Chevrolet Onix 1.0 2013 – Recall


Desde o último dia 5 (sábado), a empresa General Motors do Brasil está convocando os proprietários do Chevrolet Onix 1.0 2013, números de chassi entre DG129064 e DG209603, fabricados entre as datas de 24 de agosto e 15 de dezembro de 2012 e com rodas aro 14” de aço, para um recall.

De acordo com informações da Fundação Procon de São Paulo, a General Motors do Brasil divulgou a existência de uma aresta cortante na roda. Isso poderia causar cortes na parte interna dos pneus dentro de seu processo de montagem. O risco que isso traria seria o esvaziamento do pneu instantaneamente, podendo causar acidentes.

Para efetuar o recall, o Procon e a GM indicam que os proprietários devem se apresentar a uma concessionária GM a partir do dia 11, sexta-feira. Assim, será possível substituir as rodas e inspecionar substituição dos pneus, caso estejam com o defeito.

Os proprietários que quiserem mais informações sobre o recall devem ligar para o telefone disponibilizado pela GM: 0800 702 4200.

Segundo o Procon, não há prazo limite para o atendimento. Caso os proprietários encontrem problemas para substituir as peças, devem procurar o órgão de defesa mais próximo de sua região.

Por Marcelo Araújo


Nova Chevrolet Trailblazer 2013 – Lançamento, Novidades e Preço no Brasil


Na noite do dia 13 de novembro, a GM apresentou oficialmente a Chevrolet Trailblazer 2013 para os veículos de imprensa em um evento realizado na cidade de São Paulo. Com o objetivo de entrar com força para concorrer com os carros do segmento, a marca norte-americana introduz o SUV no mercado nacional com valor entre R$ 140 mil e R$ 180 mil.

Entre as principais novidades da Chevrolet Trailblazer 2013 estão: estilo mais robusto (sem perder a elegância e a modernidade), design baseado na Nova S10, maior sensação de segurança, requinte e conforto. Externamente, o veículo apresenta linhas expressivas e detalhes cromados. Internamente, possui bom acabamento e elementos feitos com exclusividade para aumentar o conforto do motorista e dos passageiros. O novo modelo da Chevrolet conta com painel apresentando cluster moderno, sistema de climatização com comando circular, além de outros elementos marcantes.

Com a apresentação da Chevrolet Trailblazer 2013, a marca pretende ampliar sua parcela de mercado referente ao segmento de SUVs, além de oferecer mais uma opção para o consumidor brasileiro no ano em que o mercado automotivo do País bateu recordes de venda devido às medidas governamentais que diminuíram o IPI.

Por Marcelo Araújo


Novo Omega Fittipaldi – Venda no Brasil


A GM anunciou que voltará à vender o bom e velho Omega no Brasil. É claro que assim como outros veículos que já foram vendidos por aqui no passado como o VW Passat, por exemplo, as semelhanças só ficam no nome.

O novo Omega terá motor V6 de 3.6 litros, e desembarcará no Brasil tendo o aval do nome Fittipaldi em sua carroceria. O primeiro lote a ser importado pela GM é de 600 unidades.

O modelo é produzido numa subsidiária da GM na Austrália e inicialmente usará apenas gasolina, otimizado para funcionar com até 25% de álcool. A previsão é que a partir de 2012 o veículo passe a ser bicombustível.

O novo sedã Omega com câmbio de 6 marchas deve chegar ao mercado brasileiro no mês de Novembro.

Por Maximiliano da Rosa


Novo Carro 2011 da GM é Flagrado nas Ruas


O novo modelo da General Motors que ainda será lançado foi flagrado nesta quarta-feira dia 11 por volta das 17h 30 nas estradas brasileiras.

O misterioso lançamento estava “disfarçado” e sendo testado pelas ruas de Santo André, em São Paulo, mais precisamente pela Avenida Giovanni Battista Pirelli.

O leitor do site G1, Raphael Vigatto Méier, conseguiu obter algumas fotos e mandou para o site e ate se arrisca a comentar que “não houve muitas modificações significativas na parte da lateral”, mas informa que “à frente e a traseira ficaram muito mais interessantes”.

O modelo que vimos nas estradas paulistas está mesmo com cara de ser o novo GM Classic 2011. Será que acertamos?

Leia a notícia no site do G1.

Por José Alberi Fortes Junior


GM americana pede concordata. E a GM Brasil, como fica?


Apesar do pedido de concordata da GM dos Estados Unidos, o vice-presidente da GM Brasil afirma que as operações da montadora no Brasil não vão mudar.

Nos EUA, a GM já captou um capital de 50 bilhões de dólares do governo americano, o que fez com que o governo ficasse como sócio majoritário da companhia (cerca de 60% das ações).

No Brasil, José Carlos Pinheiro Neto (vice-presidente da GM), afirma que nada (ou muito pouco) mudará, uma vez que a GM Brasil é lucrativa atualmente, ao contrário da americana.

Até mesmo os investimentos (que devem somar R$ 1 bilhão até 2012) serão mantidos, o que mostra uma certa independência da matriz.