Renault Logan e Sandero 2019 – Novidades, Especificações


Novos Renault Logan e Sandero trazem novidades e destaques para a geração 2019.

A Renault é uma das montadoras internacionais que vem crescendo a cada dia no Brasil, com seu design totalmente inovador e seus carros com um conforto fora do comum a Renault tem se destacado no mercado nacional.

A cada dia que passa tem conquistando mais a preferência dos brasileiros, que são apaixonados por carro.

Com isso, a empresa tem investido nos seus novos modelos a cada dia mais, e o novo Logan está ainda mais moderno e atraente aos olhos dos consumidores, ficando com um design totalmente inovador e charmoso, assim como o novo Sandero que também está de deixar qualquer um de boca aberta.

Com a parte mecânica cada vez mais tecnológica, seus interiores mais confortáveis e um motor cada vez mais econômico, a Renault tem ganhado mercado e despontado na liderança de vendas de importados no país.

Em relação à ficha técnica do modelo 2019 o desempenho, a capacidade e as dimensões serão mantidas, o motor virá 1.0 com 12V e também 1.6 obtendo 16V. E seu câmbio de fábrica sempre manual possuindo cinco marchas.

A velocidade máxima do motor 1.0 é de 164 Km/h, já o 1.6 chega até 186 Km/h.

As dimensões dele são o Comprimento de 4349 mm, Largura 1733 mm, Altura 1529 mm, Entre os eixos 2635 mm, e ele pesa 1028 Kg, a capacidade do tanque é de 50 litros, porta-malas 510 litros e possui 5 lugares.

Sua fabricação é totalmente nacional, facilitando assim a manutenção e troca de peças quando for necessário. Ou seja, é um excelente carro para comprar.

Já o Sandero 2019 tem poucas alterações também do modelo anterior.

Seu comprimento é de 4060 mm, largura 1733 mm, Altura 1536 mm, a distância entre os eixos é de 2590 mm, ele pesa 1011 kg, sua capacidade do porta-malas é de 320 litros, e o tanque cabe 50 litros e também é para 5 pessoas.

Portanto, uma ótima opção para você passear ou fazer viagens a trabalho, muito potente na estrada e econômico, dando a você uma segurança ímpar e uma comodidade única para viajar.

Se está procurando uma opção de carro para comprar em breve, fique atento a todos os detalhes e pesquise no mercado, pois o Logan e o Sandero 2019 são duas ótimas opções de carros para adquirir.

Procure a concessionária Renault mais próxima da sua cidade e faça um teste drive, aproveite para conhecer os modelos da marca, e desfrutar de seu conforto e potência, podendo assim fazer uma escolha segura de custo-benefício. Informe-se com o vendedor sobre o consumo mínimo dos motores da Renault e veja você mesmo que, com certeza, combustível não será mais um problema para você se adquirir um desses novos modelos.

A Renault está no Brasil desde 1960 e seu executivo-chefe é um brasileiro, portanto apesar de ser uma empresa francesa, conhece muito bem as necessidades dos brasileiros e as preferências do povo do nosso país.

Por isso, se adquirir um desses carros não se arrependerá, pois ele foi totalmente desenvolvido e planejado para poder suprir todas as suas necessidades e expectativas.

Na Europa a marca da Renault já é um sucesso e depois que a empresa fechou sua parceria com a Nissan no continente asiático pode ganhar ainda mais no quesito de tecnologia de bordo dando ainda mais conforto e segurança para seus tripulantes, podendo oferecer uma experiência única para aqueles que andam em um de seus carros.

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Renault Logan 2019

Renault Sandero 2019


Renault Sandero – Ficha Técnica das Versões, Preços


Confira as características da versões do Sandero e seus preços.

Com preços que vão de R$ 43.350,00 da versão de entrada Authentique até os R$ 56.750,00 da GT Line o Renault Sandero é, segundo o próprio fabricante, o “Renault mais vendido no Brasil”.

Não é um título a ser ignorado. Após o último “facelift” de 2015 quando ganhou linhas mais arredondadas o Renault Sandero passou a agradar, e consequentemente, vender mais. Apesar do novo design, não foi só pela aparência que conquistou mais consumidores. A fabricante francesa que tem produção em Curitiba, no Paraná, enxergou a oportunidade de melhorar o desempenho de vendas no segmento dos hatches médios com melhorias mecânicas e tecnológicas. Este segmento ainda tem boa relevância no mercado nacional em tempos de dominação dos SUVs (Utilitários Esportivos).

A família Sandero tem quatro versões além dos “primos ricos”, Stepway (de apelo "aventureiro") e o RS que na verdade é considerado “outro carro” por entusiastas e fãs de esportivos. Authentique, Expression, Vibe, GT Line e Stepway estão hoje no “cardápio” da Renault Brasil para o modelo.

