Clássicos que merecem versões atuais


Carros que marcaram a história do país e merecem um lugar especial no coração de cada brasileiro

Volkswagen SP2

No fim da década de 60, precisamente durante o ano de 1969, a Volkswagen brasileira decidiu inovar ao lançar um modelo esportivo totalmente brasileiro. Foi então iniciado o “Projeto X”.

A carroceria do automóvel foi inspirada no modelo europeu VW 412 Type 4, assim como outros modelos da marca no Brasil. O primeiro protótipo foi apresentado durante a Feira da Indústria Alemã, no ano de 1971. No entanto, o modelo só foi lançado oficialmente no mercado em meados de 1972, tendo em seu nome a sigla “SP” em homenagem ao Estado de São Paulo.

O VW SP2 tinha um visual moderno para a época, tendo bancos de couro como itens de série. Além disso, o modelo possuía um motor 1.7 de 75 cv de potência.

O modelo foi um sucesso de vendas no Brasil, fator que impulsionou sua exportação para diferentes países do continente africano e América Latina. Infelizmente, o modelo deixou de ser fabricado após quatro anos de seu lançamento.

Gurgel BR-800

A extinta Gurgel Motores S.A sempre almejou criar modelos compactos e econômicos, sendo o principal: Gurgel BR-800. Infelizmente, o BR-800 estava à frente do seu tempo e teve sua produção interrompida após três anos.

Caso o modelo fosse lançado nos dias atuais – com as devidas melhorias e uso da tecnologia moderna – seria um grande sucesso, já que o mercado está voltado para os modelos compactos e econômicos.

Volkswagen Karmann Ghia

O VW Karmann Ghia foi produzido durante 20 anos no continente europeu (1955-1975), tornando-se um ícone de status durante esse período. O esportivo contava com carroceria fabricada a mão, o que refletia em seu valor final.

O modelo chegou ao Brasil em 1962, e contava com motor de 1200cc de 36 cv de potência. Já em 1967, o modelo recebeu nova motorização de 1200cc e 44 cv de potência, que alcançava a velocidade máxima de 185 km/h em poucos segundos. Infelizmente, o modelo teve sua produção encerrada em território nacional no ano de 1972.

O Karmann Ghia é um dos clássicos de maior sucesso do Brasil, e pode ser encontrado por valores que chegam a R$ 115.000. Uma nova versão do modelo agradaria muitos brasileiros.

Chevrolet Opala

É praticamente impossível que um brasileiro não conheça o Opala, um dos modelos mais importantes do Brasil. O modelo foi fabricado em 1968 e contava com motor 4.1 de 171 cv de potência, além de design bastante envolvente. O automóvel foi fabricado até 1992 e ganhou diversas versões.

Por Wendel George Peripato


Skoda Kodiaq – Lançamento do SUV deve acontecer no Segundo Semestre


Modelo deverá ser apresentado no Salão de Paris e irá concorrer com o Volkswagen Tiguan e Seat Ateca.

Diversas empresas do ramo automobilístico estão apostando as suas fichas no segmento dos utilitários-esportivos, a mais nova fabricante a seguir esta tendência é a sueca Skoda, a qual já sinalizou que irá fazer o lançamento do novo Kodiaq no segundo semestre deste ano, ao que tudo indica no decorrer do Salão de Paris, evento que ocorrerá em outubro. Esta inovação da Skoda é um crossover de médio porte, porém, com capacidade para sete passageiros. Este veículo será bastante similar aos novos VW Tiguan e ao Seat Ateca, sendo que no caso do Tiguan a Volkswagen já anunciou que irá lançar em breve uma variante do modelo com a presença da terceira fileira de banco.

O Skoda Kodiaq será um pouco maior que os seus outros dois primos, haja vista que segundo os dados fornecidos pela fabricante ele será 21 cm mais longo que o Tiguan, sendo que terá um comprimento de 4,7 metros e outros 34 centímetros de comprimentos a mais que o Ateca.

Conforme a fabricante, este novo crossover de médio porte terá espaço interno suficiente para acomodar de maneira confortável os sete passageiros.

Apesar de ter um nome um pouco diferente dos que estamos acostumados a ver, o nome dessa novidade que será lançada pela Skoda é oriunda dos ursos Kodiak, os quais tem como habitat natural uma ilha localizada no Alasca.

Mesmo com toda a empolgação a respeito do lançamento do veículo, a Skoda ainda não revelou maiores detalhes a respeito da configuração mecânica do crossover, porém, a expectativa e a aposta de muitos é de que este veículo seja comercializado com os mesmos motores tanto do Tiguan quanto do Ateca, sendo que nesta lista estão inseridos os propusores 1.0 TSI, 1.4 TSI, 1.8 TSI e 2.0 TSI, além das versões movidas à diesel que são as 1.6 TDI e a 2.0 TDI, motores estes que conseguem produzir uma potência máxima de 150 e 190 cavalos. Como opcional, a fabricante irá disponibilizar aos consumidores o veículo com tração integral e o câmbio do modelo DSG dotado de sete marchas e com sistema de dupla embreagem.

O certo é que em breve teremos mais notícias a respeito de maiores detalhes deste grande lançamento que está por vir.

Por Adriano Oliveira


Novo Honda BR-V é apresentado na Índia


Modelo é capaz de transportar 7 pessoas e conta com motor 1.5 i-VTEC ou 1.5 i-DTEC. Montadora não informou que o modelo poderá ser lançado no Brasil.

A fim de conseguir conquistar novos clientes, as fabricantes de veículos automotores sempre buscam lançar novos veículos no mercado ou até mesmo fazer reestilizações dos modelos que já estão no mercado. É seguindo esta proposta que a renomada fabricante de veículos Honda acabou de lançar no mercado indiano o seu mais novo veículo, o qual foi batizado com o nome de BR-V, nome este que conforme as informações repassadas pela própria fabricante japonesa, é originário das palavras Bold Runabout Vehicle, que traduzido em português seria algo similar a “veículo de carroceria ousada”.

Este novo veículo da Honda terá capacidade para fazer o transporte de até sete passageiros e no mercado indiano será disponibilizado com propulsores movidos tanto à diesel como à gasolina. O design dessa nova aposta da Honda foi baseado no Honda Brio, contudo o BR-V passou por uma melhoria estrutural.

Com relação à motorização, o BR-V será disponibilizado, por lá, com a opção de um propulsor 1.5 i-VTEC movido à gasolina (o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 119 cavalos) ou o 1.5 i-DTEC movido à diesel (com capacidade de produzir uma potência máxima de 100 cavalos), ambos os motores irão trabalhar em conjunto com o câmbio automático do modelo CVT com variação contínua.

As dimensões deste novo veículo da Honda são de 2,62 metros no entre-eixos, 4,45 m de comprimento, 1,43 m de largura e 1,66 m de altura. Para termos uma noção do real tamanho deste veículo, ele terá um porte bastante semelhante ao conhecido HR-V, que possui a distância entre eixo de 2,61m.

A cabine do BR-V virá com três fileiras de assentos e o porta-malas terá a capacidade de 223 litros, porém, caso o proprietário rebata os bancos traseiros esta capacidade pode ser ampliada para incríveis 691 litros.

Em termos de categoria, o BR-V será considerado como um crossover e já sairá de fábrica com belas rodas de liga leve no tamanho 16 polegadas. Com relação ao tipo de suspensão, o modelo virá com suspensão McPherson na parte frontal, enquanto na parte traseira a suspensão escolhida pela fabricante foi a do tipo barra de torção.

O certo é que apesar desse modelo estar sendo lançado para o mercado indiano, em breve teremos mais notícias a respeito da chegada dessa nova aposta da Honda aqui no Brasil ou não.

Por Adriano Oliveira


Chevrolet Onix é o Carro Mais Financiado do Brasil


Modelo alcançou a marca de 15 mil unidades financiadas no primeiro semestre deste ano.

Apesar do cenário econômico atual do Brasil não estar sendo favorável para nenhum setor do comércio, mesmo diante de todas as dificuldades, algumas empresas estão tendo motivos para comemorar. No setor de venda de automóveis, uma das empresas que estão comemorando os bons resultados obtidos é a Chevrolet, que conseguiu se destacar com as vendas do Onix, haja vista que o modelo conseguiu encerrar o primeiro semestre deste ano como o modelo mais financiado, sendo que conseguiu deixar pra trás o renomado Hyundai HB20, que conseguiu obter apenas metade do número de financiamentos do Onix. O Onix conseguiu acumular o total de 15.497 unidades vendidas a prazo, enquanto o segundo colocado da categoria, o Ford Ka, conseguiu chegar a 12.554 unidades negociadas.

Para termos uma real noção do quanto o Onix está fazendo sucesso e sendo adquirido pelos consumidores por meio de financiamentos, somente no mês de março o veículo conseguiu o primeiro lugar dos modelos financiados com 7.883 unidades comercializadas, sendo seguido pelo HB20 (que teve 5.702 unidades financiadas), Chevrolet Prisma (que teve 3.990 unidades financiadas) e VW Gol (que conseguiu financiar 3.535 unidades e acabou conquistando duas posições em relação ao mês anterior, assim tendo motivos também para comemorar).

Outra grande novidade que surgiu como destaque dos veículos mais financiados do país foi o Honda HR-V, o qual antes ocupava a modesta 15ª colocação no mês de janeiro e conseguiu saltar para a 8ª colocação neste último mês de março, após ter atingido o número de 2.629 unidades financiadas, sendo que no montante anual o modelo já conseguiu chegar a 6.297 unidades negociadas.

Se formos levar em consideração o ranking das marcas, a liderança continua com a Chevrolet, que possui o total de 17.152 veículos financiados no mês de março. Já no somatório anual a Chevrolet acumula 49.012 negociações, sendo seguida a distância pela Fiat (que tem 37.668 negociações) e Volkswagen (que possui 37.112 unidades financiadas).

O certo é que a Chevrolet tem se destacado no cenário nacional como a fabricante de veículos automotores que mais vende veículos à crédito, o que é uma das saídas para tentar driblar a crise que assola o país e os consumidores.

Por Adriano Oliveira


Nova Chevrolet Trailblazer 2017 – Novidades e Preço


SUV conta com leves mudanças e teve uma queda em seus preços.

Após a renomada fabricante de veículos automotores Chevrolet ter lançado no Brasil (em 2012) a Trailblazer, SUV que foi projetado para entrar forte na concorrência com a Toyota Hilux SW4, mas que não caiu no gosto dos consumidores brasileiros e acabou perdendo a disputa de lavada para a sua principal concorrente, haja vista que no ano de 2015, enquanto a Traiblazer consegui emplacar apenas 1.795 unidades, a Hilux SW4 conseguiu emplacar nada mais nada menos que 8.693 unidades.

A fim de mudar este cenário, a Chevrolet fez algumas alterações na linha 2017 desta SUV, alterações estas que vão do visual chegando até a lista de equipamentos ofertados aos consumidores. Outra estratégia forte utilizada pela montadora foi a diminuir o valor do veículo para tentar vender mais, sendo que antes a versão LTZ 3.6 saía pelo valor de R$ 163.790 e agora nessa nova versão será vendida por R$ 159.990, enquanto a versão LTZ 2.8 turbodiesel passará de R$ 192.090 para R$ 189.990. Essas alterações de preço com certeza poderão ajudar o veículo a ter um maior número de vendas neste ano e no ano que vem.

Da mesma maneira que a nova S10, a Trailblazer ganhou novas mudanças somente na parte dianteira. Com a inserção de traços um pouco mais horizontais e retilíneos, a impressão que é que o modelo ficou um pouco mais largo quanto visto de frente. A nova grade frontal bipartida traz consigo a identidade de estilo já visualizada na S10 e no novo Cobalt. As linhas arredondas dos faróis e dos projetores anteriores foram deixadas de lado, porém, agora estão sublinhados por LEDs. Na parte lateral as únicas modificações ficaram por conta das barras do teto e das chamativas rodas em tamanho 18 polegadas, que possuem acabamento diamantado; Já a parte de trás do veículo não passou por nenhum tipo de alteração.

Além da diminuição dos valores, outra estratégia da Chevrolet para brigar com a Hilux SW4 é a sua extensa lista de equipamentos e acessórios, haja vista que o modelo, nessa versão 2017, chega com um pacote tecnológico de primeiríssima qualidade, trazendo por exemplo, a central de multimídia MyLink 2 e o sistema OnStar.

Por Adriano Oliveira


Nova Toyota Hilux SW4 2016 – Preço e Novidades


Nova Hilux SW4 2016 traz novidades e custa de R$ 209 mil a R$ 229 mil.

Apesar de muitas pessoas afirmarem que a antiga Toyota Hilux era desprovida de beleza, este carro, aqui no Brasil, virou sinônimo não só de elegância, mas também de excelência. É neste contexto que a nova Hilux SW4 chega com uma versão modificada e muito mais bonita, pois esta já é a terceira geração deste SUV robusto. Os principais destaques visuais do lado externo da Hilux ficaram por conta da inserção de uma grade frontal cromada com estilo sóbrio, que faz um belo conjunto com os faróis afilados. Nas laterais, aquelas antigas linhas retas trazidas pela antiga SW4 foram substituídas por traços mais inspiradores.

Já do lado interno não precisamos nem falar que o veículo ficou um verdadeiro espetáculo, uma vez que os assentos são revestidos por couro marrom, sendo que todas as suas superfícies são emborrachadas e possuem costuras aparentes, ao redor do comando do console central foi inserida uma moldura.

Com relação ao espaço interno deste veículo, ele é suficiente para o transporte de quatro adultos. Caso a opção seja por transportar cinco adultos, o passageiro que for no meio no banco de trás irá um pouco espremido, mas ainda o veículo conta com aqueles dois bancos retráteis que ficam no porta-malas, todavia, estes são ideais apenas para crianças, haja vista que o espaço é bem mais reduzido.

No quesito segurança, a nova SW4 chega com sistema de freios com discos ventilados nas quatro rodas, cintos de segurança de três pontos em todos os assentos, regulagem de profundidade no volante, acionamento elétrico da tampa traseira, assistente para arrancada em rampas, sistema de controle de velocidade em declive, bem como Airbag para os joelhos do condutor.

Um dos pontos que deixaram a desejar nessa nova SW4 é o fato dela não possuir itens de série nas versões mais baratas, tais como ar digital de duas zonas, freio de estacionamento elétrico, teto solar e amortecedor a gás para sustentação do capô.

O antigo propulsor 3.0 turbo diesel foi substituído por um de menor cilindrada, porém, com torque maior, o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 177 cavalos e um torque de 45,9 mkgf.

Os valores desta grande novidade variam entre R$ 209.100 até R$ 229.500, sendo que por enquanto esta máquina só será ofertada aos consumidores na versão SRX.

Por Adriano Oliveira


Nissan March Rio 2016 – Edição Especial celebra as Olimpíadas do Rio de Janeiro


Modelo terá apenas 1.000 unidades produzidas e custará cerca de R$ 53 mil.

Seguindo a tradição de todas as fabricantes de veículos automotores, lançando novas séries de veículos em comemoração de eventos ou datas comemorativas, a Nissan, patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, está lançando uma nova série especial do Nissan March para marcar os jogos no Brasil. Essa nova série do March será lançada com apenas mil unidades e a identificação de cada carro da série será feita por meio de uma numeração que será inserida na grade dianteira .

Essa série será limitada em apenas 1000 exemplares, sendo que os seus principais atrativos serão a presença de uma nova central multimídia, a qual foi batizada com o nome de Multi-App, bem como o eficiente propulsor 1.6 16V. Em princípio, a fabricante irá sugerir que o preço deste lançamento seja de R$ 53.990, sendo que a versão de entrada do modelo tem preço fixado em R$ 49.490.

O design é ponto de maior destaque do March Rio 2016, pois o veículo foi projetado com linhas arredondadas. Já na carroceria a fabricante inseriu neste novo modelo saias laterais, teto e retrovisores pintados de laranja e preto, spoilers dianteiros e traseiros, detalhes estes que acabaram deixando o compacto japonês com um estilo mais descolado.

Para completar o conjunto, a fabricante inseriu lanternas e faróis com a presença de máscara negra, puxadores das portas cromados, rodas de liga leve em tamanho 16 polegadas com tom acinzentado, além da logomarca da Olimpíada ter sido inserida tanto na tampa do porta malas quanto nos para-lamas.

Muitos especialistas da área acharam excelente a ideia da empresa de lançar esta série comemorativa, no entanto, o único ponto que a Nissan poderia ter sido mais criativa foi na disponibilização de novas cores, devido ao fato de ser uma série limitada e comemorativa. O Nissan March Rio 2016 será comercializado somente nas cores preto, branco ou prata.

Já na parte interna o veículo vem com o nome da série no jogo de tapetes, por meio de uma costura na cor laranja, a qual também está presente nos assentos, cuja espuma do encosto, embora traga um tecido especial e a tecnologia denominada Comfort Seat (que oferta maior comprimento no assento), deixou a desejar no quesito conforto.

Com relação ao propulsor utilizado nessa série especial, a fabricante inseriu nessa série um motor tetra-cilíndrico capaz de produzir uma potência máxima de 111 cavalos e um torque de 15,1 Kgfm.

Por Adriano Oliveira


BMW X5 M50d – Lançamento da Nova SUV com Motor a Diesel


Modelo chega às concessionárias brasileiras custando cerca de R$ 474 mil.

Há cerca de três décadas a grande e renomada fabricante de veículos automotores BMW, comercializa veículos movido a diesel no continente europeu, porém, aqui no Brasil, a marca começou a vender este tipo de veículo há aproximadamente um ano, sendo que no mercado nacional a marca só possui variantes do renomado SUV X5, as quais saem de fábrica equipadas com propulsor seis cilindros de 3.0 litros em linha reta, os quais são sobrealimentados com triplo turbocompressores, todo este conjunto espetacular foi projetado para trabalhar em conjunto com um câmbio automático de oito velocidades e sistema de tração integral.

Dentre as versões a diesel uma das opções existentes por aqui é a configuração xDrive30d, que atualmente tem o seu preço variando entre R$ 399.950 e R$ 415.950, o motor utilizado nesta configuração possui a capacidade de produzir uma potência máxima de 258 cavalos e um torque de 57,1 Kgfm. Outra opção a diesel é a versão topo de linha do X5 chamada M50d, que custa R$ 474.950 e tem uma potência que chega a incríveis 381 cavalos e valentes 75,5 Kgfm de torque.

Mesmo utilizando o mesmo pacote mecânico do X5 xDrive 30d, o modelo M50d possui todas as virtudes de um modelo da divisão de alto desempenho da escuderia BMW, tanto que o carrão possui, além de um visual ainda mais agressivo, emblemas exclusivos. Outro detalhe que chama bastante atenção neste modelo são as maravilhosas rodas de tamanho 20 polegadas que utilizam pneus de perfil baixo. A suspensão deste modelo é uma atração a parte, haja vista que o sistema de suspensão possui controle de rigidez e altura, detalhes estes que deixam claro o design mais esportivo deste SUV.

Por se tratar de um BMW, o quesito conforto não precisa nem ser questionado, mas na caso do X5 M50d a ergonomia foi projetada de forma muito criteriosa, sendo que o condutor consegue facilmente encontrar uma posição ideal para conduzir o carrão. Na questão do acabamento, na parte interior do veículo, a BMW não deixou a desejar, um exemplo disso são os assentos, que conforme a escolha do comprador eles podem vim revestidos em couro ou em Alcântara, que nada mais é que um modelo exótico de camurça.

O certo é que o BMW X5 M50d realmente é um espetáculo de veículo e que infelizmente será um veículo para um público seleto.

Por Adriano Oliveira


Jeep Renegade ganha Novas Cores no Brasil


Veículo agora conta com as opções Cinza Antique e Vermelho Tribal.

