Novo Volvo V40 Cross Country


A Volvo Brasil se prepara para lançar mais um novo Carro. Vem aí, neste mês, o V40 Cross Country, a série esportiva do hatch de entrada da marca sueca, que vem Também com uma “pegada” off-road. O modelo tem tração 4×4 e a versão destinada ao Brasil deve chegar com uma motorização top de linha, com motor 2.5 Turbo de 254 cv e câmbio semi-automático de 6 marchas e sistema de dupla embreagem.

Além do novo visual com alterações, essa versão do Volvo também tem uma suspensão mais alta, rack de teto, uma opção de teto solar panorâmico e pneus de banda mista para trilhas leves. Em vista disso tudo, o novo Volvo V40 foi considerado o carro mais seguro do mundo.

Como todo veículo da Volvo, o V40 Cross Country vem equipado com diversos equipamentos de segurança. Além dos triviais airbags (frontais e laterais) e freios ABS, o carro tem recursos mais avançados, como o detector de objetos em pontos cegos do carro e o sistema City Safety, que servem para evitar colisões com frenagens automáticas a até 50 km/h. O carro também possui um airbag no capô, na parte externa do veículo, que ajuda a proteger pedestres no caso de atropelamento.

A lista de itens da versão Cross Country também traz artigos exclusivos. O modelo já vem equipado de série com navegador GPS com monitor de 7” embutido no painel, porta-copos refrigerado. Já o equipamentos de destaque são os sistema de freios regenerativos, que transforma a energia cinética das frenagens em energia extra para a bateria, e o Stop/Start, que desliga o motor em paradas curtas, como semáforos e situações de trânsito pesado, e volta a ligá-lo quando o pedal do freio é aliviado.

O carro é considerado o novo carro-chefe da Volvo no Brasil, e as expectativas são altíssimas quanto a ele. Agora é esperar pra ver se terá uma boa saída no mercado e atenderá as expectativas, tanto da marca, como dos consumidores.

Por Jaime Pargan

Foto: divulgação


Câmera de ré pode virar item obrigatório nos EUA


Enquanto o Brasil começa a adaptar a fabricação e os preços dos automóveis e comerciais leves às novas regras de produção em vigor desde 1º de janeiro de 2014, que obriga a implantação de airbag duplo e freios ABS em todos os carros fabricados em território nacional, os Estados Unidos tentam tornar lei a instalação de um equipamento que chegou há pouco tempo às terras brasileiras, não está presente na maioria dos veículos, mas já conquistou boa aceitação entre os proprietários de veículos: a câmera de ré.

A NHTSA, agência do governo norte-americano que cuida da segurança automotiva, tenta há quase três anos melhorar a implantação do equipamento que auxilia o motorista no momento de uma manobra na rua. É pela câmera de ré, aliada ao sensor de estacionamento, que o condutor tem a exata noção da distância para o carro de trás e se há uma grande aproximação.

A NHTSA busca uma padronização da visão traseira do motorista, o que pode levar os fabricantes a adotarem a câmera de ré em todos os veículos fabricados. Apesar do avanço, os Estados Unidos ainda não conseguiram implantar o equipamento em toda a sua frota.

É bastante possível que a NHTSA consiga emplacar uma lei que obrigue os fabricantes a instalarem a câmera de ré na totalidade dos veículos produzidos, uma medida que não avançou até agora, justamente por pressão das próprias montadoras.

Em 2010, quando a ideia começou a ganhar uma certa força nos Estados Unidos, os fabricantes alegaram que a implantação da câmera de ré acarretaria em um acréscimo entre US$ 58,00 e US$ 203,00 no preço final do veículo, valor que fatalmente seria repassado ao consumidor. Na época, o governo norte-americano ‘aliviou’ e aceitou que outros equipamentos ‘substituíssem’ a câmera de ré. Só que, ao que parece, agora a situação está completamente inversa.

Por Chris Lino

Foto: Divulgação


Top Safety Pick + – Mitsubishi Outlander foi considerado o carro mais seguro


Mitsubishi OutlanderA Insurance Institute for Highway Safety (IIHS) considerou o Mitsubishi Outlander como o automóvel mais seguro. A empresa chegou a essa conclusão ao verificar o bom desempenho do carro em um teste de acidentes. Esse resultado rendeu ao modelo da Mitsubishi o prêmio Top Safety Pick +, dado a automóveis que são bem avaliados em 4 ou 5 categorias definidas.

A IIHS foi fundada por seguradoras norte-americanas e é uma organização sem fins lucrativos.

Segundo informações cedidas no site do instituto, o Outlander se saiu muito bem quanto à proteção de ferimentos na região da cabeça, pescoço, tórax, quadril e membros inferiores. Outro bom resultado foi conseguido em relação ao movimento dos dummies.

Quanto ao quesito resistência estrutural, o automóvel foi considerado aceitável. O SUV veio para o mercado com maior resistência no teto, suportando até cargas com cinco vezes o peso do carro.

O mais novo SUV da Mitsubishi chegará ao mercado automotivo brasileiro ainda nos próximos meses.

O Outlander Sport foi avaliado no início de 2013 por outro instituto e ele também teve uma boa avaliação tanto de proteção contra acidentes quanto resistência na estrutura.

Por Melina Menezes