Mas antes de detalharmos um pouco mais as versões e suas diferenças vale um breve destaque para a motorização denominada de “SCe” pela Renault e que chegou no final de 2016 “inspirada das pistas para as ruas” segundo a própria fabricante – saiba mais sobre os novos motores 1.0 e 1.6 SCe clicando aqui (www.renault.com.br/universo-renault/renault-sport/dos-autodromos-para-as-ruas.html).

A sigla SCe vem de Smart Control Efficiency, que em tradução livre significa controle inteligente de eficiência. No caso dos motores 1.0 de três cilindros a redução no consumo de combustível prometida pelo fabricante é de 19% com uma performance de 82cv de potencia (2cv a mais em relação aos motores de mesma cilindrada usados anteriormente). Nos 1.6 SCe, estes de 4 cilindros, a Renault afirma que a redução no consumo de combustível chega a 21% e a potencia alcança 118cv, sendo 12cv a mais.

A versão de entrada Authentique e a Vibe são equipadas com o novíssimo 1.0 SCe de três cilindros. Apesar da Authentique ser a mais “básica” possui uma série de itens de Segurança que também estão presentes nas duas próximas versões Expression e Vibe, tais como: Airbag para passageiro e condutor, Freios ABS, Alerta do cinto de segurança do motorista, e Sistema CAR (que trava automaticamente as portas quando o veículo atinge 6km/h).

A versão Expression permite escolher entre o motor 1.0 e o 1.6. Ao “subir” o nível na hora de escolher pelo de maior cilindrada o motorista dispõe da potencia do 1.6 SCe de 16 válvulas e comando duplo variável no cabeçote.

Em realidade, ao sair da versão de entrada com motor 1.0 o motorista tem uma boa gama de opções entre as três outras versões destacadas aqui neste texto. Existem ainda as versões do Sandero que agregam ainda mais tecnologia e que, portanto, demandam mais investimento: Stepway, Stepway Easy-R (transmissão automatizada), R.S. e R.S. Racing Spirit. Neste último modelo o valor pode ultrapassar os R$ 70.000.

Mas para quem quer ficar nos modelos mais vendidos, é preciso avaliar com tranquilidade a fim de encontrar um pacote que mais lhe agrade. A Expression não tem rodas de liga leve, por exemplo, enquanto que a Vibe vem com rodas modelo “Nepta” de 15 polegadas e a GT Line com rodas 16 polegadas modelo “Interlagos”. Estas três versões também são todas equipadas com Computador de Bordo. O Computador de Bordo possui recursos interessantes como, por exemplo, o software capaz de avaliar o modo de condução do motorista e fazer um “Eco Coaching” através do botão Eco Scoring que orienta o condutor na otimização do consumo de combustível.

Um aspecto interessante na motorização 1.6 SCe do Sandero é a introdução da Tecnologia Stop & Start, que desliga e religa automaticamente o motor do carro nas paradas e arrancadas, ou seja, em regime urbano vai favorecer a economia de combustível. Esta tecnologia está disponível apenas na família Sandero e Logan, segundo a Renault.

Apesar do argumento de economia de combustível vale lembrar que sistemas que desligam e religam o veículo em regime urbano tendem a sobrecarregar o motor de arranque – que obviamente passará a ser acionado muito mais vezes ao longo do tempo de uso do carro, do que nos sistemas “tradicionais”. Não que isso seja um problema, mas esta e muitas outras tecnologias inseridas nos projetos automotivos nos últimos anos, mais recentes, portanto, geram soluções de um lado, mas podem também trazer novos desafios em termos de reparação e manutenção. O tempo vai dizer se este recurso trará alívio para o bolso dos motoristas, ou preocupações na hora de levar o veículo na revisão.

Ficha Técnica

Sandero Authentique

Motor: 1.0 12v SCe (3 cilindros) Flex

Potência: 82cv

Transmissão: Manual

Preço: R$ 43.350

Sandero Expression

Motor: 1.0 12v SCe (3 cilindros) Flex ou 1.6 16v SCe (4 cilindros) Flex

Potência: 82cv (1.0) / 118cv (1.6)

Transmissão: Manual

Preço: R$ 46.950

Sandero Vibe

Motor: 1.0 12v SCe (3 cilindros) Flex

Potência: 82cv

Transmissão: Manual

Preço: R$ 49.100

Sandero GT Line

Motor: 1.6 16v SCe (4 cilindros) Flex

Potência: 118cv

Transmissão: Manual

Preço: R$ 56.750

Por Uirá Fernando Lopes Fernandes

Renault Sandero

Renault Sandero

Fotos: Divulgação


Novo Sandero Rip Curl 2016 – Lançamento e Preço no Brasil


Veículo mantém padrão e aparece no configurador do site Renault por R$ 53.850.

