Lançamento do Mazda MX-5 Miata Club Edition


Novo Mazda MX-5 Miata Club Edition será apresentado durante o Salão do Automóvel de Nova Iorque 2015.

A Mazda divulgou um fator novo para o Salão de Nova Iorque. É o MX-5 Miata Club Edition, versão que segundo a empresa irá se tratar da mais atrativa da recente geração do MX-5 em relação aos veículos legalizados para as ruas.

A expectativa é que as alterações sejam aerodinâmicas, com novo kit aerodinâmico sofisticado e partes com base no MX-5 Cup. Sobre a motorização, irá permanecer o bloco 2.0 SKYACTIV-G, com base à gasolina, que possibilita 155 cv e 20,4 mkgf de torque. Não há informação ainda caso será implementada transmissão manual ou automática.

A empresa Mazda foi iniciada em 1920 por Jyujiro Matsuda, de forma inicial com a denominação Toyo Cork Kogyo Co. No ano de 1927, a companhia modificou a denominação para Toyo Kogyo Co. Em 1934, iniciou o logótipo pioneiro da empresa com a denominação Mazda.

O veículo Mazda pioneiro a ser fabricado foi o desportivo Mazda R360 coupé, disponibilizado em 1960, tendo depois o Mazda Carol em 1962. Em 1967, a Mazda iniciou a exportação em proporção qualificada para o continente europeu. Neste mesmo ano, foi também disponibilizado o Mazda Cosmo 110S, o veículo Mazda pioneiro a ter um motor rotativo Wankel.

Em 1970, a empresa começou a exportação para os Estados Unidos. Em 1979, a companhia teve uma queda nas vendas E passou por uma grava crise financeira pioneira. Para fugir da instabilidade, a empresa fez um acordo com a Ford, onde esta comprou 25% da Mazda, passando a ampliar para 33,4% em 1996. Na década de 80, a Mazda verificou um crescimento em seu volume de vendas, devido ao acordo com a Ford.

No ano de 1989, a Mazda disponibilizou o roadster MX-5. No ano de 1991, a empresa triunfou nas 24h de Le Mans com o Mazda 787B, tornando-se a primeira empresa japonesa a atingir esta marca.

Felipe Couto de Oliveira


Mazda6 Wagon – Reestilização traz novos detalhes no design


Entre os principais pontos da renovação do modelo da Mazda está o conjunto óptico com assinatura de LEDs.

A nova perua Mazda6 Wagon é um encanto. A perua ganhou uma reestilização importante que acrescentou vários detalhes ao seu design que são típicos em outros segmentos da marca. Figuram entre as principais alterações visuais o conjunto óptico com assinatura de LEDs e no nicho dos faróis auxiliares de neblina feitos em uma moldura parcialmente cromada. Pode parecer pouca coisa mas essas sutilezas dão um charme renovado ao carro.

O carro conta com uma grade frontal em um formato já conhecido em alguns sedãs da empresa, porém aparentemente alargado para combinar com o design do veículo um pouco maior. Ignorando a traseira do carro aliás o visual do carro lembra muito o visto nos sedãs da empresa, com linhas alongadas e aerodinâmicas. Um exemplo a ser citado nesse aspecto é o capô alongado.

O carro não é só bonito, trazendo consigo também tudo que há de melhor e mais moderno no mercado para complementar e melhorar a experiência dos ocupantes. Uma das principais novidades a ser citada é o sistema de regeneração de energia da Mazda, chamado de i-Eloop que transforma energia cinética em eletricidade durante a desaceleração e a armazena em um condensador de dupla camada. A energia reaproveitada é utilizada na alimentação do sistema elétrico do carro. Essa utilização produz uma redução de até 10% do consumo além de aumentar a vida útil da bateria do carro.

No velho mundo o carro contará com diversas opções de motores. Entre eles figuram os motores à gasolina de 2.0 e 2.5 litros Skyactiv capazes de fornecer ao conjunto uma potência de 145, 165 ou 192 cavalos dependendo da configuração escolhida. Também contamos com opção de motor à diesel que se trata de uma versão extremamente eficiente do carro. O motor de 2.2 litros Skyactiv-D conta com potências entre 150 e 175 cavalos. A empresa nipônica informou ainda que o motor à diesel de 150 cavalos tem um consumo médio de 22 km/l.

Por Nosf