Mercedes-Benz GLA 250 chega com motor de 211 cavalos


O novo modelo da Mercedes foi lançado e chega ao Brasil com preço de R$ 171.900.

Mais um carro esportivo de luxo está sendo lançado pela Mercedes Benz. O modelo em questão é a nova versão do GLA 250, com duas opções diferentes, a Vision e a Sport. Ambas devem vir com a mesma motorização, o que significa que os modelos devem ter um motor turbo de 2.0 litros com potência de 211 cv.

Essa potência permite que o novo SUV chegue de 0 a 100 km/h em apenas 7,2 segundos. Sua velocidade máxima alcança os 235 km/h, e é limitada eletronicamente.

Entre os itens básicos do modelo, estão o sistema Active Parking Assist, que faz o veículo estacionar sozinho em vagas, além do sistema Comand Line, que tem navegação por GPS.

A diferença do Vision para o Sport é o kit visual AMG, que vem com câmera de ré. Porém, nos dois modelos existe o teto solar panorâmico, com abertura por sistema elétrico. Além disso, ambos vêm com ajuste elétrico no banco do motorista. Na versão Sport também tem ajuste para o banco do passageiro que senta na frente.

O interessante também é o recurso e espaço interno do GLA 250: como o banco traseiro é totalmente dobrável, sua capacidade aumenta de 421 litros para o dobro, com 836 litros. O volante é em três raios, com doze teclas multifuncionais e acabamento todo em couro e em cromo, que é de série da marca.

A montadora também pensou na economia e no meio ambiente, criando um sistema ECO de start/stop, fazendo com que o veículo desligue automaticamente toda vez que ele para.

Entre os recursos tecnológicos, estão o Audio 20, sistema de navegação GPS, facilitando o acesso à internet através do Bluetooth com integração a dispositivos móveis, além de pacote de dados e memória de 10GB para arquivos de áudio e o sistema Linguatronic. Todas as informações sobre o veículo são exibidas em uma tela TFT com medida de 17,8 centímetros.

Por Felipe Villares


Concept V-ision e é revelado pela Mercedes


A Mercedes encaminhou seu conceito para o Salão de Genebra. A empresa divulgou o Concept V-ision de forma única no evento. O modelo híbrido, com base no Classe V, possui o motor de quatro cilindros a gasolina, que possibilita 210 cv e 35,69 de torque, como também outro bloco elétrico com 122 cv e 34,67 mkgf. Desta forma, a potência ligada é de 333 cv e 61,18 mkgf de torque.

Considerando a performance, o conceito alcança 100 km/h em 6,1 segundos, com velocidade máxima de 206 km/h. O consumo médio é de 33,3 km/l, com independência de 50 km no modo elétrico, na ausência de necessidade de recarga.

O modelo possui para-choques, saias laterais, spoiler traseiro que lhe possibilitam uma característica esportiva, como também rodas de liga leve de 20 polegadas multi-raios. Entretanto, os principais fatores novos estão no interior, com teto panorâmico, poltronas individuais, e completamente reclináveis, em couro branco. A cor também faz o revestimento do console e do volante multifuncional. Com o objetivo de oferecer mais conforto, cada um dos bancos possui suportes para Ipad nos encostos de cabeça.

A empresa também divulgou recentemente o recebimento da versão E 250 Turbo Avantgarde VR4 no mercado do Brasil. O modelo será vendido por R$ 339.900, fornecendo proteção proporcional ao nível III-A.

Somado a proteção da carroceria, que inclui trechos de junção entre componentes, e dos vidros, com a tecnologia E-Guard, que faz a proteção dos passageiros impedindo a projeção de estilhados para dentros, os pneus do E 250 Turbo Avantgarde VR4 são runflat, o que possibilita que o carro faça o percurso por um trecho, com velocidade limitada, mesmo se houver perda repentina de ar.

Considerando a performance, o Classe E blindado tem a aceleração de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos, atingindo a velocidade máxima de 240 km/h. O bloco presente no sedã é o 2.0 turbo de quatro cilindros.

Felipe Couto de Oliveira


Mercedes C200 – Recall do modelo no Brasil


A Mercedes-Benz divulga recentemente no território brasileiro a realização de um recall para o sedã C200. De acordo com a informação da empresa, cerca de 23 unidades fabricadas entre 15 e 24 de outubro do último ano deverão retornar às concessionárias para conserto de um erro verificado nos cintos de segurança traseiros.

Na informação, a empresa relata que a falha ocasiona que os cintos central e direito traseiro se destravem no exemplo de forte colisão frontal. Com isto, os passageiros destes assentos e dos dianteiros podem ter danos físicos. O conserto trata-se da troca total das peças, com a ausência de custo ao proprietário.

Considerando a parte estética, o modelo possui rodas de alumínio de 17 polegadas, com visual distinto e mais clássico. Somado a isto, na parte externa está presente o teto-solar. A parte de dentro desta versão possui revestimento em cinza, onde a parte inferior do painel também possui a tonalidade cinza.

O modelo também possui Adaptive Brake Lights, banco condutor com acionamento elétrico, alterações elétricas para a posição lombar e sistema de estacionamento ativo. Ele tem 7 airbags, sistema de som 29 com GPS, visor de 7 polegadas no console central, características de alumínio no painel, leitor de CD. Na parte mecânica, o modelo possui motor 2.0 de 184 cavalos e 30 kgfm de torque.

O C180 é fornecido em duas alternativas de acabamento interno (Avantgarde e Exclusive), enquanto o C200 possui somente a versão Avantgarde.

Com este propulsor, o C200 permite acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, o que significa uma vantagem de 1,2 segundos em comparação ao V180, que implementa motor 1.6. A versão de nível médio do Mercedes-Benz Classe C, o C200, é o veículo com maior equilíbrio, considerando a mecânica (2.0), componentes de série, como teto-solar e estacionamento automático. Os componentes explicam o valor de R$ 16.000 reais extras em comparação ao C180.

Felipe Couto de Oliveira