Chevrolet Bolt Elétrico chega ao Brasil


Modelo chega ao país importado pela Direct Imports e custando cerca de R$ 289 mil.

A maior aposta de veículo “verde” da General Motors na América do Norte, o carro elétrico Bolt, da Chevrolet, não irá demorar muito para desembarcar de vez no Brasil.

A Direct Imports, uma importadora independente, trouxe ao país cinco unidades desse novo carro elétrico, o tão esperado Chevrolet Bolt. Os veículos foram trazidos diretamente dos Estados Unidos, tendo sido encomendados por um cliente da importadora e enviados para o estado do Rio de Janeiro. Cada unidade saiu pelo valor de R$ 289 mil, já estando inclusas todas as taxas adicionais de importação e impostos.

Esse modelo elétrico desenvolvido pela General Motors irá competir com outros modelos elétricos do mercado, como é o caso do Model 3, da Tesla.

O Bolt é um carro equipado com um motor elétrico que tem uma potência que equivale a 202 cv e 36,7 kgfm de torque. Esse carro vai de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 7 segundos. Sua bateria é de autonomia 60kW, o que pode garantir 383 quilômetros por carga, uma distância muito considerável.

No mercado dos Estados Unidos da América, o veículo pode ser encontrado pelo valor de US$ 37.495 (o que equivale a cerca de R$ 122 mil). Para o consumidor americano, o valor do modelo elétrico é semelhante ao de um Camaro SS cupê, que possui custo inicial de US$ 37.900.

Atualmente, o único veículo elétrico com importação oficial para o mercado do Brasil é o BMW i3. O valor inicial desse carro é de R$ 159.900, apresentando um motor elétrico cuja potência é igual a 170 cv e autonomia é de 160 quilômetros.

O Chevrolet Bolt tem 202 cavalos de potência, além de 10 airbags, um sistema de aviso anti-colisão, o alerta de pontos cegos e também freio automático para pedestres. Além disso, o veículo possui sistema de distribuição de frenagem e sistema de tração StabiliTrak. O dispositivo OnStar, que é uma plataforma conectada da GM, também consta como equipamento padrão, contudo, não está habilitado para funcionar no Brasil, somente o sistema de som têm ajustes para o país.

A garantia do veículo no Brasil não é coberta pela Chevrolet, porém, a Direct Imports, que possui sede em São Paulo e que tem um sistema de manutenção próprio realizado em parceria com duas oficinas de cidade, estuda essa cobertura.

Iris Gonçalves


Chevrolet vai produzir Bolt Elétrico nos Estados Unidos


Após a boa aceitação do Volt, o primeiro carro elétrico da Chevrolet, a montadora decidiu desenvolver mais um automóvel do segmento. Trata-se do Bolt, um hatch com potencial para fazer mais sucesso que o irmão mais velho. A boa impressão do público aliada ao interesse de vários mercados mundiais fez com que a marca estadunidense voltasse seus olhos para diferentes países e um deles é o Brasil.  

Os fornecedores da Chevrolet afirmaram que o objetivo da montadora é de iniciar a produção em grande escala do Bolt no início de 2016. A unidade responsável pela fabricação será a fábrica de Orion Township, que fica no estado do Michigan, nos Estados Unidos. Atualmente a unidade produz outros modelos, como o Buick Verano e o Chevrolet Sonic, contudo a intenção é que o Bolt seja o principal modelo fabricado na unidade.

As expectativas da Chevrolet para o Bolt são as melhores possíveis e para isso planeja criar versões diferentes, algumas até exclusivas para alguns mercados, como o europeu. Além dele, o mercado australiano contará com uma versão exclusiva e os mercados “emergentes” como o Brasil também terão destaque.

O modelo chama a atenção pela autonomia, que chega até 332 km, sendo este um fator determinante para o seu provável sucesso. O hatch também apresenta um design robusto e atraente, ideal para quem presa por beleza. As pretensões da marca também são otimistas, uma vez que ela planeja vender nada menos do que 30 mil unidades do Bolt por ano. Isso mostra que as expectativas para o mercado de veículos elétricos estão indo bem.

A intenção da montadora é de oferecer um carro bom e de baixo custo, visando estimular a popularização dos carros movidos a eletricidade. A estimativa é que ele seja vendido nos Estados Unidos pelo valor de US$ 30 mil (cerca de R$ 85 mil), já descontados os subsídios ofertados pelo governo americano.

Ana Rosa Martins Rocha


Chevrolet apresenta carro elétrico Bolt no Salão de Detroit 2015


A montadora Chevrolet, após realizar a apresentação da segunda geração do seu veículo elétrico o Volt, que foi o pioneiro da montadora nessa categoria, agora ela lançou mais uma novidade no mercado. Foi apresentado no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, o mais novo veículo da Chevrolet movido 100% à eletricidade, que é mais compacto que seu antecessor, o Volt, esse veículo foi batizado pela montadora com o nome de Bolt.

Nos Estados Unidos, estimava-se que este veículo chegaria ao consumidor final custando cerca de 30 mil dólares, ou seja, se fosse aqui no Brasil este veículo iria custar aproximadamente R$ 78,7 mil. O certo é que a chegada desse veículo no mercado mundial irá representar mais uma alternativa de automóveis com emissões zero de poluentes e dessa vez com o valor bem mais acessível que os demais concorrentes das outras montadoras.

Após o lançamento oficial do veículo, a Chevrolet deu palavra final e fixou o preço sugerido do veículo ao consumidor norte-americano no valor de 34.345 dólares, ou seja, feita a conversão para o Real aqui no Brasil, este modelo iria ser vendido a partir de cerca de 90 mil reais.

A autonomia desse veículo totalmente elétrico é um fato que de ser além de importante causa muita curiosidade nos consumidores do Brasil e do mundo, haja vista que, principalmente, aqui no país os veículos automotores movidos à energia elétrica ainda são novidade.

Foi anunciado pela Chevrolet que o Bolt EV tem uma autonomia para rodar até 320 km se a sua bateria estiver totalmente carregada. Um aspecto muito interessante nesse veículo é que ele possui modos diferentes de condução, a fim de que haja um melhor aproveitamento de energia sendo eles o modo urbano, rodoviário e até mesmo de fim de semana.

Com estes ajustes o pedal do acelerador desse veículo passa a responder conforme algumas variáveis que influenciam diretamente no gasto de energia do automóvel, tais como, a altura que o veículo se encontra em relação ao solo e o nível de rigidez da suspenção, ou seja, nesses modos o veículo consegue poupar energia ou liberá-la.

Por Adriano Oliveira