Nova BMW Série 1 Sedan deve ser lançada na China


Modelo irá concorrer com Audi A3 e Marcedes-Benz CLA.

A BMW revelou recentemente ao mercado todas as novidades do inédito BMW Série 1 Sedan, novo modelo de entrada da montadora que estava sendo aguardado há 2 anos pelos fãs da fabricante. O modelo chega para brigar com sedãs já bastante conhecidos pelos consumidores, das marcas Audi e Mercedes-Benz.

O Série 1 Sedan foi desenvolvido na Alemanha, em parceria com a chinesa Brillance, que trabalha com a BMW há mais de uma década e meia, e foi baseado na plataforma UKL de tração dianteira, que também está presente nos modelos da MINI. A ideia era lançar um modelo que agradasse aos consumidores chineses, uma vez que o lançamento do carro se dará em terras chinesas.

O esportivo foi desenvolvido a partir do conceito apresentado no salão do automóvel realizado na cidade de Guangzhou, na China, no ano passado. O objetivo da BMW é conquistar mais uma fatia do mercado dos sedãs e competir diretamente com os modelos Audi A3 e Marcedes-Benz CLA.

O visual do novo sedã da BMW mantém as linhas típicas da montadora, com destaque para os LEDs duplos redondos nos faróis, para-choque dianteiro com grandes aberturas e apliques em cromado e preto, capô longo, linhas esportivas e tamanho de carroceria semelhante aos demais sedãs da marca. A traseira do modelo deverá seguir o padrão dos modelos sedãs da BMW.

Detalhes técnicos do Série 1 Sedan ainda não foram divulgados pela fabricante. Porém, devido ao fato de ser construído sobre a plataforma UKL, com tração dianteira e movido por 3 e 4 cilindros, é provável que o Série 1 Sedan ofereça motorização turbo e excelente condução ao motorista – típico dos modelos da fabricante.

A produção do novo modelo será feita na China, junto à produção da nova geração da BMW X1 e do modelo Série 2 Active Tourer. O Série 1 Sedan será o quinto modelo da marca a ser totalmente produzido em território chinês, graças à excelente aceitação dos chineses a outros modelos da marca nos últimos anos. O lançamento do Série 1 Sedan, a princípio, também será restrito ao mercado chinês, mas o sedã poderá chegar a outros mercados no futuro. A marca, porém, ainda não comenta esta possível expansão da fabricação e comercialização do modelo para outros países.

André Barbirato


BMW X5 M50d – Lançamento da Nova SUV com Motor a Diesel


Modelo chega às concessionárias brasileiras custando cerca de R$ 474 mil.

Há cerca de três décadas a grande e renomada fabricante de veículos automotores BMW, comercializa veículos movido a diesel no continente europeu, porém, aqui no Brasil, a marca começou a vender este tipo de veículo há aproximadamente um ano, sendo que no mercado nacional a marca só possui variantes do renomado SUV X5, as quais saem de fábrica equipadas com propulsor seis cilindros de 3.0 litros em linha reta, os quais são sobrealimentados com triplo turbocompressores, todo este conjunto espetacular foi projetado para trabalhar em conjunto com um câmbio automático de oito velocidades e sistema de tração integral.

Dentre as versões a diesel uma das opções existentes por aqui é a configuração xDrive30d, que atualmente tem o seu preço variando entre R$ 399.950 e R$ 415.950, o motor utilizado nesta configuração possui a capacidade de produzir uma potência máxima de 258 cavalos e um torque de 57,1 Kgfm. Outra opção a diesel é a versão topo de linha do X5 chamada M50d, que custa R$ 474.950 e tem uma potência que chega a incríveis 381 cavalos e valentes 75,5 Kgfm de torque.

Mesmo utilizando o mesmo pacote mecânico do X5 xDrive 30d, o modelo M50d possui todas as virtudes de um modelo da divisão de alto desempenho da escuderia BMW, tanto que o carrão possui, além de um visual ainda mais agressivo, emblemas exclusivos. Outro detalhe que chama bastante atenção neste modelo são as maravilhosas rodas de tamanho 20 polegadas que utilizam pneus de perfil baixo. A suspensão deste modelo é uma atração a parte, haja vista que o sistema de suspensão possui controle de rigidez e altura, detalhes estes que deixam claro o design mais esportivo deste SUV.

Por se tratar de um BMW, o quesito conforto não precisa nem ser questionado, mas na caso do X5 M50d a ergonomia foi projetada de forma muito criteriosa, sendo que o condutor consegue facilmente encontrar uma posição ideal para conduzir o carrão. Na questão do acabamento, na parte interior do veículo, a BMW não deixou a desejar, um exemplo disso são os assentos, que conforme a escolha do comprador eles podem vim revestidos em couro ou em Alcântara, que nada mais é que um modelo exótico de camurça.

O certo é que o BMW X5 M50d realmente é um espetáculo de veículo e que infelizmente será um veículo para um público seleto.

Por Adriano Oliveira