O modelo especial "Sandero Rip Curl" apareceu, por algumas horas, no configurador online do site da Renault com o valor de R$ 53.850 (R$ 50 mais caro que a versão convencional Sandero Stepway). Essa versão foi produzida por meio da colaboração de uma grife de surfistas. Apesar do Rip Curl ser um modelo já conhecido, essa nova versão destaca por inovar na linha hatch aventureiro, com um design mais esportivo. Além disso, o novo modelo tem como diferencial o revestimento dos bancos e detalhes nos difusores de ar. Mantendo também o padrão dos carros que vêm sendo produzidos pela Renault nos últimos anos no Brasil e em outros países fabricantes da marca.

Segundo o site da Renault, a versão "Sandero Rip Curl" vai disponibilizar os mesmos equipamentos da versão convencional Stepway, que são: o câmbio manual de cinco marchas, sensor de estacionamento, computador de bordo, rodas de liga leve aro 16 na cor preta, ar condicionado automático, sistema multímidia Media NAV com tela 7 (sensível a toque), GPS, entre outros. Além desses equipamentos, tendo como base ainda o modelo Stepway, o Sandero Rip Curl tem bancos traseiros na cor clara, rack de teto, detalhes escurecidos no acabamento final e painel com destaques coloridos. E para complementar, de forma opcional, o Rip Curl disponibiliza ainda um conjunto de rodas de liga leve aro 16 "com pintura clara por um preço aproximado de R$ 890.

Outro diferencial, que é parecido com o Sandero Stepway, é o motor de quatro-cilindros 1.6 de até 106 cv com etanol a 5.500 rpm, enquanto o toque fica em 15,5 mkgf a 2.850 rpm.

A marca Renault, que é fabricante do Sandero Rip Curl, declarou que o lançamento desse modelo foi adiado e ainda não tem uma data definida para ser realizado.

Stephanie Rodrigues do Nascimento


Novo Renault Sandero RS – Lançamento e Preço no Brasil


Veículo chega às concessionárias em setembro deste ano e custará cerca de R$ 59 mil.

A Renault divulgou o preço que irá sugerir para as vendas do novo Sandero RS. O automóvel terá um custo de R$ 58.880. As vendas no mercado nacional devem ter início nos primeiros quinze dias do mês de setembro. O preço é considerado menor do que a mídia automotiva estava apontando, que era em torno de 60 mil reais.

O modelo vai chegar com um motor Flex 2.0 de 16 válvulas e 150 cavalos, que é semelhante ao utilizado no Renault Duster, com 10 cavalos a mais. A transmissão será manual com seis velocidades, a qual também veio do SUV da montadora. O câmbio contará com alguns ajustes na relação de marchas e na trambulação.

O novo Renault Sandero RS tem uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 8 segundos. A sua velocidade máxima, segundo dados da fabricante, é de 202 km/h.

Em termos de equipamentos, o modelo que chega mês que vem trará um novo controle de estabilidade com a opção esportiva, terá a regulagem da suspensão e direção remodeladas e contará com freios a disco para as quatro rodas. Haverá somente um item opcional para o modelo, que serão as rodas de 17 polegadas, que se forem colocadas no lugar das de 16 polegadas terão um custo adicional de mil reais.

O substituto do Clio

O Kwid está fazendo testes na Índia e conta com vendas no mercado asiático, O modelo vai contar com produção no mercado brasileiro no ano que vem. O objetivo da Renault com o modelo é substituir o Clio para ser o veículo de entrada da marca. A versão brasileira contará com algumas alterações em comparação ao que está sendo vendido na Índia. O design será uma das mudanças que devem acontecer.

O modelo Renault Kwid é 13 cm mais curto que o Clio. O seu projeto foi desenvolvido em vários laboratórios antes de ser liberado para o mercado indiano. Será que vai vingar como substituto do Clio?


Novo Renault Sandero RS com motor 2.0


Novo carro deverá chegar às concessionárias em setembro deste ano e custará cerca de R$ 60 mil.

Após ter aparecido por diversas vezes em aparições surpresas aqui no Brasil, finalmente a fabricante de veículos Renault resolveu, na última quinta-feira, dia 18 de junho de 2015, revelar de vez o veículo Sandero modelo RS. Este veículo foi revelado durante o transcorrer do Salão do Automóvel de Buenos Aires, justamente ao lado da média picape da marca, a Duster Oroch.

Este primeiro modelo da linha Renault Sports foi fabricado fora do Continente Europeu. O veículo será produzido com um propulsor flex 2.0, o qual tem a capacidade de render uma potência máxima de 150 cavalos quando abastecido com etanol, o câmbio utilizado será o manual de 6 marchas.

