BMW Série 1 Flex terá modelo fabricado no Brasil


O automóvel terá a sua fabricação na planta de Araquari, que fica próximo a Joinville, em Santa Catarina.

A BMW divulgou recentemente a fabricação do modelo F20 em Araquari, cidade perto de Joinville/SC. O modelo é recebido nas versões 120i e 125i, possuindo motor flex, entretanto, seu design permanece como o anterior ao facelift.

O BMW Série 1 ActiveFlex possui valores acima de R$ 115.950 e possui os pacotes Sport e Sport GP no 120i e M Sport no 125i. O veículo se trata do terceiro a ser produzido em Santa Catarina, onde a planta do locar iniciou com o Série 3 e continuou com o X1.

O BMW 120i possui propulsor 2.0 TwinPower Turbo ActiveFlex, possibilitando 184 cv e 27,4 kgfm, tendo a possibilidade de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos. O 125i, por sua vez, utiliza o propulsor, entretanto com modificação para 218 cv e sendo capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos. Com tração traseira, o câmbio é automático de oito velocidades.

A BMW também divulgou atualmente a nova versão híbrida do X5, que possuirá seu início oficial no começo de abril, no Salão do Automóvel de Nova York. O veículo possui 313 cv de potência e 45,8 kgfm de torque. Ele tem motor de seis cilindros, resultado da união da união de um quatro cilindros 2.0 turbo a gasolina de 245 cv e 35,6 kgfm e um motor elétrico que desenvolve de forma única 112 cv e 25,4 kgfm de torque, possuindo sempre uma transmissão automática de oito velocidades.

O veículo possibilita acelerar de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos e pode atingir até 210 km/h. Somente com a utilização da bateria elétrica, o veículo alcança 120 km/h e possui 31 quilômetros de independência, um fator possível por se tratar de um híbrido do tipo plug-in, o que significa que são bateria que têm a possibilidade de serem recarregadas na tomada. O período de recarga é 2h48min.

Felipe Couto de Oliveira


BMW Série 1 será produzido no Brasil com motores flex


Durante os Salões do Automóvel que ocorrem no mundo inteiro, a expectativa é que as marcas de carros apresentem veículos superesportivos ou superpotentes, que visuais irreverentes. Mas não foi o que a BMW apresentou durante o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça.

Durante o evento, a montadora mostrou a nova versão do modelo Serie 1, que apareceu todo repaginado na versão 2016. Entre as novidades está a nova linha de motores TwinTurbo Flex, adaptada para o mercado nacional, com motor preparado para receber tanto gasolina com etanol. Além disso, a montadora deverá fabricar o novo Serie 1 para o mercado brasileiro em sua planta em Araquari, em Santa Catarina.

Esse modelo de motor ainda terá variações, com opções 116i, com motor 1.5 litro de três cilindros e potência de 110 cv; 118i, de motor 1.6 litro quatro cilindros com 138 cv; e 120i, de motor 2.0 com quatro cilindros e 221 cv. Ainda terá a versão com motor top de linha, o modelo M 135i, com motor 3.0 litros de seis cilindros e 330 cv de potência. Por enquanto, essa será a única versão que deverá ser importada.

Outros recursos interessantes do veículo estão na parte tecnológica, que vem com tela central de 6,5 polegadas, sensores de chuva, pressão dos pneus e luminosidade, além de ar condicionado. Entre os opcionais, estão itens como suspensão esportiva, suspensão adaptativa, controle de cruzeiro adaptativo, caixa de direção com auxílio adaptativo e auxílio esportivo, auxiliador de estacionamento, freios esportivos e o sistema de conexão à internet ConnectDrive.

Na parte visual, o novo Serie 1 ganhou novos faróis de LED, lanterna traseira maior também de LED, e com melhores materiais utilizados.

Os valores do novo carro da BMW devem variar entre R$ 113 mil, na versão com motor 116i, e R$ 174 mil, com a versão top de linha M 125i.

Por Felipe Villares