Aeromobil 2.5 – Carro voador em teste prático


Um dos assuntos mais comentados nos últimos dias foi um inusitado carro voador que passou pelo seu primeiro teste prático despertando (como não poderia ser diferente) uma curiosidade geral, assim como no mês de maio, onde outro modelo concorrente foi apresentado ao público.

O projeto Aeromobil 2.5 existe desde o início dos anos 90 e segundo os tablóides, o projeto deve sair definitivamente do papel e ser comercializado somente daqui a 20 anos.

O design do Aeromobil 2.5 foi criado pelo eslovaco Stefan Klein, que deixou o veículo com um  ar "mais leve" além de futurista e atraente, com um tom azul metálico e laterais que parecem ter sido lapidadas a mão em um tom prateado claro. Nas pistas ele atinge até 500 km/h enquanto no ar atinge até 700 km/h. Para decolar é possível acelerar em até 200 km/h permitindo uma melhor distância. O modelo possui asas que se encaixam nas laterais enquanto o uso é feito como automóvel e rapidamente permite que o carro se transforme em um pequeno avião assim que a decolagem é preparada.

Aeromobil 2.5

Foto: Divulgação

Na opinião geral é possível notar a preocupação sobre os possíveis acidentes que podem ser causados inclusive nas grandes cidades. Mas assim como para os helicópteros, especula-se que um estudo mais a fundo sobre essa questão já está em andamento desde o início do projeto.

O Aeromobil 2.5  não é primeiro e certamente nem será o único carro voador. Já temos outros exemplos como o Terrafugia TF-X Flying Car, que também foi muito comentado no mundo todo. Em termos de design na opinião dos leitores, o Aeromobil 2.5 sai na frente, porém, até o seu possível lançamento previsto aproximadamente para o ano de 2033, novas linhas e concorrentes certamente devem surgir para o cardápio "automobilístico". Devido ao seu formato, o veículo ficou mais leve pesando apenas 450g. Por esse motivo, o carro voador ficou conhecido também como "Ultralight".  

Por Luciana Ávila


Carro voador TF-X – Lançamento


A empresa americana de Massachusetts, a Terrafugia, está desenvolvendo um protótipo de um carro voador inteligente apresentando o seu segundo conceito que é o TF-X que é uma evolução do Transition lançado no ano passado. 

A intenção da empresa é colocar no mercado no inicio da década do ano de 2020 o TF-X, um automóvel que possui uma mistura de carro, avião e helicóptero pois é um veículo de fibra de carbono com asas podendo se abrir para o voo e se fechar para andar no solo. 

O TF-X usa hélice movido a energia elétrica ao qual se dobram e o carro decola de forma vertical sem precisar de uma pista. Possui o sistema de piloto automático, tem o motor hibrido plugin e pode atingir a 322 km/h e voa até 800 km e sua capacidade é de quatro pessoas. 

No item de segurança contem o paraquedas que é acionado em caso de emergência, é considerado mais seguro que um automóvel atual pois não é preciso se preocupar com o trafego, restrição aérea e mau tempo. 

Qualquer pessoa pode conduzir o TF-X com apenas 5 horas de curso.

Por Mariana Rodrigues


Porsche 911 Turbo – Características


Segundo opiniões de especialistas através das informações, o Turbo Porsche é o garoto propaganda da eficiência. A traseira montada, twin-turbo de seis cilindros desloca 3,6 litros. No entanto, ele oferece 133 hp a cada um desses litros. É também um dos carros mais rápidos já testados.

Por uma fração de segundo todas as quatro rodas lutam para aderência e depois, atiraram-no para baixo no quarto de milha em 11,6 segundos. Os Porsches que são construídos com um Turbo tem um relacionamento quase telepático com o motorista.

Os pneus dianteiros comunicam cada ondulação no caminho para cima através da coluna de direção e para dentro da roda. O carro parece vivo. Mas no curso de estrada curta, que levam mais tempo os turbos podem não ser tão eficientes.

Em uma longa faixa, o resultado teria sido diferente. Como transporte diário, os rivais são da Audi Turbo. A posição do Porsche na condução em pé é o melhor do grupo de trabalho de tráfego. E é o único carro aqui com quatro assentos. O Turbo pode muito bem ser o mais rápido e prático carro no mundo, e também um dos mais caros.

Por Salete Dias
 


Carro voador – Aeronave Transição


O sonho dos fabricantes e montadoras em fazer carros voadores nunca acaba, e ele está por trás de um grande número de empresas e projetos que visam assegurar o carro voador como uma realidade próxima e não como um projeto que demora décadas para ser realizado.

Uma das mais destacadas tentativas é a da aeronave denominada Transição, que é um meio de transporte que pode dobrar suas asas, permitindo que ele também possa funcionar como um veículo de rua legalizado.

A empresa norte-americana Terrafugia é a responsável pela construção dessa máquina, dando suporte para que os proprietários dirijam seus carros para um aeroporto onde as asas possam ser implantadas para a decolagem. Uma vez no ar, o veículo tem um alcance de 740 quilômetros (460 milhas) em um único tanque de combustível sem chumbo regular, e pode transportar duas pessoas mais a bagagem.

A máquina, que teve seu primeiro voo de teste bem sucedido, deverá custar cerca de US$ 300.000.

Agora é só esperar que os fabricantes aprimorem a aeronave Transição para que consigam atingir com êxito seu principal objetivo que é fazer um carro voador.

Por Salete Dias


Carro Voador Terrafugia Transition


A rotina das grandes cidades vive de encontro com imensos e intermináveis congestionamentos de trânsito. Existe melhor solução para isso que um carro voador? Bom, desde o mês passado a montadora Terrafugia recebeu o aval do órgão regulador de aviação dos EUA, a Federal Aviation Administration, para lançar em  2011 o modelo Transition. Um veículo que além de um mero automóvel, também pode ser usado com um avião. 

O carro voador vem com asas que são dobráveis e um motor com autonomia de 740km e velocidade de 185km/h, o Rotax 912. Somente 30 segundos leva para que o Transition se transforme em um avião. Projetado para caber em uma garagem comum, as vendas do modelo começarão em 2011 por um preço estimado em US$194 mil.  Para pilotar será necessário uma licença de piloto esportivo. Ele foi criado para pousos e decolagens em aeroportos pequenos, e claro, também como veículo em estradas.

Confira o vídeo do transition:

Por Oscar Ariel