Peugeot 3008 foi eleito o Carro do Ano 2017 na Europa


A nova geração do Peugeot 3008 totalizou 319 pontos e foi eleito o Carro do Ano na Europa.

Na briga pelo posto de Carro do Ano 2017 no Velho Mundo, a geração nova do Peugeot 3008 acabou se consagrando campeã. O veículo foi elogiado por ofertar um bom espaço e também pelo seu desenho, além da praticidade de seu interior que foram determinados como um das principais pontos positivos do modelo. Ao todo, foram sete modelos que chegaram até a etapa final e somente o crossover francês ultrapassou a marca dos 300 pontos, totalizando 319.

A marca francesa Peugeot inusitou no setor automotivo ao conseguir eleger o modelo 3008, no Salão de Genebra, como o Carro do Ano na Europa. Tal título que acabou por consagrar a montadora da França veio por meio de um júri, que foi composto por 58 jornalistas, de 22 países do continente europeu.

Os pontos positivos do veículo que acabaram por chamar mais atenção do júri foram o design e também o espaço interno. Hakan Matson, o presidente da bancada e também especialista em automóvel da revista sueca de economia Dagens Industri, comentou sobre seu voto, dizendo que o júri reconhece o quanto a quota do setor dos veículos Crossover e SUV tem aumentado e que o modelo Peugeot 3008 era um vencedor digno.

O modelo Francês já teve sua apresentação realizada aqui no Brasil, durante o Salão de São Paulo, no mês de novembro do ano passado. Entretanto ainda não iniciou suas vendas. Acredita-se que até o próximo ano, o 3008 já seja vendido no Brasil.

A segunda posição foi conquistada pelo Alfa Romeo Giulia, que atingiu 296 pontos, vindo logo atrás no pódio está o Mercedes-Benz Classe E, com 197 pontos. O ranking ainda conta com o Volvo S90 com 172 pontos, o Citroën C3 com 166 pontos, o Toyota C-HR com 165 pontos e também o Nissan Micra com 135 pontos.

Todos os veículos foram submetidos a diversos tipos de avaliações e testes de cada um dos jurados e então foi recebeu uma determinada nota.

O prêmio foi entregue em uma cerimônia que ocorreu às vésperas do Salão de Genebra.

Por Filipe Silva

Peugeot 3008

Peugeot 3008

Fotos: Divulgação


Novo Volkswagen Passat é eleito Carro do Ano em 2015


Quem pensa que é apenas no cinema que se tem premiação para os melhores do ano se engana, pois no mundo automobilístico a realidade não é diferente. E dessa vez quem levou a premiação de melhor carro do ano na Europa foi o Volkswagen Passat.

O anúncio de Carro do Ano 2015 foi feito na última segunda-feira (2), em Genebra, na Suíça, mesmo local onde está ocorrendo um dos maiores eventos automobilísticos do mundo, o Salão do Automóvel de Genebra. Nos primeiros dias, o evento é aberto exclusivamente para a imprensa, já entre os dias 5 e 15 de março o público em geral pode entrar.

Martin Winterkorn, CEO da Volkswagen Aktiengesellschaft, declarou estar "extremamente orgulhoso por essa conquista". A declaração foi feita durante a cerimônia de entrega dos prêmios.

Winterkorn ainda afirma que a montadora alemã mais uma vez conseguiu desenvolver um carro que estabelece novos padrões para sua categoria em termos de tecnologia e qualidade. Além disso, disse que o prêmio é um reconhecimento da qualidade do trabalho da montadora.

Mas quem recebeu o prêmio em mãos foi um membro do Conselho Administrativo da Volkswagen na Divisão de Desenvolvimento, Heinz-Jakob Neusser, que declarou ter o prêmio um significado especial para os integrantes da empresa, além de deixa-los bem conceituados perante os clientes da marca.

O "Oscar dos Automóveis", o Car of the Year é um evento de longa data, com sua primeira edição ocorrida em 1964, sendo um dos eventos na área mais conceituados na Europa. Ele ocorre todos os anos desde sua inauguração. O júri é composto por 58 jornalista europeus de vinte e duas nacionalidades diferentes.

Nesse ano, foram sete automóveis finalistas: Ford Mondeo, Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 2 Active Tourer, Nissan Qashqai, Renault Twingo, além do próprio Volkswagen Passat. Entre os itens avaliados, estão: conforto, economia, segurança, funcionalidade, dirigibilidade, evolução tecnológica e design. No final, o Passat levou a melhor em uma comparação geral.

Por Felipe Villares