Carro Elétrico e a Hidrogênio não terão Imposto de Importação


Governo Federal zera imposto de importação para veículos movidos a Eletricidade e Hidrogênio.

Em busca de novas opções para diminuição da poluição, o Governo Federal diminui para zero o percentual de importação para modelos veiculares movidos unicamente a partir da eletricidade ou do combustível hidrogênio.

Para carros elétricos ou movidos a hidrogênio, o imposto que era de 35% e agora cai para 0%, enquanto os veículos híbridos que combinam a propulsão elétrica com outro combustível envolvido terão alíquota de 7%, variando conforme a potência do veículo e a eficiência energética do modelo.

A medida tomada pelo Governo Federal entra em vigor a partir do dia 27 de outubro de 2015, porém, valerá somente para modelos que tenham autonomia de no mínimo 80 quilômetros a cada recarga. Unidades importadas, tanto desmontadas quanto semidesmontadas, serão beneficiadas pela medida.

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e de Comércio Exterior informou que o Brasil busca com essa atitude se inserir em novas formas tecnológicas com baixo consumo de combustível, eficiência energética cada vez maior e reduzir a emissão de poluentes dos veículos automotores.

Atualmente o mercado brasileiro conta com um pequeno nicho de opções veiculares nesse segmento. Os chamados carros “verdes”, que tem emissão mínima ou nula de poluentes na atmosfera, ainda não se popularizaram por aqui. Mas essa medida tem por objetivo permitir que cada vez mais apareçam opções ecológicas por aqui, tanto com fabricação local quanto de fora do país.

A maior barreira encontrada pelo segmento ainda é o alto custo na aquisição dos modelos, pois segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o Brasil possui em torno de 3 mil unidades compreendendo veículos elétricos ou híbridos.

O único modelo elétrico comercializado no país atualmente é o BMW i3, lançado em 2014 no valor 226 mil reais. Para o modelo híbrido, o país conta com a comercialização de 5 modelos: o esportivo BMW i8 por R$ 799.950,00, o Mitsubishi Outlander PHEV por quase 200 mil reais, o Ford Fusion por 142 mil reais, o Lexus CT200 por 134 mil reais e o modelo mais barato do segmento o Toyota Prius por 116 mil reais.

Jean Fretta Pereira


Carros Importados mais desejados pelos brasileiros


Não importa a classe social ou localização geográfica, é certo: todo brasileiro apaixonado por carros sonha com aquele importado.

Está nas letras das músicas, na boca do povo, correndo por todos os salões automotivos, mas por vezes fica só no sonho, por conta do alto investimento que pode parecer até absurdo na maioria dos carros.

Mas acontece que há quem desembolse o dinheiro necessário e mande trazer os modelos ostentados oceano a dentro, para as ruas de nossas cidades, despertando a inveja e a cobiça em muitos outros consumidores.

 Saiba quais são os importados que são mais desejados por nossos brasileiros.

Para começar, o Mustang GT Premium, carro dos filmes de hollywood, com seu motor 302 V8, câmbio de seis velocidades, rodas de 18 polegadas, além de um design atraente e poderoso. Além dele, o famoso Chevrolet Camaro, aclamado pela mídia e cobiçado pelos olhos de nossos consumidores.

Mas o Camaro não é só aparência, pois vem equipado com motor V6, 323 cavalos, cambio automático de seis velocidades e muito mais. Em seguida estão o Nissan 370s, em terceiro lugar entre os mais procurados para a importação. O Porche Cayenne S, em segundo lugar e para liderar a lista o Infiniti FX35, sendo dentre eles o maior em potência e estabilidade, e também o que ostenta o design mais imponente. 

Por Fábio G. Santos


Audi – Alguns veículos não pagarão impostos para importação


A partir do mês de março, a Audi, que faz parte do Grupo Volkswagen, está habilitada para trazer ao Brasil 3.896 automóveis, anualmente, sem precisar acertar os 30 pontos percentuais do IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados – no que se refere aos veículos importados. A marca obteve habilitação no Inovar-Auto, regime automotivo. Os dados foram publicados no Diário Oficial.

A cota dos veículos que não precisará pagar IPI para importação refere-se a 969 unidades a cada trimestre. Porém, os preços da montadora ainda não tiveram nenhuma diminuição. A tabela renovada irá ser divulgada brevemente.

A companhia alemã, entretanto, irá poder obter uma cota maior. Isso se deve a um acordo feito com Luca De Meo, que é o vice-presidente mundial da empresa. Além disso, está sendo estudada uma volta da produção de unidades da Audi no mercado brasileiro.

Caso a Audi decida voltar com a fabricação no mercado nacional, irá poder levar ao país metade de toda sua produção nacional estimada para cada veículo fabricado no Brasil. Entre as nacionalizações, os modelos mais cotados são: Q3, A4 e A3. Segundo a empresa, “esta é uma forma de alavancar as vendas da marca em escala global”.

Por Marcelo Araújo


Citroën – Segunda geração C3, Versão Origine


A divisão brasileira da marca Citroën acaba de anunciar o lançamento da nova geração do C3. O modelo será fabricado em Porto Real, no Rio de Janeiro e será vendido inicialmente por R$ 39.900, na versão Origine, que conta com direção elétrica, airbag duplo, ar-condicionado, freio ABS, travas e vidros elétricos e computador de bordo.

O modelo intermediário receberá o nome de  Tendence e custará R$ 43.990. Essa versão vem equipada com faróis de neblina de LED, rodas de liga leve aro 15´´, sistema de som Pionner, e para-brisa Zenith.

O motor que equipa o Origine e o Tendence é o  1.5i 8V com potência razoável de 93 cavalos.

O modelo top de linha, por sua vez, é o Exclusive, que apresenta todos os itens de série e acrescenta  sistema de acendimento automático dos faróis, rodas de liga leve aro 16”, ar-condicionado com controle digital, bancos dianteiros com apoio de braço, dentre outros.

Esse modelo mais equipado gira em torno de  R$ 49.990 e sua propulsão é feita por um motor  1.6 16V que atinge 120 cavalos. A versão automática desse modelo custará R$ 53.990.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Crescimento econômico do Brasil – aumento de venda de carros importados


O Brasil passou a integrar, há pouco tempo, o bloco das chamadas nações emergentes. Por receber essa denominação, muito se tem esperado do país, juntamente a China e Índia. Especialistas estimam que esse conglomerado será o responsável por puxar o crescimento econômico global.

Uma das atestações certeiras ao Brasil são as ampliações de investimentos por parte da iniciativa privada. O maior acesso da classe C a mercados de consumo antes não alcançáveis compõe a nova tendência deste século. Tanto que, o aumento da demanda de clientes transportados pelas companhias aéreas e aquisição de imóvel próprio, ressaltam os números econômicos. Na mesma linha aparecem veículos automotores, com alcance aos importados.

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) divulgou nesta semana que nos primeiros seis meses deste ano houve registro de 41,8 mil automóveis importados vendidos, salto de 175,3% em comparação ao semestre inicial de 2009.

Em junho, mês em que se aguarda acomodação em alguns setores, o número de veículos comercializados chegou a 7.642 unidades, alta de 2,6% em confronto ao mês anterior. José Luiz Gandini, presidente da Abeiva, relacionou em reportagem propagada pelo portal de economia Terra, que até o final de 2010 as vendas superarão 80 mil automóveis.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Novo Aston Martin DB9 2011


O Aston Martin DB9 recebeu um novo design tanto no interior do veículo quanto na parte de fora do carro.

O para-choque recebeu novas entradas de ar,os faróis e as grades também sofrerão mudanças.

As rodas que antes eram aro 18 agora derão lugar ao aro 20 de liga leve, e as pinças de freio que agora são prateadas.

Por dentro as mudanças ficão no novo sistema de som e blueetoth,que são oferecidos como opcional.Além dessas mudanças no visual do carro,algumas mudanças na performance do veículo também foram feitas.

A suspensão do carro foi alterada assim ela proporciona um controle na rigidez do veículo em altas velocidades.

Não houve nenhuma mudança no motor do carro,que ainda continua com o v12 de 470cv e 6.0 litros.

Essa novidade chega ao Reino Unido agora em julho com valor aproximado de 122.445 libras pra o modelo coupe e a 131.445  com troca de marchas no volante.

Por: Ewerton Cruz


Lexus LFA 2011 – Fotos e Preço


Apos longo período de criação está pronto o Lexus LFA.

A máquina que conta com um motor de 560cv está prevista para durar até 2012 já que por ser feito artesanalmente e apenas 300 unidades foram feitas.

A da Lexus na F1 ajudou para que o projeto do FLA viesse a se tornar realidade.o Motor V10 é a grande surpresa do carro pois é mais compacto que um V8 e chega a pesar o mesmo que um motor V6.

Além disso a máquina conta com um propulsor que foi desenvolvido em parceria com a Yamaha,assim até com 3.000 giros pouco se escuta do motor,mas depois dos 6.000 giros, o ronco se assemelha e muito com o ronco de um Formula 1.

Após passar de 80km/h o aerofólio traseiro ergue-se automaticamente.

Testes feitos no Lexus revelão dados surpreendentes.O Lexus alcança 100km/h em pouco mais de 3,7s chegando a velocidade máxima de 325km/h.

As 300 unidades do Lexus LFA começam a ser comercializadas em 2011 ao preço de 375.000 Euros.

Embora carros como a Lamborghini Murciélago e a Ferrari Fiorano custão menos cerca de 283.000 Euros, a Lexus LFA é uma boa pedida para quem gosta de desempenho e velocidade.

Por: Ewerton Cruz


Nova BMW Série 5 GT (Gran Turismo) chega ao Brasil


A BMW lançou na quinta-feira (24) a sua linha gran turismo 5 aqui no brasil.

As mudanças ficão por conta do Designer,que adota um estilo mais crossover,e também o mais surpreendente que fica com a parte do motor,pois a BMW deixou de lado os seus famosos V10 para dar lugar ao V8 bi turbo,com 4,4 litros e a incrível marca de 408cv.

Nessa linha estão disponíveis as versões 535i e a 550i.A versão 535i chega para os brasileiros em um valor aproximado de R$228.000 enquanto a versão 550i chega por pouco mais de R$ 390.000.

Alem dessas 2 novidades a uma previsão de que a versão M possa estar presente no Salão de Paris em outubro desse ano.O esportivo também ira aposentar o V10 e dar lugar ao V8 de alto rendimento.


Por: Ewerton Cruz