Novo Audi A5 Flex será vendido no Brasil


O Brasil é exemplo quando se fala de combustíveis alternativos. Os veículos Flex, ou bicombustível praticamente se tornaram padrão no mercado nacional. E fica difícil agora imaginar um futuro onde a indústria automobilística dependa única e exclusivamente do diesel e da gasolina.

Muitas montadoras, que ainda não tem veículos Flex correm atrás do prejuízo. É o exemplo da Audi. A montadora alemã se prepara para lançar no mercado brasileiro seu primeiro modelo movido à álcool e gasolina, o A5. O veículo será fabricado na Europa e trazido para o Brasil ainda este ano.

Hoje, o país conta com uma frota de cerca de 10 milhões de veículo flex. A expectativa é que a participação do etanol cresça ainda mais, e atinja 30% de participação no mercado, mesmo diante da possibilidade dos veículos elétricos se difundirem.

Devido às suas limitações de autonomia e desempenho, os elétricos ainda demorarão a se tornar uma alternativa viável aos carros bicombustíveis.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Energia Hoje