Veja aqui mais detalhes sobre o Chevrolet Cobalt 2018.

A Chevrolet lança a versão 2018 de seu sedã Cobalt, com novidades nos quesitos de segurança e sutis mudanças no visual interno. O comprador mais desatento pode não perceber, mas o para-choque traseiro ganhou uma luz de neblina incorporada, privilegiando a segurança, fora isto o Chevrolet Cobalt 2018 ganhou como item de série sistema de ancoragem para cadeiras infantis nos bancos traseiros.

A motorização se mantém a mesma, com o motor 1.8 litros, flexível, com potência a partir de 106 cavalos, a Chevrolet disponibiliza o Cobalt em duas versões principais, a LTZ e Elite, o pacote de equipamentos é bem completo para as duas, porém, a última versão (Elite) ganha câmbio automático de seis velocidades e rodas com aro de 16 polegadas, além de desenho exclusivo para a versão.

O Chevrolet Cobalt 2018 prima pelo espaço interno, pela mecânica ajustada ao seu tamanho e por sua proposta familiar, seu sucesso entre os frotistas demonstra os acertos da Chevrolet em aprimorar seu sedã médio derivado do hatch Onix, hoje o carro mais vendido no mercado nacional, méritos para a montadora americana e para o seus compradores, que se beneficiam destas qualidades.

Chevrolet Cobalt 2018 e suas versões

– Chevrolet LTZ 1.8

Preços a partir de R$ 65.290,00

Principais Especificações

  • Motor 1.8 litros, flexível (aceita tanto Etanol como Gasolina), com 111 cavalos de potência a Etanol e 106 cavalos a Gasolina, com torque máximo de 5200 rpm.
  • Câmbio com opção manual ou automático de seis velocidades, dependendo da versão.
  • Direção Progressiva e Elétrica.
  • Freios Dianteiros a disco com ventilação e Traseiros a tambor, todos com sistema hidráulico.
  • Rodas aro 15 com pneus 195/65.
  • Suspensão Dianteira independente com amortecedores com pressurização, barra estabilizadora, do tipo McPherson, munidos de haste tensora.
  • Suspensão Traseira com amortecedores com pressurização, barra estabilizadora e eixo de torsão.

Principais itens de Aparência, Acabamento e Segurança disponíveis

Alarme, Teto com Alças, Sensor de Alerta da pressão dos pneus, airbag para motorista e passageiro, brake light traseiro incorporado a carroceria, lanterna e faróis de neblina, trava nas portas traseiras de segurança, imobilização do motor através de sistema de segurança, saídas de ar internas com detalhes cromados, grade frontal e frisos laterais com detalhes cromados, volante com revestimento, porta malas com abertura através da chave ou no interior do veículo, ar condicionado, direção com regulagem em altura, chave com função canivete e dobrável, direção progressiva e elétrica, controle de velocidade, computador de bordo com múltiplas funções, traseira com sensor de estacionamento, tomada de 12 volts auxiliar, vidros e travas elétricas, bancos com revestimento especial, volantes com controles de celular e rádio, sistema multimídia com tela de 7 polegadas, quatro alto falantes conjugado com antena no teto.

Cores disponíveis

  • Sólidas: Branco
  • Metálicas: Azul, Preto, Marrom, Prata e Cinza

Opcionais

O Chevrolet Cobalt 2018 disponibiliza um único pacote de opcionais por R$ 3.280,00, cujo principal destaque é o câmbio automático de seis velocidades.

– Chevrolet Elite 1.8

Preços a partir de R$ 72.490,00

Principais Especificações

  • Motor 1.8 litros, flexível (aceita tanto Etanol como Gasolina) com 111 cavalos de potência a Etanol e 106 cavalos a Gasolina, com torque máximo de 5200 rpm.
  • Câmbio com opção manual ou automático de seis velocidades.
  • Direção Progressiva e Elétrica
  • Freios Dianteiros a disco com ventilação e Traseiros a tambor, todos com sistema hidráulico
  • Rodas aro 16 com pneus 195/65.
  • Suspensão Dianteira independente com amortecedores com pressurização, barra estabilizadora, do tipo McPherson, munidos de haste tensora.
  • Suspensão Traseira com amortecedores com pressurização, barra estabilizadora e eixo de torsão.

Principais itens de Aparência, Acabamento e Segurança disponíveis

Alarme, Teto com Alças, Sensor de Alerta da pressão dos pneus, airbag para motorista e passageiro, brake light traseiro incorporado a carroceria, lanterna e faróis de neblina, trava nas portas traseiras de segurança, faróis com acendimento automático, câmbio com manopla revestida, imobilização do motor através de sistema de segurança, saídas de ar internas com detalhes cromados, grade frontal e frisos laterais com detalhes cromados, volante com revestimento, porta malas com abertura através da chave ou no interior do veículo, ar condicionado, direção com regulagem em altura, chave com função canivete e dobrável, direção progressiva e elétrica, controle de velocidade, computador de bordo com múltiplas funções, traseira com sensor de estacionamento, rodas de alumínio com aro de 15 polegadas e desenho totalmente exclusivo, câmbio automático de seis velocidades, tomada de 12 volts auxiliar, vidros e travas elétricas, bancos com revestimento especial, volantes com controles de celular e rádio, sistema multimídia com tela de 7 polegadas, quatro alto falantes conjugado com antena no teto.

Cores disponíveis

  • Sólidas: Branco
  • Metálicas: Azul, Preto, Marrom, Prata, e Cinza

Dimensões e capacidades do Chevrolet Cobalt 2018

Altura de 1509 milímetros, largura de 1735 milímetros e comprimento de 4481 milímetros, entre-eixos com distância de 2620 milímetros, tanque de combustível com capacidade para 54 litros e porta-malas de 563 litros.

Acessórios Chevrolet Cobalt 2018

O futuro comprador do Chevrolet Cobalt tem a disposição mais 30 acessórios envolvendo itens de aparência, conforto, segurança e entretenimento, toda esta relação, juntamente com o seu configurador, pode ser acessada através do link http://www.chevrolet.com.br/carros/cobalt/.

C. B.

aaa

Modelo 2018 do Cobalt recebeu poucas alterações em seu visual e conta com novos itens de segurança.

O modelo Chevrolet Cobalt agora chega a sua linha 2018 e vem com pouquíssimas alterações na parte visual e alguns itens novos no quesito segurança.

A novidade principal desta linha é a utilização dos sistemas Top Tether e Isofix para que sejam ancoradas as cadeirinhas infantis. Além destas novidades, o modelo adicionou também luz de neblina, a qual está localizada no para-choque traseiro do veículo. As versões ainda continuam sendo as mesmas anteriormente oferecidas, a Elite e a LTZ, ambas fazendo uso de um propulsor 1.8 flex que gera uma potência de 106 cavalos.

É válido lembrar também que, embora as mudanças de equipamentos tenham acontecido, o modelo é desenvolvido sobre a plataforma que é utilizada no Onix, o qual recebeu nota zero pelo órgão Latin NCAP com relação aos testes de segurança. O “irmão maior”, por sua vez, ainda não foi submetido às provas de colisão pelo órgão, mas peca pela falta dos controles eletrônicos de estabilidade e de tração.

De fábrica, os equipamentos são: direção elétrica; ar-condicionado; controle automático de velocidade; computador de bordo; central multimídia; travas, retrovisores e vidros elétricos; sensor de estacionamento traseiro; rodas de liga leve aro 15 e também serviço OnStar. Por fim, a versão Elite ainda coma câmera de ré; bancos com revestimento que assemelha ao couro; rodas aro 16 e sensor de chuva.

Veja abaixo a tabela de preços sugeridos para o Chevrolet Cobalt 2018:

Modelo Cobalt versão LTZ 1.8 manual – antes custava R$ 62.990, agora é R$ 64.390;

Modelo Cobalt versão LTZ 1.8 automático – antes custava R$ 67.790, agora é R$ 68.570;

Modelo Cobalt versão Elite 1.8 automático – antes custava R$ 69.990, agora é R$ 71.490.

Desempenho do Cobalt 2018

Motor 1.4 flex que gera 97 cavalos abastecido à gasolina e a etanol 102 cavalos.

Motor 1.8 flex que gera 106 cavalos abastecido à gasolina e a etanol 111 cavalos.

Transmissão automática com seis marchas e transmissão manual com velocidades.

Capacidades e dimensões

Largura da carroceria – 1,735 mm

Comprimento Total – 4,479 mm

Altura – 1,520 mm

Peso – 1090 mm

Distância entre eixos – 2,620 mm

Capacidade do porta malas – 563 L

Capacidade do tanque de combustível – 54 L

Por Filipe Silva

Chevrolet Cobalt 2018

Chevrolet Cobalt 2018

Fotos: Divulgação

aaa

Modelo contará com câmbio de seis marchas e direção com assistência elétrica.

Em um primeiro momento tivemos o Chevrolet Onix e o Prisma, que foram reestilizados, além da apresentação das versões Joy 1.0. Porém, a montadora não parou ainda com seus planos e continua mexendo em seus carros. A novidade da vez fica por conta do Cobalt em sua linha 2017. De acordo com as informações da fabricante, a versão irá receber um câmbio manual de seis marchas em substituição ao atual câmbio com transmissão de cinco velocidades. Além disso, o carro ainda contará com direção com assistência elétrica.

De acordo com a Chevrolet, um dos principais (senão o principal) objetivos das modificações feitas no modelo é basicamente obter a redução na média de consumo do veículo. Com isso foi possível melhorar a colocação do carro na avaliação geral da tabela do Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Os planos da marca pareceram dar certo, o Chevrolet Cobalt conseguiu obter nota A em todas as suas versões e ainda ganhou o selo de eficiência energética Conpet.

O Cobalt LT e LTZ 1.4 abastecidos com etanol e que são as opções mais econômicas, já contando com o novo câmbio manual, apresentam agora uma média de 8,5 km/l em uso urbano e de 10,4 km/l em uso nas estradas. Se as versões forem abastecidas com gasolina as médias passam para 12,5 km/l (cidade) e 15,1 km/l (estrada).

De certa maneira as comparações não se distanciam muito do Cobalt LTZ que vem equipado com um motor 1.8 e câmbio manual. Aqui vamos ter uma média com etanol de 8,3 km/l na cidade e 10,4 km/l nas estradas. Com o uso de gasolina as medições passam para 12,1 km/l e 15,1 km/l, respectivamente.

É interessante notar que as maiores diferenças percebidas surgem exatamente no Cobalt LTZ e no Elite, que são automáticos e também contam com seis velocidades.

Nestes casos o sedã abastecido com etanol faz 7,6 km/l na cidade e 10 km/l nas estradas. Com gasolina teremos 11,1 km/l para a cidade e 14,4 km/l para as estradas.

De qualquer forma, pelo visto o Programa do Inmetro que revelou as novidades do Cobalt 2017 deixou claro que a marca está mesmo preocupada em melhorar o consumo do sedã e fazer com que a fama de beberrão seja esquecida de uma vez.

Por Denisson Soares

aaa

Novo modelo será vendido apenas nas versões Elite e LTZ, sendo que custarão a partir de R$ 60 mil.

O novo Chevrolet Cobalt se despede daquele antigo motor de 1400 cilindradas, com potência de 102 cavalos. A partir de agora, as concessionárias passaram a comercializar somente as versões mais completas, isto é, a Elite e a LTZ, que contarão com um propulsor que gera 108 cavalos de potência e possui 1800 cilindradas.

De acordo com os pronunciamentos realizados pelos executivos da GM (General Motors), foi simplesmente uma decisão para se adaptar ao mercado automobilístico atual. Apesar da renovação do motor neste modelo, a versão 1.4 ainda será fabricada, porém, somente para empresas e companhias, que poderão comprar o modelo por meio de venda direta.

Desta forma, é claro que ocorreria uma alteração em seu preço. O valor inicial do modelo Cobalt 2016 aumentou aproximadamente R$ 7 mil, chegando a R$ 53.490 na versão 1.4 LT. Já na versão 1.8 LTZ com transmissão manual o valor atingiu R$ 60.890.

Já a versão que conta com uma transmissão automática de 6 marchas, o sedã alcança o valor de R$ 66.990. Esta cifra é somente R$ 2 mil mais barato que a versão Elite do modelo, a qual conta com diversos acessórios, como sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, revestimento "premium" nos bancos e também câmera de ré.

O Chevrolet Cobalt sofreu, no final do ano passado, sua primeira reestilização visual, porém, ainda tinham mantido seus propulsores de 1400 (1.4) e 1800 (1.8). A versão mais básica, a 1.4 LS, naquela ocasião estava custando R$ 44.990 na linha do ano de 2015.

Este movimento está seguindo uma tendência de elevação da gama Chevrolet. Sendo assim, o modelo Chevrolet Cruze 2017, que foi apresentado na terça-feira desta semana, dia 31 de maio, agora quer bater de frente com os modelos mais equipados do Toyota Corolla, com propulstor 1.4 turbo flex e valor chegando a R$ 89.990. O sedã da GM será fabricado na Argentina e chegará às concessionárias no mês de junho deste ano, mas somente para test drive e começará a ser entregue no mês de julho. Só serão vendidas versões completas do modelo, com motor 1.4 turbo flex, que gera uma potência de 153 cavalos.

FILIPE R SILVA

aaa

Modelo deve partir de R$ 52 mil e receberá itens como retrovisores elétricos, ar condicionado e banco com regulagem de altura.

O Chevrolet Cobalt agora está ainda mais equipado, além de possuir uma nova versão mais luxuosa, conhecida como Elite. Porém, ao analisar o veículo em seu contexto geral, ele é praticamente o mesmo, com as medidas similares as do anterior e com os mesmos motores de 1.4 litros e 102 cavalos e o de 1.8 litros, com 6 cavalos a mais do que o 1.4 e uma variante de transmissão automática.

O sedan sofreu sua primeira mudança desde 2011, quando foi lançado, porém, não mudou de geração. Com esta reestilização, o veículo ficou ainda mais charmoso. Acabou abandonando a frente que lembrava o Agile e adotou a nova identidade visual da marca, que já se encontra em uso em outros países, nos modelos Cruze e Malibu, e que em breve será visto no Onix e em diversos modelos vendidos por aqui.

Na parte de trás, as lanternas verticais começaram a fazer parte da tampa do porta-malas, em um design que alude a da Série 3 da BMW.

Com a versão Elite e as novas alterações, a GM tem a esperança de que o Chevrolet Cobalt não seja um vencedor somente entre taxistas, mas que também atraia famílias e executivos, disse Santiago Chamorro, presidente da empresa no Brasil.

O Chevrolet Cobalt 2016 não é lá um dos carros mais sofisticados, porém, se dá bem em quesitos que são muito estimados pelo público consumidor de sedans, como por exemplo, os acessórios e o espaço interno.

Mesmo a versão LT 1.4, que é a mais básica e sai por R$ 52.690, o carro teve ganhos de itens e preços. Agora alguns acessórios passam a ser itens de série, como retrovisores com comando elétrico e vidros traseiros, além de travas e vidros dianteiros elétricos, ar condicionado, regulagem de altura do banco, chave canivete, freio ABS com distribuição eletrônica de frenagem, direção hidráulica e rodas de 15 polegadas em aço, vale ressaltar também que o modelo não possui direção elétrica nem mesmo na versão Elite.

Nádia Neves

aaa

Chevrolet lança Novo Cobalt Graphote 2015. Versão especial do veículo custa de R$ 61.150 a R$ 64.690.

A Chevrolet apresentou recentemente o Novo Cobalt Graphite. O modelo nada mais é do que uma edição especial da versão LTZ, com acabamento diferenciado. Segundo a montadora, esta versão do veículo possuirá apenas 3 mil unidades e custará entre R$ 61.150 (versão manual) e R$ 64.690 (versão automática).

Entre as principais novidades desta nova versão do veículo, podemos citar a presença de faróis escurecidos, lâmpadas dos faróis com luz mais forte, frisos da porta na cor da carroceria e novas rodas de 15 polegadas com desenho exclusivo. Não bastasse isso, o carro ainda conta com adesivos alusivos à edição especial (no porta-malas, na coluna central, no para-lama e nas soleiras das portas) e possui bordado nos bancos dianteiros.

Comentando um pouco sobre as mudanças na parte interna do carro, podemos citar a presença de bancos em couro, o volante também com revestimento de couro, a moldura da central multimídia na cor preto brilhante, além de tapetes de carpete. Outra mudança que deve chamar a atenção dos usuários é a presença de uma coloração preta no painel do veículo (nas versões normais a cor utilizada é cinza).

Entre os itens de série presentes no veículo podemos citar o sensor de estacionamento, o ar condicionado, o volante multifuncional com ajuste de altura, os vidros e travas elétricas, os retrovisores elétricos, o computador de bordo, os faróis de neblina, a câmera de ré, a presença de TV Digital, entre outros itens. 

Falando agora um pouquinho sobre o seu motor, a versão especial do carro conta com um propulsor 1.8 Flex de 108 cv de potência e 17,1 kgfm de torque (valores com etanol). Já o câmbio poderá ser manual de cinco marchas ou automático de seis.

Já as cores disponíveis do carro são: Grafite, Preta, Prata, Bege e Branca.

Novo Chevrolet Cruze:

Ainda falando sobre a Chevrolet, recentemente a montadora apresentou o seu Novo Chevrolet Cruze. As primeiras imagens do carro foram divulgadas pela empresa através de um teaser onde podemos observar uma parte da parte frontal do carro. A nova geração do Chevrolet Cruze será apresentada oficialmente ao público no dia 24 de junho, no Salão de Detroit. Embora a montadora não tenha confirmado a chegada do Novo Cruze no Brasil, é bem provável que isso aconteça, uma vez que a montadora já deixou claro que o Brasil é um dos principais mercados consumidores do veículo no mundo.

aaa

A Chevrolet convocou um recall para mais de 2.300 unidades de veículos dos modelos Cobalt e Spin, ambos do modelo 2015 e com transmissão manual. A General Motors do Brasil Ltda está atendendo aos chamados desde o dia 8 de agosto.

A convocação se deu para uma verificação nos parafusos que fixam o coxim lateral do lado esquerdo do motor e da transmissão manual. Segundo a empresa pode ter ocorrido a utilização de parafusos com comprimento que não se enquadra no que foi especificado nos projetos dos veículos. Sendo assim a sustentação do conjunto de motor e transmissão pode estar comprometida, o que pode levar a um deslocamento da posição indicada.

Os proprietários dos veículos com os chassis de FB105045 a FB 121919, que são os que foram fabricados entre os dias 6 de junho e 1º de julho de 2014 correm risco de o eixo de tração desencaixar, o que acarretaria em uma brusca perda de tração, levando a acidentes e consequentes lesões, tanto nos ocupantes dos veículos, quanto em outros transeuntes.

O recall foi realizado para que os comprimentos dos parafusos em questão sejam verificados e caso haja a necessidade a Chevrolet realizará a troca dos parafusos e inclusive da transmissão manual.

A empresa informa que o processo de inspeção leva, no máximo, 15 minutos, havendo a necessidade de troca dos equipamentos o proprietário precisará deixar o veículo em manutenção por até 6 horas. Não haverá despesas da parte do possuinte.

Para verificar se o carro está sendo convocado neste recall acesse o site www.chevrolet.com.br. Se for o caso de responder a esse chamado ou precise de mais informações acesse o site da Chevrolet ou contate a Central de Relacionamento, através do telefone 0800 702 4200.

Para a verificação e manutenção dos veículos o proprietário deve entrar em contato com a concessionária e realizar um agendamento prévio.

Chevrolet Cobalt e Spin

Foto: Divulgação

aaa

Chevrolet Cobalt 2014O Chevrolet Cobalt, que foi lançado no mercado com a finalidade de aumentar as vendas da montadora Chevrolet, mostrou para que veio e provou em pouco tempo que é um carro bastante eficiente nas estradas.

Mesmo com boa dirigibilidade e ótimo desempenho, o carro apresenta alguns pontos negativos. De acordo com especialistas e com os próprios usuários, o banco do Cobalt deveria ser mais resistente. Portanto, nesse quesito, a montadora deixou a desejar.

Quanto às configurações mecânicas, o Cobalt é satisfatório, pois vem equipado com propulsor 1.4, conta com tração dianteira, possui direção hidráulica e vem com freios a disco, sendo que os discos possuem ventilação.

Além disso, o modelo tem um  acabamento luxuoso contendo imitação de titânio, painel redesenhado, faróis com lâmpada halógena,  suspensão McPherson, conta-giros, limpador do para-brisa de intermitência fixa, vidro traseiro com antiembaçante, vidros verdes, estepe em ferro, ar condicionado, dentre outros equipamentos e funcionalidades que tornam o modelo altamente atrativo.

Para saber mais detalhes sobre o Chevrolet Cobalt 2014, basta acessar o seguinte endereço eletrônico: www.chevrolet.com.br.

Cumpre salientar que o valor de comercialização  do carro da Chevrolet varia entre R$ 40.390,00 e R$ 52.290,00.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares

aaa

No Rio de Janeiro, a Poder Judiciário determinou que o modelo da Chevrolet, Cobalt, passe por um recall referente a uma falha nas pinças do freio do veículo. A medida foi decidida e aprovada pelo juiz da Primeira Vara Empresarial do Estado, Luiz Ayoub, através de um pedido realizado por um dos órgãos de defesa do Rio, a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa.

A medida entrou em vigor após uma infinidade de reclamações de proprietários do Cobalt. Em alguns casos, os consumidores relataram que levaram os veículos às concessionárias para realizar o reparo, mas foram feitas apenas correções paliativas, nas quais houve a aplicação de fitas adesivas ou graxa em volta da peça em questão, o que fez com que o problema, não solucionado, voltasse a incomodar.

A partir do dia em que a medida entrou em vigor, a marca passou a ter dez dias para veicular informações em anúncios na mídia, que deverão durar por uma semana, com pena de 20 mil reais para o descumprimento da lei. Além disso, a empresa terá que, de forma imediata, reparar ou a trocar definitivamente os elementos defeituosos, ou será punida com multa de R$ 5.000 em cada um dos casos verificados. 

Por Marcelo Araújo

aaa

A General Motors, ao lançar o Chevrolet Cobalt, no segundo semestre de 2011, ofereceu um excelente porta-malas e carroceria bem espaçosa, entretanto, deixou a desejar em termos de propulsão, equipando o veículo com um motor 1.4 EconoFlex, capaz de entregar 102 cavalos de potência se abastecido com etanol.

Mesmo com pontos fracos, o sedã agradou e as vendas superaram todas as expectativas, uma vez que a montadora previu a comercialização de 3.000 unidades por mês e vendeu quase o dobro do esperado nos primeiros oito meses.

Tudo indica que a fabricante quer manter as boas vendas do Cobalt, por isso, incrementará o modelo com um propulsor 1.8 EconoFlex, que apresenta duas opções de transmissão: manual de 5 marchas ou automático de 6 marchas. Vale destacar que este motor é o mesmo que equipa o Cruze, o Spin e o Sonic.

O carro terá ainda um sistema Drive by Wire bastante evoluído, que permitirá respostas mais ágeis durante a aceleração. Não bastasse isso, o veículo também possuirá a tecnologia System Zero, que gerencia melhor o torque e aperfeiçoa a força do motor.

Por Larissa Mendes de Oliveira

aaa

Chevrolet Cobalt.

O Chevrolet Cobalt vai passar a contar com o motor 1.8, além do propulsor 1.4 Econo Flex.

A nova motorização chega com opção de câmbio manual de cinco velocidades, e automático, de seis marchas.

O motor 1.8 conta com 108 cavalos movido a etanol e 106 cavalos a gasolina com 5.400 rpm.

O propulsor novo conta com coletor de admissão de plástico e ressonador, que possibilita um menor ruído de aspiração e uma melhor distribuição de torque.

Outro destaque é a aceleração mais uniforme e maior economia de combustível com o tanque de 54 litros.

O diretor de Engenharia da GM da América do Sul, Paulo Riedel, falou sobre a nova opção de motor para o Cobalt:

“Esta transmissão se adapta ao estilo de condução do motorista e conta com uma lógica de calibração que seleciona as marchas segundo a necessidade. Por exemplo, em uma descida, a transmissão reduz marchas para ajudar a segurar o carro, mesmo sem a intervenção do condutor. Em subidas, ela evita trocas desnecessárias de marcha, utilizando melhor a faixa de torque do motor”, comenta Paulo.

O modelo chegará ao Brasil com uma garantir de três anos e sem limite para a quilometragem.

Com relação ao preço do Cobalt 1.8, ele fica variado entre R$ 43.690 até R$ 49.990.

aaa

Segundo a montadora Chevrolet, no final deste mês, no Salão do Automóvel de Moscou, será lançado oficialmente o novo Cobalt 2013. O modelo foi desenvolvido pelo Centro de Desenvolvimento da General Motors e deve ser comercializado na América Latina e em alguns países da Europa.

O novo Cobalt chega para revolucionar o segmento de sedãs de pequeno porte. A proposta da marca é que apesar de compacto, ele apresente espaço interno, funcionalidade e conforto por excelente custo benefício. Enfim, a ideia é propiciar a comodidade dos grandes carros, com o preço dos pequenos. Apenas para ter uma ideia, o preço do novo Cobalt deve girar em torno de R$ 38.000,00.

Em termos de visual, o modelo comercializado no mercado Europeu será o mesmo visto no Brasil, entretanto, a motorização será distinta. Vale lembrar que as configurações só serão confirmadas no final de agosto, quando o novo Cobalt for apresentado. De acordo com fontes ligadas à Chevrolet, ao que tudo indica, o motor utilizado na versão estrangeira será o 1.5 16V movido a gasolina e capaz de gerar 105 cavalos de potência, enquanto a versão brasileira será movida por motor Econoflex 1.4.

