Novo Citroen Aircross 2016 chega ao Brasil com Design mais Aventureiro


Carro é baseado no C4 Cactus Europeu e deverá chegar às concessionárias brasileiras ainda neste ano de 2015.

A fabricante francesa Citroën divulgou na última terça, dia 10 de novembro, a primeira imagem do novo Citroën Aircross.

O modelo 2016 deve chegar ao mercado brasileiro até o final do ano de 2015, com um design mais aventureiro.

Conforme divulgado pela própria Citroën, a minivan aventureira inspirada nos SUVs vai trazer uma combinação de tecnologia com requinte e funcionalidade.

O desenho dos faróis mais finos e as linhas mais arredondadas caracterizam as principais diferenças externas para o novo modelo.

Apesar de ter um design exclusivo, esse visual foi baseado no C4 Cactus europeu.

Com um estilo moderno, ousado e dinâmico, como a própria marca cita, o Aircross 2016 apresenta diferença nas rodas de 16 polegadas e vários detalhes em cinza fosco por toda a parte externa da carroceria.

Destaque para um novo faról exclusivo para iluminação diurna através de LEDs, com uma grade invadindo os faróis tornando o para-choque com um visual mais robusto.

Na parte traseira, uma das versões não terá o estepe na tampa. Haverá pequenas alterações no para-choque e no design interno das lanternas.

A montadora anunciou o início da fabricação em série do novo Aircross 2016 na fábrica de Porto Real, no estado do Rio de Janeiro.

Para a reestilização do novo modelo foram investidos mais de 150 milhões de reais, que contou com a participação do Latin America Tech Center, com sede no Brasil.

Apesar de ainda não ter divulgado maiores detalhes, a fabricante Citroën afirma que o interior será totalmente modificado. Apenas indica que o painel vai ter uma nova central multimídia e bancos virão com uma forração diferenciada.

A motorização deve continuar a mesma, com opções de 1.5 e 1.6 16V, com câmbio automático de quatro velocidades ou manual com cinco marchas. Podendo conter alterações em busca de maior potência e minimizando o consumo de combustível.

Jean Fretta Pereira


Recall do Citroen Aircross, C3 Picasso e Picasso – Problema no Freio


Montadora anuncia recall dos modelos fabricados em 2012. Problema pode ter sido ocasionado por causa de uma falha na montagem e no processo de fixação dos itens.

Enfrentando uma situação nada animadora, o setor automotivo brasileiro não para de receber más notícias, mesmo que estas se limitem a algumas fabricantes em específico.

Em época de baixas vendas, a Citroën anunciou na última semana um recall de três dos principais modelos das linhas vendidas no país e o motivo pode ser considerado grave, levando-se em consideração a segurança dos motoristas.

A fabricante francesa informou, na ultima terça-feira (dia 29), um número total de 627 unidades de seus veículos, número esse distribuído entre os modelos Aircorss (277 unidades), C3 Picasso (270 unidades) e C3 (com 80 unidades). As datas de fabricação e os chassis (não sequenciais) são respectivamente: 24/2/2012 a 24/4/2012 (CB570282 a DB500760), 14/2/2012 a 24/4/2012 (CB569902 a DB500779) e 26/3/2012 a 24/4/2012 (DB500423 a DB501633).

O defeito, que pode levar ao vazamento de fluido de freios, foi caracterizado pela empresa como uma falha na montagem e no processo de fixação desses itens. A substituição dos flexíveis de freio dianteiro foi a solução encontrada para garantir que não haja uma deficiência na frenagem do veículo e é de extrema importância para a segurança dos ocupantes dos carros e de terceiros, visto que o risco de acidentes causados pelo defeito, gerando todo tipo de dano aos envolvidos, é muito alto.

Os consumidores que identificarem os chassis e datas de fabricação em seus veículos podem prosseguir com o agendamento para o conserto do problema. As informações podem ser adquiridas no site www.citroen.com.br ou pelo telefone 0800 011 8088.

Com a configuração atual do mercado brasileiro, vários setores vêm se destacando em um ranking não muito animador. A construção civil e o setor automotivo são destaques no cenário de crise que se instalou no país desde o início do ano. As montadoras, por exemplo, vêm enfrentando uma maré ruim e os números de desempregos, que já passam dos 12 mil, preocupam os especialistas (segundo a revista Exame).

Dentre as principais razões, o baixo número de vendas, sem dúvida, é apontado como o maior problema enfrentado pelas concessionárias e até mesmo pelas montadoras nacionais, que tiveram que diminuir o ritmo para garantir o mínimo possível de produção e venda.

Por Halifas Quaresma


Citroen Aircross – Carro será apresentado no Salão de Xangai


Citroen divulga as primeiras imagens do Aircross, novo carro conceito da montadora. Veículo será apresentado pela primeira vez durante o Salão de Xangai 2015.

Após muitas especulações a respeito do conceito, a montadora de veículos Citroën acabou revelando oficialmente o Aircross, esta novidade da marca estará presente na China, no Salão de Xangai, o qual ocorrerá no final deste mês.

A principal inspiração para a criação desse novo Aircross foi o C4 Cactus e nessa nova versão ele terá o comprimento de 4580 mm, largura de 2100 mm e altura de 1800mm, as rodas que serão utilizadas no veículo terão 22 polegadas, rodas estas que deixarão o veículo ainda mais imponente e alto, como o Land Rover Discovery e o Hyundai Santa Fé.

Nessa divulgação oficial, o que pôde ser visto foi um Aircross na cor vermelha alaranjada, mas como já foi dito acima que o veículo segue as tendências do Cactus, até mesmo as “bolsas” da carroceria antes presente no Cactus foram inseridas nesse novo modelo, porém, dessa vez elas foram produzidas em borracha dura e alumínio, detalhes estes que ao que tudo indica não serão inseridos no modelo de produção.

Outro detalhe que ficou muito marcante nesse veículo foi a presença de apêndices, os quais foram instalados nas imediações das janelas, bem como nas entradas dianteiras do carro, a fim de que ele consiga ter um ganho em sua aerodinâmica.

O veículo é híbrido e conta com um motor a combustão turbo 1.6 litro, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 221cv e 28,07 mkgf de torque, esse motor a combustão trabalha juntamente com um outro motor elétrico, o qual é capaz de proporcionar ao veículo uma potência de 96cv e um torque de 20,46 mkgf no eixo de trás. Para que fosse utilizado este motor elétrico, o carro foi equipado com baterias de íons de lítio, baterias estas que deram para ele 50 km de autonomia no modo elétrico, sendo que para fazer o carregamento total dessas baterias em uma tomada convencional o usuário irá demorar cerca de três horas e meia.

O carro realmente ficou um espetáculo e vale a pena conferir, pois ele é um show modernidade tanto no espaço interno quanto no espaço externo.

Por Adriano Oliveira