Como fazer Cadastro de Motorista no Cabify


Saiba aqui como fazer para trabalhar de motorista no Cabify.

Um dos concorrentes diretos do aplicativo Uber, o Cabify, é considerado como mais vantajoso para quem deseja ser motorista da plataforma. J.M.K (prefere não se identificar) é motorista do Uber há quase 11 meses e cita que pretende se desligar do app e se dedicar apenas ao Cabify. “Eles oferecem mais vantagens pra gente e menos carga horária, sabe? Acaba sendo mais vantajoso pra nós”, afirma. De todo modo, quem deseja integrar a equipe de motorista do aplicativo precisa se cadastrar na plataforma e seguir algumas regras.

O primeiro passo é clicar em https://cabify.com/drivers, preencher os dados pessoais e finalizar o cadastro. Segundo o aplicativo, o motorista pode estabelecer horários flexíveis e é possível acompanhar as atividades realizadas online, pela plataforma. É preciso escolher a cidade que pretende atuar.

Assim como no Uber, interessados em se tornarem motoristas do Cabify precisam ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação) que informe: “Exerce atividade remunerada”. O app ainda exige antecedentes criminais, Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), dentro da validade. Os motoristas ainda precisam passar por exames toxicológicos, dentre outras normas.

Os motoristas cadastrados ainda integram um tipo de Clube de Vantagens do Cabify, o qual traz descontos em estabelecimentos parceiros, desde preços mais baixos em combustíveis, compra de itens para o carro, smartphones – bem como serviços automotivos—, dentre outras opções. Para saber mais, clique na página: https://goo.gl/Tw3Dhu.

Queixas de Clientes

De qualquer forma, se o Cabify é bem elogiado entre motoristas, usuários reclamam que a oferta de carros é muito pouca, inclusive, em grandes cidades como São Paulo, onde há grande demanda por esse tipo de serviço. “Nunca consegui realizar uma viagem sequer, sempre notificam que não há carros disponíveis, então, exclui o app do meu smartphone”, afirma a jornalista Silvia Souza Alves, 35, que mora em São Paulo.

Cabify – Históricos

O grupo foi fundado em 2011 pelo espanhol Juan de Antonio, do ramo de telecomunicações. A plataforma hoje atende os mercados de Espanha, Portugal e nações latino-americanas como Brasil, México, Argentina, Chile, Colômbia, dentre outros. Atualmente, a empresa vale mais de 300 milhões de dólares e a tendência é que essa valorização aumente ainda mais, por causa da expansão do aplicativo em outros países.

Por Letícia Veloso


Uber x Cabify – Diferenças dos Serviços


Confira aqui quais são as principais diferenças entre o Uber e Cabify.

O Uber e o Cabify são dois dos mais populares aplicativos que são usados por motoristas que pretendem trabalhar de forma particular. Os dois serviços concorrem diretamente com os táxis, uma vez que oferecem preços mais baratos do que os encontrados nos serviços mais tradicionais. Porém, há diversas diferenças entre os dois. Ambos estão disponíveis no iPhone (iOS) e Android. O Uber ainda está disponível para o Windows Phone.

Conheça melhor esses dois serviços:

– Abrangência

O Cabify conta com atuação em quatro cidades brasileiras: Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Campinas e Curitiba. Com exceção de Porto Alegre, as outras cidades contam somente com a opção Cabify Lite. É uma versão semelhante do UberX, mas com tarifas menores.

É interessante observar que somente em São Paulo há o Cabify Cab, que traz ainda os táxis pretos que são regulamentados pela prefeitura. O detalhe é que essa opção é mais cara. Mas dá direito de circulação nos corredores exclusivos dos ônibus. Isso não é permitido para Cabify Lite e o Uber.

Já no Uber, a atuação está presente em 31 cidades do Brasil. Em todas o UberBlack e o Uber X são oferecidos. Mas somente em São Paulo e Rio de Janeiro há o UberPOOL. Alternativa que permite o compartilhamento do valor da corrida com outros passageiros.

– As Tarifas

Em São Paulo o UberX, por exemplo, tem a bandeira de R$2,00. O usuário paga R$0,26 por cada minuto dentro carro e são R$1,40 por cada quilômetro rodado. No caso do UberBLACK o preço base é de R$3,80. Aqui é acrescentado R$0,28 por minuto e R$2,32 por cada quilômetro.

Além disso, ainda há o chamado preço dinâmico. É meio que uma taxa extra que é cobrada quando há muitos passageiros pedindo mais viagens do que a disponibilidade dos motoristas.

Já a diferença entre este serviço e o Cabify é o fato de que este último em sua opção Lite não cobra dos usuários o tempo de permanência dentro do carro.

Na cidade de São Paulo, o Cabify Lite tem os seguintes preços:

– R$2,90 por 10 km

– R$1,85 entre 10 e 25 km.

– R$3,00 para corridas acima dos 25 km.

O preço da bandeira é de R$0,50 nos horários normais e de R$3,00 nos horários de pico (7h às 10h e das 17h às 21h).

Por fim, vale lembrar dos aspectos do carro. O Uber tem suas exigências quanto ao tempo de uso do modelo e a cor, conforme a categoria. O Cabify, por sua vez, não faz distinção entre o Cabify Cab e o Cabify Lite neste sentido. Mas em São Paulo somente são aceitos carros feitos de 2012 para frente. Em outras cidades são aceitos modelos de 2011.

Nos links abaixo você poderá obter maiores informações sobre como se cadastrar nas duas empresas.

Por Denisson Soares