O modelo de partida será equipado com os seguintes itens de fábrica: caixa de câmbio com transmissão automática de seis velocidades ou manual de cinco marchas, porta-malas com 563 litros, direção hidráulica, comandos por controle remoto e ar condicionado.

Por Larissa Mendes de Oliveira

aaa

Com preço inicial de R$ 39.980, chega às concessionárias brasileiras da Chevrolet o Cobalt, sedã desenvolvido pelo Centro Tecnológico da subsidiária nacional da GM. Em uma primeira olhada, parece se tratar de uma versão baseada no Agile, tamanha a semelhança entre ambos, principalmente na dianteira, mas a própria fabricante tratou de desmentir o parentesco, informando que o Cobalt foi construído em uma plataforma totalmente diferente daquela utilizada no Agile.

O lançamento traz sob o capô o motor Econo.Flex de 1.4 litro, capaz de desenvolver potências que variam de 97 cv a 102 cv, respectivamente abastecido com gasolina e etanol, além de uma velocidade máxima de 170 km/h. O bloco, comum às três versões do Cobalt, é gerenciado pelo câmbio manual de 6 velocidades. Outro ponto em comum entre elas é o porta-malas com capacidade para 563 litros.

A versão LS, de entrada, tem na lista de itens de série a direção hidráulica, ar condicionado, chave do tipo canivete, mostrador digital, rodas de aço de 15 polegadas, desembaçador traseiro, regulagem de altura para os encostos de cabeça e trava elétrica. No modelo LT, intermediário, que custa R$ 43.780, são acrescentados vidros elétricos, duplo airbag frontal, alarme anti-furto, grade cromada, freios ABS e acabamento interno diferenciado.

Já o Cobalt LTZ, versão top de linha, vem com todos os itens anteriores, somados a farol de neblina, computador de bordo, retrovisores elétricos, rodas de liga leve, som com CD, MP3, USB e Bluetooth, entre outros itens. O preço sugerido é de R$ 45.980.

Fonte: Chevrolet

Por André Gonçalves

aaa

Outro modelo apresentado no Salão de Buenos Aires 2011 e que interessa ao público brasileiro é o Chevrolet Cobalt Concept. O novo sedã global da marca norte-americana apareceu oficialmente pela primeira vez. 

O protótipo tem um design bastante moderno, composto por linhas que seguem a atual identidade visual da montadora, como pode ser visto na grade dianteira. Há ainda os faróis de dupla parábola, faróis de neblina com lâmpadas de LED e para-choque com barra cromada. Na traseira, chama a atenção o novo desenho das lanternas, que também são em LED. Outros destaques são o novo grau de inclinação do para-brisa e o teto de vidro.

No interior, o acabamento tem dois tons de cinza e revestimento que simula madeira em algumas partes do volante e do painel, além de outras partes em couro, como nas portas e nos bancos. Outra novidade é o sistema de entretenimento e navegação e as três telas de 7 polegadas, sendo uma no console central e outras duas instaladas atrás dos bancos dianteiros.

O veículo possui duas opções de motor (1.3 e 1.8 litros), que podem funcionar a diesel ou gasolina.

Fonte: Chevrolet

Por André Gonçalves

aaa

A Chevrolet lançará o sedã que substituirá o Corsa e o Astra. O automóvel ainda não está no mercado, mas seu design e nome já estão escolhidos: em breve a GM apresenta seu novo Chevrolet Cobalt. O Cobalt já é um título conhecido nos Estados Unidos, mas por aqui, o veículo terá características diferentes do antigo Cobalt americano.

O carro é o início do projeto Global Small Vehicle (GSV), terá desempenho mediano, com motor de 1.4 flex, mas bastante espaço interno e possível preço acessível. Serão duas versões: LT e LTZ.

Segundo a projeção do carro, a dianteira promete ser parecida com a do Agile e traseira alta, onde serão colocadas lanternas verticais de acabamento cromado e placa no para-choque. As rodas terão aro 15.

Por aqui, o novo Cobalt será lançado ainda no segundo semestre deste ano e é provável que o Brasil seja o primeiro país a lançá-lo.

Confira um dos modelos do Cobalt da Chevrolet:

Por Livia Hay

aaa



CONTINUE NAVEGANDO: