Audi A3 Ambition Sedan terá Fabricação no Brasil


Nova versão possui um valor maior, mas é mais potente e sofisticado.

A montadora alemã Audi anunciou no fim do mês passado a chegada do novo Audi A3 Sedan no Brasil, o qual será fabricado por aqui, a partir de agora, na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná. Com a nacionalização, alguns itens foram rebaixados, como o câmbio automático de dupla embreagem e a suspensão traseira multlink. Assim, alguns consumidores ficaram descontentes. A solução para isso foi à nova versão, a Ambition, que possui um valor mais elevado. Este modelo vem com um motor importado e mais potente, de 2000 cilindradas, a gasolina e com um conjunto mecânico mais sofisticado.

A versão de entrada, o Audi A3 Sedan 1.4, custa R$ 99.990. Já o modelo A3 Sedan 2.0, inicialmente custará R$ 137.990 e irá substituir o importado de motor de 1800 cilindradas. Em relação ao modelo 1.8, o preço deve bater os R$ 169 mil com todos os opcionais.

O motor do veículo tem 220 cavalos e 35,7 kgfm, disponíveis a partir de 1.500 giros. O carro vai de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos. O câmbio é automático S tronic de seis velocidades com embreagem dupla. O escape possui dupla saída.

O A3 Sedan Ambition vem com diversos itens de série: banco do motorista com ajuste elétrico, ar-condicionado automático e digital de duas zonas, direção elétrica, trio elétrico, retrovisor interno fotocromático, bancos de couro, controle de cruzeiro, retrovisores externos com sistema de rebatimento, teto solar panorâmico, volante com multifunções e aletas para trocas de marcha sequenciais, seletor de modo de pilotagem, faróis de neblina, freio de estacionamento elétrico, sistema start-stop, faróis bixenônio e central multimídia com Bluetooth. O carro terá também airbags frontais, de joelho e laterais, além de controles de tração e estabilidade e sensor de ré.

O veículo terá dois pacotes, o MMI Rádio Plus (que acompanha GPS, no valor de R$ 13.000) e o Assistance Package Plus (custando R$ 18.500).

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Novo Audi A3 2016 terá Painel Totalmente Digital


Carro ganhará painel digital de 12,3 polegadas a partir do próximo ano. Vale lembrar que o Cockpit Virtual já está presente na terceira geração do Audi TT.

Quando chegar a nova versão do Audi A3, prevista para o ano de 2016, a atualização deve contar com novidades na cabine do veículo. O site Motoring aponta que o automóvel deverá ter um Virtual Cockpit. Ele trará um painel 100% digital com uma tela de 12,3 polegadas, o qual já se encontra disponível no Audi TT (terceira geração).

Essa tecnologia também está presente nos modelos R8, A4 e Q7, da Audi. A atualização do A3 terá o Virtual Cockpit como opcional no mercado da Europa por um preço de 400 euros. O chefe de eletrônica da empresa, Ricky Huidi, comentou que o sistema deverá estar em todos os automóveis da Audi nos próximos lançamentos, o que inclui o A5 e Q5.

Primeiro semestre de vendas da Audi no Brasil em recorde:

A empresa fechou os primeiros seis meses deste ano de 2015 com um recorde de vendas com um total de 7.796 unidades emplacadas. Isso apresenta um crescimento de 27% tendo em comparação o mesmo período de 2014.

O motivo disso tudo? Grande parcela se deve ao Audi A3 sedã, que é vendido por aqui ao custo de R$ 98,1 mil. Foram mais de 3 mil unidades comercializadas no primeiro semestre de 2015, sendo que o A3 é o oitavo mais vendido este ano em seu segmento, de acordo com a Fenabrave.

O Audi A3 conta com um motor 1.4 turbo e tem 122 cavalos de potência. A performance do sedã é muito elogiada durante os testes em estrada. Os especialistas dão conta que a impressão é que o modelo conta com uma potência maior do que a divulgada.

O A3 chega a 100 km/h em apenas 9,4 segundos. A sua velocidade máxima, de acordo com a Audi, é de 212 km/h. Porém, o grande destaque é o consumo de combustível do A3. Na estrada, o seu desempenho é de 15 km/l. Para a cidade, o seu consumo fica em 11 km/l.


Novo Audi A3 Sedan Flex será lançado no Brasil no 2º Semestre


Audi também será beneficiada com a modernização da fábrica da Volkswagen (detentora da marca) em São José dos Pinhais (PR). O primeiro modelo produzido lá será o A3 Sedan, a partir da metade do ano de 2015. Apesar da recusa de alguns engenheiros alemães, a empresa irá fabricar o modelo com a justificativa de melhorar a sua atuação no mercado, diz uma fonte ligada à empresa.

O A3 Sedan terá uma diferença básica em relação ao modelo presente no mercado, que atualmente vem importado da Hungria. A novidade é o motor bicombustível. A partir do segundo semestre, o modelo produzido chegará ao mercado nacional, juntamente com o novo Golf brasileiro. A nova plataforma permite que outros modelos, como o futuro Jetta nacional, também seja produzido na unidade. Atualmente esses modelos são importados do México, devido à tributação menor que os vindos da Alemanha.

Vale ressaltar que tanto os carros Audi quanto Volks virão equipados com o mesmo motor flex TSI de 1,4 litro, com turbo e injeção direta de combustível, o chamado turboflex. Com isso, os veículos poderão atender as necessidades do público daqui, contudo, essa mesma demanda contraria os engenheiros da Audi. Isso porque a marca precisa oferecer modelos flex mesmo com estes não apresentando ganhos práticos.

O A3 Sedan 1.4, que será produzido no Paraná, gerará até 122 cv de potência (a 5.000 rpm) e torque de 20,39 kgfm (linear entre 1.500 e 4.000 giros). O modelo manterá as principais características, como o sistema start/stop (que faz o motor parar de funcionar em paradas rápidas) e o de regeneração de energia (Kers), atuante em frenagens, por exemplo. Além delas, o modelo continuará com o conjunto do câmbio S-tronic, com dupla embreagem e sete marchas.

A unidade de São José dos Pinhais também produzirá o Audi Q3 nacional, SUV compacto da marca, contudo, está previsto somente em 2016.

Ana Rosa Martins Rocha