Novo Ford Focus Sedan – Características


Recém-apresentado, o novo Focus Sedan já cria Frisson no meio automotivo. O carro que foi apresentado nesta quarta-feira (09/04) nos Estados Unidos foi reestilizado e agora passa a usar o novo DNA da Ford que se destaca através da grade frontal proeminente também já vista no New Fiesta e no EcoSport.

Outras novidades contidas no Novo Focus são o propulsor 2.0, além de que o carro passa também a contar com o motor 1.0 Ecoboost  que além de bem turbinado vem com injeção elétrica direta de combustível. O carro também possui um novo câmbio de seis marchas que mira seu foco na baixa emissão de poluentes e na eficiência energética.

E as novidades não param por aí. O modelo também conta com um sistema multimídia que trará uma câmera de ré em adequação à nova legislação vigente, além disso, também foram desenvolvidos mecanismos que proporcionam conectividade com aparelhos celulares com sistema iOS e Android. O painel de direção do carro é bem moderno e promete fascinar quem busca desempenho agregado com sofisticação em um carro, o revestimento em couro é o responsável por exaltar a elegância do carro e a leveza da direção é outro pronto que precisa ser citado com qualidade do Novo Focus.

A previsão de chegada desta máquina para os brasileiros ainda está um pouco distante. Segundo informações da Ford, a previsão é para o fim de 2015 e início de 2016, isso porque o hatch e o sedan foram atualizados em setembro deste ano, ou seja, muito recente ao lançamento do novo modelo na Europa.

Portanto, resta-nos guardar um pouco da ansiedade de vermos mais uma máquina desfilando por nossas ruas. Mas para quem ama carros isso é um detalhe em um mercado que nunca para de se movimentar. A montadora ainda não oficializou informações quanto ao valor que no novo Focus poderá chegar às concessionárias no Brasil. 

Por Jaime Pargan

Novo Ford Focus Sedan

Foto: Divulgação


Novo Ford Everest poderá ser vendido no Brasil


O modelo utilitário foi desenvolvido baseado na picape Ranger. A previsão é de que o modelo global chegue ao Brasil em 2015.

Recentemente, durante a realização do Salão de Bangcoc, na Tailândia, a Ford confirmou que irá mesmo produzir o SUV Everest. O fato é tão sério que a empresa já deu sinal verde para que produção fosse iniciada. Vale ressaltar que o Everest já havia aparecido algum tempo antes apenas na forma de conceito em mostras feitas no ano de 2013.

Esse SUV será baseado na picape Ford Ranger mais recente. O modelo será mais um dos produtos globais da montadora e por esse fato deverá ser produzido em diferentes plantas com o objetivo de atender as necessidades apresentadas em cada mercado.

De acordo com as informações divulgadas até o presente momento o primeiro lugar onde o Everest será produzido será na Tailândia. A pretensão é que a versão final do veículo seja entregue até o final deste ano. Outro ponto positivo é que há a previsão de que o veículo seja vendido por aqui também.

Mesmo a montadora não tendo dito nada a respeito do assunto o Everest está sendo cotado para ser produzido em um país vizinho nosso: a Argentina.  Caso seja verdade o carro deverá ser fabricado em Pacheco. Lembrando que esta é a mesma planta onde é produzida a Ranger.  Com isso tem-se a expectativa de que o desenrolar da situação se dê entre os 2015 e início de 2016. Nesse meio tempo o modelo já deve chegar ao mercado brasileiro.

Com relação aos detalhes técnicos do carro a montadora não confirma nenhum tipo de informação. Mesmo assim alguns apontam para o fato de que o Everest não deverá sofrer tantas alterações em comparação com as opções que são oferecidas pela Ranger.

A previsão é de que no Brasil o carro tenha os motores 3.2 turbodiesel e 2.5 flex. Também tem o câmbio manual ou automático para ambos os casos.