Neste modelo os proprietários poderão contar com a tecnologia do controle eletrônico de estabilidade (ESP), dessa vez com opção esportiva, além de novas regulagens de direção e suspenção, bem como freio a disco nas quatro rodas.

Este novo Sandero RS será fabricado na unidade de São José dos Pinhais, no estado do Paraná. Segundo as expectativas da empresa, o lançamento desse veículo irá deixar para trás as versões que foram afetadas pelo “raio esportivador”, tais como o Fiesta Sport, o Onix Effect, o Fox Pepper e o HB20 Spicy.

As notícias dos bastidores da fabricante dão conta de que o Sandero R.S. deverá ser comercializado aqui no Brasil por cerca de R$ 60.000, valor este que está bem abaixo da maioria dos hatches esportivos que serão concorrentes deste modelo no segmento, tais como o Punto T-Jet e o Bravo, ambos fabricados pela Fiat.

O certo é que este veículo nada mais é do que uma versão mais apimentada do hatch, inclusive a produção dele já começou a todo vapor no estado do Paraná, sendo que algumas pessoas já tiveram até mesmo a oportunidade de vê-lo em testes aqui no país. A Renault já adiantou que a sua intenção é iniciar a comercialização deste veículo nas concessionárias de todo o Brasil ainda no mês de setembro deste ano.

Por Adriano Oliveira


Novidades e Preço do Novo Renault Sandero 2015


A Renault está conseguindo lançar carros diferenciados nos últimos anos. A marca está aliando preço razoável, com espaço interno e robustez. Até que alguns ainda reclamam que os veículos não desempenham um papel tão bom ou que o visual não conquista, mas acabam se apegando a marca pelas outras qualidades que oferece e pelo custo/benefício.

Com as mudanças que a Renault fez e os benefĩcios oferecidos, a marca até conseguiu chegar ao quinto lugar no ranking nacional brasileiro, mas isso durou pouco. Em 2013 os veículos diminuíram de tamanho e as outras marcas trataram de investir nisso. Além disso, a Renault decidiu que algumas reclamações de clientes poderiam ter razão: então investiu mais em design e conforto. Pensando nisso a empresa lançou o Novo Sandero, que chegou às vendas em julho passado. O modelo ganhou mais sofisticação em sua segunda geração, um design mais trabalhado e mais equipamentos.

A Renault deixou bem claro que cansou de ser uma empresa com imagem de eficiente, mas “sem sal”. O novo Sandero foi escolhido para ser o modelo de entrada para a mudança. A marca quer atender os pedidos dos consumidores que, segundo ela, “está cada vez mais exigente”.

Se for comparar a nova geração com a versão sedã (o Logan), não há muitas diferenças. Agora em comparação com a primeira versão de Sandero a coisa muda. Percebemos muitas novidades no para-lamas e na coluna traseira. Por dentro o carro demonstra que teve mais cuidados em sua fabricação. O painel tem um design melhor, uma aparência mais agradável e uma troca de materiais que valorizam o modelo. A versão mais cara do veículo ainda possui bancos com relevo, cromado ao redor dos avisos do painel e um console mais brilhante.

O espaço interno do modelo continua agradando a todos. A melhoria ficou na suspensão, parte de algumas reclamações de consumidores. Ela passou a ser montada com mais dedicação, num subchassi na dianteira, que diminui os barulhos e trepidações. Em estrada de chão o carro mostrou mais conforto e segurança. Os freios também tiveram melhorias: antes, quando estávamos a 80 km/,h o carro demorava 32,8 metros para parar totalmente, agora a demora diminuiu para 28,2 metros.

A empresa também resolveu melhorar a parte elétrica da nova geração Sandero. Adotou o piloto automático igual ao do Fluence, que controla a velocidade e a adição de uma área com indicador que demonstra o momento da troca de marchas. O cliente tem a opção de modelo com ar-condicionado automático e central de multimídia. O lançamento da versão 2015 ainda conta com mais opções: GPS, câmera de ré, telefone e som. A nova central, que se chama Media Nav 1.2, vem com duas novidades que surpreendem: o Eco-Coaching (que regula o motorista para que ele dirija de forma econômica) e a versão Eco-Scoring (que dá pontos ao motorista que consumir menos na sua jornada).

O modelo terá as versões Authentique 1.0, Expression 1.0, Expression 1.6 e Dynamique 1.6. A primeira e mais simples versão está cotada para sair por R$ 32 000 e a versão mais completa e mais potente, a Dynamique 1.6, sai por R$ 48 000.

Renault Sandero 2015

Por Carolina Costa