Sucessor do Palio Fire deve ser lançado em 2016


Novo carro da Fiat deve ser apresentado no terceiro trimestre do próximo ano e custará entre R$ 25 mil e R$ 30 mil.

O ano de 2016 deve marcar o lançamento de um provável sucessor do Palio Fire da Fiat. Antes disso, a montadora também deverá apresentar no início do ano que vem a picape média Toro, que tem a sua produção feita na cidade pernambucana de Goiana.

Porém, o destaque deve ficar mesmo para o modelo que vai aposentar o Fire. Fontes do jornal brasileiro Estadão apontam que um protótipo foi visto sendo transportado em um caminhão na cidade mineira de Sete Lagoas. Depois, algumas fotos foram enviadas à publicação que flagraram um carro camuflado na BR-381, que fica em Betim, em Minas Gerais. É nessa localidade que a Fiat conta com a principal fábrica brasileira e onde será fabricado esse novo modelo da marca.

O carro, que está batizado de X1H, deve ficar numa média de preço entre R$ 25 mil até R$ 30 mil. Porém, isso fica difícil de apontar, uma vez que o lançamento do mesmo deverá ocorrer somente no segundo trimestre do ano que vem e ainda não dá para ter uma noção da situação econômica do país, principalmente sobre a inflação.

Com o intuito de cortar alguns custos, a Fiat vai utilizar alguns componentes que estão contidos no Palio e no Uno, o que inclui parte da plataforma. No entanto, o novo modelo deve ter um entre-eixos menor e também um tanto mais curto. A cabine, porém, deverá ser mais elevada para que se compense essa redução, o que daria maior espaço para a cabeça dos passageiros e motorista.

Em termos de motorização, a Fiat deverá apresentar novidade para o lançamento. Devem aparecer os blocos de 1.0 litros 12 V com três cilindros (potência de 80 cavalos) e outro propulsor de 1.4 litros e 16 V (potência de 10 cavalos). Somente o primeiro motor citado deverá estar presente no X1H. Futuramente, o modelo deverá contar com uma versão quase aventureira, como acontece no Palio Way e no Uno Way.


Fiat Palio é o Carro mais Vendido em Fevereiro de 2015


Em relatório divulgado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) no dia 03/03/2015, o líder de vendas entre os automóveis no país continuou sendo o Fiat Palio, que emplacou 9.205 veículos no período de fevereiro de 2015. Entres os comerciais leves a liderança ficou com outro veículo da marca Fiat, o Strada, com 8.735 veículos emplacados no período. Lembrando que o número de palios emplacados considera todas as gerações do veículo disponíveis no mercado.

A grande surpresa do ranking de fevereiro ficou por conta do Volkswagen Fox/CrossFox, que assumiu a vice-liderança entre os automóveis ao alcançar o número de 7.374 carros emplacados no mês. Se considerarmos os comerciais leves, o VW Fox caiu para o terceiro lugar em vendas, atrás também do Fiat Strada.

O VW Fox superou em muito o antigo líder de vendas da montadora Volkswagen, sendo que o Gol ficou apenas em oitavo lugar do ranking com 5.883 veículos emplacados, apenas 374 a mais que o VW Up!. Outro que foi superado pelo VW Fox foi o Chevrolet Onix, que agora caiu para a quarta colocação com 6.914 veículos emplacados.

Outro automóvel que subiu consideravelmente no ranking foi o sedã japonês Toyota Corolla, que saiu da vigésima posição em janeiro para a décima quarta em fevereiro. O modelo teve 4.399 unidades emplacadas no período, 378 a mais que janeiro.

Entre as montadoras a VW liderou a venda de automóveis com 16,91% do mercado, contra 16,53% da rival Fiat. No entanto, se somarmos esse número aos comerciais leves, quem segue na liderança de vendas é a Fiat com 20,04%, seguido pelas demais montadoras com os seguintes percentuais: VW (17,33%), Chevrolet (15,68%), Ford (10,53%) e Hyundai (7,32%).

Segundo a Fenabrave, a venda de veículos no período de fevereiro foi a pior desde 2008. Em comparação com o mesmo período de 2014, a queda foi de 27%. Em comparação a janeiro, a queda foi de 26%.

Foto: Eduard Korniyenko/Reuters/VEJA

Dalmo Rocha