Como já é comum no mercado brasileiro, todas as vezes que um veículo completa alguma dada comemorativa as fabricantes lançam algum tipo de versão ou característica para simbolizar suas conquistas. Dessa vez quem está lançando algo comemorativo é a fabricante de veículos automotores Jeep, que a fim de comemorar um ano de comercialização do Jeep Renegade no Brasil, bem como a marca de 55 mil unidades comercializadas, a empresa lançou duas novas cores para a carroceria do modelo. Ambas as cores recém-lançadas pela Jeep são metálicas, sendo que estas foram batizadas com o nome de Cinza Antique e Vermelho Tribal, a qual possui uma tonalidade próxima do vinho, para quem quiser conferir como ficou os veículos com estas novas cores, a fabricante já disponibilizou os modelos de amostra que podem ser visualizados através do portal eletrônico www.monteseucarro.jeep.com.br.

Estas duas novas opções de cores chegam para fazer companhia às pinturas sólidas Branco Ambiente, Vermelho Colorado, Verde Commando, bem como a outros tons metalizados como o Preto Carbon e o Prata Melfi. Ainda não podemos esquecer do Laranja Aurora (que é a cor exclusiva da versão Trailhawk) e do Preto Shadow (que só é disponibilizado para as configurações 1.8, tanto no modelo com câmbio automático quanto manual). No total, atualmente os consumidores que forem adquirir o Renegade têm nove opções de escolha de cores.

Além disso, as versões Sport do Renegade, tanto Flex como a Diesel, passaram a ter como opcional barras longitudinais de teto, peças estas que anteriormente só tinham a possibilidade de serem adquiridas como acessórios, porém, convém ressaltar que essas barras estão entre os equipamentos de série somente a partir da versão Longitude.

E as novidades da Jeep para o Renegade direcionadas ao mercado brasileiro não param por aqui, pois a próxima novidade que a fabricante irá lançar será a atualização do propulsor 1.8 a fim de atender às exigências do Inovar Auto, embora a Jeep esteja guardando o segredo e ainda não tenha feito a confirmação oficialmente. Em breve, o Renegade irá contar com uma versão um pouco mais aprimorada deste motor mencionado acima, o qual inclusive já está sendo disponibilizado na renomada picape Toro da Fiat.

Por Adriano Oliveira


Jeep Renegade Longitude 2.4 Tigershark é lançado na Argentina


Modelo chega ao país vizinho custando cerca de R$ 158 mil e não deverá ser lançado no Brasil.

Após ter iniciado, na Argentina, as vendas do Renegade em fevereiro deste ano, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Jeep atacou novamente no país vizinho, haja vista que nesta oportunidade a empresa lançou a versão Longitude, a qual vem equipada exclusivamente com o propulsor 2.4 Tigershark e com câmbio automático.

Este motor dotado de 16 válvulas possui a capacidade de produzir uma potência de 187 cavalos e um torque de 24 Kgfm. O propulsor trabalha em conjunto com um sistema de câmbio automático de última geração que contém nove velocidades. O valor de comercialização sugerido para esta nova versão do renomado e famoso Jeep Renegade é de 640 mil pesos, valor este que se fosse convertido em reais daria em torno de R$ 158 mil.

Os acessórios do Renegade Longitude 2.4 Tigershark são os mesmos do modelo comercializado aqui no Brasil, ou seja, o carrão vem equipado com sistema de controle de tração e estabilidade, sistema Isofix para fixação de cadeiras infantil, freios a disco tanto nas rodas dianteiras como traseiras, lanterna traseira de neblina, assistente para arrancada em rampas, direção elétrica, ar-condicionado, volante com ajuste de profundidade e altura, sensores de estacionamento na traseira, central de multimídia com a presença de GPS e conexões USB e Bluetooth, além de freio de estacionamento com tecnologia de acionamento elétrico.

Neste ano de 2016, a primeira versão que chegou a Argentina foi a Sport, a qual veio equipada com o já conhecido propulsor 1.8. Contudo, este motor é ofertado por lá somente com o câmbio manual de cinco marchas.

Por enquanto a Jeep não disponibiliza ao mercado brasileiro o Renegade com o propulsor 2.4 Tigershark por um motivo bem lógico, o seu preço que é um tanto quanto salgado, pois caso a fabricante resolvesse disponibilizar este motor por aqui, o IPI do modelo iria passar dos atuais 11% e chegaria a 18% caso fosse feita a adaptação para o etanol e caso a utilização deste motor só pudesse ser feita com o uso da gasolina, esta opção resultaria em um imposto de 25%, o que não ocorre na Argentina e favoreceu com que o modelo chegasse.

A novidade para o mercado nacional, porém, é que o atual propulsor 1.8 passará por uma revitalização, a fim de atender às exigências do Inovar Auto.

Por Adriano Oliveira


Chevrolet S10 2017 chega com Nova Dianteira e está Mais Econômico


Modelo passou por leves mudanças de design e teve seu peso reduzido, o que deve refletir numa economia de 5% no consumo de combustível.

Na segunda-feira, dia 25, a picape Chevrolet S10 2017 foi apresentada e agora conta com diversas novidades na lista de equipamentos e também no visual. Na parte dianteira o veículo ganhou um novo design, sem contar as novas suspensões, a direção elétrica, e também os freios. Conforme informado pela empresa, a picape teve seu peso reduzido, o que cominou em numa economia de 5% no consumo de combustível.

Os preços da S10 2017 ainda não foram divulgados, porém, a Chevrolet informou que deverá ficar no mesmo nível do modelo passado.

A motorização não foi alterada, continuando os mesmos 2.5 flex de 206 cavalos e 2.8 turbodiesel com 200 cavalos de potência.

O câmbio ainda possui tanto a caixa automática como a manual, as duas com 6 velocidades. Já as trações podem ser 4×4 ou 4×2.

Além dessas novidades, o modelo agora também conta com sistema OnStar, com assistência médica e mecânica em caso de emergência. Tal sistema se comunica com um Centro de Atendimento, que acontece por meio de uma linha de celular exclusiva, além de apresentar a localização do veículo, informando se o mesmo está envolvido em um acidente ou então se foi furtado. O OnStar é disponibilizado pela montadora pelo período de um ano e deve ser habilitado em alguma concessionária da marca.

Sem contar também que a nova S10 possui sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, câmera de ré com auxílio para manobras, retrovisor central eletrocrômico, acionamento remoto da ignição, sensor de estacionamento dianteiro, entre outros equipamentos.

Visualmente as novidades ficam por conta de uma cavidade no capô (cavidade que foi desenhada na parte posterior) e da grade, que sofreu um prolongamento até os faróis, os quais também sofreram mudanças e poderão ter uma guia LED.

Na parte lateral, os retrovisores possuem repetidores de pisca.

As rodas, nas versões de entrada, ou seja, a LS e LT, são de alumínio e com aro de 16 polegadas, já nas versões mais sofisticadas a roda possui aro 18.

Na traseira, há a opção com laterna de LED e a novidade está na tampa da caçamba, que poderá vir com câmera de ré.

Internamente, a empresa trouxe novos desenhos para o modelo, que segundo a marca tiveram como base o conceito X-Treme, apresentado na Tailândia.

O modelo será vendido nas cores novas Preto Ouro Negro e Azul Old Blue Eyes, além das já conhecidas Branco Summit, Prata Switchblade, Cinza Son of a Gun e Vermelho Chilli.

FILIPE R SILVA


Novo Nissan Kicks deverá ser lançado no Brasil em breve


Modelo chegará ao mercado para disputar espaço com Honda HR-V, Jeep Renegade e Ford EcoSport.

Apesar de o contexto econômico do Brasil não estar favorável, a fim de tentar resgatar o setor, bem como atrair os poucos clientes que estão consumindo, as fabricantes de veículo estão utilizando várias estratégias para driblar a crise, uma das apostas das empresas é o lançamento de modelos inédito. É nessa perspectiva que a renomada fabricante de veículos automotores Nissan fez a confirmação que irá mostrar o seu mais novo crossover global, mas este lançamento será feito somente no próximo dia 03 de maio, durante o evento de Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016.

Diante da expectativa deste novo lançamento, várias especulações já estão sendo feitas em torno do modelo e a mais concreta até o momento foi uma visualização do veículo durante a gravação de propagandas na cidade do Rio de Janeiro.

Para quem ficou curioso e ainda não sabe o nome deste novo crossover da Nissan, o modelo foi batizado com o nome de Kicks, que pelo que pôde ser visto, é um pouco diferente do Kicks Concept. A versão de comercialização do veículo tem como principal destaque o seu visual, que possui na parte frontal e nos frisos laterais traços musculosos, bem como teto em cor distinta da cor da carroceria. O teto deste novo veículo da Nissan é diferenciado dos que estamos acostumados, pois o teto dele possui uma espécie de caimento bastante análoga com a do conhecido Range Rover Evoque.

Graças a um investimento de R$ 750 milhões feito pela Nissan, o Kicks terá fabricação em solo brasileiro. Esta novidade da Nissan chegará para disputar um espaço no concorrido mercado de SUVs de pequeno porte, sendo que os seus principais concorrentes serão os já conhecidos e renomados Honda HR-V, Jeep Renegade e Ford EcoSport.

A estreia do Nissan Kicks Concept ocorreu no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo do ano de 2014, mas a apresentação do modelo foi feita no mês de junho do ano de 2015, no Salão de Buenos Aires, na Argentina.

Logo este veículo será mais um modelo que em breve será lançado no país e que com certeza irá brigar de igual para igual com os seus concorrentes.

Por Adriano Oliveira


Novo Ford Mustang chegará ao Brasil mais Elitizado


Montadora estuda cobrar valor alto pelo carro para preservar imagem de exclusividade e durabilidade do carro.

Para os fãs e apaixonados pelo belíssimo veículo da Ford, o famoso Mustang, as notícias são excelentes, haja vista que o fabricante garantiu que irá trazer este veículo esportivo para o Brasil, porém, os consumidores brasileiros terão que ter um pouquinho de paciência, porque esta chegada poderá acontecer somente no ano de 2018.

Um dos motivos para que o veículo não chegue tão rápido ao mercado nacional é a eterna calibração do propulsor para suportar os efeitos causados pela nossa gasolina, que é considerada como pouco pura, outro motivo é o fato de a Ford querer inserir no mercado nacional um versão atualizada e forte, que será destinada a poucos compradores, assim evitando o efeito colateral da popularização que ocorreu com o rival da Chevrolet, o renomado Camaro, que por aqui foi um sucesso.

Esses requisitos iniciais deverão refletir diretamente no preço em que o veículo chegará por aqui. Enquanto o Camaro custava R$ 180 mil quando estreou no Brasil e atualmente está custando R$ 250.290, o Mustang seria comercializado aqui no país por R$ 300 mil, contudo, teria a capacidade de cobrar o dobro do modelo da General Motors.

Como todos sabemos, no começo o Camaro foi um verdadeiro sucesso de vendas e acabou virando, além de desejo e sonho de consumo de muitos, hit musical, sendo que com toda essa divulgação acabou se tornando um ícone de desejo de um público emergente, que estava com foco em ostentar e não de conhecer realmente o carro, público este que aos poucos foram virando personagens das páginas policiais devido aos inúmeros acidentes registrados com o envolvimento dos veículos. Esse é um dos aspectos que a Ford não deseja que o Mustang passe aqui no Brasil, sendo que por este motivo, quando o carro chegar no Brasil, será um modelo elitizado.

A inserção deste novo Mustang no Brasil é uma coisa que, ao que tudo indica, será muito bem estudada e analisada pela Ford, até mesmo para respeitar e fazer jus a história do modelo no cenário automobilístico, tendo em vista que o conceito que a empresa coloca no Mustang é que ele é um veículo raro e que possui uma durabilidade de muitos anos.

Por Adriano Oliveira


Conceito do Novo Volkswagen Touareg 2017 será apresentado no Salão de Pequim


Modelo passará por mudanças de design e ganhará um novo motor.

Faltando apenas uma semana para o início do Salão de Pequim, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Volkswagen fez a antecipação de um de seus modelos que deverá ser uma das suas principais atrações na mostra chinesa: o veículo é um SUV de grande porte e que irá antecipar a nova geração do Touareg, que tem lançamento aguardado para o ano de 2017.

As linhas deste novo veículo são similares às do recém-reestilizado Tiguan, tendo como destaques principais a presença de guias de EDs nos faróis, no friso da grade e luzes de neblina. Com relação ao design do próximo Touareg, a Volkswagen irá apostar em design tradicional e típico da marca, com a presença de traços bastante retilíneos, destaque na linha da cintura, bem como ombros largos.

Já na parte interna, o conceito irá apresentar um ambiente do tipo lounge, que terá a presença de muitos elementos digitais de altíssima tecnologia, bem como avançados sistemas de infotainment. Outra novidade que será trazida será o propulsor powertrain híbrido, modelo que possui a capacidade de produzir uma potência máxima de nada mais nada menos que 381 cavalos e um torque de 71,4 Kgfm, força esta que é suficiente para fazer com que este SUV consiga acelerar de 0 a 96 Km/h em apenas 6,0 segundos, podendo fazer com que o veículo chegue a uma velocidade máxima de 224 Km/h.

Com relação ao consumo do modelo, em modos combinados, o veículo consegue manter um consumo médio de 33,3 Km/l, enquanto se for utilizado no modo integralmente elétrico há a possibilidade de rodar 50 Km somente com a autonomia da bateria. Ao que tudo indica, esta deverá ser a versão mais econômica do novo Touareg.

Logo, neste primeiro momento, enquanto todos estão aguardando ansiosamente o início do Salão de Pequim para visualizar todas as novidades trazidas pelas empresas do setor automobilístico do mundo inteiro, o que nos resta é esperar, pois nas próximas semanas teremos, além de outras novidades, maiores detalhes e especificações técnicas e tecnológicas não só do Touareg, mas de todos os outros modelos que estão sendo lançados pelas demais fabricantes.

Por Adriano Oliveira


Hyundai HB20 ganha Novo Motor Turbo


Novo propulsor 1.0 Turbo estará presente em todas as versões do veículo e deixará o carro ainda mais potente.

Algo esperado há bastante tempo era sem sombra de dúvidas o famoso motor 1.0 turbo na linha HB20, da Hyundai. A montadora sul-coreana finalmente atualizou a linha e anunciou a chegada do referido motor para esta geração. Com preço partindo de R$ 47.445, o motor turbo deixa o modelo ainda mais apimentado é a grande aposta da montadora.

Um detalhe muito importante é que a Hyundai não associou o motor a apenas uma versão. Ou seja, todas as versões serão acompanhadas do 1.0 turbo. Além disso, saiba que a montadora também destacou que seu principal objetivo é tornar o HB20 um automóvel mais eficiente, quando consideramos o seu rendimento e seu desempenho. Portanto, o novo motor não chegou apenas para deixar o carro com toque mais esportivo.

E se você é um grande fã de motorização, saiba que esse lançamento irá lhe agradar bastante. O turbocompressor foi incorporado ao motor 1.0 Kappa, que dispõe de três cilindros. Essa junção resulta em nada menos que 105 cv a 6.000 rpm e 15 kgfm de torque a 4.500 rpm, levando em consideração seu desempenho via etanol. Com isso, são nada menos que 25 cv a mais que aqueles 80 cv oferecidos pela versão aspirada.

Além disso, segundo a fabricante, com a tecnologia do novo motor será possível acelerar de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos. Trata-se de uma evolução considerável em relação à versão aspirada, haja vista a mesma ter o mesmo desempenho em 14,6 segundos. Dessa forma, o novo motor traz 23% a mais de rapidez. Outro destaque é quanto à velocidade máxima atingida: a nova versão (com motor turbo) pode chegar até 182 km/h. O aspirado, no entanto, possui velocidade máxima de 161 km/h.

Como destacado, o novo motor também promete eficiência. Por isso, o mesmo consegue fazer 8,2 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada, quando o mesmo é abastecido com etanol. Quando o mesmo roda a gasolina, saiba que os números passam a ser de 11,6 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada.

Com essa grande novidade, a Hyundai esperar aumentar ainda mais o seu número de vendas em relação ao HB20, haja vista essa atualização ter sido bastante esperada entre o público consumidor.

Por Bruno Henrique


Hyundai IX25 deverá ser lançado no Brasil em Novembro


Nova SUV deverá ser apresentada durante o Salão do Automóvel de São Paulo 2016.

Não restam dúvidas de que no segmento de veículos aqui no Brasil, um dos setores que mais cresce é o dos SUVs, que vem atraindo cada vez mais adeptos. É nessa perspectiva e tentando se inserir nessa concorrência que a renomada Hyundai será mais uma fabricante a se inserir no segmento de SUVs compactos no mercado nacional. Durante o evento que foi realizado para fazer o lançamento do HB20 com motor 1.0 turbo, um dos diretores da Hyundai afirmou que o ix25, veículo conhecido em alguns mercados como Creta, será apresentado aqui no Brasil ainda este ano.

Pelas notícias que estão sendo veiculadas e que foi confirmada neste evento, o ix25 chegará ao Brasil no Salão de São Paulo, evento que ocorrerá em novembro, contudo, a comercialização só terá início provavelmente no mês de dezembro.

Atualmente o ix25 está sendo produzido e comercializado nos mercados chineses e indiano, mas a chegada do modelo ao Uruguai e a Argentina também já foi confirmada. Com relação às características deste veículo, ele possui um porte bem semelhante ao Jeep Renegade, Honda HR-V e Ford EcoSport, possuindo um comprimento de 4,27m e um entre-eixos de 2,59m.

Mesmo com a confirmação da chegada deste veículo por aqui, a Hyundai ainda está com uma série de indefinições com relação aos detalhes deste modelo que chegará ao mercado para aumentar a concorrência em um dos segmentos mais almejados do mercado nacional.

Nos mercados onde o ix25 já é comercializado ele vem com o já conhecido propulsor 1.6, capaz de produzir uma potência de 128 cavalos, motor este que já é utilizado por aqui no HB20, outro quesito que também deverá ser compartilhada com o compacto da marca será a transmissão, que será de seis velocidades, podendo ser manual ou automática.

Outro indicativo de que os planos para este veículo por aqui estão sendo desenvolvidos a todo vapor é o fato de o veículo estar sendo visto, contudo com camuflagem pesada, nas adjacências da fábrica que fica na cidade de Piracicaba (SP), porém a fabricante ainda prefere guardar debaixo de sete chaves maiores detalhes e especificações deste modelo que será mais uma aposta da marca em breve aqui no Brasil.

Por Adriano Oliveira


Ford Ka 2017 – Lançamento, Preços e Novidades da Linha


Montadora deve lançar oficialmente o Ford Ka 2017 neste semana. Veículo custará a partir de R$ 41.990.

Conforme o que foi divulgado previamente pelo site da Ford, nesta semana a fabricante irá fazer o anúncio oficial a respeito da chegada da nova linha 2017 da família Ford Ka. E para deixar os consumidores brasileiros ainda mais animados, a fabricante anunciou que tanto o modelo com carroceria hatchback quanto o modelo que possui a variante sedã agora sairão da fábrica da empresa localizada na cidade de Camaçari (BA). Nessa nova geração a família Ka virá com banco traseiro bipartido com a presença do encosto de cabeça para o quinto passageiro, bem como com cinto de segurança de três pontos.

Mas nem tudo poderia ser notícias boas, pois a notícia ruim para os consumidores ficou por conta de que os preços dos veículos da família foram reajustados e agora o valor inicial é de R$ 41.990.

Outra novidade trazida pela gama 2017 do Ka é a versão SEL Plus, a qual possui o propulsor 1.5, destinado exclusivamente para a carroceria sedã, sendo que nesta versão sedã (que será a topo de linha) a fabricante irá ofertar aos consumidores bancos integralmente revestidos em couro e sensor de obstáculo traseiro, para adquirir essa versão o consumidor terá que desembolsar R$ 57.840.

A gama 2017 do famoso Ka será mais uma aposta da Ford, mas o certo é que este novos Ka não tem mais nada similar àquele Ka que foi lançado no país em 1997, pois de lá para cá o carro passou por diversas mudanças e tornou-se um carro maior e muito mais moderno, características estas que estão fazendo com que todo o prestígio do modelo volte à tona. Uma prova da força que o Ka está tendo no mercado atual é o fato de o modelo estar a um bom tempo brigando entre os hatchs compactos e ao que tudo indica a montadora quer continuar seguindo firme nessa disputa, haja vista que cada vez mais o veículo vem trazendo novidades em termos de acessórios e novas tecnologias para os consumidores.

Os principais concorrentes do novo Ka são o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20, briga esta que representa nada mais nada menos que o mercado mais cobiçado pelas montadoras brasileiras.

Por Adriano Oliveira


JAC SC5 Concept – Novo SUV deve ser lançado em 2017


Montadora chinesa apresentou as primeiras imagens do carro. Modelo é uma das grandes apostas da JAC para o mercado chinês.

Mesmo faltando alguns dias para o início do Salão de Beijing, a grande e renomada fabricante de veículos automotores JAC Motors já fez a divulgação dos primeiros teasers daquele que será o seu mais novo lançamento, o SC5 Concept. Ao que tudo indica essa nova aposta da marca será nada mais nada menos que um SUV inédito de porte médio que será, em princípio destinado ao mercado chinês, o estudo completo e demais características desse veículos serão divulgados na íntegra nos próximos dias.

Nesses primeiros teasers deu para visualizar que o veículo virá com um visual bastante arrojado, fazendo uma breve referência aos modelos da Lexus. O JAC SC5 possui como maior destaque a sua dianteira, que diga-se de passagem ficou muito marcante e apresenta características bastante agressivas, devido a presença de peças cromadas, bem como pelos elegantes faróis de LED.

Segundo as notícias de bastidores que estão sendo veiculadas pela própria imprensa chinesa, o conceito irá ser propulsionado por um conjunto híbrido, enquanto a versão para comercialização virá dotada de propulsores 1.5 e 2.0, ambos com a presença de turbo e com potências máximas de 155 e 200 cavalos respectivamente.

A versão de produção desse veículo é uma das grandes apostas da JAC no mercado chinês e por este motivo o carro está sendo muito cobiçado e aguardado. A previsão de chegada do veículo será no máximo até o ano de 2017.

Já aqui no mercado brasileiro a JAC Motors está prestes a completar cinco anos de operação. Apesar de ter sido uma marca que chegou um pouco desacreditada, aos poucos a empresa tem ganhado muitos clientes, principalmente devido ao fato de os seus veículos apresentarem uma quantidade satisfatória ou até superior que muitos outros modelos renomados de tecnologia e itens de segurança. Outro fator que tem atraído muito clientes é o fato de os veículos da marca já saírem de fábrica com garantia de 5 anos.

O certo é que essa marca, que já é um sucesso na China, está buscando cada vez mais ampliar o seu horizonte e sem sombra de dúvida está apostando muitas fichas no mercado brasileiro.

Por Adriano Oliveira


Fiat Mobi – Informações e Características do Novo Carro


Confira aqui as principais informações sobre o Fiat Mobi, novo carro compacto da Fiat.

A FIAT, famosa montadora italiana conhecida em todo o mundo, traz ao mercado o seu novo carro, o FIAT Mobi. Nesta matéria, listaremos os principais aspectos e curiosidades que você precisa saber sobre o novo compacto da FIAT.

O primeiro aspecto que chama atenção é a cara de mau do FIAT Mobi, que deixa o veículo com um visual agressivo e passa a sensação de ser um pouco maior.

Pouco tempo depois de trazer a FIAT Toro ao mercado de veículos automotores e inovar o mercado de pick-ups, o FIAT Mobi veio para também inovar o mercado de compactos. O veículo vem para competir de frente com o Volkswagen Up! e, de forma interna, com o Uno Vivace e Palio Fire. A montadora possui uma boa expectativa sobre o FIAT Mobi e já diz que o carro será líder de mercado. Há uma expectativa de sejam fabricados ao menos 100 mil veículos por ano.

Com a proximidade do lançamento, alguns veículos já aparecem sem a camuflagem e vários flagras foram registrados Brasil a fora.

Segundo algumas informações levantadas, o FIAT Mobi terá quatro versões: o Easy (por R$ 30 mil), o Easy On (que custará R$ 32 mil), o Like e Like On (que terá preço aproximado de R$ 35 mil) e a Way (topo de linha, que custará R$ 37 mil).

O visual é diferente ou, para aqueles mais conservadores, até um pouco estranho. As lanternas são exageradas, os para-choques são bicudos e dão um ar diferente ao carro. Além disso, a tampa do porta-malas é composto de vidro temperado, o que possibilitou a redução de 6 Kg no peso final.

Em questão de acabamento interior, o veículo não foge do padrão dos veículos de entrada. Apesar de alguns detalhes como o black piano, que proporciona um ar descolado ao veículo, a extensão do FIAT Mobi acaba por deixar o usuário apertado. O tanque de combustível é um pouco menor que o do Up!, com 47 litros contra 50.

A princípio, o motor a ser empregado no FIAT Mobi é o Fire de 4 cilindros.

Como um bom compacto, o FIAT Mobi oferece algumas vantagens e desvantagens. Porém, devido à grande variedade populacional do Brasil, o veículo tende a ser bem aceito pelo mercado.

Raquel Alice Moreira


Nova Geração do Audi A4 é lançada no Brasil


Modelo está um pouquinho maior e custa a partir de R$ 159 mil.

A nova geração do Audi A4 foi lançada no Brasil nesta semana, mais precisamente na última quarta-feira, dia 6 de abril. De acordo com as informações divulgadas pela montadora, o modelo passou por uma renovação e está bem maior, espaçoso e leve (com 110 kg a menos que sua versão anterior).

Esta nova geração do Audi A4 foi produzida na plataforma conhecida como EVO. Entre os benefícios desta plataforma está o uso de materiais mais leves, porém, mais rígidos. Não bastasse isso, houve também uma melhoria com relação ao isolamento acústico do carro.

A nova geração do Audi A4 chegará ao Brasil com novo motor. Ao invés do 1.8 que era oferecido na versão anterior, agora a Audi irá disponibilizar para o modelo o motor 2.0, que é capaz de render ao veículo uma potência de 190 cv, além de um torque de 32,6 kgfm. Já com relação ao câmbio, ele será automático de sete velocidades e dupla embreagem.

De acordo com a montadora, o Audi A4 é capaz de alcançar 100 km/h em apenas 7,3 segundos. Já em relação ao consumo, a Audi afirma que o carro consegue fazer até 14 km/l nas estradas, o que garantiria para o carro a nota A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular.

É importante mencionar que pelo menos por enquanto a Audi irá disponibilizar apenas a versão sedã do veículo. Esta versão chegará às concessionárias no 2º semestre deste ano. Haverá ainda a opção Avant e também uma nova versão com motor mais potente, 2.0 de 252 cavalos e com tração integral do tipo Quattro.

O Audi A4 será vendido pelos seguintes preços:

  • A4 Sedan Ambiente: R$ 182 mil.
  • A4 Sedan Lauch Edition: R$ 172 mil.
  • A4 Sedan Attraction: R$ 159 mil.

Comentando agora um pouquinho sobre as medidas do veículo, ele possui 4,72 m de comprimento (25 milímetros a mais que a versão anterior). Além disso, o carro conta com 2,82 m de entre-eixos (12 mm a mais do que a versão antiga). Já quanto a largura, o carro possui 1,84m (16 mm a mais do que a versão anterior). Por fim, a altura do carro permaneceu a mesma, ou seja, conta com 1,42m.

Confira nas fotos abaixo um comparativo entre a versão nova e a antiga (a nova versão é a de cima, cinza):


Mini Cooper S Clubman Exclusive – Lançamento da Nova Versão do Carro


Nova versão do carro será disponibilizada em 10 cores e contará com diversos itens de série.

No início desta semana a MINI anunciou o lançamento da versão Exclusive para a nova geração de seu modelo Clubman. Vale lembrar que este carro foi lançado no Brasil no finalzinho do ano passado, mais precisamente no mês de novembro. O MINI Clubman é equipado com um motor 2.0 turbo (movido a gasolina), que é capaz de proporcionar 192 cv de potência e 28,5 kgfm de torque. Com relação ao preço, ele custa cerca de R$ 152 mil.

A nova versão do Clubman será disponibilizada em 10 diferentes cores e contará com faróis full LED, chave presencial, rodas de 17 polegadas, entro outros itens de série. Não bastasse isso, o modelo ainda conta com um sistema multimídia com tela em LCD de 6,5 polegadas, que é capaz de acessar funções como o sistema de navegação, o celular e até mesmo o MINI Connected. É importante frisar que o sistema multimídia do carro terá um HD Interno de 20 GB e que será compatível com o uso de apps de streaming.

De acordo com Julian Mallea, diretor da MINI no Brasil, o MINI Cooper S Clubman Exclusive busca unir três fatores importantíssimos na hora de escolher um carro, que são: Design Arrojado, Alto Desempenho e Ótimo Custo Benefício. O objetivo da MINI com o carro é ampliar o leque de opções para seus consumidores e atender a preferência de muitos de seus clientes.

MINI John Cooper Works com motor de 304 cv:

No final do mês passado, a customizadora Manhart apresentou uma versão do MINI John Cooper Works que certamente surpreendeu os fãs da MINI, isso porque a versão tunada do veículo conta com uma atualização no módulo do motor que deixou-o com uma potência de 304 cv e 47,8 kgfm de torque. Para efeito de comparação, a versão normal do carro conta com um motor 2.0 biturbo capaz de oferecer 234 cv de potência e 32,6 kgfm de torque. Já com relação ao visual, o carro, que foi batizado como MINI F300, foi pintado de verde escuro e conta com detalhes em amarelo. As rodas presentes no veículo possuem 19 polegadas e listras laterais diferenciadas.

Segundo a customizadora, o carro é capaz de chegar aos 100 km/h em apenas 6,1 segundos.


Audi R8 E-tron – Novo Carro Esportivo Elétrico Autônomo


Modelo é capaz de chegar aos 250 km/h e carrega a bateria em 2 horas.

O Audi R8 E-tron já era, desde as expectativas sobre como realmente seria o modelo, motivo de especulações. Depois que a Audi fez o anúncio do superesportivo, muita coisa foi confirmada e muita gente ficou de “boca aberta” com carro. O R8 tem aquela rara habilidade de tirar o fôlego de quem é um apaixonado por carros.

O motivo é bem simples de ser explicado. Entre outros detalhes o R8 e-tron é um carro elétrico. Até aí nada de anormal. O interessante aparece quando percebemos que ele é capaz de ir de 0 a 100km/h em 3,9 segundos. Além disso, pode chegar a velocidade máxima de 250 km/h. Se esses pontos já são motivos de surpresa, ainda tem mais. O Audi R8 e-tron traz o fato inédito de não precisar de motorista.

Mesmo não tendo sido amplamente comentado na mídia especializada, o R8 não ficou sem ser percebido. Curiosamente e apesar de alguns começarem a dar um pouco mais de atenção ao modelo só agora em 2016, ele foi mostrado no passado durante a Consumer Electronics Show, evento que aconteceu em Shangai, na China.

O cupê da Audi é cem por cento elétrico. O alto desempenho do modelo também tem explicação. Aqui tudo se deve ao chamado Sistema Combinado de Carregamento (Combined Charging System, em inglês). Esse sistema possibilita o carregamento com corrente tanto contínua quanto alternada.

E devido a presença desse sistema é que será possível carregar por completo a bateria do carro em duas horas. Um espaço de tempo relativamente pequeno.

Uma curiosidade que veio junto com o R8 é o fato de que a Audi desenvolveu a própria bateria de alta tensão pela primeira vez. O dispositivo foi baseado em uma nova tecnologia que usa o lítio-íon.

Em termos de comparação, o primeiro protótipo da Audi tinha uma capacidade de 49 kWh e agora no R8 conta com 92 kWh.

O R8 conta com dois motores elétricos. Cada um deles possui 170 kW de potência, com isso o carro é capaz de entregar 462 cv de potência. A autonomia praticamente mais que dobrou já que no protótipo anterior chegava a 215km e agora vai até 450km.

A Audi tem se esforçado em apresentar produtos e inovações cada vez mais com um “pé no futuro”. E pelo visto tem acertado em grande parte de seus projetos. Vamos ver o que a marca reserva para o futuro.

Por Denisson Soares


Jaguar XKSS volta a ser Produzido em Edição Super Limitada


Modelo é considerado o primeiro carro esportivo da história e terá apenas nove unidades fabricadas manualmente.

Para a felicidade dos apaixonados por carros, a Jaguar anunciou recentemente que estará produzindo o icônico XKSS na Inglaterra. O modelo historicamente é tido como o primeiro esportivo do mundo. E como era de se esperar em um caso desses, a novidade vai se restringir a algumas poucas pessoas. Isso porque a companhia afirmou que a produção será limitada a apenas nove unidades.

O XKSS terá todas as regalias que tem direito. A produção do carro será feita manualmente por exemplo.

Voltando ao passado histórico, o XKSS teve 16 unidades produzidas lá em 1957, porém, nesse mesmo ano um incêndio atingiu a fábrica de Browns Lane. Dos 16 carros, nove foram destruídos e não puderam ser exportados para os Estados Unidos.

O “acerto de contas” acontece exatos 59 anos depois. A própria Jaguar já havia deixado claro que se colocava a disposição para fabricar o carro exclusivamente para um seleto (e põe seleto nisso!) grupo de colecionadores e clientes. Claro que o preço chega às alturas. Para se ter uma ideia, nem um valor específico foi divulgado. O que se sabe é que com certeza deverá ultrapassar facilmente um milhão de libras esterlinas. A entrega aos clientes dos modelos acontecerá somente em 2017.

Esse retorno e produção do XKSS em edição super limitada figura como o último grande projeto da equipe Jaguar Land Rover Classic. Esta é a divisão da companhia que fica com a responsabilidade de disponibilizar peças e serviços para modelos clássicos britânicos.

O XKSS fez história desde o seu início e não foi pouca. Para começo de conversa, foram três vitórias seguidas da marca em Le Mans (1955, 1956 e 1957), na época o modelo usado era chamado de D-Type.

Com a chegada do tricampeonato, em 14 de janeiro de 1957, Sir Williams Lyons, fundador da Jaguar, resolveu transformar os 25 D-Type que foram fabricados em versões para serem usadas nas ruas. Claro que inúmeras adaptações tiveram que ser feitas, mas foi assim que o XKSS chegou à vida.

Entre as alterações realizadas para que o carro fosse para as ruas estavam a supressão do spoiler atrás do banco do condutor, exclusão da divisão entre condutor e passageiro, porta adicional no lado do passageiro e o para-brisa mais alto.

O XKSS era movido por um motor 3.4 de seis cilindros. São 250cv de potência com 33,16kgfm de torque. Na época de sua chegada o modelo conseguia ir de 0km/h a 100km/h em 5,5 segundos.

Por Denisson Soares


Novo Audi TTS Coupé – Lançamento e Preço no Brasil


Novo modelo contará com motor 2.0 TSFI e custará a partir de R$ 299 mil.

Depois de um bom tempo de espera, enfim chegou o momento em que a Audi anunciou a chegada ao Brasil da nova geração do TT em uma forma bem apimentada, o TTS. O modelo faz sua estreia por aqui com apenas uma única versão de acabamento. O bloco que equipa o carro será um 2.0 TFSI.

Inicialmente o preço sugerido para o TTS é de R$ 299.990, no caso do Coupé. Entretanto, vale lembrar que a opção Roadster está prevista para chegar às concessionárias até o mês de abril. Esta, por sua vez, deverá apresentar um acréscimo de cerca de R$ 20.000,00.

A novidade é parte integrante da linha batizada pela Audi de modelos S. Uma das principais características dessa linha é justamente o alto desempenho, além de um acabamento próprio.

Em termos de semelhança, o TT bem como o TTS contam com câmbio de dupla embreagem S tronic com seis velocidades. Mas o que atrai mesmo a atenção são as diferenças entre eles. O TTS pode ir de 0km/h a 100 km/h em 4,7 segundos, podendo chegar a velocidade máxima de 250 km/h. A velocidade máxima aqui é controlada por meio eletrônico. Ainda assim tem modelo mais potente no mercado. A versão comercializada na Europa possui um bloco com capacidade para 310cv.

Na parte de fora o Audi TTS Coupé e o TTS Roadster contam com mais destaques. As rodas aro 19 estão entre eles. Uma coisa interessante dos modelos da linha S é o fato de que os espelhos dos retrovisores externos possuem cobertura de alumínio. As portas trazem detalhes exclusivos. A suspensão do carro foi rebaixada em 10mm. De série o TTS vem com faróis full led e com ajuste automático de altura, as lanternas têm luzes direcionais e para completar tem o defletor, que a partir de 120km/h se levanta na tampa traseira visando melhorar a força vertical e a resistência aerodinâmica.

A eficiência do modelo também merece ser destacada. O motor 2.0 TFSI chama a atenção por esse ponto e pelo baixo consumo. Isso graças a aplicação de tecnologias na versão tais como os sistemas de injeção direta adicional que acabam por complementar a injeção direta.

A Audi tem se mostrado confiante em um relativo sucesso do TTS. Até porque o carro não deixa a desejar em muitos aspectos nos quais as concorrentes tem falhado em seus últimos lançamentos.

Por Denisson Soares


Novo Nissan GT-R 2017 – Lançamento e Novidades


Modelo ganhará 20 cv de potência a mais e contará com algumas mudanças visuais.

A Nissan, famosa montadora de veículos automotores, traz ao mercado mais uma novidade para os fãs de carros. A bola da vez é o Nissan GT-R, com mais 20 cv de potência e mudanças no interior.

A promessa é que o modelo seja apresentado no Salão de Nova York, que ocorre entre os dias 25 de março e 3 de abril do ano corrente.

Em seu exterior, o supercarro japonês apresentou mudanças quase ínfimas, contudo, aos olhos dos detalhistas apreciadores de carros, são detalhes que fazem toda a diferença na hora da aquisição de seus veículos. Externamente, o Nissan GT-R ganhou um contorno cromado na grade frontal e houve um redesenho do capô. É inegável que o Nissan GT-R continua lindo e chamativo em questões de design. Além disso, ele não perde para nenhum superesportivo. Assim como os esportivos da Toyota e Mitubishi, o Nissan GT-R surpreende por seu design futurístico e ousado.

Mas do que adianta um carro contar com uma beleza incomum, sendo que não oferece conforto interior. Pensando nisso, os engenheiros da Nissan aprimoraram aquilo que já era excelente em sua existência. Sendo assim, agora, o Nissan GT-R possui novos bancos, volante e parte do painel. Além disso, uma tela de 8 polegadas com uma central multimídia de última geração integra a supermáquina. No modelo anterior, a tela contava com 7 polegadas. O que já é de bom tamanho.

Pensando na comodidade e celeridade, os engenheiros reduziram a quantidade de botões que integravam o painel moderno do Nissan GT-R 2016. No Nissan GT-R 2017, a quantidade de botões passou de 27 para 11. O que é vista como uma inovação positiva, haja vista que com essa quantidade de botões provavelmente o condutor do Nissan GT-R 2016 muitas vezes deveria achar-se pilotando um avião e não dirigindo um carro, devido ao grande número de botões presentes no modelo anterior.

Para privilegiar a nova tela cromada, os difusores de ar centrais tiveram que ser rebaixados. Além disso, o motor, que já contava com excelente potência de 545 cv, agora conta com 565 cv.

Para os que têm uma condição financeira favorável, o veículo se apresenta como uma boa opção.

Raquel Alice Moreira


Nova Ford Ranger 2017 – Lançamento, Preço e Novidades


Novo Modelo chegará às lojas em maio e custará entre R$ 130 mil e R$ 179 mil.

Em busca de novidades e mais opções para seu mercado consumidor, a Ford irá apresentar a nova Ranger em abril. A grande novidade da montadora norte-americana também já possui data oficial de chegada ao mercado: maio. Seguindo os passos de sua grande rival, a Hilux da Toyota, a apresentação da nova Ford Ranger se dará aos poucos. Com isso, os modelos com cabine dupla acompanhados de motores a diesel e tração 4×4 devem ser os primeiros a serem apresentados.

