros!

Com isso, ainda tem o fato de que o consumidor ao mesmo tempo ganha um bônus, referente a troca pelo seu veículo usado que pode alcançar a cifra de até R$ 4.000,00, ou seja, para o modelo Renault Clio esse bônus fica no valor de R$ 400,00, enquanto que para o modelo Sandero 1.6 o bônus é de R$ 700,00 e para o Sandero 1.0 esse bônus sai por R$ 1.200,00.

Outros modelos como o Logan 1.6 tem um bônus de R$ 500,00, o Logan 1.0 conta com um bônus no valor de R$ 1.800,00 e o Fluence consegue alcançar uma faixa que vai de R$ 3.850,00 até no máximo R$ 4.700,00, dependendo da versão.

Onde ocorre essa promoção? Quais os endereços? Qual a validade? Quais os carros podem ser adquiridos?

Essa promoção tem a duração até o próximo dia 02 de Outubro de 2015, com um valor mínimo de R$ 14.990,00 e a validade é para toda a rede de concessionárias que existe no território brasileiro. Com relação aos modelos que podem ser contemplados, temos uma vasta referência onde podemos citar modelos como o Duster Expression na sua versão 1.6, o Logan e ainda o Sandero Autentique 1.0.

Para saber mais informações acesse o endereço www.renault.com.br e conheça mais informações sobre os modelos e locais que estão participando da promoção.

Por Fernanda de Godoi


Renault Alaskan – Apresentação da Nova Picape


Nova picape da Renault deverá ser apresentada este mês durante o Salão de Frankfurt 2015.

A Renault resolveu ousar quando o assunto é competir no mercado de picapes. Seu mais novo projeto, objetivando chamar a atenção de quem gosta de dirigir uma picape por ver nela beleza e praticidade, chama-se Renault Alaskan, um carro que promete surpreender a todos que querem algo muito além de tudo já visto até hoje.

A Renault está orgulhosa com o lançamento da sua mais nova picape média, que por enquanto só poderá ser vista no Salão do Automóvel em Frankfurt, na Alemanha, programado para acontecer ainda nesse mês de setembro de 2015, mais precisamente no dia 15.

No entanto, as imagens da máquina dão uma noção do que em breve está para chegar em todas as concessionárias autorizadas Renault no Brasil e no mundo.

Vamos conhecer o que faz desse carro tão interessante e esperado? Primeiro o fato do seu modelo ser robusto, com uma parte frontal de um comprimento bastante significativo, com faróis em LED de design inovador. A inovação também pode ser constatada no desenho dos retrovisores e nas gigantescas rodas de 21 polegadas. A sua versão cabine dupla e com um suporte no teto do carro dá ao Renault Alaskan não apenas seriedade como também ares esportivos, uma combinação perfeita para quem deseja um carro para todos os momentos.

Na parte traseira, a cabine tem uma considerável extensão, uma ótima opção para quem gosta de um bom porta-malas que caiba todo material necessário para uma boa aventura.

Respeitando o estilo dos motoristas, a Renault fez questão de elaborar modelos diferenciadas do Renault Alaskan, por isso, quem quiser comprar o seu vai encontrar nas lojas Renault as versões com motores flex, movido a diesel, twin turbo 1.6 de até 115 cv ou a versão 2.0 de até 148 cv, com tração 4×4 ou 4×2. Na parte do câmbio, o carro vai oferecer também as opções de câmbio manual de cinco ou seis marchas.

Não se poderia ocultar as informações de que o Alaskam também terá vidros elétricos, ar condicionado, travas elétricas, airbag, direção hidráulica, entre outros confortos que todo motorista aprecia em um bom carro.

Ainda não há informações sobre o valor final do Renault Alaskan, porém, essa e outras informações sobre ele poderão ser obtidas em breve no site www.renault.com.br. É só acessar e saber mais sobre o Alaskam, seus preços e formas de pagamento.

Por Michelle de Oliveira


Novo Renault Talisman – Lançamento e Novo Teaser do Carro


Novo sedã de luxo da Renault irá substituir os modelos Latitude e Laguna.

A Renault apresentou dois novos teasers para o modelo Talisman, veículo que entrará no lugar do Latitude e Laguna. O lançamento oficial do carro acontecerá no dia 06 de julho. Primeiro foi um vídeo-teaser divulgado, o qual mostra que o Talisman chegará com um design diferenciado.

Nas imagens, você observa que há detalhes de acabamento em madeira, uma dianteira mais forte e com uma barra cromada na grade, bancos com revestimento em couro perfurado, rodas de liga leve agora em dois tons, capô esculpido, lanternas modernizadas e head-up display.

De forma oficial, a Renault ainda não aponta de maneira concreta as novidades do Talisman. O seu nome também não é nenhuma novidade. No Salão de Frankfurt de 2001, a Renault já tinha apresentado um veículo com a nomenclatura Talisman. Esse nome também é utilizado no Renault Samsung SM7, que é vendido na China.

A estrutura a ser utilizada para o modelo 2016 do Talisman será a CMF, que tem coprodução feita junto a Nissan. A expectativa é que o modelo seja maior que o Laguna. Algumas novidades que foram apresentadas pela imprensa no mundo, é que o veículo terá faróis Full Led como opcionais. Entre outros itens, o carro também contar com um sistema que reconhece sinais de trânsito, controle de cruzeiro adaptativo e assistente de estacionamento semiautomático.

O modelo Renault Talisman 2016 terá a sua fabricação sendo feita na França, na planta de Georges Besse, na cidade de Douai.

O segundo teaser:

A segunda apresentação de detalhes da Renault para o modelo Talisman aconteceu no dia 01 de julho, quando a empresa da França lançou na rede uma imagem do controle do sistema multimídia, o R-Link 2. Na foto, podemos ver um botão rotativo, semelhante ao que aparece no Espace.

Para saber novos detalhes do Renault Talisman de maneira completa, teremos que esperar até o dia 06 de julho, quando o modelo chegará oficialmente na Europa. Ele deve bater de frente com o Skoda Superb, Volkswagen Passat e o Ford Mondeo. 


Renault Clio perde estrelas no Teste de Segurança Latin NCAP


Latin NCAP retira três estrelas do Teste de Segurança do Renault Clio devido ao veículo não possuir airbag em seu modelo básico na Colômbia.

O veículo Renault Clio perdeu três estrelas no quesito segurança e com esta perda de estrelas o carro ficou com o conceito zero estrela no quesito proteção para adultos. Essa mensuração foi feita pelo Programa de Avaliação de Carros Novos da América Latina e Caribe (Latin NCAP).

Essa medida foi tomada após o os membros deste programa terem feito a constatação de que o veículo Renault Clio que é comercializado na Colômbia não possui sequer airbags na sua versão mais básica.

Aqui no Brasil não temos mais este tipo de problema, uma vez que o Governo Federal já resolveu o assunto com a publicação de uma legislação em que prevê o airbag como um item de segurança obrigatório e que deve vir de fábrica em todos os veículos comercializados no país.

Essa notícia para os consumidores brasileiros não terá muito impacto, mas o que irá mudar é fato de que a empresa, mesmo aqui no Brasil, não poderá mais fazer anúncios constando que o Clio é um veículo que obteve as três estrelas nas avaliações do Latin NCAP.

Essa não foi a primeira vez que o Clio obteve nota zero estrela, no ano de 2013 ele também obteve este mesmo conceito, pois lançou uma versão sem nenhum airbag para os ocupantes. Todavia, após a divulgação dos testes de colisão, a Renault, fabricante do Clio, se comprometeu a realizar modificações nos veículos que seriam comercializados, fazendo a inserção de airbags para os motoristas e seus acompanhantes na parte da frente, na época a empresa divulgou que este seria o padrão para os veículos comercializados na América Latina, sendo que por este motivo o veículo foi novamente avaliado pelo Latin NCAP e conseguiu reaver as suas três estrelas.

Agora, do mesmo modo como foi feito no ano de 2013, a Renault, após tomar conhecimento do rebaixamento que foi feito com relação ao modelo do Clio que estava sendo comercializado na Colômbia sem airbags, a empresa, através de uma nota oficial, se comprometeu a fazer a inclusão dos airbags de motoristas e acompanhante, a partir do mês de fevereiro do ano de 2016.

O certo é que, por enquanto, até a regularização desta situação desagradável, o Renault Clio ficará com a classificação zero estrelas no quesito proteção dos ocupantes adultos em toda a América Latina.

Por Adriano Oliveira


Novo Renault Sandero RS com motor 2.0


Novo carro deverá chegar às concessionárias em setembro deste ano e custará cerca de R$ 60 mil.

Após ter aparecido por diversas vezes em aparições surpresas aqui no Brasil, finalmente a fabricante de veículos Renault resolveu, na última quinta-feira, dia 18 de junho de 2015, revelar de vez o veículo Sandero modelo RS. Este veículo foi revelado durante o transcorrer do Salão do Automóvel de Buenos Aires, justamente ao lado da média picape da marca, a Duster Oroch.

Este primeiro modelo da linha Renault Sports foi fabricado fora do Continente Europeu. O veículo será produzido com um propulsor flex 2.0, o qual tem a capacidade de render uma potência máxima de 150 cavalos quando abastecido com etanol, o câmbio utilizado será o manual de 6 marchas.

Neste modelo os proprietários poderão contar com a tecnologia do controle eletrônico de estabilidade (ESP), dessa vez com opção esportiva, além de novas regulagens de direção e suspenção, bem como freio a disco nas quatro rodas.

Este novo Sandero RS será fabricado na unidade de São José dos Pinhais, no estado do Paraná. Segundo as expectativas da empresa, o lançamento desse veículo irá deixar para trás as versões que foram afetadas pelo “raio esportivador”, tais como o Fiesta Sport, o Onix Effect, o Fox Pepper e o HB20 Spicy.

As notícias dos bastidores da fabricante dão conta de que o Sandero R.S. deverá ser comercializado aqui no Brasil por cerca de R$ 60.000, valor este que está bem abaixo da maioria dos hatches esportivos que serão concorrentes deste modelo no segmento, tais como o Punto T-Jet e o Bravo, ambos fabricados pela Fiat.

O certo é que este veículo nada mais é do que uma versão mais apimentada do hatch, inclusive a produção dele já começou a todo vapor no estado do Paraná, sendo que algumas pessoas já tiveram até mesmo a oportunidade de vê-lo em testes aqui no país. A Renault já adiantou que a sua intenção é iniciar a comercialização deste veículo nas concessionárias de todo o Brasil ainda no mês de setembro deste ano.

Por Adriano Oliveira


Renault Duster Oroch – Lançamento da Nova Picape no Brasil


Novo Renault Duster Oroch chega ao Brasil prometendo agitar o mercado de picapes. Novo veículo possui motor 2.0 flex e custará R$ 70 mil.

Não é novidade para ninguém que há algum tempo o conceito SUV dominou os cinco continentes do Mundo. Por consequência, o conceito de picape acabou sendo abandonado pela maioria das montadoras do mundo.

A Renault Oroch veio para inovar o conceito de Picape. Baseado na Duster, ela promete inovar e mostrar ao mercado a força que as Picapes têm e pretende dominar o mercado brasileiro, haja vista que a Duster ainda está fazendo grande sucesso nas Terras Tupiniquins.

O que muito também agrada os brasileiros é o fato de que a Picape deve chegar ao país por volta de Outubro de 2015 e deve sair por um preço mais em conta ao bolso do consumidor brasileiro. Segundo informações da própria montadora francesa, a Renault Oroch deve custar um preço médio de R$ 70.000,00.

É bom lembrarmos que durante o Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado, o Renault Duster Oroch já era promessa de vendas certas no Brasil.

Quase um ano depois, essa promessa se consolida e o Renault Duster Oroch chega ao mercado brasileiro com um motor flex 2.0 com 150 cv de potência máxima. Convenhamos, apesar de ser um motor 2.0, acaba sendo um pouco fraco, haja vista o tamanho e dimensões do carro.

O Renault Duster Oroch será produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR) e por isso chega ao mercado Brasileiro com um preço mais em conta do que o convencional.

O Renault Duster Oroch é a única Picape do Brasil baseada em um SUV compacto. Devido ao fato da exclusividade desse perfil e pela grande aceitação do SUV Duster no mercado, o Renault Duster Oroch promete fazer grande sucesso entre os apaixonados por picapes. Bom preço, carro nacional e pensado estrategicamente para agradar os mais exigentes consumidores. Com certeza, o Renault Duster Oroch agradará os consumidores. Aguardemos e será possível analisar os impactos desse carro no mercado brasileiro.

Daniel Alves


Preço do Renault Fluence cai no Brasil


Renault reduz o preço no Novo Fluence no Brasil. Modelo agora custa a partir de R$ 65.990.

A consolidação do mercado automotivo brasileiro trouxe uma grande concorrência entre as montadoras que aqui atuam. Além disso, as montadoras também vêm enfrentando um problema extra em 2015: a atual situação econômica do país. Dessa forma, 2015 está registrando baixas quanto ao número de automóveis vendidos. A única saída é justamente a diminuição dos preços, ou seja, um ajuste na tabela de preços oficiais. A Renault, por exemplo, anunciou novos preços para seus lançamentos, como é o caso do novo Renault Fluence.

Visando se adequar as novas características do mercado em 2015, a Renault anunciou a revisão na tabela de preços que também foi válida para os seus lançamentos. O novo Fluence teve seu preço inicial passando de R$ 71.190 para R$ 65.990, ou seja, um grande desconto de R$ 5.200. Além disso, outro grande destaque fica quanto ao desconto para a versão top de linha do Fluence, que passou de R$ 88.890 para R$ 80.890. Com isso, a Renault pretender se firmar no mercado em 2015 e atrair mais clientes.

Além disso, se você está interessado em um dos modelos do novo Fluence, saiba que outras versões também sofreram baixas em seus respectivos preços. Um grande destaque fica por conta da configuração Dynamique, haja vista o desconto de R$ 4.000 para a versão CVT dessa configuração. Já a versão Plus CVT Dynamique registrou baixa de R$ 3.000 ao passar de R$ 76.990 para R$ 73.990 como preço inicial sugerido.

É importante ressaltar que em todos os automóveis com novo preço o motor é o mesmo: 2.0 flex CVVT de 140/143 cv e torque de 19,9/20,3 kgfm.

Caso ainda não o conheça, saiba que o novo Renault Fluence é um sedã bastante elegante, sofisticado, moderno e muito potente. Esse é um automóvel indicado a aqueles que buscam elegância e bom desempenho. Além disso, um dos principais objetivos do Fluence é proporcionar conforto para motorista e passageiros, haja vista o grande espaço interno, porta objetos e demais itens.

Sobre o Renault Fluence:

O Renault Fluence foi lançado no mercado no ano de 2009. O carro começou a ser vendido no Brasil em 2010 e atualmente possui 5 versões: Expression, Dynamique, Privilége, GT Line e GT 2.0 Turbo. O carro possui 4,8 metros de comprimento, 2,6 metros de entre-eixos, 1,8 metros de largura e 1,5 metros de altura. Entre os concorrentes diretos do modelo estão: Citroën C4L, Peugeot 308, Peugeot 408, Ford Focus, Honda Civic, Mazda3, Nissan Sentra, Toyota Corolla e Volkswagen Jetta.

Por Bruno Henrique


Queda no Preço do Renault Duster no Brasil


Renault reduz o preço no Duster no Brasil. Preços do Crossover agora partem de R$ 56.990.

A indústria automotiva vem enfrentando diversos tipos de problemas em 2015, desde a grande concorrência entre as diversas categorias de automóveis até mesmo a atual situação econômica brasileira. O resultado disso é a baixa na compra de carros, dessa forma, a única saída é abaixar os preços. A Renault, por exemplo, anunciou recentemente sua nova tabela de preços e junto com ela uma grande surpresa: os lançamentos também sofreram baixas. O Renault Duster, um dos lançamentos da marca para 2015, sofreu baixa nos preços em quase todas as suas versões.

