Detran do Rio de Janeiro reforça o agendamento para Inspeção Veicular por internet com a greve


Site do Detran-RJ.

No Rio de Janeiro, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RJ) divulgou nesta segunda (16), que os agendamentos feitos via internet para a vistoria de veículos  estão sendo ampliados visando atender todas as necessidades do clientes e do órgão.

Segundo o Detran, a procura pelos agendamentos via site não sobrecarregou o sistema de informática do órgão até dado momento. O agendamento por telefone continua sem operações, pois à paralisação dos funcionários da empresa terceirizada, a Criativa Participações Ltda, acontece desde a última quinta (11).

Hoje, foi realizada uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho do Rio, para a conciliação entre os funcionários que estão em greve. Segundo a Criativa Participações, os funcionários não fizeram o que a lei apresenta para entrarem em greve, que é a comunicação aos empregadores e usuários com a antecedência mínima de 72 horas da paralisação das atividades.

Os empregados reivindicam da Criativa, o reajuste de 6,08% dos salários, com base na Convenção Coletiva de Trabalho vigente deste janeiro deste ano, o pagamento do reajuste retroativo de janeiro até junho, o reajuste do vale transporte, remuneração de férias, entre outros.

Acesse o site do Detran-RJ para mais detalhes – www.detran.rj.gov.br/.


Inspeção Ambiental Veicular 2012 começa em São Paulo


Nesta quarta-feira (01) começou em São Paulo a inspeção ambiental veicular 2012 para automóveis com final de placa 1. Os donos dos veículos terão até a data de 30 de abril deste ano para efetuar a inspeção.

Para os automóveis com a placa acabando em 2, o agendamento poderá ser feito a partir desta quinta-feira (02). Os motoristas deverão agendar a vistoria, antes de comparecerem ao Centro de Inspeção, mesmo aqueles com final de placa 1.

Para fazer esta ação é necessário ter em mãos o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). O agendamento pode ser feito através do site Controlar – http://www.controlar.com.br/.

Neste mesmo link está disponível a emissão do boleto bancário com valor estipulado em R$ 44,36.

Depois da baixa do pagamento, o dono do veículo terá de ligar para o telefone (11) 3545 6868 e selecionar a melhor data, horário e local para efetuar a inspeção.  A vistoria poderá ser feita entre segunda a sábado, no período das 7h até às 19h.

Quem não realizar a inspeção em 2011, terá de pagar a tarifa da vistoria, além de uma guia com o custo de R$ 46,40, para que assim o automóvel seja desbloqueado pela prefeitura local.


Inspeção veicular é burlada em oficinas


Debate de longa data, a questão ambiental preocupa especialistas e a própria população. Inúmeros setores buscam soluções para diminuir a emissão de poluentes na atmosfera, entre os quais o de veículos automotores por meio de carros elétricos e híbridos. Há poucos meses, conversas de alcance mundial travaram ideias de como fazer para sanar a problemática. Algumas nações se mostram inclinadas em colaborar, outras ainda resistem.

Em São Paulo, uma das medidas adotadas, citando-se o setor de automóveis, é o controle dos carros poluidores através da inspeção veicular. Os reprovados devem retornar a uma oficina para devidos consertos. No entanto, o que parecia uma solução, em princípio, ganhou novo inimigo.

De acordo com reportagem realizada pela Rádio Bandeirantes, oficinas na cidade passaram a oferecer espécie de troca de motores. O sistema consiste basicamente na substituição do maquinário antigo por um novo. Após aprovado, já com o selo afixado no vidro dianteiro, o mesmo veículo retorna à oficina para a recolocação do motor. O valor cobrado para essa falcatrua é de aproximadamente R$ 300.

Não bastasse a dita inspeção para constatar, ou não, veículos aprovados nesse quesito, os órgãos competentes terão de estar mais atentos com esse novo problema. A reportagem é interessante, pois incentiva a adoção de novas medidas além das atuais, como a conferência mais abrangente de todo o automóvel. Fica, aí, um alerta. Enquanto muitos se preocupam em manter seus carros em dia, outros buscam enganar o sistema vigente.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Inspeção Veicular Ambiental 2011 – Aumento na taxa em São Paulo


Os motoristas da capital paulista devem se preparar para pagar mais caro na taxa de inspeção veicular ambiental em 2011. O valor, que atualmente é de R$ 56,44, deve subir para R$ 62,10, em 1º de janeiro. O reajuste é feito com base no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), cujo acumulado foi de 10,2% nos últimos 12 meses. Mas o valor da nova tarifa ainda precisa ser aprovado pela Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo.

A vistoria, que foi implantada em 2007 pela Prefeitura Municipal, tem como objetivo diminuir a emissão de poluentes pelos veículos registrados na capital. Mas, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mais de quatro milhões de veículos deixaram de fazer a inspeção em 2010. Nem mesmo a multa de R$ 550 assustou os motoristas.

Aqueles que ainda não passaram pelo processo, podem ser multados pelos radares da CET.

Por André Gonçalves

Fonte: Estadão


Novo horário para inspeção veicular na Barra Funda-SP


A cidade de São Paulo tem uma frota de quase 5 milhões de veículos. O número reflete bem a situação do mercado de automóveis no Brasil, que há algum tempo anda acelerado. Literalmente. E este ano todos os proprietários da maior cidade do país, com exceção de quem comprou carro novo em 2010, terão que se submeter à inspeção veicular obrigatória.

Para isso, a cidade conta com 19 centros de inspeção. E para dar conta do recado, a empresa resolveu ampliar a capacidade e o horário de atendimento de alguns centros. Na Barra Funda, por exemplo, o serviço irá até às 23 horas, horário que será mantido até o final do ano. A notícia é mais que bem-vinda, já que sabemos o quanto a rotina na cidade é apertada.

Por Maximiliano da Rosa


Inspeção veicular – obrigatória em SP, RJ, MG, PR, RS e SC


A inspeção veicular anual, para verificar emissões de poluentes, que já é obrigatória nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, agora o será também no interior desses estados, além de Minas Gerais e os três estados do sul. Isso devido a uma portaria do Conama o Conselho Nacional do Meio Ambiente, que dá o prazo de um ano para que estados com frotas maiores que 3 milhões de veículos (incluindo motos, caminhões, tratores e outros) realizem a inspeção anual.

A inspeção será feita por amostragem. Ou seja, nem todos os veículos serão vistoriados. Quem desobedecer e não comparecer à inspeção, perderá o licenciamento do veículo, ficando sujeito a apreensão.

Caso a medida vigore por alguns anos, Goiás deve ser o próximo estado a ter a obrigatoriedade (ainda não será). Santa Catarina ultrapassou a marca de 3 milhões de veículos no mês de abril. Você pode encontrar números da frota de veículos em cada estado e município brasileiros no site do Detran do Paraná.

Em São Paulo, atualmente, são inspecionados os carros fabricados a partir de 2003.