Recall mundial da Takata já passa de 63 milhões de Airbags


Na última quarta-feira o National Traffic Highway Safety Administration (NHTSA, órgão norte-americano que regulamenta o setor de transportes) decidiu ampliar a quantidade de airbags que foram fabricados pela empresa japonesa Takata e que precisam ser trocados por motivos de segurança. De acordo com o comunicado divulgado a estimativa da agência é que algo em torno de 35 milhões e 40 milhões de airbags deverão ser incluídos naquele que até o momento já era tido como o maior recall da história.

Antes do comunicado a Takata teria que fazer a substituição de 28,8 milhões de airbags. Agora os números poderão oscilar entre 63,8 milhões e 68,8 milhões de unidades.

Mesmo assim, os carros que foram afetados pelo problema não foram listados para a divulgação.

Esse número absurdo de airbags está sendo considerado perigoso devido ao fato de terem sido feitos de nitrato de amônia e para completar não possuem a aplicação de um produto químico responsável por diminuir o teor de umidade na bolsa de segurança. De acordo com as informações dadas pelo NHTSA as alterações na temperatura externa bem como a exposição à umidade do ar podem acarretar o rompimento do módulo responsável por inflar o airbag. O problema pode acontecer principalmente em modelos de carros mais antigos. Caso o rompimento aconteça os passageiros poderão ser atingidos por estilhaços de metal.

Nos Estados Unidos as autoridades afirmaram que os defeitos apresentados nos airbags da empresa japonesa já foram responsáveis pela morte de dez pessoas sendo que mais de 100 acabaram feridas.

O megarecall será efetuado em cinco fases. A informação é de que os trabalhos comecem já este mês e sigam até o mês de dezembro de 2019.

Além deste ser o maior recall da história o NHTSA ressalta que tem como objetivo reparar 100% dos carros prejudicados. Para isso a ajuda não deverá vir apenas da empresa japonesa como também das montadoras e da população em geral.

Mesmo atingindo tantos carros ao redor do mundo este megarecall pode não estar próximo do fim como se tem pensado. O órgão segue ainda realizando estudos nos dispositivos feitos com nitrato de amônia e um produto químico para controle da umidade para a verificação se é de fato seguro ou não os processos que estão sendo adotados.

Por Denisson Soares


Recall do Hyundai i30 – Problema na Direção Elétrica


Hyundai anuncia Recall do i30. Modelo produzido entre novembro de 2009 e abril de 2010 pode ter problemas com a Direção Elétrica.

A Hyundai do Brasil anunciou nesta semana que irá fazer um recall do seu modelo i30. Segundo a montadora, o recall atinge cerca de 15 mil veículos produzidos entre 1º de novembro de 2009 e 30 de abril de 2010. O motivo para a realização do procedimento é que foi constatado que o carro possui um problema no software da direção elétrica.

De acordo com as informações divulgadas pela Hyundai, uma falha de comunicação nos sistemas eletrônicos pode desabilitar a assistência da direção, o que deixará a direção mais dura do que o habitual. Com isso, há o risco de acidentes e lesões físicas nos ocupantes do veículo e também em terceiros.

A montadora informou que o problema pode ser detectado pelos motoristas assim que uma luz de advertência com a sigla "EPS" aparecer no painel.

Devem comparecer ao recall os donos dos veículos i30 (modelo 2010) com chassis entre KMHDC81EABU085807 e KMHDC51EBBU267435.

Quem quiser obter mais informações sobre este recall da Hyundai deve acessar o site www.hyundai-motor.com.br. Também é possível obter mais detalhes sobre o problema ligando para a Central de Relacionamento da Montadora, através do telefone 0800 770 3355. É importante lembrar que o atendimento telefônico é feito apenas de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 18:00.

Mudando um pouco de assunto, recentemente saiu na mídia especializada que a Hyundai já prepara o lançamento de seu Novo Elantra 2016. O carro deverá ser apresentado durante o Salão do Automóvel de Los Angeles (nos Estados Unidos), que acontecerá no mês de novembro deste ano. O veículo ganhou traços mais agressivos e sua mecânica também foi reformulada para concorrer diretamente com o Chevrolet Cruze, o Honda Civic, o Toyota Corolla e o Ford Focus Sedan. Entre as novidades do carro podemos citar a nova grade frontal (que ganhou um formato trapezoidal) e os novos faróis em LED. Com relação ao motor, o Novo Elantra será equipado com um motor 1.6 turbo de quatro cilindros, o mesmo que já é utilizado no Tucson. O propulsor terá injeção direta de gasolina e irá oferecer 176 cavalos de potência. Já o seu câmbio poderá ser manual de 6 marchas ou automático de sete marchas e dupla embreagem.


Recall do Hyundai Genesis 2015


A Hyundai divulgou um recall para o modelo Genesis 2015. Segundo a empresa, foram identificadas prováveis infiltrações nas lanternas traseiras, o que pode ocasionar acendimento impróprio no painel ou não acendimento das luzes de freios.

Em um primeiro momento, o chamado abrange 24.400 unidades do modelo 2015, produzidos entre 21 de fevereiro do último ano e 24 de janeiro deste ano. A Hyundai afirma que os proprietários dos veículos afetados precisarão estar presentes na rede autorizada para inspeções e se preciso, para a impermeabilização das lanternas.

Em aspectos dimensionais, o Genesis 2015 possui comprimento total de 4,9 m, largura total de 1,8 m e altura total de 1,4 m. A distância entre-eixos tem 3,0 m.

O Genesis foi o veículo pioneiro da Hyundai a implementar o novo design da empresa, que se trata da “Escultura Fluída 2.0”, em troca do antecedente “Escultura Fluída” (com a ausência do 2.0).

Segundo a empresa, a implementação de novas tecnologias foi a base essencial para a produção do Genesis. O modelo possui o novo sensor de controle de CO2 na cabine, como também novos sistemas de segurança, onde pode-se citar o de frenagem automática em caso de emergência (AEB).

A segurança ativa é enfatizada através de um sistema de detecção de ponto cego com tela integrada Head-Up, atuando junto com um sistema de aviso de saída de pista, como também o Cruise Control inteligente controlado por radar.

O modelo Genesis é fornecido em versões com tração dianteira (2WD) ou com o novo sistema HTRAC All-Whell-Drive (AWD) de tração integral. A gama de motores possui um BV6 de 3.0 litros, com 191 kW e 304 Nm, um V6 de 3,3 litros com 210 kW e 347 Nm, um V6 de 3,8 litros com 235 kW e 397 Nm e um V8 de 5,0 litros de 317 kW e 519 Nm.

Sobre a Hyundai:

A Hyundai Motor Company é uma montadora sul-coreana que foi fundada no ano de 1967, por Chung Ju-Yung. A empresa tem sede na cidade de Seul, na Coreia do Sul. O atual presidente da empresa é o coreano Chung Mong-Koo e o faturamento anual da Hyundai chega a aproximadamente US$ 2,5 bilhões. Aqui no Brasil, a montadora é representada pelo Grupo Caoa, Em 2012, a empresa ergueu a sua primeira fábrica em solo brasileiro, na cidade de Piracicaba, em São Paulo. Entre os modelos produzidos e vendidos pela Hyundai estão: Accent, Elantra, Genesis, Sonata, Azera, Equus, Tucson, Santa Fe, Veracruz, HB20, i30, Veloster, ix35 e HR.

Felipe Couto de Oliveira


Recall do Chevrolet Spin 2015


A marca Chevrolet divulgou recentemente que está realizando um recall do modelo Spin 2015. O atendimento teve início no dia 27 de fevereiro. São cerca de 796 carros que precisarão fazer a revisão em uma das concessionárias para identificar a necessidade de consertar uma falha na mangueira situada no tanque de combustível.

Conforme o anúncio da montadora, existe a probabilidade de abertura na peça, com risco de ocasionar um vazamento de combustível, chegando a resultar em um incêndio no veículo. Em casos mais graves, este defeito poderá resultar em um acidente com capotamento do carro.

Os automóveis que necessitam do recall foram produzidos no período de 9 de dezembro de 2014 a 27 de janeiro de 2015, possuindo a numeração de chassi entre FB181493 e FB199568.

É orientado que os donos dos carros marquem uma visita para realizar a verificação da possível falha no automóvel, em qualquer concessionária da Chevrolet. A vistoria e o concerto têm um prazo estimado de 30 minutos.

A Chevrolet anunciou que ainda não aconteceu incêndio com nenhum veículo referente a este defeito na mangueira do tanque de combustível. As pessoas que desejarem obter maiores informações sobre o recall poderão entrar em contato pelo telefone: 0800-702-4200. O atendimento aos clientes acontece de segunda-feira a sexta-feira, no horário das 8:00 às 17:00.

O recall tem o intuito de resguardar os consumidores de possíveis acidentes causados por falhas na parte mecânica do veículo. Está previsto na lei nº 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor – CDC), que o fabricante não pode comercializar produtos ou serviços que exponham os consumidores em algum perigo à segurança ou à saúde. Quando o fabricante detecta alguma falha em algum de seus serviços ou produtos, é dever dele anunciar o ocorrido para os clientes e as autoridades competentes. Em seguida, deve ser divulgado a realização dos reparos necessários para garantir a segurança e o conforto dos consumidores.

Felipe Couto de Oliveira


Recall do Volkswagen Fox e CrossFox 2015


A Volkswagen está convocando um recall para os automóveis Fox e CrossFox 2015, visto que foi detectada uma incompatibilidade no tamanho das peças de fixação do volante multifuncional. A companhia já havia feito em janeiro um recall para quatro modelos 2014 no mês passado.

Foi anunciado na última quinta-feira, 26 de fevereiro, o recall de 3.785 unidades com volante multifuncional fabricadas entre fevereiro de 2014 e janeiro de 2015.

Conforme o comunicado liberado pela montadora, as peças estão com o tamanho fora do especificado para a fixação do volante, falha que pode ser letal, já que causa a perda do controle do carro. 

Neste recall estão sendo chamadas as unidades que possuem chassis com numeração de F4000024 a F4900425, de forma não sequencial, fabricadas no período citado acima. Além da convocação do recall, a Volkswagen enviará uma carta a todos os clientes que possuem automóveis com defeito e agendará a substituição da peça. O tempo médio de serviço é de uma hora, aproximadamente.

Para saber mais informações sobre o recall e tirar dúvidas, ligue para 0800 019 8866 ou visite o site oficial da empresa no Brasil (www.vw.com.br).

No mês de janeiro a companhia tinha chamado para recall os modelos SpaceCross, SpaceFox, Fox e CrossFox 2014, para a troca do comando do airbag, visto que o recurso poderia não funcionar em caso de acidente ou poderia estourar sem receber nenhum comando.

O Procon-SP alerta que sempre que o consumidor atenda a uma chamada para reparos, ele deve exigir o comprovante de realização do serviço. Este documento deverá ser guardado e em caso de venda do carro, deverá ser passado adiante juntamente com os demais documentos do veículo.

Os consumidores que não fizerem o conserto atendendo o recall, mas encaminharem o carro para conserto em até doze meses, possuirão no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo a informação de não comparecimento na chamada de reparo feita pela fabricante.

Por Melina Menezes.


Mercedes C200 – Recall do modelo no Brasil


A Mercedes-Benz divulga recentemente no território brasileiro a realização de um recall para o sedã C200. De acordo com a informação da empresa, cerca de 23 unidades fabricadas entre 15 e 24 de outubro do último ano deverão retornar às concessionárias para conserto de um erro verificado nos cintos de segurança traseiros.

Na informação, a empresa relata que a falha ocasiona que os cintos central e direito traseiro se destravem no exemplo de forte colisão frontal. Com isto, os passageiros destes assentos e dos dianteiros podem ter danos físicos. O conserto trata-se da troca total das peças, com a ausência de custo ao proprietário.

Considerando a parte estética, o modelo possui rodas de alumínio de 17 polegadas, com visual distinto e mais clássico. Somado a isto, na parte externa está presente o teto-solar. A parte de dentro desta versão possui revestimento em cinza, onde a parte inferior do painel também possui a tonalidade cinza.

O modelo também possui Adaptive Brake Lights, banco condutor com acionamento elétrico, alterações elétricas para a posição lombar e sistema de estacionamento ativo. Ele tem 7 airbags, sistema de som 29 com GPS, visor de 7 polegadas no console central, características de alumínio no painel, leitor de CD. Na parte mecânica, o modelo possui motor 2.0 de 184 cavalos e 30 kgfm de torque.

O C180 é fornecido em duas alternativas de acabamento interno (Avantgarde e Exclusive), enquanto o C200 possui somente a versão Avantgarde.

Com este propulsor, o C200 permite acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, o que significa uma vantagem de 1,2 segundos em comparação ao V180, que implementa motor 1.6. A versão de nível médio do Mercedes-Benz Classe C, o C200, é o veículo com maior equilíbrio, considerando a mecânica (2.0), componentes de série, como teto-solar e estacionamento automático. Os componentes explicam o valor de R$ 16.000 reais extras em comparação ao C180.

Felipe Couto de Oliveira


Recall do Honda Fit – Problema no Tanque de Combustível


A marca Honda divulgou no dia 9 de fevereiro que irá fazer o recall de 604 carros referentes ao modelo Fit, que foram fabricados no período de 18 de agosto até 30 de outubro de 2014. A convocação deste recall será para realizar a troca do tanque de combustível dos veículos.

Conforme a informação anunciada pela Honda, foi identificado uma falha na solda que fica próxima ao bocal do tanque. De acordo com a montadora, esta falha pode intensificar a possibilidade de suceder um vazamento de combustível.

Em situações extremas as consequências poderão ser ainda piores com o risco de suceder um incêndio, prejuízos materiais, lesões sérias ou chegando ao ponto de serem fatais aos passageiros do veículo ou mesmo a outras pessoas.  

Na realização do recall, os donos dos automóveis devem se dirigir a uma das concessionárias da Honda, a partir do dia 16 de fevereiro. Conforme a orientação da Honda, não serão todos os carros Fit que precisarão substituir o tanque de combustível, mas é necessário constatar se existe algum defeito no veículo, para em seguida realizar a troca do tanque.

Para maiores informações, a montadora deixou disponível em seu site as orientações. O site é www.honda.com.br/recall/autos. Se o proprietário preferir, ele também poderá realizar a consulta através do telefone 0800-701-3432.

Nesta circunstância de recall é importante que os proprietários compareçam nas concessionárias para impedir que sucedam prejuízos maiores no veículo ou até mesmo gerar sérios acidentes. Isto porque o defeito em uma peça do veículo pode afetar outras peças se o conserto for adiado, chegando até a prejudicar a direção do carro.

O recall está previsto em lei, onde os fabricantes têm o dever de anunciar aos órgãos competentes de defesa do consumidor, como por exemplo os Procons e o DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), divulgando a possível falha que esteja sucedendo nos veículos.

Felipe Couto de Oliveira


Recall da Yamaha XTZ 150 Crosser – Problema na Roda Traseira


A Yamaha divulgou no dia 9 de fevereiro que realizará um recall da XTZ 150 Crosser, nas versões E e ED, ano/modelo 2014/2015. O motivo deste recall é a identificação de um defeito de fabricação no conjunto da roda traseira das motocicletas, que deverá ser trocado nas concessionárias.

Conforme a declaração da montadora, a profundidade dos furos de alojamento do raio teve um tamanho maior em relação ao que foi planejado para a motocicleta. Por conta desta falha, a tensão nos raios é maior do que o esperado, o que poderá ocasionar uma ruptura deles na roda traseira. Conforme a montadora, a ruptura de 6 ou mais raios da roda, poderá levar a uma falta de estabilidade, com perigo de resultar em acidentes e danos aos usuários da motocicleta e outras pessoas.

Neste recall que a Yamaha fará estão inclusas as versões ED (com os chassis entre 9C6DG2510F0000101 e 9C6DG2510F0026300) e E (com os chassis entre 9C6DG2520F0000101 e 9C6DG2520F0005600).

A substituição do conjunto da roda traseira na concessionária terá uma duração média de uma hora. Os donos das motocicletas que desejarem saber de maiores informações e tirar as suas dúvidas poderão entrar em contato através do telefone 0800 7743738. É importante ressaltar que o atendimento será em horário comercial. Não existe um prazo para o recall terminar, uma vez que o fabricante tem o dever de reparar os defeitos que foram constatados nos modelos, independente da data ou prazo que o consumidor se direcionar à concessionária. Mas é recomendado que os proprietários compareçam em um dos estabelecimentos da Yamaha o mais rápido possível, para evitar que outras peças da motocicleta sejam atingidas e posteriormente cause danos ou prejuízos ainda maiores.

O modelo XTZ 150 foi lançado no Brasil e começou a ser comercializado no mês de abril de 2014. Logo a moto conquistou um destaque no mercado, ocupando o 3º lugar entre as motocicletas mais vendidas da categoria (Trail/Fun). O modelo ficou em desvantagem somente com as concorrentes Honda NXR Bros 150 e Honda XRE 300.

Foto: Stephan Solon/Divulgação

Felipe Couto de Oliveira