Nova Geração do Peugeot 3008 foi lançada no Brasil


Modelo estará à venda no Brasil em meados de julho e terá preço inicial de R$ 135.990.

Nesta terça-feira, 20 de junho, a Peugeot lançou oficialmente no mercado brasileiro a mais nova geração do 3008.

Com preço inicial de R$ 135.990, preço esse que é promocional devido à pré-venda, essa é uma das grandes apostas da montadora francesa. A marca ainda destaca que o automóvel estará disponível nas concessionárias a partir de meados de julho. Em relação ao preço, a Peugeot também destaca que pode haver aumento.

Essa é a segunda geração da linha 3008 que foi apresentada pela primeira vez em 2009 como um automóvel da categoria crossover, ou seja, que mescla caraterísticas de tipos distintos de veículos. Porém, o mais novo lançamento trás um novo conceito: o novo Peugeot 3008 está com aparência de um SUV. Vale destacar que o mesmo será disponibilizado em apenas uma única versão que foi batizada de Griffe.

Um dos destaques deste lançamento é, sem sombra de dúvidas, o grande número de itens de série que estão presentes no automóvel.

Confira aqui esses itens: ar condicionado com tecnologia para motorista e passageiro; controles de tração e estabilidade; seis airbags; retrovisor interno antiofuscante; faróis full LED; sensores de luz, chuva e estacionamento dianteiro e traseiro; rodas de 19 polegadas; teto solar panorâmico; fixação Isofix; bancos de couro, sendo que há regulagem elétrica para o motorista; central multimídia com tela de 8 polegadas e espelhamento Android Auto, Apple CarPlay e MirrorLink; e quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas.

Como já destacado nesta matéria, o design do novo Peugeot 3008 é uma das principais atrações deste lançamento. O grande destaque é a ausência de semelhanças entre o visual da nova geração e a antiga. A nova configuração trás um conjunto mais arrojado. Com isso, a grade passou por mudanças e ganhou novo formato além de ter ficado menor. O capô também passou por mudanças, haja vista o mesmo estar mais comprido e horizontal. A traseira também tem novidades: as lanternas agora são retangulares e divididas em três barras.

Já quando o assunto é a parte mecânica, saiba que a motorização é a mesma da linha anterior. Com isso, está sob o capô o motor 1.6 turbo de 165 cv. Devido ao fato de este modelo ser importado da França, o motor é movido apenas à gasolina. Caso não saiba, os modelos nacionais da Peugeot que contam com este mesmo motor contam com a versão flex de 173 cv. Em relação ao câmbio, o mesmo é de seis marchas e automático.

Se o motor é o mesmo da geração anterior, a plataforma não deixa a desejar. O novo 3008 conta com a EMP2, uma das plataformas mais modernas da montadora francesa e que também está presente no Peugeot 308 nova geração e o Citroën C4 Picasso, por exemplo.

Por Bruno Henrique

Peugeot 3008

Peugeot 3008


Fiat 500 Híbrido será lançado em 2019


Novo modelo 500, da Fiat, será lançado e 2019 e contará com o sistema híbrido.

De acordo com informações transmitidas pela revista inglesa de automóveis Auto Express, a FCA investe em uma nova abordagem específica para o Novo Fiat 500 para o ano de 2019. O veículo que é um clássico da montadora italiana deverá fazer a substituição do propulsor 1.3 Multijet movido a Diesel por um motor híbrido leve, o qual irá fazer uso de um sistema elétrico com 48 Volts.

Essa tecnologia da marca é conhecida pelo nome de “mild hybrid”, a qual consiste em um propulsor de partida muito mais potente do que o modelo comum, o qual tem a finalidade não apenas de dar partida no motor através da função Start e Stop, mas de movimentar também o veículo em seus primeiros metros que antecedem a entrada do propulsor em seu devido funcionamento.

Para a montadora italiana Fiat, esse novo sistema com 48 Volts é uma das soluções, se não a solução de maior viabilidade para que seja contornado o problema que existe devido as emissões de NOx e assim conseguir atender as regras dos novos limites de poluentes impostos por lei. Além disso, por ser um modelo mais simples, o custo do mesmo é menor e assim pode ser absorvido pelos veículos subcompactos e compactos, de forma diferente dos modelos híbridos puros e especialmente relacionados aos plug-ins que são caríssimos.

Além de tudo isso, o novo modelo Fiat 500 deverá continuar com o mesmo estilo do anterior, entretanto, esta versão será um pouco mais leve e também terá um menor valor no custo final de sua produção, se comparado com o modelo atual. Embora o foco no momento seja a tecnologia de 48 Volts, a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) informou que irá manter em dia os planos de híbridos plug-in, fazendo uso dessa opção de forma intensa no modelo Alfa Romeo e na Maserati, sendo que o valor agregado bem superior acaba compensando a utilização de um determinado sistema que possui um valor mais caro.

Por Filipe Silva

Fiat 500 Híbrido

Fiat 500 Híbrido

Fotos: Divulgação


Toyota Corolla 2018 – Lançamento no Brasil


Novo Toyota Corolla 2018 será lançado no dia 17 de março no Brasil.

A montadora asiática Toyota já possui uma data definida para o lançamento de seu novo Corolla modelo 2018. O veículo chegará às concessionárias de todo o país no dia 17 de março de 2017, um dia exato depois do evento realizado à imprensa. Trazendo as mudanças na parte visual que foram apresentadas na versão lançada na Europa no ano passado, o novo Corolla, que é o sedan mais comercializado no Brasil contará também com novidades em sua lista de itens, além de um novo acabamento interno.

De acordo com uma vendedora da marca que foi indagada sobre o assunto, irá acontecer um feirão com o objetivo de liquidar boa parte, se não, todo o estoque da linha atual do Corolla no fim desta semana, nos dias 11 e 12 (sábado e domingo, respectivamente. Já está em circulação pela internet uma imagem do sedã médio da Toyota e através dela é possível ver que o lançamento já se encontra em estoque em um pátio da montadora aqui no Brasil. Mesmo bem próximo do início das vendas, de acordo com os concessionários, ainda não se possui uma tabela de preços para este novo modelo.

O modelo reestilizado contará com novos faróis, rodas, para-choques e grade, além de algumas mudanças no acabamento interno. Com relação aos equipamentos, finalmente agora terá o ESP, controle de estabilidade, um item que até agora não era oferecido pela marca nem como um item opcional. Os propulsores serão os já conhecidos 1.8 e 2.0, acoplado com câmbio automático CVT. A versão de câmbio manual de 6 velocidades será ofertada apenas para frotistas e assim deverá se manter.

Mesmo estando bem perto de sua reestilização, o Toyota Corolla permaneceu ainda na liderança de comercialização do segmento no último mês de fevereiro, batendo a marca de 3.469 exemplares emplacados, um valor que garantiu ao sedan, no ranking geral de automóveis mais comercializados, a sétima posição. Esta versão redesenhada do modelo aconteceu devido a uma resposta necessária da montadora à realização do lançamento dos novos modelos Chevrolet Cruze e também Honda Civic.

Por Filipe Silva

Toyota Corolla 2018

Toyota Corolla 2018

Fotos: Divulgação


Novo Chevrolet Tracker com Motor Turbo – Lançamento e Preço no Brasil


Confira aqui o preço e as principais novidades do Novo Chevrolet Tracker.

Em novembro do ano passado tivemos a realização do Salão do Automóvel de São Paulo. Uma das principais atrações do evento foi o Novo Tracker. O modelo reestilizado da Chevrolet, que está equipado com o mesmo trem de força do Cruze de segunda geração, já chegou às concessionárias e promete ser um dos grandes sucessos de 2017.

O SUV compacto começou a chegar às concessionárias de todo o país com preço sugerido de R$ 79.990 na versão LT. A versão top de linha é a LTZ, que não sai por menos de R$ 89.990, sendo que com mais R$ 3.000 o automóvel vem acompanhado de airbags laterais e de cortina.

Além disso, assim como aconteceu na nova geração do Cruze, o Tracker fez uma mudança em sua motorização: o antigo 1.8 flex deu lugar ao 1.4 turbo bicombustível e com injeção direta. Tal motor possui potência de 153 cv e 24,5 kgfm de torque a 2.000 rpm. Em relação ao câmbio não houve mudanças, haja vista a permanência do automático de seis marchas, que foi ajustado visando uma condução mais econômica.

Uma preocupação dos desenvolvedores do novo Tracker foi, sem sombra de dúvidas, o consumo. Com isso, o automóvel também vem acompanhado de assistência elétrica de direção, um item importante e que não necessita do uso de um compressor acoplado ao motor, trazendo mais autonomia e redução do consumo. Além disso, todas as versões são acompanhadas de start-stop, um mecanismo que desliga o motor de forma automática em paradas rápidas.

Em relação ao design, saiba que a dianteira do automóvel sofreu grandes mudanças. Com isso, novos faróis, grade, capô e para-choque renovados estão entre os destaques das mudanças. Tais mudanças seguiram o mesmo estilo dos lançamentos mais recentes da Chevrolet, como é o caso do Cruze, Onix e do Cobalt.

Um dos destaques nas atualizações na parte dianteira foram os faróis, haja vista terem ficado mais estreitos e a inclusão de condução diurna de LEDs. Em relação à grade, a mesma manteve o antigo formato bipartido, sendo que a sua gravata passou a ficar na parte superior juntamente com o capô, sendo que antes a mesma era centralizada.

Em relação à cabine, a mesma vem acompanhada de uma nova central multimídia, assim como no Cruze, Tal central é totalmente compatível com o Apple Car Play, além do Android Auto.

Por Bruno Henrique


Chevrolet Equinox – Lançamento no Brasil em 2017


Novo modelo de SUV irá substituir a Captiva e deverá ser lançado no segundo semestre de 2017.

Para quem é fã da marca Chevrolet, gosta de novidades e ainda, está atrás de um automóvel para o segmento SUV/Crossover, a marca anunciou já no salão do automóvel em Detroit, que o Brasil deverá ser o palco de sua mais recente novidade: O Chevrolet Equinox.

Segundo as intenções reveladas pelo presidente da marca que esteve presente no evento nos Estados Unidos, os planos da montadora em solo brasileiro é ‘focar’ a sua linha de atuação no segmento dos SUVs, que desde o ano de 2016 está em alta no país.

A marca já é vendida no exterior e nos Estados Unidos, só perde mesmo para a sua prima, top de linha, a Silverado. No Brasil, ela entrará a partir dos segundo semestre de 2017 e deverá substituir a linha Captiva da montadora. Deste modo, espera-se que ela ocupe um lugar tanto de vendas quanto de preferência entre o Trail Blazer e o Tracker. A montadora não quis ainda falar em preço, mas deve ficar algo em torno dos R$ 130 mil até para que possa ser párea para os modelos que já estão no mercado como o Compass da Jeep.

O modelo fabricado aqui no Brasil deverá seguir o mesmo padrão dos modelos que estão nas concessionárias lá fora. Os atuais saem de fábrica nas versões a gasolina com motor 1.5 de 170 cavalos de força e 2.0 com 255 cavalos de força. A versão a diesel também é fabricada com motor 1.6 e 138 cavalos força. Todos os modelos já saem de fábrica com câmbio automático de nove tempos e com tração integral nas quatro rodas, caso o consumidor queira. Para isto, ele vai ter que desembolsar um pouco mais.

No seu aspecto interno, ela não deixa nada a desejar aos modelos mais sofisticados de seus futuros concorrentes. Ele possui sistema de alarmes que avisa em caso de possível colisão frontal, câmera integrada com sistema de som surround e kit multimídia com visor de oito polegadas e equipado com sistema Android e Apple Car Play. O sistema de frenagem em modo automático integra o novo modelo e monitoramento de tráfego na parte traseira do veículo, dentre outros itens como o sistema de concierge interna.

Para quem quiser se antecipar para ter o novo modelo na garagem, por enquanto, terá que importá-lo da sede da montadora no México. Se puder esperar, terá condições de experimentar o modelo brasileiro somente a partir da segunda metade de 2017.

Emmanoel Gomes


Ford Ka 2017 – Novidades e Previsão de Lançamento


Confira aqui as principais novidades e a previsão de lançamento do modelo 2017 do Ford Ka.

Conheça o Novo Ka do ano de 2017, que dessa vez vai chegar ao mercado trazendo câmbio automático, que o coloca no mesmo nível de seus rivais.

O Ford Ka mudou muito desde que foi lançado em 1997 e vinte anos depois de seu primeiro lançamento o modelo promete impressionar e conquistar novos admiradores

Segundo a Ford, o Novo KA vai oferecer carrocerias do tipo sedan (Ka +) e hatch, que serão equipadas com câmbio automático (de forma opcional). Além disso, a Ford promete motores novos, que devem trazer economia para seus proprietários.

É a primeira vez que o modelo Ka vem equipado com câmbio automático. A Ford já estava trabalhando em testes para fazer o lançamento em 2017. É o sistema de dupla embreagem Power Shift, já trazidos pelo New Fiesta e EcoSport. Além disso, o Novo Ka é equipado com motor 1.5 Sigma.

Além de um visual todo reestilizado, a Ford preparou o novo Ka com muito mais eficiência em seus motores. Na realidade, essa proposta de motores novos, muito eficientes, já havia sido adotada pela montadora do Brasil, nos modelos globais como os novos Fusion, New Fiesta, EcoSport e Focus. Esses modelos são equipados com motores de 1.0 l, três cilindros, alguns são 1.5, outros 1.6 Sigma Ti-VCT e Duratec 2.0, com injeção direta.

Contudo, a Ford busca resultados melhores no que relaciona às vendas de seus modelos no Brasil. Pensando nisso, a marca pretende fazer o lançamento de uma linha de motores Dragon, ainda no ano de 2017, que prevê uma relevante economia de combustível.

Existe uma exigência de que todas as fabricantes de automóveis trabalhem a partir desse ano em modelos que ofereçam consumo de combustível menor.

Mas, ao que se pode ver, o Novo Ford Ka tem as características de um modelo que deve agradar bem aos brasileiros. Pois oferece um bonito design, com elegância, conforto, potência nos motores e bom desempenho.

Muitas pessoas podem pensar que o Ka 2017 é o mesmo de 2016, mas o objetivo da montadora para o lançamento deste ano foi fazer um carro mais potente.

O Novo Ford Ka 2017 deve ter suas vendas iniciados ainda neste primeiro semestre.

Sirlene Montes


Hyundai HB20 2017 – Preços, Versões e Ficha Técnica


Veja aqui os preços, versões e ficha técnica do Hyundai HB20 2017.

Em 2012 era lançado no mercado brasileiro a linha HB20. A estreia marcou o começo da produção nacional da Hyundai no Brasil. De lá até agora novos clientes são conquistados todos os dias. Um dos principais motivos disso é atribuída a qualidade que o HB20 tem em sua linha de fabricação. Além disso, ainda podemos contar com o visual diferenciado que a Hyundai costuma oferecer em seus carros. A montadora sempre esteve em evolução, um bom exemplo disso foi o primeiro facelift do HB20 sedan, que saiu em novembro de 2015. Na época mudanças interessantes na parte frontal assim como os novos equipamentos foram o destaque.

Uma das principais novidades esperadas para o HB20 2017 é o novo motor 1.0 com três cilindros. O novo propulsor está sendo desenvolvido inicialmente no centro de pesquisas do grupo na Coreia do Sul. Apesar de ser algo novo por aqui, esse bloco já é conhecido na Europa. Por lá, ele já é visto desde o início de 2015 embaixo do capô do Kia Cee’d GT Line. E ainda neste caso temos uma potência de 120 cavalos e 17,5 mkgf de torque. A título de curiosidade teremos até 15% a mais em termos de economia em comparação com o atual motor 1.0.

A previsão é de que o lançamento oficial do Hyundai HB20 2017 deverá acontecer na segunda metade de 2017. Entre as principais expectativas são os novos equipamentos. Deveremos ter uma maior quantidade de itens de série. Já as mudanças visuais devem ser poucas.

Entre as principais mudanças na linha 2017 do HB20 estão as rodas de liga leve e o farol com linha óptica. Além disso, a transmissão com seis marchas. As modificações feitas pela fabricante também prometem uma economia maior. Até bem pouco tempo a classificação atribuída pelo Inmetro ao carro foi a “D”. Agora, tanto na opção automática (com o motor 1.6 e 1.0) quanto na manual a classificação é “A”.

O HB20 2017 deve contar entre as principais alterações a sua versão automática de 6 velocidades, o que deverá garantir um maior conforto, além de uma relativa leveza para se dirigir. A redução no consumo fica por conta das novas configurações apresentadas para o motor 3 cilindros. A fábrica, lembrando, diz que essa economia pode chegar a 15%.

Preços e Versões

De acordo com a marca são 11 versões para o HB20 2017: Comfort 1.0; Comfort Plus 1.0; Comfort Style 1.0; Comfort Plus 1.6; Comfort Style 1.6; Comfort Plus 1.6 Automático; Comfort Style 1.6 Automático; Premium 1.6 Automático; Premium 1.6 Automático com couro; Premium 1.6 Automático com couro e BlueMedia e HB20 X 1.6.

Os preços começam em R$38.995 na versão Comfort 1.0 e chega a R$55.395 para a versão HB20 1.6.

Por Denisson Soares


Ford Mustang pode ganhar Versão Híbrida em 2020


Versão híbrida deve ter quase a mesma potência da versão com motor V8 e deverá contar com mais torque.

A Ford anunciou recentemente que pretende ampliar seus projetos e investir ainda mais no desenvolvimento e comercialização de versões híbridas de modelos já existentes da marca. O anúncio foi feito através de coletiva de imprensa na fábrica de Flat Rock, localizada em Michigan (EUA). Além disso, a montadora também pretende trabalhar com novos modelos que devem ser desenvolvidos com propulsão elétrica, motorização híbrida e tecnologia de condução autônoma.

E um dos principais destaques desse anúncio é, sem sombra de dúvidas, a chegada do Mustang em sua versão híbrida. Com isso, o cupê esportivo Mustang deve ganhar uma grande atualização em 2020. Vale destacar que este é um clássico da Ford, sendo que o mesmo vem acompanhado, nas versões top de linha, com motor V8 e propulsor turbinados de quatro cilindros. Além desse modelo, a Ford pretende lançar outros 12 automóveis eletrificados.

A montadora norte-americana também destacou alguns pontos importantes deste lançamento. Segundo a Ford, a versão hibrida do Mustang irá contar com potência bastante similar àquela encontrada no V8, ou seja, próximo de 440 cv. Apesar disso, a versão híbrida terá ainda mais torque, sendo que a atual versão de oito cilindros consegue entregar 55,3 kgfm. Outro destaque interessante é quanto ao consumo de combustível, que deverá ser menor, haja vista essa ser uma das prioridades de automóveis deste tipo.

Além disso, a Ford ainda destaca que deve produzir as versões híbridas da picape F-150 e do Police Interceptor, sendo este último um automóvel exclusivo para as forças policiais nos Estados Unidos. Já o primeiro veículo da Ford totalmente autônomo só deve chegar ao mercado em 2021, sendo que o mesmo terá trem de força híbrido.

Tais anúncios são bastante importantes para a montadora e iniciam uma nova fase de investimento e busca por ainda mais sucesso por parte da Ford. Vale ressaltar que grande parte da produção dos modelos híbridos será concentrada em Flat Rock. A empresa anunciou um investimento total de US$ 700 milhões, sendo este uma parte do orçamento total de US$ 4,5 bilhões que tem como objetivo o desenvolvimento de automóveis eletrificados até o ano de 2020.

E foi nesta mesma coletiva de empresa que a montadora anunciou o cancelamento de projetos no México. O investimento no país latino-americano seria de US$ 1,6 bilhão através da construção de uma nova fábrica da Ford.

Por Bruno Henrique


Infiniti QX50 Concept – Novidades e Lançamento


Modelo será primeiro carro com motor de compressão variável.

Antecipando-se ao que vai ser lançado no próximo Salão do Automóvel, em Detroit, nos Estados Unidos, neste mês de janeiro, o novo modelo Infiniti QX50 surge no mercado automotivo internacional em destaque não só pelo visual luxuoso e sofisticado, mas no aspecto tecnológico. Ele deverá ser o primeiro modelo a ser lançado mundialmente com um motor de compressão variável e que deverá ser fabricado em escala de produção no estilo Concept.

O novo conceito de motor a combustão com uma capacidade de compressão regulável representa uma quebra de conceito no mundo da mecânica e que pode representar um ganho de potência com uma redução do consumo de combustível.

Diferentemente dos motores e compressão fixa, no novo modelo o eixo do motor é capaz de alterar a posição da bielas e pistões. Sem mexer nos cabeçotes, as bielas conseguem se ligar a várias posições nos braços de comando, o que permite se adaptar a várias situações e assim ajustar a potência do veículo de acordo com as necessidades. Isso é muito útil nos motores elétricos quando se quer aumentar o desempenho, o que é reforçado pelo fato do mesmo já ser turbinado ou quando se quer obter uma máxima eficiência do motor a uma baixa taxa de consumo. O modelo a ser mostrado sairá da fábrica com a versão 2.0 e deverá proporcionar cerca de 270 cavalos de força de potência a um torque de quase 40Kgfm.

O motor que deverá ser apresentado no evento apresenta uma performance superior aos potentes e atuais V6 (cerca de 30%). Para o QX50, a nova plataforma será lançada inicialmente em quatro cilindros. Além do novo tipo de motor, a fabricante promete apresentar a chamada plataforma PróPilot, com mecanismo semi-autônomo. Por enquanto, a mesma prefere fazer mistério e deverá apresentá-la para o público presente em Detroit.

Além do novo tipo de mecânica, o QX50 deverá trazer algumas modificações em suas linhas externas, o que representa uma evolução da sua versão anterior, o QX30 é bem semelhante ao QX60. Isto o coloca em uma posição dos SUVs do tipo intermediário disponíveis no mercado e dentro dos padrões dos crossovers que fazem parte da marca.

Emmanoel Gomes


Audi Q3 deve ganhar Versão Elétrica em 2018


Lançamento da nova versão elétrica visa aumentar as vendas do modelo e reverter as quedas dos últimos anos.

Para os fãs e fiéis da marca Audi no Brasil, a empresa já sinaliza ao mercado de automóveis em 2017 o que vai ser novidade em 2018. Desta vez, a montadora vai mostrar a evolução do seu modelo de SUV mais vendido no Brasil até 2015, o Q3, e pretende lançar uma versão totalmente elétrica, mesmo tendo lançado o seu modelo mais recente, o Q5.