A nova tabela da Renault trás novos preços para o SUV de grande destaque da marca em 2015. Com isso, um dos grandes destaques dessa redução de preços é sem sombra de dúvidas a versão de entrada. O Expression 1.6 agora tem como preço inicial sugerido R$ 56.990, uma redução de nada menos que R$ 3.000 em relação aos R$ 62.990 que era o preço inicial anterior.

A boa notícia é que a versão de entrada não foi a única a ficar mais barata. As configurações Dynamique, por exemplo, também ganharam novos preços. A versão 1.6 16V Dynamique sofreu redução de R$ 2.090, com isso, passando de R$ 67.990 para R$ 65.900. Já a versão 2.0 16V agora possui preço inicial de R$ 74.340, enquanto que a versão 4×4 ficou com preço inicial de R$ 76.840.

É importante destacar que o Renault Duster é uma das grandes apostas da montadora francesa para o mercado brasileiro em 2015. Trata-se de um automóvel com um design bastante arrojado e muito elegante, que mescla aventura com caráter urbano. A versão 4×4, por exemplo, é urbana, moderna, confortável e dispõe de grande espaço. Outro grande destaque desse lançamento é o grande número de itens de série, bem como os novos itens que prometem inovação. Além disso, o automóvel também recebeu o certificado de carro com baixo consumo do Inmetro. Portanto, trata-se de um dos SUVs mais econômicos de sua categoria.

Sobre o Renault Duster:

O Renault Duster, também conhecido como Dacia Duster, foi lançado no ano de 2010. O veículo é o primeiro crossover produzido pela Dacia. O carro possui um motor 1.5 diesel, tem 4,250 mm de comprimento, 2,804 mm de entre-eixos, 1,640 mm de largura e 1.495 mm de altura. O modelo é produzido em três países, na Romênia (em Mioveni), na Colômbia (em Envigado) e também no Brasil (em São José dos Pinhais).

No próximo ano o Renault Duster irá ganhar novo design, novo acabamento, conectividades, além de ajustes no motor. Outro detalhe importante de se mencionar é que o Duster foi o responsável por fazer a Renault conquistar 36,1% das vendas de SUV no Brasil.

Por Bruno Henrique


Renault Kwid – Novo Carro Substituto do Clio é Apresentado na Índia


Renault apresenta seu novo carro Kwid. Modelo irá substituir o Clio no Brasil.

Na noite da última quarta-feira, dia 21 de maio, a Renault apresentou o seu novo modelo Kwid. O novo veículo crossover foi apresentado em um evento na cidade de Chennai (Índia), local onde o carro foi desenvolvido e irá estrear primeiro.

É importante salientar que apesar do carro estar sendo vendido primeiramente na Índia, ele tem uma enorme importância para o Brasil, uma vez que irá substituir o Clio em nossa terrinha. Em nosso país, o crossover deverá ser produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR) e sua venda deve começar no primeiro semestre do próximo ano. Vale lembrar que a montadora ainda não informou se irá manter ou não o nome do veículo no território nacional.

O novo carro virá equipado com um motor 1.0 de 3 cilindros, o mesmo que já é utilizando no Nissan March e no Nissan Versa, só que recalibrado. Além disso, o crossover terá apenas versões com câmbio manual de 5 marchas.

Com relação ao desenvolvimento do veículo, ele utiliza a plataforma CMF, que foi produzida através da aliança entre Renault e Nissan. Esta mesma plataforma já foi utilizada no Nissan Qashqai, no Nissan X-Trail, no Renault Espace (que é vendido na Europa) e também no Datsun Redi-Go. Vale lembrar que a parceria entre Renault e Nissan para a produção de veículos foi uma maneira encontrada pelas montadoras para reduzir cerca de 40% do custo de produção dos novos veículos. Outro detalhe importante de se mencionar é que a Renault prometeu que oferecerá versões básicas deste carro por preços a partir de R$ 30 mil.

Ao produzir o Kwid em nosso país, a Renault se afasta cada vez mais dos carros desenvolvidos pela matriz francesa. Vale lembrar que atualmente o Logan, o Sandero e a Duster foram desenvolvidas pela empresa Dacia (da Romênia). Já a Duster Oroch e Sandero RS eram para ter desembarcado em nosso país, porém, isso não aconteceu.

Falando agora um pouco sobre o novo carro, ele é bastante diferente da versão conceitual. Para falar a verdade, se compararmos as duas versões ficamos até um pouco decepcionados, pois a versão de produção tem traços bem mais simples. Na parte frontal do carro, o veículo lembra bastante o Duster (com grade e faróis integrados) e o Sandero (pelo conjunto óptico e para-choque). Já na parte traseira, o carro tem linhas bastante harmoniosas e arredondadas. Um ponto importante de se citar é que é esperado que a versão brasileira do carro também sofra algumas modificações pontuais, para se adaptar às demandas do consumidor local.

Por fim, falando agora sobre o seu tamanho, o Renault Kwid tem 3,68m de comprimento e 1,58m de largura, um carro bastante pequeno se formos considerar que ele é um crossover. Se compararmos com o Clio, ele consegue ser ainda menor, já que o mais antigo conta com 3,81m de comprimento e 1,64m de largura. Já se compararmos com o Sandero a diferença é ainda maior, já que este conta com 4,06m de comprimento e 1,73m de largura.


Renault Duster – Dados de consumo divulgados pelo Inmetro


O modelo 2016 conta com uma média de 6,8 km/l na cidade com etanol e 9,6 km/l com gasolina.

