Nova Chevrolet Spin 2021 – Novidades e Mudanças


Modelo deve chegar com mudanças no design e mais segurança.

Uma novidade prestes a ser oficialmente lançada, no segmento automobilístico, está chamando a atenção do público consumidor.

Trata-se da segunda geração do modelo Minivan Spin, que consiste no quarto membro da série que compõe o grupo internacional dos compactos produzidos pela empresa Chevrolet. Conforme os dados angariados do site especializado, Argentina Autoblog, este novo modelo está programado para ser comercializado a partir do ano 2021, munido de especificações e aperfeiçoado em muitos detalhes, incluindo o design e a capacidade de segurança.

Esta minivan está sendo produzida sobre uma plataforma de tipo GEM, ou Global Emerging Markets, que é a mesma da produção de modelos como o Onix e o Onix Plus.

Deste modo, esta new Spin está sendo vazada nos mesmos moldes estruturais, portando sete lugares, porém, agora sob um valor de mercado bem menor que os demais modelos dentro desse mesmo padrão e com a mesma potência.

A mudança mais esperada, com certeza, está no visual, ou design, considerando que a imagem causa um impacto e se esta for inédita, vai atrair mais ainda. Mesmo assim, todo o aperfeiçoamento se desdobrou mais sobre as suas importantes funções do que sobre sua nova forma. O design exterior, é claro, está muito atualizado e belo, e está suplementado funções adicionais em segurança, entre esses itens estão:

Grande reforço sobre a sua estrutura, que leva em sua substância aplicações a mais de aços em alta resistência; está munido de seis novos airbags, que abrangem a parte frontal, as laterais e os de cortina, além do sistema de controle sobre a estabilidade, ou ESP; ele conta, também, com mais itens específicos de série.

Entretanto, apesar dessa gama de especificações, a nova Minivan Spin está equipada somente das funções de segurança obrigatórias, por lei, como os airbags da parte frontal e o sistema de freios tipo ABS.

Sobre o seu design, embora o mesmo seja redesenhado, está elaborado com detalhes novos, mas, até o momento, esse quesito está sendo mantido em segredo dado que os gestores da multinacional não permitem revelar o formado de protótipo algum da nova Spin 2021, a qual está programada para estrear a partir do ano de 2022.

O caso é que nenhum modelo de teste está rodando nas estradas, para além do Campo de Provas da própria GM.

Entretanto, a grande expectativa, dentro e fora da indústria que produz a Spin, é a de que o padrão seja de alta categoria, como nos demais modelos, no exterior e no interior, munido do clássico e eficiente motor tipo 1.0 turbo, com desempenho de 116 CV e mais 16,8 KGFM; munido de um sistema de câmbio em seis marchas, que poderá ser de tipo manual ou automático, conforme a versão. Outra expectativa está na alternativa de motorização em até 1.2 em turbo. Mas, esse quesito ainda não está definido.

Existe mais um modelo na fila, que constitui um modelo já apresentado em solo chinês, e que provavelmente estará sendo comercializado em território brasileiro dentro dos mesmos padrões dos SUVs. Neste caso, o Tracker está com estreia prevista para o primeiro trimestre do próximo ano de 2020.

O Tracker antecederá a Minivan Spin, agendada para o ano de 2021. Toda essa série corresponde a um conjunto composto de três linhas de produções, modelos diferenciados, fechando com o lançamento de uma nova picape, que ocupará o espaço da atual Montana. Ainda há o que se esperar, com relação ás novidades por chegar. Na medida em que o modelo for gradativamente sendo testado em público.

Paulo Henrique dos Santos


Fiat Argo Sting 2020 – Novidades


Modelo deverá ser lançado ainda em 2019.

A montadora italiana Fiat acabou de registrar no INPI, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial duas marcas. A primeira delas já foi anunciada em São Paulo no Salão de Automóveis de 2018, o chamado Argo Sting. A segunda marca é chamada de Ultimate, a qual poderá dar nome a uma nova versão de algum modelo.

A logomarca Sting apresenta uma vespa (ressaltando que a palavra sting pode ser traduzida para vespa, sendo também uma palavra utilizada para ferroada ou então ferrão). A ardência talvez não se encontre a mesma altura do nome.

O modelo que foi apresentado no Salão do automóvel da capital paulista possui o mesmo propulsor E.torQ com 1.8 litros, capaz de produzir uma potência de 139 ou de 135 cavalos (a depender do combustível) ao atingir uma rotação de 5.750 giros por minuto e um torque de 19,3 ou de 18,8 kgfm aos 3.750 giros, além de uma transmissão automática com seis velocidades. Esta motorização é a mesma presente no Cronos Sport, um conceito que também esteve no evento, o qual há a possibilidade de ter seu lançamento realizado de forma comercial.

Ainda se torce muito para que o Fiat Argo tenha uma versão esportiva ou então alguma outra que traga os motores turbos. Os dois motores não fariam feio. O de mil cilindradas com 12 válvulas e três cilindros irá atingir a potência de mais de 120 cavalos e um torque de 20 kgfm, sendo uma força que está mais perto do que entrega o TSI de 1.0 litro utilizado no Virtus, T-Cross e Polo, do que da opção presente no up TSI.

Tendo quatro cilindros, o motor de 1.3 litros e 16 válvulas irá contar com duas diferentes faixas de potência: uma de 150 e outra de 180 cavalos. A força de torque atinge 27 kgfm, sendo suficiente para que o Argo consiga acelerar do estado de inércia até a 100 quilômetros por hora em um tempo abaixo de 8 segundos.

Qual é a mudança que se encontra no Argo Sting em comparação com o HGT

A variante especial do modelo compacto possui um visual muito mais esportivo do que o visto no Sporting. Seu para-choque com forte angulação anguloso é cheia de entradas de ar e ainda possui uma integração com o spoiler, os para-lamas e as saias são de plástico de cor escura. Na traseira, seu para-choque com desenho exclusivo possui duplas saídas de escapamento envolvidas por meio de um defletor preto, ao mesmo tempo que seu spoiler traseiro, retrovisores e teto acabam por receber o mesmo tom, porém, com um brilho a mais em seu acabamento. Suas rodas possuem cores escuras e fazem a utilização de pneus Pirelli Cinturato modelo P7 com dimensões de 205/45 e aro de 17 polegadas.

Por outro lado o HGT é discreto. Seu para-choque é parecido com o utilizado em diferentes versões do veículo e possui somente o discreto spoiler na cor preta, mesmo material presente também nas molduras de seus para-lamas e na saia. O spoiler na parte de trás também tem um menor tamanho, assim como suas rodas que são de aro 16 e seus pneus nas dimensões de 195/55. A variante disponibiliza de maneira opcional um conjunto de pneus de 205/50 e rodas com aro 17, sendo pouca coisa mais alta que o encontrado no Sting.

Na parte interna, o Argo Sting possui uma forte dose de personalização. Possui revestimento em couro com gominhos em todos os bancos e ainda costura aparente na cor amarela, revestimento que também está presente nas laterais das portas, no volante e em sua alavanca.

FILIPE R SILVA


Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019 – Novidades, Características


Com visual de carro tunado, Chevrolet Cruze ganha em sua linha 2019 série Black Bow Tie.

O modelo Cruze da montadora Chevrolet em sua linha 2019 recebeu uma série chamada de Black Bow Tie a qual irá ser comercializada para os consumidores tanto em carroceria hatch como também em sedã. Esta nova variante tem como base a versão LT do modelo e vem com pacote escurecido quando se trata de sua parte visual, além de possuir também um pacote exclusivo de acessórios. De acordo com a montadora norte-americana, este lançamento será vendido, a princípio, em apenas em uma cor, a Preto Ouro Negro.

Valores Chevrolet Cruze linha 2019

Tanto a versão Sedan como a versão Hatch irão ser vendidas pelo mesmo preço. Veja abaixo os valores que serão praticados nas concessionárias da montadora da gravata borboleta:

  • Versão Cruze Sport6 LT e versão Cruze LT serão vendidas por R$ 96.790
  • Versão Cruze Sport6 Black Bow Tie e versão Cruze Black Bow Tie serão comercializadas por R$ 98.789
  • Versão Cruze Sport6 LTZ e versão Cruze LTZ serão disponibilizados por R$ 110.790

Visual escurecido

Quando se trata da parte visual do Cruze versão 2019, a versão possui a famosa gravata borboleta da Chevrolet tendo um fundo preto, suas rodas possuem tamanho de 17 polegadas, além também do emblema do modelo “Cruze” em cor mais escura, além também de um tapete em carpete. De maneira opcional, de acordo com o desejo do cliente, o lançamento pode também ser dotado de um sistema premium de som, da marca JBL.

Apesar das mudanças na aparência, o motor continua o mesmo

A linha 2019 do Chevrolet Cruze continua equipado com um propulsor Turbo Flex de 1.4 litros e com 16 válvulas, o qual tem a capacidade de produzir uma potência de 153 cavalos e um torque que chega a 24,5 kgmf ao ter em seu tanque etanol, já quando abastecido com gasolina a potência cai um pouco, atingindo a marca de 150 cavalos e um torque levemente abaixo, em 24 Kgfm. Todo esse conjunto irá estar acoplado com uma transmissão automática com seis marchas.

Lista de equipamentos de série

A lista de itens de série do modelo Cruze Black Bow Tie linha 2019 conta com os seguintes equipamentos principais: os acabamentos que são premium em seus bancos, painel e volante, sensor de estacionamento, câmera de ré e também uma central multimídia MyLink a qual tem compatibilidade com sistemas de smartphone Apple CarPlay e Android Auto, além do sistema exclusivo de telemática avançado OnStar.

Para a segurança dos ocupantes do Cruze Black Bow Tie

Na lista de equipamentos sobre segurança estão os freios ABS distribuição da força de frenagem (EBD) e frenagem de emergência (PBA), controle eletrônico de estabilidade e também de tração, controle de cruzeiro e direção elétrica progressiva.

Dentro desta lista ainda estão os seguintes itens de segurança: sistema isofix para que se realize a fixação de cadeirinha infantil no banco, fechamento e abertura dos vidros com acionamento por meio de controle remoto, sistema que irá monitorar a pressão de seus pneus e assistente para realizar partidas quando o veículo se encontrar em locais íngremes.

O gerente de Marketing do Cruze, Rogério Sasaki disse que a ideia da montadora é focar na demanda crescente dos consumidores brasileiros por carros que possuem acabamentos diferenciados, entretanto que ainda prezam por algo original, o que acaba por agregar valor final ao veículo.

Essa versão é um dos últimos lançamentos antes que o Cruze se “despeça” com o atual visual, isto porque o facelit da geração atual irá desembarcar no mercado em meados deste ano.

Por Filipe Silva

Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019

Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019


Chevrolet Prisma 2020 – Lançamento, Novidades


O veículo foi completamente reformulado, contando com um magnífico desenho das colunas totalmente novo.

A espera pelo novo Chevrolet Prisma 2020 ficou ainda menor, o carro que antes chegaria ao mercado brasileiro no final de 2019 para início de 2020 foi antecipado de novo.

Na primeira antecipação, ele passaria a ser comercializado em julho e agora será vendido já no segundo semestre deste ano, bem mais cedo o que todos esperavam. A primeira revelação do carro derivado da plataforma GEM (Global Emerging Market, uma plataforma aprimorada de onde sairão vários automóveis que hoje são vendidos pela Chevrolet na Índia, Brasil, China, México e outros mercados internacionais) e desenvolvido em parceria com o fabricante chinês SAIC, foi feita através de fotos que o flagraram rondando pela China e prossegue em sessões de testes no Brasil, pelo menos é isso que indicam alguns dos flagras do automóvel no Piauí e a frequência de entrega de peças em grande escala industrial pelos fornecedores da empresa.

A identidade no modelo será um pouco desconectada de seu antecedente, mas sem perder o visual vigente da marca, que é inspirada em peso no famoso e gracioso Camaro, todo esse cuidado, esforço, capricho e testes de protótipos e rolagem causam um pequeno atraso no desenvolvimento, porém, em contra partida, para a alegria dos fanáticos por carros, isso aumenta os flagras e ajuda para que todos fiquem por dentro de tudo que está sendo bolado por trás das cortinas. Apesar de sempre usarem algum tipo de camuflagem para dificultar a análise, é possível ver perfeitamente o perfil e o formato das portas, o que é mais do que suficiente (para aqueles que entendem do assunto) para perceber um aumento interessante nas dimensões e eixos.

De uma forma incrível e difícil de acreditar até que esteja diante dos próprios olhos, o veículo foi completamente reformulado, contando com um magnífico desenho das colunas totalmente novo. A tampa do porta-malas terá lanternas, e a placa de identificação irá se alojar no para-choque. O hatch obtém agora as laterais vincadas, juntamente a linha de cintura alta. Ainda se mantendo fiel ao visual desejado pela marca, para ajudar na descida do total do vidro da porta de trás, a porta traseira gozará de um vidro espia e a traseira mantém o mesmo padrão.

A probabilidade de que o projeto brasileiro seja diretamente baseado no chinês é grande, pois ao se comparar o formato dos retrovisores externos (uma das coisas que ficou bem evidente pelas imagens dos flagras) dos protótipos que foram desmascarados dentro do Brasil com aquelas igualmente vazadas no território da China, são obviamente iguais e até leigos no assunto podem notar isso com uma simples olhada nas fotos. Então é esperado que a versão aqui siga as mesmas dimensões do modelo chinês, que tem 7 centímetros a mais que o modelo anterior nos entre-eixos e apenas 1 cm de comprimento quase não perceptível a olho nú que o Volkswagen Virtus. Totalizando 4,47 metros de largura e 2,60 m de distância em seus entre-eixos.

Quanto ao motor, a nova geração esbanjará de um motor 1.0 turbo flex de três cilindros, com direito a opção turbinada. A marca também preparou para que a versão seja capaz de suportar os novos motores com injeção direta de combustível que serão importados de Joinville (SC).

O carro prosseguirá sendo fabricado em Gravataí (RS) e será um dos responsáveis por estrearem a plataforma Global Emerging Market no país, deixando uma marca eterna na história dos automóveis. É possível que toda essa mão de obra esteja sendo tão primorosa para competir com o Volkswagen Polo no quesito de hatches compactos premium, enquanto não seria surpresa nenhuma que as versões anteriores parem de rodar para e dar espaço as mais sofisticadas.

Por Fabio Santos

Chevrolet Prisma 2020

Chevrolet Prisma 2020


Chevrolet Onix 2020 – Lançamento, Especificações


O novo Onix 2020 virá ao Brasil com uma versão turbinada, além de características internas amplas, cabines versáteis, porta-malas maiores e conectividade.

A gigante de automóveis líder de vendas no país inicia 2019 com muito otimismo. Isto porque os modelos mais procurados da marca serão relançados ao mercado, com design futurista, motores turbinados e tecnologia inovadora. O novo Onix 2020 fará parte de uma nova família da GM, que terá características internas amplas, cabines versáteis, porta-malas maiores, e conectividade. A previsão de lançamento é para o segundo semestre deste ano, e o novo Onix é uma das grandes apostas da GM para este ano, com muito entusiasmo em todo país por ser o primeiro da marca a estrear uma nova plataforma.

Estratégia da GM

A General Motors em parceria com a chinesa Shanghai Automotive Industry Corp (SAIC), a estatal chinesa que é a parceira da GM na China, o maior mercado automotivo do mundo, desenvolveram e irão estrear no Onix 2020 a plataforma Global Emerging Markets (GEM). A ideia é que o hatch seja um modelo global, podendo ser comercializado em países emergentes, que crescem rapidamente, como México, Índia e países sul-americanos. Por conta disso, até 2023 a General Motors passará por uma grande transformação e os seus lançamentos também, incluindo um carro movido a energia elétrica. Em 2015 foi anunciado o investimento de 5 bilhões de dólares nesse projeto. E o resultado poderá ser conferido ainda esse ano, com os 11 lançamentos previstos. O primeiro será o Onix 2020.

Motores turbo do novo Onix 2020

A versão atual é muito diferente da que será lançada em vários aspectos. Um deles é o motor: o modelo de 2020 contará com motores 1.0 de três cilindros aspirado e uma variável turbo. Esses motores terão injeção direta de combustível.

Nomenclatura e Identidade Visual

Desde que protótipos camuflados do modelo foram flagrados em processo de rodagem pelas ruas do Brasil, gerou muita especulação quanto ao design do novo Onix 2020. A aparência terá alterações nas colunas, traseira, lanternas e nas laterais. O Comprimento será de 4 metros e distância de 2,60m entre-eixos. Além de interna e porta-malas maiores.

Recentemente, a Chevrolet entrou com pedido de proteção da marca “Onix Plus” no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Tudo indica que o Onix 2020 chega ao mercado com essa nomenclatura, sendo uma derivação do compacto atual, que não sairá de linha por enquanto.

Valores

Os valores do Chevrolet Onix 2020 ainda não foram divulgados, porém em sua versão atual, varia de R$ 40 a R$ 60 mil.

Onde serão produzidos os novos modelos Chevrolet

Assim como o Onix 2020, os outros lançamentos serão desenvolvidos aqui no Brasil, na cidade de Gravataí – Rio Grande do Sul.

Versão atual Chevrolet Onix

Por que o Onix não sai do topo de vendas? O hatch tem sido apontado como um automóvel que reúne várias qualidades para ser o preferido dos brasileiros. Ótimo custo benefício, fácil direção, conforto, facilidade na manutenção e aquisição de peças, além de mostrar uma boa autonomia no combustível.

Nas versões disponíveis, quando abastecido com gasolina, varia entre 11km/L dentro da cidade a 15km/L nas estradas. Já se o combustível usado for o etanol, varia entre 7.7km/L em áreas urbanas e 10.6km/L nas rodovias.

Até o lançamento do modelo turbinado, podem ser encontradas as seguintes versões do Onix: 1.0 MPFI JOY 8V FLEX 4P MANUAL, 1.0 MPFI LT 8V FLEX 4P MANUAL, 1.4 MPFI LT 8V FLEX 4P MANUAL, 1.4 MPFI ADVANTAGE 8V FLEX 4P AUTOMÁTICO, 1.4 MPFI EFFECT 8V FLEX 4P MANUAL, 1.4 MPFI LTZ 8V FLEX 4P MANUAL, 1.4 MPFI LT 8V FLEX 4P AUTOMÁTICO, 1.4 MPFI ACTIV 8V FLEX 4P MANUAL, 1.4 MPFI LTZ 8V FLEX 4P AUTOMÁTICO e 1.4 MPFI ACTIV 8V FLEX 4P AUTOMÁTICO.

Por Priscila Garcia

Chevrolet Onix 2020

Chevrolet Onix 2020


Audi A7 Sportback 2019 – Novidades, Especificações


Novo modelo, no estilo Cupê, conta com seu design exterior munido de linhas mais atraentes.

Toda estreia de um novo veículo, desde a invenção do automóvel, consiste em um evento de grande proporção, sobretudo em nossos dias, quando a tecnologia se faz cada vez mais presente junto à mecânica. A Audi AG consiste em uma empresa automobilística alemã que integra o grande grupo da Volkswagen.

Para este ano de 2019, a companhia Audi fez divulgar nos EUA que este New Audi A7 Sportback, edição 2019, será comercializado por valores a partir de 68.000 dólares. Um preço nessa escala, acessível a quase todos os consumidores, só seria possível em um mercado como o norte-americano, no qual para a nova geração de um modelo de alta categoria, o preço do atual modelo é bem menor que o do modelo anterior.
Deste modo, o valor de mercado do Audi A7 Sportback, geração anterior, iniciava em torno de 69.700 dólares, o que configura uma redução significativa de até 1.700 dólares no valor oficial, girando em torno de 6.400 reais de economia para o consumidor.

Este novo modelo, estilo Cupê, em seu design exterior está munido de linhas mais atraentes, por assim dizer, sendo que o seu visual já havia sido previamente divulgado no mês de outubro do ano passado, 2018. Portanto, o modelo Audi A7 está sendo agraciado com uma nova geração, e a sua linha de 2019 vai estrear no mercado já.
Todo o consumidor que adquirir o modelo versão A7 Sportback 2019 estará embarcando em um veículo de tipo cupê, vazado em novo visual e disponível no mercado por meio de uma significativa redução no valor. O visual atual é muito mais interessante para quem entende do assunto, munido de uma grade frontal de maior porte, com o logo da marca centralizado e toda rodeada de belos faróis estilo LED.

Esta nova versão está equipada, também, de um teto solar tipo panorâmico; as suas rodas são de aro 19 polegadas e possui, também, um bem desenhado aerofólio ativo na parte traseira. Há versões mais simples, desprovidas dos chamados equipamentos de série.

Com relação ao seu interior, ele está equipado com os seguintes atributos:

Possui um bom sistema de entretenimento, no qual está instalada uma tela de 8,8 polegadas, além de outra tela que mede nada menos que 8,6 polegadas, instalada logo abaixo da primeira citada. A sua direção (volante) está inteiramente forrada em couro legítimo, sendo o mesmo tipo de forração para os bancos.

Este novo modelo, o Audi A7 Sportback de 2019, além das especificações já anunciadas, está equipado com um típico e eficiente sistema de segurança cuja função está em detectar outros veículos e pedestres que eventualmente estejam no caminho do automóvel em movimento, o que aciona a operação de redução automática de sua velocidade, ou seja, esse sistema detecta, por meio de uma prévia análise espacial qualquer movimentação que se insira repentinamente em seu trajeto. Esse é, literalmente, o carro do futuro.