Desde que passou a ser fabricado no Brasil a partir de maio de 2016, o Q3 vem incorporando conceitos cada vez mais sofisticados quando comparado aos modelos fabricados na Europa. Aproveitando a onda dos novos padrões de carros ecologicamente corretos, a nova versão deverá sair de fábrica confirmando o que muitos já suspeitavam: a nova versão será totalmente movida à energia elétrica.

Para tal, segundo as revistas especializadas, a marca deverá herdar de sua marca prima, a Volkswagen, os motores e tipos de baterias consideradas totalmente "verdes". A Audi definitivamente deverá integrar a meta de vender cerca de um milhão de unidades de automóveis elétricos pelo menos até o ano de 2024.

As inovações deverão começar pela própria estrutura física do carro. O chassi, que deverá ser mais leve, garantindo mais autonomia aos modelos elétricos e para o motorista, terá maior espaço interno. Num primeiro momento, a idéia é usar um motor do tipo 1.4, associado a um motor de caráter elétrico, o TFSI. A intenção é evoluir para uma versão 1.5. Teríamos então as primeiras versões chamadas de híbridas.

Com a intenção de recuperar as vendas do Q3, que andaram bastante baixas desde 2015, a Audi deverá lançar também as versões a gasolina e a diesel, principalmente na Europa, já com os motores do tipo 1.5 e 2.0, com cinco cilindros e câmbio de sete marchas do tipo duplo. Estas deverão trazer o sistema de tração do tipo Quattro.

No aspecto externo, o novo modelo deverá manter as mesmas linhas atuais e as principais novidades deverão ser notada com relação ao novo painel que poderá ser configurado de acordo com as necessidades do motorista e deverá funcionar no estilo virtual cockpit , além do console principal que deverá trazer modificações para incrementar os momentos de lazer de seus passageiros e do motorista.

Todas estas novidades visam reverter as quedas nas suas vendas e um atrativo deverá ser o preço. O Q3 reeditado deverá estar saindo de fábrica por cerca de R$ 143.000, num patamar bem competitivo aos seus demais concorrentes como a Mercedes do tipo GLA e a BMW X1.

Emmanoel Gomes


Recall do Hyundai H20 – Problema na Vedação do Porta-Copos


Problema atinge cerca de 140 mil carros e pode ocasionar curto circuito no indicador de marchas.

Nesta última semana de dezembro a Hyundai Motor Brasil anunciou que irá fazer um recall que envolverá cerca de 140 mil veículos pertencentes a família HB20. De acordo com a montadora, o recall tem como objetivo fazer uma vedação no porta-copos que fica no console central. Essa vedação irá evitar que líquidos acabem entrando em contato com a fiação do indicador de marchas e que consequentemente terminem por provocar um curto circuito.

Chassis Envolvidos (os últimos 8 dígitos)

HB20 1.6 – DPO10003 a FP5338664.

A Hyundai informa também que os veículos que foram afetados com esse problema são modelos fabricados entre os anos de 2013 e 2015. As versões são a hatch, a sedã e a aventureira. Aqueles que são equipados com o motor 1.6 e transmissão automática de 4 marchas.

Em um comunicado divulgado para a tratar do assunto, a fabricante destaca que há uma pequena possibilidade de infiltração de líquido na parte interior do console central. Se isso ocorrer, o líquido poderá atingir o circuito elétrico de iluminação do painel indicador de marchas.

Se o líquido entrar em contato com a fiação do carro, poderá haver um curto-circuito no momento em que o condutor for acender as luzes do farol e o indicador de marchas ser iluminado. Além do curto, o problema também poderá provocar o superaquecimento e levar a incêndio.

A Hyundai orienta aos proprietários dos veículos em questão que ao utilizar bebidas que as mesmas sejam transportadas em recipientes fechados assim como indica o manual do carro.

Caso o condutor perceba que o ocorreu um derramamento de líquido no console central, a orientação é secar imediatamente o local e levar o mais rápido possível o carro para uma avaliação em uma concessionária autorizada.

Todos os proprietários dos veículos afetados e que se enquadram nesse recall já podem fazer o agendamento para que se faça a aplicação de uma vedação adicional e a substituição de peças, se for ocaso (quando houver sinais de curto-circuito). O serviço é gratuito e não demora uma hora para ser realizado.

Atenção

Por menor que seja o problema, o recall tem que ser levado muito a sério. Conforme aponta o Código de Defesa do Consumidor, a convocação para o recall deve ser realizada quando for identificado um defeito de fábrica que venha a colocar em risco a vida do usuário.

Por Denisson Soares


Chery pode lançar Novos Crossovers em 2017


Montadora deve lançar novos modelos buscando se recuperar no mercado.

Em 2016 a Chery viveu um ano mais problemático do que 2015, que já tinha sido muito ruim para a marca. Luis Curi, o vice-presidente da Chery, deixou claro que a companhia tem plena consciência disso. Em uma entrevista concedida para jornalistas recentemente, ele afirma que a Chery, a exemplo da Fênix, está passando por uma era de renascimento. Segundo Curi, as coisas ainda não se tornaram cinzas por completo, mas a situação exige uma ação que provoque um renascimento.

Em 2015 a fabricante conseguiu vender 5,4 mil veículos. Agora em 2016 a expectativa é de que fique em torno de 2 mil vendas.

Para provocar o tal renascimento a Chery está apostando em uma verdadeira onda de novos lançamentos. A informação que se tem até agora é de que deverão chegar ao mercado três crossovers e dois sedãs. O primeiro a estrear deverá ser o Tiggo 2. Modelo que toma como base o Celer, que foi apresentado durante o Salão de Automóvel de São Paulo.

A previsão é de que produção nacional tenha início em fevereiro e que o lançamento seja feito entre abril e maio de 2017.

Tiggo 2

A ideia é de que o Tiggo 2 fique situado entre um pouco abaixo do degrau ocupado pelos jipinhos concorrentes. Curi comenta que foram feitas uma série de análises do mercado e variações de preços. O resultado é que o carro deverá ser um dos mais baratos.

Arrizo 3

O Arrizo 3 já foi confirmado para o Brasil. A informação é de que ele deve chegar mais ou menos na mesmo época que o Arrizo 5, que já foi exibido por aqui.

O Arrizo 3 será trazido da China e deverá enfrentar como concorrentes o Renault Logan e o Chevrolet Cobalt.

Tiggo 7

Indo um pouco mais além, entre 2017 e 2018, a Chery deverá lançar o Tiggo 7. Esse é o modelo de crossover que mais se destaca da Chery. A montagem do carro também será nacional. Ele deverá ter um porte médio, bem parecido com o Hyundai ix35, porém, com um preço bem mais baixo. Na prática, já se sabe que ele deverá servir com um substituto para o Tiggo 5.

Por Denisson Soares


Hyundai Elantra Top 2.0 16V Flex 2017 – Ficha Técnica e Preços


Confira os preços e a ficha técnica do Hyundai Elantra Top 2.0 16V Flex.

Bem perto do lançamento oficial, o novo Hyundai Elantra já foi flagrado em uma concessionária de São Paulo (SP) e claro que não demorou muito para os “especialistas” perceberem. Pelas informações que temos até agora, o modelo chegará em três versões. Os preços vão de R$84.990 a R$114.990. A companhia investiu no novo Elantra com uma missão bem definida: Ele irá brigar com o Toyota Corolla. O problema é que a novidade da companhia sul-coreana deixou a desejar, repetindo alguns erros que o líder de vendas já havia demonstrado. De qualquer maneira vamos ver algumas “características” do modelo.

O novo Elantra inicialmente deve agradar aquele tipo de consumidor que está em busca de um sedã que agregue uma “pegada esportiva”. Visualmente falando, o carro passa longe de ser comportado, a exemplo de alguns rivais, e isso mesmo sendo mais “sério” do que os novos modelos do Chevrolet Cruze e o Honda Civic.

No interior o modelo continua conseguindo passar uma boa impressão graças ao novo painel, que conta com melhor ergonomia e melhores materiais do que antes e junte-se a isso o conforto devido a posição de dirigir baixa.

O lado ruim é que uma parte significativa do encanto que o carro poderia ter acaba se perdendo quando o motor é ligado. Embaixo do capô vamos encontrar o mesmo propulsor 2.0 16V flex (que consegue até 167 cv e 20,6 kgfm) que o seu antecessor tem.

E para quem pensa que a coisa fica apenas nisso ainda tem mais: A transmissão automática de seis velocidades continuou a mesma. Para se ter ideia da falta de mudança, é só ver que até as borboletas atrás do volante para a troca de marchas são as mesmas!

O modelo possui assistência elétrica com um ajuste bem leve. Deixa bem fácil a troca de marchas no ambiente urbano e nas baixas velocidades. Mas deixa a desejar na estrada. A suspensão conseguiu se equilibrar bem entre a estabilidade e o conforto, mesmo com o eixo de torção atrás. A título de curiosidade é exatamente o mesmo conjunto que a dupla Cruze e Corolla tem, mas é menos refinado do que o que o conjunto do Civic.

São 2,70 metros na distância entre eixos. De uma maneira geral o novo sedã da Hyundai consegue garantir um relativo conforto para todos os ocupantes. A questão é que muitos acabamentos não são compatíveis com o preço do carro. Basta olharmos para o forro simples no teto, o freio de estacionamento por alavanca e as portas com plástico rígido. Coroando isso tudo também não temos o cinto de três pontos e nem o apoio de cabeça para o banco central do meio.

Ficha:

  • Motor: Transversal dianteiro, 16V, quatro cilindros, comando dublo e flex.
  • Cilindrada: 1.998 cm³.
  • Potência: 167/157 cv a 6.200 rpm.
  • Torque: 20,6/19,2 kgfm a 4.700 rpm.
  • Transmissão: Seis marchas automática com tração dianteira.
  • Direção: Elétrica.

Por Denisson Soares


Toyota Etios Ready 1.5 – Ficha Técnica e Preços


Confira aqui a ficha técnica e os preços do Toyota Etios Ready 1.5.

A Toyota tem seguido a velha fórmula de “reformar aos pouquinhos” como estratégia fundamental para o Etios. O novo facelift foi apresentado em agosto de 2016 e em um primeiro momento seria apenas para a versão top de linha Platinum. Com a chegada do final de ano, a marca resolveu estender as modificações para outro modelo. O escolhido foi a versão especial Ready 1.5. O hatch sai pelo preço de R$ 59.780. São R$ 3.590 acima do que o preço do XS Original, versão na qual ele é baseado.

O estilo do carro é um dos pontos que mais polêmicas tem levantado no Ready 1.5. A presença de para-choques dianteiros e traseiros com um ar mais esportivo diminuem um pouco a essência utilitária do Etios. Pequenos toques nesse sentido podem ser vistos nos retrovisores na cor da carroceria e nos frisos.

A marca planejou um pouco para diminuir a possibilidade de escorregar quando o assunto é a personalização, trazendo somente o nome Ready adesivado nas colunas.

Com relação a versão Platinum, as diferenças são bastante nítidas em pontos simples como as lentes claras nos faróis e lanternas, a ausência dos faróis de neblina e as rodas aro 14 com calotas.

Seguindo o raciocínio do mercado, as séries especiais em tese precisam oferecer um pacote de itens um pouco mais recheada e com um preço um pouco menor do que a princípio seria cobrado se fossem individuais.

Além das questões estéticas, o Ready conta “a mais” do que o XS Original com o sistema multimídia Toyota Play, que até antes disso era coisa exclusiva do Platinum. Além disso, temos ainda a bolsa organizadora para o porta-malas, o suporte para bolsas e mochilas e os tapetes. Na verdade, essa é uma técnica já usada. Ou seja, procurar se diferenciar por meio dos acessórios para não ter que necessariamente se criar uma versão especial com modificações no projeto base.

  • Motor: Tranversal, dianteiro, quatro cilindros em linha, flex, injeção eletrônica, comando duplo no cabeçote, 16 válvulas.
  • Cilindrada: 1.496 cm³.
  • Potência: 107/102 cavalos a 5.600 rpm.
  • Torque: 14,7/14,3 kgfm a 4.000 rpm.
  • Câmbio: Automático de quatro marchas e tração dianteira.
  • Direção: Elétrica.
  • Suspensão: McPherson (barra estabilizadora dianteira e eixo de torção com barra estabilizadora na traseira).

Por Denisson Soares


Comparativo Volvo XC90 x Audi Q7 – Qual é Melhor?


Confira aqui um comparativo entre o Volvo XC90 e o Audi Q7.

Sofisticação, beleza, tecnologia e conforto. Estas serão palavras que os modelos de automóveis do tipo SUV fabricados tanto pela montadora alemã, a Audi e a sueca Volvo conseguiram agregar aos seus mais novos modelos, o Q7 e o XC90, respectivamente. Considerados os ‘Tops’ de linha, ambos impressionam por seus estilos e características distintas, mas que podem fazer a diferença na hora de optar por um deles.

Presente em todos os seus itens, a elevada tecnologia e o mais elevado conceito de design estão presentes em todos os detalhes de cada modelo. Tanto a Audi quanto a Volvo foram cuidadosas em aliar segurança e conforto ao consumidor final para se garantir a satisfação completa de quem dirige qualquer um dos modelos.

No aspecto externo, ambos modelos podem ser similares em um design mais atual. Entretanto, a distinção entre as marcas começa a partir do preço. Projetados para um grupo seleto de consumidores, tanto o Q7 e o XC90 não saem por menos que R$ 400 mil de fábrica. A diferença está na configuração típica de cada modelo. Enquanto o modelo da Volvo pode sair da fábrica com todos os opcionais de luxo por cerca de R$ 405 mil reais, o XC90 da Audi chega às concessionárias em sua versão mais básica num preço um pouco menor. Os opcionais da montadora alemã, que já são incorporados ao modelo da Volvo, podem fazer o preço final subir num valor correspondente a um modelo da mesma categoria e de preço mais acessível, como o Duster, da montadora francesa Renault e cujo valor é em torno dos R$ 70.000,00.

Para os consumidores que são exigentes em relação ao desempenho e velocidade, as diferenças entre os modelos, mesmo pequenas, podem ser notadas. Enquanto o modelo da Volvo adotou o motor de quatro cilindros, do tipo 2.0, com uma potência superior aos 310 cavalos de força. Já a Audi incorporou ao seu SUV de luxo, o motor V6 do tipo 3.0, com um rendimento de mais de 320 cavalos de potência e torque superior aos 40kgfm. Neste sentido, o XC90 apresenta um desempenho melhor. Ele vai do zero aos 100 Km/h em 6 segundos. Somente quatro décimos de segundo em relação ao modelo da Volvo. Entretanto, os fãs de motores silenciosos vão preferir este último ao som metálico do Q7 alemão.

No aspecto interno, ambos os modelos reúnem além da sofisticação, a funcionalidade. O XC90 tem capacidade para levar sete passageiros e já vem com a terceira fila de assentos de fábrica. Para quem quiser ter a mesma capacidade, terá que desembolsar cerca de R$ 20.000,00 para acomodar o mesmo número no Q7 da Audi.

Em termos de tecnologia, ambos apostaram na funcionalidade. Os dois modelos incorporam a sistema de multimídia, com a projeção de todas as funções dos carros numa tela central de LED e sensíveis ao toque. Eles diferem em apenas 0,7 polegadas de tamanho. Todas são compatíveis com os sistemas Android e Apple CarPlay. O sistema de som que vem em ambos os modelos são de altíssima qualidade e diferem somente em relação aos fabricantes. A Audi optou pela Bose, enquanto a sueca Volvo preferiu a Bowers & Wilkins. Esta última garante aos seus consumidores o mesmo som de qualidade de uma das salas de concerto mais famosas do mundo, a de Gotemburgo.

Em termos de funcionalidade, a Audi adotou o inédito sistema de tração de eixo traseiro, o que permite as rodas traseiras movimentarem-se para ambos os lados em até seis graus. Muito útil para se estacionar em vagas mais apertadas.

A segurança é outro item que chama a atenção em ambos os modelos. Além dos sistemas de tração inteligentes, dos sensores de tráfego dianteiro e traseiro e de ponto cego e dos airbags laterais e frontais, o XC90 possui um sistema de navegação inteligente que permite o automóvel seguir o carro que está na sua frente até uma velocidade um pouco superior aos 130 km/h. Se o modelo da Audi sai de fábrica com câmera de visão noturna, o XC90 da Volvo vêm equipado com um sistema automático que freia o carro diante de qualquer obstáculo na sua frente. Vale salientar que ambos os modelos são considerados, na Europa, carros com o mais alto padrão de segurança adotado naqueles países.

Em relação a conforto, ambos os modelos trazem a possibilidade de se controlar a temperatura de refrigeração do ar condicionado exclusivo dos seus assentos traseiros. Um diferencial em relação ao outros modelos de SUVs dos concorrentes.

De um modo geral, ambos os modelos oferecem vários itens tanto de segurança, conforto e funcionalidade que podem conquistar clientes. No entanto, o modelo que se sobressai seria o XC90 da Volvo, tanto por suas opções de segurança e dirigibilidade mais sofisticadas, quanto pelo preço, que oferece um modelo com mais capacidade interna, principalmente, para os passageiros.

Emmanoel Gomes


Ford anuncia Recall de Carros por Falha no Cinto de Segurança


Chamado envolve unidades dos modelos Lincoln MKZ e Ford Fusion.

A montadora Ford, conceituada por seus carros de grande performance, anunciou na sexta-feira passada, dia 2 de dezembro de 2016, que irá realizar o recall de pelo menos 680 mil unidades de seus veículos. Os modelos envolvidos no reparo são: os sedãs Lincoln MKZ e o Ford Fusion.

O motivo do recall se dá para consertar problemas identificados no cinto de segurança dos carros em questão. Desses, 602 mil unidades estão localizados no mercado norte americano, nos Estados Unidos, sendo que aproximadamente 650 mil deles se encontram por toda a extensão da América do Norte.

Além dos veículos citados, também estão sendo reparados algumas unidades dos sedãs Ford Mondeo. Porém, nenhum desses foi identificado na América do Norte.

O ano dos veículos envolvidos varia conforme as versões específicas. Porém, pode-se dizer que esses estão na faixa de produção entre os anos de 2013 e de 2016.

Até o momento, dois acidentes com dois feridos foram identificados pela fabricante. A mesma está ciente da situação e, por esse motivo, optou pela troca do cinto de segurança para garantir que tais fatos não se repitam.

Recalls em 2016 pela Ford

Esse não é o primeiro recall realizado pela montadora em 2016. Somente nesse ano, mais três outros problemas foram identificados em um mesmo modelo da marca.

O primeiro, em maio, resultou na troca de pedal de freio de 1467 unidades da Ford Ranger. O modelo, que recém havia chegado às lojas, possuía possibilidade de desconexão entre a haste que aciona o hidrovácuo do freio e a haste do pedal.

Ainda, em julho, foram reparadas 44.998 unidades da mesma pick up, por problemas nos bancos. Isso porque a mola do mecanismo responsável por travar o encosto dos bancos na traseira quebrava facilmente, acarretando em sérios danos para os ocupantes.

E mais recentemente, em agosto, a Ford Ranger ainda foi chamada para recall de outras 4.683 unidades por problemas no software do módulo, responsável pelo controle do motor. Isso ocasionava a redução indesejada para a primeira marcha, sem que o condutor o estivesse requerido.

Após essas três reparações, o recall da falha no cinto de segurança é o quarto chamado da marca. A empresa espera resolver o problema o mais rápido possível e de forma eficiente, sem acarretar em demoras para os seus clientes.

Kellen Kunz


Opel Insignia 2017 – Lançamento e Novidades


Confira aqui as principais novidades do Opel Insignia 2017.

A alemã Opel e a inglesa Vauxhall divulgaram a segunda geração do Insígnia, um sedan de médio para grande da faixa do VW Passat e do Ford Mondeo Fusion, substituindo o modelo que foi lançado em 2009. Sabe-se que o Insígnia tomou o lugar do Vectra na Europa.

O Novo Opel Insígnia, que é chamado de Insígnia Grande Sport, ganha missão em três continentes, pois além de ser vendido pela Buick, como o seu antecessor, nos Estados Unidos será base para o Holden Commodore da Austrália, que será seu sucessor.

Para conseguir vender a missão, o Novo Opel Insígnia cresceu em entre-eixos 92 milimetros. Além disso, ele traz um desenho longilíneo, que foi inspirado no Monza, mas seguindo os moldes do cupê de 4 portas. O Novo Opel Insígnia tem perfil suave de seu teto e grade dianteira ampla. Ele “emagreceu” e está 175 quilos mais leve. Já os seus faróis de LED adaptam o direcionamento do facho para não ofuscar a visão de outros motoristas. Para proteger o pedestre, seu capô sobe rapidamente em caso de impacto e por esse motivo é chamado de móvel.

O seu parabrisa conta com projeção de dados, além de câmeras em volta do carro, caixa de 8 marchas automáticas e vetorização no sistema de tração. Outro ponto que se pode observar são suas linhas, que o faz parecer maior em comprimento, mas mais largo e baixo do que ele é de verdade, transformando o visual em luxo.

Quanto ao seu motor, só saberemos em 2017, mas a Austrália já informou que o sucessor do Novo Opel Insígnia, o Holden Commodore, terá um motor turbo de 2,0 litros, diesel no quatro cilindros e 3,6 litros com 308 CV no V6. Não se sabe ainda informações também quanto aos preços a serem praticados com o Novo Opel Insígnia.

Este veículo será exposto pela General Motors (GM) em março de 2017, na Suíça, no Salão do Automóvel de Genebra. Ao ver o veículo é claro como a empresa se inspirou no modelo Monza, que foi revelado no Salão do Automóvel de Frankfurt, em 2013.

Conte para a gente sua opinião e o que achou sobre o post! Esperamos seus comentários!

Kika Akita


Volvo XC90 Turbodiesel 2017 – Lançamento e Preço


Confira aqui o preço e as principais novidades do Volvo XC90 Turbodiesel 2017.

