Nona geração do Audi A4 chega ao Brasil


Mesmo considerando as dificuldades que a crise tem trazido para o setor de automóveis a Audi tem mostrado que não quer perder a posição de líder entre as marcas premium presentes no mercado nacional. E para fazer isso não quer parar e nem diminuir a velocidade de produção.

Para cumprir seu propósito a marca alemã quer trazer e disponibilizar para o consumidor brasileiro tudo quem tem para outros mercados. E meio que para provar que está mesmo disposta a isso a marca lançou recentemente o seu novo modelo do A4. Mesmo com preço salgado o sedã médio impressiona pelo acabamento além de trazer evoluções tecnológicas e estruturais.

O modelo está chegando aqui na sua nona geração. A primeira saiu em 1994 em substituição ao Audi 80. Mesmo estreando no mercado brasileiro agora é bom lembrar que o modelo já está disponível para o mercado europeu desde o ano passado.

O visual do A4 continua conservador. Nada de ousadia e esportividade. Um dos destaques na parte da frente são os faróis full-LED. Eles se adaptam aos desníveis e curvas e de quebra ainda não ofuscam a visão dos motoristas que estão dirigindo no sentido contrário.

O tamanho do carro também aumentou. Agora são 4,73m de comprimento e 2,82m entre-eixos. A mudança fez com que o espaço interno crescesse.

O interior não poderia ser diferente: É sofisticado. Bom acabamento e materiais de boa qualidade estão presentes. Um novo difusor de ar além de comandos mais bem localizados se destacam no painel. Outra coisa aqui que chama a atenção é o Audi Virtual Cockpit que além dos instrumentos ainda tem uma tela de oito polegadas que fica bem à frente do motorista.

O que move o carro é o novo motor 2.0 TFSI, de 190cv e 32,6 kgfm de torque. O bloco é associado a transmissão Stronic de sete marchas e dupla embreagem. O motor traz um bom desempenho. Além disso, há 25% de ganho no caso da potência e 21% de redução no aspecto do consumo. Agora com assistência elétrica o modelo traz novos sistemas de suspensão bem como de direção.

E tem mais novidade da Audi por aqui. Para a segunda metade de 2016 a marca já avisou que vai trazer para o Brasil o sedã Ambition.

Por Denisson Soares


Reajuste no Preço dos Carros da Audi, Mercedes e Jaguar


Aumento nos preços atinge linha 2016 de seus veículos. Maior aumento foi no Audi A8, que subiu cerca de R$ 50 mil.

A Audi chegou ao máximo de R$ 58 mil em seus reajustes. Já a Mercedes decidiu não mais negociar o preço de seus veículos brasileiros em dólar. A britânica Jaguar, diferente das duas montadoras alemãs, aumentou o valor de apenas um modelo.

O sedã Jaguar XE, modelo brasileiro de entrada, teve aumento de até R$ 5 mil nas suas três versões. O Pure passou de R$ 171,9 mil para R$ 172 mil – apenas R$ 100 de subida de preço. O intermediário R-Sport teve reajuste de R$ 4,1 mil, indo dos R$ 201,9 mil para os R$ 206 mil. E o top de linha 3.0 V6S agora custa R$ 306 mil, antes era R$ 301 mil.

O grande aumento da Audi ficou com o A8 6.3 Longo. O sedã passou de R$ 780.190 para R$ 838.990. O A8 esportivo – S8 – custava R$ 676.190 e agora custa R$ 726.990, um reajuste de R$ 50,8 mil.O Audi A3, mais vendido da marca no Brasil, teve aumentos entre R$ 7 mil e R$ 10,8 mil nos modelos hatch e sedã. Com isso, não há mais carros Audi no Brasil por menos de R$ 100 mil, caso do que ocorria com o A3 sedã 1.4 Attraction.

A Mercedes Benz adiantou ainda reajustes de 6% a 10% em seus veículos para o Brasil, por conta do dólar em constante aumento aqui no país. Este motivo também foi o que levou a empresa a vender diretamente em reais, deixando os preços menores para os clientes.

O GLA 200 subiu R$ 9,4 mil, passando de R$ 134,5 mil para R$ 143,9 mil. E o GLA 45 AMG subiu R$ 17 mil, indo de R$ 307,9 mil a R$ 324,9 mil. Esses dois exemplos mostram que os reajustes foram proporcionais aos preços anteriores dos veículos. Os dois estão entre os mais vendidos no país pela Mercedes.

O Classe A da montadora – top de linha -, além de ter aumento nos preços, foi aperfeiçoado. O hatch ganhou quatro modos de direção, nova central multimídia, tela de oito polegadas e transmissão de tela de smartphones por Apple CarPlay ou Android Auto para a nova central.

Bruno Klein


Audi RS4 Avant já passa por Testes


Montadora já realiza os primeiros testes com o Audi RS4 Avant. Modelo deverá ser apresentado oficialmente no ano de 2016, começando as suas vendas em 2017.

Algumas imagens do Audi RS4 Avant, nova geração do modelo esportivo da perua, já aparecem na internet e mostram a versão em testes. As fotos apresentam o modelo com camuflagens, as chamadas mulas, quando o carro está com a carroceria de outro.

Para o caso deste Audi, a camuflagem era da S4 Avant mais recente do mercado. A motorização vai ser a mesma desta versão citada, porém, com algumas modificação a potência poderá ser maior.

Mas como sabemos que as imagens são do RS4? É o tamanho superior que o modelo apresenta nas caixas de rodas. Os testes estão em fases intermediárias e a versão original do RS4 Avant deverá chegar aos olhos do público somente no final de 2016, durante o Salão de Paris, que acontece sempre em outubro. O modelo deverá ter o lançamento em 2017.

Depois da finalização dos testes com a camuflagem, a montadora deverá começar as provas de rodagem já com o modelo final. Essa etapa deverá acontecer somente no início do mês que vem.  

Ao lado da perua da Audi, a fabricante também poderá apresentar o modelo sedã com motor 4.2 V8 aspirado. O propulsor que chegará na versão sedã será o último utilizado pela Audi, sendo que o mesmo vai ser trocado por um bloco de 3 litros e seis cilindros (turbo). Acontece que o motor vai entregar 480 cavalos de potência para a família RS4 ante aos 354 cavalos da linha S4.

Com isso, somente os modelos RS5 e R8 da Audi contarão com os propulsores aspirados. O RS5, quando o mesmo chegar na sua nova geração, contará com um novo motor turbo. Para o superesportivo, haverá a manutenção da aspiração natural.

Lucro da Audi:

Com a fraude das emissões, o lucro da Audi contou com uma queda de 23% entre os meses de janeiro e setembro deste ano. Porém, as receitas da empresa tiveram elevação e se manteve o intuito de superar os resultados que foram conquistados em 2014.


Novo Audi A8 L Sport 2016 – Carro ganha Novo Motor Mais Potente


Modelo chega ao mercado mais potente e cheio de itens de série.

A montadora Audi está lançando no mercado norte americano a nova versão A8 L Sport, que dispõe de um motor V8 4.0 TFSI de 455 cv. Além disso, o propulsor dessa nova versão tem 15 cv a mais do que a versão convencional.

O novo Audi A8 tem ainda uma configuração de W12, de 500 cv, que tem um valor bem mais caro (R$ 540 mil).

Um dos destaques do A8 L Sport é seu design mais esportivo, com um visual de mais presença e rodas exclusivas de alumínio de 20 polegadas, se o cliente preferir pode optar por rodas de 21 polegadas. Apesar disso, o modelo dispõe de saias laterais, para-choque dianteiro, motor com a potência de 8 cilindradas e entradas de ar maiores na parte inferior. No interior do A8 L, tem um revestimento em formato de losango, formado por um tipo de couro conhecido como "Valcona". O A8 L está dispondo ainda de teto solar panorâmico, som com um sistema premium e assentos climatizados com massagens.

Fora do país, o preço sugerido para o novo Audi A8 é de US$ 90.500 (cerca de R$ 350 mil), com frete no valor de US$ 925.

Além de ser um carro com visual esportivo, o A8 L é considerado um carro de luxo e promete oferecer bastante conforto para o motorista e também para os passageiros durante viagens e passeios na cidade.

Os interessados nesse novo modelo podem acessar o endereço eletrônico www.audi.com.br e ficar por dentro de mais informações. No site ainda é possível encontrar uma variedade de dicas sobre novos modelos da marca Audi no país.

Ainda não foi informado a data de lançamento do novo Audi A8 alongado no Brasil. Porém, de acordo com especialistas, o modelo não vai demorar para vir, pois já têm vários brasileiros no aguardo do lançamento do A8 L.

Stephanie Rodrigues do Nascimento


Novo Audi A3 2016 terá Painel Totalmente Digital


Carro ganhará painel digital de 12,3 polegadas a partir do próximo ano. Vale lembrar que o Cockpit Virtual já está presente na terceira geração do Audi TT.

Quando chegar a nova versão do Audi A3, prevista para o ano de 2016, a atualização deve contar com novidades na cabine do veículo. O site Motoring aponta que o automóvel deverá ter um Virtual Cockpit. Ele trará um painel 100% digital com uma tela de 12,3 polegadas, o qual já se encontra disponível no Audi TT (terceira geração).

Essa tecnologia também está presente nos modelos R8, A4 e Q7, da Audi. A atualização do A3 terá o Virtual Cockpit como opcional no mercado da Europa por um preço de 400 euros. O chefe de eletrônica da empresa, Ricky Huidi, comentou que o sistema deverá estar em todos os automóveis da Audi nos próximos lançamentos, o que inclui o A5 e Q5.

Primeiro semestre de vendas da Audi no Brasil em recorde:

A empresa fechou os primeiros seis meses deste ano de 2015 com um recorde de vendas com um total de 7.796 unidades emplacadas. Isso apresenta um crescimento de 27% tendo em comparação o mesmo período de 2014.

O motivo disso tudo? Grande parcela se deve ao Audi A3 sedã, que é vendido por aqui ao custo de R$ 98,1 mil. Foram mais de 3 mil unidades comercializadas no primeiro semestre de 2015, sendo que o A3 é o oitavo mais vendido este ano em seu segmento, de acordo com a Fenabrave.

O Audi A3 conta com um motor 1.4 turbo e tem 122 cavalos de potência. A performance do sedã é muito elogiada durante os testes em estrada. Os especialistas dão conta que a impressão é que o modelo conta com uma potência maior do que a divulgada.

O A3 chega a 100 km/h em apenas 9,4 segundos. A sua velocidade máxima, de acordo com a Audi, é de 212 km/h. Porém, o grande destaque é o consumo de combustível do A3. Na estrada, o seu desempenho é de 15 km/l. Para a cidade, o seu consumo fica em 11 km/l.


Audi A3 Sedan Flex será fabricado no Brasil


Veículo será produzido a partir de setembro em São José dos Pinhais (PR). Apesar da produção nacional, carro não terá redução no preço.

Foi confirmado pela fabricante de veículos automotores Audi, através de uma nota oficial expedida na última sexta-feira, dia 19 de junho de 2015, que a partir do mês de setembro a empresa irá começar a fabricar aqui no Brasil o modelo A3 Sedan. A fabricação deste veículo será iniciada no estado do Paraná, mais especificamente na unidade da empresa que fica localizada na cidade de São José dos Pinhais (PR), local que irá fazer com que seja revivida a antiga parceria da Audi com a Volkswagen neste local, parceria esta que foi desfeita no ano de 2006.

Para que o A3 Sedan ficasse com o estilo brasileiro, a Audi resolveu inserir nesse veículo o inédito propulsor 1.4 TFSI turbo, que é bicombustível e é o primeiro da marca no mundo, este mesmo motor será compartilhado com outros modelos da Volkswagen, marca esta que está inserida no mesmo grupo que a Audi.

Um exemplo de que a parceria entre a Audi e a Volkswagen está ocorrendo na prática é o fato de a plataforma que foi utilizada nesse Audi A3 Sedan ser a mesma que foi utilizada na nova geração do Golf, veículo que a Volkswagen já tem planos para iniciar a produção ainda este ano no Brasil, na mesma unidade no estado do Paraná.

O motor que foi colocado neste A3 sedan foi o 1.4 flex, o qual tem a capacidade de produzir uma potência máxima de 150 cavalos, potência esta que é superior aos 122 cavalos que eram produzidos pelo antigo motor turbo que equipa o modelo que atualmente é importado para o Brasil, porém, mesmo com a chegada deste veículo, a empresa ainda continuará trazendo da Hungria o A3 Sedan com motor 1.8 movido a gasolina, no entanto, com potência máxima de 180 cavalos.

A Audi já adiantou previamente a seus consumidores que apesar deste veículo começar a ter a sua produção nacionalizada, ele não terá redução de preço, atualmente, o A3 Sedan 1.4 tem seus preços a partir de R$ 97.900.

Por Adriano Oliveira


Audi oferece Máquina da Café Expresso no Carro


Carros da Audi poderão ser equipados com Máquina de Café Expresso. Acessório custa 199 euros.

Se você é um bom apreciador de café, certamente irá gostar da ideia que algumas montadoras de carros estão introduzindo. A Audi colocou em sua linha de acessórios na Europa uma máquina portátil de café expresso. Ela é consideravelmente compacta e portátil, por isso promete ser uma boa companheira principalmente para os motoristas que utilizam o carro para suas viagens.

O sistema já era comercializado pela empresa Handpresso e agora poderá ser comprado junto com o veículo, com o nome de "Espresso Mobil". A parceria entre a montadora alemã e a empresa fabricante do acessório foi anunciada no final do ano passado.

Você provavelmente deve estar se perguntando como o equipamento funciona. Para que ele possa corresponder as expectativas de mobilidade, ele funciona plugado à tomada de 12V do veículo. Basta colocar a cápsula (da marca Illy) na máquina, encher com água e acionar o botão para ter um expresso em apenas 2 minutos, segundo informa o website da Audi.

Infelizmente o equipamento só está disponível na Europa, mas isso não impede que outras fabricantes utilizem a ideia. Aliás, esta não é a primeira vez que uma fabricante de automóveis adota o equipamento como um componente para os motoristas. Em 2012, a Fiat prometia lançar o 500L com uma máquina de expresso, em parceria com a conterrânea Lavazza, e sem cabo de energia.

Com certeza o acessório é atraente e faria mais sucesso se seu valor fosse acessível. Mas não é isso que acontecerá. O preço sugerido é alto: 199 euros (cerca de R$ 700 na cotação desta quarta, 25). Junto vem em um estojo com 20 copos, toalha e 18 cápsulas. É possível encontrar o produto com um preço mais convidativo na página oficial da Handpresso, sem a logomarca da Audi, por 149 euros (equivalente a R$ 520). Com estes valores, o acessório é restrito apenas aos motoristas com um poder aquisitivo mais elevado.

É importante lembrar que máquina portátil de expresso deve ser utilizada pelo motorista apenas quando o mesmo não estiver na direção do veículo.

Por William Nascimento


Novo Audi R8 será lançado no Brasil em 2016


Audi anuncia que Novo R8 será disponibilizado no Brasil a partir do segundo semestre de 2016. Carro é considerado o mais potente já produzido pela Audi.

O modelo Audi R8, segunda geração, foi apresentado no evento Salão de Genebra, sendo a principal atração da empresa durante o evento. A nova versão do Audi R8 é considerada a mais potente produzida pela Audi até os dias atuais. Segundo notas oficiais da empresa, o modelo deverá ser comercializado no Brasil a partir do segundo semestre de 2016.

O design externo do modelo possui leves mudanças. A dimensão da nova versão é praticamente idêntica, com exceção de 40 milímetros de largura. O design do para-choque e as lanternas foram redesenhadas, tornando-se parecido com o modelo Audi TT, se adequando ao novo padrão agressivo da empresa. O farol possui tecnologia Full LED, que garante maior economia e durabilidade.

O design interno também possui algumas mudanças em relação à versão anterior. Agora, o painel de instrumentos é totalmente digital, o volante possui uma nova disposição dos botões e o controle do ar condicionado passa a ser menos perceptível. O sistema GPS integrado ao modelo é um item de série.

O motor V10 5.2 é encontrado no centro do veículo e pode gerar potência máxima de 540 ou 610 cv, dependendo da versão. O modelo pode chegar a 330 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos. A nova versão é capaz de fazer 8,4 km/l, sendo o consumo 10 por cento menor em relação ao primeiro R8.

O motor é controlado pela caixa de transmissão automática S-Tronic, com sete velocidades e dupla embreagem. A tecnologia de dupla embreagem evita a perda de torque e elimina falhas na aceleração, sendo comum nos modelos esportivos da montadora.

O novo Audi R8 conta com tração nas quatro rodas, o que garante ao motorista maior estabilidade e segurança nas pistas. Em algumas situações, a força total de torque pode ser direcionada ao eixo traseiro e dianteiro.

O preço do modelo no país deve ser anunciado apenas no lançamento. O superesportivo possui preço entre 165.000 e 187.400 euros no continente europeu. O novo Audi R8 é concorrente direto do modelo Porshe 911.

Por Wendel George Peripato


Audi A4 – Novo modelo será lançado em setembro de 2015


O veículo chegará para as vendas com várias opções de motorização e baterá de frente com a Mercedes Classe C e o BMW Série 3.

Para quem estava aguardando alguma notícia sobre lançamento de veículos da Audi as notícias são muitos boas, pois a montadora fez a confirmação na conferência anual de imprensa que, no Salão de Frankfurt em setembro deste ano, será apresentado oficialmente o novo Audi A4. A nova geração desse famoso sedã premium da marca estará a disposição bem antes das ofensivas de SUVs, tais como, os modelos Q1, Q5 e Q8, os quais tem previsão de chegada somente a partir do ano de 2016.

Nesta conferência, a montadora ainda aproveitou o ensejo para realizar a divulgação do seu balanço econômico referente ao ano anterior que foram considerados excelentes. E nesse tom de bastante otimismo a montadora deixou bem claro que esse novo Audi A4, após o seus lançamento, irá fortalecer a briga da empresa contra os seus principais rivais no mercado automobilístico que são o Mercedes Classe C e o BMW série 3.

Dentro dos planos da Audi o novo A4 é muito importante e será um divisor de águas, pois com a utilização da plataforma MLB o veículo ficou ainda maior e se distanciou do novato Audi A3 Sedan, com isso ele será o sucessor das últimas tecnologias que foram vistas no novo Q7.

Para quem gosta de várias opções de motores a empresa já deixou bem claro que a diversidade de motores que serão disponibilizadas como opcional para os consumidores irá modificar, o destaque neste quesito ficou com o motor 1.4 TFSi o qual é capaz de produzir uma potência de nada mais nada menos que 180 cv, outra inovação do modelo é a utilização do novo câmbio do modelo S-Tronic de nove marchas.

Depois da vazar algumas imagens do novo Audi A4, foi também parar na mídia uma lista com as motorizações do modelo.

Confira a lista dos motores do Audi A4 –

Motor 1.4 TFSI COD com 125 cavalos de forma e transmissão manual de seis marchas;

Motor 1.4 TFSI de 150 cavalos de potência com uma transmissão manual de seis marchas e uma S Tronic de nove marchas;

Motor 1.4 TFSO COD com 180 cavalos de potência e transmissão manual de seis marchas e S Tronic de nove marchas;

Motor 2.0 TFSI com 225 cavalos de força e transmissão manual de seis marchas;

Motor 2.0 TFSI Quattro de 245 cavalos de potência e transmissão S Tronic de nove marchas;

Motor 2.0 TFSI Quattro Hybrid de 225 cavalos de força mais 35 cavalos do elétrico e transmissão S Tronic de nove marchas;

Motor 3.0 TFSI Quattro de 272 cavalos com transmissão S Tronic de nove marchas;

Motor 1.6 TDI de 120 cavalos com transmissão manual de seis marchas;

Motor 2.0 TDI de 125 cavalos, 150 cavalos, 177 cavalos e transmissõess manual de seis marchas ou S Tronic de nove marchas;

Motor TDI Quattro de 177 cavalos, 190 cavalos e transmissão manual de seis marchas ou S Tronic de nove marchas;

Motor 2.0 Tdi com 220 cavalos de potência e transmissão manual de seis marchas;

Motor 3.0 Tdi Quattro de 218 cavalos ou 260 cavalos com transmissão S Tronic de nove marchas;

Motor 2.0 TDI e-tron com 190 cavalos de for mais 136 cavalos de dois motores elétricos e transmissão S Tronica de nove marchas. 

Por Adriano Oliveira


Audi apresenta teaser do novo modelo Q6 elétrico


O veículo contará com uma motorização totalmente elétrica e deve chegar a partir de 2017 para bater de frente com seus concorrentes.

A Audi divulgou em sua conferência anual à mídia uma imagem de computador com o novo modelo Q6. Ele poderá ter um motor completamente elétrico e poderá ser recebido em 2017 para competir com concorrentes como o BMW X6 e o Mercedes Benz GLE Coupe. O modelo terá composição de um sistema similar ao usado pelo R8 e-Tron, entretanto de acordo com a empresa possuirá uma independência de 196 km com uma carga exclusiva. O novo modelo terá como base a plataforma MLB idêntica que é existente no Q7, e possuirá uma bateria de 100 kWh.

Considerando o visual, o novo SUV terá influência de forma significativa pelo conceito Prologue e haverá novamente a fabricação do modelo SUV Q8. O modelo irá implementar um estilo mais cupé, poderá adotar um aspecto com base no conceito Prologue.

A Audi também divulgou recentemente o objetivo de disponibilizar no próximo ano o novo crossover Q1 com base na plataforma MQB, a idêntica usada para produzir o VW Golf. O uso da plataforma mais curta MQB aponta que modelo seja um carro de entrada, que embora seja Premium, possui um valor mais acessível.

Em relação ao que foi verificado nos conceitos e nas divulgações dos executivos, o Q1 poderá ter medidas similares às do compacto A3. Sendo maior que o hatch, entretanto, é previsto que o modelo tenha a medida por volta de 4.23 metros de comprimento, 1.77 m de altura e 2.60 m de entre-eixos.

Considerando a motorização, o modelo poderá ser recebido com o trem de força idêntico presente no hatch A3, com tração dianteira. No conceito, o novo SUV de entrada terá um aspecto para a nova linguagem do design da empresa.

Grande parte do trabalho do Q1 foi finalizado anteriormente à chegada de Lichte à Audi. Ainda ssim, o Chefe Design possui o período necessário para implementar alguns aspectos como uma grade menos visível em relação à da nova Q7.

Carro Elétrico

É um tipo de automóvel que faz o uso da propulsão através de motores elétricos. O veículo tem uma composição feita de um sistema primário de energia. Além disso, conta com uma ou mais máquinas elétricas, sistema de acionamento e controle de velocidade.

Os carros elétricos são deonominados de zero emissões. Isso acontece devido ao fato que a locomoção acontece de maneira não poluente, não deixando que sejam emitidos gases nocivos para o meio ambiente. Outro ponto considerável é que não fazem a emissão de ruídos fortes.

Ányos Jedlik foi o autor do primeiro projeto de uma motorização elétrica, no ano de 1828. Porém, foi Thomas Davenport quem construiu o primeiro veículo movido a eletricidade, no ano de 1835.

No século 19, os veículos elétricos eram comumente adaptados para que o seu funcionamento acontecesse em trilhos. Empresas como Baker Electric, Columbia Electric e Detroit Electric, eram algumas das empresas do século 20 que faziam a produção de veículos elétricos.

A partir do ano 1900, 28% dos veículos que eram produzidos nos EUA eram elétricos. Aconteceu uma grande queda na produção após a fabricação em vasta escala dos veículos a combustão de Henry Ford. Com isso, o custo de produção desse tipo de veículos caiu muito, deixando de lado os carros elétricos. 


Audi deve lançar SUV Q6 elétrico em 2017


O novo modelo deve chegar ao mercado de carros elétricos para bater de frente com as versões da Mercedes e BMW.

Com a crise global em questões ambientais e recursos energéticos, muitas empresas estão optando por desenvolver seus produtos para que atendam essa necessidade que cada vez mais aumenta. E as grandes montadoras de carros de luxo não estão atrás. Prova disso é a Audi, que desenvolveu um novo veículo elétrico.

O modelo, batizado de Q6, será um SUV (Sport Utilitary Vehicle) que será cem por cento elétrico. O novo carro da Audi vem para competir com os modelos Mercedes Benz GLE Coupé e BMW X6. Uma primeira imagem já foi divulgada pela montadora alemã, durante sua conferência anual para a imprensa.

Pela imagem revelada, é possível perceber que o veículo será bem futurista e terá um estilo um pouco achatado, mas bem agressivo. É possível observar, ainda, que o teto terá uma suave queda na sua linha, e que os para-lamas serão proeminentes.

Apesar das especulações anteriores, o veículo segue a linha Q, e foi montado sobre a mesma plataforma modular do Q7, o novo veículo SUV da marca que é equipado com um conjunto mecânico semelhante ao do modelo R8 e-tron.

Os rumores anteriores diziam que o SUV Q6 não seguiria nenhum outro SUV da marca, o que foi desmentido durante o evento realizado pela Audi. Outra informação também especulada, mas que não deve se confirmar é sobre a sua autonomia, já que anteriormente diziam que o veículo rodaria até 500 km com uma única carga. Mas a informação foi atualizada, e agora a especulação é que a autonomia do Q6 seja de apenas 293 km, bem menos do que a informação anterior.

O chefe de pesquisa e desenvolvimento da marca alemã, Ulrich Hackenberg, confirmou que o Q6 terá influência do conceito Prolongue no design de sua carroceria. Apesar de já ter apresentado o teaser do novo veículo, o Q6 deve demorar para chegar ao mercado, com estimativa de até três anos.

Por Felipe Villares


Audi RS3, Q7 e R8 serão vendidos no Brasil


Os veículos superpotentes, que aparecem em filmes de ação, são o sonho de consumo de boa parte do público masculino. O problema é que nem sempre esses carros são comercializados, ficando apenas como protótipos que estrelam filmes.

Mas agora a Audi quebra esse paradigma e apresentou, durante o último Salão de Genebra, na Suíça, o modelo R8, carro que estrelou filmes famosos de Hollywood, como ‘Eu, Robô’ e ‘Homem de Ferro’. E a boa notícia é que o modelo deve chegar ao Brasil até o começo do próximo ano. Na Europa, o R8 será comercializado a partir do segundo semestre de 2015.

E, obviamente, assim como apresentado nos filmes, ele é um supercarro, com um incrível motor V10 de até 610 cavalos. Dessa maneira, ele é o veículo mais forte e mais rápido já construído pela Audi.

Além disso, durante o evento na Europa, a montadora apresentou também a nova geração do RS3, que também deve ser comercializada no país, ainda no segundo semestre desse ano. O modelo virá com motor 2.5 TFSI, que gera potência de 367 cv e torque de 47,4 kgfm. Com dupla embreagem, o veículo vem com a transmissão ultrarrápida S-tronic de sete velocidades. Junto com a tração integral quattro, faz o RS3 chegar de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos. Sua velocidade máxima é de 250 km/h, mas na versão com pacote esportivo, pode chegar a 280 km/h.

Uma terceira novidade foi apresentada pela Audi, a nova geração do SUV Q7, que terá opção e-tron quattro, versão híbrida com motor elétrico e um V6 3.0 turbodiesel. Essa configuração faz o veículo chegar aos 373 cavalos e um torque de 71,4 kgfm. De acordo com a montadora, com o tanque cheio, é possível rodar até 1.570 quilômetros. A versão com câmbio automático de oito marchas também deve chegar ao Brasil até o final de 2015.

Curiosidades sobre o Audi R8

  • O superesportivo da Audi tem como base o carro conceito Le Mans Quattro, que foi apresentado no salão de Frankfurt, em 2003.
  • O primeiro motor foi um V8 de 4,2 litros e com 32 válvula com uma potência de 420 cavalos e 7800 rpm. A sua aceleração de 0 a 100 km/h é em 4,4 segundos, com uma velocidade máxima de 301 km/h
  • A sua plataforma é partilhada com o Lamborghini Gallardo.
  • Em 2008, um protótipo do Audi R8 com um motor V12 movido a diesel e de 500 cavalos, teve a sua apresentação no NAIAS.
  • O modelo aparece no filme Transformes – Revenge of The Fallen, como o Decepticon Sideways.
  • Ele também é dirigido por Robert Downey Jr nos três filmes da saga Homem de Ferro. No último longa, o R8 do milionário Tony Stark cai no mar quando a sua mansão é atacada.  

Por Felipe Villares


Novo Audi R8 LMS GT3 – Apresentação no Salão de Genebra 2015


A Audi trouxe ao Salão de Genebra uma novidade para o automobilismo propriamente dito. Trata-se de um carro de competição. Estamos falando aqui do novo Audi R8 LMS GT3. O modelo de competição é baseado na segunda geração do esportivo e foi desenvolvido tendo em vista várias novidades de segurança, além de maior potência e leveza do conjunto. Isso sem falar na beleza do automóvel em si, que conta com diversas entradas de ar típicas de carros de corrida, mas mesmo assim, pode ser claramente reconhecido como um Audi.

Para a construção do carro, houve o uso de um tipo de plástico reforçado com fibra de carbono na parte traseira do conjunto. Isso permitiu ao carro um peso 25 kg menor que o do seu antecessor e ainda a capacidade do veículo em passar nos testes de impacto da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Entre outras novidades de segurança também podemos citar o banco conectado ao chassi, que dá mais firmeza ao conjunto em caso de impacto, uma escotilha no teto para facilitar resgate do piloto se necessário, além de sistemas de pedais e coluna ajustável de acionamento elétrico para melhor conforto.

O motor não é novo e nem por isso deixa a desejar. Trata-se de um motor de 5.2 litros, V10, capaz de fornecer ao carro uma potência total de até 593 cavalos. O carro recebeu uma nova transmissão de seis marchas com acionamento atrás do volante, por meio de borboletas. Como já foi dito, o modelo conta com uma aerodinâmica invejável e digna de nota, além de contar com uma excelente circulação de ar no cockpit (de 250 litros de ar por segundo, quando o automóvel se encontra a 200 km/h). O carro será feito sob encomenda e acredita-se que as primeiras unidades já serão entregues no final do ano de 2015.

