Chrysler 300 2015 terá poucas mudanças no design


A Chrysler aproveitou o início do Salão de Los Angeles, no dia 18 de novembro, para apresentar ao público estadunidense o renovado sedan 300. A expectativa era que a marca apresentasse o modelo com alterações mais expressivas, mas o que se viu foram apenas retoques pontuais, com melhorias para dar uma sobrevida ao carro até 2018, quando a fabricante afirmou que será apresentada uma nova geração.

Para aguardar a nova geração com fôlego para competir nos mercados em que é oferecido, o Chrysler 300 2015 ganhou um breve facelift, com mudanças pontuais para manter o visual do sedan moderno e atraente. Portanto, o veículo ganhou uma nova grade frontal ainda maior do que a da versão anterior, com acabamento em formato de colmeia e logo da marca centralizado, para-choque dianteiro levemente redesenhado com nova entrada de ar inferior, faróis e lanternas traseiras de LEDs modernizadas, novas saídas de escapes e novas rodas de liga leve.

Na parte interna, o Chrysler 300 reestilizado mantém as principais características da versão anterior, com um excelente acabamento interno e uma vasta lista de equipamentos de série na parte de segurança, conforto e comodidade. Cabe destaque para a nova direção com três modos de ajuste (Normal, Comfort e Sport), que substitui a direção hidráulica, novo painel de instrumentos com layout mais elegante e o cluster com uma nova tela de 7 polegadas, nova disposição dos controles do ar-condicionado digital, além da nova transmissão automática de oito marchas que possui um botão giratório para trocas de marchas no lugar da alavanca do câmbio. Para completar, o sedan ainda teve seu sistema de entretenimento Uconnect com tela de 8,4 polegadas revisto, com a adição de novas funções, como o sistema de hotspot Wi-Fi para usuários de smartphones.

Mecanicamente não houve alterações, mantendo as mesmas opções de motorização. Sendo assim o sedan continua sendo oferecido ou com o motor Pentastar 3.6 V6, que possui duas variações, uma com 294,9 cv (292 hp) e a outra com 303 cv (300 hp), ou ainda com o bloco 5.7 HEMI V8 com 366,6 cv (363 hp).

A má notícia que acompanhou a renovação do sedan é a descontinuação da versão SRT, que permanecerá apenas em alguns mercados. O renovado Chrysler 300 será oferecido no mercado estadunidense, a princípio, em três versões de acabamento (Limited, S e Platinum), com preços a partir de US$ 31.395 (aproximadamente R$ 81 mil).

Por Caio Polo

Chrysler 300 2015

Chrysler 300 2015

Chrysler 300 2015

Fotos: Divulgação


Novos modelos da Chrysler que serão lançados nos próximos anos


O amplo processo de revitalização previsto pela FCA (Fiat Chrysler Automobiles) para todas as empresas do Grupo já começa a fazer efeitos na Chrysler.

Uma das marcas de carro mais populares norte-americanas, a Chrysler já tem um plano de metas definido até 2018, composto pela renovação completa da gama de modelos e de lançamento de novos veículos em segmentos até então pouco explorados pela fabricante. Com essa meta, o objetivo da FCA é aumentar os índices de vendas para 800 mil veículos por ano, colocando no mercado estadunidense pelo menos três novos modelos, entre eles dois utilitários esportivos.

Depois do lançamento do novo sedan 200 2015, a grande novidade da Chrysler para 2014 será a reestilização do tradicional sedan 300. Ainda não se sabe muito sobre as mudanças que serão aplicadas no 300, mas a expectativa é que o sedan não passe por alterações muito profundas, esperando que o modelo apenas se alinhe aos recentes lançamentos da Chrysler, que têm agradado o consumidor dos Estados Unidos.

Enquanto em 2015 a marca manterá a estratégia de 2014, para 2016 a Chrysler promete dois lançamentos, mas ambos com grande peso no mercado norte-americano. O primeiro lançamento será o inédito sedan 100, posicionado como um veículo de entrada e produzido para competir com Honda Civic, Chevrolet Cruze, Ford Focus e Toyota Corolla. O segundo lançamento será a nova geração da minivan Town & Country, que terá também versões com motorização híbrida.

No ano de 2017, o Chrysler 200 passará por um leve facelift, para dar fôlego ao sedan até uma nova geração, e haverá a chegada de um novo crossover de grande porte. O novo utilitário esportivo, que também terá versões híbridas, será lançado para competir com Toyota Highlander, Chevrolet Traverse e Nissan Pathfinder. Posteriormente, a Chrysler apostará na chegada de um SUV menor para rivalizar com Hyundai Santa Fé, Ford Edge, Chevrolet Equinox e Kia Sorento.

Por fim, em 2018, a Chrysler trará ao mercado estadunidense uma geração totalmente renovada do sedan 300

Chrysler 200 2015

Chrysler 200 2015

Foto: Divulgação


Grupo Fiat Chrysler irá lançar o Relatório da Sustentabilidade


O Grupo Fiat Chrysler anunciou no site oficial que a empresa vai lançar o Relatório da Sustentabilidade, conjunto de documentos relacionados com as ações e iniciativas que o empreendimento realiza de forma global em termos sustentáveis.

Consiste na primeira divulgação de relatório ambiental depois que a Chrysler se juntou à Fiat, cujas negociações que duraram desde o ano de 2009 apenas foram concluídas no final de 2013. Presidente Sérgio Marchionne indica que o Grupo tem destaque não apenas por conta da qualidade dos produtos como também em consequência do compromisso ao conduzir as atividades.

Ele ainda indica que a união entre Fiar e Chrysler permite com que se intensifique a linha de produção e ao mesmo tempo aumente o olhar crítico à sustentabilidade, com práticas positivas que servem para aumentar os pontos fortes.

Marchionne indica que o Grupo tem estratégia no sentido de alcançar maior equilíbrio das tecnologias nas linhas de produção e promover alternativas que beneficiam o meio ambiente. A presidência indica que o grande desafio consiste em ser sustentável e continuar a oferecer preços acessíveis junto à qualidade.

No ano de 2013, o Grupo registrou de modo público o compromisso no sentido de identificar áreas ambientais, econômicas e sociais que sejam favoráveis em termos de sustentabilidade. No Relatório foram analisadas metas globais ao longo prazo, tais como melhorar de maneira contínua a queda das emissões de CO2 nos motores e desenvolver maior economia de combustível entre os modelos da montadora.

Em terras europeias a grande parte dos veículos Fiat emite 120g de CO2 por quilômetro. Nos Estados Unidos os caminhões leves da marca tiveram queda no consumo de combustível de 32 milhas por 24 milhas ao levar em conta medida do galão (MPG).

A marca lidera as vendas de veículos compostos por gás natural, ao todo são mais de doze caros dos gêneros no setor de automóveis comerciais leves.

Por Renato Duarte Plantier

Fiat Chrysler

Foto: Divulgação


Recall Jeep Grand Cherokee e Dodge Durango – Problema no Pedal do Freio


Nessa última quarta-feira (2), a Chrysler divulgou uma nota informando que fará o recall de veículos de modelo 2011 a 2014 por defeito nos sistemas de freio. A empresa estava recebendo muitas reclamações de que havia um excesso de firmeza no pedal do freio. A inspeção deve acontecer em cerca de 870 mil unidades da marca, os modelos que serão analisados são: Jeep Grand Cherokee e Dodge Durango. Caso a Chrysler encontre alguma falha no componente, a montadora fará a troca.

A maior parte das unidades que terão que passar pela análise está nos Estados Unidos. São mais de 600 mil carros das 867.795 unidades que estão envolvidas com os possíveis problemas no freio. A Chrysler do Brasil ainda não sabe se os carros importados para cá também estão sofrendo esse mesmo problema. A marca informou que ainda está analisando se os veículos daqui também vão precisar dessa substituição dos freios.

A companhia explicou que serão instaladas proteções para resguardar o servo freio contra corrosão causada pela exposição à água. Hoje a Chrysler se encontra sob o controle da Fiat, que agora tem o nome de Fiat Chrysler Automobiles.

O alerta de que existia algum problema chegou à empresa após um acidente ter acontecido por causa das falhas no freio. A própria Chrysler confirmou esse ocorrido em seu comunicado, mas felizmente o acidente não teve feridos. Após esse acontecimento, a empresa achou prudente fazer uma revisão nos modelos. A marca ainda detalhou que o servo freio usado em veículos atuais usa juntas com um revestimento especial projetado para resistir à corrosão.

A Chrysler também fica em total atenção de que algo pior possa acontecer com os modelos com as falhas no freio, depois de os noticiários de todo o mundo criticarem a General Motors, que é acusada de realizar um recall tardio de 2,2 milhões de veículos equipados com cilindro de ignição defeituoso. O problema é coligado a acidentes em que morreram 13 pessoas e que está levando a GM a uma grande crise de imagem. O caso é tão grave que o Congresso Americano realiza uma CPI para investigar a situação, além de fazer a presidente da GM se desculpar na audiência pública.

Por Carolina Miranda


Fiat Chrysler abrirá novo polo industrial automotivo em Pernambuco


A Fiat Chrysler está construindo o novo polo automotivo industrial brasileiro em Pernambuco. Após 35 anos da primeira instalação oficial de matriz no Brasil, o grupo reforça os laços com o país ao construir a estrutura na região nordeste e oferecer trabalho para o povo nordestino.

A empresa indica em nota no site oficial que milhares de pessoas devem se beneficiar com o novo polo industrial em Pernambuco. O empreendimento acredita que vai abrir nova frente para desenvolver a região de modo social e econômico, além de trazer tecnologia e projetos inovadores às terras nacionais.

O projeto que objetiva construir o novo polo automotivo industrial da Fiat indica que na estrutura devem existir aproximados quatorze milhões de metros quadrados de área construída na cidade de Goiana, Zona da Mata, Pernambuco. Interessante notar que o local está em menos de 62 quilômetros de Recife e João Pessoa, duas cidades que possuem força econômica no nordeste do Brasil.

No polo automotivo não há apenas a presença da fábrica como também dos parques de fornecedores. Interessante notar que o projeto original aponta existirem centros, tais como de treinamento ou de pesquisas, que servem para desenvolver a tecnologia empregada nas linhas dos veículos Fiat. Outro destaque da estrutura está no campo de provas e nas pistas de teste.

A empresa indica que investe quase sete bilhões de reais no sentido de construir a estrutura. O empreendimento prevê que deve fornecer quase nove mil empregos formais aos pernambucanos. Especialistas indicam a nova fábrica com capacidade de produzir duzentas mil unidades por ano.

Quem está em busca de novo emprego na área de automóveis não pode perder tempo. O site que serve para contratar funcionários está com dezenas de vagas abertas. Clique no link e saiba mais informações ao acessar a página oficial da Fiat no Brasil.

Por Renato Duarte Plantier

Fiat Chrysler


Foto: Divulgação


Chrysler reduz preços do Dodge Durango para mercado nacional


Se você estava esperando uma redução nos preços do Dodge Durango para comprar o seu utilitário esportivo, a hora é agora, pois a Chrysler resolveu fazer um bom corte nos valores cobrados no mercado nacional para quem deseja adquirir o veículo originário dos Estados Unidos.

A versão top de linha do modelo, o Dodge Durango Citadel, teve o preço reduzido de R$ 199.000,00 para R$ 184.900,00, um desconto nada mal de R$ 14.100,00. Essa versão do SUV traz rodas de alumínio aro 20 cromadas, teto solar elétrico, bancos dianteiros com sistema de ventilação e aquecimento e sistema de entretenimento traseiro, com DVD e display de 10 polegadas, entre os diferenciais. Há ainda rádio MYGIG com tela de 6.5 polegadas e HD de 30 GB, tração integral e piloto automático.

Já a versão de entrada, Dodge Durango Crew, teve uma redução de preço ainda maior, chegando à casa dos R$ 20.000,00, passando de R$ 179.900,00 para R$ 159.900,00. Nessa opção, o veículo vem com rodas de alumínio de 18 polegadas, câmera traseira de estacionamento, ar condicionado digital, sistema de som premium com nove alto-falantes e subwoofer, volante multifuncional, controles de estabilidade e tração e sistema de monitoramento dos pneus, entre outros itens.

As duas versões do Dodge Durango comercializadas no Brasil têm em comum ainda vários outros itens de série, como o sistema Bluetooth Uconnect com comando de voz, porta USB remota, faróis de neblina dianteiros, controle anticapotamento, airbags de múltiplos estágios para os passageiros da frente e o sistema de entrada e partida sem chaves “Keyless Enter N'Go”. A capacidade é de sete passageiros e o porta-malas leva 487 litros de bagagens.

Em ambos os casos, a parte mecânica é a mesma, com as duas versões trazendo sob o capô o motor Pentastar V6 de 3.6 litros, capaz de desenvolver 286 cavalos de potência e 35 kgfm de torque, gerenciado pela transmissão automática de seis velocidades.

Por André Gonçalves

Foto: divulgação


Nova marca – Fiat Chrysler Automobiles (FCA)


O grupo Fiat concluiu a compra das ações da americana Chrysler e agora irá formar um novo grupo e uma nova marca. A negociação foi ultimada no fim de janeiro e na última quarta-feira (29) o Conselho de Administração da italiana Fiat aprovou a formação da Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

Até o mês passado as duas empresas usavam suas marcas em separado. Com a conclusão definitiva da compra, a empresa FCA apresentou seu novo logotipo. A sede principal da Fiat Chrysler Automobiles está registrada na Holanda, mas o domicílio fiscal se encontra na Inglaterra. As ações estarão apostas nas bolsas de Milão e Nova York, cidades-sede da Fiat e Chrysler, respectivamente.

Animado, o presidente da Fiat, John Elkann divulgou uma nota falando sobre a nova empresa. “A FCA nos permite enfrentar o futuro com um renovado sentido de propósito e vigor”. A criação do novo grupo irá fazer frente as outras marcas automotivas, segundo a FCA.

Resumo

A Fiat Chrysler Automobiles é agora um grupo de 16 marcas comerciais com 77 centros de pesquisa e design. Com mais de 200 mil funcionários, o grupo atua em 140 mercados em todo o mundo. E não é só a Chrysler e a Fiat que fazem parte desta nova empresa. Além delas têm a Jeep, Lancia, Ram Trucks, Dodge, Alfa Romeo, Fiat Profissional, SRT e Abarth e claro, as suntuosas Ferrari e Maserati. Também compõe a nova marca FCA, a Magneti Marelli, Comau, Mopar e Teksid, empresas de suplementos e componentes.

Novo logotipo

A nova marca da empresa Fiat Chrysler Automobiles foi criada pela agência italiana de design RobilantAssociati, com a intenção de expor uma marca com identidade única. A sigla foi escolhida com propósito de facilitar a pronúncia nas línguas italiana e inglesa.

Com todos os detalhes que só um bom design pode oferecer, as letras e suas formas são guiadas pela essência que possui um automóvel. Segundo a FCA, o ‘F’, com seus ângulos retos, simboliza concretude e solidez, a ‘C’, derivado de um círculo, representa rodas e movimento. O ‘A’ derivado de um triângulo, indica a energia e um estado perene de evolução.


Fiat e Chrysler Negociam União Oficial para 2014


O ano de 2014 pode chegar com novas decisões no mercado automotivo. A Fiat é uma das companhias que está estudando possibilidades e fazendo negociações. Para quem não sabe a Chrysler – montadora de nacionalidade americana – está pedindo nada mais, nada menos que US$ 5 bilhões (cerca de 11,1 bilhões de reais) para o Grupo.

O valor solicitado é para adquirir os 41,5 % da empresa, que pertencem ao fundo de saúde da central de metalúrgicos da montadora italiana United Auto Workes, responsável pela Crysler.

Apenas quando a americana apresentar a IPO, uma documentação para uma oferta pública inicial de ações, nos EUA, será finalizado o processo. Ainda não foi informado quais seriam as ações e o custo das mesmas, porém, o presidente executivo das duas companhias, Sergio Marchinne, acredita que no próximo ano tudo esteja resolvido e a compra concluída.

Para que a Fiat não entre em conflito com as empresas, até o momento, o Grupo está pensando em voltar a compartilhar projetos, plataformas e recursos que faziam parte do acordo entre as fabricantes. Um exemplo disso é a Dodge, que também faz parte do grupo Fiat. No Brasil, o Freemont foi construído sobre o mesmo projeto do Dodge Journey.

Por Jaime Pargan


Recall do Chrysler Town & Country 2013 – Problema no Airbag Lateral


A empresa Chrysler do Brasil divulgou um recall de 51 veículos do modelo Town & Country, minivan da marca. Segundo informações oficiais da marca, um defeito no software responsável pelo controle que aciona o airbag lateral foi detectado. A falha está presente nos carros produzidos no ano de 2013. A companhia informou que o defeito coloca a segurança de condutor e passageiros em risco, fazendo que a bolsa de ar possa ser acionada para o lado contrário da colisão.

Os veículos envolvidos apresentam chassi entre 2C4PC1BG0DR782916 e 2C4PC1GGXDR715815. Na reparação do defeito das unidades, a ser feita em revendedores autorizados da companhia, irá ser realizada uma verificação e, caso seja necessário, o sistema será reprogramado. Para tirar dúvidas e obter mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800 703 7130.

Segundo a Chrysler do Brasil, o recall foi feito no intuito de prezar pela segurança dos proprietários das unidades em questão. A empresa prestará serviços gratuitos na reparação do defeito.

No site oficial da empresa (www.chrysler.com.br) há mais detalhes sobre o processo, além de informações sobre as autorizadas onde podem ser feitas as trocas. A empresa divulgará mais detalhes em breve, por ora, o site oficial é a melhor fonte para informações.

Por Marcelo Araújo


Chrysler RAM 1500 Rumble Bee Concept – Novo carro conceito poderá ser fabricado


Chrysler RAM 1500 Rumble Bee Concept Quem disse que conceitos não podem se transformar em realidade? A Chrysler, fabricante americana de veículos, com sede em Michigan, anunciou que pretende criar uma versão da picape RAM 1500 Rumble Bee Concept.

Segundo o diretor de marketing, a empresa pretende realizar testes em concessionárias pelos EUA para saber a receptividade que o automóvel teria com o público. Com um visual totalmente diferenciado do modelo 1500, no qual ela foi baseada, a Chrysler pretende atingir um público mais específico, que preza pelo design robusto e que é marca registrada da empresa.

O anúncio foi feito em Detroit, a capital mundial automotiva, durante a Woodward Dream Cruise, evento que reuniu diversos veículos customizados e clássicos de várias marcas diferentes.

A picape possui um visual bastante diferenciado, com uma pintura amarela exclusiva, rodas aro 24, suspensão rebaixada e faixas pretas nas laterais. Além disso, o acabamento do interior é totalmente exclusivo, para diferenciá-la do modelo 1500.

A nível de potência, a Chrysler RAM 1500 Rumble irá contar com um motor 5.7 V8 com 395 cv de potência e um torque de 56 Kgfm. Os possíveis preços e demais informações da produção ainda não foram divulgados pela empresa, que introduziu pela primeira vez um carro conceito no evento.

Após uma concordata, a Chrysler passou a pertencer ao Grupo FIAT, e obteve uma receita de 20 bilhões de Euros no primeiro trimestre de 2013. Parte do sucesso deve-se a capacidade da empresa em inovar tanto em design quanto na tecnologia  empregada em seus veículos.

Por Ebenézer Carvalho


Chrysler SRT Viper 2014 – Nova linha terá configuração Rain Mode


Chrysler SRT Viper 2014A gama 2014 do modelo SRT Viper irá receber muitas novidades. Segundo dados oficiais publicados pela Chrysler em seu blog, o carro esportivo, agora, irá ter uma configuração chamada Rain Mode, visando garantir um tipo de condução com maior seguridade em situações em que o asfalto estiver escorregadio e/ou molhado.

O modelo Rain Mode faz alteração de controle referente à estabilidade e à tração no intuito de permitir que o veículo, com uma motorização de 640 cv de potência, passe a ficar mais comportado. Na opção de entrada, o módulo da direção com especificidade para tempo chuvoso irá ter as escolhas "desligado" e "ligado". No veículo Viper GTS, fora essas, o condutor irá poder optar entre as configurações "Track" e "Sport".

Outra inovação em relação ao Viper 2014 é a possibilidade de 2 ou mais cores para a carroceria: GTS-R Blue – azul e Billet Silver – prata. Segundo informações da empresa, o veículo ganhou estes elementos para se tornar mais forte em relação a um segmento de extrema concorrência, além de apresentar mais opções para o consumidor, tornando-se uma dos melhores modelos do setor no país.

Por Marcelo Araújo


Chrysler – Recall de Jeep Grand Cherokee


A empresa Chrysler do Brasil está convocando 1.877 veículos do modelo Jeep Grand Cherokee, com fabricação entre os anos de 2005 e 2010.

As unidades que tiverem numeração do chassi entre 1J8H358206Y134426 e 1J8HCE8M77Y535796 estão apresentando uma falha no sistema elétrico referente à caixa de transferência, que irá precisar passar por um processo de reprogramação no módulo. Essa convocação também é realizada nos Estados Unidos, país em que o recall cobriu mais de 400.000 unidades do Commander e do Grand Cherokee.

De acordo com dados da companhia, podem haver casos em que, após dar a partida no carro estacionado, a falha no sistema elétrica poderá fazer o câmbio mudar de forma autônoma para a marcha de posição neutra. Caso o freio do estacionamento não tiver sido acionado, o Grand Cherokee poderá iniciar movimento, causando acidentes.

Os carros deverão seguir para as concessionárias, no intuito da reprogramação referente ao módulo com defeito na caixa de transferência. Para mais informações, os prejudicados pela falha poderão entrar em contato com a empresa pelo telefone: 0800 703 7150.

O site oficial da empresa no Brasil é: http://jeep.com.br/

Por Marcelo Araújo


Dodge Challenger – Nova versão


Novo Dodge ChallengerSegundo dados publicados por portais norte-americanos e europeus (inclusive o da Road&Track), a marca Chrysler está desenvolvendo a versão mais “picante” do modelo Dodge Challenger com o objetivo de deixar um marco de despedida da geração atual do chamado "muscle-car" (carro musculoso). Um dos veículos foi flagrado rodando com ligeiro disfarce em testes realizados nos EUA.

Os sites especializados afirmam que os elementos do derradeiro Challenger indicam que o veículo terá 600 cv abaixo do capô por causa da adoção do compressor em um motor 6.2 L V8. No que se refere aos para-choques, a grade da frente e o conjunto do escape também irão passar por atualização. Porém, a Chrysler não confirmou ainda se irá revelar o carro no Salão de Los Angeles, que ocorrerá em novembro de 2013, ou então no tradicional Salão de Detroit, no mês de janeiro do ano que vem.

De acordo com a assessoria de imprensa da marca, "a empresa irá revelar o veículo no momento oportuno". Além disso, admitem que será em um dos próximos grandes eventos do setor, realizados em países como Alemanha, Itália, EUA, entre outros.

Por Marcelo Araújo


Jeep – Alta nas vendas em 2013


Jeep Cherokee 2013A marca Jeep, que pertence à Chrysler, demonstrou um crescimento de 39 pontos percentuais no período entre os meses de janeiro e julho de 2013, quando comparado com os primeiros sete meses do ano passado.

A Jeep comercializou 2.595 veículos no período relatado e, segundo a empresa, os índices de agosto têm demonstrado que a marca continuará a trilhar o caminho das boas vendas.

O veículo mais vendido da Jeep é o modelo Cherokee, apresentando mais de mil unidades. No ano passado, o mesmo carro vendeu apenas 326 veículos, o que indica um aumento de 226%, um recorde para a empresa. Seguindo o Cherokee, aparecem os carros Wrangler, Compass e Grand Cherokee.

De acordo com informações do diretor de Marketing e Vendas da Jeep, Luiz Tambor, o grande sucesso do modelo Jeep Cherokee advém da capacidade que o veículo tem de conciliar o bom desempenho off-road à versatilidade no ambiente urbano. "O modelo apresenta a tradicional capacidade em ambientes de difícil acesso, pois tem a força da motorização com potencia V6", completa Tambor.

Mais especificamente, o motor é um 3.7 V6 com 205 cavalos de potência, câmbio do tipo automático com 4 velocidades e tração constante nas 4 rodas.

Por Marcelo Araújo


Recall Chrysler – Informações


A Chrysler, marca automotiva norte – americana, convocou nesta quarta-feira, 3 de julho, recall mundial para 560 mil carros, entre eles os modelos Chrysler 200, Dodge Avenger e Chysler Sebring, produzidos de 2011 a 2013, além do Jeep Liberty e Dodge Nitro, dos anos 2011 e 2012.

O recall, segundo a montadora norte – americana, é por conta de um problema no encosto de cabeça dos bancos que, em caso de colisão traseira, podem ser projetados para frente. A Chrysler também informou que a maioria dos veículos se encontra nos EUA e que não há vítimas decorrentes desse problema.

Há também um recall para 69 mil unidades da picape Ram 1500, este com a intenção de efetuar uma atualização do software do controle de estabilidade, que segundo algumas concessionárias informara à montadora, em algumas unidades do veículo foi notado que o alerta luminoso avisa que o controle de estabilidade não está funcionando.

O Brasil tem filial da Chrysler, mas ainda não há informações se modelos do Jeep Liberty, que aqui é comercializado como Cherokee Sport, e do Ram 1500, vendidos aqui no país, estão entre os veículos convocados.

Por Joana Junqueira borges


Fiat pretende fabricar o modelo Jeep na China


A China nos últimos anos tem se destacado em diversos campos no mercado mundial. Uma certa abertura de suas portas para o comércio e para as negociações bilionárias tem feito o país não apenas crescer nesse aspecto, mas como também se tornar um ponto de referência quando o assunto é a busca de novos parceiros para negócios futuros.

