Volkswagen Up ganha Nova Versão Reestilizada


Veículo não teve mudanças drásticas e ganhará uma nova opção de motor.

O Salão de Genebra está se aproximando e nada mais natural do que as principais marcas do mercado iniciarem os novos anúncios sobre as novidades previstas. Nesse meio, a mais recente notícia vem da Volkswagen. A montadora está planejando apresentar durante a realização do Salão (que terá início no próximo dia 1° de março) a primeira reestilização do Up!

Imagens com o novo visual do modelo já estão circulando na rede em sites especializados desde o último dia 22 de fevereiro.

Antes de tratarmos direto sobre as novidades do Up!, vale chamar a atenção para o fato de que Volkswagen também anunciou que o compacto ganhará uma nova opção de motor. De acordo com as informações dadas pela companhia, será um bloco 1.0 de 3 cilindros. A informação aponta ainda que será o TSI (turbo). Para efeito de comparação é o mesmo presente no Golf Bluemotion de 90 cavalos. Neste caso, o consumo fica para cada 100 km, em 4,4 litros de gasolina. A potência desenvolvida fica na casa de 105 cv.

Já com relação as novidades do Up!, quem esperava muita coisa para a primeira reestilização irá ficar um pouco decepcionado. Isso porque as alterações feitas não foram muitas.

Para se ter idéia do quanto limitada foi a questão das mudanças, basta observarmos o seguinte:

O para-choque dianteiro ganhou alguns retoques contando agora com uma espécie de moldura com  a presença de linhas mais retas. Além disso, também vamos encontrar as luzes de LED diurnas, bem como as lanternas que foram sensivelmente redesenhadas.

Um novo sistema multimídia também chegará ao hatch. Conforme a fabricante, o mesmo terá espelhamento para smartphones, além de áudio da já conhecida americana Beats.

Além do Up! a Volkswagen também está planejando anunciar um novo modelo de SUV compacto, que segundo ela, será mais “acessível”.

O que dizer da trajetória do Up!?

Bom, para quem não se recorda, o modelo chegou ao mercado no ano de 2011. A Volkswagen tratou o modelo com o seu mais novo carro de entrada. Porém, demorou um pouco até ele chegar em terras brasileiras, fato que só foi ocorrer em 2014. Na época o carro chegou a receber o nome de “fusca do futuro” pela própria fabricante.

Mesmo com tanta propaganda em torno de si, o hatch da Volkswagen não emplacou por aqui e não conseguiu chegar a lista dos mais vendidos. No ano passado ele acabou fechando na 12° posição como veículo mais vendido.

Por incrível que possa parecer, ele ainda ficou atrás de modelos relativamente mais caros, como por exemplo o Toyota Corolla.

Por Denisson Soares


Novo Volvo S90 será apresentado no Salão de Detroit 2016


Modelo contará com tecnologia autônoma de frenagem e detecção de animais grandes.

Uma das maiores empresas de carros e caminhões lançou na quarta-feira (2) um dos carros que pode ser o começo da nova era automobilística. O Volvo S90 é um utilitário sedan de luxo que vem com uma série de recurso de fábrica, inclusive a detecção e a frenagem automática quando forem identificados animais de grande porte na estrada.

Entre essa e uma série de recursos, o esportivo vem também com a aparência sutilmente repaginada, mantendo os aspectos da marca mas substituindo o antigo farol por um farol mais moderno em formato de “t” deitado.

O modelo é uma evolução da mesma linha que o XC90 e veio com belos equipamentos que podem ser os principais atrativos para a marca, um deles é que não será necessário ser orientado pelo carro da frente para que o veículo se mantenha dentro da faixa na estrada e numa velocidade de até 130km/h, contra os apenas 50km/h do XC90, seu “irmão mais velho”.

Na parte de dentro, o S90 é praticamente igual ao XC90. Além do painel inteligente, que possui um sistema multimídia com tela bem generosa, o modelo também conta com painel de controle eletrônico de ar condicionado, saídas exclusivas para o passageiro traseiro, acabamentos muito bem feitos e um espaço elegante e confortável para os passageiros.

A Volvo agora faz parte do grupo chinês Geely, que afirma já ter a ficha técnica do veículo, mas está guardando para o lançamento no Salão de Detroit (EUA) no mês de janeiro de 2016. Apesar disso, a empresa adiantou a informação de que o esportivo terá uma opção de motorização híbrida, além do propriamente dito gasolina e diesel.

Por Gabriel Tirado


Fiat 124 Spider 2016 – Salão do Automóvel de Los Angeles 2015


Veículo da Fiat é feito seguindo o design do Mazda MX-5 e será vendido a partir de maio do próximo ano (2016).

A Fiat colocou à mostra pela primeira vez o 124 Spider no Salão de Automóveis da cidade de Los Angeles. O veículo foi produzido em parceria com a Mazda. É o segundo modelo do carro. O primeiro foi feito em 1966, 49 anos atrás.

O lançamento foi revelado com tração traseira, motor turbo, câmbio manual e desenho de natureza clássica, em alusão ao antecessor de quase meio século. Os traços fortes da Mazda no lançamento da Fiat são o chassi e o interior (adaptados do MX-5 da montadora japonesa).

O conversível tem motor 1.4 MultiAir turbo, que produz 140 cavalos de potência e 24,4 kgfm. A estrutura do carro é composta por alumínio e aços de alta resistência, o que reduz o peso e aumenta a rigidez torcional, conforme a Fiat. A suspensão é constituída de braços duplos triangulares na frente e múltiplos atrás. Segundo a empresa, isso faz o modelo não sair do controle do motorista mesmo em alta velocidade e garante resposta rápida ao giro do volante. Ainda nos quesitos comportamento e segurança, o carro possui controle eletrônico de tração e  barra de segurança para capotamento. Todas as versões serão vendidas também com central multimídia em tela touchscreen, conectividade bluetooth e portas USB.

Sem se alongar em detalhes, a fabricante afirmou também que a novidade possui demais ferramentas de segurança e todas elas estarão presentes em todos os modelos da linha de 2016.

Como opcionais, a segunda geração do roadster conta com faróis equipados com sensor crepuscular, sensores de chuva, câmera de ré, GPS e sistema de som premium.

Nos Estados Unidos e na Europa, o 124 Spider começará a ser comercializado a partir de maio de 2016. O preço não foi divulgado para nenhum dos dois mercados. Em relação ao Brasil e às demais partes do mundo, não há ainda informação oficial sobre chegada ou venda.

Bruno Klein


Renault Duster Oroch – Lançamento da Nova Picape no Brasil


Novo Renault Duster Oroch chega ao Brasil prometendo agitar o mercado de picapes. Novo veículo possui motor 2.0 flex e custará R$ 70 mil.

Não é novidade para ninguém que há algum tempo o conceito SUV dominou os cinco continentes do Mundo. Por consequência, o conceito de picape acabou sendo abandonado pela maioria das montadoras do mundo.

A Renault Oroch veio para inovar o conceito de Picape. Baseado na Duster, ela promete inovar e mostrar ao mercado a força que as Picapes têm e pretende dominar o mercado brasileiro, haja vista que a Duster ainda está fazendo grande sucesso nas Terras Tupiniquins.

O que muito também agrada os brasileiros é o fato de que a Picape deve chegar ao país por volta de Outubro de 2015 e deve sair por um preço mais em conta ao bolso do consumidor brasileiro. Segundo informações da própria montadora francesa, a Renault Oroch deve custar um preço médio de R$ 70.000,00.

É bom lembrarmos que durante o Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado, o Renault Duster Oroch já era promessa de vendas certas no Brasil.

Quase um ano depois, essa promessa se consolida e o Renault Duster Oroch chega ao mercado brasileiro com um motor flex 2.0 com 150 cv de potência máxima. Convenhamos, apesar de ser um motor 2.0, acaba sendo um pouco fraco, haja vista o tamanho e dimensões do carro.

O Renault Duster Oroch será produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR) e por isso chega ao mercado Brasileiro com um preço mais em conta do que o convencional.

O Renault Duster Oroch é a única Picape do Brasil baseada em um SUV compacto. Devido ao fato da exclusividade desse perfil e pela grande aceitação do SUV Duster no mercado, o Renault Duster Oroch promete fazer grande sucesso entre os apaixonados por picapes. Bom preço, carro nacional e pensado estrategicamente para agradar os mais exigentes consumidores. Com certeza, o Renault Duster Oroch agradará os consumidores. Aguardemos e será possível analisar os impactos desse carro no mercado brasileiro.

Daniel Alves


Lexus CT200h – Preço e Lançamento no Brasil


Uma das montadoras de luxo mais conhecidas do mundo é a Lexus, que pertence à Toyota. A mesma é extremamente exclusiva. No Brasil, por exemplo, a Lexus só conta com duas concessionárias, ambas localizadas em São Paulo. E para aqueles que já conhecem a montadora, saibam que a mesma acaba de lançar o Lexus CT200h. O novo modelo chama bastante a atenção daqueles que curtem um automóvel com design arrojado e com bastante elegância. Confira mais detalhes sobre este lançamento na continuação desta matéria.

O Lexus CT200h é nada menos que um híbrido, pois o mesmo conta com um motor a combustão e outro elétrico. O mesmo possui uma faixa de preço que parte de R$ 134 mil, sendo a versão Eco responsável por tal preço. Já a versão Luxury dispõe de preço inicial de R$ 154 mil.

Vale ressaltar que o modelo mais barato também possui um grande destaque, haja vista o mesmo ser bem equipado. Dentre os principais itens desta versão podemos destacar: ar condicionado digital de duas zonas; direção elétrica, central multimídia; 8 airbags; controles de tração e estabilidade; assistente de partida em rampa; retrovisores rebatíveis eletricamente, dentre outros itens.

A versão mais equipada do automóvel dispõe de bancos de couro perfurado, sendo que os mesmo possuem aquecimento e regulagens elétricas. O automóvel também possui teto solar elétrico; faróis de LED com lavador e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, além dos itens da versão anterior. Esses são uns dos principais itens da versão mais equipada do hatch de luxo.

E para aqueles que gostam da parte mecânica dos automóveis, saibam que por debaixo de seu capô existe um Toyota Prius. Vale destacar que a base mecânica do Lexus vem deste automóvel. Dessa forma, o Lexus CT200h dispõe de um motor a combustão de 1.8 litro e 99 cavalos, além de outro sendo elétrico com capacidade de 82 cavalos. A soma desses dois motores trás algo extremamente interessante: 136 cv de potência e 21 kgfm de torque.

Por Bruno Henrique


Nissan Kicks – Montadora divulga Imagem do Novo Carro


Um teaser do SUV Kicks foi revelado pela Nissan, exibindo sua frente bem idêntica à do conceito que foi visto no Salão do Automóvel de São Paulo 2014.

A empresa é a patrocinadora da escola de samba Salgueiro e a exibição, às vésperas do início dos desfiles de Carnaval, pode ser mais uma estratégia de marketing da marca. Vale lembrar que ano passado o Versa Note (ainda sem nenhuma cogitação para o mercado nacional) apareceu durante o desfile da escola carioca, sobre o carro alegórico.

Além disso, a Nissan é patrocinadora das Olimpíadas 2016 e o Kicks deverá aparecer também para promover este evento. Afinal, o Brasil é um dos países mais cogitados para a fabricação do crossover compacto.

O Kicks deverá ser mostrado por completo ainda este ano. Já o seu lançamento deve ocorrer em 2016, para encarar a concorrência de nomes como Chevrolet Tracker, Ford EcoSport, Renault Duster, entre outros.

Ainda não existe informações sobre o local onde o novo modelo será fabricado, mas é possível que o Brasil esteja entre os países favoritos para a produção, bem como o México. José Luis Valls, presidente da Nissan para a América Latina, foi quem afirmou em uma recente entrevista para o site UOL Carros, que o mercado pode ser favorecido pela marca, devido principalmente às exigências de livre comércio e do Inovar Auto.

Assim como a Honda adotou a ideia de fabricar o seu HR-V em mais de um país, a Nissan pode investir nessa estratégia para atender aos mercados do bloco.

"Há muito a avançar, queremos ser os primeiros entre as marcas japonesas, mas também temos planos de chegar a 3% de participação em 2015, 5% até 2016 e, num futuro a médio prazo, nos colocarmos perto dos líderes", afirmou o executivo durante a entrevista.

Claro que para isso será necessário ampliar e aprimorar a cobertura de lojas e oficinas no Brasil, isso deve ter início ainda esse ano. "É um produto fundamental para o Brasil e vamos ter novidades ainda em 2015", concluiu o presidente da marca.

Daniel Cavalcante


Corvette Z06 chega a 100 km/h em menos de três segundos


Dados fornecidos pela Chevrolet mostram as especificações técnicas da mais nova linha do Corvette. Para adquirir uma máquina como essa os amantes dos super carros terão que desembolsar a bagatela aproximada de 196.000 reais.

O incrível modelo faz de 0 a 100 km/h em 3 segundos, isso se deve à combinação de vários fatores como a tecnologia da aerodinâmica (que possibilita uma aceleração feroz e mesmo em altíssima velocidade) e a estabilidade.

O Corvette Z06 é equipado com motor 6.2 V8 que rende 650 cv com opção de câmbio automático de 8 velocidades e manual contendo sete velocidades. A potência chega a 62,2 kgfm de torque.

E as novidades e maravilhas desse carrão não param por aí, sua estrutura de alumínio é 57% mais rígida e mesmo assim é 45 quilos mais leve que o conversível lançado anteriormente. O sistema da capota é totalmente automático, um botão realiza essa função com o carro em movimento e parado pode ser controlado na chave.

O modelo permite uma cabine totalmente silenciosa com a capota fechada devido às 3 camadas de espessura do design, e quando quiser andar com a capota abaixada, a mesma se encaixa perfeitamente debaixo da tampa do tonneau que possui a mesma coloração da carroceria.

A Chevrolet afirma que o design compacto do motor é um dos motivos para que chegue de 0 a 100 km/h em 3 segundos, ele reduz o centro da gravidade do veículo. Está disponível também no pacote de desempenho um sistema de óleo de cárter seco.

Os melhores carros disponíveis no mercado recebem o melhor dos cuidados que tiram qualquer sombra de dúvida da sua qualidade e eficiência, o Corvette com certeza faz parte dessa lista, ele já vem de fábrica com Chevrolet Complete Care, que garante 2 anos ou 40.000 Km de manutenção programada. Além de 5 anos de assistência na estrada com transporte cortesia.

Essa máquina surpreende mais uma vez com uma incrível combinação de precisão e desempenho, a engenharia mecânica é brilhante. Um veículo projetado para servir o motorista, composta de materiais mais leves que consequentemente reagem com eficácia a cada imput humano, você manda ele obedece.

Por Luciana Ap. Santos e Silva


Google quer Parcerias com mais Montadoras


O desenvolvimento de uma tecnologia autônoma para carros está entre as prioridades do Google. Conforme informações da agência Reuters, a empresa está procurando parcerias com montadoras automotivas de maior destaque, visando acelerar o processo de fabricação. O Google pretende colocar os veículos com esta nova tecnologia nas ruas em no máximo cinco anos.

Entre as fabricantes que constam na lista da companhia estão: Ford, Daimler, General Motors, Volkswagen e Toyota. O Google não definiu ainda se será fabricado um veículo autônomo próprio ou em parceria com as marcas tradicionais. Os sistemas e componentes estão sendo desenvolvidos com fornecedores de peças automotivas como Bosch, LG, Continental e ZF.

Histórico da Invenção:

Em maio de 2014 o Google anunciou que começaria a fabricar seus próprios carros que possuem a função de dirigir sozinhos. A ideia inicial não levava em consideração a hipótese de adaptar veículos já produzidos por outras montadoras.

O veículo terá espaço para apenas dois lugares, não haverá pedais ou volante, apenas um botão com a função de partida e parada. Ele pode atingir a velocidade máxima de 40km/h.

As primeiras fotos do protótipo mostraram um veículo com “cara simpática” para atrair as pessoas à tecnologia autônoma. Entre as suas características externas mais marcantes está o fato de não possuir capô na frente e as rodas são mais afastadas para os lados. A dianteira do carro é feita de um material macio parecido com uma espuma no lugar do tradicional amortecedor. O para-brisa é flexível, podendo reduzir lesões caso ocorram acidentes.

O Google informou que serão instalados sistemas adicionais com a possibilidade de o motorista assumir a direção do veículo em casos de urgência.

Enquanto os profissionais ligados ao Google acreditam que o veículo irá melhorar a vida das pessoas, há pesquisadores que elencaram alguns malefícios que essa tecnologia pode trazer, como o aumento do fluxo de carros nas cidades, já que as pessoas não precisarão mais dirigir. 

Por Rafaela Fusieger


Novo SUV deve substituir Chevrolet Tracker no Brasil


A Chevrolet já está preparando um novo utilitário esportivo para substituir o Tracker. A notícia foi divulgada  pelo presidente da General Motors na América Latina, Jaime Ardila, durante uma entrevista no Salão de Detroit 2015.

Segundo Jaime Ardila, a montadora avaliou e considerou o desempenho do Tracker no país bem fraco, tendo em vista que o modelo chega ao Brasil pelo conhecido sistema de cotas de importação de carros vindos do México. Não bastasse isso, Ardila afirmou que a General Motors não considera viável a reinserção do modelo no Brasil através de sua fabricação por aqui.

Por fim, Jaime Ardila afirmou que a solução encontrada pela General Motors é fabricar no Brasil um SUV totalmente novo. A previsão é de que este novo veículo seja lançado entre os anos de 2017 e 2018. Apesar do carro ainda estar em desenvolvimento, já se sabe que ele utilizará as plataformas dos compactos Prisma e Onix.

O Chevrolet Tracker foi vendido no Brasil no período entre 2001 e 2004, naquela época ele utilizava um motor Turbodiesel. Após o encerramento de suas vendas no país, ele voltou a dar as caras no ano de 2007, quando participou do Salão do Automóvel de São Paulo e foi um dos destaques da GM no evento. Apesar do sucesso que teve no Salão do Automóvel, a General Motors só voltou a vender o Tracker no Brasil em outubro de 2013. Porém, com o mal índice de vendas do modelo, no Brasil a sua comercialização está com os dias contados.

Chevrolet Tracker 2015


Honda HR-V 2015 – Novidades, Preço e Lançamento no Brasil


Na última terça-feira, dia 13 de dezembro, a Honda apresentou o seu novo carro HR-V, veículo que será produzido em sua fábrica de Sumaré (SP) e que tem previsão de lançamento para março deste ano. A apresentação do carro ocorreu durante o Salão do Automóvel de Detroit (EUA). Segundo as informações fornecidas pela montadora, o carro custará pouco menos de R$ 80 mil (em sua versão mais barata).

Com a apresentação do carro, foi possível detalhes do veículo em sua versão americana. Apesar disso, a Honda afirmou que a versão brasileira do veículo será basicamente a mesma, apenas com algumas diferenças em sua parte externa.

Entre os itens de série que estarão presentes na versão brasileira estão: o Freio de Estacionamento Elétrico e o Sistema de Rebatimento dos Bancos (que é igual ao do Honda Fit).

Quanto as versões do veículo, elas seguirão a mesma nomenclatura utilizada pelos outros carros da marca (Honda Fit e City). Sendo assim, o HR-V terá as versões DX (mais básica), LX, EX e EXL (top de linha).

Vale lembrar que as versões EX e EXL terão itens de série bastante luxuosos, como ar condicionado digital com tela touchscreen substituindo os botões. Em contrapartida, o carro não deve ter equipamentos como partida sem chave.

Com relação ao motor, o Honda HR-V deverá utilizar o motor 1.8, que também é utilizado no Honda Civic LXS. A potência do veículo não foi informada.

Confira abaixo algumas fotos do carro:

   Honda HR-V
Honda HR-V 2

Honda HR-V 3

Honda HR-V 4