Por Nosf


Audi R8 – Novo modelo tem primeiras imagens divulgadas


O novo Audi R8 foi divulgado. A empresa anunciou as imagens pioneiras do superesportivo, que possui estreia marcada para o Salão de Genebra. Mais atrativo, a segunda geração possui de forma única motor V10. O modelo de elite, com motor 5.2 aspirado, possibilita a aceleração de 0 a 100 km/h em somente 3,2 segundos e permite chegar a 200 km/h em 9,9 s. A potência do modelo é de 610 cv com velocidade máxima de 330 km/h, sendo o veículo mais veloz da Audi.

A segunda versão possui 540 cv de potência e possibilita chegar a 100 km/h em 3,5 segundos. Para as especificações deles, a transmissão é automatizada de sete marchas e dupla embreagem. A lista de componentes de segurança e tecnologia possui controle de largada e tração nas quatro rodas. O R8 não possuirá a alternativa de transmissão manual. O visual do veículo foi reformulado e recorda os modelos de pista de corrida. O modelo é verificado com linhas mais retas e recebeu quatro centímetros de largura. As entradas de ar laterais e traseiras tornam-se destaque pelo tamanho maior.

O R8 possui 50 kg mais leve em relação à sua versão anterior e possui faróis de leds, inédito farol alto a laser e para-choque atrativo. O interior do veículo possui painel de instrumento completamente digital e bancos novos. Os botões de partida do motor alteraram de posição e são verificados no volante multifuncional. A partir de junho, o veículo será comercializado na Europa por R$ 536 mil na versão de entrada e a de elite será vendida a R$ 610 mil. O recebimento no território brasileiro, segundo a assessoria de imprensa da Audi, tem previsão para o começo de 2016.

O modelo possui um visor digital de 12,3 polegadas no lugar do quadro de instrumentos e utiliza revestimento em couro Nappa, que podem ser associados a camurça sintética (Alcantara).

Felipe Couto de Oliveira


Audi R8 E-Tron – Lançamento e Detalhes do Carro


Foi revelado pela montadora Audi os detalhes da sua mais nova aposta, o Audi R8 E-Tron, o qual é um supercarro elétrico. Apesar de ainda não ter sido disponibilizadas imagens oficiais, somente as do protótipo, a Audi revelou os principais detalhes técnicos sobre o R8 E-Tron. Muitos especialistas acreditam que o design do veículo não será muito diferente da versão do veículo desenvolvido com motor a combustão.

Já fazendo a comparação com o modelo antigo, as boas notícias já começam logo de cara, já que enquanto o antigo era capaz de percorrer somente 215 km, essa nova versão, graças à nova bateria que teve a sua capacidade ampliada, tem a capacidade de percorrer nada mais nada menos do que 450 km. O posicionamento dessa bateria ficou em um local estratégico, dessa vez ela foi instalada no túnel central, o qual fica logo atrás do habitáculo. Essa bateria teve a sua capacidade ampliada devido ao fato dela ser uma nova geração de baterias exclusivas da Audi, a qual foi desenvolvida especialmente para veículos movidos totalmente por energia elétrica.

Para recarrega-la completamente é necessário que o proprietário do veículo aguarde cerca de duas horas. A energia que move este veículo que é totalmente elétrico advém dos dois motores elétricos existentes, os quais aumentaram a potência desse carro que antes era de 386cv e 83,6 mkgf, para a incrível potência de 468cv e 93,3 mkgf, com este aumento significativo em sua potência o novo Audi R8 e-tron é capaz de atingir a marca de 100 km/h em apenas 3.9s. Já a sua velocidade máxima é de 250 km/h.

A Audi já informou que em princípio este veículo estará disponível no final do ano, contudo, somente para encomendas. Apesar de o preço ainda não ter sido revelado oficialmente, esta versão com certeza será comercializa ainda mais cara do que o R V10, que tinha versões com o preço mínimo de 187 mil Euros, ou seja, se fosse aqui no Brasil, feita a conversão em moeda nacional, daria aproximadamente R$ 605 mil.

Por Adriano Oliveira


Lançamento do Novo Audi RS3


A Audi tinha garantido que o novo RS3 seria mais poderoso em relação ao Mercedes-Benz A45 AMG e em relação a qualquer outro hatch médio que já foi desenvolvido. Para isso, estava disponível duas opções. Utilizar o motor 2.0 turbo (que na Europa já possibilita 300 cv sob o capô do S3 – versão de nível médio de esportividade do hatch) ou a permanência do motor cinco-cilindros turbo (utilizado atualmente somente no RS Q3 e que já estava presente no RS3 da geração anterior).

A empresa escolheu a última opção. E a potência foi elevada. De 340 cv para 366 cv. Não bastasse isso, o carro oferece agora incríveis 47,4 mkgf de torque. Esta potência completa possibilita que o novo RS3 acelere de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos. A transmissão é automática de dupla embreagem e sete velocidades. Para auxiliar a performance elevada, o visual possui elementos que informam ao mundo que este não é um A3 comum. Na Europa, o modelo será disponibilizado em maio. Aqui, ele será recebido no segundo semestre por aproximadamente R$ 270 mil.

O Audi RS3 Sportback 2015 é 55 kg mais leve que a sua versão anterior, com peso total de 1.520 Kg (na ausência do condutor). Desta forma, o modelo pode alcançar a velocidade máxima de 250 Km/h (limitada eletronicamente).