A Volvo apresentou ao mercado brasileiro o novo modelo: XC90, que é importado da Suécia. O SUV pode ser encontrado em duas versões: Momentum (com valor de R$ 369.950,00) e Inscription (por R$ 419.950,00). A nova versão turbodiesel conta com quatro cilindros e 2 litros de deslocamento, o motor da categoria tem a capacidade para desenvolver 238 cv e 48,9 Kgfm de torque.

Além disso, de acordo com os dados disponibilizados pela fábrica, o XC90 consegue acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,8 segundos, com a velocidade máxima de 230 km/h, sendo limitada de forma eletrônica.

Ambos os modelos têm sistema de tração AWD, que tem a finalidade de distribuir a força do motor para as quatro rodas em qualquer momento e condição. Também contam com o câmbio automático Geartronic de 08 marchas e a expectativa é que em 2017 sejam vendidas entre 650 e 700 unidades.

Que tal ficar por dentro dos modelos? A versão Momentum tem central multimídia com tela de 9 polegadas, sendo sensível ao toque, além de sistema de áudio Sensus Navigation Pro, ar condicionado digital (que está presente em quatro localizações do veículo), além de sete lugares, ou seja, ideal para toda família. Também tem assistente de estacionamento, painel de instrumento digital, roda de aro de 19 polegadas, entre outros detalhes.

A outra versão, a Inscription, que é topo de linha, tem sistema de áudio Bowers & Wilkins, rodas de aro de 20 polegadas, bancos com apoio lateral ajustável eletricamente, além de ventilação, assim oferece conforto e comodidade para os passageiros. Além disso, o carro conta com pacote de segurança, que inclui itens como alerta de tráfego lateral de colisão traseira e também o sistema de visão 360º.

Outra novidade apresentada pelo marca foi o modelo V40, que foi apresentado no Salão de Genebra deste ano e que conta com várias novidades, principalmente em relação a cores e conectividade. O preço inicial é de R$ 129.900,00 e o novo carro já tem a nova identidade visual da marca, com mudanças na parte dianteira, que ganhou faróis FULL LED em formato de T, além disso o automóvel tem rodas de liga de leve de aro de 18 polegadas.

Por Babi


Hyundai Creta 2017 – Lançamento e Preços


Confira aqui os preços e as principais novidades presentes no Hyundai Creta 2017.

A Hyundai, que sempre está de olho no segmento de compactos SUVs, por conta de vender mais de 200 mil carros ao ano, lançou nesse mês de dezembro de 2016 o Creta, para concorrer com carros como Jeep Renegade, Ford EcoSport, Nissan Kicks, Chevrolet Tracker e até o Honda HR-V. Acredita-se que a Hyundai investiu cerca de US$ 130 milhões para criar o Novo Hyundai Creta.

Este é o primeiro utilitário fabricado na cidade de Piracicaba, no estado de São Paulo, mesmo local em que o HB20 é montado. Mas não é por esse motivo que o Creta teria a mesma plataforma do HB20.

O seu motor é o 1.6 Gamma (que conta com 16,5 kgfm de torque e 130 cv) e 2.0 Nu (de 20,5 kgfm e 166 cv). Os dois modelos trazem comando duplo de válvulas variáveis, sistema start stop e partida a frio sem tanque auxiliar. Já o 2.0 tem opção sem embreagem e o 1.6 pode ser em câmbio manual ou automático, de seis marchas.

Já as versões caras do Novo Hyundai Creta trazem alguns utilitários como navegação GPS e tela de LCD no painel que conta com informações de computador de bordo, como por exemplo, da pressão dos pneus.

O controle de tração e estabilidade deste modelo traz mais segurança a este modelo, que também conta com assistente de partida em rampas. O novo Hyundai Creta traz luzes para o dia em LED e de curva, que são integrados aos faróis.

Este SUV traz o ar condicionado automático e possui saída também para os bancos traseiros, além de ventilação para o motorista com três níveis, direção elétrica, sistema multimídia BleuNav com conexão com smartphone pelo Android Auto ou o Apple Car Play, direção elétrica, retrovisores com o rebatimento também elétrico, abertura da porta com chave presencial e câmera de partida e de ré.

Os airbags, localizados na cabeça, laterais e frontais, trazem mais segurança ao Novo Hyundai Creta, que ao ser lançado traz preços que variam de R$ 72.990 para a versão Creta Attitude 1.6 manual até R$ 99.490 com o Creta Prestige 2.0 automático.

O que achou do nosso artigo? Gostou? Compartilhe conosco a sua experiência e opinião!

Kika Akita


Chevrolet S10 ZR2 2017 – Lançamento nos Estados Unidos


Carro ganha versão radical pronto para qualquer tipo de estrada nos Estados Unidos.

Nas estradas brasileiras, é evidente que a Chevrolet S10 caiu no gosto popular. Mas não é só aqui que ela tem sido vista com bons olhos. A Colorado, como é conhecida e comercializada a pick up em outros países, teve recentemente um novo lançamento nos Estados Unidos.

Em uma versão muito mais radical do que aquela conhecida por aqui, a ZR2 está pronta para encarar trajetos pesados e tem disponibilidade para motor turbodiesel 2.8 Duramax ou ainda gasolina V6 3.6.

Apresentada oficialmente como conceito no evento Los Angeles Auto Show, no ano de 2014, atualmente o veículo está disponível para os consumidores que desejam a ter na garagem e que adoram se aventurar nos mais diversos ambientes, seja em pedras, lama ou areia.

Isso porque a suspensão da nova S10 foi especialmente desenvolvida para aguentar trajetos difíceis. Utilizando a tecnologia da Multimatic, a Dynamic Suspension Spool Valve, a DSSV, que também é usada pelos carros de corrida e, inclusive, pelo Camaro Z/28, os braços da suspensão são em ferro fundido e aumentam a bitola em 8,9 cm.

Conforme a montadora Chevrolet, esse tipo de amortecedores garante seis condições de amortecimento. Sendo assim, verifica-se um número superior de possibilidades, uma vez que os amortecedores comuns somente oferecem duas opções, a compressão e a extensão.

Portanto, com amortecedores com performance invejável e que se ajustam às necessidades do ambiente, há uma elevação superior da carroceria em relação ao solo, se considerada a versão convencional. Esse aumento é de mais de cinco centímetros na comparação entre os dois modelos.

Nos diferenciais dianteiro e traseiro, verifica-se um bloqueio eletrônico e comandos a partir de teclas da cabine. Para a tração é possível escolher entre nove configurações diferentes, entre elas o 4×2, 4×4, entre outros.

Em relação às rodas, essas são de aro de 17 polegadas e tala de 8 polegadas. Os pneus que calçam as rodas são Goodyear Duratrac de 31 polegadas.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a Colorado ZR2? Pois a má notícia para os brasileiros é que, muito provavelmente o modelo não será comercializado por aqui.

Porém, já é possível ter uma ideia do que vem por aí em termos de inspirações para o futuro das pick ups. Resta aguardar e ficar na torcida.

Kellen Kunz


Como Preservar o Acabamento do Carro


Confira aqui algumas dicas do que fazer para preservar o acabamento de seu carro.

Quando o assunto é carro, o brasileiro não perde tempo em prestar atenção nas novidades. Inclusive quando citamos alguns cuidados para preservar a beleza do veículo.

E neste post iremos abordar um assunto que pode interessar os apaixonados por automotivos. Aprender a preservar o acabamento do seu carro é muito importante, principalmente quando precisamos vendê-lo.

Atualmente os revestimentos dos carros que são fabricados possuem grande parte coberta por plásticos e os locais mais usados são os painéis e portas. E são nestas áreas que são danificadas pelo tempo.

Estes locais, neste caso, são prejudicadas pela exposição excessiva ao Sol. Confira algumas dicas a seguir de como cuidar destes locais que se desgastam muito fácil

Manter a Limpeza é Essencial

O acumulo de poeira é um veneno para quem tem algum problema respiratório e também ácaros. Por isso use flanelas macias para a limpeza desses locais.

Após fazer a limpeza é importante usar algum tipo de produto específico para plásticos e fibras, com um pano umedecido e uma solução bem diluída em água. Esses produtos devem ser sem querosene, pois o cheiro forte pode até causar intoxicações.

Recupere o Brilho Hidratando

Existem diversos produtos que tratam de plásticos, couros, fibras, entre outros. O uso adequado fará com os materiais dos revestimentos recuperem o brilho e se mantenham hidratados. O resultado será um aspecto de boa conservação.

Protetor de Raios UV

Não são apenas as pessoas que usam protetor solar. Os veículos também possuem protetores contra os raios ultravioletas. Quando for comprar algum produto para passar em seu veículo, busque por aqueles que têm na composição proteção UV.

Saiba que o Sol é o responsável por esbranquiçar as peças originalmente com cores ou escurecê-las.

De Quanto em Quanto Tempo?

Essa é uma pergunta muito importante. É sugerido que se faça a limpeza das peças do revestimento toda semana. No entanto, a hidratação pode ser mensal, ou seja, uma vez por mês.

Agora a parte externa do veículo, no caso, borrachões, plástico, para-choques e algumas molduras são indicados que seja feita semanalmente. Este cuidado é devido a grande exposição.

Cuidado com o Silicone!

Apesar de oferecer um visual brilhante é apontado com um dos maiores vilões dos veículos. O silicone é maravilhoso! Aos olhos de quem vê. Porém, ele acaba ressecando as partes que forem utilizadas e, além disso, deixa totalmente oleosa, facilitando o acumulo da poeira.

Se você gosta realmente do seu veículo e quer manter preservado, siga estas dicas que você e seu carro não vão se arrepender. Fica a dica!

Marcio Ferraz


Honda Fit sobre Recall por Problema no Tanque de Combustível.


Convocação atinge 842 unidades do modelo.

A montadora Honda anunciou na última segunda-feira, no dia 28 de novembro, o recall de pelo menos 842 unidades do seu modelo Fit. O motivo do reparo se dá por uma falha na solda que está localizada no bocal do tanque de combustível do mesmo.

Portanto, se você adquiriu um veículo Fit, fique ligado. Os exemplares que estão envolvidos no recall foram fabricados entre as datas de 20 de agosto até 24 de setembro do ano de 2015.

Em comunicado oficial divulgado pela fabricante do modelo Fit foi explicado que o defeito pode aumentar a chance de que combustível seja vazado, o que causaria incêndios, inclusive de grandes proporções. Sendo assim, a solução para o mesmo é que o tanque seja trocado por outro seguro.

A numeração dos chassis envolvidos é a seguinte: 93HGK58 não seqüenciais; chassis entre 40FZ221338 e 40FZ224280; de 60FZ221691; 60FZ222494; 70FZ221225 e, por fim, 70FZ229139.

Quem tiver dúvidas sobre a substituição ou outro assunto relacionado ao recall da marca, pode entrar em contato pelo telefone disponibilizado pela Honda. O número é o seguinte: 0800-701-3432.

É importante ainda ressaltar que a troca começou no dia 30 de novembro, na quarta-feira, e segue até data não divulgada até o momento.

Recalls da Honda em 2016

Esse não é o primeiro recall da marca no ano de 2016. Em fevereiro, houve a substituição em 164.076 unidades de airbags defeituosos da fabricante japonesa Takata no Brasil. Os modelos envolvidos na ocasião foram: Honda Fit e Honda City.

Ainda em junho, outros 325.130 airbags precisaram ser trocados nos modelos Fit, City, Accord e Civic CR-V.

Conhecido como o maior recall da história, o mesmo foi caracterizado pela troca do insuflador localizado no airbag no lado do motorista. O defeito fazia com que objetos metálicos fossem lançados contra os ocupantes do carro assim que o airbag fosse aberto, ocasionando ferimentos de diversas proporções.

Sendo assim, inúmeros casos de mortes de ocupantes dos carros foram registrados em todo o mundo devido aos “airbags mortais”. Porém, o defeito não foi somente em carros da montadora Honda. No total, foram 50 milhões de veículos envolvidos e de diversas marcas, como as também consagradas BMW, Audi, Fiat, Jeep, Lexus, Mitsubishi, Nissan, Subaru e Toyota.

Kellen Kunz


Fiat Grand Siena Attractive 2017 – Preço e Novidades


Confira aqui as principais novidades e o preço do Fiat Grand Siena Attractive 2017.

O dia 2 de dezembro de 2016, sexta-feira, foi a data escolhida pela Fiat para anunciar sua mais nova novidade e que preencherá o espaço deixado pelo fim da linha do Siena EL. Trata-se do Grand Siena Attractive, carro que virá na opção de motor 1.0 Evo e que terá valor a partir de R$ 43.590.

Com rendimento máximo de 75 cavalos de potência quando utilizando o etanol e torque de 9,5 kgfm, o veículo vem somente na opção de câmbio manual com cinco marchas. Outros itens de série do carro são: ar condicionado, vidros elétricos dianteiros, direção hidráulica, travas elétricas, predisposição para utilização de rádio com quatro alto falantes e antena, computador de bordo, roda de 14 polegadas com calota e alertas sobre limite de velocidade.

Além disso, o carro vem equipado com pneus super verdes que, na essência, acabam proporcionando uma menor resistência quando entram em contato com o solo. Ainda, os mesmos garantem consumo inferior de combustível, bem como menos emissão de gases prejudiciais, menos ruídos e melhor frenagem.

Ainda, para aqueles clientes mais exigentes, há ainda pacotes opcionais que garantem um conforto extra para seus usuários. O “Kit Attractive Um” apresenta para os clientes um pacote que inclui vidros elétricos na parte traseira, regulagem de altura do volante, retrovisores externos e elétricos com possibilidade de rebaixamento automático, porta óculos, banco de motorista com regulagem da altura, alças de segurança e apoio de pé para o motorista.

Já o segundo kit, intitulado de “Kit Attractive Dois”, inclui ainda um sensor de estacionamento traseiro, rádio com Bluetooth, CD, entrada USB e volante multifunções.

Siena Attractive 1.4 e Essence 1.6 Flex

Pensando em economia, a Fiat manteve as opções do Siena Attractive 1.4 e 1.6. Com valores de R$ 50.750 e R$ 55.950, respectivamente, os modelos são mais econômicos e possuem consumo médio menor do que a versão do motor 1.0 Evo. Na comparação da fabricante, o motor 1.0 faz na cidade, em média, 11,2 km/l com gasolina e 7,9 km/l com o etanol.

Em contrapartida, o Grand Siena Attractive 1.4 apresenta desempenho de 14 km/l com gasolina e 9,5 km/l na cidade. Já o modelo 1.6 registrou 13,4 km/l com gasolina e 9,3 km/l com etanol, levando em conta o mesmo trecho.

Kellen Kunz


Calendário e Pagamento do IPVA 2017 MG


Confira aqui mais informações sobre o calendário de pagamento do IPVA 2017 de MG.

O calendário do IPVA 2017 MG – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores apresenta que ao fazer o pagamento à vista ou da primeira parcela, ainda na data pré-estabelecida de janeiro, o proprietário do veículo automotor tem desconto de 3%. Veja abaixo a tabela:

  • Os carros placas de finais 1 e 2 tem como data 09 de janeiro
  • Já os 3 e 4 devem começar a pagar em 10 de janeiro
  • Para quem possui veículo com final 5 e 6 deve se atentar ao dia 11 de janeiro
  • E as placas 7 e 8 ficaram com o dia 12 de janeiro
  • Para finalizar, as placas de finais 9 e 0 devem se atentar ao dia 13 de janeiro, bem como de fevereiro e março, já que o IPVA 2017 MG pode ser pago à vista, com desconto ou dividido em três parcelas.

Para realizar o pagamento do IPVA 2017 MG só é preciso ir a uma das agências que arrecadam esse tipo de imposto e informar o número do RENAVAM do veículo automotor ou apresentar a guia de arrecadação, enviada pelo Correio.

Caso o seu RENAVAM não se encontre na base de dados das agências bancárias, você deve se dirigir ao atendimento de uma unidade da SEF/MG, para providenciar a guia de arrecadação e realizar o pagamento do IPVA 2017 MG.

Se você puder e preferir, aproveite e faça o pagamento da TRLAV, isto é, a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículos Automotores, que é no valor de R$ 92,66. Para fazer esse pagamento você também deve ir a uma das agências que arrecadam este imposto, tais como Banco do Brasil, Postal, Mercantil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Bancoob, Santander ou casas lotéricas e informar qual é o seu número de RENAVAM.

Mas é preciso ficar alerta quanto ao envio pelo Correio de boletos falsos de IPVA 2017 MG ou até mesmo mensagens nas redes sociais, com links falsos para emissão de boletos. Em caso de dúvidas, o ideal é procurar os terminais de atendimento ou os caixas dos bancos autorizados.

O que achou do nosso post? Foi útil a você e lhe ajudou? Comente conosco a sua opinião e experiências!

Kika Akita


IPVA 2017 em SP – Tabela de Valores Venais


Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores ficará 4,8% mais barato em 2017.

No dia 29 de novembro, a Secretaria da Fazenda divulgou os novos valores do IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Acredita-se que o valor ficará, em média, 4,8% mais em conta. Os preços variam de acordo com a categoria de cada veículo.

Mas como realizar esse cálculo? Veja abaixo como realizar:

  1. Descubra o valor venal do veículo.
  2. Em seguida, aplique a porcentagem de 4%
  3. Por exemplo: se o valor venal é de 20.050 e a alíquota de 4%, você deve fazer a seguinte conta: 20.050 x 0,04. O resultado é de R$ 802, que será o valor a ser pago de IPVA

Não houveram mudanças nas alíquotas dos impostos. Sabe-se que quem possui veículos a gasolina ou biocombustíveis; bem como picapes duplas pagarão 4% do valor venal; já quem utiliza eletricidade, gás, álcool ou combustíveis combinados tem 3% de alíquota. Os menores valores ficam por conta dos utilitários simples (motocicletas, micro-ônibus, ônibus e quadriciclos), que recolhem apenas 2%. Por último, os caminhões, com 1,5%.

O calendário, que já está definido, começa com pagamentos à vista (com desconto de 3%) ou da primeira parcela, no mês de janeiro, começando no dia 9 e indo até o dia 20, sendo as demais para fevereiro e março, sempre de acordo com o número final da placa do veículo automotor. Mas, quem preferir quitar só em março, não fará uso do desconto.

Não se pode esquecer de fazer o pagamento do DPVAT, seguro obrigatório, por inteiro, junto com a parcela única ou a primeira. Só pode parcelar o seguro quem possui vans, micro-ônibus ou ônibus e motos.

Para realizar o pagamento do IPVA e do DPVAT o proprietário deve ir até uma agência bancária que tem credenciamento com o número do Registro Nacional de Veículo Automotor – RENAVAM em mãos, podendo ser realizado tanto no Caixa, quanto nos terminais de atendimento ou até mesmo pela Internet.

A Secretaria da Fazenda iniciará o envio de avisos de vencimentos a partir da segunda quinzena do mês de dezembro de 2016, aos proprietários dos veículos que estão registrados no DETRAN – Departamento Estadual de Trânsito, de São Paulo.

O que achou do nosso artigo? Conte-nos sua opinião e experiências sobre o assunto!

Kika Akita


Novo Renault Sandero Vibe 2017 – Preço e Novidades


Confira aqui as principais novidades e o preço do novo Renault Sandero Vibe 2017.

A partir da adoção de um novo tipo de motor pela montadora francesa Renault, o mercado de carros novos poderá experimentar uma fase de relançamentos de alguns modelos que já vinham fazendo sucesso anteriormente. É o caso do modelo Sandero, que deverá voltar às concessionárias na sua versão mais exclusiva, a Vibe.

Segundo a empresa, os planos são para que o novo modelo seja fabricado em uma quantidade bem limitada, pouco mais de 9.300 unidades. O preço final para o consumidor brasileiro, tanto para os fãs quanto para aqueles que queiram experimentar um novo modelo, deverá ficar em torno de R$ 47.000,00, sendo o modelo mais básico da linha. Caso o cliente queira incluir no seu próximo carro alguns itens que o deixariam mais equipado, terá que desembolsar algo em torno de R$ 2.000,00. No final das contas, para se ter um modelo reservado a poucos, os mais apaixonados teriam que pagar algo em torno de R$ 50.000,00 pela exclusividade.

A versão exclusiva do Sandero Vibe, a Expression 1.0, deverá sair de fábrica com o novo motor dotado de três cilindros, acoplado a um pequeno propulsor que proporcionará ao automóvel um desempenho entre 80 e 82 cavalos de potência.

Com relação aos detalhes externos, o modelo será equipado com rodas em tamanho 15 e os seus aros de fábrica deverão ser de alumínio, num tom escuro bem perto da cor prata. A montadora resolveu inovar em seu estilo e manteve os faróis na horizontal, com detalhes em preto para a dianteira e a cor branca para os traseiros.

Esta série exclusiva deverá chegar às lojas já equipado com ar condicionado, vidros elétricos e retrovisores e travas com o mesmo sistema. Ele deverá vir com um sistema multimídia integrado, onde o motorista através de uma tela sensível ao toque de sete polegadas deverá mostrar todas as funções do automóvel, como o computador de bordo, o sistema GPS de navegação, Bluetooth, rádio e possibilidade de conexão direta tipo USB. Para compor o ambiente interno, ele possui bancos com design próprio e há altos falantes que funcionam no sistema de tipo LED. Para compor um toque de exclusividade, o nome Vibe deverá estar gravado no próprio volante do modelo.

Emmaoel Gomes


Honda CR-V 2017 – Avaliação, Preço e Novidades


Confira aqui as principais novidades do novo Honda CR-V 2017.

Sucesso de vendas nos Estados Unidos, o novo modelo 2017 de Honda, o CR-V, deverá manter o seu alto padrão em sofisticação e tecnologia, o que o torna um dos líderes do mercado de SUVs e crossovers na América do Norte.

O destaque para o CRV-V é exatamente a sua funcionalidade, o seu bom espaço interno e a sua facilidade em dirigi-lo, além do preço, considerado bastante justo quando comparado a outros concorrentes seus como o Mazda CX-5, que não é vendido no Brasil ou o Tiguan, da Volkswagen.

Por causa do alto volume de vendas dos Estados Unidos, a Honda achou por bem adotar o velho ditado “Em time que está ganhando, não se mexe”. Deste modo, a montadora teve a intenção de manter todos os itens que conferem ao CR-V o título de sucesso de vendas da marca e apenas fez questão de atualizar alguns detalhes que o deixaram com um estilo mais moderno.

Para se atualizar, a Honda resolveu adotar o novo design em moda dos demais SUVs do mercado e trocou suas lanternas verticais por modelos horizontais, bem mais delgados. Os faróis também ficaram mais finos e a grade única do modelo anterior foi dividida em duas para o atual. Ele deverá sair de fábrica com aros maiores (18) e estará bem maior e mais largo. A sua carroceria será sete centímetros mais comprida e a distância entre os eixos foi alongada (4cm), assim como a sua altura (mais 4cm).

As inovações no interior do veículo foram feitas para dar uma maior comodidade e funcionalidade ao novo modelo. Assim, o porta malas ficou mais largo e o espaço para as pernas tanto de passageiros quanto do motorista estão maiores. A empresa colocou uma espécie de console interno no centro do carro, com a possibilidade de funcionar como um porta trecos para os passageiros. Para o motorista, o CR-V vem um painel de multimídia e display integrado com todas as funções do carro visíveis. Neste quesito, a Honda fez questão de volta o velho painel de volume no volante.

O motor é o grande atrativo da nova versão 2017, com uma versão de quatro cilindros, 1.5, na versão turbo e com um torque que proporciona uma potência de mais de 190 cavalos força. A novidade é uma função turbinada mais suave e silenciosa e com uma maior economia de combustível.

Com relação ao preço, nos Estados Unidos o novo modelo deverá chegar às lojas custando entre 200 a 700 dólares mais caros que a versão anterior (o carro custa entre US$ 24 mil e US$ 33 mil lá fora). Segundo os especialistas do site Motor Global 1, não seria nada relevante em relação a dirigir um dos melhores modelos de SUVs existentes no mercado.

Emmanoel Gomes


Lançamento da Nova Geração do Ford Fiesta na Europa


Modelo ganha 4 versões mais arrojadas e sintonizadas com as novas tendências do mercado.

Com cerca de quatro décadas de existência na Europa, o novo modelo do Ford Fiesta acabar de ser lançada naquele país. O anúncio oficial da marca foi feito no último dia 29 de novembro e ainda não tem previsão de chegar ao Brasil. Mesmo sem dar maiores detalhes sobre o novo estilo a ser adotado pelo automóvel, a fabricante, para comemorar a data, resolveu colocar à disposição dos consumidores europeus e americanos quatro novos estilos diferentes para a mesma marca.

Com um visual mais arrojado e atual, o tão popular Ford Fiesta agora assume um estilo mais arrojado e bem mais sintonizado com as novas tendências adotadas pelos seus concorrentes.

À primeira vista, o que mais chama a atenção são os estilos diferentes para os quatro modelos atuais. São eles: o Active, o Titanium, o ST Line e o Vignale. A Ford quis englobar os diferentes estilos de seus fiéis consumidores e a conquista de novos fãs da marca. Certamente, o modelo Titanium deverá ser o mais comercializado, inclusive aqui no Brasil, principalmente pela sua capacidade de satisfazer a uma variada gama de consumidores. Para quem deseja um carro mais esportivo, o modelo ST Line pode ser o modelo ideal para quem gosta de automóveis pequenos. Já para um público mais seletivo, a Ford lançou com exclusividade o modelo Vignale. Para aqueles que gostam um pouco mais de aventura, o Active pode ser ideal para quem quer se iniciar neste tipo de estilo.

Com relação ao motor, a Ford trouxe o motor turbo do tipo 1.0 que atinge mais de 120 cavalos de força em três cilindros. Além disto, o visual dos novos lançamentos abandonaram, por exemplo, o conceito de lanternas traseiras verticais por tipos horizontais bem mais finas e quase futuristas.

Para seu interior, o novo Fiesta já vai sair da fábrica com uma central multimídia do tipo Sync3. No seu painel frontal, tanto passageiro quanto o motorista poderão ter acesso a todas as funções do carro, com um visor moderno de oito polegadas e que pode ser operado diretamente através de um simples toque na tela.

A montadora pretende lançar os novos modelos primeiramente na Europa e depois que seu concorrente mais direto, o próprio Ford Ka, assumiu um visual mais arrojado. Depois do velho continente, a vez será do mercado brasileiro e de seus fiéis consumidores terem o prazer de dirigir o novo Fiesta.

Emmanoel Gomes


Novo Jeep Compass 2017 é sucesso de Vendas no Brasil


Vendas do modelo recém-lançado já superam concorrentes como Ford Ecosport, Nissan Kicks e Peugeot 2008.

Feito para concorrer diretamente no mercado dos SUVs e que está em franca expansão no Brasil, o Jeep Compass mal começou a ser vendido em suas concessionárias espalhadas pelo Brasil e já se tonou o líder de vendas neste restrito, porém, acirrado mercado.

Quando comparado com um modelo mais próximo do seu, o Renegade, o atual Compass quase bateu em quase mil unidades vendidas este que pode ser considerado o seu ‘irmão’. Entretanto, um levantamento do site Carplace mostrou que de outubro deste ano até este mês de dezembro, a diferença entre ambos caiu bastante (menos de 35 unidades) quando comparado o volume de vendas ao usuário final.

A comparação com outros modelos que já possuem algum tempo no mercado mostrou que, desde o último dia 05 de novembro, quando o Compass começou a ser vendido oficialmente em todo o país, ele perdeu somente para o já consagrado Duster, da Renault, numa diferença de menos de 250 unidades.

Por outro lado, o Jeep Compass bateu facilmente em volume de vendas o Ecosport da Ford (com uma vantagem de mais de 2.200 unidades), o Kicks da Nissan (em mais de 1.600 unidades) e o também recém-lançado Peugeot 2008 (em pouco mais de 840 unidades). Isto para o restrito nicho dos chamados crossovers.

Quando avançamos para o setor dos considerados sedans de porte médio, a versatilidade do Compass se sobrepõe facilmente ao modelo mais novo da Honda, o Civic. Este novo modelo perdeu por uma diferença de apenas cinco unidades para o modelo da Jeep. Esta diferença avança também em outros modelos de sedans como o Logan, da Renault e o novo modelo do tradicional Ka, da Ford.

Nem mesmo a exclusividade e o design exclusivo dos SUVs da Hyundai escaparam da ‘fome’ de vendas do novo modelo da Jeep. Por exemplo, o ix35 deixou de vender cinco vezes menos que o Compass. Se somarmos as outras opções da linha da montadora sul coreana, como o Outlander, o Sportage e o ASX, o volume vendido do novo concorrente superou a marca em mais de 800 unidades revendidas em todo o país.

Emmanoel Gomes


Novo Audi A4 Ambition 2017 – Preços e Novidades


Confira aqui o preço e as principais novidades presentes no Audi A4 Ambition 2017.

Enquanto o novo S4 não chega, a Audi trouxe agora em outubro o inédito A4 Ambition. Seus pontos fortes principais estão na calibração do motor 2.0 TFSI para 252 cv (190 cv na Ambiente) e na tração integral Quattro, que propicia a distribuição da força entre os eixos conforme a necessidade que o automóvel tenha no trajeto. Eles se juntam ao câmbio de sete marchas S-Tronic e ao controle vetorial de torque.

Com todos estes acréscimos na potência e tração máxima, a Audi afirma que o A4 Ambition pode atingir os 100 km/h em 5,8 segundos e sua velocidade máxima chega a 250 km/h. O preço inicial do veículo será de R$ 244.000.

Além disso, o carro traz equipamentos de série como painel de instrumentos em tela de TFT, seletor de modo de condução Audi Drive Select , navegador GPS acoplado a um sistema multimídia e kit exterior S-Line, faróis de leds, ar-condicionado automático de três zonas, rodas aro 18”, teto solar elétrico, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de manobras, sistema de áudio com conectividade para o celular e bancos de couro com ajuste elétrico.

O conjunto da obra somente traduz o tamanho desta versão sedã topo de linha. Visto que a Audi busca sempre colocar em seus novos modelos o conceito de esportivo misturado aos carros de luxo.

O novo A4 impressionou pela composição tecnológica e pelo desempenho equivalente ao dos seus rivais. O sedã salta na frente por trazer vantagens na questão de maior conforto e praticidade no dia a dia. Esse ponto deve fazer com que ele seja apreciado por muita gente e não encontre grande problemas em seu setor.

Os opcionais são: faróis Matrix LED com ajuste automático do facho na presença de outros veículos, projeção de informações no para-brisa, piloto automático adaptativo, pacote Assistance City, Assistance Tour (controlador da distância à frente, assistente para faixa da via e faróis com comutação automática) e áudio Bang & Olufsen 3D com 755 watts de potência e 19 alto-falantes.

O controlador de direção do último pacote agora estará disponível em toda a linha A4, permitindo que o veículo ganhe autonomia e consiga seguir o veículo adiante por si mesmo em velocidades de até 65 km/h, com controle também das frenagens.

Por Denisson Soares


Novo Fusion Hybrid 2017 – Lançamento, Preços e Características


Veja aqui os preços e as características do novo Ford Fusion Hybrid 2017.

Nesta quinta-feira (25), a Ford apresentou para o mercado o novo Ford Fusion Hybrid 2017. Agora em uma versão mais sustentável do sedã, que foi o mais vendido do seu segmento. Além disto, também foram incrementadas funções auxiliares ao motorista e um novo desenho para o modelo do carro.

Já existe a disponibilidade para vendas do automóvel, com o preço inicial de R$ 159.500,00, sendo o Ford Fusion Hybrid o terceiro modelo lançado pela fabricante no ano, ao lado do 2.0 EcoBoost e 2.5 Flex, ambos apresentados em setembro, completando assim a linha de lançamento do sedã grande da Ford.

O conjunto da obra é o mesmo do modelo anterior, tendo como única diferença a possibilidade de abastecer também com eletricidade. O motor agora é associado com um 2.0 litros de ciclo Atkinson e um motor elétrico. O câmbio automático e-CVT faz o gerenciamento de ambos os motores, com uma potência combinada de 190cv. Além disso, a tecnologia foi usada na reutilização de energia liberada na frenagem do veículo e maior conectividade entre o carro e o motorista.

Foi adicionada ao motor do carro outra tecnologia exclusiva, a Ecoselec, sendo acionada por um botão no console para favorecer a economia de combustível, através de acelerações suaves e otimização na recuperação de energia da frenagem. A grade dianteira do veículo ganhou um controle ativo com o intuito de também reduzir o consumo.

O primeiro carro híbrido oferecido no país, o Fusion Hybrid promete o consumo de 16,8 Km/l na cidade e 15,1Km/l na estrada. Oferecido na versão topo de linha Titanium, o veículo possui além de seu motor híbrido, outras tecnologias como o piloto automático adaptativo com “stop and go”, assistente autônomo de frenagem, detecção de pedestres e de estacionamento automático para vagas paralelas e também para vagas perpendiculares.

A lista de equipamentos é muito boa e ainda inclui monitoramento do automóvel em 360 graus, cintos traseiros infláveis, controles de estabilidade e tração, oito airbags, farol alto automático, ar-condicionado de dupla zona, chave com sensor de presença e partida remota.

Outra grande novidade é o sistema inteligente EV+, que reconhece os destinos mais frequentes no GPS do carro e dá prioridade ao motor elétrico para chegar até esses pontos e economizar combustível.

Por Denisson Soares


VW Golf 2017 – Novidades e Características


Veja aqui as principais novidades e características do novo Volkswagen Golf 2017.

Volkswagen apresentou recentemente na Europa todos os detalhes do Novo Golf 2017. De acordo algumas previsões, o Golf 2017 sofreu as primeiras grandes mudanças em seu modelo desde a estreia da geração atual, em 2012. A nova remodelação trazida pela fabricante proporcionou a adequação do automóvel ao quesito tecnologia e segurança.

No exterior do veículo as principais mudanças estão na dianteira do carro, adquirindo um novo design e também com faróis de LED mais sofisticados. Além disso, tanto quanto o para-choque traseiro e frontal cresceram respectivamente para se adequar-se a entrada de ar inferior e o novo escape do Golf 2017. As rodas vieram com um layout inédito, completando o estilo do veículo.

Internamente o novo Golf 2017 vem com um quadro de instrumentos digitais. Os recursos do novo painel digital permitem a configuração de cinco diferentes modos de navegação. Existe também a tela de 9,2 polegadas, sensível ao toque, tendo uma boa resolução e suporte para comandos gestuais.

Se tratando de segurança, a Golf retrata a oferta do sistema de condução semi-autônoma, Traffic Jam Assist, que concede ao automóvel capacidades de locomoção autônoma. Esta característica pode diminuir os riscos de um eventual acidente ou até frear o veículo quando os sensores de bordo indicarem que o motorista está desatento ao trajeto.

Há mais novidades do novo modelo do Golf na capacidade automotiva. O motor 2.0 TSI que equipa a versão GTI salta de 223 cavalos para 233 cavalos na configuração convencional e 248 cv no modelo especial. Somado a isso, passará a se usado o câmbio DSG de sete marchas, em substituição ao antigo DSG de 6 velocidades.

Nas versões comuns, o motor 1.5 TSI entra em cena no lugar do 1.4 TSI. A Volkswagen promete para o Golf um consumo médio de 20,4 km/l. Futuramente será lançada a versão Bluemotion, com um consumo médio de 21,7 km/l e 132 cavalos.

As vendas do Golf 2017 começam em dezembro na Europa. No Brasil, o visual atualizado deve chegar apenas em 2018. No entanto, o novo motor 1.5 TSI tem sua chegada considerada improvável em 2018, diante dos grandes investimentos da máquina para transformar os modelos vendidos no Brasil em bicombustíveis.

Por Denisson Soares


Volkswagen CC – Fim da Produção do Carro


Montadora pode ter encerrado a produção do modelo pelo pequeno número de vendas.

De acordo com publicações do site inglês Autocar, a montadora Volkswagenparou de fabricar o modelo CC, pelo fato de um volume muito pequeno de vendas de veículos. Embora o grupo de origem alemã ainda não tenha publicado nenhuma informação sobre o assunto, páginas eletrônicas de países estrangeiros já flagraram pela Europa, alguns carros sendo testados e que provavelmente seriam o sucessor do modelo.

O CC tem como base a antiga geração do modelo Volkswagen Passat, o VW CC dará lugar para um veículo mais moderno, tendo o mesmo estilo de desenho com a parte de trás do teto um pouco mais rebaixada do que a versão anterior. O novo modelo irá ser fabricado a partir do ano de 2017, fazendo uso da mesma plataforma modular, MQB, a qual irá proporcionará um espaço interno maior e também uma maior possibilidade de ter novas tecnologias adicionadas, além de um conjunto motriz híbrido.

O design do novo modelo da Volkswagen, o “cupê com quatro portas”, muito provavelmente será inspirado no conceito do modelo Sport Coupé, o qual foi apresentado Salão do Automóvel da cidade de Genebra no ano de 2015. Da mesma forma que a atual geração do VW Passat, o carro irá contar com painel de instrumentos totalmente digital, assistências de direção, entre diversos outros recursos que irão facilitar a vida do condutor e também dos passageiros.

Os motores que são previstos para o novo VW CC no continente Europeu serão variáveis melhoradas dos propulsores turbos atuais, os quais contam com quatro cilindros e são movidos tanto a gasolina quanto a diesel.

O Volkswagen CC desembarcou em território brasileiro no ano de 2009, quando ainda era conhecido como Passat CC. Ele vinha equipado com um propulsor V6, com potência de 250 cavalos, além de tração integral. As últimas unidades do modelo eram comercializadas em uma única versão no valor de R$ 167.190, a qual era movida por motor com quatro cilindros de 2 mil cilindradas TSI e com 211 cavalos, além de um câmbio DSG com dupla embreagem de tração dianteira e seis velocidades.

FILIPE R SILVA


Lotus Exige Sport 380 – Lançamento e Ficha Técnica


Confira aqui a ficha técnica do Lotus Exige Sport 380.

A montadora Lotus apresentou na quarta-feira, dia 23, o Exige Sport 380, o veículo de maior velocidade de sua história. A marca britânica o chamou de “matador de supercarros”. O pequeno modelo esportivo investe na relação entre peso e potência para que sejam entregues números com ótimo desempenho.

Com um peso total de 1.066 quilos, 25 kg mais leve que o Exige Sport 350, o modelo 380 tem a capacidade de atingir de 0 a 100 km/h em simples 3,7 segundos, conseguindo alcançar sua velocidade máxima que é de 286 km/h. Para tanto, o mesmo recebeu um motor Toyota, instalado logo à frente do eixo traseiro.

O motor é um V6 de 3500 cilindradas, sobre alimentado com compressor e foi melhorado para que pudesse render uma potência de 380 cv a 6.700 giros e uma torque de 41,8 kgfm a 5.000 rpm. As melhorias realizadas no motor incluem uma bomba de combustível redimensionada, um aumento na pressão do compressor e um novo sistema de escape.

Um dos pontos que chama atenção no carro é o câmbio manual com seis marchas, que conta com um mecanismo onde a alavanca não possui movimentos laterais para que assim proporcione trocas mais precisas e rápidas. A partir do ano que vem, como opcional, será oferecida uma transmissão automática de seis velocidades.

Para que pudesse chegar na relação entre peso e potência com 2,8 kg/cv, a montadora teve de fazer uso de um kit aerodinâmico que ficou mais leve em 2,7 kg, além de inserir no lugar do vidro traseiro uma peça feita em policarbonato, resultando em menos 900 gramas, bateria de íons de lítio com 10,3 kg mais leve, rodas forjadas de liga ultraleve, bancos de fibra de carbono com seis quilos a menos, novas lanternas que diminuíram mais 10,3 kg e novos discos de freio.

O novo Lotus Exige Sport 380 será comercializado em dez cores diferentes e como opcional terá o pacote Track Pack, que conta com amortecedores ajustáveis em dois níveis. Os valores iniciam no Reino Unido em 67.900 libras, o que equivale a aproximadamente R$ 286.650, na Alemanha 89.900 euros, cerca de R$ 322.800, e no Japão 12.760.000 de ienes, cerca de R$ 385.640.

FILIPE R SILVA


Fiat Mobi Drive 2017 – Preço e Novidades


Modelo ganha novo motor e está mais econômico.

A Fiat aparece com seu novo projeto de carro popular, que vem para entrar no lugar do agora ultrapassado Fiat Palio. O modelo, que internamente era chamado de X1H, recebeu no nome de Mobi.

A definição por este nome de batismo foi devido a uma referência por encurtar a palavra ‘mobilidade’. O veículo de fato é um hatch pequeno, que possui dimensões ainda menores que a do Fiat Uno, o qual tem um comprimento de 3,81 metros.

Até que enfim chegou o momento em que a marca equipou o hatch Mobi com um propulsor Firefly 1.0 de três cilindros, que gera uma potência de 72 cv ao ser abastecido com gasolina e 77 cv ao utilizar etanol. Resultado alcançado pelo desenvolvimento de escala global da Fiat Chrysler Automobiles, a FCA, que faz sua estreia dentro do mercado brasileiro. A nova versão, com câmbio manual, chega às lojas e será comercializada pelo valor de R$ 39.870.

A sua arquitetura conta com duas válvulas para cada cilindro, além de ter otimizado a geometria do conjunto, o que faz com que o motor tenha uma melhora de rendimento, mesmo com giros mais baixos, certificando que a economia seja ainda maior, que os níveis de emissões de gases sejam menores, que haja mais silêncio quando se está a bordo e ocorra uma melhor performance.

Sem contar que ainda há uma gama de equipamentos opcionais que dão direito ao consumidor fazer a personalização do seu Mobi Drive. Nesta lista consta itens como o rádio Connect com entradas auxiliar, USB e Bluetooth; sensor de estacionamento traseiro; retrovisores elétricos com luz de seta integrada e Tilt Down; volante multifuncional; alarme com telecomando; faróis de neblina; rodas de liga leve de 14 polegadas e console de teto com espelho auxiliar.

Na quarta-feira, dia 23, o Carpress realizou um teste com o modelo em uma pista fechada no município de Tuiuti (SP) e conduzindo o veículo de forma econômica, com o ar condicionado desligado e abastecido somente com gasolina, bateu a marca de 30,3 km/l de consumo máximo, com uma média de 29,7 km por litro.

FILIPE R SILVA


Honda CR-V 2017 1.5 Turbo – Início da Produção


Honda anuncia início da produção da nova geração do CR-V. Veículo será produzido em Ohio (EUA).

O SUV que é sucesso entre o público, é atualmente, nos Estados Unidos, o crossover mais comercializado, batendo a marca de emplacamentos de cerca de 400 mil no ano. Com o objetivo de se manter na posição alta da lista, a montadora Honda anunciou na quarta-feira, dia 23, que a nova geração do veículo terá sua produção iniciada e acontecerá em Ohio, na cidade de East Liberty.

As unidades primárias do novo CR-V começaram a sair da linha de produção ainda esta semana. Batendo de frente com grandes concorrentes como Ford Escape e Toyota RAV4. O SUV que está em sua quinta geração tem previsão de início de vendas no mês de dezembro, na América do Norte.

Mais robusto que o modelo da geração anterior, o crossover foi desenhado recebendo uma nova identidade visual, com linhas que remetem o novo Civic na parte da frente. O visual ficou ainda mais imponente, chamando bastante atenção por seus novos para-choques e também pelas lanternas na coluna traseira, que lembram o Volvo XC90.

Ao desenvolver o modelo, a montadora utilizou como modelo veículos premium como por exemplo, o BMW X3. O CR-V, que está maior e um pouco mais espaçoso, promete vir com um melhor nível de acabamento, além de ofertar ainda mais tecnologia.

A quinta versão do modelo será comercializada nos Estados Unidos em quatro versões: EX-L, EX, LX e Touring. Contará com LED’s diurnos, ar-condicionado automático, acesso sem chave, câmbio automático CVT e volante multifuncional como itens de série. O modelo terá motor de 1,5 litros com turbocompressor, o mesmo utilizado no Civic e com injeção direta gera uma potência de 192 cv e um torque de 24,8 kgfm.

Além de ser produzido em Ohio, o modelo também será fabricado em Indiana, na cidade de Greensburg e em Ontário, no Canadá.

O veículo, que é bem popular nos Estados Unidos, já teve melhores momentos no Brasil, onde acumulou no ano de 2016 1.639 unidades emplacadas, sendo comercializado somente na versão top de linha com motor flex 2.0 no preço de R$ 148 mil. A montadora ainda não determinou a data em que o modelo chegará ao Brasil.

FILIPE R SILVA