Importância de trocar o óleo do carro no momento certo


Para evitar manutenções desnecessárias e mais gastos, é importante trocar o óleo do carro no tempo determinado para evitar despesas futuras.

Ter um veículo é o desejo e a realidade de muitas famílias brasileiras, que têm incluído o carro como item essencial para o dia a dia ou para os finais de semana. Este item, porém, traz despesas extras ao longo do tempo, principalmente quando a manutenção do veículo não é realizada corretamente e no tempo certo, como a troca de óleo. Para evitar manutenções desnecessárias e mais gastos, saiba agora o porquê que  trocar o óleo do carro no tempo determinado pode evitar despesas futuras.

Óleo do Motor:

O óleo do carro é essencial para lubrificar, limpar e refrigerar o motor, e tem seu desempenho prejudicado quando não é trocado no prazo correto. Para o motor, existem hoje no mercado três tipos distintos de óleo: sintético, semi-sintético e mineral. O óleo sintético é produzido por reações químicas, e é considerado o óleo mais puro; já o óleo mineral é adquirido através de diversos componentes extraídos do óleo e, o semi-sintético, é conhecido por ser feito a partir de uma mistura dos dois outros óleos. Por isso, a primeira dica em relação ao óleo do motor é evitar misturar óleos diferentes no seu carro, escolhendo aquele que melhor se adapta ao seu veículo e ao seu bolso. A ajuda de um mecânico pode ser útil na hora de escolher o óleo ideal.

Manutenção do Óleo:

Verificar a quantidade de óleo no motor regularmente evita problemas e gastos desnecessários no futuro. O ideal é identificar o nível do lubrificante no motor uma vez ao mês e, caso seja um carro muito antigo, é indicado verificar este nível duas vezes por mês e completar com o mesmo tipo de óleo sempre que o nível estiver baixo.

É indicado também trocar o filtro de óleo quando for feita a troca total do óleo do motor, pois o filtro armazena sujeira e pode não ser boa ideia mantê-lo sujo com óleo novo e limpo. A validade de cada óleo dentro do motor de acordo com o fabricante e o tipo de óleo: muitos devem ser trocados após 5 mil km rodados, e outros após 10 km rodados. Para quem não rodar esta quilometragem em pouco tempo, a recomendação é trocar a cada seis meses, evitando que os componentes químicos do óleo percam a eficiência e, consequentemente, danificando partes do motor do carro, em casos extremos.

Óleo da caixa de câmbio:

Para a caixa de câmbio de carros automáticos, a indicação de especialistas é sempre trocar o óleo a cada 40 ou 60 mil km rodados, ou de acordo com as orientações das montadoras. Carros com caixa de câmbio manual não precisam efetivar a troca de óleo.

Por André Barbirato

Troca de óleo


Dicas de manutenção do óleo do seu veículo


Fim de anochegando e muitas famílias estão se preparando para viagens. Na lista de prioridades devem estar o destino, o hotel,  o checking list das bagagens, mas nada disso será importante sem a revisão do carro. A revisão do veículo precisa ser o primeiro item lembrado, pois é fundamental para a segurança de toda sua família, além de garantir uma viagem prazerosa e tranquila.

Mas na revisão também temos alguns itens prioritários no momento da revisão. O óleo é um dos itens de maior importância para o bom funcionamento  do carro, ele garante a lubrificação de todos os outros itens, principalmente do motor.

Veja algumas dicas sobre o óleo do seu veículo: a troca deve ser realizada sempre respeitando o período estipulado pelo fabricante do veículo, essa informação pode ser facilmente encontrada no manual do proprietário, onde também pode ser verificado o tipo de óleo, quantos litros do mesmo, e outras recomendações específicas de cada modelo. A troca pode ser por quilometragem rodada ou por tempo, o que chegar primeiro deverá ditar a regra. Assim evitamos que o óleo esteja sujo ou velho, mas velho não significa escuro, ou preto. Se estiver escuro significa apenas que está lubrificando corretamente.

Mas nem sempre é preciso trocar, às vezes basta completar o nível de óleo. À medida que o carro é usado é natural que esse nível baixe, então a melhor opção é completar até que chegue o momento certo de trocá-lo. Para verificar, o nível, mantenha o carro parado pelo menos dez minutos para que o motor esfrie e a medição possa ser feita de forma correta, basta completar quando o nível estiver abaixo do mínimo caso contrário não há necessidade. Já para trocá-lo o melhor é que motor esteja quente, assim o fluido fica mais fino e mais fácil de sair. O filtro de óleo também deve ser trocado no mesmo prazo.

Por Vivian Schetini

Troca de ?leo

Foto: Divulgação