O motor cinco cilindros 2.5L de 367 cavalos está junto com um câmbio S tronic de sete marchas, que foi reestruturado para fornecer alterações ainda mais rápidas e que possibilita a potência para a pista através de um sistema de tração integral Quattro com funcionalidades como vetoração de torque.

O novo sistema de direção progressiva é de série e possui sistema de desmultiplicação variável, com possibilidade de alternar sua taxa de esterçamento entre 15,3:1 e 10,9:1, possibilitando ser mais direta enquanto a velocidade aumenta. O eixo traseiro possui uma largura de 1.514 milímetros e a suspensão é four-link.

Felipe Couto de Oliveira


Audi A4 e A5 ganham Motor 1.8 e Novos Preços


Potentes, econômicos e menos poluentes. Assim podem ser considerados os novos motores da linha 2015 do Audi A4 Sedan e Audi A5 Sportback.

Os novos sedãs da Audi agora apresentam um motor Turbo 1.8 FSI, que é menor, mais leve (pesa 3,5 kg) e produz até 170 cavalos de potência. De acordo com informações da própria montadora alemã, os novos motores do Audi A4 e Audi A5 podem ser até 21% mais econômicos, dependendo é claro do estilo de condução de cada motorista. E além desta economia de combustível, os novos motores da Audi lançam menos poluentes no ar.

O maior diferencial entre este novo motor 1.8 Turbo e o antigo 2.0 TSi de 180 cv está no sistema de injeção de combustível que integra os dois motores. Enquanto o antigo possuía apenas um tipo de injeção (a direta), os novos motores 1.8 possuem dois tipos de injeção: a direta (que é usada quando se exige mais potência do motor) e a indireta (usada em situações onde não se exige tanto esforço do motor e se prioriza um consumo menor de combustível).

E mesmo com um motor menor e mais econômico, a linha 2015 dos sedãs da Audi se manteve praticamente com a mesma performance. O Audi A4 vai de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos, sendo apenas 0,1 segundo mais lento que no modelo 2014. Já a sua velocidade final chega aos 225 km/h. Utilizando gasolina, o A4, que antes fazia 14,1 km/l, agora consegue fazer em média 17,24 km por litro na cidade e nas estradas – segundo a montadora.

No Audi A5 Sportback, a redução no tamanho e no peso do motor deixaram o modelo mais veloz 0,2 segundos. Agora ele vai de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e atinge uma velocidade máxima de 220 km/h. Em relação ao consumo de combustível, antes o A5 fazia 13,9 km/l, agora de acordo com a Audi o modelo chega aos 16,9 km por litro de gasolina.

Um câmbio Multitronic CVT de 8 marchas equipa os modelos A4 Sedan e A5 Sportback. Há ainda outra opção de transmissão para os dois modelos, a S-tronic, mas para tê-la é necessário encomendá-la da Alemanha.

O preço inicial do Audi A4 Sedan Attraction é de R$ 138.990, chegando até os R$ 152.990 na versão A4 Avant Ambiente.

Já o Audi A5 Sportback Attraction começa a ser comercializado por R$ 155.990 e o A5 Sportback Ambiente será vendido por R$ 167.990,00.

André F.C.


Novo Audi A3 Sedan Flex será lançado no Brasil no 2º Semestre


Audi também será beneficiada com a modernização da fábrica da Volkswagen (detentora da marca) em São José dos Pinhais (PR). O primeiro modelo produzido lá será o A3 Sedan, a partir da metade do ano de 2015. Apesar da recusa de alguns engenheiros alemães, a empresa irá fabricar o modelo com a justificativa de melhorar a sua atuação no mercado, diz uma fonte ligada à empresa.

O A3 Sedan terá uma diferença básica em relação ao modelo presente no mercado, que atualmente vem importado da Hungria. A novidade é o motor bicombustível. A partir do segundo semestre, o modelo produzido chegará ao mercado nacional, juntamente com o novo Golf brasileiro. A nova plataforma permite que outros modelos, como o futuro Jetta nacional, também seja produzido na unidade. Atualmente esses modelos são importados do México, devido à tributação menor que os vindos da Alemanha.

Vale ressaltar que tanto os carros Audi quanto Volks virão equipados com o mesmo motor flex TSI de 1,4 litro, com turbo e injeção direta de combustível, o chamado turboflex. Com isso, os veículos poderão atender as necessidades do público daqui, contudo, essa mesma demanda contraria os engenheiros da Audi. Isso porque a marca precisa oferecer modelos flex mesmo com estes não apresentando ganhos práticos.

O A3 Sedan 1.4, que será produzido no Paraná, gerará até 122 cv de potência (a 5.000 rpm) e torque de 20,39 kgfm (linear entre 1.500 e 4.000 giros). O modelo manterá as principais características, como o sistema start/stop (que faz o motor parar de funcionar em paradas rápidas) e o de regeneração de energia (Kers), atuante em frenagens, por exemplo. Além delas, o modelo continuará com o conjunto do câmbio S-tronic, com dupla embreagem e sete marchas.

A unidade de São José dos Pinhais também produzirá o Audi Q3 nacional, SUV compacto da marca, contudo, está previsto somente em 2016.

Ana Rosa Martins Rocha