Para aqueles que ficam bastante atentos aos dados de consumo dos automóveis, saibam que os dados referentes ao Renault Duster 2016 foram disponibilizados no site do Inmetro. O novo Renault Duster já possui data certa para lançamento oficial: 31 de março. O novo automóvel da Renault terá grandes concorrências pela frente, no entanto, o mesmo apresenta poucas modificações no seu design. Em relação à parte mecânica o mesmo não contou com mudanças.

O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, PBEV, divulgou que o motor de 1.6 litro de 16 válvulas, que é capaz de gerar até 110/115 cv de potência a gasolina/etanol será disponibilizado nas versões Expression e Dynamique. A transmissão será manual de cinco marchas para todas as versões.

Segundo dados oficiais do Inmetro, o propulsor analisado apresentou as seguintes médias de consumo com etanol: 6,8 km/l na cidade e 7,3 km/l na estrada. Já com o abastecimento de gasolina, os dados atingidos foram: 9,6 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada.

O outro motor, 2.0 litros e com 16 válvulas de 138/142 cv de potência a gasolina/etanol estará sendo disponibilizado apenas na versão Dynamique. O mesmo conta com transmissão automática de quatro velocidades e caixa manual de seis marchas. A caixa manual de seis marchas estará disponível para a configuração de tração dianteira e para a 4×4.

Quando equipado com câmbio automático, o novo Renault Duster com abastecimento a etanol apresentou 5,6 km/l no trânsito urbano e 7,0 km/l na estrada. Já com abastecimento a gasolina apresentou os seguintes dados: de 8,1 km/l na cidade e 10,1 km/l em trecho rodoviário.

Já quando o novo Renault Duster estava equipado com transmissão manual, o mesmo atingiu 6,4 km/l na cidade e 7,4 km/l na estrada quando abastecido com etanol. Já com o abastecimento em gasolina o mesmo marcou 9,1 km/l na cidade e 10,8 km/l em percursos em rodovias.

A versão com sistema de tração 4×4 acabou registrando 6,2 km/l em percursos urbanos e 7,1 km/l em percursos em rodovias quando o mesmo era abastecido com etanol. A mesma versão abastecida com gasolina apresentou 9,1 km/l na cidade e 10,3 km/l em rodovia.

Dessa forma, o Inmetro classificou as versões com transmissão, com motor de 1.6 litro e motor de 2.0 litros foram classificados com nota A na Comparação Relativa da Categoria. Já na Comparação Absoluta Geral as mesmas versões conseguiram nota C. dentre de sua categoria, a versão 2.0 automático ficou com nota B e D na comparação geral.

Por Bruno Henrique


Novo Renault Duster – Lançamento e Preço no Brasil


Novo Renault Duster é lançado no Brasil. Carro custa a partir de R$ 62 mil.

Com a disponibilização de novos utilitários esportivos compactos, a Renault divulgou a linha 2016 do Duster. Neste momento denominado pela empresa de Novo Duster, o modelo produzido em São José dos Pinhais (PR) é recebido no mercado com retoques atrativos para buscar permanecer, pelo menos, em segundo lugar no ramo que é superado pelo Ford EcoSport. Os valores iniciam em R$ 62.990, na versão Expression com motor 1.6.

Na parte de fora, o Duster ganhou grade frontal com acabamento em preto brilhante, novos faróis e para-choque reformulado. Na parte de trás, o fator principal é o aplique cinza no para-choque e lanternas retocadas. A parte de dentro do modelo não teve alterações importantes como as utilizadas no novo Sandero, como exemplo. Existe o uso de um aplique em plástico preto brilhante na parte central do painel, assim como contornos nas saídas do ar-condicionado.

O Novo Duster continua com a motorização de 1.6 litro, que proporciona de 110 a 115 cavalos de potência, para as versões Expression e Dynamique, tendo câmbio manual de cinco velocidades. O bloco 2.0 litros possibilita de 138 a 142 cavalos e está presente somente para a especificação Dynamique.

Com o motor mais elevado, o modelo possui transmissão manual de seis velocidades e pode ter sistema de tração 4×4. O câmbio automático de quatro marchas também está presente.

O êxito da terceira geração da van comercial Master da Renault pode ter estimulado a empresa a apostar mais no ramo de veículos direcionados ao trabalho. Com a renovação completa da van francesa, foi possível ultrapassar em algumas ocasiões a quantidade de comercializações do então primeiro colocado absoluto, Fiat Ducato. Para incentivar a busca pela primeira posição comercial da Fiat, a Renault faz os preparativos de um novo veículo para trocar o Kangoo, que já não possui a potência idêntica de antes.

Sobre o Renault Duster:

O Renault Duster, também conhecido como ARO 10, é um crossover produzido através de uma parceria entre Renault e Nissan. O veículo foi apresentado oficialmente no Salão de Genebra de 2009. Atualmente, três fábricas da Renault produzem o veículo, elas estão localizadas em Mioveni (na Romênia), São José dos Pinhais (no Brasil) e Envigado (na Colômbia).

Para conhecer mais sobre o carro, acesse o site www.renault.com.br.

Felipe Couto de Oliveira


Renault deve apresentar sucessor do Clio no mês de maio


O automóvel será baseado no veículo que é fabricado hoje na França pela Dacia e a Datsun.

A Renault faz os preparativos para o mês de maio na Índia a divulgação um novo modelo com grande apelo popular. Segundo o portal local Economic Times, é uma versão de desenvolvimento do projeto XBA, que irá produzir um novo compacto de entrada direcionado a mercados emergentes. Produzido pela matriz da França em parceria com a Dacia e a Datsun, o modelo será fabricado sobre uma versão particular da plataforma modular CMF e possui grandes oportunidades de ser o herdeiro do antigo Clio no território brasileiro e outros países da América do Sul.

A dúvida da Renault com o lançamento é grade que inclusive o chefão da equipe, o brasileiro Carlos Ghosn, estará na Índia para fazer parte da cerimônia. Sob o capô, o modelo possuirá motores de cilindrada reduzida com máxima eficácia energética, tendo como fator principal um pequeno bloco 0.8 de três cilindros a gasolina famoso pelo codinome BR-8. A Índia irá se tratar do país pioneiro a ter o fator novo e a meta da empresa é alcançar sobretudo clientes que estão comprando o veículo pioneiro.

O modelo Clio Renaultsport 220 Trophy EDC teve seu primeiro aparecimento público no Salão de Genebra. As alterações mais importantes em relação ao Clio RS regular aconteceram debaixo do motor, com o motor 1.6 turbo de 4 cilindros tendo recebido um adicional de 20 cv e 2 kgfm, possibilitando uma potência máxima de 220 cavalos e 26,5 kgfm de torque. O linite de rotação foi elevado de 6.500 rpm para 6.800 rpm. Somado a isto, existe uma funcionalidade boost de torque presente na quarta e quinta velocidades, que fornece um pico de torque temporário de 28,5 kgfm.

O modelo possui rodas de liga leve aro 18” com pneus Michelin Pilot Super Sport 205/40R18. Ele também uma caixa de direção mais veloz. Em relação ao Renault Clio RS regular, a nova versão Trophy possui 20 milímetros mais reduzido na frente e 10 milímetros na traseira.

A base do modelo será do carro desenvolvido pela Dacia e Datsun.

Felipe Couto de Oliveira


Renault Sandero 2015 – Resenha do modelo e Preço


O modelo foi lançado no segundo semestre de 2014 e é vendido em quatro versões com preços a partir de R$ 29 mil.

Nesta matéria vamos analisar sobre o Renault Sandero, no seu último modelo lançado no ano de 2014. No momento do lançamento, a montadora aproveitou justamente o dia em que o governo brasileiro anunciou oficialmente a manutenção da alíquota reduzida do imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

As novidades desse veículo na versão 2015 é que ele ganhou um motor novo, este motor é o 1.0 16 V Hi-Power, o qual já é utilizado pela montadora nos modelos Clio e Logan. O carro será comercializado em duas versão menos potente que foram batizadas com os nomes de Authentique e Expression, que serão complementadas por duas outras versões Expression e Dynamique as quais virão com um motor um pouco mais potente 1.6 8V.

O motor 1.0 desse carro ficou bastante econômico e durante os testes ele ganhou a classificação A de economia de combustível, para obter esse resultado satisfatório foi constatado nos teste que esse motor consegue fazer uma média de 8,1 Km/l com etanol e 11,9 Km/l com gasolina em ambiente urbano, já nas estradas o veículo obteve uma média de 13,4 km/l com gasolina e 9,2 km/l quando abastecido com etanol. Esse motor consegue gerar uma potência máxima de 80 cv quando abastecido com etanol e 77 cv se abastecido com gasolina.

Para quem gostou dessa novidade, o grande atrativo do veículo ficou por conta da mudança do desing externo e interno, além do fato de que na sua versão de entrada o Sandero teve o seu preço reduzido, além de ter sido inserida a direção hidráulica como item de série.

O visual desse carro ficou bastante interessante, haja vista que foi colocada nova grade dianteira a qual contém frisos cromados, exceto na versão de entrada, que vão até os faróis, o losango, símbolo da marca francesa, também veio em tamanho maior e com maior destaque que nas versões anteriores.

O preço desse veículo também acabou se tornando um grande atrativo, pois ele parte de R$ 29,890 mil na versão de entrada e de R$ 35,59 mil na versão topo de linha. 

Esse modelo do Renault Sandero é vendido hoje em quatro versões, as quais são a Authentique 1.0, Expression 1.0 e 1.6 e a Dynamique 1.6, além da versão de aventura Stepway.

Há também as opções com transmissão automática que foram lançadas no Salão de São Paulo do ano passado. Um dos pontos interessantes do Sandero, pe que todas as versões, desde a básica, contam com direção hidráulica, abertura interna do porta-malas, desembaçador traseiro, além dos equipamentos obrigatórios ABS e duplo Airbag.

Na versão Expression, ainda temos o rádio e CD com conexão USB e Bluetooth, vidros elétricos dianteiros, alarme, retrovisores, computador de bordo, entre outros.

Para a versão Top, a Dynamique, ela conta também com rodas de liga, indicadores de direção, faróis de neblina, piloto automático, computador de bordo, espelhos e vidros traseiros elétricos, entre outros.

A motorização fica em 1.0 16 V com 80 cavalos de força e 1.6 8V de 106 cavalos, movido a etanol. 

Por Adriano Oliveira


Novo Renault Laguna – Lançamento e Novidades


Foi divulgado o possível substituto do Renault Laguna. O modelo, ainda sem denominação, foi verificado em experimentos no continente europeu e poderá ser disponibilizado no próximo ano. A mídia internacional está fazendo referência a ele como o “Big Renaut”, que será recebido com a carroceria sedã, entretanto, também é previsto uma versão perua, que seria disponibilizada no ano seguinte. Existem indicações de que eles também forneceriam motorização híbrida, a gasolina e a diesel.

Após possuir imagens divulgadas recentemente, o Clio Renautsport 220 Trophy EDC realizou sua aparição pública pioneira no Salão de Genebra. As alterações mais importantes em relação ao Clio RS regular aconteceram debaixo do capô. O motor 1.6 turbo de 4 cilindros recebeu um adicional de 20 cv e 2 kgfm, possibilitando uma potência máxima de 220 cavalos 26,5 kgfm de torque e a ampliação do limite de rotação de 6.500 rpm para 6.800 rpm. Somado a isto, existe uma função boost de torque, presente na quarta e quinta velocidade, que fornece um pico de torque temporário de 28,5 kgfm.

A notícia mais qualificada pode ser decorrente das otimizações no câmbio EDC realizadas pela Renault, que poderá fornecer alterações de velocidades até 40% mais velozes nos modos Normal e Sport e até 50% mais velozes no modo Race, devido um software de calibração.

O Clio Renaultsport 220 Trophy EDC possui rodas de liga leve aro 18”, com pneus Michelin Pilot Super Sport 205/40R18. O veículo recebeu também uma caixa de direção mais veloz. Em relação ao Renault Clio RS comum, esta nova versão Trophy tem 20 milímetros mais baixa na frente e 10 milímetros na parte de trás, somado a ter recebido molas otimizadas que são 40% mais firmes na traseira.

A cabine teve diversos retoques, onde pode-se citar um volante revestido de couro, monitor opcional da Renaultsport com sistema de telemetria on-board e um pacote “Trophy”, possuindo bancos esportivos em couro aquecidos.

Felipe Couto de Oliveira


Renault Clio ganha Novo Kit Esportivo GT Look Pack


Já pensou em uma versão totalmente reestilizada e esportiva do Clio? Pois é isso que a Renault está preparando para embarcar no mercado!

Assim como a montadora francesa anunciou recentemente com o Renault Twingo, agora é a vez do Clio receber uma nova versão e ficar completamente diferente da versão básica que conhecemos.

A novidade é que o Clio irá receber o kit GT Look Pack, porém, apenas em duas versões: a Dynamique e a Dynamique S MediaNav. Isso significa que o hatch terá, entre outras alterações, um spoiler traseiro, rodas de liga leve de aro 16 ou 17 polegadas, terá a dianteira completamente remodelada, além de tubo de escape cromado e luzes de LED.

Mas as novidades não param por aí, já que os frisos das portas e os espelhos retrovisores virão em tons grafite. E para deixar com um ar ainda mais esportivo, a sigla GT está escrita na tampa do porta-malas.

Na parte interna, o novo veículo da Renault ganhou um sistema de multimídia, saídas de ar, manopla de câmbio e tom cromado no apoio das portas. Os bancos também aparecem em um estilo bem agressivo, sendo em couro e com costuras em alto relevo. Além de ser apenas para as versões citadas do Dynamique, elas estarão disponíveis apenas nos modelos com motor turbo 0.9 TCe a gasolina e de 89 cavalos ou na versão 1.5 a diesel dCi.

Apesar dessas novidades chamarem a atenção de muita gente, esse novo Clio será vendido apenas para os veículos comercializados no Reino Unido. Mas, obviamente, isso não impede que especialistas em personalização de carros se inspirem nesse novo modelo para tunarem seus veículos aqui em terras tupiniquins.

Independente de chegar ao Brasil ou não, o último modelo do Clio lançado no país já apareceu um pouco mais robusto e com ar mais tecnológico.

Por Felipe Villares


Renault Kadjar – Novo SUV deve ser lançado em Fevereiro


A fabricante Renault está fazendo mistério em relação ao lançamento do seu novo SUV, que marca a estreia francesa no segmento de crossovers médios.

O nome escolhido para o novo modelo utilitário esportivo é: Kadjar, que é a união dos termos Kad (que remete a veículos de passeio) e Jar (que significa ágil em francês e remete a capacidade de surgir em qualquer lugar).

O Kadjar é o quarto utilitário esportivo da marca francesa, que já produz os modelos: Captur, Koleos e o Duster.

A Renault se prepara para apresentar o novo utilitário ao público no dia 2 de fevereiro, por meio das redes sociais oficias. O seu lançamento oficial será em março no Salão de Genebra, na Suíça.

O modelo Renault Kadjar é baseado na segunda geração do Nissan Qashqai e será fabricado na plataforma CMF, desenvolvida por ambas as montadoras.

O grupo franco-nipônico tem uma parceria sólida desde 1999, quando passou a adotar a fabricação de alguns modelos em conjunto, no intuito de reduzir custos, sobre a plataforma modular CMF, que basicamente se divide em motor, transmissão, subframe dianteiro, subframe traseiro, cockpit , arquitetura e eletroeletrônica.

Nenhuma imagem foi divulgada, mas as informações são de que ele tenha seu design parecido com o Renault Captur, dimensões próximas as do Mégane e pretende substituir o modelo Koleos, que não chegou a ser vendido no Brasil.

As opções de motor devem ser as mesmas do Nissan Qashqai, com motor de quatro cilindros, turbo, 1.6 a gasolina. Vale lembrar que o carro terá como opcional tração nas quatro rodas.

O SUV Kadjar começará a ser vendido no segundo semestre de 2015 na Europa. O preço do novo lançamento deverá ser de aproximadamente 20 mil euros, que em conversão simples, sem os impostos, resultaria em torno de 60 mil reais.