Por Denisson Soares

Ford Everest

Foto: Divulgação


Ford Fusion Hybrid 2014 – Novo modelo mais sofisticado está à venda


O Fusion, sedan de porte grande da montadora Ford que começou a ser vendido no país em 2006 passou por grandes transformações em seu design durante esses anos. O carro teve seus faróis mudados, juntamente com o para-choque, e aparece com um novo modelo para este ano.

O sedan de luxo tem sua versão mais sofisticada no mercado, intitulada Fusion Hybrid 2014, a qual ganha como itens de séries bússola integrada ao sistema de áudio, chave com sensor de presença, computador de bordo, aviso sonoro dos faróis acessos, abertura das portas por código, ajuste de altura e profundidade do volante, ar condicionado automático e digital com controle individual de temperatura para motorista e passageiro com saída individual para os bancos traseiros, direção elétrica, freio de estacionamento elétrico, entre outros.

Com rodas de liga leve de aro 18, o carro ainda conta com 8 airbags para fazer a segurança dos passageiros e motorista, e conta com freios ABS.

Com um motor de 16 válvulas, o carro chega a 145 cavalos de potência quando movido a gasolina e 120 cavalos de potência quando movido a eletricidade, sua transmissão é automática. O porta-malas tem capacidade de 392 litros e o carro ganhou selo A no consumo de energia, ou seja, pouco consumo (o veículo também ganhou o selo Conpet de que o mesmo consome menos combustível), com um design novo e bonito, o carro oferece extremo conforto e comodidade para aqueles que o usam, mantendo o padrão já estabelecido anteriormente desde a primeira versão do carro e até mesmo, subindo esses padrões.

O carro oferece tudo isso pelo preço de (a partir) R$ 127.990 (um pouco mais barato do que a versão anterior).

Apesar de não ter um porta-malas muito grande para os da categoria, o carro aparenta ser uma boa compra pela quantidade de coisas que tem a oferecer.

Por Mariana Caetano

Ford Fusion Hybrid 2014

Foto: Divulgação


Novo Ford Escort poderá ser comercializado na Europa


Produzido até 2002 no Brasil e tirado da gama de modelos da Ford em 2003, sendo substituído pelo Focus, o novo Escort foi apresentado ao público na edição passada do Salão de Xangai como um conceito que daria origem a um veículo desenvolvido, a princípio, especialmente para o mercado chinês.

Embora a Ford mantenha a intenção de completar a gama de veículos disponibilizados na China e utilizar o modelo como um dos quinze novos veículos que a marca norte-americana pretende lançar por lá nos próximos anos, os planos iniciais da fabricante parecem ter mudado um pouco.

A Ford mudou os planos inicias do ano passado para cá e as pretensões agora é passar a oferecer o lendário três volumes como um carro de alcance global. Os rumores na imprensa europeia são que a marca pretende oferecer o Escort também ao mercado europeu. A expectativa da fabricante estadunidense é fundamentada na ideia de que ainda há amplo espaço para um sedan com valor mais acessível, posicionado entre o Ford New Fiesta e o Focus. Em países como Turquia, República Tcheca e Romênia, o segmento dos sedans compactos é muito apreciado e o Escort seria voltado principalmente para esses mercados, embora os países ocidentais da Europa não tenham sido descartados. França, Espanha e Portugal são mercados vistos com bons olhos pela Ford para vender o sedan com preços mais em conta.

Desenvolvido com o auxílio da Ford Austrália, o novo Escort já teve até imagens de patente vazadas na internet. Não há muitas informações sobre os detalhes técnicos, mas já se sabe que o sedan terá faróis compostos por LEDs, detalhes cromados e visual que segue as características atuais da marca, com grande inspiração na nova geração do Ford Fusion.

A versão de produção do novo Ford Escort será apresentada oficialmente no dia 23 de abril, durante a realização do Salão de Pequim. Ainda não há nenhuma posição da Ford em oferecer o sedan para o mercado brasileiro.

Por Caio Polo

Novo Ford Escort

Foto: Divulgação


Ford Transit – Características do novo Furgão


Se você quer um carro diferente, grande e ao estilo dos furgões clássicos, o Ford Transit é, sem sombra de dúvidas, uma das melhores opções do mercado. Alguns de seus itens de série são os seguintes:  rodas dianteiras e traseiras em ferro 16 com 5,5pol de largura; retrovisores das portas do motorista e passageiro com ajuste elétrico na cor preta; suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora; roda tipo independente e molas helicoidais; suspensão tipo eixo transversal (beam) e traseira com roda tipo rígida e molas em feixe, entre outras.

Esse carro também tem câmbio de seis marchas e é um veículo compacto e muito bom para quem gosta de viajar. Seus recursos são de primeira linha.  Alguns especialistas dizem que o Ford Transit é um carro completo, outros argumentam que ele possui pouco espaço interno. Seja bem como for, são muitas as vantagens desse automóvel. No entanto, como é de praxe, o leitor quer saber qual o preço do carro. Pois bem, o preço do Ford Transit varia de R$ 80.500,00 a R$ 104.584,47.  

Já o design é bem arrojado e interessante. Apesar do tamanho, o interessante é que esse Ford é bom para todo tipo de estrada, além de ser bastante confortável e muito bom em termos de dirigir. O custo benefício também faz esse carro valer a pena, afinal suas peças de manutenção não são caras.

Pois bem, para quem sonha com um automóvel diferente e que é bom tanto para passeios quanto para assuntos de ordem profissional, o fato é que esse furgão é de qualidade e preenche todos esses requisitos. 

Outros pontos relevantes do Ford Transit são os seguintes: controle de áudio montado no volante, 3 assentos com configuração 3+0; quatro freios à disco com dois discos ventilados; entre outros recursos de boa qualidade.

Essas são as melhores informações a respeito desse modelo distinto, o Ford Transit.

Por Juan Wihelm

Ford Transit

Foto: Divulgação


Ford Ranger Sport – Lançamento e Preço da Nova Picape


Tentando capitar uma fatia maior no mercado nacional, a Ford lançou a versão Sport para a Ranger. A jogada da marca norte-americana é oferecer uma picape com uma boa capacidade de carga e com bom pacote de equipamentos, mas com preço reduzido, tudo para atacar a Chevrolet S10, líder de vendas da categoria.

Sendo disponibilizada por R$ 67.990, a Ranger Sport chega para competir de forma mais ampla com a S10 (R$ 65.890), tentando conquistar o público que mora em grandes cidades, mas que também utiliza o modelo para viajar para o interior e cidades menores. Entre os diferenciais estéticos, a versão Sport traz apliques frontal, faixas que percorrem a lateral, soleiras exclusivas, santantônio tubular, adesivos em alusão a versão Sport e rodas de liga leve de 17 polegadas calçadas com pneus off-road 265/65.  

Quanto aos equipamentos, a picape da Ford traz de série direção hidráulica, ar condicionado, retrovisores e travas com acionamento elétrico, faróis de neblina, piloto automático, computador de bordo, sistema de som com leitor de CD e MP3, conexão Bluetooth, controles de áudio no volante, entrada USB, conectividade com iPod, tela de LCD de 4,2 polegadas, entre outros.

Apenas para comparar, a Chevrolet S10 também tem sistema de ar condicionado, direção hidráulica e computador de bordo, contudo, traz apenas ajustes manuais dos retrovisores, preparação para a instalação do sistema de áudio e rodas de 16 polegadas.

Na cabine, a Ranger Sport segue as características atuais da marca, contando com painel de instrumento com layout de fácil visualização e com controle de intensidade das luzes, além do console central com boa disposição e bom acabamento interno que utiliza plásticos lisos e levemente texturizados.

Sob o capô, a Ranger Sport traz o motor Duratec 2.5 16V Flex, que entrega até 173 cv e 24,8 kgfm de torque, sendo o bloco quatro cilindros mais potente do segmento e oferecendo 32 cv de potência a mais do que o propulsor flex da S10. Embora tenha um motor mais potente, a Ranger Sport não dispõe de versões com cabine dupla, não possui tração integral e traz apenas o câmbio manual de cinco marchas, não havendo uma versão equipada com transmissão automática, afastando alguns clientes que não dispensam o uso de uma caixa automática. 

Foto: Rafael Miotto/G1
Por Caio Polo


Ford Ka 2014 – Novo modelo será lançado no Brasil em breve


O novo modelo Ford Ka 2014 está em seus testes finais e já está praticamente pronto para chegar ao mercado brasileiro. A nova geração do compacto será o principal lançamento da Ford no país neste ano. O modelo foi apresentado em novembro do ano passado sob a forma de carro-conceito e, nesta semana, ele foi flagrado rodando em testes finais de durabilidade em Camaçari, na Bahia. O hatch seguirá a risca o design do protótipo com linhas inspiradas nos mais recentes lançamentos da marca.

O Ford Ka veio na ideia do projeto B562 e desenvolvido em sua maior parte por engenheiros brasileiros. O compacto chega para disputar espaço em um segmento já de muita concorrência, em que integra os modelos Volkswagen Up!, Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Fiat Uno, Nissan March, entre outros. A antiga versão do Ka e do Fiesta Rocam será aposentadas.

Na parte estrutural do carro, o novo Ka provavelmente vai herdar a estrutura do Fiesta, além de outros elementos, como direção com assistência elétrica, o controle de tração, o assistente de saída em rampa e até seis airbags. E nem ainda lançado, a Ford quer fazer do novo Ka o carro mais seguro da categoria, tentando tirar o lugar do recém-lançado Up!.

A parte mecânica do Ka 2014 também traz algumas novidades. O motor será 1.0 Flex, de três cilindros da linha ECOnetic. O carro deverá conseguir ter uma potência superior a 80 cavalos quando abastecido com etanol. O câmbio será manual de cinco marchas. O inédito bloco será complementado, nas versões superiores, pelo Sigma 1.5 16V de 111 cv já oferecido no New Fiesta.

Os preços devem ficar em torno de R$ 30 mil inicial. E a Ford ainda trabalha para que o ar condicionado e direção elétrica sejam itens de série desde a sua versão básica, o que vai atrair muitos consumidores. O lançamento do novo Ford Ka 2014 está previsto para acontecer no mês de abril. Outra novidade é a versão inédita sedan, que vai concorrer com modelos como Toyota Etios Sedan, Chevrolet Prisma, Renault Logan e Fiat Grand Siena.

Por Carolina Miranda

Ford Ka 2014

Foto: Divulgação


Ford Focus 3ª geração é considerado um dos carros mais econômicos


A terceira geração do Ford Focus enfrenta um início de altos e baixos no mercado brasileiro. Sua chegada, que foi tardia ocorrendo somente três anos depois da estreia global do modelo, já está dando o que falar.

Os primeiros proprietários se surpreenderam com um recall por conta de uma falha de fixação dos bancos no mês novembro, pouco tempo após o seu lançamento. Porém, entre os pontos considerados positivos estão o alto nível de segurança realizados nos testes de colisão do Latin NCAP (classificação cinco estrelas), e foi escolhido como o melhor carro já produzido na América Latina com direito a júri especial.

O Ford Focus também adquiriu no mês passado um novo posicionamento no ranking de carros e foi  considerado um dos mais econômicos segundo o  Inmetro, adquirindo nota B para a versão com motor 1.6 e câmbio manual.

Entre altos e baixos da fama, o novo modelo da Ford terminou o ano passado na posição abaixo do seu rival de mercado. Os números de vendas apresentados em novembro e dezembro apontaram que o Chevrolet Cruze permaneceu na liderança com cerca de duas mil unidades emplacadas, ou seja, quinhentas unidades a mais se comparado ao Ford Focus. 

Vale lembrar ainda que sua motorização pode estar deixando a desejar já que ao contrário da Europa, o Focus não possui motor Ecoobost que é mais eficiente no seu desempenho. Mesmo com o câmbio IB5 de cinco marchas e que oferece mudanças precisas, as suas arrancadas são mais lentas e parecem não ter fôlego, segundo os seus proprietários. O motor só começa a mostrar um melhor desempenho a partir dos três mil e quinhentos giros. Essa "evolução" demarcada oferece maior privilégio ao dirigir em altas velocidades.

O  preço atual do Ford Focus SE 1.6  pode variar de R$ 60 mil a quase "salgados" R$ 90 mil.

Por Luciana Ávila

Ford Focus 3? gera??o

Foto: Divulgação


Novo Mustang em versão real e de açúcar


Sempre um sucesso nas ruas de várias partes do mundo, o Ford Mustang também ganhou uma versão diferente. A miniatura comestível foi feita em impressora 3D de comemoração ao Dia dos Namorados americano – comemorado na última sexta-feira (14). O “doce” carro é mais um tributo ao lançamento da nova geração e aos 50 anos do “pony car”.

A ideia surgiu em uma parceria entre a Ford e a 3D Systems e sua divisão de alimentos, The Sugar Lab, que inventaram o Mustang de açúcar. O modelo tem 10 cm de comprimento e 5 cm de altura, medidas parecidas com uma miniatura de carrinhos de aço. Para a receita de sucesso, a Ford disponibilizou para a 3D Systems a versão digital do Mustang para produzir o carro doce.

Até agora, o Mustang comestível é um produto apenas de demonstração, mas para os apaixonados pela marca e por guloseimas, a Ford já planeja a produção em escala do doce, e não só de açúcar, mas também de chocolate.

Parece que o novo Mustang foi inspirado na versão doce do carro. A Ford usou tecnologia de impressão 3D como, por exemplo, nas saídas de ar, painéis e painel de instrumentos. Além disso, peças do novo motor EcoBoost 2.3, como cabeçote, coletor de admissão e bloco do motor. E, na parte interna do verdadeiro carro, inclui a grade dianteira, lanternas traseiras e aberturas do capô. Tudo isso ainda em protótipo.

A ideia é que o novo Mustang seja lançado de forma progressiva em todos os cantos do mundo. As primeiras versões do lindo brinquedo estarão acessíveis nos Estados Unidos no segundo semestre deste ano e, na Europa, tudo indica que no começo de 2015 já estarão disponíveis para a venda. Na China e em outros países da região o automóvel chegará ao longo de 2015.

Infelizmente, no Brasil ainda não há previsão de chegada.

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação


Novo Ford Focus – Design do modelo lembra o do Aston Martin


A montadora americana Ford lançará o novo Focus na Europa durante o Salão de Genebra. O carro está com um novo design, sendo que sua dianteira lembra um pouco o Aston Martin.

As primeiras imagens oficiais de divulgação foram soltas esta semana e mostram o carro em duas versões, a hatchback e a station wagon, na cor azul. Mas o veículo já tinha sido flagrado anteriormente em sua semana de testes de segurança, potência, dentre outros, apesar das imagens não terem sido muito divulgadas.

O carro teve seu design modificado para adentrar visualmente os modelos mais recentes da marca Ford. Teve seus faróis e para-choques redesenhados, trazendo na parte trazeira o ar antes mencionado do Aston Martin. Apesar de não ter muitas transformações, o veículo está com um visual diferente da versão lançada no Brasil no começo de 2013.

Interiormente encontram-se mudanças mais fortes, como o console central que foi redesenhado, tendo menos botões do que a versão anterior, não “confundindo” tanto o motorista, sendo mais claro e objetivo.

O carro possui o mesmo motor que a versão anterior, 1.6 Sigma TiVCT, com o torque de 159 a gasolina e 164 a etanol, 131 cavalos de potência a gasolina e 135 cavalos de potência a etanol, tendo 5 velocidades em sua versão de câmbio manual e 6 velocidades na versão com transmissão sequencial powershift, porém, a montadora planeja acrescentar um motor 1.5 EcoBoost a gasolina, junto com um bloco de 1.5 movido a diesel.

O carro tem o lançamento para as vendas na Europa previsto para dezembro, mas é provável que o mesmo dê uma passada no Brasil no Salão de São Paulo, de 30 de outubro a 9 de novembro.

Não há previsão da vinda do carro para o Brasil, já que ele é inicialmente um lançamento apenas para os países europeus. 

Por Mariana Caetano

Novo Ford Focus

Foto: Divulgação


Ford Focus 2014 recebeu 5 estrelas em testes de segurança


A Ford obteve mais um excelente resultado com as variações do Focus 2014 em testes de segurança. Os modelos conquistaram classificação máxima de segurança, ao receber cinco estrelas, no programa de avaliação de veículos novos da NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration), nos Estados Unidos.

Nesta nova rodada de avaliação feita pela NHTSA (agência do governo dos EUA que faz parte do Departamento de Transportes), as versões hachtback, sedan e a elétrica passaram pela bateria de testes de impacto, avaliando várias situações distintas, como o impacto frontal, lateral e quanto à resistência do carro em caso de capotamento. Além da gama de equipamentos de segurança oferecidas pelos veículos, contribuiu para o ótimo resultado adquirido pelo Focus 2014 a carroceria com chassi avançado, que possui mais da metade da estrutura feita com aço de alta resistência e ultra-alta resistência.

No mercado estadunidense, as diversas versões do carro são oferecidos com dois, quatro ou até seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), com sensores para o passageiro dianteiro, de acordo com a versão. Todos os cintos de segurança são de três pontos, incluindo pré-tensionador, que aumenta a eficiência do cinto de segurança deslocando o cinto em direção aos ocupantes antes mesmo que eles se desloquem para a frente, além do ajuste de altura e aviso visual e sonoro de afivelamento para o motorista e o passageiro da frente. O sistema ISOFIX para fixação de cadeiras infantis também é um equipamento de série.

De acordo com a NTHSA, além de todos esses itens de segurança, o controle eletrônico de estabilidade AdvanceTrac e os airbags laterais do modelo foram determinantes para obter a avaliação positiva.

O excelente resultado conquistado pelo Ford Focus 2014 se soma as cinco estrelas já adquiridas no programa EuroNCAP, bem como as cinco estrelas recebidas no Latin NCAP, programa voltado para a América Latina. 

Por Caio Polo

Ford Focus 2014

Foto: Divulgação


Toyota, Ford e Holden devem Encerrar a Produção de Veículos na Austrália


Depois da Ford e da Holden (subsidiária da GM na Austrália) anunciarem o fim de suas produções em solo australiano para os próximos anos, a Toyota também confirmou nesta semana que acompanhará a saída de suas concorrentes e encerrará suas atividades fabris no maior país da Oceania em 2017.

De acordo com a gigante japonesa, a decisão já vinha sendo estudada há muito tempo e apesar dos incentivos oferecidos pelo governo local, não há viabilidade econômica para continuar produzindo veículos no país. Sendo assim, a marca nipônica irá desativar em 2017 as linhas de montagem dos modelos Camry e Aurion, bem como a fabricação de motores.

“Achávamos que deveríamos continuar produzindo na Austrália e fizemos todos os esforços nesse sentido. Mas muitos fatores negativos, como o fortalecimento do dólar australiano e a previsão de redução nas vendas, forçaram-nos a tomar essa decisão dolorosa”, disse Akio Toyoda, Presidente da Toyota. A fabricante assegurou ainda que continuará com a comercialização de veículos no país, inclusive aproveitando parte da mão de obra das fábricas nas áreas de venda e distribuição.

A Ford, por sua vez, deixará o país em 2016. A montadora norte-americana fabrica carros no país desde 1925 e deve fechar as fábricas de Broadmeadows e de Geelong, finalizando as histórias dos modelos Falcon e Territory.

De acordo com o CEO da Ford Austrália, Bob Graziano, o principal problema da operação australiana é o seu custo, o dobro da Europa e o triplo da Ásia, o que inviabiliza qualquer tentativa de continuar fazendo negócios no país. Soma-se a isso às quedas nas vendas e o cenário inviável no país. A Ford perdeu US$ 126 milhões em 2012, sendo que o prejuízo acumulado nos últimos cinco anos chegou a US$ 580 milhões. Ao encerrar a produção na Austrália, a Ford deverá atuar somente como importadora, substituindo o Falcon e o Territory por modelos correspondentes de seu portfólio global. A ideia é oferecer também novos produtos buscando expandir a atuação, já que a Ford é a menor das fabricantes presentes na Austrália.

Por fim, a Holden também encerrará a produção em 2017 e tem como justificativa dois fatores: altos custos operacionais e a moeda local forte. “Não importa a forma que aplicamos os números, o cenário de negócios de longo prazo para fazer carros nesse país simplesmente não é viável”, disse o Gerente-Geral da General Motors em Adelaide, Mike Devereux. 

Resta saber agora se a Holden será completamente extinta ou se atuará apenas via importação. Especulações apontam que a GM estuda acabar de vez com a marca e lançar na Austrália a Chevrolet. O objetivo é escoar a produção excedente das fábricas sul-coreanas que atualmente abastecem a Europa, mercado no qual a marca estadunidense não irá mais atuar após 2016.

Por Caio Polo


Mini New Fiesta chegará em Agosto no Brasil


 A Ford, grande montadora de renome nacional e internacional, já está produzindo o Mini New Fiesta que, por sua vez, será uma grande lançamento no mercado, de modo que os brasileiros apaixonados por carros já estão ansiosos para saber quando esse automóvel chegará no Brasil.

Os carros Mini-Fusion são tendência na atualidade e são bem modernos, de modo que, além da modernidade, beleza e design diferenciado, o carro também tem uma segurança, tecnologia de ponta, entre outras funções. 

Essa é a nova geração dos carros Sedan. O modelo agora exibe uma ampla grade trapezoidal, faróis e lanternas mais alongados e novos para-choque. Ele começa a ser vendido nas próximas semanas. Outro ponto bacana, em todo o caso, é que as fotos oficiais já foram lançadas nas mídias digitais.

O Sedan 2014 é à transmissão PowerShift, com seis velocidades, que utiliza a tecnologia de dupla embreagem. O modelo é equipado com o motor 1.6 flex de 130 cavalos de potência, quando abastecido com etanol, e conta com o sistema de aquecimento da linha de combustível para facilitar a partida nos dias frios.

O lançamento do New Fiesta Sedan 2014 no Brasil acontece simultaneamente com a chegada do modelo na América do Norte. Na verdade, para explicar os leitores de um modo mais completo, o fato é que esse carro tão esperado e inovador deve, por sua vez, chegar em terras brasileiras a partir da segunda metade do mês de agosto do ano em vigor. É o que afirma os representes da empresa aqui no Brasil.

Alguns ajustes ainda estão sendo feitos para que tudo possa correr bem.  Esse carro é, como afirmamos, um Mini-fusion, modelo em destaque em todo o mundo.

O carro tem algumas características marcantes como: Porta-malas de 465 litros, Freio a disco na dianteira com ABS e tambor no traseiro, Sistema Advance Trac com controle de estabilidade e tração assistente de partida em ladeira, Motor 1.6 16V TiVCT Flex, quatro cilindros com duplo comando de válvula variável, entre outras.

Por Juan Wihelm

Foto: divulgação


Novos Lançamentos da Ford no Brasil – Novo Edge e Kuga


Depois de completar a renovação de seu portfólio com os novos Ka e Ka Sedan, a Ford brasileira irá tratar de preencher as lacunas existentes na atual linha de produtos da marca. "Nossa linha será composta totalmente de modelos globais em 2015", garante o Presidente da filial brasileira, Steven Armstrong. Portanto, espera-se que a marca norte-americana traga modelos que nunca foram vendidos por aqui.

Não é segredo no meio automotivo que a Ford sempre quis vender por aqui o crossover do Focus, contudo, o alto custo de importação do modelo europeu sempre foi um entrave. Agora que a versão norte-americana é o mesmo Kuga da Europa, enquadrando-se no conceito de carros globais, o SUV chegará ao Brasil no mais tardar em 2015 para ocupar um espaço existente entre a versão topo de linha do EcoSport e o modelo de entrada do Edge. Portanto, o Kuga viria para cobrir o setor dos crossover na faixa dos R$ 100 mil, para brigar com o Hyundai ix35, Kia Sportage, Toyota Rav4 e Honda CR-V, com meta para emplacar algo em torno de 1.000 carros por mês. O mais provável é que o modelo utilize o mesmo motor 2.5 do Fusion, podendo ser até Flex e com transmissão automática de seis velocidades. Há também a possibilidade do crossover contar com o motor 1.6 Ecoboost. Se tudo der certo por aqui, o Kuga pode se juntar ao Focus na linha de produção argentina.

Falando em utilitário, a Ford já prepara a apresentação do novo Edge para o Salão de São Paulo, com vendas previstas para iniciar no primeiro semestre de 2015. O SUV, que foi apresentado ano passado no Salão de Los Angeles, traz um visual bem mais esportivo, seguindo os padrões de design dos carros mais atuais da marca. Outro ponto forte do Edge é o pacote tecnológico, já que o veículo traz instrumentos totalmente digitais e configuráveis. Além disso, o SUV possui central multimídia com tela touchscreen de 10 polegadas, conta com piloto automático adaptativo que regula a distância de outros veículos e possui sensores para os pontos cegos. Não bastasse isso, a grande novidade tecnológica fica por conta do sistema de estacionamento por controle remoto, que permitirá ao motorista esperar do lado de fora do veículo enquanto o sistema eletrônico estaciona o SUV sozinho. A linha de motores ainda não foi revelada, mas todos serão da gama Ecoboost. A faixa de preço gira em torno dos R$ 140 mil.

Por Caio Polo


Novo Ford Ka Sedã – Apresentação e Preço no Brasil


Produzido na fábrica da Ford em Camaçari, cidade localizada no interior da Bahia, o Novo Ka Sedã teve os primeiros detalhes revelados pela montadora norte-americana, que se prepara para lançar a nova versão do compacto no segundo semestre de 2014.

A versão sedã do Ka, apresentada durante um evento em São Paulo com o nome “Ka Concept 4 portas”, é um protótipo do que será a primeira geração do Ford Ka a contar com três volumes, que chegará para substituir o Fiesta Sedan Rocam. Juntamente com o novo Ka hatch, eles serão os modelos de entrada da marca para o mercado nacional.

Trazendo o conceito de carro global, o veículo também foi apresentado simultaneamente na Índia, onde receberá o nome de “Figo”. Ele conta com o mesmo estilo de estética utilizado na versão hatch do Ka, inspirada na nova identidade visual da Ford, com destaque para a grade dianteira em formato de trapézio.

Por enquanto, a montadora não revelou maiores detalhes a respeito do interior do novo Ka Sedã, limitando-se a dizer que haverá um amplo espaço interno para os ocupantes e que a versão contará com o sistema MyFord Dock, que permite acoplar smartphones, players de MP3 e outros dispositivos móveis, integrando-os ao veículo. Outros itens tecnológicos também deverão estar presentes.

Quanto à parte mecânica, a Ford também manteve o mistério. No entanto, especula-se que entre as opções de motores do Ka Sedan poderá estar o mesmo bloco Sigma 1.5 que equipa o New Fiesta, com 16 válvulas, rendimento de 111 cavalos de potência e 15 kgfm de torque, se abastecido a álcool. Um novo propulsor 1.0, de três cilindros, é outra aposta para equipar o modelo.

Outra informação mantida em sigilo pela Ford é a respeito dos preços do novo Ka Sedã. Mas de acordo com rumores, os valores das versões mais baratas deverão variar entre R$ 35.000,00 e R$ 40.000,00.

Por André Gonçalves