Dentro desta linda de Audi A7, situado um tanto acima de sua versão de entrada, está sendo divulgada, também, a chamada versão Audi A7 Premium Plus, cujo valor de mercado gira em torno de 72.400 dólares, sendo que, neste caso, o veículo chega ao consumidor acrescido dos faróis HD Matrix LED; de um sistema de entretenimento munido de uma tela maior, em 10,1 polegadas e mais o sistema de som Bang & Olufsen, equipado com 16 falantes.

Porém, ocupando o Top desta linha, estreia a versão intitulada Audi A7 Prestige, cujo valor no mercado está em 76.300 dólares; equipado com faróis de tipo laser; vem com os bancos munido do sistema de aquecimento; com sistema de ar-condicionado em quatro zonas e mais um sistema de som aparelhado de 19 falantes. Trata-se, neste último caso, de uma versão que pode ser equipada de um novo painel munido de instrumentos digitais em 12,3 polegadas e com os bancos dianteiros operantes em 18 tipos de regulagens.

Apesar dos preços no mercado, os veículos desta série são de alta categoria.

Para finalizar, todas estas novas versões da linda Audi A7 Sportback de 2019 estão aparelhadas com o motor tipo 3.0 TFSI V6, com desempenho de até 340 cavalos força, e mais 50,9 KGFMde torque, equipado do chamado câmbio S-tronic em sete marchas. A capacidade de aceleração, na escala de 0-100 km/h, de acordo com os testes realizados, se dá em 5,2 segundos.

Vale a pena conferir esta novidade que pode atrair muitos consumidores brasileiros com poder aquisitivo para tal.

Por Paulo Henrique dos Santos

Audi A7 Sportback 2019

Audi A7 Sportback 2019


Lamborghini Urus – Lançamento, Especificações


Lamborghini lança o Urus, um super SUV com ótimas características.

Quando você pensa em carro de luxo quais são as duas marcas que vêm à sua cabeça? Provavelmente a primeira é a super famosa Ferrari, montadora italiana de carros superesportivos de luxo nascida em 1939 (79 anos atrás), mas que só entrou no mercado pra valer em 1947 (71 anos atrás). Mas e a outra marca? Qual vem à cabeça?

Com certeza a resposta é “Lamborghini”! A Lamborghini é uma montadora que também é italiana. Mas é mais nova, nascida em 1963 (55 anos atrás).

A partir do ano modelo de 2018, a linha de automóveis da Lamborghini passa a consistir em três linhas de modelos, duas das quais são carros esportivos de dois lugares com motor central e a terceira é um SUV com tração nas quatro rodas. Sim! Você leu corretamente! A Lamborghini entrou no mercado de SUVs. Mas o primeiro SUV da marca italiana de luxo não é um “simples SUV”. De acordo com a marca, ele é um “Super SUV”.

O novo modelo foi revelado em definitivo no dia 4 de dezembro de 2017 e foi inserido no mercado para o ano-modelo de 2018. O nome do modelo vem de “Urus”, que é considerado o animal antepassado dos gados atuais. Esses animais são conhecidos em inglês como “aurochs”. O símbolo da Lamborghini é um touro, e vários modelos dos carros têm nomes de touros.

Mas vamos ao que interessa: ao SUPER SUV!

O Lamborghini Urus é alimentado por um motor 4.0 L, V8, bi turbo e potência de 640 cavalos de potência (477 quilowatts) e um torque de 25,37 kg/kgfm. Sua velocidade máxima é de 305 km/h, o que faz desse carro o SUV em produção mais rápido do mundo.

Para alcançar os 100 km/h esse carro leva apenas 3,6 segundos, o que o faz um dos SUVs com melhor aceleração no mundo.

Visual Externo

Uma característica interessante do Urus é a luz indicadora de direção frontal e a luz de freio traseira, terem formato de “Y”, tudo isso com tecnologia LED. Abrindo a porta e olhando para a capa da saída de som do carro você vê uma proteção em formato de “Y”, e assim são todas as saídas de som do carro. A grade frontal passa a ideia de agressividade, parecendo uma ave furiosa voando diretamente em direção a um ponto.

Os pneus Pirelli P Zero Corsa foram desenvolvidos especialmente para o modelo, tendo a imagem do “L” da Lamborghini nos pneus.

Um detalhe que chama a atenção nesse SUV é que não há limpadores de para-brisa no vidro traseiro, como é normal encontrarmos em SUVs. No caso do Super SUV da Lamborghini o item não é necessário, já que o carro é projetado para que não haja acúmulo de água na área do vidro traseiro.

Uma curiosidade que também notamos nesse carro que é bem diferente do comum são as luzes de ré. As luzes são dois pequenos pontos brancos muito brilhantes, com tamanho parecido com o de uma moeda.

Porta-malas

Na parte interna do porta-malas há alguns botões. Esses botões servem para subir ou descer o carro para quando houver cargas mais pesadas no porta-malas. E ainda há botões para abrir o engate de reboque traseiro. Pressionando esse botão o engate vai sair de baixo do Urus, apertando o botão novamente o engate volta para baixo do para-choques.

Motor

O motor 4.0 bi turbo é o mesmo motor que você encontra num Porsche Cayenne Turbo e em vários outros modelos do grupo Volkswagen.

Interior

No interior do veículo podemos encontrar várias coisas interessantes. Vamos começar pelo botar “Start/stop”, que é o botão que substitui a chave em muitos modelos de carros hoje em dia. Você liga o carro com um toque nesse botão. No caso do Urus, o botão fica escondido embaixo de um protetor vermelho, que dá um toque especial à região do painel de instrumentos.

A “alavanca de câmbio” não é exatamente uma alavanca. Mas um conjunto de botões que ficam localizados estrategicamente no painel de instrumentos.

As “borboletas” de mudança de marcha com as mãos têm um visual agressivo e têm presença.

Há uma pequena alavanca à esquerda de tudo isso. Essa pequena alavanca que você puxa com o dedo é a alavanca seletora dos “modos de direção”. Há 6 diferentes “modos de direção“. Todos os nomes dos modos de direção estão em italiano. Então já vá estudando seu italiano antes de se aventurar pelas ruas testando os modos de direção do Urus!

Se eu fosse detalhar cada coisa que o Urus tem o texto sairia gigantesco, pois o carro tem um painel de instrumentos que se parece com um painel de instrumentos de uma nave espacial.

Veja mais informações com detalhes, fotos, e mais diretamente no site da Lamborghini americana (em inglês) clicando aqui (www.lamborghini.com/en-en/models/urus).

Por Bruno Rafael da Silva

Lamborghini Urus

Lamborghini Urus


Volkswagen Virtus e Polo – Versões Especiais para PcD


Virtus e Polo, da Volkswagen, são desenvolvidos em versões especiais para pessoas com deficiência (PcD).

Diversas montadoras ao redor do mundo estão se organizando para que consigam atender aos mais variados públicos de consumidores dos seus modelos, inclusive o público portador de necessidades especiais, conhecidos pela sigla PCD. Este público em específico possui o direito, o qual é dado pelo Governo Federal, para que possam adquirir veículos zero km isentos de impostos, tanto do tributo federal IPI, como do ICMS, que é estadual, com versões específicas dos modelos disponíveis pelas marcas. Sendo assim, agora chegou a vez do Virtus e do Polo receberem configurações destinadas a tal público. Para ambos os modelos, o valor que são encontrados nas concessionárias é de R$ 69.990.

Os dois veículos têm como base o catálogo melhor equipado da configuração MSI da VW. Entretanto o motor de cada um não é igual. O modelo que possui carroceria hatch conta com um propulsor turbo de 1.0 litros, que possui a capacidade de gerar uma potência de 128 cavalos, por outro lado a carroceria sedã já vem dotado com um motor de 1600 cc, aspirado e que consegue produzir uma potência de até 120 cavalos. Em ambos os casos a transmissão é automática e com seis velocidades.

Pacote de itens novos nas versões do Virtus e do Polo

De série, a lista de itens desta respectiva dupla é bem robusta. Ambos contam com ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos em suas quatro portas, computador de bordo e travas elétricas, o que é tratado pela marca como praticamente elementos básicos e indispensáveis. Entretanto ainda existem mais coisas nessa lista. Ainda se pode citar os para-sóis iluminados tanto para o motorista quanto para o passageiro, chave do tipo canivete e com controle remoto, retrovisores elétricos, regulagem para a altura do banco do condutor e suporte para celular em seu painel equipado com uma porta USB.

A central multimídia dos modelos possui um display que é sensível ao toque com tamanho de 6,5 polegadas, além de uma aplicação que realiza a conexão com smartphones, sejam eles Android ou Apple. Também existem controles de tração e de estabilidade, além de um assistente para partidas quando os veículos estiverem em rampas.

As rodas dos modelos são as responsáveis por dar um toque bem despojado aos carros. Mesmo que elas não tenham nada em liga leve, elas são confeccionadas em aço mesmo. Entretanto diversas outras montadoras economizam neste elemento quando se trata de veículos em versões PCD. Ainda existe um outro detalhe, o consumidor que se enquadra como PCD e deseja adquirir um dos modelos só poderá escolher entre as cores branca, vermelha e preta, sendo todas elas sólidas.

De acordo com informações da montadora alemã, as vendas de ambos os modelos irão iniciar no mês de fevereiro do ano que vem.

É recente o flerte da montadora com o público PCD

A montadora germânica Volkswagen está entre as últimas empresas de grande volume que acabou acordando e se ligou para o segmento de carros PCD. A marca, até o ano de 2018, quase não possuía produtos adequados, que tinham transmissão automática e que estivessem na faixa abaixo do valor que é considerado o teto legal, dos R$ 70 mil, exigência necessária para que se tenha a isenção do tributo estadual do ICMS. Caso o veículo esteja acima do valor mencionado, o cliente poderá apenas requerer desconto do tributo federal, IPI.

Hoje em dia, a empresa conta outras versões que também se encontram aptas a serem comercializadas com o desconto de ambos os tributos, são elas o Virtus, o Polo, o Fox e os já antigos de mercado Voyage e Gol, todos equipados com transmissão automática.

Por Filipe Silva

Volks Polo PcD

Volks Virtus PcD


Grupo FCA irá lançar veículos elétricos e híbridos plug-in


De 2019 a 2021, a FCA irá lançar 13 novos veículos elétricos e híbridos plug-in.

O grupo FCA – Fiat Chrysler Automobiles – irá voltar a ter diversas novidades após um tempo bem complicado passado pela empresa, que foi a morte Sergio Marchionne, o CEO da companhia. Foi realizado um encontro com sindicatos da Itália, onde Mike Manley, o novo CEO da empresa apresentou os planos para o futuro e por fim revelou que pretendem realizar um investimento de US$ 5,6 bilhões nos três anos próximos (de 2019 até 2021) para que consigam lançar 13 novidades.

O conglomerado ítalo-americano apresentou o plano global de eletrificação que pretendem trabalhar nos próximos três anos. A ideia do grupo é lançar veículos elétricos e híbridos plug-in neste triênio. Os investimentos apresentados pela marca irão ser utilizados para trabalhar sobre novos modelos e também sobre novos propulsores. Além disso, destes fatos, a companhia informou que desejar elevar sua produção em território italiano para que assim consiga melhorar suas próprias margens de lucro.

Desta forma, o plano é que se concentre a produção de modelos da Jeep, Maserati e Alfa Romeo na Itália, visto que lá seus custos para produzir são superiores e somente produtos que possuem um maior valor agregado iriam conseguir oferecer melhores margens de lucro. Sendo assim, modelos como o Panda e o Fiat 500 devem se manter na Polônia, que possui menores custos e mão de obra mais barata.

A FCA, ainda assim, pretende produzir o novo Fiat 500 com motorização elétrica na cidade de Turim, bem como o Panda, um híbrido leve, isso devido aos elevados custos. O modelo Fiat 500X irá receber uma nova versão, a híbrida plug-in e ainda continuará sendo fabricado na comuna de Melfi, de forma conjunta com o modelo Jeep Renegade, o qual também contará com uma variante equivalente.

Entretanto, a apresentação deste plano estratégico envolve também o desenvolvido de um novo lançamento, o qual está deixando a imprensa bem atenta. O produto é um novo SUV compacto para a marca Alfa Romeo, porém ao contrário de fazer uso da plataforma Giorgio mais curta, contará como base a do Jeep Renegade ou do Compass, muito provável que seja deste segundo.

A referida plataforma irá ser utilizada pela Alfa Romeo já tendo uma alternativa como híbrido plug-in. A sua fabricação será realizada na comuna de Pomigliano, porém no atual momento ainda não se tem um nome para produto. Enquanto o modelo Jeep Compass, que hoje é o campeão de vendas no segmento de SUVs no mercado brasileiro, será desenvolvido agora na Itália, porém em Melfi, além do Fiat 500X e do Renegade.

Quando se trata da marca Maserati, existirá também uma variante equivalente ao luxuoso da marca Alfa Romeo Stelvio, o qual é desenvolvido igualmente na planta de Cassino, local onde são produzidos veículos tendo Giorgio como base. Por outro lado, o esportivo, já aguardado, Alfieri, o qual contará com opções conversível e cupê, deverá ser desenvolvido na comuna de Modena, o qual sairá de fábrica eletrificado, já partindo da sua primeira versão.

Os modelos Maserati Quattroporte, Levante e Ghibli irão receber variantes com motores híbridos plug-in. A montadora tem a pretensão de realizar uma expansão em sua produção de veículos elétricos em um segundo momento depois deste período, o que irá envolver de maneira direta as plantas que já existem, sendo elas a da Sérvia, Turquia e Polônia. Quando se trata de mercados automobilísticos emergentes, como é o caso da Índia, da Américas e também da China, nenhum comentário sobre o assunto foi feito por parte Fiat Chrysler Automobiles, entretanto fica-se na espera, para que possa aparecer por aqui o mais rápido possível.

Por Filipe Silva

Lançamentos da FCA


Carros de Luxo da Exeed no Brasil – 2019


A CAOA irá comercializar no Brasil carros de luxo da Exeed. O primeiro a chegar aqui será o TX.

Os objetivos do Grupo Caoa estão bem além somente dos veículos Chery. O proprietário da CAOA, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, já confirmou que irá comercializar os veículos da Exeed, uma divisão de luxo da marca chinesa, Chery. O primeiro carro deverá ser o modelo TX, um utilitário compacto de porte médio com motor híbrido e que terá seu lançamento realizado ainda este ano, na China.

Mauro Correia, presidente do grupo em questão, disse que irão lançar uma outra marca que se localiza abaixo do chapéu da marca chinesa Chery, referindo-se a Exeed. Informou que será um nome de muito alto luxo, com qualidade altíssima, tendo força para disputar espaço com BMW e Mercedes, por exemplo. O executivo também se faz entender que este lançamento iria acontecer no próximo ano. Disse também que a empresa já tinha antecipado o interesse na marca Exeed aqui no Brasil, depois de uma peça publicitária realizada com o veículo. Mauro citou também que os novos produtos comercializados pela empresa chinesa motivaram a compra da operação no Brasil.

Até agora, a divisão Exeed não iniciou suas operações de fato. Apenas fez a apresentação do conceito conhecido como TX no Salão do automóvel da cidade de Frankfurt, na Alemanha no ano de 2017 e o modelo LX, considerado um protótipo de um modelo SUV/cupê que se situa uma categoria abaixo do citado TX. É previsto que o Exeed TX estreie na China somente em 2019. O carro já se apresentou em uma versão de produção, assim como alguns sites já mostraram imagens. O carro foi desenvolvido dando foco para o mercado europeu, entretanto a estreia do mesmo lá pelo Velho Continente não deverá ocorrer antes do ano de 2020. Para o Grupo Caoa iniciar as vendas do modelo aqui no mercado brasileiro em 2019, a apresentação deverá acontecer até o segundo semestre.

O conceito TX é um utilitário esportivo com porte de médio para grande, onde possui 4,69 m de comprimento, de largura conta com 1,88 metros, sua altura é de 1,70 m e a distância entre-eixos atinge os 2,71 metros e é produzido sobre uma plataforma nova conhecida como M3X. Irá ser comercializado na China com uma motorização turbo de 1600 cc, com capacidade de produzir 197 cavalos de potência, já no mercado europeu haverá a versão híbrida, que é equipada também com um turbo, mas de 1500 cc e mais um motor elétrico, que combinados conseguem gerar uma potência de 218 cavalos. As duas motorizações fazem uso de um câmbio automatizado com dupla embreagem e sete velocidades, tendo tração em todas as rodas.

Ainda existem muitas coisas a serem decididas quando se trata do Exeed TX aqui no mercado brasileiro. Uma das dúvidas principais é a motorização que vão utilizar. O turbo de 1.6 litros para estar mais barato ou então a opção híbrida para se alinhar mais ao mercado europeu e fazer uso disso como um argumento de comercialização para um modelo SUV? O valor é um dos fatores mais importantes, visto que a empresa terá mais 4 crossovers disponíveis no mercado, sendo o Tiggo 2, o Tiggo 5x, o Tiggo 7 e, por fim, o Tiggo 8. Levando em consideração que o modelo Tiggo 5x, contará com valores flutuando de R$ 70 mil a R$ 90 mil, o modelo Tiggo 7 deverá variar de R$ 100 a R$ 120 mil, e o SUV Tiggo 8 terá um preço um pouco mais elevado que esses. Caso o TX seja posicionado numa categoria acima desses outros citados, seu preço pode atingir com tranquilidade a cifra de R$ 200 mil.

Por Filipe Silva

Exeed TX

Exeed TX


Kia Soul 2020 – Novidades, Características


Além da nova versão X-Line, o modelo contará com mudanças tecnológicas e um espaçamento maior do bagageiro. Contudo, foi possível perceber algumas mudanças que estão no teaser de divulgação.

A Kia ou KIA MOTORS CORPORATION iniciou os trabalhos na Coreia do Sul em 1944. Dentro de seus itens fabricados estão as bicicletas como seu primeiro produto, depois veículos e aparatos militares. A partir daí o sucesso tornou-se inevitável. Já no fim da década de 1990, reestruturou sua logomarca modificando cores, símbolos e trazendo um aspecto moderno e inovador dentro do ramo automobilístico. Dessa forma, agora KIA-HYUNDAI lança em 2001 o “win, win, drive” como objetivo do programa “Top five in 2010”. O sucesso dessa repaginação e o empenho dos profissionais, em 2008 o objetivo foi alcançado. Em 2009 foi apresentado no Brasil juntamente com o modelo sedan Cerato, o design Soul ambos assinado pelo renomado Peter Schreyer e já em 2010 foi projetado especialmente para o mercado brasileiro o Kia Soul bicombustível através da tecnologia flexfuel. Conhecidíssimo mundialmente como carro design estreando como novidade urbana dentre os automobilísticos. É um crossover, a posição para direção é mais elevada garantindo boa visibilidade e segurança. Traz uma garantia de 100.000 km rodados ou ainda cinco anos. Com todas essas inovações, no dia 28 de novembro de 2018, será lançado na cidade estadunidense de Los Angeles o Novo Kia Soul 2020 e promete aflorar os ânimos de consumidores mais sofisticados e antenados no que se refere ao incrível mundo automobilístico.

Confira abaixo o que já foi revelado sobre o que pode ser o novo queridinho do momento.

O que se sabe sobre o Novo Kia Soul 2020 ainda é pouco conhecido uma vez que se pretende fazer uma grande apresentação no Salão Internacional de Automóveis. Segundo a Kia, além da nova versão o modelo contará com mudanças tecnológicas e um espaçamento maior do bagageiro. Contudo, foi possível perceber algumas mudanças que estão no teaser de divulgação.

O modelo vem numa nova configuração, a X-Line e o design vem no formato aventureiro. Dessa forma, Kia Soul 2020 foge a linha básica ganhando refinamento como, por exemplo, faróis estreitos e separados e formato em “L”, mas ainda sim mantendo sua forma quadrada. É possível perceber também que o novo modelo virá com uma assistência de direção e segurança bem mais moderno, além de opções de entretenimento. Na parte multimídia, vê-se uma interface nova e maior com grande conectividade.

Dentro da geração atual aqui no Brasil, os modelos vêm com câmera ré, sensor de aproximação e direção elétrica. Contudo, ainda sem data prevista para o lançamento do novo modelo no país e se este apresentará com as mesmas especificações mostradas no teaser.

No exterior, haverá duas opções de motor: gasolina 2.0 e turbo 1.6 em sete velocidades e embreagem em duas transmissões. Com o compromisso de atender as expectativas de seus clientes, nos Estados Unidos, a empresa oferecerá a opção tração integral. Em um compilado de novidades esperadas estão: motores 2.0 em 150cv ou 176 cv, além de uma proposta 100% elétrica em um motor de 200 cv e aproximadamente 500 km de autonomia ainda a ser lançada num futuro próximo. A versão atual nacional comporta motor de 16 válvulas, flex 1.6 e potência de 128 cavalos no álcool contra 122 na gasolina. Transmissão em 6 velocidades sendo oferecido no crossover a R$ 89.990. Os valores do novo modelo ainda não foram divulgados o que possivelmente ocorrerá em seu lançamento.

Ficha técnica do atual modelo:

Modelo: Crossover

Motor: 1.6

Versão: U 216

Câmbio: Automático

Cores: Azul, branco, branco com vermelho, preto, preto com vermelho ou vermelho com preto

Pintura: Metálica ou Sólida

Portas: 4

Valor: R$ 89.990

Design: Rack de teto, conjunto de faróis neblina, roda liga leve, espelhos retrovisores controlados eletricamente, Controle de rádio MP3 no volante, travamento e/ou abertura de portas a distância.

Se você já gostava do Kia Soul, possivelmente vai se surpreender com as novidades do Modelo 2020.

Por Mateus Aparecido de Faria

Kia Soul 2020


Chery Tiggo 4 2019 – Características, Lançamento


O Tiggo 4 é o SUV compacto da marca chinesa e já foi lançado no Chile, porém, não tem data marcada para desembarcar no Brasil.

A Chery juntamente com a representante brasileira, a CAOA, vai lançar dois SUVs no mercado nacional. O Tiggo 4 e Tiggo 7 ainda não tem data marcada para chegar as concessionárias, mas já estão sendo produzidos na fábrica de Anápolis e em breve estarão nas ruas país.

Tiggo 4

Esse é o nome do Chery Tiggo 5x na América Latina. O Tiggo 4 é o SUV compacto da marca chinesa e já foi lançado no Chile, onde será comercializado pela importadora SK Bergè. O modelo também já foi apresentado na Argentina, mas em ambas os países ele é importado diretamente da China.

No país de origem, 10 mil unidades são vendidas mensalmente, um número considerável mesmo para o país. Para o mercado nacional, as expectativas não são tão grandes para o modelo, contudo a parceria com a CAOA promete bons resultados. Na fábrica de Anápolis já são produzidos os os veículos Hyundai ix35 e New Tucson.

O Tiggo 4 é produzido sobre a plataforma TX1, cujos módulos foram desenvolvidos juntamente com a Jaguar Land Rover, sócia da Chery na produção de modelos de luxo na China. Muitos dos componentes utilizados pela Jaguar também estão empregados no Tiggo 4 e Tiggo 7, e devem chegar ao Brasil, onde receberá ajustes para melhorar o desempenho do SUV.

Com motor 1.5 turbo de 146 cv e 21,5 kgfm de torque, o Tiggo 4 dispõe de um câmbio automatizado de dupla embreagem e seis marchas. Possivelmente a versão com motor 2.0 e 122 cvs não será comercializada no mercado nacional. As medidas são 4,33 m de comprimento, 1,83 m de largura, 2,63 m entre-eixos e 1,64 m de altura.

O exterior apresenta uma evolução antes aos modelos um pouco mais antigos da Chery. Com detalhes mais ricos, o modelo traz uma série de itens cromados. Além deles, destaque-se também os faróis grandes, apêndices laterais no para-choque expressivas e nova grade em relação à versão chinesa. Na traseira, a nova lanterna apresentam elementos centrais com quatro retângulos.

Na parte interior, o painel é até semelhante ao do Tiggo 7, mas há algumas pequenas diferenças, apesar do mesmo quadro de instrumentos. O Tiggo 4 vem equipado com central multimidia com tela touch de 9 polegadas, ar-condicionado automático, botão de partida, direção elétrica, teto panorâmico, airbags frontais e laterais.

Outros itens de série são os controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, freio de estacionamento eletrônico, modos Eco e Sport, brake hold, rodas de liga leve aro 18 polegadas, pneus 215/55 R18 e etc.

O valor do Tiggo 4 deve girar em torno dos R$ 70 mil. Ele terá como concorrentes o Ford Ecosport 1.5, o Hyundai HR-V e o Nissan Kicks. Uma tarefa difícil, mas não impossível, principalmente com a melhor receptividade do público brasileiro.

Novidades da CAOA

A CAOA já tinha prometido 3 novidades para o mercado brasileiro. Além dos Tiggo 4 e 7, a empresa vai produzir o sedan Arrizo 5 na unidade de Anápolis. Na unidade de Jacareí (SP) serão fabricados os modelos menores da Chery, o QQ e Tiggo 2.

Há previsão de que as concessionárias com a marca CAOA Chery passem de 25 unidades em 2017 para 60 até o final de 2018. A intenção é fortalecer o posicionamento frente ao mercado nacional, em especial pela boa reputação da empresa brasileira. Seu principal desafio será contornar a desconfiança dos consumidores em relação aos modelos chineses e a forte depreciação dos preços.

Ficha técnica

· Motor 1.5 turbo de 146 cv;

· Torque de 21,5 kgfm;

· Câmbio automatizado;

· Dupla embreagem de seis marchas;

· 4,33 m x, 1,83 m (comprimento e largura), 2,63 m de entre-eixos e 1,64 m de altura;

· ar-condicionado automático;

· direção elétrica;

· teto panorâmico;

· airbags frontais e laterais;

· freio de estacionamento eletrônico;

· rodas de liga leve aro 18 polegadas;

· pneus 215/55 R18.

Por Robson Quirino de Moraes

Chery Tiggo 4 2019

Chery Tiggo 4 2019


Chery Tiggo 7 2019 – Características, Especificações


Com um visual mais moderno e marcante em relação aos seus antecessores, o Tiggo 7 é um SUV médio, mas espaçoso, principalmente pelo porta-malas, cuja capacidade é de 414 litros.

O ano de 2019 será agitado para a Chery e sua parceira brasileira, a CAOA. Entre modelos que entram no portfólio nacional está o Chery Tiggo 7, que marca novos paradigmas no que diz respeito a design.

Com um visual mais moderno e marcante em relação aos seus antecessores, o Tiggo 7 é um SUV médio, mas espaçoso, principalmente pelo porta-malas, cuja capacidade é de 414 litros, 1.100 litros adicionais com o encosto do banco traseiro rebatido. Apresenta 4.505 mm de comprimento, 1.837 mm de largura, distância entre-eixos de 2.670 mm e altura de 1.670 m. O peso é de 1.500 quilos.

O SUV é equipado com motor 1.5 turbo flex de gasolina e etanol. Com comando variável, ele entrega entre 147 a 150 cavalos de potência e 21,4 kgmf de torque com qualquer um dos combustíveis. O câmbio automático de dupla embreagem possui 6 marchas. Todo o conjunto permite que o carro chegue a velocidade máxima de 180 km/h

O desempenho é ligeiramente melhor quando abastecido com gasolina. O Tiggo 7 faz no meio urbano 6,5 km por litro com etanol e 9,5 km por litro com gasolina; na estrada chega a fazer 8,5 km por litro de etanol e 12 km por litro de gasolina.

O interior tem um acabamento melhor em relação aos antecessores, com destaque para a qualidade dos materiais. Entre os itens de série estão o ar-condicionado automático dual zone, bancos dianteiros com aquecimento, painel inteligente, alerta de fadiga, airbags frontais e de cortina sistema de monitoramento de ponto-cego, direção elétrica e teto solar panorâmico.

O modelo também conta com computador de bordo, conexões bluetooth e UBS, espelhamento com a tela do celular, indicador de temperatura externa e volante multifuncional.

Na parte externa é importante citar os retrovisores externos com rebatimento elétrico, rodas de liga leve aro 18", sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis com refletores duplos de LED e regulagem de altura, sensor de chuva, limpador e lavador do vidro traseiro, câmeras para visão 360 graus.

Melhoramentos para mercado brasileiro

A versão brasileira conta com algumas atualizações em relação ao modelo chinês. A principal delas é a nova programação eletrônica, com intuito de melhorar as respostas do motor e velocidade. Assim reduz o tempo de resposta na aceleração. Sem borboletas na pate traseira do volante, a redução deverá ser feita exclusivamente na alavanca de câmbio.

A dianteira conta com uma nova grade, maior e que segue os demais SUVs da marca que já estão na linha de produção na fábrica de Anápolis (GO). Tiggo 4 Tiggo 7, o sedan Arrizo 5 serão produzidos no país juntamente com os Hyundai ix35 e New Tucson. Na unidade de Jacareí (SP) se concentram os modelos menores QQ e Tiggo 2.

60% da estrutura do Chery Tiggo 7 é produzida em aço de alta resistência. O modelo vem equipado com suspensão do tipo multilink na traseira e freios a disco nas quatro rodas. De acordo com a fabricante, o sistema de freios permite reduzir a velocidade a zero de 100 km/h em 39,7 metros.

Na China, o SUV recebeu 5 estrelas da C-NCAP, a agência responsável por avaliar os níveis de segurança dos veículos produzidos no país. Lá ele foi bem recebido pelo público e aqui no país terá uma tarefa dura, que é competir com o Jeep Compass, o Honda HR-V, e o Hyundai ix35, mas o preço de R$ 95 mil pode ser um diferencial.

Ficha técnica

· Motor 1.5 turbo flex;

· 147 a 150 cvs;

· 21,4 kgmf de torque;

· velocidade máxima de 180 km/h;

· porta-malas de 414 litros;

· medidas: 4.505 mm x 1.837 mm;

· distância entre-eixos de 2.670 mm;

· altura de 1.670 m;

· 0 a 100 km/h em 11 segundos;

· capacidade do tanque de combustível: 18 litros;

· Conexão USB e Bluetooth;

· Termômetro da água do motor;

· computador de bordo;

· espelhamento da tela do celular;

· 1.500 quilos.

Por Robson Quirino de Moraes

Chery Tiggo 7 2019

Chery Tiggo 7 2019


Chery Arrizo 5 2019 – Especificações, Lançamento


O Chery Arrizo 5 será comercializado em duas diferentes versões, sendo a RX e a RXT, ambas equipadas com um motor turbo flex de 1.5 litros, sem injeção direta, acoplado a um câmbio automático do tipo CVT que tem capacidade de simular 7 marchas.

A concessionaria Caoa Chery já tinha antecipado no mês passado os diversos detalhes do novo Arrizo 5, o sedan intermediário da marca, que irá iniciar suas vendas aqui no mercado brasileiro agora no final do ano. A planta da cidade de Jacareí (SP) será a responsável pela sua produção, a qual já foi dado o início.

Aqui no Brasil, o Chery Arrizo 5 irá ser comercializado em duas diferentes versões, sendo a RX e a RXT, ambas equipadas com um motor turbo flex de 1.5 litros, sem injeção direta, acoplado a um câmbio automático do tipo CVT que tem capacidade de simular sete marchas.

Este propulsor tem como base o 1.5 de 16 válvulas que gera 115 e 110 cavalos (dependendo do combustível) o qual também está presente no SUV Tiggo 2. Chega aos 147 cavalos de potência com turbo, ao fazer uso de gasolina, já com etanol possui 150 cv. Seu torque é de 19,37 mkgf ao atingir 5.500 giros, com ambos os combustíveis.

O novo Arrizo 5 terá como foco os sedãs intermediários e compactos, como por exemplo o Chevrolet Cobalt, Fiat Cronos, o Volkswagen Virtus e Honda City.

Seu comprimento atinge 4,57 m, possui 2,67 m de distância entre-eixos, largura de 1,83 m e altura de 1,48 metros. Seu porta-malas possui 430 litros de capacidade

A partir da versão RX, que é a de entrada, já conta de série com série roda em liga leve de 16 polegadas, luzes diurnas, controles de tração e estabilidade, Isofix e freios a disco em todas as suas rodas.

O modelo ainda vem equipado com câmera de ré, ar-condicionado digital, volante com multifunções (somente com ajuste para altura), controlador de velocidade, direção elétrica, sensor de estacionamento na parte traseira, assistente para partida em rampa e partida por botão.

Sua central multimídia possui um display com 7 polegadas e conta com espelhamento para dispositivos iOS e Android.

Já a versão RXT tem como adicional rodas em liga leve de 17 polegadas, airbags laterais, bancos revestidos em couro e teto solar elétrico. O modelo tem uma peculiaridade, pois não possui faróis de neblina, o local é ocupado por suas luzes diurnas em Led.

Ainda que a marca não tenha definido os valores, a Chery acredita que o sedan sairá pelo valor de R$ 69.000 a R$ 79.000.

O VW Virtus com propulsor turbo 1.0 que gera 128 cavalos é vendido pela cifra que varia de R$ 74.680 a R$ 79.990. Enquanto o automático 1.6 com 117 cavalos, inicia em R$ 66.525.

A empresa tem a esperança de comercializar de 300 a 400 unidades do modelo mensalmente ao decorrer do próximo ano.

O novo Chery Arrizo 5

Incialmente a CAOA Chery não sabe o motivo de ter batizado o veículo de Arrizo, que segundo a marca, apesar de ter duas letras “r” a pronuncia é de apenas um, sendo “Arizo”.

O carro que foi exposto na própria fábrica tinha a exigente de colocar mais força para que pudesse realizar o fechamento de sua porta do lado do motorista, além de contar com desalinhamentos de peças, como por exemplo, o seu friso cromado na parte lateral e também a porta de seu porta-malas.

Embora o seu porta-malas conte com seus bons 430 litros, ele é curto. Seu banco de trás é inteiriço, ainda que não haja nenhuma travessa que o atrapalhasse de ser bi-partido.

Conforme informações da própria Caoa Chery, tal característica fez com que os consumidores reclamassem podendo haver a possibilidade de deixá-lo bi-partido mais para frente.

Sua coluna de direção não conta com o ajuste telescópico e a espuma é outra coisa que o motorista irá reparar, que pelo fato de ser tão macio, parece ser instável.

Um detalhe é que a tampa de seu porta-luvas possui queda amortecida, recurso encontrado em veículos de maior valor.

Por Filipe Silva

Chery Arrizo 5 2019

Chery Arrizo 5 2019


BMW Z4 2019 – Lançamento no Brasil, Características


O BMW Z4 possui diversos itens de série modernos e que ajudam a compor a excelência dessa máquina que em breve estará nas ruas do Brasil.

A nova BMW Z4 vem com muitas informações impressionantes. Esse carro foi criado para atrair e agradar um público alvo mais exigente e que gosta de carros modernos e com extrema qualidade. A primeira coisa que quero ressaltar sobre esse carro, é que seu design luxuoso é muito perfeito, e capaz de conquistar qualquer pessoa. Uma informação sobre a o design desse carro é que ele traz uma cor alaranjada muito moderna e chamativa e seu tamanho que é maior que muitos imaginavam.

Agora vamos falar sobre as outras informações desse carro.

BMW Z4 tem muitos itens de série

Muitos consumidores de carros buscam por modelos que tenham potência e itens de série. No caso da BMW Z4, os itens são modernos e ajudam a compor a excelência dessa máquina. Veja alguns dos itens que vão ser encontrados dentro da BMW Z4:

– Tração traseira;

– Central multimídia;

– Ar-condicionado;

– Painel digital;

– Volante esportivo;

– Transmissão automática de 8 marchas e manual das 6 marchas;

– Rodas diamantadas aro 20.

Com esses itens fica impossível acreditar na modernidade dessa máquina.

Boa motorização

A BMW Z4 tem motor potente de 2.0 que faz uma alta aceleração. Os consumidores que gostam de um carro que corra na pista podem optar por esse novo lançamento da marca. A potência máxima desse carro é de 184 cv, seu torque é de 27,5 kgfm e a aceleração é de o a 100 km/h em 7,2 segundos. É uma máquina para ninguém colocar defeito.

Porta-malas com muito espaço

Outra informação importante desse carro, é o tamanho do porta-malas. Ele possui 180 litros e serve para guardar diversos itens do usuário. Esse carro tem medidas acima da média e o porta malas apenas segue esse padrão. Mesmo sendo um carro potente, ele pode ser indicado para pessoas que tenham uma família grande.

BMW Z4 tem grandes medidas

Esse carro não tem apenas beleza, bom motor e modernidade. Outro detalhe que chama muita atenção nesse carro é seu tamanho. Apesar de ter um designe bem luxuoso, ele também é robusto, e por ser grande, ele não vai passar despercebido nunca. Por isso, ele é indicado para aquelas pessoas que gostam realmente de carro grande e tenham experiência em dirigir esse tipo de máquina. Agora vamos às medidas do BMW Z4: largura 1.790 mm, comprimento 1.291 mm, altura4.29 mm e distância entre eixos 2.496.

Carro muito confortável

A BMW Z4 tem muito conforto em sua parte interna. Além disso, esse carro tem espaço de sobra para deixar todos os ocupantes do carro bem acomodados. Seus bancos são modernos e resistentes. E a central de multimídia ajuda a manter os ocupantes do carro mais conectados.

Falando da parte externa desse carro

A nova BMW Z4 vai manter suas grades na parte da frente, porém, agora existem pontos cromados nos lugares dos filetes. Nesse modelo terão também grandes saídas de ar, que dão um toque mais agressivo a esse carro. Na parte traseira serão encontradas lanternas com tecnologia de LED, que são finas e acabam atravessando uma boa parte da carroceria. Já na tampa traseira existe uma curvatura que funciona como aerofólio, o capô ficou mais longo dando um detalhe extra a parte extra desse carro.

Muitas informações secretas sobre a BMW Z4

Ainda existem muitas informações secretas sobre esse lançamento da BMW. Mas as informações que vazaram já são suficientes para animar milhares de consumidores que já gostam e conhecem essa marca. Muito se especula sobre o valor desse carro, mas ainda não existe uma informação concreta sobre isso. O que se pode garantir é que a BMW Z4 vem trazendo beleza, modernidade, bom motor, bons equipamentos e muito mais.

Agora é só esperar o lançamento dessa máquina!

Por Cristiane Amaral

BMW Z4 2019

BMW Z4 2019


Novo Chevrolet Monza – Lançamento na China


Novo Chevrolet Monza foi lançado para ser comercializado no mercado chinês.

O nome Monza é um dos mais emblemáticos já registrados na história da montadora da gravata dourada aqui no mercado automobilístico brasileiro. Uma prova desse sucesso pode ser comprovada no mercado chinês, onde o modelo está sendo ressuscitado pela marca. Entretanto, esse renascimento não é bem da maneira como muitos imaginavam, pois ainda tinham o antigo desenho em mente. O novo veículo que leva o nome do Monza agora tem uma carroceria sedan com um tamanho intermediário desenvolvido de forma exclusiva para ser vendido no mercado do país asiático e não tem nenhuma relação visual com o saudoso e já conhecido modelo, o qual conseguiu cativar, na época e até mesmo hoje em dia, uma multidão de admiradores do carro que foi sensação nas décadas de 1980 e 1990.

Um fato bem curioso é que a marca americana até agora não liberou material algum de maneira oficial com relação a esse novo lançamento, ainda que o modelo já tenha sido apresentado como uma das estrelas do Salão do Automóvel na cidade de Guangzhou, na China.

O Chevrolet Monza em sua versão 2019 é construído sobre D2XX, uma plataforma que também é compartilhada o atual Chevrolet Cruze. Lá na China, onde é um mercado que se comercializa muito mais veículos sedans do que no Brasil, o novo Monza estará posicionado entre o modelo Cavalier e o Chevrolet Cruze. Desta forma irá exercer um papel muito próximo do que é ocupado, aqui no Brasil, pelo Cobalt.

O veículo sedan, entretanto, possui um porte considerado grande, tendo um comprimento de 4,63 metros, uma largura de 1,79 metro, a altura é de 1,48 metro e sua distância entre-eixos atinge os 2,63 metros, sendo assim, ele fica somente 3 centímetros mais alongado, se comparado com o Cruze, que utiliza a mesma plataforma.

Como já era esperado pelos admirados do mundo automobilístico, o desenho do novo Monza tem em seu projeto a utilização de elementos que já são encontrados em outros veículos do grupo General Motors (GM), como por exemplo, o Prisma em sua terceira geração e o novo Malibu, sendo que o primeiro teve algumas imagens vazadas na internet, recentemente. A sua parte dianteira conta com um largo filete na posição horizontal, o qual acaba por realizar a divisão da grade frontal em duas partes separadas. Aliás, o design da peça traz a identidade visual nova adotada pela montadora americana, novidade essa que já pode ser encontrada em alguns modelos lançados como, por exemplo, o novo Camaro.

A carroceria do lançamento possui vincos no formato de arco, tendo uma vasta área envidraçada, trazendo um ar de sedan tradicional, não apelando para um desenho mais de cupê da mesma forma que ocorre com o Cruze. Sua traseira possui lanternas mais recortadas visualmente e seu para-choque tem vincos que integram com a porta traseira.

O novo Chevrolet Monza, que será fabricado apenas para o comércio específico da China, contará com duas diferentes motorizações, segundo informações da montadora, onde um será um propulsor de mil cilindradas com três cilindros, o qual será capaz de gerar uma potência de 125 cavalos. O outro ser um motor de 1.3 litros com competência para desenvolver 163 cavalos, os dois irão trabalhar com turbocompressor. Inclusive, a montadora também irá desenvolver outras versões diferentes das comuns como, por exemplo, o Monza RS, o qual terá um visual esportivo, versão essa que vem dotada de maiores entradas de ar, com faróis embaixo de uma máscara negra, a gravata da Chevrolet na cor preta, como também acontece em outros veículos esportivos da marca e, por fim, aerofólio localizado na traseira do veículo.

Por Filipe Silva

Chevrolet Monza

Chevrolet Monza


Lançamentos da JAC no Brasil em 2019


JAC vai lançar um modelo elétrico, SUV de 7 lugares e picape no Brasil em 2019.

A JAC é mais uma grande empresa do setor automobilístico que está presente no Brasil. De origem chinesa, o grupo atua em território nacional há alguns anos e quer se consolidar ainda mais entre os consumidores brasileiros. Devido a isso, a empresa anunciou três grandes lançamentos para o ano de 2019. De acordo com a montadora, no próximo ano, os brasileiros vão poder conhecer: o E40 um carro elétrico; uma picape média e também o SUV T80. Para saber um pouco mais sobre cada um desses carros confira o texto abaixo.

A respeito do anúncio dos três modelos da JAC

Na primeira quinzena do mês de novembro, a JAC anunciou que lançaria três novos modelos e esses automóveis seriam comercializados no Brasil a partir de 2019. A empresa pretende com esse lançamento voltar a crescer o número de suas vendas no mercado nacional. E por isso apostou em três automóveis com características diferentes para agradar um número maior de consumidores. Os veículos em questão são:

– O E40 que se trata de um veículo elétrico.

– Uma picape média, esse tipo de automóvel tem uma alta aceitação entre os brasileiros.

– O SUV T80. Um carro grande com capacidade para sete lugares e que acomoda a todos de forma muito satisfatória.

Abaixo serão disponibilizados neste texto informações mais centralizadas a respeito de cada um dos veículos.

Informações sobre o E40

Como mencionado anteriormente, o E40 é um carro elétrico. Esse tipo de tecnologia já é uma aposta em muitos países e está chegando ao Brasil. Uma informação precisa a respeito desse veículo é em relação ao seu preço. O E40 vai ter o valor de R$ 129.990,00. E as suas vendas devem ser iniciadas no meio de 2019. Mas, ainda não se tem ainda um mês definido.

Pelas fotos divulgadas, o E40 apresenta um design inovador. E isso pode ser constatado a partir do desenho da grade frontal desse veículo. A grade não possui linhas estruturadas com desenhos, ela conta na verdade com “buracos” de tamanhos diferentes. Além disso, ela não está projetada para frente como em outros carros. Ela está totalmente em simetria com o capô. Como o capô foi citado, no final desse objeto e pegando um pouco da grade frontal se tem um recorte no qual foi colocado o logo da JAC.

Na extremidade da grade começa o desenho que vai originar a lanterna que está localizada em parte no capô. E no para-choque ainda se tem mais um par de lanternas, que estão inseridos dentro do automóvel. Pois, é perceptível que as lanternas foram colocadas em uma estrutura para ajudar inclusive na proteção desse objeto. O E40 é um carro de quatro portas. Ainda não se tem informações sobre os acessórios e nem sobre o design interior do veículo. Por fim, sabe-se que a versão chinesa do E40 conta com 115 cavalos e com mais ou menos uma hora cerca de 80% da bateria já está carregada. E que ele pode chegar até a 130 km/h.

Dados sobre a picape média

A picape tem um ponto em comum com o automóvel elétrico, ambos ainda não têm um mês definido de lançamento, ela também deve ser vendida a partir do meio do ano que vem no Brasil. Não se tem informações sobre o preço da picape. O que se sabe até o momento é que esse modelo será mais semelhante às picapes já presentes no mercado automobilístico. Até porque, as picapes são carros mais imponentes. Com isso, os consumidores podem esperar por um automóvel grande, com quatro portas, uma boa carroceria, tração 4×4, motor potente e outros. Esse é o veículo com menos informações até o momento.

O SUV T80 da JAC

O SUV T80 se destaca pelo fato de ter sete lugares. O carro é muito moderno e isso pode ser notado pelo seu design. Nas imagens já divulgadas, ele conta com uma grade frontal grande e com linhas espaçadas metálicas, toda a borda da grade também é revestida por uma linha grossa. O começo da grade está unido às lanternas e também ao logo da JAC, formando uma linha horizontal grande. Que no meio é menor e vai se expandido para que as lanternas sejam colocadas.

Outro ponto que chama atenção são as lanternas colocadas no para-choque, elas são menores. O carro também de destaca pelo seu desenho em si. Na parte da frente, na lateral se tem um recorte que é projetado para frente. O veículo também é um modelo quatro portas e não sem dados sobre o design interno. Também não se tem informações sobre o motor. Especula-se que esse automóvel seja vendido a partir de R$ 130.000,00. Para outras informações acesse: https://jacmotorsbrasil.com.br.

Por Isabela Castro

JAC E40

Picape média da JAC

JAC T80


Fiat 500X 2019 – Características, Novidades


Linha 2019 do Fiat 500X conta com novos motores e pequenas alterações em seu design.

O novo Fiat 500X em sua linha 2019 está sendo apresentado com certas novidades, até porque o veículo se encontra no meio de um ciclo de sua geração, e como não é diferente de outros modelos e do próprio mercado automobilístico, o mesmo necessita constante lançando suas atualizações com o objetivo de se manter atualizado e atraente.

Como já era de se espera ele traz um novo visual que pode ser considerado sutilmente modificado, passando a contar com mais recursos tecnológicos e também novos motores com turbo, isso no modelo apresentado para o mercado europeu, pois os modelos a serem comercializados no mercado dos Estados Unidos ainda não foram apresentados.

Tratando do design geral do veículo, o novo par de faróis do modelo é o que mais atrai os usuários em uma primeira impressão, conta com DRL’s em LED, além de suas lanternas da parte de trás que também possuem tecnologia LED. Há como opção também, o modelo que conta com faróis em full-LED a disposição dos clientes, que de acordo com a própria a montadora italiana, iluminam ainda mais que os faróis convencionais de xênon, em cerca de 20%.

O novo modelo Fiat 500X modelo 2019 ganha também uma versão nova a qual foi batizada pela montadora como Urban, que com o próprio nome já diz é um veículo com um maior foco para atuar em trechos urbanos, ao tempo que as outras versões como City Cross e Cross foram desenvolvidas com visual atualizado.

Na parte interna do carro, pode-se encontrar um painel novo com um quadro de instrumentos que conta com gráficos renovados. O seu volante também é um elemento novo no carro, contando com acabamento de couro Techno e controles de áudio, que facilitam a vida do condutor para controlar o mesmo enquanto realiza a pilotagem.

A sua central de entretenimento e informação é conhecida como Uconnect HD Live, com um display no tamanho padrão atual, de 7 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay. Este display de 7 polegadas possui a tecnologia touchscreen, sendo então sensível ao toque, além de a central apresentar ainda conexão Bluetooth, portas USB e reconhecimento de voz.

Para os usuários que são fãs de um toque um pouco mais agressivo ficarão felizes com as novidades interessantes que deverão surgir nos motores do modelo: o Fiat 500X abandona os propulsores aspirados movidos a gasolina e os substitui pelos novos Firefly turbo com quatro e três cilindros, este que também são utilizados no novo Jeep Renegade lá no exterior.

O menor dos propulsores em questão é um turbo que possui 1000 cc com três cilindros e com capacidade de gerar uma potência de 120 cv. Este é conectado a uma caixa manual de transmissão que conta com seis velocidades.

Um pouco acima desta motorização vem um que também é turbo com 1300 cc, equipado com 4 cilindros e possui capacidade de gerar 150 cavalos de potência, a qual vem acompanhado de uma caixa de transmissão DCT com dupla embreagem e com 6 velocidades. Sempre tendo o eixo dianteiro como tração.

Há também um motor que gera simples 110 cv de potência, que é conhecido como 1.6 E-Torq.

Já quanto o assunto é motores movido a diesel, o lançamento da Fiat para 2019 possui algumas opções, sendo uma de 1300 cc que possui 95 cv, uma outra com 1600 cc e que tem potência de 120 cv e por fim uma terceira que conta com um motor de 2 litros (2 mil cc) e com potência de 150 cv, possuindo um torque de 35,6 kgfm.

O SUV da Fiat pode ser uma das atrações a serem apresentadas no Salão do Automóvel da capital paulista que ocorre no mês de novembro.

Por Filipe Silva

Fiat 500X 2019

Fiat 500X 2019

Fiat 500X 2019


Salão do Automóvel de São Paulo 2018 – Novidades Aguardadas


Confira quais são os automóveis aguardados no Salão do Automóvel de São Paulo neste ano.

Entre os dias 8 e 18 de novembro, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo (maior exposição automobilística da América Latina) irá abrir suas portas ao público e aos entusiastas do setor, o evento irá acontecer no pavilhão de exposição Salão Expo, pela segunda vez consecutiva.

A expectativa é de mais de 700 mil visitantes ao longo destes 10 dias, estarão presentes cerca de 30 montadoras expondo pouco mais de 500 modelos.

Como de costume, a expectativa é grande para verificar de perto tanto os lançamentos das montadoras para o mercado nos próximos anos como também uma ótima oportunidade do visitante averiguar em um único espaço os principais automóveis comercializados em território nacional, fora os carros-conceito e superesportivos que dão charme e requinte ao evento.

Pensando nisso, listamos abaixo as principais novidades esperadas (muitas inclusive confirmadas) separadas por marca:

Audi

Sedan Audi A8

Com 480 cavalos de potência oferecidas através do seu potente V8, a Audi irá oferecer o seu sedan de alto luxo apenas na versão L (de entre-eixos mais longo). Além de todos os luxos e requintes característicos de seu segmento o Audi A8 tem o mérito de ser o primeiro carro com condução autônoma de nível 3 a venda no mercado mundial.

SUV Audi Q8

A Audi também irá mostrar a nova geração do SUV Q8, chegando com 380 cavalos de potência através de seu V6 e também um motor elétrico com 48 volts acoplado para melhorar suas marcas de consumo exageradas.

BMW

SUV cupê X4

Maior e com mais equipamentos a BMW irá oferecer seu SUV com dois tipos de motorizações, a primeira a gasolina com 184 cv ou 252 cv (dependendo da versão) e também a diesel com 190 cv ou 231 cv (também dependendo da versão escolhida).

Chery

SUV Tiggo 4

A Chery vai oferecer mais uma opção para o disputado segmento dos SUV compactos com o Tiggo 4, a motorização será um 1.5 turbo com ótimos 21.4 mkgf de torque e 147 cv de potência além do câmbio de seis marchas automatizado.

SUV Tiggo 7

Outro SUV será confirmado pela Chery, o Tiggo 7, de maior porte desta vez para brigar em um segmento superior hoje dominado pelo Jeep Compass.

Chevrolet

Chevrolet Hatch Bolt

Com baterias no assoalho e 200 cavalos de potência permitindo uma invejável aceleração de 0 a 100 km/h em 7 segundos, o Bolt é aposta da Chevrolet no segmento de carros elétricos. Existe a expectativa da GM oferecer o modelo para venda no mercado nacional.

Ferrari

Superesportivo Ferrari 488 Pista

A legendária montadora italiana irá apresentar o 488 Pista, o modelo tem o mérito de ser 50 cavalos mais potente que o 488 GTB, isto significa uma aceleração de 2,8 segundos de 0 a 100 km/h e uma velocidade máxima de 340 km/h disponíveis através de um motor V8 de 720 cavalos.

Superesportivo Ferrari Portofino

Outra novidade a ser apresentada é a Ferrari Portofino, sucessora da California com motor V8 de 600 cavalos permitindo o motorista chegar aos 320 km/h em 3,5 segundos.

Honda

SUV Honda HR-V

A Honda vai apresentar o novo HR-V disponível em outros mercados com uma nova grade frontal e um novo conjunto de faróis de LED, além de para-choques remodelados.

Jeep

SUV Renegade

O sucesso de vendas da Jeep vai ganhar mudanças sutis através do novo desenho do para-choque dianteiro e novos contornos para os faróis dianteiros e traseiros, na parte mecânica não haverá maiores alterações.

Lamborghini

SUV Urus

A Lamborghini irá apresentar seu SUV de luxo, com preço em torno dos 2 milhões de reais, além de porte e espaço o modelo conta com 650 cavalos capazes de levar os ocupantes até 305 km/h de velocidade máxima, acelerando de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos.

McLaren

McLaren Senna

Intitulado pela própria McLaren como seu carro mais rápido até então produzido, o bólido será oferecido com um motor 4.0 V8 de 800 cavalos, permitindo o incrível torque de 81,8 mkgf e velocidades máximas superiores a 320 km/h.

Mercedes-Benz

Utilitário Classe G63 AMG

A Mercedes permite aos seus interessados a encomenda de seu utilitário Classe G somente na versão mais nervosa, a AMG, o veículo será apresentado no salão em sua versão V8 com duplo turbo e um inteligente sistema de desligamento de cilindros do motor quando necessário para maior economia de combustível.

Esportivo AMG GT 4-door

Outra novidade a ser apresentada será o potente GT 4 com 639 cavalos de potência oferecidos através de um V8. A tecnologia embarcada também será destaque com a possibilidade do motorista escolher entre seis modos de condução diferentes.

Nissan

Hatch elétrico Nissan Leaf

A principal novidade a ser apresentada pela Nissan é a nova geração do Nissan Leaf com maior autonomia para o motorista (400 km nesta versão atual), além de oferecer um automóvel mais potente e maior, existe uma forte expectativa da Nissan disponibilizar o modelo para venda em nosso mercado no próximo ano.

Rolls-Royce

SUV Cullinan

Cullinan é o primeiro SUV da marca inglesa de luxo, para levar suas mais de 2 toneladas e todo luxo a bordo, o Cullinan vem com um motor V12 com duplo turbo de 571 cavalos de potência e exagerados 86 mkgf de torque.

Volkswagen

SUV T-Cross

A principal novidade da Volkswagen será o SUV T-Cross confirmado com duas motorizações, a primeira 1.0 de 128 cavalos e a segunda de 1.4 de 150 cavalos, todas com turbo acoplado na mecânica. O modelo nacional será levemente maior que o europeu e contará com opções de câmbios manual e automático.

Agora é só aguardar à data e conferir de perto todas estas novidades!

Por Carlos B.

Salao Internacional do Automóvel SP 2018


Audi A1 Sportback 2019 – Lançamento, Especificações


O modelo Audi A1 Sportback de 2019 está muito mais repleto de novidades do que o consumidor pode imaginar.

Uma das maiores companhias automobilísticas germânicas está com novo lançamento no mercado. A corporação Audi AG consiste em uma empresa automobilística alemã de grande porte, a qual é parte integrante do imenso grupo Volkswagen. Portanto, a empresa Audi AG abrange, também, mais duas grandes companhias alemãs, ou seja, a Lamborghini e a Ducati. Esse breve histórico da companhia, e de sua importante ligação com outras de mesmo nível, serve como uma pequena introdução.

De acordo com as informações angariadas do site motor1 UOL, passaram-se cerca de oito anos desde a estreia do primeiro modelo Audi A1 em Paris, na França, e que consistiu em um modelo compacto. Deste modo, a versão está de volta em uma nova geração. Trata-se do modelo Audi A1 Sportback de 2019, o qual está muito mais repleto de novidades do que o consumidor pode imaginar.

O Audi A1 de agora chegará ao proprietário muito mais e muito melhor equipado do que sua versão original do ano de 2010. Assim, o modelo apresentado no Salão de Paris, na França, neste ano de 2018, está visivelmente mais impressionante. O modelo em destaque, na ocasião, estava na cor vermelha e com suas rodas brancas inspiradas no estilo rally; portanto, o modelo A1 concretiza, de certa forma, uma homenagem ao veículo do Grupo B de rally. O mesmo será oficialmente lançado no continente europeu no mês de novembro, cuja missão está em conquistar a liderança na competição entre os maiores compactos de luxo.

Sobre os seus atributos mais específicos e inéditos, seguem as informações:

Ele possui 4,03 metros em comprimento; são 1,74 metros na largura e mais 4,6 metros na altura. Assim, o novo modelo Audi A1 foi elaborado e construído para cumprir o papel o companheiro ideal, dentro do estilo de vida urbano moderno. O veículo, em suas versões, está aparelhado de três opções diferentes em termos de roda: aro 15", aro 16" e aro 17", conforme for a sua versão, além de conter uma série de peças pertencentes à linha S-Line, cuja função está em tornar o carro um modelo com design bem mais esportivo. Em seu interior ele está munido de uma eficiente central multimídia tipo MMI Touch portando uma tela de 8,8 polegadas, ou de 10,1 polegadas dentro de um custo a mais.

O modelo abrange, também, em termos de mecânica, algumas versões de destaque, entre elas as seguintes:

A versão intitulada 30 TFSI está equipada com o motor de tipo 1.4 turbo com quatro cilindros, e com desempenho de 200 CV. Com relação às suas versões menos custosas, as mesmas utilizam um motor tipo 1.0 TFSI munido de três cilindros com desempenho de 102 CV, o qual pode combinar-se de modo efetivo e prático a um câmbio manual em seis marchas ou a um câmbio automatizado de tipo S-tronic em dupla embreagem, ao passo que o modelo com motor tipo 1.4 está equipado apenas com uma transmissão de tipo S-tronic.

Em suma, o novo modelo Audi A1 está agendado comercialização no continente europeu, como já foi citado, a partir de novembro deste mesmo ano, 2018. Para o Brasil, entretanto, ainda não foram divulgadas datas para a sua estreia oficial.

Alguns especialistas, tentando ir além dos rumores que circulam sobre o assunto, tentam apontar para uma futura meta industrial, que indique a produção deste modelo no município de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, sobre a plataforma do modelo A3 Sedan, dentro da tentativa de a marca alemã poder garantir um modelo de maior volume.

Por Paulo Henrique dos Santos

Audi A1 Sportback 2019

Audi a1 Sportback 2019

Audi a1 Sportback 2019


CRLVe – Documento do carro na versão digital


O CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) também será disponibilizado de maneira digital para todos os usuários até a data limite de 31 de dezembro de 2018.

No dia 27 de Agosto de 2018 o Ministério das Cidades apresentou mais uma nova tecnologia com o intuito de integrar e agilizar a portabilidade de documentos dos automóveis, o CRLVe. Com isso, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) determinou para todos os Detrans em território nacional que o nosso velho conhecido CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) também seja disponibilizado de maneira digital para todos seus usuários até a data limite de 31 de Dezembro de 2018.

A novidade acompanha a já presente CNHe (Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica), o primeiro Detran a disponibilizar a tecnologia é do Distrito Federal e a expectativa é que os demais passem a adotar o novo meio eletrônico nos próximos meses.

Além da facilidade e portabilidade do uso do documento, destaca-se também a segurança e a veracidade das informações contidas nele através da tecnologia do QR Code, permitindo a checagem imediata do documento por fontes fiscalizadoras.

O acesso pode ser feito pelo próprio aplicativo da CNHe (Carteira Digital da Habilitação), se o usuário não tiver seu app atualizado, ele pode fazer o download através das novas versões disponibilizados tanto na App Store como também no Google Play.

O cadastro para visualização do documento é simples bastando informar o número do Renavam inscrito no documento e seu código de segurança.

Para aqueles que desejam obter uma cópia de segurança, existe a possibilidade de fazer download do documento em formato PDF com sua assinatura digital (necessitando também de um certificado digital para isto). Esta cópia funciona da mesma maneira que uma cópia autenticada e tem a vantagem de não requerer uma conexão de Internet para seu uso e visualização.

Principais Vantagens da CRLVe

Interessou-se pelo novo documento? Abaixo selecionamos algumas informações adicionais que podem lhe ser úteis sobre esta nova tecnologia:

1. Qual é custo do novo documento?

Isso dependerá da determinação de cada Detran em seu respectivo estado, não existe uma regra ou preço mínimo, mesmo que a disponibilização da CRLVe seja gratuita, qualquer usuário irá continuar pagando todas as taxas normais para o licenciamento do veículo.

2. Adotar o CRLVe traz quais benefícios?

O principal dele é a agilidade na fiscalização de todas as autoridades no país, atestando a autenticidade do documento pelo sistema QR Code e a possibilidade de resguardar o documento físico em local seguro, protegido de furtos e perdas.

3. Alguma coisa irá mudar no licenciamento do veículo?

Nos custos e taxas nada mudam, porém para obter o documento digital é necessário quitar todos os débitos relacionados ao veículo que irá licenciar, da mesma forma que o licenciamento convencional para obter o documento físico.

4. E quem possui mais de um veículo?

O aplicativo disponibilizado para leitura e visualização do CRLVe permite a inscrição de várias CRLVe(s) relacionadas a outros veículos, para isto é sempre importante informar os códigos Renavam e os códigos de segurança de cada veículo no ato do cadastro.

5. O CRLVe irá mostra o histórico do veículo ou do motorista?

Nesta primeira versão não. O CRLVe digital só esta apresentando o ano em que o veículo foi licenciado, porém nada impede que versões futuras possibilitem cruzar dados e informar qualquer tipo de irregularidade com o veículo ou mesmo o proprietário.

6. O CRLVe só funciona pela Internet?

Não, o acesso é requerido em um primeiro momento para uso do aplicativo e identificação do documento, depois desta etapa ele fica armazenado no dispositivo que foi utilizado para o cadastro, possibilitando sua visualização sem uma conexão de internet.

7. Qualquer pessoa pode obter o CRLVe?

Nesta primeira versão não, o CRLVe está diretamente atrelado ao número de celular, informado pelo usuário no momento do cadastro, porém o Governo promete disponibilizar uma futura versão aonde diversos usuários podem compartilhar um mesmo documento digital.

Por Carlos B.

CRLVe


Hyundai Santa Cruz 2020 – Lançamento, Características


Novo modelo do Santa Cruz será lançado em breve e trará diversas características atraentes.

Uma das maiores montadoras em todo o mundo, a multinacional sul-coreana de automóveis sediada em Seul, Coreia do Sul, Hyundai, está prestes a fazer estrear novo modelo.

Já prometido, cujo lançamento tem sido prorrogado, o modelo Hyundai Santa Cruz 2020, consiste em um conceito de picape bem coreana. Estilo esportiva e urbana ao mesmo tempo, está mais para uma “Off-Road”. Seu lançamento definitivo ainda está sem data precisa, embora, segundo os especialistas da empresa, seja em breve.

Com relação às expectativas dentro do mercado para a inédita Hyundai Santa Cruz 2020, as informações angariadas da própria companhia são as seguintes:

Há três anos, ou seja, em 2015, o protótipo foi exibido no Salão do Automóvel de Detroit, e a grande expectativa era de que o modelo Hyundai Santa Cruz 2020 já estivesse quase pronto para iniciar no mercado. Em realidade, a sua produção foi confirmada diversas vezes, ao longo desse tempo.

Entretanto, de acordo com uma oficial declaração da empresa à imprensa australiana, uma data de lançamento mais recente foi anunciada. A própria montadora coreana afirma que o modelo será lançado com certeza, porém, somente no ano de 2020.

Embora haja certo mistério e algumas suspeitas possam ser levantadas, trata-se, em realidade, de um projeto bastante ousado. Este é um automóvel tecnicamente muito mais complexo do que quaisquer outros lançamentos da companhia. O carro, segundo a dedução dos especialistas, estaria sendo produzido por meio da mesma plataforma utilizada na produção do Hyundai ix35, a qual é utilizada em território brasileiro, sendo que a sua motorização não deverá ser algo exclusivo da versão.

Portanto, mesmo que não se consiga entender o porquê de tanta prorrogação para o lançamento definitivo, as expectativas só crescem, dado que todos os novos estilos de caminhonetes estão sendo bem recebidos nesse ano. Deste modo, a especulação em torno da Hyundai Santa Cruz aumenta de forma positiva.

Sobre o modelo, as informações colhidas até o presente momento são as seguintes:

Trata-se de um modelo esportivo e urbano ao mesmo tempo, ou seja, adaptável aos terrenos mais variados. O Hyundai Santa Cruz 2020 será um modelo bem diferenciado. Os especialistas explicam que as companhias estão apostando bastante no movimento de picapes com design essencialmente urbano, embora essa situação ainda seja muito incipiente. Dada a importância e alta categoria da empresa coreana, fica evidente a qualidade de um projeto do porte da Hyundai Santa Cruz; o que certamente chama muito a atenção.

Conforme o que foi anunciado por meio do Detroit Bureau, a companhia Hyundai estaria investindo em motorizações à gasolina, como alternativa ao diesel; provavelmente ela estará munida de duas opções que seriam o motor de 1.6 turbo em quatro cilindros e desempenho de 187 CV ou o motor de 2.4 de tipo aspirado em quatro cilindros e desempenho de 203 CV. Assim, este modelo estaria em equivalência com as picapes médias, embora seja um projeto que, talvez, constitua uma espécie de crossover com caçamba, em vez de uma caminhonete média, propriamente dita.

É muito provável este modelo represente o início de um novo segmento. Na Austrália, os especialistas acreditam que a Santa Cruz 2020 será uma espécie de picape tipo urbana capaz de enfrentar todo tipo de solo. No geral, as picapes são carros bem mais resistentes e rústicos, mas, podem ser adaptados, também, como veículos família, com conforto e suavidade.

Enfim, é certo que o lançamento da Hyundai Santa Cruz 2020 definirá uma linhagem de picapes New Generation. Vale a pena, para quem tem interesse, acompanhar as próximas notícias e atualizações que já estão saindo em diversos sites.

Por Paulo Henrique dos Santos

Hyundai Santa Cruz 2020

Hyundai Santa Cruz 2020

Hyundai Santa Cruz 2020

Hyundai Santa Cruz 2020


Renault Arkana 2019 – Lançamento, Novidades


Novo modelo da Renault será um crossover compacto com o nome de Arkana. Ele será apresentado no Salão de Moscou em agosto deste ano e será lançado no Brasil em 2020.

Após muito suspense por parte da Renault em relação ao seu mais novo crossover compacto, o momento tão aguardado chegou. Isso porque a montadora revelou o nome de seu modelo inédito na categoria, que se chamará “Arkana”.

A apresentação oficial acontecerá na abertura do conceituado Salão de Moscou, na Rússia. O evento será no dia 29 de agosto e apresentará o carro como um conceito no setor.

Derivado da palavra em latim “arcanum”, que possui o significado de “segredo”, o Arkana já foi revelado pela marca francesa como um veículo que irá ser distribuído globalmente. Essa informação ressalta ainda mais as especulações já feitas anteriormente, que dava conta de que a Renault teria planos de lançar um novo crossover cupê no mercado brasileiro.

Chegada oficial

Na Rússia, o Arkana já deverá chegar no próximo ano. Porém, no Brasil, essa espera será um pouco mais esticada, sendo esperado para 2020. Isso acontece, pois a marca já possui uma agenda cheia para 2019, uma vez que serão lançados oficialmente os modelos Logan e Sandero na versão reestilizada. Além disso, chegará também a aguardada nova geração de seu campeão de vendas, o SUV Duster.

Vale ressaltar que todos os carros mencionados possuem a conhecida plataforma B0. Essa deixará de ser usada em próximos modelos compactos da marca francesa, podendo-se incluir as novas gerações dos veículos sedan e hatch que estão previstos para o ano de 2020.

Teaser: um pouco mais do Arkana

Em relação ao Arkana, a montadora já tinha revelado alguns detalhes do carro em um teaser que foi divulgado no mês de junho, antecipando assim alguns detalhes e linhas do veículo. Conforme as imagens exclusivas, o primeiro crossover cupê por aqui terá a sua dianteira produzida no estilo atual distribuído na Europa pela marca.

Sendo assim, os faróis terão contornos em LED que contornam e descem o para-choque. Com um capô alongado, combinando com uma silhueta característica de um cupê, a traseira é empinada e curta. Na parte traseira, as lanternas de LED serão na horizontal, trazendo um efeito tridimensional.

É importante lembrar que tais projeções do que será possivelmente apresentado na Rússia, somente foram possíveis tomando por base o modelo flagrado na Europa em circulação. Sobre maiores detalhes do projeto, ainda há diversas dúvidas sem nenhuma explicação.

Porém, ao que tudo indica e o que é esperado por especialistas, é que o Arkana traga integrado a si a plataforma modular CMF-B, que é maior do que aquela aplicada no subcompacto Kwid, a CMF-A. Essa nova arquitetura é aguardada, inclusive, no mercado brasileiro da Renault.

Para a motorização, ainda, essa tende a seguir os passos da próxima geração apresentada para o Clio, já que ambos nascerão da mesma base. Na comercialização no exterior, são oferecidos os motores a gasolina TCe, que possuem três cilindros, injeção direta e turbo.

Para o Brasil, as chances são de que o modelo tenha estreia oficial com um motor 1.3 turbo e já convertido para flex. Essa motorização é tida como a sucessora do motor 2.0 aspirado, que é encontrado nos modelos Oroch, Duster e Captur.

Concorrência forte

A Renault não busca com o lançamento do Arkana concorrer com alguns dos SUVs mais tradicionais. Seu objetivo é, portanto, conquistar e abrir um novo segmento no mercado.

Porém, apesar das metas serem grandiosas, o modelo não irá escapar de enfrentar os atuais “mais vendidos” na faixa de R$ 100 mil. Estamos falando dos renomados Jeep Renegade, Jeep Compasse e Honda HR-V.

Não bastasse isso, ainda há a chegada do Volkswagen T-Cross, esse com estreia prevista para o primeiro semestre de 2019.

Sendo assim, para saber mais, resta aguardar todas as novidades que serão lançadas muito em breve para o Arkana. Com certeza o modelo irá dar o que falar.

Por Kellen Kunz

Renault Arkana 2019

Renault Arkana 2019


Volkswagen T-Cross – Novidades, Mudanças


O novo Volkswagen T-Cross chegará ao mercado com muitas novidades tecnológicas e mudanças que estarão sendo feitas até 2020.

O presidente da Volkswagen chamado Pablo Di Si, que representa tanto o Brasil quanto a América do Sul revela que chegarão novidades muito tecnológicas ao novo T-Cross, carro que promete muito na empresa, um provável sucesso de vendas, e essas mudanças estarão sendo feitas até 2020, ou seja, o investimento de tempo é grande e com certeza veremos um grande carro. A expectativa da empresa na verdade é até o final da década lançar muitos produtos, cerca de 20, mas isso não é apenas levando em conta novos modelos, mas também as versões de modelos, que serão sem sombra de dúvidas avaliadas rigidamente pela montadora.

Este programa de lançamento poderá ser bem notado no Brasil, isso por que 13 deles serão feitos tanto no país quanto na Argentina, e apenas 5 desses modelos serão importados de outros países, notando-se então uma boa evolução no mercado e a valorização de produção tanto no Brasil quanto na América do Sul. Os modelos que virão de outros países serão diretamente da Alemanha, Estados Unidos da América e México, sendo assim, por serem importados, terão um provável preço maior, não quer dizer que tenha qualidade diferenciada, mas serão notáveis as características dos outros países.

Pablo Di Si, fez a confirmação de que a produção do Volkswagen T-Cross, o mais novo SUV compacto da marca que foi baseado no modelo Polo, será feita na cidade de São José dos Pinhais que fica no Paraná, mas isso já era esperado por praticamente todos. Este modelo terá um papel fundamental na empresa e conquistar novos públicos e aumentar os seus ganhos, porém não será dada esta tarefa por muito tempo, isso por que novos modelos chegarão com esta missão.

O diretor ainda deu pistas de como será o modelo, já que fez a confirmação da nova plataforma da marca, esta que será fabricada na cidade de Taubaté no estado de São Paulo, onde no momento a empresa tem foco em aumentar a produção dos modelos que sempre estiveram em alta que são os modelos Gol, e Up, que são carros populares praticamente “fáceis” de comprar. A empresa ainda estuda a colocação de um novo SUV em disputa, porém este não terá um tamanho tão grande, já que se fosse entrar seria para disputar com o Renault Kwid, carro que também se tornou “famoso” desta montadora, e espera-se então um bom lançamento da marca, já que se preocupam muito em estar no topo.

Pensando no parágrafo anterior, fica então a dúvida de qual será a plataforma que Di Si comentou, o T-Cross será fabricado no modelo MQB A0, ao mesmo tempo os que sobraram ficarão no modelo MQB. Pensando no caso de um modelo não tão grande quanto o T-Cross, este poderia ser uma variação do carro Up!, que igualmente ao Taigun, utilizaria a já reconhecida no mercado PQ12.

O T-Cross do Brasil ainda deverá ter algumas mudanças pensando relação ao mesmo modelo europeu, tendo como primeiro exemplo o seu tamanho, o do Brasil será provavelmente um pouco maior. O objetivo desta mudança é trazer o modelo com o “gostinho” brasileiro. Uma reportagem de uma revista de carros famosos capturou o carro saindo de uma fábrica na cidade de São Bernardo do Campo que está localizada no estado de São Paulo.

Pensando nisso, essas novas informações mostra tanto aos futuros compradores quanto aos leitores que desejam conhecer o carro, que independente da plataforma, terá uma grande evolução no carro e assim garantindo muitas coisas boas, como segurança, conforto e uma boa utilização em todos os fatores, e ainda pensando nessas evoluções, podemos notar a preocupação em empresa em manter um bom padrão de carro e agradar todos os públicos.

Por Gustavo Martins


Mitsubishi Pajero Sport 2019 – Características, Novidades


Nova linha 2019 da Pajero traz novidades e mudanças que irão agradar os consumidores.

Os fãs da marca Mitsubishi, que esperavam uma grande novidade para a nova linha 2019 da Pajero, com toda certeza não vão sair decepcionados.

Tudo isso por que a nova linha 2019 chega ao mercado trazendo bastante modificações para os usuários em todo o mundo, apesar da própria montadora afirmar que esta nova geração não iria mudar muito o seu estilo.

Entretanto, uma coisa é certa: na geração, a linha Pajero busca aperfeiçoar o seu estilo e tenta incorporar os novos avanços tecnológicos que a cada dia surgem dentro do mercado de automóveis em todo o mundo.

Logo de cara, já se percebe a grande mudança na nova linha. A Mitsubishi fez questão de incorporar o novo conceito de faróis automotivos desenhados para utilizar o sistema de LED.

Além disso, o estilo está mais fino e a marca não economizou nos detalhes cromados dos para-choques e da grade frontal. Resultado: a linha 2019 ficou com um visual bem mais arrojado, agressivo e muito mais esportivo em todas as suas versões.

E por falar em versões, a nova linha 2019 chega ao mercado em seis versões bem distintas apesar de alguns detalhes bastante semelhantes. São elas: a Outdoor 3.2, a HPE 3.2 e o modelo Full em quatro versões: a 3.2, 3.2 3D, a 3.8 e a 3.8 HD.

Todas são projetadas para atender uma gama muito grande de usuários que terão a chance de escolher a que mais se adapta às suas necessidades e também ao ‘bolso’ de cada um.

Para quem gosta de conforto e sofisticação, então vai gostar do novo interior do carro. Para começar, o novo e mais largo espaço interno só é possível por causa das medidas externas do novo modelo. A geração 2019 está com dimensões como largura, comprimento e altura maiores, bem com uma distância entre-eixos maior.

O novo interior revela um volante bem mais luxuoso (com piloto automático acoplado) e um painel frontal digital de sete polegadas bem mais sofisticado e com comandos capazes de controlar todas as condições térmicas em favor dos seus ocupantes.

As versões disponíveis já estão no mercado com cinco ou sete lugares, sendo que cada uma delas possui vários itens acessórios capazes de satisfazer aos usuários mais exigentes.

Os novos modelos estão disponíveis no mercado tanto na versão a gasolina quanto na versão Diesel.

A primeira vem equipada com um motor V6 de 3.8 litros e com uma potência de 250 cv. Na versão a diesel, temos um motor de 3,2 litros do tipo DI-D e com uma potência de 180 cvs. No caso das versões HPE e Outdoor. Para a versão Full, esse valor sobe para 200 cvs.

A linha 2019 vem equipada de fábrica com um sistema de transmissão automática de cinco velocidades e existe a possiblidade do motorista utilizar o modo esportivo, o que permite a troca de marchas de modo manual.

Além da possibilidade de escolher o tipo de transmissão, a nova Pajero possui um sistema inteligente que permite analisar qual o perfil do motorista e assim consegue se adaptar ao se estilo, garantindo assim uma melhor segurança e melhor dirigibilidade.

Ela conta ainda com uma tração do tipo integral para as quatro rodas e que pode ser usado independentemente, de acordo com as necessidades do usuário. Existe a possibilidade de utilizar somente os eixos dianteiro no sistema 2×2 com ou sem o diferencial operando no modo travado. Isto é muito útil principalmente em descidas muito íngremes.

Se você está pensando em trocar o seu modelo 2018 ou pretende ter sua versão 2019 na sua garagem, então é bom ir fazendo a contas e escolhe uma que caiba direitinho dentro do seu orçamento.

A linha 2019 chega ao mercado brasileiro com preços variando entre R$ 166.000,00 e R$ 249.000,00, dependendo da configuração escolhida pelo comprador.

Por Emmanoel Gomes

Mitsubishi Pajero Sport

Mitsubishi Pajero Sport


Fiat Argo 2019 – Características, Especificações


Modelo não terá muitas novidades em sua motorização, mas haverá mudanças em seu visual e em seu interior.

O seu lançamento deve apresentar sendo uma das principais novidades a nova versão esportiva para o modelo, além também da chegada de suas versões sedan. Confira os preços das suas versões atuais, bem como os detalhes da sua ficha técnica e os dados de consumo em relação ao combustível.

Alvo de polêmica e muito suspense muito próximo ao seu lançamento aqui no Brasil, o novo Fiat Argo recebeu muita ênfase para a seu chegada para o mercado nacional, a Fiat prometeu que esse iria receber muita atenção até para os menores detalhes, e não com certeza não é atoa que o novo Fiat Argo hoje é visto com o modelo que possui o melhor acabamento da Fiat levando em consideração os padrões adotados para o ano de 2017.

O modelo foi lançado no mês maio ainda de 2017, e seu objetivo no hatch compacto, é poder aposentar o Fiat Punto que é inclusive o DNA do Argo, aproximadamente uns 20% do Punto é composto na plataforma em que é produzido o Fiat Argo e proporciona ao Argo uma rigidez e estabilidade muito maior do que o Punto, ele vêm ao mercado para enfim suceder algumas das versões do antigo em sua linha, o Fiat Palio.

O Fiat Argo virá para agradar uma ampla gama dos consumidores, e terá oito versões, seus preços também podem variar e muito, assim como a sua motorização desde o pequeno 1.0 que possui a tecnologia Fiat Firefly, até o mais potente de 1.8 E.etorQ, a mesma tecnologia que é usada no motor de sua picape a Fiat Toro, que está prometendo um desempenho ainda melhor que irá agradar quem está buscando um carro com essa atitude, assim como é possível encontrar o motor intermediário com 1.3L que também utiliza a tecnologia Firefly, e para poder trabalhar em conjunto nesses motores, algumas variações em suas transmissões podem já ser escolhidas, como câmbio manual com cinco marchas que podem ser vistos junto com qualquer um desses três motores, já o automatizado GSR com 5 marchas que também é usado no Fiat Mobi pode ser encontrado nas versões de motor 1.3 litros, e já o automático com 6 marchas é exclusivo no 1.8 litros e ele é o mesmo encontrado no Fiat Toro e Jeep Renegade.

Para o lançamento do Fiat Argo 2019, não está esperando muitas mudanças e nem muitas novidades em quesito de motorização a não ser o novíssimo motor 1.3 litro turbo, que irão chegar inicialmente para o novo modelo do Fiat Argo 2019 na Europa, e ainda não tem previsão para ser lançado no Brasil, e também vale lembrar que seu motor turbo ainda está em fase de desenvolvimento, porém não irá se diferenciar muito ao sistema turbo que já é usado pela Fiat.

Algumas leves mudanças em seu visual e no seu interior do Fiat Argo 2019 estão sendo muito esperadas, principalmente para a parte de tecnologia do carro, o mais importante é a chegada do seu modelo sedan do Argo, que há muitos rumores dizem que chegará ainda no primeiro trimestre deste ano de 2018, portanto já podem ser encontradas as suas versões disponíveis do novo modelo do Fiat Argo 2019, e provavelmente chegará ao mercado brasileiro para aposentar os Fiat Linea e Grand Siena.

Com certeza será uma ótima opção de compra, por isso esteja atento a todas as novidades. E quando for lançado no Brasil não deixe de fazer um test drive para conferir pessoalmente essa linha que é uma das melhores na atualidade da Fiat.

A montadora está desenvolvendo o Fiat Argo para chegar ao topo de vendas em todo o mundo. Não deixe de conferir essa novidade da Fiat.

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Fiat Argo 2019

Fiat Argo 2019


Renault pretende lançar novo modelo SUV-Cupê


Projeto LJC, da Renault, seria um modelo híbrido, misto de um SUV-CUPÊ a ser lançado em 2020.

Se você pensa que já estamos experimentando o que há de mais moderno em termos de veículo da categoria SUV, realmente estamos. Aliás, esta é uma das categorias que mais faz sucesso e vende em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Ao lado disso, as principais montadoras já conseguem entregar aos milhares de usuários em todo o mundo o que há de mais atual em termos de tecnologia automotiva para este tipo de carro. Mas não se engane, algumas já estão de olho no futuro e já preparam uma nova geração que vai emplacar em todo o mundo.

Neste cenário que poucos sequer desconfiam que existe, um dos nomes que se sobressai nesta tendência é a Renault.

De acordo com a imprensa especializada no complexo e concorrido mundo esportivo, a marca francesa já vem trabalhando arduamente numa nova geração que poderá, dentro em breve, substituir a tão cobiçada categoria dos SUVs atuais.

Segundo algumas fontes internas dos principais sites automotivos do Brasil, a marca já estaria desenvolvendo este projeto há cerca de dois anos e, segundo estes mesmos especialistas, este projeto até então tido como secreto, já teria passado das fases de estudo e planejamento para as etapas de teste.

As informações que se têm neste momento são de que os planos da Renault seriam colocar o novo veículo no mercado mundial já a partir de 2020.

Como se chamaria então o novo veículo a ser lançado pela marca em 2020?

Qual seria o nome do novo carro a ser anunciado para 2020? Ninguém ainda sabe. O que se tem confirmado é que a montadora apenas o batizou de Projeto LJC.

O início de toda a especulação surgiu a partir do momento em que a Renault chegou a admitir publicamente que já está trabalhando na elaboração de um projeto de um carro que pudesse desbancar um dos seus concorrentes mais diretos, Jeep Compass.

A partir disso, todo o burburinho que envolve o veículo foi tanto que precisou que o presidente da Renault no Brasil, Luiz Fernando Pedrucci, viesse a público para acalmar os ânimos e declarar que o projeto, de fato, existe, porém, tratava-se apenas de um futuro protótipo ainda em fase de testes para ser usado nas estradas e rodovias brasileiras.

As declarações do executivo podem até ter sido suficientes para acalmar os ânimos. Entretanto, não foram suficientes para frear a curiosidade de muitos jornalistas especializados na área.

Neste sentido, o site da UOL foi um dos que saíram na frente e divulgaram a notícia de que o novo veículo da Renault seria feito a partir da mesma plataforma de outro carro da marca, o novo Kwid.

O site foi mais profundo em suas investigações e, de acordo com suas fontes exclusivas, ele divulgou que as inicias LJC na verdade englobam o lançamento de um carro ‘híbrido’, misto de um SUV-CUPÊ.

A Renault estaria na vanguarda de uma nova tendência na categoria dos SUVs

Esta seria então a intenção da montadora francesa em lançar esta nova tendência para a categoria de veículo. De acordo com informações mais detalhadas obtidas pelo site, a marca estaria se preparando para o lançamento de um crossover que absorveria os dois estilos, um modelo misto.

Ele teria uma breve semelhança com os modelos da BMW X2 de cinco lugares, sendo que um pouco mais comprido que o seu primo, o Captur. Estaria então bem perto do Compass, da Jeep.

As informações dão conta ainda que caso seja lançado em 2020, e parece que só vai ser possível pare este ano, o novo modelo deverá ser fabricado na unidade da montadora em São José dos Pinhais, no estado do Paraná.

Para quem quer saber do preço, apesar de nada ter sido divulgado oficialmente, a estimativa é que ele possa ser vendido a preço final que pode variar entre R$ 100.000,00 e R$ 150.000,00. Tudo para poder ser um sucesso de vendas e tentar tomar a dianteira do seu maior concorrente.

Por Emmanoel Gomes

Renault LJC


Novos Valores para obter a CNH ou Fazer a Renovação


Valores para obter a primeira CNH ou fazer a renovação serão alterados e sofrerão aumentos.

Nesta quinta-feira, dia 22 do mês de março, o Detran divulga em seu site as mudanças nos preços para se obter a primeira Carteira de Habilitação ou fazer a renovação da CNH.

Desse modo, caso o leitor ainda não tenha habilitação e esteja pensando em possuir uma ou muito em breve precisa fazer a renovação da CNH, é bom ir preparando o bolso, já que, quando se trata de mudanças de preços, vindas de instituições oficiais de trânsito, é certo que, na maioria das vezes, é para atualizar o valor dos custos que cada uma das etapas exige.

É fato que aqueles que pretendiam dar início ao processo de habilitação no ano passado, mas adiaram, seja por falta de disponibilidade de tempo, seja por escassez de recursos financeiros, ou até mesmo por comodismo, vão sentir no bolso o impacto desse atraso.

Para possuir a carteira de habilitação na categoria B, ou seja, para dirigir carros, se antes o condutor pagava um valor total de aproximadamente R$ 2.100, isto é, sem ser reprovado em nenhuma das seguintes etapas: avaliação de aptidão física e psicológica, prova teórica de legislação de trânsito e exame de direção veicular; nos dias de hoje, é necessário arcar com um valor de quase R$ 2.200. Caso, o futuro condutor for reprovado em algumas dessas etapas, ele precisa passar novamente pelos testes e, dessa forma, tende a gastar cada vez mais. Sendo assim, de acordo com economistas houve um acréscimo de, aproximadamente, 5%.

Desse modo, reunimos a seguir, a média atual de preços para tirar a primeira habilitação em uma das quatro categorias, que são básicas e fundamentais para os condutores que almejam, no futuro, possuir habilitações em veículos de grande porte ou para serviços especializados. Vale ressaltar ainda que para estipular estes valores, leva-se em consideração que o futuro condutor consiga ser aprovado em cada uma das etapas realçadas acima, logo na primeira tentativa.

Na categoria ACC, para conduzir veículo de até 50 cilindradas, é necessário ter em mente que será gasto, no mínimo, um valor aproximado de R$ 1.000. Já a categoria A, que permite a condução de motocicletas, exige que o condutor disponha de, pelo menos, R$ 1.900. Como já foi dito anteriormente, para se habilitar na categoria B e conduzir veículos de até 8 lugares, excluindo o espaço ocupado pelo motorista, é preciso gastar no mínimo R$ 2.200. Por fim, para conquistar a categoria AB é necessário fazer um gasto de, no mínimo, R$ 3.500.

Aqueles que pretendem apenas renovar a CNH e não exercem qualquer atividade remunerada com a categoria, deve pagar um total de aproximadamente R$ 220.

Não é novidade para ninguém que, nas últimas semanas, surgiu um assunto muito polêmico a respeito da Renovação da Carteira de Habilitação. Isso porque, o Contran, Conselho Nacional de Trânsito estipulou que para os condutores que para possuírem a carteira renovada, além das de passar novamente pelos testes de aptidão física e psicológica, eles também deveriam fazer o curso teórico de legislação e ainda passar por uma prova e ter 70% de acertos, o que, em uma prova de 30 questões corresponde ao número de 21 questões corretas.

No entanto, essa mudança não foi bem aceita entre os cidadãos brasileiros. Isso porque, além das novas exigências pelas quais os condutores teriam que passar, elas ainda esbarram em outras questões como disponibilidade de tempo para realizar a quantidade de aulas de legislação necessárias e, dessa forma, ficarem bem preparados para a avaliação, a fim de evitar a reprovação. E, obviamente, devido a questões financeiras, uma vez que, o curso de legislação seria um valor a mais que seria cobrado dos condutores.

Dessa forma, após o caso ter ganhado grande repercussão nacional, além de ter sido encarado de forma negativa, o Ministério das Cidades autorizou a revogação da lei, que passaria a ser aplicada a partir de julho deste ano.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

CNH


CNH será Modernizada e terá Mudanças


Nova CNH será como cartão eletrônico, armazenando diversos dados do motorista.

A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) Brasileira será mais moderna e mais simples. O Governo Federal anunciou as mudanças, válidas para Janeiro de 2019, passando a adotar chip, e abandonando o papel, passando a confeccionar a CNH de modo semelhante aos cartões de crédito, usando o plástico como matéria-prima.

A intenção do Governo Federal é modernizar o documento, evitando fraudes e adaptando a nova realidade da tecnologia. As informações dos motoristas serão gravadas no chip inserido, possibilitando que a estrutura da CNH seja usada para outras informações mais relevantes.

Esta é mais uma mudança recente no formato da CNH. Há pouco tempo, o Governo adotou medidas como novo visual, marcas d´água e outros itens de segurança, visando à redução das fraudes. Além destas mudanças, um qr-code foi implementado para a checagem de dados. A implementação da carteira com chip veio após uma recomendação da Universidade de Brasília, comprovando que a implementação do chip reforça a segurança do documento.

Ainda, de acordo com as informações divulgadas pelo Governo, a CNH também será usada pelos motoristas para a realização dos pagamentos de pedágio (quando se achar necessário), transporte público, utilizando a identificação por sistema biométrico. Essa informação da biometria do usuário com o chip implementado será usado para a combinação das informações. Os atuais motoristas não precisam realizar a solicitação do documento, já que na renovação da carteira de habilitação, a nova CNH será emitida. Não foram divulgados valores, porém, os Estados terão até Janeiro de 2019 para se adequar às novidades.

No topo da nova CNH, haverá a inscrição “República Federativa do Brasil” e logo abaixo a inserção do Ministério das Cidades, combinado ao Departamento Nacional de Trânsito e Carteira Nacional de Habilitação em português, inglês e espanhol. O sobrenome vem antes do nome e deve estar inserido, a data de nascimento, bem como o local, a data de emissão e o órgão emissor. Abaixo estará a validade, o CPF (Cadastro de Pessoa Física) do motorista, o Número de Registro e também o RG (Registro Geral) do motorista. Complementando a parte frontal da nova carteira, estará a foto do proprietário da CNH bem como a sua assinatura. A última informação será a categoria. Na traseira, observações, informações e registros complementares devem estar presentes, com a inscrição da validade em todo o território nacional.

De acordo com o Governo Federal, esta nova CNH deve se integrar a outros países, com destaque aos de língua inglesa como Estados Unidos, e aos países de língua espanhola, como é o caso das nações do Mercosul, bem como outras que utilizam o espanhol como idioma padrão.

A Câmara dos Deputados aprovou, nos últimos dias, uma proposta, concedendo uma CNH especial aos motoristas que possuem veículos com câmbio automático. Segundo o texto, estes motoristas só poderão dirigir os veículos com câmbio automático.

A CNH no Brasil pode ser requerida por Brasileiros maiores de 18 anos e que tenham sido aprovados nos testes de direção. É o documento de identificação do motorista, que deve ser renovado de tempos em tempos. Atualmente, o motorista deve cumprir o requisito mínimo, que nos 12 meses da validade da carteira, não pode cometer nenhuma infração grave, ou gravíssima, ou não cometer mais de uma infração média.

Segundo informações obtidas através do DETRAN, os motoristas que registrarem infração grave ou gravíssima, ou mais de uma média, precisam refazer o processo de habilitação para conquistar a licença.

A atual CNH é bastante arcaica e de fácil falsificação. Nela, os dizeres “Carteira Nacional de Habilitação” está descrita apenas em português, contendo o nome do portador, documento de identidade e órgão emissor, CPF, data de nascimento, nome do pai e da mãe, categoria da CNH e outros.

Por Leandrinho de Souza

CNH


Nova Fiat Strada será lançada em 2019


Toda a porção dianteira da nova Strada deve ser mantida conforme a arquitetura 326, tal como o novo Palio, ou em 327, do Uno, e a parte traseira terá o mesmo design de parte da 178.

Em meados do ano de 2016 a Fiat havia anunciado que os códigos X6P estavam em perfeita consonância com o modelo utilitário e com os membros do grupo do X6, além do hatch Argo (X6H) e o já tradicional sedan X6S, que havia sido avistado rodando em diversas estradas brasileiras, certamente passando por testes em termos de avanço tecnológico, e que resultou em uma perfeita combinação, sendo que, a substituição da Strada alcançou o status de melhor picape da geração, fruto dessa união.

Entretanto, o projeto original de X6P foi alterado, pois o valor de empenho e o custo na arquitetura do Argo tornou-se alto demais para a companhia Fiat, que discute se é melhor a utilização de uma determinada plataforma que exige menor custo, aplicada na fabricação da nova Picape Strada, cujo lançamento está previsto para o ano de 2019.

O novo projeto, que mantém a mesma designação de X6P, não estará dentro da utilização do tipo de plataforma 178, que foi usada para a fabricação da geração legítima dos modelos Strada, ou, ao menos, não será usada de forma integral. A solução encontrada pela empresa é o estabelecimento de uma associação como a seguinte: toda a porção dianteira do veículo deve ser mantida conforme a arquitetura 326, tal como o novo Palio, ou em 327, do Uno, e a parte traseira terá o mesmo design de parte da 178.

A combinação dos dois tipos de plataformas nunca foi uma novidade nos procedimentos da empresa. Por exemplo, o Fiorino foi elaborado dentro da base 327 na parte da frente e em padrão 178 na parte de atrás, que foi uma das maneiras de imprimir uma força maior para cargas elevadas. Assim, com relação ao método de reaproveitamento dos designs, não é necessariamente uma questão de facelift, pois o projeto original foi levado para frente, e é considerado como a nova geração em Strada, sendo que foram agregadas apenas as duas partes de arquiteturas antigas, das gerações anteriores. Algo parecido aconteceu com a elaboração do modelo Argo, o qual permaneceu com estrutura agregada de outros modelos, mais ou menos 20% da arquitetura definida para a MP1 do Punto, ou da Linea e Doblò.

De acordo com uma informação divulgada pela Autoesporte, que ouviu de fontes internas da companhia, é sempre possível o reaproveitamento de alguns elementos que formam a base do Argo, em especial as ditas longarinas e as estruturas de deformação presentes. Portanto, existe uma grande necessidade de atender a certos parâmetros mais rigorosos em conformidade com os crashtests, que auxilia e justifica o investimento empenhado. Assim, trata-se de uma evolução imprescindível, pois que, a Strada estreou originalmente no ano 1998, sendo, já naquele tempo, derivada do projeto em padrão 178, próprio do Palio 1996 e também passou por cinco novas estilizações, em seus quase 20 anos de existência.

Assim, as mudanças operadas sobre o Strada, podem ser descritas, sumariamente, pelo seguinte: em relação à base e a suspensão, o novo modelo projetado não possui exigências de mesmo handling do hatch, entre outros, como o espaço na parte de atrás entre os bancos dianteiros e traseiros. Os consumidores que desejam esse tipo de estrutura tem chance de procurar pela Toro, conforme está explicado em uma fonte. Já que o objetivo principal está em conservar a função de trabalho, a suspensão da parte traseira permanecerá sobre o eixo rígido, que foi instalado no Fiorino, também.

Sobre as dimensões e carroceria, a arquitetura 326/327 está sendo alterada e será constituída de uma corpulência um pouco mais elevada do que os atuais 4,47 metros em termos de comprimento, entretanto, os entre eixos não estarão muito isentos dos 2,75 m. São inovações qualitativas. Nesse sentido, este é o momento de a Strada receber o potente motor Firefly 1.3 8V de 109/101 CV e mais 14,2/13,7KGFM em torque com 3.500 de RPM, contendo a opção de mais potência, garantindo maior transporte de carga do que a atual 1.4 Fire de 86/85 CV e com 12,5/12,4 KGFM de torque com 3.500 de RPM.

Esta nova geração da Strada está programada para 2019 ou até após esse ano, já que houve atraso na elaboração do projeto da X6P original, que estava previsto para o ano 2018. Mas, é fato que o novo modelo compartilhará design estrutural com a antiga versão projetada no primeiro momento.

Por Paulo Henrique dos Santos

Fiat Strada


Novo Renault Fluence 2017 será vendido no Brasil em breve


Sedan será vendido em 4 versões com importantes mudanças internas e externas, exibindo detalhes que o diferenciam de seus concorrentes.

Logo as concessionárias Renault de todo o Brasil receberão para a venda o Novo Renault Fluence 2017. O Sedan, em suas quatros versões, traz importantes mudanças internas e externas, exibindo detalhes que o diferenciam de seus concorrentes.

Para começar vamos falar da nova identidade visual adotada pela marca, que se caracteriza pela grade e o símbolo em tamanho maior, conectados aos faróis, que resultam em um efeito no mínimo marcante. Para compor ainda mais, o modelo apresenta linhas mais elevadas que juntamente com lanternas de LED ultrapassam a lateral. Os faróis alongados, muita modernidade nas rodas de liga leva e pisca nos retrovisores, resultam em um efeito moderno e esportivo.

O seu interior é um show de tecnologia, pois o modelo já vem com trava elétrica, vidro elétrico, ar-condicionado digital dual zone, volante multifuncional, kit multimídia, câmbio automático e muito mais recursos tecnológicos, que aliados ao seu amplo espaço garantem conforto e comodidade aos seus cinco ocupantes. Sem falar de um espaçoso porta-malas, perfeito para quem tem família ou que carrega muitas coisas.

Por falar em conforto, o Fluence 2017, apresenta uma estabilidade incrível. O ajuste que existe entre o câmbio e seu motor que é forte e potente garantindo o seu excelente e silencioso desempenho, pois possui uma rodagem muita macia.

O motor 2.0 16V flex de 143 cavalos com álcool e 140 cavalos com gasolina é o mesmo em todas as versões. O que pode variar de acordo com a versão é a transmissão que pode ser manual de seis marchas ou automática CVT com modo manual.

Confira os preços, que variam de acordo com a versão:

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique 2.0 câmbio manual – R$ 74.500

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique 2.0 câmbio automático – R$ 79.500

Novo Renault Fluence 2017 Dynamique Plus 2.0 câmbio automático – R$ 83.214

Novo Renault Fluence 2017 Privilege 2.0 câmbio automático – R$ 90.320

O Sedan é um automóvel muito querido pelos brasileiros, pois além de ser muito bonito e estiloso, oferece muito conforto ao motorista. Além disso, os itens de série do modelo são muito atrativos. Sem dúvidas o Renaut Fluence 2017 será mais um automóvel que alcançará uma boa média de vendas no Brasil.

Por Sirlene Montes

Novo Fluence 2017

Foto: Divulgação


Peugeot apresenta novo 3008 com características de SUV


A informação é de que o modelo será lançado do Salão de Automóvel de Paris. O carro está mais leve e conta com mais espaço interno

O Peugeot 3008 vai chegar com uma cara mais parecida com a de um SUV. As primeiras imagens do carro foram divulgadas recentemente pela montadora francesa. De acordo com as imagens o carro apresenta uma aparência bem mais esportiva e robusta. Isso graças a alguns aspectos interessantes como pára-choque mais largos, apliques com saias laterais e rodas maiores bem como barra de teto entre outros.

Mesmo considerando essas modificações a marca fabricante afirma que o novo modelo é cerca de 100 kg mais leve do que seu antecessor. O carro foi construído em cima da plataforma modular de EMP2.

Com relação as medidas do 3008 temos 4,45 m de comprimento, 8 cm a mais se comparado com a versão anterior.

Um dos principais benefícios desse aumento foi para a distância entre os eixos. O aumento aqui cresceu para 6,2 que resulta em 2,67 m. Como resultado o aumento interno cresceu. A capacidade do porta-malas também. Agora ele conta com capacidade de 520 litros, 90 L a mais do que antes.

E tem mais, com o lançamento a Peugeot criou uma bicicleta e um scooter elétricos e que são dobráveis para que seja possível transporta-los no veículo. Aqui a largura permanecerá a mesma sendo 1,84m por 1,62 m respectivamente. Já a distância entre o solo é de 22 centímetros.

Outro aspecto interessante de ser destacado no 3008 é o teto solar que foi renovado em todas as versões.

A parte interior tem seus destaques também. O painel de instrumentos é completamente digital e ocupa uma tela de 12.3 polegadas. São 5 opções de display que entre outros dados mostra ao condutor dicas de rota e alertas ao motoristas. O controle pode ser feito perfeitamente por meio do volante. Esse item por sinal ficou menor e deve deixar uma pegada melhorar para ao motorista. Ainda de acordo com o a marca a visão do painel ficou mais ampla bem como o espaço para as pernas.

A central de multimídia ainda conta com o Apple Car Play e o Android Auto para reprodução de smartphones nas telas. O novo conceito abordado pela montadora batizado de “i Cockpit” ainda tem bancos que trazem massageadores e aromatizadores.

Por Denisson Soares


Land Rover Discovery Sport: Preços e detalhes


Modelo deixa de lado o conservadorismo, mas preserva a essencia da marca

No passado, os modelos fabricados pela renomada fabricante de veículos automotores Land Rover sempre eram caracterizados por aquele jeitão mais conservador, porém na atual conjuntura a empresa abandonou esse conservadorismo e passou a apostar em um estilo bem mais descolado. É neste contexto que a marca lançou o Discovery Sport, modelo que, apesar de preservar alguns detalhes essenciais da fabricante, traz consigo traços mais modernos nas linhas da carroceria.

O Discovery Sport chegou ao mercado equipado com o propulsor Turbodiesel 2.2 SD4, motor este que trabalha em conjunto com um câmbio automático de nove marchas e tração 4×4, este veículo é caracterizado como um utilitário-esportivo compacto premium e uma das principais características marcantes é o fato de o veículo possuir um bom desempenho tanto no asfalto como na terra, sendo que para isso ele conta com o auxílio de um pacote tecnológico de última geração, assim garantindo segurança aos condutores nas mais diversas situações de utilização do veículo.

O espaço interno deste carro é bom, haja vista que possui configuração para transportar sete passageiros e acomodar uma família inteira com bastante conforto, sem contar que a diversão é garantida.

Vale ressaltar que o Lande Rover Discovery Sport é um veículo extremamente luxuoso, que possui além de um bom conjunto mecânico, itens extremamente importantes para que um carro seja considerado como topo de linha, tais como, amplo espaço interno, acabamento de primeira qualidade, espaço interno amplo e bem distribuído e um pacote de entretenimento bastante recheado. Um dos fatores que fez com que o veículo chegasse como uma grande novidade aqui no mercado nacional é fato de que se ele for comparado aos seus principais concorrentes ele possui um custo-benefício bastante favorável, uma vez que ele não fica aquém de nenhum deles.

Com relação as medidas, o veículo possui 4,59m de comprimento e um entre-eixo de 2,74m, medidas estas que fazem com que o modelo tenha formas robustas com desing bastante moderno, mas o único fator que desanima muitos consumidores por aqui e faz com este veículo seja um carros para poucos é o valor, tendo em vista que o Land Rover Spor Diesel tem preço fixado em R$ 230.196 na versão SE, R$ 258.796 na versão HSE e a versão topo de linha que contém todos os opcionais, a HSE Luxury, possui preço sugerido de R$ 280.300.

Por Adriano Oliveira


BMW anuncia novidades para os próximos anos


Entre os investimentos da empresa está o lançamento de um modelo autônomo

A grande e renomada empresa fabricante de veículos automotores BMW anunciou oficialmente nesta última quinta-feira, dia 12 de maio de 2016, que irá trabalhar a todo vapor na produção de um veículo automotor autônomo, ou seja, que dispensa a presença de um condutor. Segundo as estimativas da empresa este veículo irá chegar ao mercado no ano de 2021. Para se ter uma noção do quanto os planos da fabricante já estão bem avançados este veículo já possui até mesmo nome e se chamará i NEXT e será movido por um propulsor elétrico, daí o “i” como inicial do nome, designação esta que é dada aos veículos da marca com este tipo de propulsão.

Atualmente, a gama de elétricos da BMW conta com dois veículos, sendo estes o híbrido i8 e o compacto i3, modelos estes que têm o motor elétrico trabalhando em conjunto com o motor a combustão, mas os planos da empresa é que esta gama ganhe novos componentes a partir do ano de 2018.

No último mês de março, a fabricante apresentou um novo conceito autônomo, o qual foi batizado com o nome de Vision Next 100, fato este que indica que tendências para o próximo centenário da empresa.

Além da submarca “i”, a BMW irá oferecer novas versões híbridas, as quais serão denominadas “plug-in”, ou seja, modelos em que as baterias podem ser recarregadas até mesmo em tomadas, esse veículo será disponibilizado nas versões dos veículos Série 2, Série 7, Série 3 e X5.

O momento na BMW é de muitas especulações, pois não só o público apaixonado pela marca como também os especialistas do ramo automobilístico já estão prevendo que várias novidades estão para chegar, tanto que já foi confirmado pela empresa lançamento em breve de um novo modelo na categoria de luxo, contudo sem dar maiores detalhes a respeito do modelo.

O CEO da fabricante antecipou ainda que a família dos SUVs ganhará mais um membro que será o X7, mas essa novidade só chegará ao mercado no ano de 2018. Outra novidade é o fato de a Rolls-Royce, marca que pertence ao grupo, também irá lançar um novo modelo, o qual está em fase de projeto e este projeto foi batizado com o nome de Cullinan.

Por Adriano Oliveira


Sem muitos detalhes Renault confirma que irá fabricar o Kwid no Brasil


Renault planeja mostrar o Kwid como uma das principais atrações do Salão de Automóvel de São Paulo

Nesta última sexta-feira, dia 13 de maio de 2016, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Renault anunciou oficialmente que o Renault Kwid será produzido aqui no Brasil. Apesar de não ter dado maiores detalhes, a empresa afirmou que este veículo será uma das atrações trazidas no próximo Salão do Automóvel de São Paulo, evento este que irá acontecer no mês de novembro.

O Renault Kwid chega no mercado nacional com a nobre missão de substituir a famoso Renault Clio. Mesmo com lançamento previsto só para o mês de novembro, o modelo já foi visto em testes rodando no interior do estado de São Paulo, essa grande novidade da Renault chegará ao mercado para brigar com os recém-lançados Fiat Mobi e Volkswagen Up!. Além de outros modelos hatches de entrada.

Por enquanto a Renault preferiu não fazer maiores confirmações a respeito dos detalhes técnicos do Kwid, mas ao que tudo indica o modelo será comercializado com um propulsor 1.0 de três cilindros.

Algumas especulações já estão arriscando em afirmar que o Kwid só será comercializado no mercado nacional no primeiro semestre do ano de 2017, no lugar do veterano Clio que atualmente é comercializado em uma única versão, a qual trás de fábrica direção hidráulica, ar condicionado e vidros elétricos.

A proposta deste novo Kwid aqui no Brasil é a de ser um veículo de pequeno porte e de baixo custo, mas ao que tudo indica, quando o modelo for lançado por aqui, ele terá um toque um pouco mais refinado do que a versão que foi lançada no mercado indiano, haja vista que por lá o retrovisor do modelo é bastante simples e este deve ser um dos itens que serão modificados na versão nacional.

O sistema de fixação das rodas utilizado pelo Renault que contém apenas três parafusos deverá ser modificado e ganha  um reforço, dentre os equipamentos de série, certamente a fabricante irá inserir neste modelo airbags dianteiros e sistema de freios ABS, a fim de atender os requisitos exigidos pela legislação nacional. A central multimídia que atualmente tem sido um dos grandes atrativos da maioria dos veículos que estão sendo lançados por aqui deverá ser um item de série somente das versões mais caras.

Por Adriano Oliveira


Kia Motors aposta no mercado nacional e promete novidades


Fabricante afirma que os investimentos vão continuar e que os consumidores podem aguardar novidades

Não é nenhuma novidade dizer que muitas empresas internacionais do setor automotivo há tempos estão vendo o Brasil com um mercado promissor e por este motivo cada vez mais têm se inserido no mercado nacional trazendo novos modelos de veículos e com tecnologias inovadoras. É neste contexto, que apesar do mau momento econômico vivido pelo país atualmente, a grande e renomada fabricante de veículos Kia Motors já divulgou que segue bastante confiante com o potencial do mercado brasileiro, principalmente após a mudança do governo, fator este que para empresa é uma esperança de que as coisas mudem por aqui.

A fabricante sul-coreana Kia Motors anunciou que além de continuar confiante no mercado brasileiro deseja contribuir para que o cenário econômico do país retorne ao normal, haja vista que nesses 24 anos que a empresa está atuando no Brasil ela já enfrentou outros momentos em que a economia não estava tão favorável, o principal objetivo da empresa é espantar o pessimismo e com novos produtos fazer com que o consumidor brasileiro volte aos poucos a fazer novos investimentos, sendo que para corroborar essa iniciativa de apoio e aposta no mercado brasileiro a fabricante fez o anuncio oficial de que os seus planos por aqui é lançar, até o ano de 2020 nada mais nada menos que 37 novos modelos de veículos.

Dentro dessas inovações que serão lançadas pela Kia Motors por aqui há alguns modelos inéditos ou novas gerações de veículos já conhecidos do consumidor brasileiro, além de face-lifts. Além de novos propulsores a Kia Motors promete trazer para o Brasil mais uma grande inovação que será modernos veículos elétricos e híbridos, categorias estas que ainda não conseguiram ter um crescimento aqui no país. Dentro das novidades que estão sendo ansiosamente aguardadas pelos consumidores nacionais, uma das mais esperadas e que segundo a fabricante chegará por aqui será a nova geração do famoso Kia Sportage. Dentro deste pacote de novidades a empresa irá lançar a nova geração do compacto Rio tanto nas versões hatch quanto na versão sedã, além das linhas reestilizadas do Optima e do Cerato, modelos estes que atualmente são importados do México.

Logo, apesar de ser um momento de cautela, o certo é que em breve teremos muitas boas novidades trazidas pela Kia Motors.

Por Adriano Oliveira


Novo Ford Edge é lançado no Chile


O novo modelo tem precisão para chegar ao Brasil ainda no primeiro trimestre de 2016

O novo Ford Edge foi oficialmente lançado no Chile nesta última quinta-feira, dia 12 de maio de 2016, motivo este que está causando inúmeras especulações aqui no Brasil, haja vista que segundo as previsões da fabricante este grande lançamento iria chegar aqui no mercado nacional no primeiro trimestre deste ano. Por lá o crossover será comercializado em três versões, sendo duas delas com opções de propulsor movido à gasolina.

Os valores do novo Ford Edge no Chile, feita a conversão em Real, serão de R$ 102.420 para a versão SE 2.0 EcoBoost, R$ 108.826 para a versão SEL 2.0 EcoBoost e R$ 122.915 para a versão SEL 3.5 V6 AWD.

O propulsor deste veículo será o tetra cilíndrico 2.0 EcoBoost (turbo), o qual terá a capacidade de entregar ao veículo uma potência máxima de 245 cavalos, sendo que este propulsor só será disponibilizado nas versões SE e SEL, as quais possuem tração frontal, por outro lado, a versão topo de linha, SEL, virá equipada com o propulsor 3.5 V6 capaz de gerar um potência máxima de 280 cavalos, nessa configuração o veículo vem com tração integral.

Nestas três configurações, o Ford Edge sairá de fábrica com câmbio automático de seis marchas.

Esse novo Ford Edge devido ao fato de ser um projeto em âmbito global foi integralmente reformulado para que fossem atendidas as diferentes preferências dos mais diversificados mercados do mundo. O modelo já vem de série equipado com um belo pacote tecnológico, o qual conta com ar condicionado automático, oito airbags, mesmo na versão de entrada, e direção elétrica. Com relação ao diferencial existente na configuração das versões, o modelo SEL tem como acréscimo a terceira geração da central de multimídia Sync, a qual possui tela sensível ao toque de oito polegadas, bem como execução de comandos de voz, com relação aos demais itens do pacote tecnológico, essa versão possui alerta de tráfego cruzado, monitor de ponto cego, sensores de estacionamento, teto solar panorâmico, partida do motor à distância, fechamento e abertura do compartimento porta-malas realizado por meio de gestos, dentre outros atrativos.

Ao que tudo indica, o mercado brasileiro deve receber somente a versão Limited que será importada e equipada com propulsor V6 modificado para gerar uma potência de 290 cavalos, dotado de tração integral e apenas um pacote de equipamentos. Apesar de a fabricante ainda não ter revelado, já há rumores que dão conta que o Edge chegará custando acima de R$ 200 mil, principalmente, devido a elevada taxa cambial do dólar.

Por Adriano Oliveira  


Volkswagen Gol – Preço da nova versão duas portas


Volkswagen Gol – Versão duas portas custará R$33.620

Na última segunda-feira, dia 09, a Volkswagen apresentou uma nova opção para o Gol: A versão duas portas. De acordo com as informações da montadora a previsão é de que modelo chegue às concessionárias de todo o país a partir do mês de junho na versão Trendline. O preço inicial será de R$ 33.620.

O lançamento do Gol com uma carroceria duas portas ocorre apenas dois meses após a chegada no mercado do Gol reestilizado. Na configuração mostrada essa versão só será vendida com um motor 1.0 de três cilindros sendo 82 cv com etanol e 75 cv com gasolina.

O novo Gol Trendline 2 portas tem uma diferença (para menos) de R$1.930 se comparado com a versão tradicional que conta com as portas traseiras. Com relação aos itens de série a informação é de que ele contará com limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, vidros e travas elétricos e direção hidráulica.

Caso o consumidor queira ele poderá adicionar ar-condicionado ao veículo pelo preço de R$2.840. Duas centrais também estão sendo disponibilizadas opcionalmente. A Media conta com rádio e entrada USB, MP3 e Bluetooth, sai por R$850. No caso da Composition Touch teremos uma tela sensível ao toque bem como o espelhamento de celular. Neste caso o preço fica na faixa de R$1.780.

A nova cara do Gol

No mês de fevereiro deste ano o Volkswagen Gol ganhou alguns retoques no visual. As mudanças foram claramente inspiradas no Golf. Apesar de serem sutis as alterações feitas passam uma sensação de que o carro está um pouco maior do que na realidade é.

Na parte da frente praticamente tudo foi redesenhado enquanto que na traseira foram adicionadas novas camadas além de vincos. O painel do modelo também passou por uma renovação. De acordo com a marca os mostradores estão 30% maiores. O volante também foi trocado, mas não é novo, foi “emprestado” do Golf. O console por sua vez foi todo redesenhado objetivando deixar mais espaço para as centrais multimídia.

Com a chegada do Gol reestilizado também foi aberto um espaço maior para a combinação de cores que poderão variar de acordo com a versão.

Por Denisson Soares


HB20 Turbo – Alternativa da Hyundai entre os compactos


O Hyundai HB20 continua bem figurando na segunda posição entre os carros mais vendidos no Brasil nesses primeiros meses de 2016. Agora a marca, visando ampliar ainda mais sua atuação, coloca a disposição dos consumidores uma alternativa do modelo: A opção com motor 1.0 de 12V turbo. O carro ficará como intermediário entre os já conhecidos 1.0 aspirado e o 1.6. Com isso a companhia sul-coreana deixa claro a ideia de ser competitiva em desempenho e também em preço na classe dos compactos 1.4 e 1.6.

De acordo com as informações divulgadas até o momento o modelo será disponibilizado nas carrocerias hatchback e sedã. Serão oferecidas duas versões de acabamento chamadas de Comfort Style e Comfort Plus. A novidade para o mercado de automóveis continuará com o mesmo design que foi apresentado na última reestilização do HB20. Destacando nesse meio as melhorias relativas do motor e a aplicação de turbo compressor.

Esses pontos tornaram possível uma elevação na potencia do carro para até 105 cv quando abastecido com etanol.

Além desses pontos o HB20 Turbo ainda conta com o câmbio manual de seis marchas. Esse câmbio até bem pouco tempo atrás só era disponibilizado na versão com motor mais potente.

Com relação aos preços do carro também há diferenças. Quando comparado ao 1.0 aspirado na opção Comfort Plus a diferença fica em R$3.700. A cifra inicial começa com hatchback partindo de R$47.445.

Os números.

Apenas nos três primeiros meses desse ano a Hyundai conseguiu vender 24.300 unidades do HB20. Na lista dos mais vendidos ele só perde posição para o Chevrolet Onix. Para trás ele deixa outros modelos que também são populares como Ford KA e Chevrolet Prisma.

A participação do modelo no mercado como um todo também é muito significativa. Segundo a marca da fatia de 9,9% que concerne a ela de participação 8,3 % são frutos do HB20 apenas no ano de 2016.

Esses números deixam claro que o HB20 tem um lugar especial na venda de veículos no país e como tal a própria marca já afirmou que novidades volta e meia devem aparecer para incrementar ainda mais o “garoto propaganda”.

De qualquer forma essa é apenas mais uma da Hyundai para não perder seus consumidores ou desagradar aqueles que conseguiu conquistar ao longo do tempo.

Por Denisson Soares


Primeiro carro movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado em 2018


Rasa é o nome do carro que será o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido.

Há anos as montadoras buscam desenvolver um veículo biosustentável, principalmente devido aos resíduos químicos depositados na atmosfera e a possível escassez do petróleo dentro de algumas décadas. Segundo rumores, o primeiro modelo movido a hidrogênio líquido poderá ser lançado ainda nos próximos anos, precisamente em 2018.

A empresa Riversimple Movement Rasa – que possui sede em Gales, no Reino Unido – apresentou o primeiro modelo conceito, desenvolvido com auxílio do governo inglês, que concedeu a empresa 2 milhões de libras, algo em torno de 11.5 milhões de reais. O exemplar possui o nome de “Tabula Rasa” (também conhecido como Rasa), em homenagem ao filosofo grego Aristóteles, que utilizou a expressão para descrever uma ideia que nasce sem base prévia.

O modelo conta com design exterior de um Hatch clássico, que visto de frente lembra bastante o modelo New Beatle da Volkswagen, principalmente  na parte dos faróis de projeção dianteira. O novo conceito também traz portas “asas de gaivota”, em referência aos antigos modelos Mercedes-Benz.

O Rasa pesa aproximadamente 580 Kg, bastante leve em relação aos modelos convencionais, como o Fiat Uno, por exemplo, que pesa uma tonelada. Além disso, a empresa utiliza uma célula de combustível com potência de 11,4 cv capaz de gerar a quantia de eletricidade necessária para mover o veículo e ampliar sua capacidade de aceleração.

Em seu interior o modelo possui apenas dois lugares e design simples. Infelizmente, o isolamento acústico interno não é dos melhores, absorvendo muito do ruído externo.

A base aerodinâmica produzida em fibra de carbono do veículo permite que o veículo atinja a velocidade máxima de 100 Km/h em apenas dez segundos, o que o torna ideal para dirigir em território urbano. Vale apena ressaltar, que o modelo conta com autonomia de até 480 quilômetros sem recarga de combustível.

Vale ressaltar, que mesmo que o veículo biosustentável seja lançado em 2018 o modelo não deverá ser comercializado, pelo menos inicialmente. O objetivo principal da empresa é alugar o veículo para empresas, que deverão usufruir do veículo até atingir a quilometragem estipulada pela fabricante. Após atingir a quilometragem o cliente deverá devolver o veículo para a fabricante, sem que haja maiores preocupações.

O modelo passará por testes de desempenho com vinte clientes ainda no final desse ano, para que haja um aperfeiçoamento antes da comercialização em 2018.

Por Wendel George Peripato

Rasa

Rasa

Fotos: Divulgação


Novo Subaru WRX chega ao Brasil


Subaru prepara o lançamento do seu novo modelo WRX no Brasil. Carro chegará no mês de agosto e custará a partir de R$ 147.900.

Foi anunciado nesta última segunda-feira, dia 15 de junho, pela montadora Subaru, os valores dos veículos esportivos WRX e WRX STI, carrões estes que chamaram bastante a atenção de todos no Salão do Automóvel de São Paulo na edição de 2014 e acabaram sendo considerados as estrelas do evento na ocasião. Agora a novidade é que este dois modelos irão chegar ao mercado nacional a partir do mês de agosto do ano 2015 e serão comercializados por R$ 147.900 (o WRX) e R$ 194.900 (o WRX STI).

O WRX já irá vir de fábrica equipado com um motor tetra cilíndrico de 2.0 litros. Este veículo terá turbo e injeção direta, este propulsor com estas características terá a capacidade de desenvolver uma potência máxima de nada mais nada menos que 268cv e um torque de 37 kgfm, sendo que ele será comercializado com a opção de um câmbio manual de seis velocidades ou um câmbio automático de 8 marchas.

A empresa Caoa, que será a empresa oficialmente responsável da marca aqui no país, irá começar a realizar a pré-venda destes esportivos a partir desta semana, contudo, para aqueles que já ficaram animadinhos com a novidade, a empresa só iniciará as entregas destes veículos no mês de agosto. Como podemos perceber, a previsão inicial que a empresa tinha repassado anteriormente atrasou. Tendo em vista que a estimativa dela era de que estes dois modelos desembarcassem aqui no Brasil no mês de maio.

Essas novidades são mais um dos artifícios que a montadora Subaru está utilizando, a fim de conseguir aumentar um pouco mais a sua presença aqui no mercado brasileiro. Segundo dados fornecidos pela empresa, nos últimos quatro meses do ano de 2015 foram emplacados 484 unidades de veículos da marca aqui no país, o que se for comparar com o mesmo período do ano passado foi um acréscimo considerável, pois no mesmo período do ano anterior foram emplacadas apenas 280 unidades, essa comparação revela que a empresa obteve um avanço de 73% nas suas vendas aqui no Brasil, mesmo em um cenário de queda do poder de compra dos brasileiros e do mercado nacional.

Sobre a Subaru:

A Subaru é uma montadora de automóveis japonesa que foi fundada no ano de 1953. A sede da empresa fica na cidade de Ota (Japão) e atualmente a Subaru possui mais de 11 mil funcionários. Um detalhe importante de se comentar é que a General Motors detinha 20% das ações da montadora japonesa, porém, estes papéis acabaram sendo adquiridos pela Toyota. Com isso, Toyota e Subaru agora partilham de suas tecnologias e componentes. Em meio a esta parceria, a Toyota utilizará a fábrica da Subaru nos Estados Unidos e em contrapartida a Subaru passará a utilizar a tecnologia híbrida desenvolvida pela Toyota. Entre os modelos produzidos pela Subaru estão: 1000, 1500, 360, Baja, B9 Tribeca, Subaru BRZ, Exiga, Forester, Impreza, Impreza WRX, Justy, Impreza WRX STi, Legacy, Outback, Pleo, R1, R-2, Rex, Stella e Vivio.

Por Adriano Oliveira


Mitsubishi L200 Triton Savana Off – Nova Edição Especial


Novo Mitsubishi L200 Triton Savana Off terá apenas 200 unidades produzidas. Edição Especial da picape custará R$ 128.990 e virá com diversos itens exclusivos.

A Mitsubishi lançou recentemente no Brasil uma versão especial do seu modelo L200 Triton Savana. Esta série especial foi chamada de "Off" e terá apenas 200 unidades produzidas. A versão, que custará cerca de R$ 128.990, traz como principais novidades a sua cor laranja Sunshine e diversos itens exclusivos, como capaz de neoprene nos bancos, plaqueta com o número de série, rodas de liga leve na cor grafite e adesivos alusivos à edição.

A edição especial do carro é inspirado no canal de TV "OFF", que é dedicado aos esportes radicais. Outros itens bacanas presentes na picape são um cooler customizado da marca Ogio, uma garrafa de aço inoxidável e um chaveiro do tipo mosquetão para que as chaves possam ser fixadas em cintos ou mochilas.

Já com relação aos itens de série presentes no veículo, podemos citar o ar condicionado automático, a direção hidráulica, a chave presencial, os pneus Scorpion MTR 255/70 R16, o volante revestido em couro (com ajuste de altura e comandos do som), os tapetes de borracha, o rack de teto, o snorkel, a prancha para auxílio em situações de atolamento, entre outros.

Falando agora um pouquinho sobre o seu conjunto mecânico, ele não sofreu nenhuma alteração significativa. Sendo assim, o modelo continua tendo um motor 3.2 turbodiesel com injeção direta de combustível, que é capaz de oferecer até 180 cavalos de potência (a 3.500 rpm) e 38 kgfm de torque (a 2.000 rpm). Com relação à sua transmissão, ela é manual de cinco marchas.

E por falar no Mitsubishi L200 Triton, neste mês de abril a versão 2015 da picape ganhou cinco estrelas no ANCAP, que através de um Crash Test analisa a segurança do carro. O modelo equipado com motor 2.4 MIVEC conseguiu conquistar 36,22 pontos de um total de 37 pontos, com isso conquistou o prêmio. Os impactos na parte lateral e frontal da picape renderam 15,22 pontos de um total de 16 pontos. Já o efeito chicote foi considerado bom e a proteção contra os pedestres foi considerada aceitável.

Sobre o Mitsubishi L200:

O L200 é a picape mais popular da Mitsubishi Motors. A primeira versão do veículo foi lançada no ano de 1978, ainda com o nome de Mitsubishi Forte. O modelo manteve esse nome até o ano de 1986, quando passou a se chamar Mitsubishi Strada, Vale lembrar que a picape também conhecida como L200, Triton, Strakar e Mighty Max, dependendo do país.

O veículo é produzido em dois países: Na Tailândia (que exporta o modelo para mais de 140 países) e no Brasil (na fábrica de Catalão, em Goiás).

Os principais concorrentes da picape são: Toyota Hilux, Mazda BT50, Nissan Navara, Isuzu D-Max, Chevrolet S10, Ford Ranger e Dodge Power Ram 50.

Confira abaixo algumas fotos do Novo Mitsubishi L200 Triton Savana:


Chevrolet Corvette Z06 C7.R – Novo Carro terá versões Cupê e Conversível


Chevrolet deve lançar Novo Corvette Z06 C7.R no segundo semestre deste ano. Carro terá apenas 500 unidades e será vendido nas versões Cupê e Conversível.

Na última sexta-feira, dia 24 de abril, a Chevrolet apresentou o novo Corvette Z06 C7.R. O veículo é uma edição especial do modelo que se baseia no carro de competição com o mesmo nome. Vale lembrar que o veículo terá apenas 500 unidades produzidas e será oferecido nas versões com carroceria conversível e cupê. A previsão é de que o lançamento do carro ocorra no segundo semestre deste ano.

Tanto a versão cupê como a versão conversível contará com um pacote de itens de série de alta performance, entre eles estão: freios em cerâmica da marca Brembo, pneus Michelin PS Cup 2, além de número de registro especial. Não bastasse isso, o carro contará ainda com rodas esportivas escuras, capô com fibra de carbono, além de grade e entradas de ar metalizadas.

Comentando agora um pouco sobre a parte interna, ela terá um revestimento em couro Jet Black, com acabamento em veludo nas portas e também no painel de instrumentos. Caso queira, o comprador poderá adquirir ainda um pacote de fibra de carbono, que traz costura na cor amarela, bancos esportivos, além de uma nova manobra de câmbio e volante, que terão um acabamento diferenciado.

Novo Carro Esportivo Chevrolet FNR:

A Chevrolet também apresentou recentemente um novo carro esportivo elétrico. O modelo, chamado de FNR, possui um design totalmente futurista e foi apresentado durante o Salão de Xangai deste ano. Vale lembrar que o carro foi desenvolvido no estúdio da montadora que também fica na cidade de Xangai. Além do design bastante moderno, o carro também traz inovações que prometem dar o que falar, a principal delas é a possibilidade de se dirigir sozinho, sem a necessidade do motorista. Outras novidades são: a propulsão elétrica em cada uma das quatro rodas (não possuindo assim cubo), o sistema de reconhecimento de retina do motorista e e o carregamento das baterias via Wi-Fi. Apesar do carro conceito ser apresentado este ano, acredita-se que a Chevrolet só deva produzir uma versão deste veículo em 2030.

Confira abaixo algumas fotos do Novo Corvette Z06 C7.R:


Volkswagen Golf R420 deve ser lançado no Salão de Frankfurt 2015


Volkswagen irá produzir o Novo Golf R420. Carro deve ser apresentado no Salão de Frankfurt 2015.

Na última semana, a Volkswagen confirmou que irá produzir o Novo Golf R400. O veículo foi apresentado pela primeira vez ao público no Salão de Pequim de 2014, ainda como conceito, sendo que agora será lançado oficialmente no Salão de Frankfurt, que acontece no mês de setembro deste ano.

Segundo as informações apuradas pela revista "Car", o Golf R400 virá equipado com um motor 2.0 turbo, que tem a capacidade de chegar a 420 cv de potência. Vale lembrar que este mesmo motor é utilizado pelo Audi TT. Além disso, na versão de fabricação o motor fornecerá 20 cv a mais do que a versão apresentada no carro conceito. Sendo assim, a Volkswagen deve chamar o novo carro de Golf R420 e não R400.

Já com relação à tração, ela deve ser integral, enquanto a sua transmissão deverá ser de seis velocidades.

Comentando agora um pouco sobre o seu design, ele não deve ganhar muitas mudanças e permanecerá com um visual bem esportivo, já que contará com detalhes em amarelo nas pinças de freio, na grade frontal e na costura do revestimento interno.

Por falar na esportividade, a Volkswagen deve oferecer ainda um Kit Aerodinâmico com difusores em fibra de carbono e com tubos duplos de escape centralizados.

Acredita-se que o novo Volkswagen Golf R420 deva chegar ao mercado alemão mais para o final do ano. Já com relação ao seu preço, ele deve custar cerca de 50 mil euros.

Linha 2016 do Volkswagen Up, Gol e Voyage:

Por falar em novidades, a Volkswagen lançou no Brasil a linha 2016 dos modelos Up, Gol e Voyage. Os veículos ganharam mais acessórios de série, porém, mantiveram praticamente o mesmo design. Outra mudança é com relação aos seus preços, que subiram. Agora, o Up custa de R$ 30,560 (modelo Take Up de duas portas) a R$ 44.830 (modelo Cross Up I-Motion). Já o Gol passou a custar de R$ 30.230 (modelo 1.0 Special com 2 portas) a R$ 60.030 (modelo 1.6 Rallye I-Motion). Por fim, o Voyage agora custa de R$ 40.390 (modelo 1.0 Trendline) a R$ 61.840 (modelo 1.6 Evidence I-Motion).


Preços do Novo Volkswagen Gol 2016


Confira a Tabela de Preços do Novo Volkswagen Gol 2016. Carro chega às concessionárias custando entre R$ 29 mil e R$ 58 mil.

Recentemente chegou às concessionárias o Novo Volkswagen Gol 2016. A nova versão do carro não possui grandes mudanças, apenas algumas alterações pontuais em alguns detalhes do veículo. Entre estas mudanças podemos citar a adição de detalhes cromados nas versões Comfortline e Highline. Não bastasse isso, o carro também ganhou retrorefletores nos para-choques de todas as versões.

Para aqueles que não se lembram, o Gol era o carro mais vendido do Brasil. Porém, no ano passado acabou sendo ultrapassado pelo Palio. Com esta nova versão, sem muitas mudanças aparentes, a Volkswagen pretende dar um pouquinho mais de fôlego para o seu atual modelo. Já a tão esperada reestilização do carro deverá ocorrer apenas em 2017. Até lá, os carros serão vendidos com motor 1.0 Flex (de 76 cv de potência) ou 1.6 (de 104 cv de potência). O carro terá ainda a possibilidade de vir com câmbio automatizado I-Motion nas versões Comfortline e Highline.

O Gol Trendline terá a opção de vir com direção hidráulica e pneus de medida 185/65 R14. Já o Gol Comfortline possui 4 portas e virá com detalhes cromados na cabine, além de rodas de 15 polegadas, pneus 195/55 R15, faróis e lanterna de neblina e grade dianteira em preto brilhante com inserto cromado.

Confira agora como ficaram os valores do Novo Vokswagen Gol 2016:

  • Gol Rallye 1.6 16V I-Motion: R$ 60.030 (preço anterior era de R$ 58.910)
  • Gol Rallye 1.6 16V: R$ 56.710 (preço anterior era de R$ 55.650)
  • Gol Highline 1.6 I-Motion 4 portas: R$ 56.850 (preço anterior era de R$ 55.690)
  • Gol Highline 1.6 4 portas: R$ 53.510 (preço anterior era de R$ 52.420)
  • Gol Comfortline 1.6 I-Motion 4 portas: R$ 49.690 (preço anterior era de R$ 48.030)
  • Gol Comfortline 1.6 4 portas: R$ 46.450 (preço anterior era de R$ 44.860)
  • Gol Trendline 1.6 4 portas: R$ 42.340 (preço anterior era de R$ 41.530)
  • Gol Track 1.0 4 portas: R$ 40.710 (preço anterior era de R$ 39.950)
  • Gol Comfortline 1.0 4 portas: R$ 41.950 (preço anterior era de R$ 40.440)
  • Gol Trendline 1.0 4 portas: R$ 37.910 (preço anterior era de R$ 37.180)
  • Gol Trendline 1.0 2 portas: R$ 35.680 (preço anterior era de R$ 35.000)
  • Gol Special 1.0 4 portas: R$ 32.290 (preço anterior era de R$ 31.670)
  • Gol Special 1.0 2 portas: R$ 30.230 (preço anterior era de R$ 29.650)

Sobre o Volkswagen Gol:

O Volkswagen Gol foi desenvolvido em solo brasileiro e é comercializado em diversos países. A primeira geração do carro chegou às lojas no ano de 1980, sendo produzida até o ano de 1994, ano em que foi lançada a segunda geração do veículo, que foi produzido até o ano de 2002. Já a terceira geração do carro foi lançada em 1999 e foi comercializada até o ano de 2005. Já o Gol G4, quarta geração do modelo, foi comercializado de 2005 a 2013. Em 2008 a Volkswagen lançou o Novo Gol, o veículo é a 5ª geração do modelo, porém, desta vez a montadora não utilizou a nomenclatura G5, deixando o veículo como Novo Gol mesmo. Por fim, a sexta geração, também conhecida como Gol G6, chegou às concessionárias no ano de 2012, sendo vendida até hoje.


Novo Suzuki SX4 S-Cross – Preço e Lançamento


Suzuki lança Novo SX4 S-Cross no Brasil. Carro chegará às concessionárias por R$ 74.900 e irá concorrer com o Honda CR-V.

Nesta semana, a Suzuki lançou o seu novo crossover SX4 S-Cross. O veículo chega às concessionárias para concorrer diretamente com o Honda HR-V, que foi lançado no início deste mês de abril e que está sendo um tremendo sucesso de vendas.

O principal diferencial do Suzuki SX4 S-Cross é a presença de tração 4X4 em parte das versões do carro, coisa que não existe no Honda HR-V e Peugeot 2008. Apesar disso, um carro deve dar trabalho ao novo Suzuki é o Renault Duster, que além de ser maior, também possui tração 4×4.

O Suzuki SX4 S-Cross será vendido em quatro versões diferentes: 2WD MT GL, 2WD CVT GLX, 4WD CVT GLX e 4WD CVT GLS.

O SX4 S-Cross 2WD MT GL é a versão de entrada do veículo. Ela custa R$ 74.900 e conta com ar condicionado, câmbio manual de cinco marchas, sistema multimídia com bluetooth, tração dianteira 4×2, rodas de liga leve aro 16, freios  com ABS, EBD, BAS e BOS, controle de tração, controle de estabilidade, bancos com Isofix para cadeirinhas, assistente em rampas, airbag, cintos com pré-tencionador, entre outros itens.

Já o SX4 S-Cross 2WD CVT GLX custa R$ 88.900 e vem equipado com tração 4×2, bancos com revestimento de tecido, rodas de aro 17, câmbio automático CVT, aletas de troca de marchas no volante e ar condicionado digital.

Com relação ao S-Cross 4WD CVT GLX, ele custa R$ 95.900 e vem com tração integral, selecionador de modo de condução, bloqueiro do diferencial, além de revestimento em couro branco nas portas e bancos.

Por fim, o S-Cross 4WD CVT GLS é a versão top de linha do veículo. Ele custa R$ 105.900 e vem com tração 4WD, câmbio automático CVT, faróis com facho bi-xênon e pontos de LED para iluminação diurna, rodas de aro 17, teto solar elétrico com dupla abertura, além de sistema multimídia touchscreen de 8 polegadas e sistema operacional Android, capaz de se conectar com smartphones (por wi-fi) e realizar download de aplicativos. Um detalhe importante de se mencionar é que esta versão possibilita ainda que o usuário personalize a carroceria e o teto do carro com cores diferentes, este serviço custa R$ 1.000 além do preço do carro.

Recall de Veículo:

Nesta semana, a Suzuki também anunciou que irá realizar um recall de mais de 2 milhões de veículos. O problema é que foi constatado um problema na chave de ignição de alguns veículos produzidos entre 1998 e 2009. Este problema abrange modelos vendidos no Japão (principalmente), Austrália e no Mercado Europeu. A empresa aproveitou para salientar que não houve registro de acidentes por causa deste problema.

Fotos: Murilo Mattos/Divulgação


BMW apresenta Novo Sistema de Injeção de Água no Motor


Nova tecnologia da BMW injeta água no motor. Novo sistema resfria e aumenta a eficiência do motor.

Buscando cada vez mais eficiência em seus carros, a BMW anunciou a criação de uma nova tecnologia chamada de injeção de água. Esta tecnologia nada mais é do que uma nova forma encontrada pela empresa para resfriar o motor de seus carros enquanto eles estão em funcionamento. Além de contribuir para a redução da temperatura na câmara de combustão, a nova tecnologia criada pela BMW permite que a queima de combustível dentro do motor seja mais eficiente.

Para que novo sistema funcione de forma perfeita, ele possui um tanque de cinco litros de água (que fica no porta-malas) que precisa ser reabastecido a cada cinco paradas para encher o tanque de combustível. Essa água é injetada na caixa de ar por meio de três bicos com formato de spray, que injeta uma quantidade de água suficiente para resfriar o ar durante a exaustão. Com este ar resfriado, a temperatura da câmara de combustão se reduz e gera uma queima mais eficiente de combustível.

Vale lembrar que além de resfriar o motor e tornar a queima de combustível mais eficiente, este novo sistema ainda reduz o volume de poluentes, como o óxido de nitrogênio (NOx).

Segundo a montadora, esta nova tecnologia será testada inicialmente no Safety Car da Moto GP, que é um BMW M4. Futuramente a empresa espera adotar este mesmo sistema em um modelo de produção da série M, muito provavelmente este modelo seja o BMW M4 GTS, veículo que deve começar a ser fabricado no ano quem vem (2016).

Um detalhe importante de se mencionar é que essa tecnologia da BMW não é assim tão nova, já que um sistema parecido já é utilizado em modelos de dragster de arrancadas e também em aviões militares.

Novo BMW Série 7:

Por falar em novas tecnologias, a BMW apresentou esta semana um carro capaz de estacionar sozinho através do controle remoto. O veículo em questão é o novo BMW Série 7, que virá com várias funcionalidades inteligentes que prometem revolucionar o mundo dos carros. Além da tecnologia que oferece a possibilidade de estacionar apenas acionando um botão no controle remoto, o carro também traz um pequeno chaveiro com visor que mostrará algumas informações sobre o carro. Outra funcionalidade bacana é que ao receber uma ligação, o motorista poderá decidir se quer atende-la ou não apenas fazendo gestos enquanto dirige. A montadora ainda não informou o valor deste novo carro, mas sabe-se que a sua versão anterior chegou às concessionárias custando cerca de US$ 130 mil.


Novo Chery QQ 2016 – Preço e Lançamento no Brasil


Chery lança Novo QQ 2016 no Brasil. Nova geração do carro ganhou novo visual e agora custa de R$ 31.990 a R$ 33.990.

A Chery do Brasil anunciou nesta quarta-feira, dia 22 de abril, o lançamento do Novo QQ. A partir de hoje, a nova geração do modelo já pode ser encontrada nas concessionárias da marca com preços que variam de R$ 31.990 a R$ 33.990. Vale lembrar que com estes valores o carro ficaram cerca de R$ 6.400 mais caro do que sua versão anterior, que custava de R$ 25.590 a R$ 27.990. Com esta encarecida no veículo, ele perdeu o posto de Carro Mais Barato do Brasil.

De acordo com Luis Cury, vice-presidente da Chery do Brasil, o veículo será inicialmente importado da China. Porém, após o segundo trimestre deste ano o Chery QQ passará a ser fabricado no Brasil, na fábrica da montadora na cidade de Jacareí (SP).

A versão de entrada do Chery QQ foi chamada de "Look" e custará R$ 31.990. Nesta versão o veículo possui ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, rádio com entrada USB, airbags e freios ABS com EBD.

Já a versão topo de linha do Chery QQ se chama "ACT" e custará cerca de R$ 33.990. Esta versão do carro conta com vários ítens de série, entre eles: rodas de liga leve de 14 polegadas, sensor de ré, faróis com ajustes elétricos, vidros dianteiros e traseiros elétricos, sistema de alarme nas chaves, retrovisors com regulagem elétrica, além de Rádio com MP3 e CD.

Os interessados em comprar o veículo poderão encontra-lo em 5 cores: preto, branco, vermelho, prata marrom e branco pérola.

Com relação ao motor, o carro virá equipado com um motor 1.0 ACTECO de 3 cilindros e 12 válvulas, com injeção direta de gasolina. O motor é capaz de entregar até 69 cavalos de potência. Já com relação a sua transmissão, ela é manual de cinco marchas.

Falando agora rapidamente sobre o seu design, várias mudanças podem ser observadas, como os novos para-choques, a nova grade frontal, os novos faróis, o novo conjunto óptico e a nova tampa do porta-malas.

Sobre o Chery QQ:

A primeira geração do Chery QQ foi lançada no ano de 2003e chegou ao Brasil no ano de 2011. Por aqui, ele ganhou o título de carro mais barato do país, já que custava apenas R$ 22.900. Um detalhe interessante de se citar sobre este carro é que a General Motors acusou a Chery de ter copiado o seu modelo Chevrolet Spark. Uma das evidências da montadora norte-americana foi encontrada pelos seus engenheiros, que perceberam que as portas do Chevrolet Spark se encaixavam perfeitamente no Chery QQ e vice versa. Vale lembrar que os principais concorrentes do carro são o Effa M100, o Chevrolet Celta e o Fiat Uno.


Volkswagen Gol e Voyage 2016 – Lançamento, Novidades e Preço


Volkswagen inicia venda do Gol e Voyage 2016. Preços dos Novos Modelos subiram até R$ 1.500.

A Volkswagen lançou recentemente o Gol e o Voyage 2016. Os veículos foram disponibilizados nas concessionárias da marca sem muito alarde, provavelmente por não possuírem grandes alterações quando comparados às suas versões 2015. A principal novidade nos novos modelos é que agora eles possuem mais ítens de série. Mas se visualmente os carros continuam praticamente iguais, não podemos dizer o mesmo de seus preços, que ficaram mais caros. Agora, o Gol custa entre R$ 30.230 e R$ 60.030, um aumento de aproximadamente R$ 1.500 em cada versão. Já o Voyage custa de R$ 40.390 a R$ 61.840, dependendo da versão do modelo.

Entre as novidades presentes dos novos carros podemos citar os detalhes cromados nas cabines, as calotas com aro de 15", a grade frontal em preto brilhante e com barra cromada na base, as luzes de direção incluídas nos retrovisores, o defletor traseiro na cor do veículo, os três apoios de cabeça no banco traseiro e os novos faróis de máscara negra. Vale lembrar que estes ítens estão presentes no Voyage e no Gol Confortline.

Já as versões Highline dos modelos possuem todas as alterações mencionadas acima, além de também contarem com frisos cromados nos faróis, vidros (dianteiros e traseiros) elétricos, ar condicionado, retrovisores elétricos, volante multifuncional revestido em couro e com regulagem de altura e distância, faróis e lanternas de neblina, além de sensor de estacionamento.

Sobre o Volkswagen Gol:

O Volkswagen Gol é um veículo lançado em 1980 e que é comercializado até hoje em diversos países, incluindo Argentina e México. No Brasil, o modelo é um sucesso de vendas, sendo que em 2009 alcançou a marca de 5 milhões de unidades produzidas e superou as vendas do Fusca, também da Volkswagen. O carro tem como concorrentes: Chevrolet Corsa, Fiat Palio, Chevrolet Celta, Ford Fiesta, Ford Ka, Renault Sandero e Renault Clio.

Sobre o Volkswagen Voyage:

O Volkswagen Voyage é um carro sedã compacto que foi lançado um pouco depois do Gol, mais precisamente no ano de 1981. O veículo saiu de linha em 1995, porém, no ano de 2008 foi relançado em sua segunda geração. Um detalhe interessante de se citar é que o carro é produzido no Brasil, na fábrica da montadora em Taubaté (SP). Atualmente os principais concorrentes do modelo são o Chevrolet Cobalt e Fiat Grand Siena.

Confira abaixo as primeiras imagens dos novos Gol e Voyage 2016:


Nova Geração do Toyota Hilux – Picape tem Imagens Vazadas na Internet


Imagens da Nova Geração do Toyota Hilux vazam na Internet. Picape será apresentada oficialmente no dia 15 de maio, na Tailândia.

A Nova Geração da Picape Toyota Hilux teve sua primeira imagem vazada na Internet. A foto do veículo foi divulgada pelo site tailandês Vigo Club. Vale lembrar que o utilitário está previsto para ser apresentado oficialmente na Tailândia, apenas no dia 15 de maio.

De acordo com o site Argentina Autoblog, a produção do novo Toyota Hilux acontecerá na cidade de Zárate (Argentina) e terá início no mês de novembro de 2015. Com a sua produção prevista apenas para novembro, a apresentação do veículo no Salão do Automóvel de Buenos Aires ainda é uma dúvida, isso porque o evento acontecerá em junho, meses antes do início da produção da picape em solo argentino.

O Novo Toyota Hilux será produzido na nova plataforma da montadora, chamada de TNGA (Toyota New Global Architecture). O será mais largo e terá um entre-eixos maior do que o registrado atualmente. Com isso, o utilitário ganhará mais espaço interno, sem perder a sua capacidade de carga.

Com relação ao seu design, a picape seguirá o mesmo estilo adotado pelo Corolla. Já entre as novidades visuais podemos citar a nova grade dianteira cromada e os novos faróis, que ficaram mais estreitos.

Falando agora sobre o seu motor, ainda não há muitas informações, porém, acredita-se que a picape terá o seu motor revisado e ganhará melhorias. É possível que a Toyota ofereça três opções de motor: a diesel, a gasolina e híbrido.

Segundo informações da própria Toyota, a montadora já investiu cerca de US$ 800 milhões em sua fábrica na Argentina para que o local possa produzir a nova geração da picape e também a sua derivada, a SW4.

Comentando um pouquinho sobre a imagem vazada, tudo leva a crer que o modelo que aparece é da versão topo de linha do veículo. A conclusão disso pode ser tirada pelos retrovisores cromados e também pela presença dos faróis de neblina.

Sobre o Toyota Hilux:

A picape Toyota Hilux foi produzida inicialmente no ano de 1968 e continua até hoje. Naquele período, ela foi criada para substituir o modelo Stout. No ano de 1995, a Hilux passou por uma reformulação na América do Sul e passou a se chamar Tacoma. O carro tem como principais concorrentes Toyota Hilux SW4, Chevrolet S10, Mitsubishi L200, Nissan Frontier, Ford Ranger e Volkswagen Amarok.

Por Carlos Cristófalo (Argentina Autoblog)