E é exatamente isso que Fiat está planejando colocar em prática. Recentemente o vice-presidente da montadora, Sergio Marchione, comentou a respeito da possibilidade da Fiat ir buscar na China um novo parceiro.

De acordo com executivo o objetivo é encontrar por lá quem possa ajudar na fabricação dos veículos modelo Jeep, da Chrysler, para o ano de 2014. A empreitada não deve ser complicada até porque a China, com seus números astronômicos em quase tudo, é o maior mercado mundial para carros.

A informação é de que como plano inicial a Chrysler pretende fabricar mais 100.000 modelos do Jeep na China. Ressaltando que esse fato é algo fundamental para a Fiat já que esta tem com objetivo a comercialização de cerca de 300 mil veículos no país, a cada ano, a partir de 2014.

Apesar de já possuir um parceiro na China (Guangzhou Automobile Group) um segundo “integrante” na equipe da montadora parece ser bem-vindo.

Por Denisson Soares


Chrysler Jeep – Recall global


O Grupo Chrysler fez anúncio, no dia 6 de junho, quinta-feira, de que irá realizar 2 recalls em escala global referentes a 630.000 veículos da marca. O 1ª recall será de 408,4 mil veículos, englobando seus modelos Jeep Patriot e Jeep Compass que tiveram fabricação no período entre os anos de 2010 e 2012. A razão deste recall é a falha no sistema de software de airbag. De acordo com informações da marca, a bolsa inflável pode atrasar no seu acionamento causa ocorra uma colisão.

Já o 2º recall engloba 221,1 mil unidades do modelo Jeep Wrangler que tiveram sua produção entre 2012 e o ano de 2013. O motivo seria um vazamento de fluido na direção referente ao à transmissão (sistema).

Grande parte dos veículos em que ocorrem estes problemas de fabricação está nos Estados Unidos e no Canadá (continente norte-americano). Porém, aproximadamente 130 mil unidades estão divididas em mercados de outros países.

De acordo com informações da assessoria da Chrysler, que foram publicadas no portal da revista especializada Quatro Rodas, a empresa informou que ainda não possui dados a respeito do recall no Brasil.

Por Marcelo Araújo


Chrysler 300C – Recall


Passará pelo recall 395 carros da empresa norte -americana Chrysler Group do Brasil, o modelo Chrysler 300C que foram fabricados entre abril e dezembro de 2011 e 2012 com defeito no airbags dos banco dianteiros.

Os proprietários devem procurar uma das lojas da Chrysler em todo o Brasil e agendar o recall imediatamente para a troca dos conectores dos aibags, o reparo pode durar no máximo 1 hora. Com esse defeito, em caso de acidente os airbags poderão não ser acionados podendo causar graves ferimentos.

Para maiores informações do número de chassi consulte o site www.chrysler.com.br ou tire suas dúvidas pelo telefone 0800 703 7130 de segunda a sexta das 07 às 19 horas.

A Chrysler 300C fabricado no ano 2008 também está realizando o recall das porcas de fixação do cubo das rodas traseiras que foi constatado que podem se soltarem permitindo que o semi-eixo desencaixe do cubo da roda onde o veiculo pode perder a tração causando um acidente.

As porcas deverão ser trocadas e demora somente 30 minutos. Os reparos serão feitos gratuitamente e devido a legislação o recall não tem prazo de término.

Por Mariana Rodrigues


Chrysler Jeep Cherokee 2014 – Mudanças no design


Novo Jeep Cherokee 2014A Chrysler destacou no Salão de Xangai a nova geração do Jeep Cherokee 2014 que já foi lançado no Salão de Nova York e já está fazendo estreias locais. 

O visual da nova Cherokee 2014 teve uma mudança radical e bem ousada quebrando as tradições da marca, pois tirou o design “quadradão” e deixou mais arredondado com uma aparência delicada para um carro grande (isso dividiu muitas opiniões). Ganhou também uma nova grade frontal, faróis LED diurnos, para-choques novos e rodas modernas. 

O novo modelo tem 9 marchas automáticas e duas opções de motores sendo que um é o V6 de 3,2 litros da Chrysler (é a estreia na gama de produtos na marca) de 274,7 cv de potência e 33,4 kgfm de toque e a outra opção é de 16V de 2,4 litros, 183,72 cv de potência e gera 23,65 kgfm de toque. 

O novo Jeep está 45% mais econômico do que a anterior e recebeu 70 implementos novos de segurança como, por exemplo, a melhoria do sistema 4×4. 

A nova Cherokee vem com quatro versões, que são: Sport, Limited, Latitude e Trailhawk (que tem a aparência mais robusta própria para o off-road).

Por Mariana Rodrigues


Recall Chrysler modelos SUVs – Problemas na alimentação de combustível nos motores a gasolina


A montadora norte-americana Chrysler anunciou no último dia 10, um recall para 30 mil unidades SUV. A maior parte dos veículos se encontra nos Estados Unidos, porém, outros países podem encontrar problemas na alimentação de combustível nos motores a gasolina.

O porta-voz do grupo declarou à agência de notícias France Presse (AFP), que a montadora irá retirar cerca de 30 mil unidades SUV, fabricadas em 2012, para retificar a alimentação do combustível para determinadas condições, como temperaturas elevadas ou grandes altitudes.

O problema já provocou um acidente e tem como causa parar o carro de forma inesperada.

A Chrysler, que pertence ao grupo Fiat, informou que o recall envolve 20.500 veículos nos Estados Unidos, 2.300 no Canadá e cerca de 50 no México. Além disso, a montadora ainda não tem a confirmação onde estarão as 7.400 unidades restantes que foram dadas como afetadas. No Brasil, a montadora diz não ter informações sobre veículos afetados.

Em março a montadora já havia anunciado Recall para 4.400 veículos Dodge Chalenger, fabricados em 2013, devido a um problema na fiação que pode causar curto-circuito. Portanto, é bom os usuários Chrysler ficarem bem atentos com seus veículos e aos comunicados da montadora.

Por Fernando Crizel Portelinha


Fiat e Chrysler – Possível união das montadoras


Duas das maiores montadoras do mercado automobilístico podem sofrer uma fusão. De acordo com informações de Sergio Marchionne, presidente-executivo de ambas as companhias, a Chrysler e a Fiat serão unidas no futuro, até mesmo se a Chrysler optar por uma IPO (Initial Public Offering), que significa oferta pública inicial.