Vale destacar que os preços oficiais da nova Ford Ranger já foram divulgados: partindo de R$ 130.000 na versão XLS 2.2 e podendo chegar a R$ 179.900 na versão Limited 3.2. Em relação aos preços das versões intermediárias, saiba que a Ford não os divulgou. Dessa forma, a expectativa é que tais preços sejam informados juntamente com as próximas apresentações do lançamento da Ford.

É importante destacar que a nova Ford Ranger vem recheada de novidades e pretende conquistar todos os tipos de gostos. Em relação à parte interna do automóvel, saiba que o painel conta com uma barra horizontal prateada que trás um tom de luxuria para o carro. Além disso, também podemos destacar o novo console central com traços retilíneos. O quadro de instrumentos, por sua vez, é baseado no Fusion, haja vista as duas telas coloridas. A central de multimídia conta com nada menos que uma tela de 8 polegadas sensível ao toque e navegador GPS.

Além disso, saiba que o lançamento da Ford também apresenta grandes novidades no conjunto mecânico. Um grande exemplo é a direção, que possui assistência elétrica. Outros itens como, por exemplo, câmbio automático de seis marchas, controle eletrônico de estabilidade e tração, alerta de colisão, piloto automático adaptativo, câmera de ré, dentre outros itens, estão presentes na versão top de linha Limited. Os itens completos de cada versão serão divulgados no decorrer da apresentação da Ford Ranger.

Em contrapartida, o motor não sofreu alterações, pois o 3.2 a diesel permanece presente nesta geração. Trata-se de um motor extremamente competente, haja vista a capacidade de 200 cv e 47,9 kgfm de torque. Um detalhe importante é que o isolamento acústico foi otimizado.

Por Bruno Henrique


Apresentação do Novo Subaru Impreza 2017


Novo modelo foi apresentado no Salão de Nova York 2016 e conta com diversas novidades.

Após algumas divulgações de imagens antecipadas no dia 23 de março, a Subaru finalmente apresentou a versão final da nova geração do Impreza. A apresentação oficial foi feita no Salão de Nova York. A novidade da Subaru chega bastante forte para o mercado, haja vista o visual com traços mais atuais e muita tecnologia. Através da apresentação no Salão de Nova York, a montadora japonesa divulgou as configurações finais do hatch e sedã.

Um detalhe interessante é que a dianteira do Impreza 2017 é bastante parecida em ambos os modelos, pois as alterações são apenas na parte da pintura e no formato dos nichos dos faróis voltados para a neblina. Na parte lateral, por sua vez, as versões contam com vincos bastante presentes e realçados pelos para-choques, deixando assim o Impreza com um ar atlético. Algo que chamou a atenção de muitas pessoas foi quanto ao fato de o hatch cinco portas parecer uma perua, sendo que o mesmo também lembra o Hyundai i30 CW, haja vista os racks no teto.

E para aqueles que curtem um carro mais potente e esportivo, saiba que a Subaru trouxe o Impreza Sport. O mesmo conta com rodas aro 18 polegadas e um design totalmente esportivo e agressivo em relação às outras versões. Dentre os detalhes no design, podemos destacar as saias laterais, para-choques com apliques diferenciais, além de antena no teto ao melhor estilo barbatana de tubarão.

Uma novidade muita importante está na plataforma do automóvel, pois a mesma apresenta uma estrutura mais rígida que a atual geração. O centro de gravidade mais baixo da nova geração trará melhoras significativas em relação à dinâmica de condução. Essa mudança também trará mais conforto para motorista e passageiros, além de apresentar índices de ruídos ainda mais baixos. A suspensão traseira também foi melhorada, com isso, a mesma ajuda a reduzir o rolamento da carroceria em 50% (em comparação com a atual geração), segundo informa a Subaru.

No mercado estadunidense, o Impreza 2017 deverá apresentar uma nova versão do conhecido motor boxer 2.0 litros. O mesmo ganhou injeção direta de combustível e passou para uma potência de 152 cv. O mesmo é disponibilizado com transmissão manual de seis marchas ou automático do tipo CVT acompanhada de sete marchas simuladas.

A Subaru não divulgou informações em relação ao preço oficial de seu lançamento. A mesma também destacou que o Impreza 2017 não deve chegar ao mercado estadunidense antes do final de 2016.

Por Bruno Henrique


Toyota Corolla 2017 – Lançamento no Brasil


Linha 2017 poderá chegar ao Brasil no segundo semestre do ano e irá disputar espaço com o Novo Honda Civic.

Não há como negar que os veículos da Toyota são muito bem aceitos no mercado brasileiro. A maior prova dessa excelente aceitação é o crescente número de veículos comercializados pela marca, sendo que alguns modelos, como por exemplo a Hilux e o Corolla, são unanimidade quando o assunto é excelência em veículos automotores. Nessa perspectiva, buscando aumentar não só o prestígio como também as vendas, a Toyota três anos depois de ter feito a revelação da décima primeira geração do Corolla divulga que o modelo irá passar por uma reestilização e será apresentado na Europa como sendo a linha 2017 do sedã.

E conforme o Corolla nacional acompanha o roteiro do seu irmão europeu, aqui no país o sedã médio mais comercializado também poderá ganhar uma nova cara no segundo semestre deste ano. O objetivo da Toyota com a reestilização do modelo é dar uma resposta à concorrente Honda, que já anunciou que irá lançar o Novo Honda Civic no mercado nacional no mês de setembro.

O Corolla atualmente é um modelo tão bem aceito e conhecido no mundo que é ofertado pela fabricante em aproximadamente 150 países. As mudanças que serão feitas no modelo europeu ficam na inserção de novos modelos de maçanetas com a presença de acabamento cromado, além de novos desenhos na grade dianteira e nos faróis, desenho este que será um pouco mais agressivo e irá ajudar na composição com o novo para-choque, que terá linhas com mais vincos.

Já retaguarda, o Corolla receberá modificações nas lanternas, que neste novo modelo receberá luzes de LED, além de lentes um pouco mais escuras.

E as novidades não param por aqui, pois o veículo também receberá novas rodas no tamanho aro 16 ou 17 polegadas, conforme a versão, para completar todo esse pacote visual.

As maiores e mais significativas mudanças dessa reestilização do Corolla ficarão por conta da parte de equipamentos, tendo em vista que o carro será contemplado com novos itens de segurança, os quais incluem dispositivo de alerta para mudança de faixa de forma involuntária, sistema pré-colisão, bem como piloto automático adaptativo, tecnologia esta que consegue prevenir ou reduzir o impacto caso haja uma colisão por meio de monitoramento do tráfego feito com a utilização de um laser e uma câmera. Vale ressaltar que todos estes itens mencionados acima serão disponibilizados nessa nova versão do Corolla como itens de série, porém, isso na versão europeia. Na versão brasileira a expectativa é que o Corolla receba o tão aguardado e desejado sistema de controle de estabilidade, item de segurança que aqui no país não é ofertado no veículo nem mesmo na versão topo de linha, que é a Altis.

Por Adriano Oliveira


Uber pretende investir em frota de carros autônomos


Uber pretende usar veículos autônomos.

O Uber, que oferece o serviço de transporte urbano que ficou famoso recentemente, tem sondado diversas organizações do segmento de automóveis, segundo empresas deste setor, pois pretende realizar um grande pedido de veículos autônomos, sim, aqueles que se deslocam sem a necessidade de um motorista.

A empresa (Uber), que soma déficits, conseguiria fazer grandes economias ao cortar gastos com motoristas, ao iniciar o uso de veículos autônomos. Mercedes-Benz, Audi e as fornecedoras de componentes Continental e Bosch estão realizando projetos para carros semi-autônomos e autônomos.

Recentemente, uma publicação da Manager Magazin informou que o Uber realizou um pedido de no mínimo 100 mil sedans S-Class, da montadora Mercedes.

Já uma outra fonte do setor automobilístico informou que nenhum pedido foi feito diante da montadora alemã. Nem o Uber e nem a Mercedes quiseram dar informações sobre o boato.

Empresários da indústria de automóveis contam que possuem um certo receio em manter acordos com companhias de tecnologia relativamente novas, pois podem ameaçar seus modelos de negócios, os quais se baseiam em venda e manufatura de veículos.

Os carros autônomos até um tempo atrás eram considerados um sonho longe de ser conquistado, mas com a busca por novas tecnologias e diversos novos investidores no setor, como a gigante Google, o projeto acabou se tornando viável e alcançando novas dimensões.

Veículos completamente autônomos não deverão ser disponibilizados até o ano de 2025 ou então 2030, devido à necessidade de adequações legislativas.

As montadoras também passaram a investir nessa tecnologia, pois cresce o medo de perder a corrida para empresas de tecnologia, e já até pensam em possuir a própria frota de carros autônomos.

O presidente da montadora BMW, disse que a geração atual está passando do hardware para os serviços e software. Com isso a empresa informou que se concentrará em carros autônomos e também elétricos.

O maior impedimento de viabilizar a ideia até o momento é o fato de não possuir um responsável no momento de um possível acidente. Este é o motivo que a legislação de todos os países exige um motorista presente fisicamente.

Porém, isso está bem perto de mudar. No mês de fevereiro, o governo dos Estados Unidos permitiu que o Google realizasse teste com carros sem motoristas.

Por Filipe Silva

Uber

Foto: Divulgação


Zotye T600 – Novo Carro Chinês parecido com o VW Touareg


Modelo será lançado neste mês de março e chama atenção pelo pacote de equipamentos sofisticado.

O mês de março está se aproximando do fim e nos próximos dias o Zotye T600 estará chegando ao mercado chinês. De acordo com as primeiras expectativas, a previsão é de que isso aconteça já no próximo dia 23. O modelo já tem chamado atenção por um ponto específico: o pacote de equipamentos sofisticado. O T600 possui uma forte inspiração em outro modelo já conhecido, o Volkswagen Touareg. O SUV desenvolvido para o mercado asiático contará com algumas diferenças se comparado com o modelo alemão, principalmente no que diz respeito aos detalhes estéticos e as dimensões.

Na dianteira do Zotye T600 vamos encontrar faróis de LED, além de luzes de LED diurnas. Já na parte de trás do carro há a presença apenas das lanternas em LED. Tecnicamente os LEDs por si só não chamam muito a atenção. Mas para equilibrar esse ponto o carro apresenta um design para as lanternas e faróis que fazem a diferença, transparecendo um certo “ar” de sofisticação.

As rodas do T600 foram feitas em liga leve com aro de 18 polegadas. O carro ainda possui abertura e fechamento da tampa do porta-malas elétrico. As maçanetas trazem um detalhe interessante: são iluminadas. O para-brisa, por sua vez, virá com aquecimento elétrico.

A parte interior do Zotye também tem seus destaques. Um deles é o HUD sobre o cluster que vem com a instrumentação apresentada por meio de uma tela de LCD completamente configurável. Além disso, o T600 ainda disponibiliza uma central de multimídia com o sistema de Apple Car Play e diversas outras funcionalidades. Para melhorar o conforto dos passageiros teremos o ar-condicionado dual zone. Ainda no interior vamos ter também os bancos dianteiros elétricos. Destaque para o banco do motorista, que pode ser configurado em três memórias.

Entre outros detalhes esse crossover da montadora chinesa chegará com um acabamento geral em couro, o que é válido até para o painel e console. Assistente de partida em rampa, controles de tração e estabilidade, seis airbags, teto solar panorâmico, entrada e partida sem chave, Auto Hold, botão giratório para mudança de marchas igual ao presente no JLR e freio de estacionamento eletrônico também estarão presentes.

O T600 não deve vir ao menos por enquanto para o mercado nacional. De acordo com a Zotye, um modelo menor deverá aparecer por aqui, o T500. Para isso a fabricante chinesa acabou comprando as operações da TAC Motors no estado do Ceará. Entretanto, a fábrica da montadora, que já foi prometida por aqui, deve ser construída em Goianésia/GO. Isso porque a unidade do estado do Ceará não comporta os novos modelos que deverão ser produzidos.

Por Denisson Soares


Novo Toyota GT86 Reestilizado é Apresentado


Veículo passou por um facelift e irá substituir o Scion FR-S.

Com um certo “ar” de pressa, a Toyota decidiu mesmo não aguardar o próximo evento do mercado de automóveis – o Salão de Nova York – para matar a curiosidade de muita gente e mostrar mais uma novidade: o GT86 reestilizado. A montadora não apenas divulgou a novidade como também fez questão de que o modelo aparecesse em fotos, bem como as especificações da configuração do carro. A titulo de curiosidade, o GT86 chega com a função de ser o substituto do Scion FR-S no mercado automobilístico americano. Para quem não se lembra, a fabricante já havia dado sinais de que não continuaria a produzir a marca.

Mas voltando para o GT86, temos um novo facelift. Além disso, o carro recebeu uma entrada de ar central um pouco maior. Além disso, pequenas alterações com relação ao design foram feitas no para-choque e na grade dianteira. Também vamos encontrar faróis de neblina novos e as lanternas de LED.

Continuando sobre a parte exterior, o carro agora conta com um novo conjunto de rodas. O mesmo vale para as luzes de seta.

Já a Toyota informou que a suspensão também teve sua vez passando por uma otimização. Bom, neste caso o que ocorreu mais especificamente foi uma melhoria dos absorvedores de choque e também das molas. A expectativa é de que todas essas alterações melhorem significativamente a forma de dirigir, o que consequentemente irá tornar o GT86 um pouco mais fácil de ser controlado pelo condutor.

Sobre a potência do modelo também houve mudanças. Pelo bem da verdade as alterações não foram grandes aqui. Em números o carro passou de 202 cv de potência para 208 cv. Neste caso são 21,56 kgfm de torque. No mais, há a presença do câmbio manual, que conta com seis marchas e que, como era de se esperar, também foi atualizado visando a melhoria da performance.

E tem mais, o GT86 também possui agora o sistema Hill Star Assist. Para quem não o conhece, ele permite evitar que o carro acabe descendo sem querer quando estiver encarando subidas muito íngremes.

Apesar de ter anunciado a novidade, a montadora decidiu por outro lado manter ao menos por enquanto segredo sobre os detalhes da parte interna do carro. Mas segundo ela, também houve melhorias nessa parte.

Por Denisson Soares


Novo Chevrolet Sonic 2017 deverá ser apresentado no Salão de Nova York 2016


Modelo ganhou um visual repaginado e vários itens se série.

Nesta semana inicia o tão aguardado Salão de Nova York e dentro das estreias aguardadas neste evento está a do veículo Chevrolet Sonic 2017, ocasião em que será lançado oficialmente o visual atualizado do carro, bem como as inovações feitas referentes aos itens de tecnologia e conforto.

Do lado de fora, o Sonic teve as suas principais modificações feitas na sua parte frontal, sendo que foram inseridos novos para-choques, faróis com a presença de LEDs diurnos, uma grade dianteira um pouco mais discreta e um novo capô redesenhado. Essas mudanças que foram feitas no veículo tiveram a finalidade de alinhar o Sonic com à nova identidade da General Motors.

Já na retaguarda, houve a substituição das lanternas por um novo modelo com formato retangular e que contém um design mais moderno. O para-choque traseiro ganhou um desenho mais robusto. Outra novidade que irá agradar aos consumidores é o fato de o modelo ter ganhado mais quatro opções de cores.

Apesar de a Chevrolet ainda não ter feito divulgação de nenhum tipo de imagem preliminar do interior do Sonic, ao que tudo indica a fabricante irá apostar em um cluster integralmente novo, com novos itens e acessórios de conveniência e conforto, tais como o sistema de multimídia dotado com uma tela de 7 polegadas, que funcionará com os sistemas operacionais Apple CarPlay e Android. Para os consumidores que são mais detalhistas, uma novidade que pode não agradar é a presença de um velocímetro ainda do modelo analógico.

Outras novidades que serão ofertadas aos consumidores serão assento do condutor com ajustes elétrico, aquecimento no volante, dentre outros itens.

Com relação à motorização, a fabricante já divulgou que serão utilizados os propulsores 1.8 litros com sistema de aspiração natural e o 1.4 turbo, capaz de produzir uma potência máxima de 140 cavalos, os dois propulsores mencionados irão trabalhar, conforme a versão do veículo, com um câmbio manual ou automático, sendo que nas duas versões ele terá a presença de seis marchas.

Para aqueles que gostaram das novidades a respeito deste lançamento, agora é aguardar o início do Salão de Nova York e aguardar maiores detalhes e notícias importantes que serão divulgadas.

Por Adriano Oliveira


Nissan March Rio 2016 – Edição Limitada custará R$ 53 mil


Edição especial do veículo presta homenagem aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e terá apenas 1.000 unidades.

Nesta terça-feira (15 de março) a Nissan apresentou em São Paulo uma versão exclusiva para o mercado brasileiro do Nissan March. A montadora japonesa lançou o modelo comemorativo Nissan March Rio 2016 em alusão aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos que acontecerão no Rio de Janeiro neste ano.

A base para o March Rio 2016 será o modelo topo de linha 1.6 SL. Uma das principais mudanças da edição limitada é que ela virá com uma central multimídia com GPS acrescida e com direito a download de aplicativos.

Outras mudanças em relação ao modelo original são as presenças de spoilers dianteiro e traseiro, saias laterais, rodas de liga leve de 16” e detalhes na cor laranja, além do logotipo dos Jogos Olímpicos.

Serão produzidas apenas 1.000 edições do carro e sua comercialização está restrita ao território brasileiro. Cada carro virá com uma numeração (de 1 a 1.000) diferenciada, na grade frontal do veículo. De acordo com o divulgado no site da Nissan, o valor do carro será de R$ 52.640,00.

O veículo estará disponível nas concessionárias a partir do dia 21 de março. Ele vem com três opções de cor: branco, preto ou prata. Os modelos branco e prata vêm com o teto pintado de preto e custam R$ 1.150 a mais, devido à pintura metalizada.

A notícia ruim é que essa edição que foi anunciada e que chega às ruas em breve tem câmbio manual. O carro conta com motor 1.6 16V, que pode chegar a 111 cavalos de potência. O câmbio tem cinco marchas, porém, espera-se que seja anunciada uma versão automática do modelo em breve. O modelo ainda conta com ar-condicionado, câmera traseira, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e comandos no volante.

De acordo com o marketing da empresa, a ideia da edição limitada é trazer o público jovem para perto do Nissan March. Apesar deste ser um modelo exclusivo para o mercado brasileiro, a Nissan anunciou que pretende usá-lo como modelo para outra edições limitadas mundo afora.

Vale lembrar que a Nissan é uma das empresas patrocinadoras do Rio 2016 e também patrocina atletas brasileiros olímpicos e paralímpicos, como a velejadora Isabel Swan, o judoca Felipe Kitadai e a velocista Therezinha Guilhermina.

Renato Senna Maia


Renault Twingo Hipanema – Nova Edição Especial em Homenagem ao Brasil


Edição limitada será vendida apenas na França e os compradores ainda ganharão uma coleção de pulseiras, um anel e um colar exclusivos.

A Renault acaba de lançar uma edição limitada do Twingo e o mais legal disso tudo é que a fabricação é uma homenagem ao Brasil. Em 2014 a montadora apresentou a terceira geração do Twingo no Salão do Automóvel em Paris, a edição que recebeu o nome de Hipanema foi repaginada a fim de se diferenciar do restante da frota. Além disso, novos equipamentos foram agregados ao modelo. Como não poderia ser diferente em uma típica homenagem ao Brasil, o carro será fabricado em cores tropicais com referência às praias brasileiras, a lateral do automóvel recebe um grafismo feito com desenhos de corais contrastando com os retrovisores na cor laranja.

Para desenvolver a ideia para o novo modelo do carro que foi comercializado no Brasil em torno de 1994 e 2002, a Renault contou com a colaboração da joalheria Hipanema. O novo Twigo é equipado com motor 1.0, com potência de 70 cv e torque de 9,3 mkgf, câmbio manual de 5 machas com tração traseira, uma novidade para os modelos compactos.

O interior do carro foi outro ponto de atenção para que o mesmo caísse no gosto do público. Tanto o carpete como as soleiras do carro contam com emblemas pintados em laranja e teto solar em lona, reforçando a homenagem realizada ao Brasil.

Os itens de série contam com: vidro elétrico, sistema multimídia compatível com celular, painel com suporte para celular e rodas de liga leve.

A edição limitada contará com três cores em sua fabricação: branco, amarelo e azul. Os sortudos que adquirirem o modelo ganharão de brinde uma coleção de pulseiras que foram desenvolvidas exclusivamente para esta edição do carro, além de um anel e colar também exclusivos.

Por se tratar de um compacto e com os brindes que acompanham o carro, a Renault aposta que o público feminino será o mais interessado na aquisição do Hipanema. A edição, entretanto, será vendida apenas na França, embora a homenagem seja feita ao Brasil. O preço do veículo é estimado em torno de R$ 56.170,00. Na apresentação do modelo, o porta voz da Renault definiu o modelo como sendo “todo o Brasil em um carro”.

Por Jaime Pargan


Hyundai Santa Fé 2016 – Lançamento e Preço no Brasil


Novo veículo chega de visual novo e custará a partir de R$ 164 mil.

Não há como negar que vários modelos da fabricante de veículos automotores Hyundai são sinônimos de desejo, elegância e bom gosto aqui no Brasil. É nesse contexto que a Hyundai CAOA fez o anúncio de mais uma de suas novidades destinadas para o ano de 2016 aqui no país, esse novo modelo da marca é o SUV Santa Fé 2016.

Este carro será comercializado com preços promocionais, sendo que a sua versão mais básica irá custar R$ 164.900, a qual possui cincos lugares. Já a versão topo de linha com sete lugares será comercializada pelo valor de R$ 214.883. Vale lembrar que o design deste novo modelo de SUV da marca foi inspirado no conceito Storm Edge, que é caracterizada pela evolução da identidade “Escultura Fluída”.

Dentro das modificações que foram feitas nesta nova versão do veículo, os principais destaques ficaram por conta da presença de um acabamento fosco na cor chumbo na grade hexagonal frontal, bem como a inserção de aletas mais arredondas e menos espessas. Além dessas inovações a fabricante fez alguns retoques nos faróis de neblina e no para-choque frontal, já o conjunto óptico dianteiro foi contemplado com novo arranjo de luzes, bem como com projetores com o formato dessa vez mais arredondados.

Já na parte interna a mudança mais significativa ficou por conta da central de multimídia que passou por uma reestilização. Para os consumidores que gostam daqueles pequenos espaços para colocar objetos, agora o habitáculo do carro conta com a presença de um novo porta objetos, o qual tem a tampa localizada na parte de cima do painel, outro quesito que passou também por um reestilização foi o console de teto.

O propulsor disponibilizado neste modelo continuará sendo o antigo V6 de 3.3 litros movido à gasolina, o qual é capaz e produzir uma potência máxima de 270 cavalos a 6.400 rpm e um torque de 32,4 Kgfm a 5.300 rpm, o câmbio do veículo é automático e contém seis velocidades, porém, com a opção de mudanças de marchas no modo manual.

A força do propulsor é distribuída às quatro rodas, conforme a necessidade, pelo sistema de tração integral inteligente que conta com um sistema de embreagem denominado multidiscos.

Com relação aos itens de série, o veículo é uma atração a parte, uma vez que há tudo o que existe de mais moderno no mercado.

Por Adriano Oliveira


Toyota C-HR – Apresentação do Novo SUV


Novo veículo da Toyota se destaca pelo belo design e contraste de cores.

A Toyota apresentou ao mercado o seu novo SUV: o C-HR. As primeiras unidades do carro foram registradas após saírem da fábrica na Turquia. O carro chama a atenção pelo design e contraste de cores, sobretudo pela pintura bicolor como, por exemplo, o automóvel na cor vermelha e o teto em branco. Esta dualidade de cores é comum em automóveis de marca premium ou que apostam neste estilo.

A marca japonesa já tinha informado que ia investir pesado no design do novo SUV. Com linhas arrojadas e expressivas, o carro ganha destaque em cada detalhe. As lanternas, por exemplo, têm formato em bumerangue, demonstrando ousadia.

Mas para quem prefere um estilo menos arrojado, a marca japonesa também investiu em um modelo de SUV com pintura única de carroceria e teto. As primeira unidades do carro estão previstas para chegar ao mercado europeu em junho e terá as opções de motor 1.2 turbo, 1.8 e 2.0 associado ao câmbio CVT. No Brasil, ainda não se sabe quando as vendas serão iniciadas.

Além disso, há rumores também de que em 2017 o CH-R terá uma versão a diesel e poderá ser lançada no mercado europeu. O carro terá as opções de câmbio manual ou automático e, além disso, poderá vir com tração 4X4.

O carro vai contar com tecnologia e segurança, além de uma central de multimídia que é sensível ao toque. Inicialmente, especula-se que o modelo vai ser produzido apenas na Europa e Estados Unidos, sendo possível o primeiro SUV híbrido do mundo.

A tecnologia do C-HR vai ser a mesma que é usada na quarta geração do sedã Toyota Prius 2016, que possivelmente vai ser lançado no Brasil ainda em 2016. O carro foi apresentado no Salão do Automóvel de Paris.

Entre outros detalhes do novo SUV, o modelo tende a trazer faróis em LED e um grande logo da montadora no centro da parte dianteira do carro. Além disso, as rodas chamam a atenção pelo tamanho e o preço do carro ainda não foi divulgado de forma oficial. Os rumores é que os valores devem ser perto da casa dos R$ 76 mil.

O que achou do novo carro da Toyota? Deixe a sua opinião!

Por Babi


Honda Clarity – Novo Carro Movido a Hidrogênio


Novo veículo tem autonomia para 750 km e inicialmente contará com apenas 200 unidades produzidas.

Um novo carro conceito já começou a ser vendido no mercado japonês: Honda Clarity Full Center, que é movido por células de combustível (FCV). O sedã se destaca não só pelo design, mas principalmente pela autonomia de 750 km. Além disso, a potência é de 130 kW (176cv) e tem uma condução suave e silenciosa, assim como nos carros elétricos.

Outra novidade do Honda Clarity Full é que o tanque de alta pressão de hidrogênio (70 MPa) pode ser abastecido em até 3 minutos e garante uma autonomia que pode chegar a 750 Km, o que equivale a cerca de 30% do antecessor.

O carro também comporta um dispositivo externo de energia, que é o Power Exporter 9000, que pode ser acoplado ao automóvel e tem a capacidade de gerar energia para suprir um carro de família de porte médio por um tempo de 07 dias.

Primeiramente, o carro vai ser vendido no Japão e vai custar em torno de US$ 67.800,00. Inicialmente serão produzidas cerca de 200 unidades do automóvel. Também está previsto o lançamento do automóvel nos Estados Unidos e na Europa, ainda em 2016.

Outro destaque é o que o carro é movido a hidrogênio, ou seja, o gás é comprimido em tanques que são instalados no carro. Desta forma, o hidrogênio é levado para uma caixa em que entra em contato com o oxigênio e este “encontro” produz a corrente que faz o motor elétrico funcionar e “empurrar” o carro. Entre algumas vantagens, destaca-se a demora para a bateria acabar, porque é alta a capacidade de compressão do hidrogênio nos tanques. Assim, o carro tem mais energia e consegue percorrer uma distância muito maior.

Entretanto, mesmo com tantos benefícios, a tecnologia do carro tem um custo alto, o que acaba sendo embutido no preço. O Brasil ainda não tem previsão de lançamento do Honda Clarity Full Center. Mas uma boa notícia é que o País está investindo em incentivo fiscal para híbrido (carros que tem um motor para combustão e outro para elétrico), por isso zerou impostos de importação para os automóveis que rodarem por meio do gás hidrogênio.

O que achou do novo Honda? Comente!

Por Babi


Carro Autônomo do Google só será lançado quando Dirigir Melhor que Humanos


Google só venderá seus carros inteligentes quando eles dirigirem melhor do que nós, o que deve acontecer em breve.

Uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, a Google, está firme na ideia de comercializar seus carros capazes de dirigirem sozinhos e melhor do que os próprios humanos. Apesar de toda a vontade da companhia, o processo ainda pode ter de esperar um pouco, já que os veículos só devem estar disponíveis quando for comprovado que são mais seguros na direção que nós.

Os testes da companhia estão a todo o vapor e surpreendem os engenheiros da companhia a cada milha rodada. Por semana, os veículos dirigem por cerca de 10 mil milhas. Esse valor equivale a mais do que um ser humano dirige em um ano. Em sua mais recente visita aos Estados Unidos, até a presidente Dilma chegou a testar um dos veículos.

Até o momento os testes tem sido extremamente satisfatórios para o Google. Durante todos os testes aconteceram apenas cerca de uma dúzia de acidentes com os carros. Apenas um destes acidentes aconteceu por causa do sistema da companhia e apenas um teve pessoas feridas.

Especula-se que os veículos devam chegar em cidade menores primeiro do que em grandes capitais, uma vez que o sistema funciona melhor em trânsitos com pequenos congestionamentos e em cidades com tempo firme. A expansão global, porém, é um objetivo do Google. "Nós realmente esperamos colocar essa tecnologia pelo mundo em breve", disse Chris Urmson, que comanda a divisão dos carros autônomos da companhia.

O futuro será mais seguro

De acordo com algumas métricas dos testes, os carros autônomos deverão ser muito mais seguros do que a direção humana. Atualmente são cerca de 38 mil mortos em acidentes de trânsito no Estados Unidos a cada ano, enquanto os números da média global podem chegar a cerca de 1 milhão e 200 mil mortes anuais.

Com a baixa incidência de acidentes, os carros autônomos podem ser uma alternativas no futuro para viagens noturnas, por exemplo.

Enquanto esse futuro não chega, a empresa luta para sair na frente e lançar a inovação antes de que algum concorrente consiga fazer. Afinal, sair na frente muitas vezes significa também liderar o mercado que se está criando.

Por Fhilipe Pelájjio


Uber divulgou a lista de carros que podem ser cadastrados no serviço


Os modelos são divididos em categorias, sendo elas: UberX e UberBlack.

Recentemente o Uber divulgou uma lista na qual consta a relação de veículos que estarão sendo aceitos e que poderão ser cadastrados no serviço para as categorias UberX e UberBlack.  A empresa denomina o serviço oferecido como “carona remunerada” e possibilita que qualquer pessoa que tenha uma carteira de habilitação profissional possa fazer parte da empresa como colaborador. Isso permite que o profissional possa cadastrar seu carro próprio para efetuar o transporte de passageiros.

A empresa decidiu, como apontado anteriormente, dividir os motoristas cadastrados nas duas categorias (UberX e UberBlack). A principal diferença é o valor da tarifa que será mais cara para o caso dos carros mais luxuosos.

A proposta inicial era simplificar o serviço que já causou muita confusão entre os usuários e colaboradores com taxistas. Porém, tem muita gente achando que o modelo de classificação apresentado pela empresa é mais do que confuso. Um exemplo dessa confusão é a restrição de certos modelos em uma categoria e autorização de modelos concorrentes na mesma categoria.

Bom, vejamos com mais detalhes:

Para o UberX poderão se cadastrar motoristas que tenham veículos contando a partir do ano/modelo 2008. Esses carros devem contar com carroceria de quatro portas, ar-condicionado e cinco lugares.

Vale destacar que o Uber não aceita que picapes como Volkswagen Saveiro e o Fiat Strada ou ainda as minivans (chinesas) Effa, CN Auto e Changan integrem o serviço.

Outros modelos vetados para o cadastro são as multivans Peugeot, Volkswagen Kombi, Kia Besta e o Ford Transit entre outros. Por outro lado estão perfeitamente aptos ao cadastro os modelos Nissan Grand Livina, Fiat Doblò, Chevrolet Spin e Honda Fit.

No caso da categoria UberBlack os condutores que queiram se inscrever precisam possuir modelos cujo ano/categoria seja superior ao ano de 2010. O adicional a mais exigido aqui são os bancos de couro. O resto continua o mesmo da UberX com ar-condicionado, cinco lugares e quatro portas.

O serviço Uber não está sendo disponibilizado até o momento para todas as regiões do Brasil. Apenas algumas localidades contam com ele (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte). E como se não bastasse a pouca confusão da lista divulgada cada localidade ainda tem uma  outra lista própria de modelos aceitos para o serviço.

De qualquer maneira o Uber disponibilizou a lista para todas as regiões em seu site – www.parceirosbr.com/veiculos-aceitos.

Por Denisson Soares

 

Uber X

Uber Black

Fotos: Divulgação


Chevrolet Camaro ganha Edição Especial de 50 Anos


Edição de aniversário possui pintura cinza metálica e detalhes em laranja. Modelo já está sendo anunciado nos Estados Unidos e deverá chegar ao Brasil em breve.

A Chevrolet anunciou que para comemorar o 50º aniversário do Camaro, vai lançar uma edição especial do “muscle car”. Nos Estados Unidos, o carro já está sendo anunciado no site da Chevrolet. No Brasil, as vendas só começam em julho desse ano.

A edição especial traz o carro com uma pintura externa cinza metálica e detalhes em laranja, rodas em liga leve de 20 polegadas, lanternas em LED e spoiler traseiro. O motor é o V8 6.2 de 455 cv. Transmissão manual de 6 marchas, ou ainda, automática de 8 marchas, se você optar por ela como item opcional. Dentro, há aplicações em camurça sintética e soleiras de portas iluminadas. Nas calotas das rodas pode ser lido, ao redor da marca da Chevrolet, a frase “Celebrating fifty years of Camaro”. O Camaro vem com o logotipo Fifty e traz como anúncio a frase “Time isn’t the only thing that flies by”.

No Brasil, o Camaro é vendido por R$ 230.990 (versão cupê) e R$ 250.290 (conversível), os dois na versão SS.

O Camaro é um automóvel cupê esportivo de porte médio, criado e desenvolvido pela fabricante de veículos Chevrolet desde o ano de 1966. Foi criado para concorrer no mercado com o Mustang, grande sucesso da Ford desde 1964. No ano de 1967, foi escolhido como Pace Car oficial das 500 Milhas de Indianópolis, uma das corridas automobilísticas mais tradicionais do mundo. Em 1968, a Chevrolet estreou um novo modelo de Camaro, o SS (Super Sport), que trazia um pacote especial com pneus de alta performance, suspensão diferente, aumento da potência, além de outros acessórios de performance e aparência.

Na década de 70 e 80, a venda do Camaro decaiu, por conta do aumento do preço do petróleo, fazendo com que os motoristas optassem por veículos que consumissem menos. O Camaro deixou de ser fabricado no ano de 2002. Em 2007, o Camaro apareceu no filme Transformers, virando um robô nas telonas. Em 2009, o carro voltou a ser fabricado e vendido. Em 2010, a Chevrolet trouxe o Camaro oficialmente para o Brasil, adaptado para o território nacional e sendo vendido aqui.

Por Raíza Hanna


Aston Martin DB11 – Lançamento do Carro no Salão de Genebra 2016


Veículo é considerado o maior lançamento da empresa desde 2003, quando a montadora lançou o modelo D9.

O Salão de Genebra deste ano trouxe muitas novidades para o mercado automobilístico mundial. Uma das maiores delas é o lançamento da Aston Martin, que apresentou o DB11, novo modelo esportivo da marca. De acordo com a própria montadora, o DB11 é o maior lançamento da empresa desde 2003, quando o D9 foi lançado. O esportivo vem para ser parte do novo plano da Aston Martin, o “Second Century”.

O modelo continua trazendo os traços característicos dos carros da marca, entretanto, algumas mudanças importantes podem ser vistas no novo modelo. Os faróis do carro foram um pouco modificados, ganhando uma curva na parte superior, além disso, pode ser notado que eles também estão mais lineares um com o outro. A grade do automóvel ganhou alguns centímetros de largura. Quando olhamos o veículo de lado podemos verificar um elemento prateado na parte superior, que abrange toda a lateral e se finda como parte do contorno da coluna C.

A parte traseira do DB11 é onde as maiores modificações se apresentam. O vidro traseiro deu uma diminuída e o difusor de ar ficou maior. Nas lanternas é possível ver que um toque de beleza muito grande foi adicionado ao carro, pois elas contornam o spoiler traseiro, trazendo um ar de elegância ao esportivo.

O DB11 apresenta um motor V12 turbo de 5.2 litros, que confere ao automóvel 608 cavalos de potência, juntamente com 71,4 kgfm de torque, consagrando o modelo como o mais potente dentre todos os Aston Martin já produzidos.

Para acelerar de 0 a 100 Km/h, o DB11 leva apenas 3,9 segundos e consegue alcançar uma velocidade máxima de 322 Km/h.

A transmissão do novo esportivo da Aston Martin é feita através de um câmbio automático de oito marchas.

Segundo a montadora, o DB11 possui toda a sua estrutura produzida em alumínio.

As dimensões do veículo também sofreram algumas modificações como um aumento de 5 centímetros no comprimento, deixando o veículo com 4,74 metros. O entre-eixos agora é de 2,81 metros, 6,5 centímetros maior. A largura e a altura não sofreram modificações e continuam sendo 1,94 metros e 1,28 metros, respectivamente.

O esportivo pesa cerca de 1.770 Kg, sendo que 51% se concentra na parte dianteira e 49% na parte traseira.

O sistema de infotenimento do veículo foi feito em conjunto com a Daimler, detentora dos direitos da Mercedes-Benz, e traz um quadro de instrumentos com a tela de 12 polegadas, além de uma central de multimídia de 8 polegadas.

Por Igor Furraer


Toyota SW4 2016 – Ficha Técnica e Preço no Brasil


Veículo chega ao Brasil custando de R$ 205 mil a R$ 225 mil. Carro irá disputar mercado com a Discovery Sport.

A Toyota SW4 sempre foi conhecida por manter o mesmo visual durante todos os anos, o que para muitos clientes da marca causava um certo desconforto, pois o veículo parecia nunca se reinventar e modernizar.

Porém, agora no ano de 2016, a Toyota resolveu ouvir os apelos dos seus consumidores e lançou a 3ª geração da SW4 no Brasil.

O modelo já está disponível para a comercialização nas lojas e custa em torno de R$ 205 mil reais, no modelo que traz um motor V6 de 238 cavalos de potência, movido a gasolina e com capacidade para 7 passageiros. Além desse modelo, o cliente pode optar ainda por um com o motor 2.8 turbodiesel de 177 cavalos. Para esse segundo modelo os preços são R$ 220 mil reais para um com disponibilidade de 5 assentos e de R$ 225 mil reais para um modelo com 7 lugares. Para todas as versões o câmbio é automático e de seis marchas.

O Toyota SW4 possui a versão de acabamento SRX, que é a topo de linha da marca. Para a segunda metade do ano a montadora ainda trará um novo motor flex para o SUV. Ao que tudo indica essa motorização será mais simples e chega para ser a versão de entrada da linha SW4.

Na parte das dimensões do veículo as mudanças não foram tão acentuadas, o que muda mais drasticamente é o comprimento do veículo, que está cerca de 9 centímetros mais comprido, chegando agora a 4,8 metros de comprimento. Mesmo com essa mudança o entre-eixos ainda continua medindo 2,75 metros.

A SW4 chega ao mercado muito bem equipada, seguindo o padrão SRX topo de linha da marca. O veículo vem de fábrica com 7 airbags, abertura elétrica do porta-malas, câmera de ré, bancos de couro, faróis e lanternas de LED, ar-condicionado digital, controles de tração e estabilidade, além de uma tela multimídia de 7 polegadas com tecnologia touchscreen (sensível ao toque).

Para concluir, é possível notar de forma clara o quanto a Toyota investiu na repaginação e modernização da SW4, podendo isto ser visto pelo visual moderno implantado no modelo e também em todas as funções eletrônicas presentes no veículo. Porém, para bater de frente com os concorrentes, a Toyota ainda precisa melhorar um pouco no quesito acabamento, que perde de lavada para o concorrente Discovery Sport.

Por Igor Furraer


Novo Fiat Tipo ganha Versões Hatch e Perua


Novas versões do veículo foram apresentadas no Salão de Genebra 2016.

A Fiat apresentou no Salão de Genebra, que se estende até o dia 13 de março, na Suíça, mais dois novos modelos para a família Fiat Tipo. As novidades são as versões perua e hatch do veículo da montadora italiana.

No ano passado a montadora lançou a nova geração desse automóvel, que fez tanto sucesso na década de 90, na versão sedã. Para esse ano, a aposta da Fiat fica por conta desses dois novos modelos (perua e hatch) incorporados à família.

No quesito de motor, há uma pequena diferença entre os dois novos modelos. O hatch terá como única opção um motor 1.6 com 120 cavalos de potência, sendo que ainda possui a opção de câmbio manual ou automático. Já para a versão perua, o motor é basicamente o mesmo do hatch, porém, com a opção de ser equipada com um motor 1.4.

De acordo com a fabricante, o dimensionamento da versão hatch é composto por 4,37 metros de comprimento, 1,5 metros de altura e ainda 1,79 metros de largura. Já a versão perua conta com 4,57 metros de comprimento, a mesma largura e para a altura apenas 1 centímetro a mais que a versão hatch.

O porta-malas do Tipo Hatch possui uma capacidade de até 440 litros. A perua é um pouco mais espaçosa no quesito porta-malas e pode ser carregada com até 550 litros.

Um dos destaques da nova geração do Fiat Tipo é a central multimídia do veículo, que vem equipada com uma tela de 7 polegadas direto de fábrica, sendo que o sistema consegue se conectar com o Apple CarPlay e também com o Android Auto, fazendo ainda o espelhamento com smartphones, que torna o carro um objeto de desejo para aqueles que gostam de estar sempre conectados.

Essas são apenas duas novidades da Fiat para esse ano, o que se espera da montadora é um ano muito melhor do que o de 2015. Porém, o que se tem até agora já agrada os olhos dos críticos, que esperam apenas pelo preço dos modelos para que a avaliação possa ser completa de forma mais adequada.

Por Igor Furraer


Kia Sportage 2016 – Características do novo modelo


Modelo ficou mais charmoso e encorpado na geração 2016.

Não há como negar que, no Brasil, um dos modelos de maior sucesso da grande e renomada fabricante de veículo Kia Motors é o Kia Sportage. A comercialização deste modelo, no país, iniciou-se na década de 90 e daí então o veículo passou por várias reestilizações. A fim de manter a hegemonia deste grande sucesso, a Kia está apostando na geração 2016 do Sportage a qual ficou mais charmosa e encorpada.

No design o carro apresenta traços de muita esportividade, haja vista que foi desenvolvido na mesma plataforma do Hyundai iX35, fator este que fez com que este novo Sportage chegue ao mercado caracterizado como um crossover de passeio com contornos bastante radicais.

As novidades trazidas por essa versão 2016 ficaram por conta do redesenho da grade dianteira, do alongamento dos faróis que agora chegam próximo dos paralamas, maçanetas cromadas foram inseridas, bem como os vidros traseiros ganharam um tamanho mais alongado.

Com relação à motorização, o carro traz um propulsor 2.0 16V o qual é capaz de produzir uma potência máxima de 169 cavalos e um torque de 20,4 Kgfm quando abastecido a gasolina, já quando abastecido a álcool este motor tem um acréscimo de aproximadamente 10 cavalos, ou seja, consegue produzir uma potência de 178 cavalos e um torque de 21,8 Kgfm. Segundo os dados estatísticos divulgados pela fabricante, este motor possui como velocidade máxima 184 Km/ h, que consegue acelerar de 0 a 100 km/h em um intervalo de 12,2 segundos.

O espaço interno dessa nova versão ficou bastante generoso, o carro pesa quase 1.500 kg e com relação as suas dimensões tem um comprimento de 4.445 mm, largura de 1.855 mm e altura de 1.645 mm. Nesse novo modelo serão disponibilizadas três versões distintas, sendo estas: a  LX 2.0 4×2, a LX 2.0 4×4 e a EX 2.0 4×4. O valor de comercialização do veículo será a partir de R$ 103.900,00.

Mesmo o preço sendo um pouco salgado para o atual mercado brasileiro, a Kia aposta no momento de vendas alcançado em relação ao ano anterior para conseguir emplacar mais esse modelo, bem como na garantia de fábrica oferecida que é de 5 anos.

Por Adriano Oliveira

Kia Sportage 2016

Kia Sportage 2016

Kia Sportage 2016

Fotos: Divulgação


Fiat revoluciona o mercado de picapes com o lançamento da nova Toro


Picape de porte médio pertence ao segmento denominado Sport Utility Pick-up (SUP), que no Brasil competirá com o novo lançamento da Renault, o Duster Oroch.

A Fiat revoluciona o mercado de picapes com o lançamento da picape Fiat Toro. Maior que a Fiat Strada e menor que a GM/S10, a inédita picape de porte médio pertence ao segmento denominado Sport Utility Pick-up (SUP), traduzido como Picape Utilitária Esportiva, que no Brasil competirá com o novo lançamento da Renault, o Duster Oroch.

Embora seu principal rival seja o Renault Duster Oroch, com 4,69 metros de comprimento, a Fiat Toro é maior (4,91 metros) e mais cara, porém, menor e mais barata que as caminhonetes de maior porte, como a Chevrolet S10, a qual possui 5,34 metros de comprimento.

A picape Fiat Toro será produzida no país, na cidade de Goiana (PE), na mesma montadora onde é fabricado o Jeep Renegade. Mas a Fiat Toro não utilizará somente a plataforma da montadora. Os motores da nova picape serão os mesmos do Jeep Renegade, bem como o sistema de transmissão. Portanto, o modelo poderá ser adquirido com motor 1.8 flex, equipado com câmbio automático de 06 velocidades ou manual com 06 marchas ou ainda com motor a diesel 2.0 e câmbio automático de 09 velocidades ou manual de 06 marchas, sendo a tração 4×4 exclusiva dos modelos Freedom e Volcano, ambos com valor de mercado superior a cem mil reais.

Com um design bastante agressivo, o modelo vem com grandes novidades. O grupo ótico frontal superior é composto por luzes de LEDs que indicam posição e direção, contando ainda com a luz DRL (Daytime Running Lamp), também de iluminação a LED de alta intensidade, proporcionando maior segurança na condução durante o dia, principalmente em rodovias. Já o grupo ótico responsável pela iluminação e profundidade, o seja, os faróis, ficam integrados à grade principal, que compõe o para-choque frontal.

Nas laterais a Fiat Toro possui um vinco na altura das maçanetas e seguem até as lanternas traseiras, dando maior esportividade e aerodinâmica ao modelo.

Na caçamba, com capacidade de 820 litros, a tampa traseira é separada ao meio em sentido vertical, formando duas portas que se abrem lateralmente. Uma novidade que facilita muito a vida do usuário, pois são muito mais práticas e leves que os modelos tradicionais.

Internamente o modelo esbanja tecnologia com tantas funções de comando que chegam a dar a impressão de que o usuário está dentro de uma aeronave. Composições em cores nos acabamentos e revestimento de couro no volante realçam a tecnologia.

No Brasil, os valores da nova Fiat Toro devem variar entre R$ 76.000,00 e R$ 116.000,00.

Por Allan Carlos Marques

Fiat Toro

Fiat Toro

Fotos: Divulgação


Volkswagen Gol e Voyage 2017 – Lançamento e Novidades


Modelos passaram por mudanças em seu design e nas especificações técnicas. Preço varia de R$ 34 mil a R$ 58 mil.

A Volkswagen surpreendeu ao apresentar os modelos econômicos Gol e Voyage 2017. A marca alemã também divulgou o abandono do slogan “Das Auto”, após o mesmo ser acusado de ser pretensioso. Vale lembrar, que em tradução livre significa “Das Auto” significa “o veículo” e foi introduzido pela empresa em 2007.

A nova atitude da empresa surgiu após o escândalo do ano passado, no qual vários modelos da empresa foram considerados nocivos ao meio ambiente. Atualmente, a empresa busca atender as necessidades de seus clientes, como uma forma de redenção. No Brasil a fabricante automotiva ocupa o terceiro lugar no ranking de veículos mais vendidos do país.

O Volkswagen Gol 2017 possui mudanças em seu design e especificações técnicas. A versão Trendiline 1.0 passa a contar com motor de 3 cilindros e 12 válvulas, o qual já é utilizado pelos modelos Fox e Up. O novo motor será capaz de gerar 82 cavalos de potência máxima e torque de 10.4 kgfm.  Já a transmissão de alta qualidade promete reduzir drasticamente o gasto de combustível.

As versões Comfortline e Highline 1.6 contarão com motor 1.6 de 8 válvulas, que oferece 104 cv de potência máxima e 15,6 kgfm de torque. O cliente também poderá optar pela transmissão manual ou automática de cinco velocidades.

Infelizmente o motor 1.6 16V e 120 cv será descontinuado, já que segundo a empresa os modelos Cross Up e CrossFox são responsáveis por esse mercado.

O sedan Voyage contará com a mesma opção de motorização do hatch. Ambos os modelos terão como itens de série freios a disco maiores nas rodas dianteiras, que passa de 239 mm para 256 mm na versão atual.

Os modelos terão como itens de série: travas e vidros elétricos, direção hidráulica, banco ajustável, rodas aro 14″, pneus 175/70 e limpador e desembaçador de vidros.

Tanto o Gol como o Voyage terão novos faróis, novo para-choque e grade com novo design. Os para-lamas também deverão sofrer leves mudanças, graças ao novo design do farol. Apesar das leves mudanças, o modelo Hatch ganhou um ar robusto e esportivo. Ao contrário do modelo sedan, que sofreu poucas mudanças em sua traseira.

O preço do modelo possui base em sua versão, por exemplo, o modelo Gol Trendline 1.0 básico possui preço de R$ 34.890, já a versão Trendline 1.0 do Voyage possui preço sugerido de R$ 40.990. O modelo completo Gol Highline 1.6 I-Motion chega às concessionárias custando R$ 55.290, já a versão Highline 1.6 I-Motion do modelo Voyage custará R$ 58.590.

Atualmente, o Gol ocupa a décima posição no ranking da Fenabre e vem decaindo desde 2014. Segundo a Volkswagen, a linha 2017 estará à venda logo no início de março.

 

Por Wendel George Peripato


Primeiro carro movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado em 2018


Rasa é o nome do carro que será o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido.

Há anos as montadoras buscam desenvolver um veículo biosustentável, principalmente devido aos resíduos químicos depositados na atmosfera e a possível escassez do petróleo dentro de algumas décadas. Segundo rumores, o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado ainda nos próximos anos, precisamente em 2018.

A empresa Riversimple Movement Rasa – que possui sede em Gales, no Reino Unido – apresentou o primeiro modelo conceito, desenvolvido com auxílio do governo inglês, que concedeu a empresa 2 milhões de libras, algo em torno de 11.5 milhões de reais. O exemplar possui o nome de “Tabula Rasa” (também conhecido como Rasa), em homenagem ao filosofo grego Aristóteles, que utilizou a expressão para descrever uma ideia que nasce sem base prévia.

O modelo conta com design exterior de um Hatch clássico, que visto de frente lembra bastante o modelo New Beatle da Volkswagen, principalmente  na parte dos faróis de projeção dianteira. O novo conceito também traz portas “asas de gaivota”, em referência aos antigos modelos Mercedes-Benz.

O Rasa pesa aproximadamente 580 Kg, bastante leve em relação aos modelos convencionais, como o Fiat Uno, por exemplo, que pesa uma tonelada. Além disso, a empresa utiliza uma célula de combustível com potência de 11,4 cv capaz de gerar a quantia de eletricidade necessária para mover o veículo e ampliar sua capacidade de aceleração.

Em seu interior o modelo possui apenas dois lugares e design simples. Infelizmente, o isolamento acústico interno não é dos melhores, absorvendo muito do ruído externo.

A base aerodinâmica produzida em fibra de carbono do veículo permite que o veículo atinja a velocidade máxima de 100 Km/h em apenas dez segundos, o que o torna ideal para dirigir em território urbano. Vale apena ressaltar, que o modelo conta com autonomia de até 480 quilômetros sem recarga de combustível.

Vale ressaltar, que mesmo que o veículo biosustentável seja lançado em 2018 o modelo não deverá ser comercializado, pelo menos inicialmente. O objetivo principal da empresa é alugar o veículo para empresas, que deverão usufruir do veículo até atingir a quilometragem estipulada pela fabricante. Após atingir a quilometragem o cliente deverá devolver o veículo para a fabricante, sem que haja maiores preocupações.

O modelo passará por testes de desempenho com vinte clientes ainda no final desse ano, para que haja um aperfeiçoamento antes da comercialização em 2018.

Por Wendel George Peripato

Rasa

Rasa

Fotos: Divulgação


Volkswagen Up ganha Nova Versão Reestilizada


Veículo não teve mudanças drásticas e ganhará uma nova opção de motor.

O Salão de Genebra está se aproximando e nada mais natural do que as principais marcas do mercado iniciarem os novos anúncios sobre as novidades previstas. Nesse meio, a mais recente notícia vem da Volkswagen. A montadora está planejando apresentar durante a realização do Salão (que terá início no próximo dia 1° de março) a primeira reestilização do Up!

Imagens com o novo visual do modelo já estão circulando na rede em sites especializados desde o último dia 22 de fevereiro.

Antes de tratarmos direto sobre as novidades do Up!, vale chamar a atenção para o fato de que Volkswagen também anunciou que o compacto ganhará uma nova opção de motor. De acordo com as informações dadas pela companhia, será um bloco 1.0 de 3 cilindros. A informação aponta ainda que será o TSI (turbo). Para efeito de comparação é o mesmo presente no Golf Bluemotion de 90 cavalos. Neste caso, o consumo fica para cada 100 km, em 4,4 litros de gasolina. A potência desenvolvida fica na casa de 105 cv.

Já com relação as novidades do Up!, quem esperava muita coisa para a primeira reestilização irá ficar um pouco decepcionado. Isso porque as alterações feitas não foram muitas.

Para se ter idéia do quanto limitada foi a questão das mudanças, basta observarmos o seguinte:

O para-choque dianteiro ganhou alguns retoques contando agora com uma espécie de moldura com  a presença de linhas mais retas. Além disso, também vamos encontrar as luzes de LED diurnas, bem como as lanternas que foram sensivelmente redesenhadas.

Um novo sistema multimídia também chegará ao hatch. Conforme a fabricante, o mesmo terá espelhamento para smartphones, além de áudio da já conhecida americana Beats.

Além do Up! a Volkswagen também está planejando anunciar um novo modelo de SUV compacto, que segundo ela, será mais “acessível”.

O que dizer da trajetória do Up!?

Bom, para quem não se recorda, o modelo chegou ao mercado no ano de 2011. A Volkswagen tratou o modelo com o seu mais novo carro de entrada. Porém, demorou um pouco até ele chegar em terras brasileiras, fato que só foi ocorrer em 2014. Na época o carro chegou a receber o nome de “fusca do futuro” pela própria fabricante.

Mesmo com tanta propaganda em torno de si, o hatch da Volkswagen não emplacou por aqui e não conseguiu chegar a lista dos mais vendidos. No ano passado ele acabou fechando na 12° posição como veículo mais vendido.

Por incrível que possa parecer, ele ainda ficou atrás de modelos relativamente mais caros, como por exemplo o Toyota Corolla.

Por Denisson Soares


Carros cor de rosa da Mary Kay


Cruze Sedan cor de rosa é um dos prêmios que a Mary Kay oferece às suas consultoras que atingem as metas da empresa.

A Mary Kay é uma grande empresa americana do ramo dos cosméticos, fundada em 1963 no Dallas, por uma mulher que dá o nome à marca. Presente hoje em 37 países, inclusive no Brasil, a marca é uma das queridinhas das mulheres, tanto por sua qualidade quanto pelos benefícios que fornece aos seus consultores.

Aqui no Brasil, a empresa conta com mais de 270 mil consultoras em várias regiões do país, e esse número só tende a crescer. Isso por que, a Mary Kay permite às pessoas trabalharem em horários flexíveis e de forma independente, com uma comissão de até 40% sobre as vendas. A empresa fornece vários prêmios para seus consultores (há poucos consultores homens), como viagens, joias e até Chevrolet Cruze Sedan cor-de-rosa, à medida que atingem certas metas.

Você já viu esse carro em sua cidade? Não é tão fácil ver o belíssimo Cruze rosa-bebê da Mary Kay por aí, mas não é impossível. O prêmio existe sim, e é entregue às vendedoras que conseguem vender 300 mil pontos (ou reais) durante seis meses consecutivos. Eles fazem parte de uma estratégia de motivação. Não é à toa que as consultoras da marca trabalham com muita boa vontade, bom humor e aparentam gostar muito do que fazem. Vários consultores já conseguiram o carro, que por sinal chama atenção por sua cor. Quem consegue o carro da marca pode ficar durante três anos com o veículo, e durante esse tempo trabalhar para atingir às metas que dão direito a um segundo carro, melhor. 

A ideia começou em 1969, quando a fundadora da marca entregou o primeiro carro rosa, que na época era um Cadillac Coupe, como prêmio. Os anos passaram e agora é o Cruze que se tornou símbolo da marca e uma motivação a mais para as vendas. Esses carros geralmente vêm da parceria internacional da marca com a General Motors, que disponibiliza a cor de fábrica.    

Por Nathalia Henderson

Carro cor de rosa da Mary Kay

Foto: Divulgação


Novo Kia Sportage 1.0 Turbo – Previsão de Lançamento para o Brasil


Modelo conta com novo motor 1.0 turbo e deverá chegar às concessionárias no segundo semestre de 2016.

A Kia apresentou no Salão de Frankfurt, na Alemanha, o novo Sportage, que recebeu muitas modificações. O carro vai chegar ao Brasil, mas a previsão é que seja importado da Coreia do Sul e chegue apenas no segundo semestre deste ano. Uma das modificações notáveis é no capô. Além disso, a nova categoria conta com motor 1.0 turbo, que tem a capacidade de transmitir de forma automática 7 velocidades. A potência não foi divulgada, mas a expectativa é de que a média alcançada seja em torno de 100 cv.

Além da motorização 1.0, o carro tem a versão 1.6 a diesel. Os dados sobre o desempenho do novo SUV da marca não foram revelados, mas a tendência é que seja em torno de 30,6 Kgf.m.

O design do novo Kia Sportage ganhou agressividade nos conjuntos óticos e também no para-choques. Desta forma, o carro se destaca em cada detalhe. Além disso, a marca também aproveitou o evento para apresentar o novo Optima. O carro conta com detalhes cromados, desenho nas extremidades, além do para-choque dianteiro, que ganhou novas saídas de ar, deixando o design mais esportivo.

Para a Europa, a Kia mostrou o modelo da versão exclusiva GT, que tem motor 2.0 turbo de 145 cv e 36 Kgf.m de torque, além do câmbio automático que tem seis velocidades e suspensão mais rígida. O carro tem a capacidade de chegar aos 100 km/h em uma velocidade média de 7,4 segundos.

A Kia está com outras novidades para o País neste ano. Em março deve ser lançada a nova geração do crossover Sportage, além do sedã Optima remodelado. Estes modelos foram apresentados também no Salão de Frankfurt, na Alemanha. A previsão é que sejam importados da Coreia do Sul no próximo mês.

Por Babi


Renault Duster 2017 – Nova Geração chegará em 2017


Modelo terá laterais mais largas e design mais arredondado. Preço inicial do carro deverá ser de 12 mil euros.

A Renault vem investindo bastante em novas gerações para as famílias de automóveis já consolidadas no mercado mundial. Dois grandes exemplos são Logan e Sandero, que contam com novas gerações. Em contrapartida, o Duster, irmão de plataforma dos dois modelos citados anteriormente, ganhou apenas uma atualização. Mas isso não deve durar muito tempo, pois a Renault já anunciou que a nova geração do Duster chega em 2017. Nova plataforma, mudanças no design, qualidade de construção e espaço para sete pessoas são algumas das novidades.

Um detalhe importante é que, segundo destacou a publicação da AutoPlus francesa, o novo Renault Duster deve seguir os padrões do Sandero e do Logan na parte dianteira. Dessa forma, faróis mais estreitos que acabam se incorporando à grade e para-choque com grande tomada de ar deve estar presente no novo Duster. Uma das mudanças mais radicais deve ser feita no porte, pois o mesmo será alongado em 20 cm, dessa forma, chegando a 4,50 m. Com isso, o automóvel vai apresentar crescimento no entre-eixos e no balanço traseiro. O resultado disso será o fato de o porta-malas abrigar um banco para dois passageiros, o que permitirá o espaço para sete pessoas.

Além disso, é importante destacar que essa mudança no porte deixará as laterais do automóvel um pouco mais largas e seu design mais arredondado. Essas mudanças no design vão deixar o novo Renault Duster lembrando bastante o já conhecido Renault Kadjar.

A traseira também passará por mudanças e um dos destaques devem ser as lanternas quadradas no estilo Jeep Renegade, mudando bastante em relação ao atual modelo vertical de lanternas. A parte da ligação dos para-choques se dará através de uma proteção plástica sem pintura e acabará cobrindo as caixas de roda, bem como a parte inferior das portas.

A parte interior do automóvel não deve conter muitas mudanças, haja vista o novo Duster 2017 ser um projeto de baixo custo. Com isso, o acabamento em plásticos rígidos deve se manter. Apesar disso, uma melhoria na qualidade dos materiais, bem como novos itens são esperados. A plataforma do automóvel será atualizada visando uma melhor dirigibilidade, além de segurança em impactos.

No mercado europeu, o Duster 2017 contará com motor a gasolina de 130 cv e diesel de 115 cv. O preço inicial deve ser a partir de 12 mil euros.

Por Bruno Henrique


Novo Volkswagen Golf 7ª geração está à venda no Brasil


Modelo se encontra à venda no Brasil em 5 versões com preços que partem de R$ 74.590.

O novo Volkswagen Golf nacional já se encontra disponível em todas as concessionárias da montadora alemã espalhadas pelo Brasil. Trata-se da sétima geração do hatch que cheda ao mercado com nada menos que cinco versões. O preço inicial do lançamento parte de R$ 74.590 e pode chegar a R$ 117.690 em sua versão top de linha. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

A versão 1.6 Comfortline é nada menos que a nova versão de entrada do Golf nacional. Dentre os principais destaques desta versão, podemos destacar: sete airbags, direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros elétricos e acompanhados da função “um toque”, travamento central através de controle remoto, roda de liga leve de 16 polegadas, freio de estacionamento com o chamado sistema “Hill Assist”, dentre outros itens.

Apesar da grande quantidade de itens de série, a grande novidade da versão de entrada do novo Golf nacional está sem sombra de dúvidas sob o capô, haja vista o novo motor 1.6 MSI. O motor possui capacidade de 110/120 cv além de torque de 15,8/16,8 kgfm com gasolina ou etanol, respectivamente. Em relação à transmissão, saiba que a mesma pode ser manual de cinco marchas ou automática AQ160 com seis marchas e conversor de torque. Além disso, outra grande novidade é a presença de um eixo de torção na suspensão traseiro, sendo assim, substituindo a chamada multilink.

A versão top de linha, por sua vez, continua sendo a já conhecida 2.0 GTI. Dentre as principais novidades para esta versão estão as rodas de liga leve de 18 polegadas em estilo “Austin” e com acabamento diamantado. Vale ressaltar que o modelo top de linha do Golf nacional não passou por alterações em seu conjunto mecânico. Dessa forma, ainda temos a presença do motor 2.0 TSI que consegue 220 cv a 4.500 rpm e torque máximo de 35,7 kgfm com gasolina. A Volkswagen também destaca que essa versão é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em nada mais que 7,2 segundos sendo que sua velocidade máxima é de 237 km/h.

Confira abaixo a tabela de preços completa do novo Volkswagen Golf nacional:

·         Golf Comfortline 1.6 Flex: R$ 74.590;

·         Golf Comfortline 1.6 Automático Tiptronic: R$ 79.990;

·         Golf Highline 1.4 TSI Flex: R$ 91.290;

·         Golf Highline 1.4 TSI Flex Automático Tiptronic: R$ 96.690;

·         Golf GTI 2.0 DSG: R$ 117.690.

Por Bruno Henrique

Volkswagen Golf 7ª Geração

Volkswagen Golf 7ª Geração

Volkswagen Golf 7ª Geração

Fotos: Divulgação


GNV – Alternativa de combustível para veículos


A instalação do Gás Natural Veicular compensa a partir do 4º mês de uso do sistema para quem utiliza bastante o veículo. Já quem utiliza pouco, o prazo para retorno é de 30 meses.

Qualquer piloto de plantão sabe e já não é mais novidade que o GNV, Gás Natural Veicular, é um combustível bem mais em conta que o etanol e a gasolina, mas será que essa economia ao encher o tanque compensa o valor gasto com a conversão e preparação do motor do seu carro? De acordo com alguns especialistas da área, esse valor é compensado a partir do quarto mês de uso deste sistema.

Quatro meses é o tempo médio para retornar do investimento realizado para instalar gás natural, isso para veículos que rodam mais de oito mil quilômetros ao mês. Isso é para pessoas que utilizam muito o veículo, como empresas, agora para os rodam cerca de mil quilômetros ao mês, como uma pessoa comum, o prazo para retorno é de aproximadamente 30 meses, ou seja, dois anos e meio.

Essa pesquisa, realizada pela Companhia de Gás de São Paulo, Comgás, deixa claro que a conversão para GNV é muito mais vantajosa para quem utiliza o carro por altas quilometragens. Quanto mais se anda, mais rápido será o retorno do investimento realizado.

O uso deste combustível e sistema, também pode ser bom para as pessoas que trafegam bastante para ir até o trabalho diariamente, como aqueles que trabalham em uma cidade diferente da que residem. Tal equipamento pode ser útil também para aqueles que trocam de carro frequentemente, pois o mesmo pode ser transferido de um carro para outro, sendo assim, os instrumentos não irão ser vendidos juntamente com o veículo.

Outro ponto muito interessante do GNV é o fato do combustível ser menos poluente que outros, contribuindo assim com o meio ambiente. O gás veicular tem uma emissão de gases poluentes 20% a menos que a gasolina e 15% a menos que o etanol.

Isso acontece devido ao Gás Natural Veicular ter uma queima muito mais completa que seus concorrentes, etanol e gasolina, onde sua combustão ocorre com excesso de ar, dessa forma, libera mais água do que gás carbônico.

O gás também é mais seguro, já que possui uma faixa de inflamabilidade bem menor, além de ser mais leve que o ar, diminuindo assim o risco de incêndios e explosões.

Como instalar o gás natural?

Para fazer uso do gás natural veicular em seu carro é necessário que você instale um kit GNV, porém a oficina deve ser homologada pelo INMETRO. O Certificado de Homologação de Montagem do kit é fornecido apenas pelas empresas credenciadas. Através deste certificado é atestado que todas as normas técnicas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) foram cumpridas, permitindo desta forma, que o veículo seja legalizado junto ao departamento de trânsito.

É necessário também, realizar uma inspeção na parte mecânica do veículo antes de instalar o gás natural, averiguando problemas, que deverão ser solucionados, caso preciso.

Agora basta você analisar seu perfil de uso do seu veículo e ver se de fato é vantajoso para você o uso do GNV.

Por Filipe da Silva

GNV

Foto: Divulgação


Volkswagen é a maior montadora mundial em vendas de veículos


Montadora registrou 9,9 milhões de veículos leves vendidos no ano passado, e tornou-se líder no ranking de maior montadora do mundo em vendas.

O Grupo Volkswagen tornou-se líder no ranking de maior montadora do mundo em vendas, conforme dados divulgados no primeiro semestre deste ano. É a primeira vez que a montadora aparece nessa posição, superando a Toyota, que era a líder até então. 

O Grupo Volkswagen teve suas vendas duplicadas no último ano – isso representou um lucro triplicado. As informações foram divulgadas pela consultoria especializada na indústria automobilística, a Focus2Move.  Segundo os dados divulgados, a montadora alemã vendeu 9,9 milhões de veículos leves, incluindo as várias marcas: Audi, Porsche, Skoda e Seat.

Apesar de serem dados preliminares, pode-se dizer que não apontariam nessa direção se não fossem reais e assim que confirmados, antecipam um objetivo do grupo, que era de ser a maior montadora mundial em 2018. Os dados contabilizados pela consultoria foram baseados em 110 mercados, que apontaram que as vendas globais chegaram a 86,5 milhões de veículos – 2,5 mi a mais do que em 2013.

Pela primeira vez o ranking global de vendas é liderado por uma empresa europeia, desde a Segunda Guerra. A posição era da General Motors, que é americana, até ser superada pela Toyota, em 2009.

O Brasil não acompanhou essa tendência da marca, pois no país o ano de 2014 para a Volkswagen foi ruim, com o Gol deixando de ser o carro mais vendido por aqui (dados a serem ainda confirmados). Os dados deste ano, contabilizados entre janeiro e junho apontam para o mesmo cenário, enquanto a montadora japonesa diz ter vendido 5,02 milhões (1,5% a menos do que o mesmo período no ano passado), a montadora alemã contabiliza 5,04 milhões. 

A Volkswagen vem em um processo de aumento de sua escala sob a administração do presidente-executivo Martin Winterkorn, que está no cargo há 8 anos. Esse aumento de escala é impulsionado pela adição de marcas e de fábricas e também de vendas ampliadas no mercado chinês.

Por Elia Macedo

Volkswagen

Foto: Divulgação


Nova Lei para Venda de Carros obriga Empresas a apresentar Histórico do Veículo


Lei 13.111 obriga revendas de carros a apresentar histórico do veículo para os compradores.

A partir desta semana, entra em vigor a Lei 13.111, que estabelece novas regras para a comercialização de veículos novos e usados no Brasil. A partir de agora, todas as concessionárias serão obrigadas a dar a ficha completa do carro, informando casos de furto, impostos devidos, multas, financiamento ou qualquer outro registro que possa impedir o comprador de circular com o veículo.

Além de apresentar a ficha completa do carro, o contrato também precisará informar o valor dos impostos incidentes no veículo. Isso irá facilitar para que o consumidor possa identificar o verdadeiro valor do carro sem os tributos, seja ele novo ou usado.

É importante frisar que esta lei já foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff e vale para todos os empresários que vendem veículos automotores. Caso o negócio seja feito entre pessoas físicas, não existe esta obrigação de apresentar o histórico do carro.

Outro detalhe importante de citar é que a empresa que está vendendo o veículo ficará obrigada a arcar com todas as despesas pendentes do carro (como tributos, taxas e multas existentes) até a data de sua aquisição pelo novo proprietário. Se posteriormente o veículo for identificado como produto de roubo, a empresa que vendeu o veículo será obrigada a restituir o comprador com o valor integral pago pelo carro.

Apesar de a Lei ser nova, o Procon de todo o Brasil já está autuando as empresas que não estão cumprindo esta determinação. Na cidade de Porto Alegre (RS), por exemplo, o Procon já notificou 10 revendas que não cumpriram com as determinações na segunda-feira. Já na cidade de Santarém (PA) o Procon realizou na semana passada uma campanha buscando esclarecer e informar as revendas sobre a nova lei. Algumas cidades estão optando apenas em aplicar notificações neste primeiro momento, é o caso da cidade de Santa Maria (RS). Já em alguns estados, como a Bahia, este tipo de prática já vinha sendo adotada para dar mais transparência aos consumidores, portanto, a maioria das revendas não deverá ter problemas com esta lei.

Vale lembrar ainda que as empresas que não informarem o valor dos impostos cobrados em cima do carro poderão receber multas de R$ 400 a R$ 7 milhões.


Brasil caiu no Ranking de Venda de Carros 2015


Brasil perde a 4ª posição no Ranking de Venda de Automóveis 2015. Índia e Alemanha sobem no ranking.

Após terminar o ano passado na 4ª posição no Ranking de Venda de Automóveis, o Brasil acabou perdeu duas posições e agora aparece na 6ª colocação, atrás de Índia e Alemanha. A queda no ranking de vendas se deu devido à redução na comercialização de veículos entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Segundo a Jato Consult, empresa responsável por realizar a pesquisa em mais de 30 países, nestes primeiros meses do ano o Brasil teve uma queda de 22,5% nas vendas de veículos. Em contrapartida, a Índia (atual 4ª colocada no Ranking) conseguiu registrar um aumento de 4% nas comercializações. Não bastasse isso, a Alemanha também registrou uma alta de 4,7% nas vendas e alcançou a 5ª posição no ranking.

Outro país que registrou queda nas vendas neste início do ano foi o Japão. Apesar da redução de 16,9% na comercialização de carros, o país conseguiu se manter na 3ª posição do ranking, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China.

atrás do Brasil temos grandes países, como França, Itália, Grã-Bretanha e Coreia do Sul. Vale lembrar que os números citados somam a venda de carros de passeio e comerciais leves.

Comentando um pouco sobre as marcas, o Grupo Volkswagen é quem lidera o ranking, com mais de 1,38 milhão de unidades vendidas. É importante frisar que o Grupo Volkswagen engloba ainda as marcas Audi, Porsche e Scania. Já a Toyota comerciou até o momento 1,23 milhão de unidades de seus veículos. Em terceiro lugar está a General Motors, seguida de perto por Hyundai, Dord, Nissan e Honda.

Veículos Mais Vendidos:

Aproveitando a divulgação da pesquisa da Jato Consult, a Fenabrave também divulgou a sua conhecida lista de carros mais vendidos no Brasil. Neste mês de março, o Fiat Strada ficou na primeira posição com 9.946 unidades comercializadas. Em segundo lugar está o Chevrolet Onix, com 9.548 carros vendidos. O Fiat Palio aparece na terceira posição, com 9.232 unidades vendidas. Logo após temos Hyundai HB20 (com 9.100 unidades vendidas), Fiat Uno (com 8.671 unidades vendidas), Volkswagen Gol (com 8.351 carros vendidos), Ford Ka (com 8.151 unidades comercializadas), Renault Sandero (com 7.957 carros vendidos), Volkswagen Fox/Crossfox (com 6.923 unidades vendidas) e Volskwagen Saveiro (com 6.328 carros comercializados).

Foto: Rodrigo Paiva/Reuters


Novo Jaguar XF 2016 será apresentado no Salão de Nova York


Jaguar deve apresentar Novo XF 2016 no Salão de Nova York, evento que acontece em Abril.

Foi mostrada pela montadora de veículos Jaguar, nesta última terça-feira (dia 24 de março), em Londres, a mais nova geração do Jaguar XF. Para quem não o conhece, esse veículo é um sedã intermediário da marca, o qual está abaixo do XJ, mas acima do XE.

A previsão de chegada desse novo lançamento nas lojas está previsto para que ocorra no mês de setembro nas lojas da Europa, enquanto que aqui no Brasil ainda não há previsão, haja vista que aqui a empresa está concentrando todas as suas atenções em outros modelos, tais como o Discovery Sport e o XE, desse modo, para este ano com certeza não teremos a chegada desse veículo por aqui, porém, quem sabe no ano de 2016 ele acabe chegando em solo brasileiro.

Essa nova geração do Jaguar XF tem um desing muito marcante, pois na carroceria do veículo foi largamente utilizado o alumínio na sua confecção, material este que proporcionou com que o carro obtivesse uma redução de nada mais nada menos do que 80 Kg no seu peso. Agora o que pode não agradar muito aos consumidores foi o fato deste veículo ter tido uma redução ligeira nas suas medidas, ficando 0,7 cm menor e 0,3 cm mais baixo, agora já no entre-eixo o veículo cresceu 5,1 cm, o que fez com que o seu tamanho seja de 2,96 m.

Três opções de motorização serão disponibilizadas para os interessados, a primeira delas será a com motor 2.0 com a opção de escolha entre 163 cv ou 180cv de potência. Outra opção é o motor 3.0 V6, o qual é capaz de produzir a incrível potência de 380cv. Haverá também a opção de escolha entre dois tipos de câmbio, podendo ser o manual de seis marchas ou o automático, que vem composto por oito marchas.

A primeira aparição oficial desse veículo em público será no Salão de Nova York, o qual terá início no dia 01 de abril. Vale a pena aguardar e conferir todos os demais detalhes desse grande lançamento.

Por Adriano Oliveira


Lotus Exige S Club Racer – Lançamento e Novidades


Lotus anuncia o lançamento do Novo Exige S Club Racer. Carro será vendido por US$ 85 mil.

A Lotus é uma grande empresa automobilística com grande destaque para os carros esportivos e de corrida propriamente ditos, contando inclusive com equipes em diversas classes do automobilismo mundial. Agora a marca inglesa revelou sua nova obra de arte em movimento: trata-se da belíssima versão Exige S Club Racer, que conta com uma redução de significativos 15 kg na carroceria quando comparado ao modelo atual. O belo esportivo conta agora com 1161 kg e possui 42 kg de downforce quando a 160 km/h, fator facilitado pelo seu novo desenho com difusor dianteiro e novíssimo aerofólio traseiro. Esses detalhes não só contribuem para a aerodinâmica do carro como também o deixam com visual mais bonito.

O carro foi totalmente desenhado utilizando materiais leves para promover um significativo aumento de desempenho, mantendo ainda assim os padrões de segurança. O uso de materiais leves não se limita à carroceria, se extendendo também ao painel, às portas e aos bancos do carro. Os bancos foram desenhados de modo esportivo e contam com revestimento em couro Alcantara e costuras em cores que contrastam com a cor dominante do banco.

A empresa contou ainda que o Exige S Club Racer contará com três modos de tração, que irão valorizar o desempenho e o consumo, além de permitir uma dirigibilidade mais balanceada. Os modos de tração são os seguintes: Drive, Sport e Race. A escolha do modo de direção se dará através de um interruptor que fica localizado no painel e será um item de série. No modo drive o carro tem uma resposta mais lenta (se é que de alguma maneira pode ser chamada de lenta), este modo é bom para andar na cidade e enfrentar o trânsito, economizando combustível. Já no modo Race o veículo usa toda a sua potência.

A carroceria do carro está disponível nas cores branco, laranja, amarelo e preto. Alguns detalhes permanecem em cor preta contrastando com as cores da carroceria, exceto é claro, se o consumidor escolher a versão preta. O kit esportivo do Exige S sai por mais US$ 3.500, enquanto o tradicional custa US$ 85 mil.

Por Nosf


Tesla Motors deve lançar Novo Carro que Dirige Sozinho


Tesla Motors anuncia que irá lançar novo carro que dispensa o uso das mãos no volante para dirigir.

Já pensou em poder dirigir na estrada e fazer longas viagens sem precisar colocar as mãos no volante? Parece um sonho distante, afinal, quem diria que em pleno século XXI poderia ser possível realizar tamanha proeza? Então motoristas, preparem os bolsos, pois a Tesla Motors planeja lançar em até três meses um sedã que dispensará o uso das mãos para dirigir.

O novo recurso da direção automática, novidade no mundo automobilístico, será disponível apenas para uso na estrada. Ou seja, a comodidade de dirigir sem precisar colocar as mãos no volante não será possível em ruas e avenidas. De acordo com o presidente executivo da empresa, Elon Musk, em entrevista ao Auto Esporte, inúmeros testes já foram realizados, inclusive, em uma distância de 1.300 quilômetros, entre São Francisco (na Califórnia) e Seattle (em Washington).

No entanto, esta funcionalidade estará disponível na forma de uma atualização de software over-the-air, que será recebida através de um modem, integrado ao carro. Segundo Musk, a Tesla pretende lançar novas atualizações a cada quatro meses. Integrado a isto estará outro recurso, o Ranger Assurance, que terá a finalidade de alertar os motoristas quando a bateria estiver acabando. Além disso, a versão 7.0 deste software permitirá que o motorista "chame" o carro estacionado na garagem. Dessa forma, oferecerá um pacote especial, chamado de "planejador de viagens", que facilitará a vida dos que viajam muito, já que será possível planejar e mapear rotas de viagem de maneira eficiente e eficaz.

Ainda com toda essa evolução, Musk prevê que futuramente carros com motoristas serão banidos, já que nos próximos 20 anos a tecnologia evoluirá muito e assim, os computadores serão mais seguros para dirigir um carro do que humanos. “Era comum ter operadores de elevadores, então nós desenvolvemos circuitos simples para elevadores para que eles apareçam automaticamente no andar em que você está", explica. Para ele, uma pessoa dirigir "é perigoso demais. Você não pode ter uma pessoa dirigindo uma máquina de morte de duas toneladas”, finaliza.

Porém, por enquanto é permitido ao humanos dirigir, mas precisamos comemorar o fato de lançarem recursos que facilitem a vida do motorista.

Andréa Corneli Ortis


Seguro de Carros – Dicas de como baixar o preço?


Confira nesta matéria boas dicas para você conseguir reduzir o seguro de seu automóvel e conseguir o melhor preço.

Ao comprar um automóvel, as pessoas pensam na economia que farão: menos dinheiro para ônibus, menos tempos desperdiçado no trânsito, mais condições de trabalho (caso utilize o veículo para esse fim). Sem dúvida, muitos são os benefícios de possuir um carro, no entanto, o cenârio não é só de contenção de custos. Ao comprar um veículo, a pessoa deverá estar ciente que terá gastos diferentes, terá de pagar manutenção, combustível e o seguro do carro. Sobre este último assunto, há quem creia ser desnecessário e um gasto atoa, contudo, isso não é verdade, pois contar com esse serviço pode ajudar muito caso aconteça um acidente ou seu carro seja roubado.

Os preços dos seguros de carros hoje em dia, dependem dos locais onde o motorista anda e do modelo do veículo, sendo assim, o serviço poderá custar bem caro. O ponto principal na hora de calcular o preço dos seguros é verificar qual é o risco que o veículo corre. 

A dica principal na hora de contratar uma seguradora, é averiguar bem os preços entre as empresas e também certificar-se da idoneidade do seguro. Lembre-se: desconfie do que for muito barato, pois pode lhe trazer transtornos na hora de requerer compensação por um sinistro.

Algumas outras dicas que podem ser bem aproveitadas sobre esta questão são: deixe o carro na garagem o maior tempo possível, evitando que ele fique exposto por muito tempo. Caso motoristas jovens dirijam o veículo, tente diminuir o tempo de uso, assim, terá menos chances que a seguradora alegue que o sinistro aconteceu porque um motorista inexperiente estava ao volante. Coloque alguns equipamentos no carro como rastreadores, o uso desses dispositivos diminui os custos com o seguro.

Não escolha um plano barato demais, meça bem as suas possibilidades econômicas e contrate um plano que seja eficiênte, porém que esteja no seu alcance.

Nesta busca por seguros bons e baratos, não se esqueça de que você pode ser peça fundamnetal para o valor do serviço. Isto é, seja um excelengte motorista e evite ter registro de acidente em seu nome. Se a sua familia possui um veículo e usa-o somente para saídas eventuais, não precisa de um seguro exorbitante, contrate um plano básico que vá de encontro às suas necessidades. Modifique o valor do seguro de acordo aos riscos.

Quando for contratar um plano de seguro, não passe nenhuma informação incorreta, seja o mais honesto possível, qualquer dado que não possa ser constatado pode levar à perda do direito à indenização.

Texto de Melina Menezes


Novo Nissan Sentra 2.0 Manual 2015 – Preço e Novidades


A versão mais simples do Novo Nissan Sentra chegou ao mercado e promete conquistar outro grupo de consumidores, tentando eliminar a imagem de “carro de tiozão” a ele atribuído. Trata-se do Sentra 2.0 S, uma versão com motor flex e câmbio manual de seis velocidades. O carro está disponível nas concessionárias a partir de R$ 67.090.

O carro está em uma categoria de mercado que concorre diretamente com o Honda Civic, o Toyota Corolla e o Citroën C4 Lounge. Por ser um sedã, ele atende às necessidades de quem precisa de um carro espaçoso, já que ele possui um amplo espaço interno e um porta-malas de 503 litros.

O Sentra destaca-se pelo seu conforto, tanto para o motorista quanto para os passageiros, especialmente quem anda no banco de trás. O nível de ruído do veículo também é baixo e seu acabamento, mesmo sendo uma versão mais básica, não deixa a desejar.

Quanto ao motor, o sedã mostrou que anda bem, já que houve uma boa harmonização entre ele e a transmissão manual de seis velocidades. Com 16 válvulas, o motor de 2.0 litros desenvolve uma potência de até 140 cavalos, capaz de atingir 100 km/h a partir do repouso em 9,9 segundos.

Ele tem torque de 20 kgfm a 4.800 rpm e atinge velocidade máxima de 196 km/h de acordo com testes. A estabilidade do veículo é boa, conferida pelas rodas de 16 polegadas e os pneus 205/55, porém, ele perde pontos para seus concorrentes, já que ele não possui controle eletrônico de estabilidade, nem de tração.

Esse itens fazem com que ele perca pontos em segurança, que vem sendo o alvo de muitos compradores, principalmente os que utilizam muito o veículo para viagens.

Mesmo não sendo um sucesso de vendas desde seu lançamento, a Nissan continua apostando no Sentra como sua melhor opção de sedan médio. Em outras categorias, a Nissan tem mais sucesso, com a picape Frontier e o hatch March, por exemplo, mas vale lembrar que os concorrentes diretos do Sentra são muito tradicionais no mercado, já que o Civic e o Corolla revezam o sucesso de vendas no país há muitos anos.

Rannier Ferreira Mendes


Dicas de Como Conseguir Descontos em Concessionárias


Os impostos irão encarecer mais os carros em 2015 e qualquer desconto é uma boa ideia para quem deseja começar o ano de modelo novo. Algumas situações ajudam ao consumidor, que pode solicitar valores mais atrativos na hora de negociar com a concessionária. O ideal é não ter pressa e não ceder a pressão imposta pelo vendedor, que muitas vezes, consegue levar o cliente no “papo”.

É importante ter tranquilidade, tanto na escolha do modelo que mais interessou quanto a concessionária e as condições de compra. Visite mais de uma loja, converse com o gerente, mas cuidado para não ser influenciado, principalmente se for leigo no assunto. Pesquise direito sobre o modelo, as condições de compra e não faça a compra por impulso. É importante também tomar ciência das taxas, juros (caso for financiar) e também sobre a concessionária, para verificar se ela tem boa índole.

Os modelos mais vendidos podem ser até o que passam maior credibilidade, contudo, são os que as concessionárias estão dispostas a oferecer menores descontos. Se a compra será realizada com base nos valores, fuja do top 10 para conseguir um preço mais interessante. Se aquele que mais interessa for um deles, negocie bastante. Tente fechar o negócio no fim do mês, pois os vendedores estão mais flexíveis nessa época, sobretudo se as vendas durante o decorrer do mês não foram satisfatórias.

Se você quer transparência na compra, o ideal é que seja sincero e transparente com o vendedor. Afinal, ele também é uma pessoa e pode não ser amigável com os clientes que exigem demais. Geralmente são esses que acabam pagando mais, principalmente se não forem educados com as pessoas. Seja sempre cortês e sincero, afirmando quanto pode (ou deseja) pagar, sempre prezando pelo bom senso. Lembre-se também que existem limites que o vendedor pode oferecer e ele nem sempre está disposto a chegar até ele.

Foto: Renato Araújo / ABr

Ana Rosa Martins Rocha


Novo Audi A3 Sedan Flex será lançado no Brasil no 2º Semestre


Audi também será beneficiada com a modernização da fábrica da Volkswagen (detentora da marca) em São José dos Pinhais (PR). O primeiro modelo produzido lá será o A3 Sedan, a partir da metade do ano de 2015. Apesar da recusa de alguns engenheiros alemães, a empresa irá fabricar o modelo com a justificativa de melhorar a sua atuação no mercado, diz uma fonte ligada à empresa.

O A3 Sedan terá uma diferença básica em relação ao modelo presente no mercado, que atualmente vem importado da Hungria. A novidade é o motor bicombustível. A partir do segundo semestre, o modelo produzido chegará ao mercado nacional, juntamente com o novo Golf brasileiro. A nova plataforma permite que outros modelos, como o futuro Jetta nacional, também seja produzido na unidade. Atualmente esses modelos são importados do México, devido à tributação menor que os vindos da Alemanha.

Vale ressaltar que tanto os carros Audi quanto Volks virão equipados com o mesmo motor flex TSI de 1,4 litro, com turbo e injeção direta de combustível, o chamado turboflex. Com isso, os veículos poderão atender as necessidades do público daqui, contudo, essa mesma demanda contraria os engenheiros da Audi. Isso porque a marca precisa oferecer modelos flex mesmo com estes não apresentando ganhos práticos.

O A3 Sedan 1.4, que será produzido no Paraná, gerará até 122 cv de potência (a 5.000 rpm) e torque de 20,39 kgfm (linear entre 1.500 e 4.000 giros). O modelo manterá as principais características, como o sistema start/stop (que faz o motor parar de funcionar em paradas rápidas) e o de regeneração de energia (Kers), atuante em frenagens, por exemplo. Além delas, o modelo continuará com o conjunto do câmbio S-tronic, com dupla embreagem e sete marchas.

A unidade de São José dos Pinhais também produzirá o Audi Q3 nacional, SUV compacto da marca, contudo, está previsto somente em 2016.

Ana Rosa Martins Rocha


Bike Sense – Novo Sistema da Jaguar Land Rover Detecta Bicicletas e Motos


Você já ouviu aquela máxima: "A gente tem que dirigir para a gente e para os outros", mas e quando o seu próprio carro te ajuda a dirigir e evitar acidentes e colisões de trânsito? Fica muito mais fácil e melhor, não é? E esta foi a intenção da fabricante Jaguar Land Rover, que implantou um sistema de alerta chamado Bike Sense, que tem a finalidade de detectar quando um ciclista, um motociclista ou até um pedestre se aproxima do seu carro.

A novidade vem aquecer o mercado de automotores, sendo que essa nova tecnologia visa à prevenção de acidentes, avisando o motorista através desse sensor, que tem a função de analisar as imagens e consequentemente o padrão de movimento, sendo que o alerta transmite sons diferentes a cada tipo de veículo que se aproxima do Jaguar Land Rover.

Além dos sons diferentes, o mecanismo também é capaz de transmitir combinações de luzes de led que tem a função de indicar a posição que a possível bicicleta está se aproximando, assim como alertas vibratórios que podem ocorrer do lado direito ou lado esquerdo, a depender da posição que se encontra a bicicleta que circula ao redor do veículo.

Outra importante novidade é o alerta no pedal, por exemplo, se um pedestre atravessar a rua e um carro a frente impedir a visão do motorista, o sensor irá mandar um alerta no pedal, dessa forma, o motorista será alertado sobre um pedestre que está atravessando uma via.

Além dessas medidas de segurança, o sistema também é capaz de bloquear as portas quando há a detecção de bicicleta, sendo que somente ameaças muito próximas serão capazes de transmitir os alertas, evitando que o motorista seja incomodado a todo o momento, podendo ocasionar distração na direção. 

A montadora garantiu que dentro de um prazo de até dois anos o Bike Sense estará disponível em todos os Jaguares Land Rover, sendo que essa tecnologia ainda não está em uso e sendo classificado apenas como um protótipo.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


Lista dos Carros SUVs Mais Vendidos no Brasil


Uma briga acirrada ilustra a concorrência de vendas de carros SUV (Sport Utility Vehicle), sigla que significa “veículos utilitários esportivos”, no Brasil desde 2012.

A liderança do mercado é do Renault Duster (SUV fabricado pela montadora francesa Renault). O segundo lugar ficou com o EcoSport (SUV fabricado pela montadora americana Ford), sendo que antes do lançamento do Renault Duster (em 2011) o EcoSport liderava o mercado de vendas, mas agora a situação mudou drasticamente, existindo uma grande alternância no topo de vendas.

Em 2012 o Renault Duster assumiu a ponta, já em 2013 a montadora francesa perdeu o topo para o EcoSport, que se recuperou. Agora, desde outubro de 2014, ou seja, há três meses, o Renault Duster assumiu a ponta de vendas novamente, com a venda de aproximadamente 5.824 veículos, enquanto a sua principal concorrente vendeu aproximadamente 5.046 veículos.

Além dessa acirrada disputa, o ano de 2015 promete, pois as outras fabricantes lançaram modelos como: Jeep Renegade, Honda HR-V e Peugeot 2008, que entrarão no mercado brasileiro a partir de abril, modelos atraentes e também no formato de utilitários esportivos.

Confira agora a lista de carros SUV que mais venderam em 2014:

  1. Renault Duster: 5824 veículos vendidos.
  2. Ford EcoSport: 5.046 veículos vendidos.
  3. Hyundai Tucson: 1.814 veículos vendidos.
  4. Chevrolet Tracker: 1.328 veículos vendidos.
  5. Mitsubishi Pajero: 1.279 veículos vendidos.

Já o mercado de Utilitários Premium, carros mais luxuosos e mais requintados, o líder de vendas no ano de 2014 foi o Mitsubishi ASX, com a marca de 1.470 veículos vendidos, seguido bem de perto pelo Hyundai ix35, com 1.464 veículos vendidos. Na terceira posição se encontra o Kia Sportage, com 1.197 veículos vendidos. Já na quarta posição está o Mitsubishi Outlander, com 822 veículos vendidos. A quinta posição é do Toyota RAV 4, com 818 veículos vendidos.

O fato é que esses modelos estão se tornando cada vez mais atraentes e sofisticados, qualidades que fazem com que os apaixonados por esses carros fiquem com mais dúvidas em relação a qual modelo levar para casa.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


Ford EcoSport ganha AppLink e Sistema de Assistência de Emergência


A Ford está em busca de vários tipos de novidades que agreguem status aos seus automóveis. Por isso, a mesma anunciou recentemente que todos os modelos Ford EcoSport lançados a partir de 2015 irão contar com Assistência de Emergência e AppLink. O grande objetivo é quanto à ampliação das funcionalidades do sistema de conectividade dos automóveis da Ford, o Sync, que já conta com: MP3 Player, entrada USB e Bluetooth, controle de áudio no volante, além de comandos de voz para som e celular.

Vale ressaltar que a Assistência de Emergência foi lançada inicialmente no novo Ka. Esse recurso é bastante interessante, pois o mesmo faz ligações automáticas para o serviço de atendimento médico de urgência 192, o Samu. É importante ressaltar que este recurso sempre será ativado em acidentes que acionem os airbags ou o corte do combustível.

A outra novidade, o AppLink, possui como principal destaque a disponibilidade de acessar aplicativos de smartphones através de comando de voz. Dessa forma, será bem mais simples navegar em suas músicas, serviços de informações e demais tipos de aplicações enquanto dirige.

Segundo André Leite, gerente de produto da Ford, “A Assistência de Emergência e o AppLink são dois recursos inéditos que ampliam a liderança do EcoSport em inovação e tecnologia no segmento”. A Ford em si se mostra bastante empolgada com os lançamentos de automóveis com tais tecnologias.

É importante destacar que os itens aqui destacados irão passar a ser itens de série em toda a linha EcoSport. Também contam como itens de série: ar-condicionado; direção elétrica; vidros, travas e espelhos elétricos; espelhos retrovisores com piscas integrados; rodas de liga leve e bagageiro de teto.

Além disso, o EcoSport também irá contar com itens opcionais, dentre os mesmos podemos destacar: seis airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, chave com sensor para acesso inteligente e botão de partida Ford Power, sensor de chuva, faróis com acendimento automático e bancos de couro.

Por Bruno Henrique


Honda HR-V 2015 – Novidades, Preço e Lançamento no Brasil


Na última terça-feira, dia 13 de dezembro, a Honda apresentou o seu novo carro HR-V, veículo que será produzido em sua fábrica de Sumaré (SP) e que tem previsão de lançamento para março deste ano. A apresentação do carro ocorreu durante o Salão do Automóvel de Detroit (EUA). Segundo as informações fornecidas pela montadora, o carro custará pouco menos de R$ 80 mil (em sua versão mais barata).

Com a apresentação do carro, foi possível detalhes do veículo em sua versão americana. Apesar disso, a Honda afirmou que a versão brasileira do veículo será basicamente a mesma, apenas com algumas diferenças em sua parte externa.

Entre os itens de série que estarão presentes na versão brasileira estão: o Freio de Estacionamento Elétrico e o Sistema de Rebatimento dos Bancos (que é igual ao do Honda Fit).

Quanto as versões do veículo, elas seguirão a mesma nomenclatura utilizada pelos outros carros da marca (Honda Fit e City). Sendo assim, o HR-V terá as versões DX (mais básica), LX, EX e EXL (top de linha).

Vale lembrar que as versões EX e EXL terão itens de série bastante luxuosos, como ar condicionado digital com tela touchscreen substituindo os botões. Em contrapartida, o carro não deve ter equipamentos como partida sem chave.

Com relação ao motor, o Honda HR-V deverá utilizar o motor 1.8, que também é utilizado no Honda Civic LXS. A potência do veículo não foi informada.

Confira abaixo algumas fotos do carro:

   Honda HR-V
Honda HR-V 2

Honda HR-V 3

Honda HR-V 4


Manutenção do Carro – Dicas e Cuidados com os Quebra-Galhos


Carro é uma coisa que necessita de manutenção constante, mas tem épocas que o dinheiro está curto e muitos brasileiros apelam para gambiarras para poder continuar rodando com o carro sem gastar dinheiro. O famoso “jeitinho brasileiro” pode colocar a sua vida em risco, confira quais são os 5 quebra-galhos que você nunca deve fazer em seu carro:

– Desenhar o Pneu Careca:

A faca de corte é utilizada por alguns borracheiros para fazer novos riscos em pneus carecas e depois comercializados como “meia vida”. Pode parecer uma economia, mas esses riscos reduzem a resistência do pneu e pode colocar a vida dos ocupantes do carro em risco. Se quiser economizar, prefira comprar pneus que duram menos de qualidade inferior.

– Usar Martelo para Desamassar Roda:

Ao desamassar a roda o material perde a resistência e com o tempo volta a se deformar, podendo até dobrar ao meio. O melhor é comprar uma roda nova.

– Água Fria no Reservatório:

Se um carro consome muita água é sinal que está com vazamento, por isso você deve procurar um mecânico. Colocar água fria nunca é uma boa opção, pois o choque térmico pode empenar ou até mesmo trincar o cabeçote.

– Tirar a Válvula Termostática:

Quando a válvula termostática não funciona direito o carro desenvolve problemas de superaquecimento, por isso muitos motoristas tiram a válvula e não colocam outra no lugar. Aparentemente o problema está resolvido, mas se o seu veículo trabalha frio, com o tempo as peças do motor irão se desgastar de forma prematura. Em outras palavras, deixar seu carro sem a válvula é como reduzir 50% da vida do motor.

– Peças de Desmanche:

Você não tem como saber se o seu carro irá reagir bem a uma peça usada, além disso, é um reparo temporário.

Dificilmente um mecânico saberá avaliar o real estado de conservação da peça usada, principalmente se for um conjunto como caixa de direção, motor ou câmbio. As peças de desmanche só são boas opções quando se trata de itens mais simples como lanternas, maçanetas, bancos e faróis, ou seja, itens que não comprometem a segurança dos ocupantes do carro.

Por Jéssica Posenato