Novo Nissan Kicks deverá ser lançado no Brasil em breve


Modelo chegará ao mercado para disputar espaço com Honda HR-V, Jeep Renegade e Ford EcoSport.

Apesar de o contexto econômico do Brasil não estar favorável, a fim de tentar resgatar o setor, bem como atrair os poucos clientes que estão consumindo, as fabricantes de veículo estão utilizando várias estratégias para driblar a crise, uma das apostas das empresas é o lançamento de modelos inédito. É nessa perspectiva que a renomada fabricante de veículos automotores Nissan fez a confirmação que irá mostrar o seu mais novo crossover global, mas este lançamento será feito somente no próximo dia 03 de maio, durante o evento de Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016.

Diante da expectativa deste novo lançamento, várias especulações já estão sendo feitas em torno do modelo e a mais concreta até o momento foi uma visualização do veículo durante a gravação de propagandas na cidade do Rio de Janeiro.

Para quem ficou curioso e ainda não sabe o nome deste novo crossover da Nissan, o modelo foi batizado com o nome de Kicks, que pelo que pôde ser visto, é um pouco diferente do Kicks Concept. A versão de comercialização do veículo tem como principal destaque o seu visual, que possui na parte frontal e nos frisos laterais traços musculosos, bem como teto em cor distinta da cor da carroceria. O teto deste novo veículo da Nissan é diferenciado dos que estamos acostumados, pois o teto dele possui uma espécie de caimento bastante análoga com a do conhecido Range Rover Evoque.

Graças a um investimento de R$ 750 milhões feito pela Nissan, o Kicks terá fabricação em solo brasileiro. Esta novidade da Nissan chegará para disputar um espaço no concorrido mercado de SUVs de pequeno porte, sendo que os seus principais concorrentes serão os já conhecidos e renomados Honda HR-V, Jeep Renegade e Ford EcoSport.

A estreia do Nissan Kicks Concept ocorreu no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo do ano de 2014, mas a apresentação do modelo foi feita no mês de junho do ano de 2015, no Salão de Buenos Aires, na Argentina.

Logo este veículo será mais um modelo que em breve será lançado no país e que com certeza irá brigar de igual para igual com os seus concorrentes.

Por Adriano Oliveira


Novo Nissan GT-R 2017 – Lançamento e Novidades


Modelo ganhará 20 cv de potência a mais e contará com algumas mudanças visuais.

A Nissan, famosa montadora de veículos automotores, traz ao mercado mais uma novidade para os fãs de carros. A bola da vez é o Nissan GT-R, com mais 20 cv de potência e mudanças no interior.

A promessa é que o modelo seja apresentado no Salão de Nova York, que ocorre entre os dias 25 de março e 3 de abril do ano corrente.

Em seu exterior, o supercarro japonês apresentou mudanças quase ínfimas, contudo, aos olhos dos detalhistas apreciadores de carros, são detalhes que fazem toda a diferença na hora da aquisição de seus veículos. Externamente, o Nissan GT-R ganhou um contorno cromado na grade frontal e houve um redesenho do capô. É inegável que o Nissan GT-R continua lindo e chamativo em questões de design. Além disso, ele não perde para nenhum superesportivo. Assim como os esportivos da Toyota e Mitubishi, o Nissan GT-R surpreende por seu design futurístico e ousado.

Mas do que adianta um carro contar com uma beleza incomum, sendo que não oferece conforto interior. Pensando nisso, os engenheiros da Nissan aprimoraram aquilo que já era excelente em sua existência. Sendo assim, agora, o Nissan GT-R possui novos bancos, volante e parte do painel. Além disso, uma tela de 8 polegadas com uma central multimídia de última geração integra a supermáquina. No modelo anterior, a tela contava com 7 polegadas. O que já é de bom tamanho.

Pensando na comodidade e celeridade, os engenheiros reduziram a quantidade de botões que integravam o painel moderno do Nissan GT-R 2016. No Nissan GT-R 2017, a quantidade de botões passou de 27 para 11. O que é vista como uma inovação positiva, haja vista que com essa quantidade de botões provavelmente o condutor do Nissan GT-R 2016 muitas vezes deveria achar-se pilotando um avião e não dirigindo um carro, devido ao grande número de botões presentes no modelo anterior.

Para privilegiar a nova tela cromada, os difusores de ar centrais tiveram que ser rebaixados. Além disso, o motor, que já contava com excelente potência de 545 cv, agora conta com 565 cv.

Para os que têm uma condição financeira favorável, o veículo se apresenta como uma boa opção.

Raquel Alice Moreira