Novo Teaser do Hyundai Ioniq


Montadora apresenta novo teaser do veículo. Apresentação oficial do carro deverá acontecer em janeiro de 2016.

Apesar de o lançamento oficial Hyundai Ioniq estar previsto para ocorrer somente no mês de janeiro de 2016, na última quarta-feira, dia 16 de dezembro de 2015, houve a divulgação de um teaser do novo Hyundai Ioniq com a revelação de duas imagens.

Segundo as informações repassadas pela fabricante, este veículo chegará ao mercado nas configurações híbridas, híbridas plug-in e elétricas. Os principais concorrentes que este novo lançamento da Hyundai irá enfrentar são os conhecidos Chevrolet Volt, Nissan Leaf e o Toyota Prius.

A principal inspiração do design do Ioniq foi retirada a partir do conceito “i-oniq”, o qual foi apresentado pela fabricante no Salão de Genebra no ano de 2012. O visual do veículo pelo o que pôde ser visto ficou muito moderno e arrojado, haja vista que ele possui um estilo liftback, LEDs diurnos no formato de “C” e faróis de LED. Na parte interna, a cabine deste veículo possui um aspecto simples e contemporâneo, sendo que o principal destaque dela fica por conta do cluster que é integralmente digital.

O novo Hyundai Ioniq foi baseado em uma plataforma totalmente nova. Até o presente momento, a fabricante não fez a divulgação de maiores dados técnicos a respeito deste lançamento, porém, já há rumores dando conta de que o veículo será dotado de um conjunto composto por um propulsor 1.6 GDi movido à gasolina de ciclo Atkinson, que trabalhará associado com um motor elétrico de 77 kW, o qual terá a capacidade de gerar uma potência máxima de 105 cavalos.

O certo é que até o lançamento oficial deste modelo ainda teremos muitas outras novidades, detalhes e curiosidades a respeito deste carrão que está prestes a ser lançado pela Hyundai. De qualquer forma, este veículo já chamará a atenção de muitas pessoas, não só pelo fato de sua elegância, mas também devido ao fato de ser um híbrido.

Por Adriano Oliveira


Toyota Corolla Híbrido é revelado na China


Quando tratamos da atual geração do Corolla é interessante destacarmos um ponto fundamental: A marca conta com uma variedade de modelos para atender diversos mercados específicos. Tomando isso como base, podemos por exemplo, perceber o fato de que tanto no Brasil quanto na China as versões desse sedã de porte médio são basicamente iguais. As diferenças estão em alguns ajustes, bem como no número de variações que são bem mais abrangentes para o mercado asiático. E foi exatamente por lá que mais uma novidade surgiu: O novo Corolla Hybrid.

A Toyota recentemente resolveu fazer uma “reunião” entre as concessionárias chinesas para apresentar o novo Corolla Hybrid. A apresentação foi restrita para a imprensa. Para se ter ideia, apenas uma única imagem do carro foi apresentada por meio de um portal local, o Auto Home (www.autohome.com.cn).

O que esperar dessa apresentação?

Em primeiro lugar, aquilo que citamos lá no início sobre mercados restritos se aplica e bem nesse ponto. O Toyota Corolla Hybrid será um produto feito e vendido apenas na China. Mas esse ponto já era esperado, então, por isso praticamente ninguém ficou muito surpreso com a notícia.

Com relação aos detalhes do modelo, não há muito o que dizer. A montadora ainda faz segredo sobre grande parte das coisas. Mesmo assim, pelo que foi possível apurar no que diz respeito a parte estética do carro, os consumidores chineses poderão esperar uma série de novidades e mudanças.

Um dos principais pontos que fazem com que essa versão fique meio que diferenciada do restante da linha está na grade frontal. Além de ser exclusiva do modelo, ainda traz um acabamento cromado. Os faróis também contam com lentes diferenciadas, para-choque completamente redesenhado, rodas de liga leve, dentre outros aspectos.

Mesmo não havendo muita informação a respeito, a expectativa é de que o modelo chegue ao mercado com um bloco 1.5 litro movido a gasolina de ciclo Atkinson. Esse motor deverá ser associado a outro elétrico.

O jeito é aguardar a boa vontade da Toyota para podermos conferir outros detalhes desse carro.

Por Denisson Soares


Manutenção do Carro Híbrido – Custo pode ser mais Barato que do Carro Comum


Ao adquirir um automóvel, muitas pessoas ficam em dúvida e uma das perguntas mais comuns é: manter um carro híbrido é mais caro que manter um automóvel convencional? Para a surpresa de muitas pessoas, a repostas é negativa, isso mesmo, não é mais caro manter um carro híbrido. No entanto, a reposta passa a ser sim caso o mesmo quebre. Ou seja, a manutenção comum e preventiva, que é recomendada para todos os tipos de carros, não acaba sendo mais cara em um carro híbrido. Em alguns casos o preço da manutenção pode ser inferior ao de carros normais, por exemplo.

As dúvidas quanto aos gastos já começam no momento da compra, pois os híbridos são relativamente mais caros que automóveis convencionais de tamanhos similares e etc. Porém, saiba que o mesmo não acontece quando o assunto é a manutenção. O grande problema está mesmo no sistema híbrido, pois um defeito nessa parte do carro irá trazer grandes gastos em casos como, por exemplo, onde a garantia já tenha expirado.

O preço da manutenção em híbridos e carros comuns é equivalente, pois o motor a gasolina de um híbrido requer a mesma manutenção de um motor de outro carro qualquer. O mito de um preço maior para a manutenção dos híbridos surgiu há muito tempo. Algum tempo atrás as oficinas não gostavam de trabalhar com híbridos. Dessa forma, os clientes tinham que procurar uma concessionária e todos sabem que o preço de manutenções em concessionárias é relativamente alto. No entanto, as coisas mudaram, sendo que hoje em dia é possível realizar manutenções em seu híbrido em qualquer oficina.

Um dos exemplos que comprovam que a manutenção do híbrido pode ser mais barata está em seu motor. Saiba que o motor a gasolina sempre desliga quando o automóvel está em repouso ou a baixa velocidade, dessa forma, o motor elétrico irá fazer todo o trabalho. Isso implica em um menor desgaste de seu motor e, consequentemente, menos manutenções a serem feitas. Outro exemplo está na troca de óleo, pois nos híbridos a mesma é recomendada a cada 8.000 km rodados, enquanto que em carros normais essa troca deve ser feita a cada 5.000 km.

Outro destaque dos híbridos é que o sistema de frenagem dos mesmos produz uma quantidade menor de calor, ou seja, as pastilhas e discos dos freios irão durar mais. Além disso, a maioria dos híbridos não requer manutenção especial no sistema híbrido. O grande custo fica mesmo na parte do sistema especial, caso ele venha a apresentar problemas antes do previsto, o que não é muito comum.

Por Bruno Henrique