Através das redes sociais oficiais da marca Renault (como Facebook e YouTube), até o dia do lançamento será divulgado novas informações e vídeos referentes ao novo modelo Kadjar.

Tatiane Meloto Tanaka


Novidades e Preço do Novo Renault Sandero 2015


A Renault está conseguindo lançar carros diferenciados nos últimos anos. A marca está aliando preço razoável, com espaço interno e robustez. Até que alguns ainda reclamam que os veículos não desempenham um papel tão bom ou que o visual não conquista, mas acabam se apegando a marca pelas outras qualidades que oferece e pelo custo/benefício.

Com as mudanças que a Renault fez e os benefĩcios oferecidos, a marca até conseguiu chegar ao quinto lugar no ranking nacional brasileiro, mas isso durou pouco. Em 2013 os veículos diminuíram de tamanho e as outras marcas trataram de investir nisso. Além disso, a Renault decidiu que algumas reclamações de clientes poderiam ter razão: então investiu mais em design e conforto. Pensando nisso a empresa lançou o Novo Sandero, que chegou às vendas em julho passado. O modelo ganhou mais sofisticação em sua segunda geração, um design mais trabalhado e mais equipamentos.

A Renault deixou bem claro que cansou de ser uma empresa com imagem de eficiente, mas “sem sal”. O novo Sandero foi escolhido para ser o modelo de entrada para a mudança. A marca quer atender os pedidos dos consumidores que, segundo ela, “está cada vez mais exigente”.

Se for comparar a nova geração com a versão sedã (o Logan), não há muitas diferenças. Agora em comparação com a primeira versão de Sandero a coisa muda. Percebemos muitas novidades no para-lamas e na coluna traseira. Por dentro o carro demonstra que teve mais cuidados em sua fabricação. O painel tem um design melhor, uma aparência mais agradável e uma troca de materiais que valorizam o modelo. A versão mais cara do veículo ainda possui bancos com relevo, cromado ao redor dos avisos do painel e um console mais brilhante.

O espaço interno do modelo continua agradando a todos. A melhoria ficou na suspensão, parte de algumas reclamações de consumidores. Ela passou a ser montada com mais dedicação, num subchassi na dianteira, que diminui os barulhos e trepidações. Em estrada de chão o carro mostrou mais conforto e segurança. Os freios também tiveram melhorias: antes, quando estávamos a 80 km/,h o carro demorava 32,8 metros para parar totalmente, agora a demora diminuiu para 28,2 metros.

A empresa também resolveu melhorar a parte elétrica da nova geração Sandero. Adotou o piloto automático igual ao do Fluence, que controla a velocidade e a adição de uma área com indicador que demonstra o momento da troca de marchas. O cliente tem a opção de modelo com ar-condicionado automático e central de multimídia. O lançamento da versão 2015 ainda conta com mais opções: GPS, câmera de ré, telefone e som. A nova central, que se chama Media Nav 1.2, vem com duas novidades que surpreendem: o Eco-Coaching (que regula o motorista para que ele dirija de forma econômica) e a versão Eco-Scoring (que dá pontos ao motorista que consumir menos na sua jornada).

O modelo terá as versões Authentique 1.0, Expression 1.0, Expression 1.6 e Dynamique 1.6. A primeira e mais simples versão está cotada para sair por R$ 32 000 e a versão mais completa e mais potente, a Dynamique 1.6, sai por R$ 48 000.

Renault Sandero 2015

Por Carolina Costa


Novo Renault Logan Exclusive – Lançamento e Preço


Para quem é apaixonado por carro e não abre mão da exclusividade, a série limitada Exclusive do Renault Logan pode ser uma boa opção.

Essa série especial criada pela Renault para o Logan traz de série piloto automático equipado com controlador e limitador de velocidade; roda de liga leve de 15 polegadas com desenho desenvolvido especialmente para essa série; central multimídia de 7 polegadas com rádio, Bluetooth, GPS e câmera de ré; além de ar condicionado. O veículo conta também com exclusivo vidro elétrico do lado do motorista, equipado com o sistema “one touch” (bastando apenas um toque para subir ou abaixar o vidro) e banco de couro exclusivo.

O preço é bastante atrativo: R$ 53.470 com câmbio automático e R$ 51.070 com câmbio manual. De acordo com a Renault, essa linha especial vem com uma economia de R$ 710 se comparado com à versão Dynamique 1.6, que vem de fábrica com os mesmos equipamentos. A linha Exclusive conta com motor 1.6 8V.

Para quem já conhece a linha Dynamique, a motorização é a mesma, ou seja, 1.6 8V, que rende 106 cv com etanol e 98 cv com gasolina. Com gasolina o torque é de 14,5 mkgf e com etanol de 15,5 mkgf, a 2.850 rpm. Tanto o câmbio manual quanto o automatizado são de cinco marchas.

No que se refere a parte estética do carro, as diferenças não são muitas, basicamente se limita as rodas (que tem acabamento escurecido), aos adesivos escrito “Exclusive” nas laterais do carro e aos retrovisores (que são pretos e brilhantes). Por dentro do carro a diferença é o painel em um tom de cinza escuro e o adesivo “Exclusive” no volante.

É possível comprar o carro nas cores cinza, prata, preta ou branca. Por ser uma série especial, apenas 3.000 unidades do veículo serão produzidas.

Vale avaliar se com o mesmo valor do Renault Logan Exclusive é possível comprar um carro melhor de outra montadora.

Por Jéssica Posenato