Cuidados para ter com os pneus de seu carro


É bastante comum entre os brasileiros o costume de viajar de carro até países que fazem fronteira com o Brasil, como é caso do Paraguai e do Uruguai, em especial para comprarem produtos. Claro que a situação tem seus atrativos como os preços na maior parte das vezes serem baixos. Porém, é bom ter atenção. Nem tudo que é comprado fora do país pode ser trazido ou usado legalmente por aqui. Entre esses produtos “proibidos” estão os pneus.

Nos últimos tempos a fiscalização sobre esses produtos tem se tornado cada vez mais rigorosa. E de acordo com a situação em que a pessoa for parada ela poderá levar multas e até ter o seu veículo preso.

Se você não quer correr riscos e quer saber como cuidar melhor dos seus pneus confira algumas orientações:

– Alinhamento e Balanceamento: O balanceamento e o alinhamento dos pneus são tão importantes quanto a pressão dos mesmos. Manter o conjunto em perfeito estado permitirá ao condutor garantir uma maior vida útil aos pneus além de ter um comportamento melhor na dinâmica do carro.

– Pressão: Tem gente que desconsidera isso, mas o ideal mesmo é andar com a pressão de inflação que foi recomendada pelo fabricante. Isso vai garantir um bom desempenho dos pneus. Claro que isso influencia como um todo. Por exemplo, o aumento da segurança nas frenagens e o desgaste regular. Isso de quebra ainda aumenta a vida útil do pneu.

– Desgaste: É importante que o condutor sempre verifique se a banda de rolagem está se desgastando de forma irregular. Um dos principais motivos para a ocorrência irregular é justamente o fato de que a suspensão e o balanceamento do conjunto roda-pneu-válvula não estarem corretos.

– Válvulas: Durante as inspeções para manutenção preventiva as válvulas geralmente são esquecidas. Mas elas também sofrem com o tempo e precisam de atenção. Uma boa dica é reparar se elas estão com uma aparência estranha, riscada ou “craquelada” na superfície ou ainda se apresentam algum tipo de rachadura. Caso algum problema seja identificado é recomendado a troca imediata lembrando que problemas com a válvula podem acarretar perda súbita de pressão.

Por Denisson Soares


Manutenção dos Pneus – Dicas e Cuidados


Fazer a manutenção correta dos pneus é extremamente importante. Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve ter para evitar surpresas.

Conservar e realizar a manutenção dos carros requer muito cuidado, mas o que muitos motoristas acabam se esquecendo de dar atenção é com relação aos pneus. Este item, apesar de ser importantíssimo, acaba não tendo o cuidado merecido e coloca em risco a segurança do motorista e de seus passageiros. Para que isso não ocorra, é preciso que os motoristas tomem uma série de cuidados, confira abaixo quais são eles e o que você deve fazer para circular com o seu carro com segurança:

A primeira coisa que os motoristas devem ficar atentos é com relação à calibração dos pneus. É muito importante que os pneus do carro estejam com os níveis de pressão adequados, para que o comportamento do veículo não seja afetado. Vale lembrar que os pneus com pressão muito baixa podem fazer com que seu carro consuma mais combustível para rodar. Por isso, o ideal é que os motoristas calibrem os pneus do carro com a pressão indicada no manual do proprietário a cada 15 dias. 

Outro cuidado que os motoristas precisam ter é com relação ao alinhamento dos pneus. Quando os pneus estão desalinhados, os pneumáticos acabam se desgastando irregularmente, o que pode comprometer em até 50% a vida útil dos pneus, além de afetar os sistemas de direção e suspensão. O indicado é que o motorista faça o alinhamento dos pneus a cada revisão. O motorista também pode fazer um teste para saber se seu carro precisa fazer o alinhamento, para isso basta observar se seu carro pende mais para um lado do que para o outro ao estar em uma reta. Outra maneira é observar se há diferença no desgaste dos pneus.

Uma dica super importante para os motoristas é fazer o rodízio dos pneus periodicamente. Como a maioria dos carros possui tração dianteira ou traseira, os pneus localizados na área de tração acabam se desgastando mais rapidamente do que os outros. Para que os pneus se desgastem de maneira igual, é preciso fazer o rodízio, isso estende a vida útil dos pneus e também evita que o carro escape nas curvas ou frenagens. Vale lembrar que o indicado é que o motorista faça o rodízio dos pneus a cada revisão.

Maneira Correta de Fazer o Rodízio dos Pneus.

O estepe também merece uma atenção especial dos motoristas. Apesar de ele ficar esquecido no carro, nunca se sabe quando será preciso usa-lo, por isso é importante que ele esteja em perfeitas condições de uso sempre. Para que isso aconteça é preciso que os motoristas sempre se lembrem de calibrar o estepe a cada 15 dias. 

Se você é daquelas pessoas que gostam de trocar os pneus originais do carro por outros com aros maiores cuidado! Apesar de esta prática ser bastante comum entre os motoristas, saiba que essa alteração pode afetar na conservação dos pneumáticos, com isso o veículo pode perder torque, além de gastar mais combustível já que aumenta o atrito com o solo. Vale lembrar que esta mudança também afeta na velocidade indicada no painel, que pode ter alterações e aumenta o risco do motorista tomar uma multa por excesso de velocidade.

Nos últimos anos, os pneus remoldados começaram a fazer sucesso com os motoristas. Estes pneus são feitos a partir da carcaça de pneus usados e geralmente custam mais barato do que os novos. Porém, o que pode parecer uma economia na realidade pode acarretar em uma tremenda dor de cabeça. Já que os pneumáticos são projetados para ter uma determinada duração, quando eles são remoldados acabam estendendo este tempo, o que afeta a sua estrutura interna e aumenta a possibilidade de que o pneu rompa ou simplesmente se exploda.

Hoje em dia algumas lojas também oferecem os chamados pneus seminovos, que em tese tiveram menos tempo de uso e estão em melhor estado de conservação. Apesar desse discurso bonito, a utilização destes pneus não é recomendada, uma vez que é difícil diferenciar os pneus bons dos que estão em mau estado de conservação.

Por fim, os motoristas também precisam ficar atentos ao momento certo para fazer a troca dos pneus. Muitas pessoas deixam para trocar os pneus apenas quando eles estão realmente "carecas", porém, o indicado é que esta troca seja feita bem antes, seguindo os indicadores de desgaste dos pneus. Para quem não sabe onde estes indicadores ficam, eles podem ser localizados por meio por meio de triângulos ou pela sigla TWI nas laterais. Ao olhar para os sulcos do pneu na direção indicada, o motorista poderá enxergar pequenas lombadas. Se estas marcações aparecerem, já está na hora do motorista fazer a troca do pneu.

Indicador de Desgaste do Pneu.