Segundo o executivo, em entrevista realizada no Salão de Detroit no dia 14, segunda-feira, "nós iremos ter uma empresa combinada no setor automotivo".

Um dos órgãos que pressiona a montadora a retornar ao modelo de empresa de capital aberto é um fundo de pensão do UAW – United Auto Workers, o sindicato dos trabalhadores do setor automotivo nos Estados Unidos. Entre outras exigências, eles pressionam para que a montadora faça um registro de suas ações junto aos órgãos reguladores dos EUA e entre na bolsa de valores.

Com 41,5% referente a Chrysler, esta entidade atrelada ao UAW possui o direito de fazer tais exigências, pois, em 2009, foi feito um acordo que ajudou a Chrysler a sair da falência e tornou a Fiat sua controladora majoritária, possuindo 58,5% das participações.

Ao que se pode analisar das declarações de Marchionne, cada dia mais, a Fiat irá aumentar sua participação no que se refere a Chrysler.

Por Marcelo Araújo


Novo STR Viper 2013 – Venda e Preço no Brasil


O novo modelo do STR Viper, da Chrysler, vai poder ser comprado sob encomenda no Brasil, por meio da importadora independente Direct Imports.

O modelo pertence à linha de carros da marca SRT (Street Racing Technology), que diz respeito à divisão de automóveis de alta performance da fabricante americana.

O esportivo conta com motor V10 de 8.4 litros, que é capaz de desenvolver 648 cavalos de potência e 83 kgfm de torque. Além disso, o veículo possui controle de tração e estabilidade.

É possível ainda optar pela versão GTS, que possui suspensão ativa com dois modos de direção e sistema Uconnect Media Center (composto por tela de LCD touchscreen de 8,4 polegadas, GPS, Bluetooth e 12 alto falantes).

No mercado americano o novo STR custa cerca de US$ 97.395, equivalente a quase R$ 197.000. Quem quiser encomendar o seu aqui no Brasil, vai ter que desembolsar a partir de R$ 442.900.

De acordo com a Direct Imports, o prazo de entrega do Viper é de até três meses e o veículo pode ser entregue em qualquer cidade do Brasil.

Por Andrea Gomes 


Chrysler Viper – Lançamento, Novo modelo


Acaba de chegar ao mercado de automóveis o mais novo carro da montadora Chrysler, o Viper. O modelo foi apresentado oficialmente durante o Salão Internacional do automóvel de São Paulo e dividiu as atenções com as outras criações da marca, dentre elas o Jeep, RAM e Dodge.

O novo Viper não teve seu brilho ofuscado por carros já consagrados, afinal, apresentou um conjunto excelente, composto por um propulsor V10 de 8.4 litros e câmbio manual de seis marchas. O motor é movido a gasolina, sendo capaz de entregar incríveis 648 cavalos de potência.

A montadora Chrysler, ainda durante o salão paulista, apresentou o novo Dodge Durango, um utilitário robusto, equipado com câmbio automático de oito marchas e um potente motor 3.6 litrosmovido a gasolina, que atinge a máxima potência de 286 cavalos.

Quem gostou das novidades da Chrysler, terá que esperar um pouco mais para ver o Viper de perto, pois não há previsão de chegada nas concessionárias brasileiras. O Dodge Durango, por sua vez, estará à venda ainda neste mês. Os valores de comercialização não foram divulgados pela marca.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Chrysler Viper e Dodge Durango – Novos modelos apresentados no Salão de São Paulo


Mais uma novidade interessante está disponível no mercado movimentado dos automóveis, pois a Chrysler (empresa especializada no ramo da fabricação e comércio de veículos) apresentou no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo as novas versões de modelos já consagrados da marca como Dodge, RAM, Viper e Jeep.

Dentre estes lançamentos uma das novidades fica por conta do Viper, que ganhou um motor do tipo V10 com 8.4 litros movido a gasolina que consegue alcançar até 648 cavalos de potência em um câmbio manual com seis marchas.

Outra notícia agradável da Chrysler durante o evento automotivo foi o Dodge Durango, que consiste em um carro do tipo utilitário com um motor de 3.6 litros que usa a gasolina como combustível, alcançando potência de no máximo 286 cavalos em um câmbio automático de oito marchas.

Para quem gostou das inovações da Chrysler, o Viper não tem previsão de estar disponível no Brasil mas o Dodge Durango já estará à venda nas concessionárias de todo o Brasil a partir deste mês de novembro por preços que ainda não foram divulgados pela montadora.

Por Ana Camila Neves Morais


Redução no Preço dos Carros da Chrysler no Brasil


Devido à queda nas vendas de seus modelos, a Chrysler está fazendo uma redução nos valores de seus principais automóveis comercializados no mercado brasileiro.

Um dos veículos que ilustra esta situação é o 300C, que após passar por uma renovação, entrou no país com um preço de R$ 179.000 e atualmente é encontrado por R$ 169.000.

Outro automóvel que teve o preço diminuído foi a Town & Country Limited. A minivan, que custava R$ 204.900, pode ser encontrada por apenas R$ 199.900. Ainda há a versão Touring, que chega a custar R$ 166.900.

No caso da Jeep, as reduções atingiram os modelos Compass (que foi de R$ 97.900 para R$ 89.900) e Grand Cherokee (que começou pelo valor de R$ 174.900, aumentou para R$ 179.900 e agora é encontrada pelo valor de R$ 159.900).

Outro modelo em que ocorreu um processo semelhante foi com a Grand Cherokee Limited, neste caso, o preço inicial foi de R$ 199.900, subindo para R$ 209.900 e hoje é vendida por R$ 179.900.

O modelo Journey também sofreu processo de redução, o veículo, que custava R$ 129.900 e R$ 139.900, teve seus valores reduzidos para R$ 119.900 e R$ 129.900, respectivamente.

Por Marcelo Araújo


Chrysler Jeep Wrangler Moab – Lançamento nos EUA


O mês de agosto e início de setembro veio com muitas novidades no mercado de veículos. Pelo mundo todo, estão ocorrendo diversas feiras de automóveis como a de Moscou e a de Paris. Pelo lado econômico, o Brasil bateu seu maior recorde de vendas da história em agosto, sendo que grandes mercados como o italiano e o francês apresentam sérias quedas nas vendas.

Um dos mercados de autos mais tradicionais é o norteamericano. Nos EUA estão algumas das maiores montadoras do mundo. A última novidade por lá foi o lançamento do Jeep Wrangler Moab, revelado pela empresa Chrysler junto à apresentação do Grand Cherokee Trailhawk

O veículo foi baseado na versão Sahara. Além disso, o Jeep Wrangler Moab pode ser adquirido com duas portas ou quatro portas, sendo que esta última leva o nome de Unlimited.

Da mesma fora que o Trailhawk, o novo Jeep da Chrysler ganha reforços para a modalidade off-road. O veículo foi apresentado com proteção feita de aço reforçado no chassi, pneus 245/75 R17 Armadura, rodas com aro 17 da Rubicon, entre outros equipamentos.

Fora os reforços para os caminhos fora do asfalto, o veículo também tem diversos acessórios da marca Mopar, que foram desenvolvidos especialmente para o modelo.

Por Marcelo Araújo


Chrysler – lançamento SRT Viper 2013


Um dos carros mais aguardados do ano acaba de ser lançado.

Trata-se do novo Viper 2013,  quinta geração do Dodge, da divisão SRT da Chrysler.

O motor é o mesmo da versão anterior (V10 8.4), mas ficou mais potente devido às novas configurações mecânicas e sistema moderno, com válvulas variáveis e coletores de admissão, itens que permitiram  que 40 cavalos fossem acrescidos ao modelo, gerando impressionantes  648 cavalos de potência.

Além disso, o motor ficou 25 kg mais leve e foi alocado em sua maior parte, no lado do passageiro, a fim de distribuir melhor o peso do veículo superesportivo.

Dentre outras funcionalidades, o carro conta com uma transmissão manual de seis marchas, braços projetados para aumentar a rigidez do modelo e várias partes produzidas com fibra de carbono e magnésio, o que possibilitou que o automóvel ficasse mais leve do que a quarta geração.

O chassi ainda é o mesmo do antecessor, inclusive, com a mesma distância entre os eixos.

O carro deve começar a ser vendido somente no final de 2012 e será disponibilizado em duas modelos: o GTS e o SRT básico.

O GTS é o top de linha e contará com controle de estabilidade, suspensão ajustável e revestimento em couro, itens que não estarão presentes na versão básica.

Os preços ainda não foram divulgados.

 

Por Larissa Mendes de Oliveira


Novo Chrysler Town & Country 2012 chega ao Brasil


A Chrysler está lançando no Brasil a nova versão da minivan Town & Country, fabricada no Canadá, que chega apresentando um novo motor e novas características visuais, além de ser o primeiro modelo da linha a carregar o renovado logotipo da marca norte-americana.

Com relação às mudanças estéticas, a minivan está com novidades na grade frontal (inspirada no Chrysler 300C), nos faróis de neblina e no capô (que ganharam novo design), e na tampa traseira (que passa a ter o vidro curvado). Outros destaques são as novas lanternas de LED, o aerofólio traseiro na cor do veículo e o friso cromado que aparece em todo o comprimento da carroceria.

A versão que será vendida no Brasil é a Limited, com capacidade para 7 pessoas, cuja lista de acessórios contempla mais de 40 itens, dentre os quais os airbags dianteiros, laterais e do tipo cortina; bancos revestidos em couro e com aquecimento; banco da terceira fileira com rebatimento elétrico; sistema ParkSense, que auxilia durante as manobras de estacionamento, em conjunto com a câmera traseira; volante aquecido; rack de teto; duas telas de LCD para os passageiros e uma no console central; e o sistema MyGIG, de informação e entretenimento.

O motor utilizado no veículo é o novo Pentastar V6, de 3.6 litros, capaz de gerar 283 cv de potência e 35,9 kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de seis velocidades, mais econômico que o anterior, segundo a Chrysler.

O preço é o mesmo que havíamos informado em matéria recente, R$ 173.900.

Fonte: Chrysler

Por André Gonçalves

 


Dodge RAM 3500 Laramie Longhorn no Brasil


Há alguns dias falamos da chegada da nova RAM 2500 ao Brasil, o que vai acontecer até o final de 2011. Porém, antes dela, estará disponível a RAM 3500 Laramie Longhorn, versão especial do modelo top de linha da picape fabricada pela Chrysler, que chegará por aqui de forma independente, através da empresa Direct Imports.

A versão especial tem tração 4×4 e rodado duplo, e traz sob o capô o motor 6.7 turbodiesel da Cummins, capaz de alcançar 350 cv de potência e torque de 83 kgfm, associado ao câmbio automático de seis velocidades. Freios ABS nas quatro rodas, controle de estabilidade, rodas de alumínio aro 17 e pneus 265/70 R17, completam a parte mecânica.

Outros destaques do modelo são o sistema multimídia e de navegação, com tela LCD de 6,5 polegadas; airbags (frontais, laterais e de cortina); sistema de áudio com USB, HD com capacidade para 30 GB de arquivos e 9 alto-falantes com subwoofer; e acabamento diferenciado.

A RAM 3500 Laramie Longhorn poderá ser encomendada a partir de agosto, pelo preço de R$ 215.000, valor que já inclui o frete, os impostos e as taxas de importação. O prazo de entrega varia de 60 a 90 dias.

Por André Gonçalves


Jeep Compass 2011 pode ser vendido no Brasil


Um dos próximos lançamentos da Chrysler no Brasil pode ser o Jeep Compass 2011, utilitário esportivo que passou por uma completa renovação recentemente, ganhando traços parecidos aos do Grand Cherokee, principalmente na dianteira, parte mais criticada na geração anterior. A chegada do modelo possivelmente acontecerá no início de 2012 e ele, inclusive, poderá ser montado ou fabricado por aqui, em parceria com a Fiat, uma vez que a montadora italiana adquiriu grande parte das ações da marca norte-americana.

O Compass 2011 oferece como opções de motor os blocos 2.0 e 2.4 litros, movidos a gasolina, que desenvolvem 158 cv e 172 cv de potência, respectivamente. Ainda na parte mecânica, há as opções de tração dianteira ou integral. Com relação a transmissão, podem ser escolhidos os câmbios manual de 5 velocidades ou o automático CVT. Algumas das outras características da linha 2011 do SUV são as lanternas com lâmpadas de LED (na versão top de linha), volante com novo design, novos materiais para o acabamento interno, faróis de neblina, retrovisores aquecidos, piloto automático e nova localização dos comandos.

Ele é vendido nos Estados Unidos pelo preço inicial de US$ 19.295 (R$ 30.524). Para o Brasil ainda não há previsão dos valores.

Fonte: Jornal da Tarde

Por André Gonçalves


Fiat aumenta a participação nas ações da Chrysler


Com amplo número de vendas em todo o Brasil, a Fiat anuncia em sua página na internet novidades envolvendo outra marca de muito sucesso, a Chrysler, que após refinanciar sua dívida e saldar os empréstimos ofertados pelos governos canadenses e norte-americanos, teve acrescida maior participação da italiana em seus domínios.

A controladora Fiat Group Automobiles, ou Fiat S.p.A., desempenhou sua opção na aquisição de participação adicional de 16% sobre a Chrysler. Com pagamento de US$ 1,268 milhão, a “adquirida” emitiu mais de 261 mil novas ações do tipo ‘Class A membership’. A pretensão da marca italiana é adquirir 51% das ações da Chrysler.

Cada vez mais a Fiat alcança níveis inimagináveis. Motoristas de todo o mundo poderão sentir, em breve, as iniciativas da italiana com a Chrysler em modelos ainda a serem lançados, mas que prometem abalar. Exemplo é o utilitário esportivo (SUV) Freemont, com previsão de chegada aos europeus no segundo semestre de 2011.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Fiat


Dodge Ram Long Hauler Concept – Fotos e Informações


A Chrysler apresentou nos Estados Unidos o seu novo carro conceito. Trata-se da caminhonete Dodge Long Hauler Concept.

O modelo, de cabine dupla, mede 7,3m de comprimento e foi desenvolvido para funções que exijam muita força, como o transporte de cargas pesadas ou o reboque de um trailer. Para tanto, a montadora escalou um motor turbo de 6.7 litros, movido a diesel, capaz de gerar 110,6 kgfm de torque, acoplado à transmissão automática de seis marchas. A parte mecânica é completada pela tração integral, pelas rodas duplas no eixo traseiro e pelo sistema de monitoramento da pressão dos pneus e da temperatura de outros componentes. As rodas são de alumínio, no tamanho aro 19,5.

O interior da Long Hauler conta com diversos itens para garantir o conforto em longas viagens, como a rede wi-fi, o sistema multimídia (com som e DVD), um frigobar e suporte para copos e bandejas. Há ainda os bancos em couro e até um cofre.

Outra novidade apresentada no conceito, que pode ser produzido em breve, é o super tanque de combustível, com capacidade para 643 litros.

Por André Gonçalves


Chrysler 300C SRT8 2012 – Lançamento e Recursos


A Chrysler está lançando o 300C SRT8, (Street and Racing Tecnology), seu sedã esportivo e mais sofisticado que a versão anterior. O automóvel foi lançado no Salão de Nova York e apresenta motor V8 6.4 L Hemi, de 465 cavalos e câmbio automático de cinco marchas. O motor permite que se acelere de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos.

O sedã apresenta rodas aro 20 em alumínio e pintadas de cromo escurecido, suspensão ativa que muda conforme a velocidade do veículo, freios Brembo com discos de 14,2’’ e 13,8’’ na frente e atrás, respectivamente.

A novidade é que o SRT8 possui instalação de computador de bordo, para fornecer informações sobre o carro e sobre o desempenho da corrida, como potência, torque, tempo de aceleração e de freio.

Por Livia Hay


Grand Cherokee SRT8 – Novidades do modelo – Potência e Beleza


Que o utilitário esportivo Grand Cherokee é um ícone de estilo e status é inegável, pois este SUV alia um desenho de porte com uma elegância marcante. E agora de acordo com a montadora Chrysler o novo Grand Cherokee SRT8 é o modelo mais potente que já foi produzido pela montadora.

O novo Jeep Grand Cherokee, que nos Estados Unidos, estará à venda a partir do segundo semestre deste ano, e que foi lançado no recente Salão do Automóvel de Nova York apresentou mudanças interessantes também no visual que tornaram o desenho ainda mais requintado e deram-lhe uma imponência sedutora nas linhas arrojadas. O detalhe da nova grade frontal compõe uma frente arrojada, agressiva, mas a palavra que talvez a defina com mais precisão seja: beleza.

O propulsor, que é o orgulho do modelo, é um bloco 6.4 V8 que chega a produzir sedutores 465 CV de potência, atingindo a velocidade máxima de 250 Km/h. Porém, de acordo com a montadora, esse motor não é apenas mais potente, mas também mais eficiente no tocante ao consumo de combustível, fazendo na estrada cerca de 7,5 Km/l.

O preço dessa máquina nos Estados Unidos, segundo sites especializados, deverá ficar em torno de US$ 45 mil.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Fiat pode Vender Carros da Chrysler na América Latina


A Fiat vai passar a oferecer os automóveis da Chrysler em quase toda a sua rede de concessionárias na América Latina. Esta é a notícia que tem sido especulada nos últimos dias no Brasil, e que ganhou força com a aquisição de mais 5% do Grupo Chrysler pela Fiat, o que aumentou a participação da montadora italiana na empresa norte-americana para 30%.

Acredita-se que no acordo de vendas, esta tenha sido uma das exigências da Chrysler, já que a Fiat possui uma rede de 700 revendedoras na América Latina, das quais 550 estão localizadas no Brasil, um número bastante expressivo e que pode significar uma excelente maneira de aumentar a participação dos produtos da montadora norte-americana no mercado latino.

Ainda não se sabe quais os modelos serão comercializados pela Fiat nesta parceria, pois nenhuma das empresas ainda se pronunciou sobre o assunto, mas o certo é que o Fiat Freemont será o primeiro deles. Previsto para estrear em solo brasileiro no segundo semestre de 2011, a versão italiana do crossover Dodge Journey deverá custar em torno de R$ 80.000 a R$ 85.000 e possivelmente estará equipado com um motor 2.4 litros movido a gasolina, de 173 cv de potência.

Por André Gonçalves


Recall Chrysler do modelo Dodge Journey – Problema nos freios


Na mesma semana em que havia anunciado o recall para a minivan Town & Country, a Chrysler Group do Brasil está agora chamando os proprietários do Dodge Journey para a verificação do sistema de freios. A montadora quer inspecionar as pastilhas e os discos dos freios traseiros e dianteiros e substituí-los, caso seja necessário, pois os freios podem apresentar vibração ou pulsação, devido ao desgaste dos componentes, em determinadas condições de direção.

Segundo a Chrysler, são 1.626 utilitários esportivos envolvidos no recall, do ano/modelo 2009 e 2010, mas não foram informados os números do chassi. Para saber se é o caso do seu veículo, é preciso entrar em contato com a montadora, através da Central de Atendimento ao Cliente, que funciona no telefone 0800-703-7140. Há ainda a opção de contato pelo site www.dodge.com.br, clicando no link “atendimento online”.

A verificação das peças deve ser marcada para a revendedora mais próxima do cliente. O tempo para a troca dos componentes é de aproximadamente 3 horas, e o serviço não será cobrado. 

Por André Gonçalves