Nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro, a Chery anunciou que a partir de fevereiro deste ano deve encerrar as vendas dos modelos S-18 e Cielo no Brasil. A atitude da marca chinesa faz parte da nova estratégia de mercado, focando em sua produção nacional na nova unidade fabril de Jacareí (SP), que será inaugurada ainda neste ano.

Desenvolvido pelo Centro de Design Italiano Pininfarina, o Cielo foi lançado em dezembro de 2009. Com opções de versões hatchback e sedan, o modelo era oferecido com bloco 1.6 de 119 cv. O S-18, por sua vez, chegou em 2012 como o primeiro carro flex chinês e após 40 dias do início de suas vendas enfrentou um recall por causa de um defeito no pedal de freio.

As vendas desses três carros estiveram longe do esperado pela Chery. De acordo com a Fenabrave, em 2012 o Cielo (dois-volumes) teve 598 unidades vendidas, enquanto que o compacto S-18 teve 1.520 unidades vendidas. No ano passado inteiro, o Cielo Sedan teve apenas 112 unidades emplacadas, enquanto que a versão hatch e o compacto S-18 não registraram nenhuma venda.

O objetivo da Chery é priorizar cada vez mais os seus modelos base de comercialização que serão fabricados em solo brasileiro. Consequentemente haverá o encerramento de alguns modelos importados. Até o momento, três carros já foram confirmados para a produção local: a nova geração do QQ e as versões hatch e sedan do Celer.

A montadora esclarece ainda que mesmo com o fim das vendas do Cielo e do S-18 no Brasil, os proprietários desses veículos terão acesso a todos os procedimentos de pós-venda pela rede da marca chinesa, desde a manutenção preventiva à troca de peças, pelo tempo que for necessário.

A Chery também pretende construir um fábrica de motores, onde serão feitos o propulsor 1.0 turbo flex (em parceria com a Magneti Marelli) e o bloco 1.5 flex (com participação da Delphi em seu desenvolvimento). O motor 1.0 contará com sistema Start & Stop, que desliga automaticamente o carro em paradas breves, religando-o ao aliviar o pedal do freio.

Os dois motores serão utilizados respectivamente no QQ e no Celer. Atualmente a Chery importa esses dois veículos, além do Face e do SUV compacto Tiggo, recentemente reestilizado.

Por Caio Polo


A empresa Chery, dentre as maiores montadoras chinesas, não para de investir no mercado brasileiro. Um dos carros da Chery que fazem mais sucesso no nosso país é o novo Chery Cielo, carro que possui um design arrojado, além de excelente custo-benefício. O carro em questão custa a partir de R$ 43.990,00

O Chery Cielo já está disponível em todas as concessionárias da Chery no Brasil, e pode ser encontrado em duas versões: sedan e hatch. Os modelos são bem parecidos, entretanto, contas com sutis mudanças relacionadas ao conforto do motorista.

De acordo com a Chery, o Cielo vem equipado com rodas de liga com aro de 16,  pneus 205/55, disco nas quatro rodas, freios ABS com tecnologia EBD, abertura interna de porta-malas, vidros e travas elétricas, espelhos retrovisores, air-bags, controle de estabilidade, sensores de estacionamento traseiro,  ar-condicionado, kit multimídia contendo CD MP3, direção hidráulica,  entrada USB,  regulagem da coluna de direção e faróis de neblina.

Se você gostou das configurações do novo Chery Cielo, basta correr para a concessionária mais próxima e conhecer todos os atributos desse carro de perto.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares

Chery Cielo





CONTINUE NAVEGANDO: