Honda City 2015 – Características e lançamento no Brasil


Exatamente no dia 1º deste mês setembro a Honda resolveu acabar com algumas dúvidas e curiosidades e resolveu divulgar os primeiros detalhes em relação ao novo City 2015. Vale destacar o fato de que o sedan que tem sua linha de montagem situada na cidade Sumaré, no estado de São Paulo, já foi inclusive lançado em outros países.

Outro fator de relativa importância é que mesmo sem datas determinadas com exatidão aquelas pessoas que estão planejando ter um desses já podem garantir o pedido do City nas concessionárias representantes da marca.

De acordo com as informações que foram divulgadas até o momento pela montadora, o novo City deverá ser fabricado em três versões: EXL, EX e DX.

Já no que diz respeito aos preços a informação é de que eles começam na faixa de R$ 53.900.

O que tem de diferente?

O primeiro item que se tem para comentar é sobre a nova pincelada no visual. Agora o modelo tem uma grade cromada totalmente nova, os desenhos dos faróis foram refeitos e também um vinco lateral bastante forte e impossível de passar despercebido. Com relação a esse vinco, há um detalhe: ele já deu as caras no novo Fit. No mais o carro ainda recebeu diversos itens como um sistema multimídia que conta com uma tela de cinco polegadas e é sensível ao toque, os airbags frontais e laterais e por fim, o ar-condicionado.

Mas é bom que os interessados não fiquem muito animados. Isso pelo simples fato de que tudo o que foi citado vai estar presente apenas nas versões mais caras do modelo.

Novas mudanças:

Não foi só o visual externo do City 2015 que foi repaginado. A parte interior do carro também teve sua chance. Melhorou em alguns aspectos como, por exemplo, tem mais espaço, devido ao fato de que as versões possuem dimensões um pouco maiores. Ainda sobre o interior vamos encontrar o novo desenho do painel e um acabamento mais aprimorado.

Por Denisson Soares

Honda City 2015

Honda City 2015

Honda City 2015

Fotos: Divulgação


Honda City – Nova geração será lançada no Salão do Automóvel de São Paulo


Com estreia pública marcada para o Salão do Automóvel de São Paulo, realizado em outubro, a nova geração do Honda City já estará à venda nas concessionárias da marca japonesa em setembro, um mês antes. A decisão da Honda de lançar a nova geração do sedan compacto pode ter sido influenciada pela distância dos dois primeiros colocados no segmento, o Chevrolet Cobalt e Toyota Etios, além do fato de o modelo ter perdido a terceira colocação para o Nissan Versa no mês de julho.

Desenvolvido com a mesma plataforma do novo Honda Fit, a nova geração do City possui 4,40 metros de comprimento e 2,60 metros de distância entre-eixos, números que fazem do modelo um sedan compacto maior e, consequentemente, mais espaço que a geração vendida atualmente.

Visualmente, o novo City segue as características dos mais novos modelos da marca, com destaque para a nova grade dianteira, novo conjunto óptico frontal e novas lanternas traseiras.

Na cabine, a Honda aposta em um acabamento um pouco mais sofisticado e refinado, além da adoção de novos equipamentos tecnológicos, como um novo sistema de entretenimento com tela touchscreen que abrangerá diversas funções do carro, como o sistema de navegação via satélite, som, conexão Bluetooth, entre outros.

Assim como a nova geração do Fit, o novo Honda City será equipado com o motor 1.5 i-VTEC 16V FlexOne, com sistema de aquecimento de etanol que dispensa o uso de tanquinho, capaz de entregar até 116 cv e torque de 15,3 kgfm. Associado ao bloco pode estar o câmbio manual de cinco marchas ou a transmissão automática do tipo CVT, com sete velocidades simuladas e opção de trocas sequenciais de marchas através dos Paddle Shifts atrás do volante.

No mercado brasileiro, o novo Honda City terá como principais concorrentes o Chevrolet Cobalt, que lidera o segmento dos sedans compactos com ampla vantagem, Toyota Etios, Nissan Versa e Ford New Fiesta. 

Por Caio Polo

Honda City 2015

Honda City 2015

Honda City 2015

Fotos: Divulgação


Mudanças do Honda City 2ª geração lançado no Brasil


A versão do Honda City que chega agora ao Brasil já é passado na Ásia. A segunda geração do carro desembarca aqui e a quarta geração do veículo já circula no maior continente do mundo. A primeira fase do sedan compacto da Honda chegou em 2009, enquanto que em outros países já estava em sua terceira geração.

Contudo, esta nova geração que chega ao Brasil, mesmo com atrasos, teve mudanças. Houve aumento da distância entre os eixos foi de 5 cm, o que resulta em 2,60 m. Além disso, o sedan está 7 cm mais alto e 4 cm mais comprido. No visual, o Honda City também sofreu alterações. As laterais apresentam linhas de caráter mais dinâmicas. A grade frontal passa a ter um único elemento, que contém o emblema da fabricante japonesa e se liga aos faróis. A traseira ganhou lanternas horizontais.

Na parte mecânica do carro, porém, não teve novidade. O motor é 1.5 16V que pode chegar a 120 cavalos de potência e 14,8 kgfm de torque. O câmbio é um CVT desenvolvido pela marca. O sistema de direção continua como elétrico e a suspensão é a mesma com McPherson na frente e barra de torção atrás. Qualquer versão do modelo virá com freios ABS e dois airbags frontais. Outras versões trazem como opção airbags para a cabeça. No Honda City de série vem ainda um controle eletrônico de estabilidade e Hillstart Assist, que auxilia em aclives.

O espaço interno do carro é de surpreender. Na parte de trás do carro, os passageiros contam com duas tomadas de energia e, se na versão mais completa, pode ainda desfrutar de saídas de ar condicionado. As versões superiores também vêm com um botão de partida e a de topo, com controle de cruzeiro.

Esta segunda geração pode conquistar os brasileiros. Mas, mesmo com essas novidades. Vale a pena citar como anda a quarta geração do modelo que, pela tendência, deverá chegar ao Brasil no segundo semestre de 2015.

O Honda City IV conta com seis airbags, câmara de ré, botão de partida, saídas traseiras de ar condicionado, controle de cruzeiro e controle eletrônico de estabilidade. Além de toda essa tecnologia, o motorista e passageiros têm a possibilidade de conectar um telefone celular ao sistema de navegação do carro e ver o conteúdo do aparelho.

Por Carolina Miranda

Novo Honda City

Foto: Divulgação


Recall Honda Fit e City – vidro elétrico traseiro


A Honda está convocando um recall dos Honda Fit (Jazz em alguns mercados, como Reino Unido) e City no exterior. O motivo do recall é que, caso seja derramado algum líquido no botão de acionamento do vidro elétrico traseiro, pode haver um sobreaquecimento e até mesmo incêndio, condição especialmente perigosa para pais com crianças pequenas.

São 646 mil Fit e City anos 2007 e 2008 afetados pelo recall. Segundo nota divulgada, estes veículos se encontram na América do Norte, Ásia, Europe, África do Sul e América Latina, inclusive o Brasil. No entanto, a Honda brasileira afirma que está estudando com a matriz japonesa a necessidade de recall por aqui.


Teste do Honda City


O pessoal do Vrum realizou um teste com o novíssimo Honda City 2010. O carro agradou, mas o problema continua sendo o preço, muito próximo ao do Civic.

O motor 1.5 gera 116cv a álcool e 115cv a gasolina, levando o carro a fazer de 0-100km/h em 10,5s e atingir velocidade máxima de 180km/h, bons números. O consumo também foi bom, de 7,2km/l com álcool e 9,3km/l com gasolina. Embora menor que o Civic, leva vantagem no portamalas, 506 litros.

Confira o vídeo do teste


Honda City 2010 é lançado no Brasil – preço e motor


O Novo Honda City 2010 foi lançado no Brasil, neste final do mês de julho, como havia sido noticiado. O preço do carro também se manteve dentro da faixa esperada, com a versão de entrada custando pouco mais de R$ 56 mil.

Motor

Todas as versões virão com um motor 1.5 16V Flex, o mesmo que equipa a linha Fit, capaz de gerar 116cv no álcool e 115cv na gasolina. Ainda não foi divulgado o consumo do novo carro, mas pela dimensão e peso, deve ficar próximo ao do Honda Fit (que faz 8km/l na cidade e 12km/l na estrada com álcool, e 12km/l na cidade e 16km/l na estrada com gasolina).

Preço

Os preços de tabela para cada versão são os seguintes:

Versão Com câmbio manual Com câmbio automático
LX R$ 56.210,00 R$ 60.010,00
EX R$ 61.650,00 R$ 65.450,00
EXL R$ 65.375,00 R$ 71.095,00

Equipamentos

A versão básica, LX, já vem bem equipada, com ar condicionado, retrovisores e travas elétricas, som com MP3, airbag duplo, alarme e rodas de 15 polegadas.

A versão intermediária, EX já vem bem mais equipada, com requintes de luxo, como volante revestido com couro, com controle do som, ar condicionado digital, freios ABS com EBD, piloto automático, roda de 16 polegadas e setas nos retrovisores.

A versão top, EXL, oferece um pouco a mais que o EX: bancos de couro, faróis de neblina e troca de marcha através de borboletas atrás do volante, na versão automática.


Novo Honda City 2010 no fim do mês no Brasil


O novo Honda City deve ser lançado ainda no fim de julho, já em sua versão 2010. Segundo o Interpress Motor, o carro deve custar R$ 58.300,00 e será fabricado na planta de Sumaré/SP.

O preço é salgado para o seguimento. Mas para compensá-lo, o carro vai trazer um porta-malas bem maior que o do Civic, de 504 litros, contra 340 do irmão maior. Mas, se o espaço para bagagem é maior, o espaço para os ocupantes do banco de trás acaba sendo menor. O carro tem 22cm a menos de entreeixos e 14cm a menos de comprimento que o Civic, e 4cm mais baixo que o Fit (embora tenha 5cm a mais de entreeixos que este último).


Novo Honda City: o sedã desenhado a partir do Honda Fit


Você já ouviu falar no Honda City? Não? Em breve você deve ouvir falar bastante dele.

Trata-se de um lançamento da Honda que deve chegar ainda em 2009 ao Brasil, e que foi desenhado com base na plataforma do atual Honda Fit.

Ele possui 4,40m de comprimento, e 2,55m de distância entre eixos, fazendo com que seja um carro intermediário (em tamanho) com relação ao Honda Fit e Honda Civic.

O grande destaque do Honda City é o seu porta-malas. São 504 litros de espaço para você usar e abusar desse sedã que certamente virá para ficar.

Seu preço na versão básica deve beirar os R$ 55 mil, e deve ser produzido inicialmente na fábrica de Sumaré/SP.

 

Honda City chegará em breve ao Brasil
Honda City chegará em breve ao Brasil