Carro Novo x Carro Usado – O Que Considerar na Hora da Compra?


Confira aqui alguns detalhes que devem ser analisados antes de decidir comprar um carro novo ou usado.

Quando você se depara com a seguinte pergunta: o que é melhor carro novo ou um usado? Certamente a primeira coisa que vem à cabeça é um zero quilômetro. Quem tem uma boa situação financeira para tal consegue ter essa opção, mas sabemos que os custos dos automóveis zero no Brasil são muito altos e os usados acabam por ser a escolha de boa parte dos consumidores.

Muitos ficam com a dúvida: posso ter um carro novo ou então outro automóvel superior com melhores itens mas já usado?

O Carro Novo

A grande vantagem e a mais óbvia, é que o carro zero quilômetro não possui um dono antigo. Isso facilita para que seus componentes estejam com um funcionamento que a fabricante dá garantias. Além disso, o carro novo possui seus sistemas operando de maneira folgada, o veículo não passou por reparos devido a acidentes, sua procedência (multas e outras pendências) está regularizada, entre outros detalhes.

Os defeitos de um carro novo são bem poucos em seus primeiros anos, e caso aconteça, a garantia vai cobrir. Os incômodos tem a tendência de serem menores. Geralmente, até os 30 mil quilômetros, a manutenção conta com um custo mais baixo e isso deixa de lado para o dono de algumas boas dores de cabeça.

Os preços de novo e usado

Como citamos no início, a pessoa pode adquirir um carro novo com todas as vantagens que apontamos, mas o preço que ele gastou poderia ser utilizado para comprar um automóvel usado em bom estado e com mais itens de conforto e segurança.

Exemplos: Um modelo Gol Trendline da VW sai por volta dos 30 mil reais com um motor 1.0 e sem itens como ar-condicionado. Pelo mesmo valor você poderia adquirir um Fiesta S 2013 com propulsor 1.5 e bons itens. Isso vale também para veículos que custam mais no mercado, mas que no segmento de usados você encontraria uma alternativa com maior custo benefício.

Desta maneira, o segmento de veículos usados podem mostrar para o consumidor um meio de contar com maior conforto, segurança, entre outros pontos interessantes.

 Outro problema do novo é a desvalorização. Após o primeiro ano, a desvalorização acontece, pois o carro já deixou de ser novo. Um Chevrolet Onix no seu primeiro ano teria uma desvalorização no valor de R$ 12 mil. Para quem tem o usado não conta com esse problema e a vantagem em termos financeiros poderá ser utilizada na manutenção do veículo.

O IPVA e Seguro?

O Imposto de Propriedade sobre Veículos Automotores vai se mostrar parecido entre o novo e o carro usado. Em termos de seguro, a apólice vai ser menor para o veículo zero, mas a cobertura com o decorrer do tempo vai encarecendo.


Dicas e Cuidados ao Comprar Carros Seminovos de Locadoras


Confira aqui alguns conselhos antes de comprar o seu carro seminovo em locadoras.

Com a alta dos preços referente aos carros 0km, comprar um veículo seminovo está bem mais interessante, porém, é preciso muito cuidado ao comprar um veículo nestas condições para não se arrepender depois.

Quem compra um seminovo sempre imagina que vai adquirir um veículo quase novo, sem nenhum problema e que nunca teve qualquer tipo de problema, mas nem sempre é assim. Apesar as empresas procurarem garantir a satisfação dos clientes, é sempre bom não confiar demais e verificar se de fato o veículo realmente atende às suas expectativas.

E a primeira dica, claro, é pesquisar muito e nunca fechar negócio na primeira locadora que entrar. Mesmo que o desconto lhe pareça tentador, ainda que lhes ofereçam o tanque cheio ou o IPVA pago, ainda assim não compre seu seminovo. Anote todas as vantagens e pesquise bem para no final comparar todas as propostas e aí sim, ver qual realmente lhe traz mais benefícios.

Fique muito atento à quilometragem do seminovo, pois estes veículos geralmente contam com 18 meses de uso em média e já rodaram de 20 a 30 mil quilômetros. Se for um seminovo com quilometragem bem acima desta media, aí é bom você desconfiar e não adquirir o veículo.

Um seminovo pode ser adquirido através de um financiamento, mas isto não quer dizer que é a melhor opção, pelo contrário, pode ser um péssimo investimento. Procure se informar sobre a taxa de juros, os valores das parcelas que serão pagas até a última prestação e faça bem seu controle financeiro para ter certeza que não irá se complicar mais adiante.

Outro cuidado que se deve ter é quanto a integridade do automóvel. Claro que as locadoras sempre procuram oferecer aos seus clientes carros que passaram por uma manutenção preventiva e também oferecem garantias, mas ainda assim é preciso muito cuidado.

Se você não entende nada de carro é bom levar um mecânico de sua confiança para fazer uma verificação minuciosa e certificar-se que de fato, não há nada de errado com o veículo.

Conferindo tudo antes, você evitará aborrecimentos posteriores e aí sim poderá ter certeza de que irá fazer um ótimo negócio.

Por Russel


Comprar Carro Usado – Dicas e Cuidados


Confira aqui algumas dicas e cuidados na hora de comprar um carro usado.

Você vai comprar um carro usado e deve estar ciente das coisas que vai verificar para não ter prejuízo depois. Muitos donos e até revendas não solucionam problemas que poderão dar dores de cabeça no futuro. Pois bem, com o carro comprado, agora você deve levar ao mecânico de confiança para verificar o que deve ser feito.

O que devo fazer no motor?

Verifique se há algum vazamento de água ou de óleo. É sempre bom trocar o óleo e o filtro do motor. A correia dentada é outro item que deve ser substituído. A correia poli V também deve ser observada e, se estiver muito ressecada ou quebradiça, pode ter certeza que pouca manutenção foi feita. Faça a troca e também coloque outros esticadores da correia.

Quando andar com o veículo, observe se o motor está rodando na faixa de temperatura correta. Faça a troca da água e coloque um bom aditivo. Se for necessário, consulte o manual do veículo para trocar algum fluído do carro. As velas também devem ser vistas, pois a manutenção delas ajuda na economia do combustível.

Os freios:

Fique atento para as pastilhas e sua espessura, além de observar lonas, discos e cilindros das rodas traseiras. Outro ponto a ser verificado é se há vazamento de óleo de freio.

Pneus:

O carro necessita ser levantado e observe, então, os pneus. Verifique cada um deles sobre cortes, desgaste e até bolhas.

Suspensão:

Como estão agindo os amortecedores? Há vazamentos? A direção hidráulica e o câmbio também devem ser observados sobre possíveis vazamentos. Quando o carro conta com transmissão automática, o ideal é verificar o manual para a troca do óleo hidráulico.

Há casos em que o carro conta com muitos problemas. Desta maneira, o aconselhável é conversar com o dono do veículo ou da revenda antes que o mecânico faça tudo o que for necessário. Você tem o direito de que o carro esteja em bom estado e que a manutenção seja feita pela pessoa que vendeu (a não ser que ele avise dos problemas e que coloque um preço com base no que precisa ser feito).

Segundo o Procon e dados do Código de Defesa do Consumidor, a pessoa que vende o veículo deve dar uma garantia de 90 dias.

Confira mais algumas dicas no vídeo abaixo: