A linha da BMW não para de crescer e dessa vez, após o vazamento de algumas imagens, a marca alemã revelou oficialmente o novo Série 4 Gran Coupé. Com estreia mundial marcada para o Salão de Genebra, em março, o modelo chega com um visual harmônico e atraente.

O Série 4, linha recém-apresentada que já conta com as variações conversível e coupé, ganha agora a variação Gran Coupé, que nada mais é do que um sedan-coupé. “Aproveitando a sugestão de um coupé BMW grande, o novo BMW Série 4 Gran Coupe combina uma silhueta dinâmica e elegante, com funcionalidades adicionais e mais espaço para os ocupantes na traseira”, disse Won Kyu Kang, Designer de Exterior responsável pelo Série 4.

Mesmo sendo um pouco maior, o Série 4 Gran Coupé não teve a distância entre-eixos ampliada, um fato bastante peculiar, mantendo basicamente as mesmas dimensões da variação coupé tradicional. Com 4,63 metros de comprimento, o BMW Série 4 Grand Coupé está 14 milímetros mais largo, 14 milímetros mais longo e 40 milímetros mais baixo que o irmão menor Série 3 sedan.

O porta-malas tem capacidade para 480 litros e os bancos traseiros são bipartidos na configuração 40:20:40, permitindo ampliar a capacidade de carga para até 1.300 litros. Outro ponto interessante é a função Smart Open, que abre automaticamente a tampa traseira através do movimento dos pés.

No mercado norte-americano haverá duas configurações de motor a gasolina, sendo o 2.0 turbo de 245 cv para o BMW 428i e um bloco seis cilindros 3.0 turbo de 306 cv para o 435i. O 428i faz de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos, enquanto que o 435i faz a mesma aceleração em 4,9 segundos. Ambos as versões contam com transmissão automática de oito velocidades e tração traseira, podendo ser equipadas opcionalmente com tração integral BMW xDrive.

Segundo a marca alemã, os dados oficiais de consumo ainda não foram divulgados, mas espera-se algo muito próximo da versão Coupé. Portanto, a autonomia média para o 428i seria de algo em torno de 11,4 km/L, enquanto que o 435i teria autonomia na casa dos 10,6 km/L.

Os preços para o mercado norte-americano são de US$ 41.225 para o 428i Gran Coupé, de US$ 43.225 para o 428i Gran Coupé xDrive e de US$ 46.725 para o 435i Gran Coupé. Até o fim deste ano a BMW deve disponibilizar a versão xDrive do 435i por lá. No Brasil, a versão tradicional do 435i já é oferecida pelo preço sugerido de R$ 299.950, mas o Gran Coupé, por sua vez, deve ser uma das estrelas da BMW no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Por Caio Polo


A boa notícia vai para os apaixonados por modelos coupé e para quem gosta dos carros fabricados pela BMW. A montadora alemã já começou a enviar para as concessionárias da marca o Série 4 Coupé. O público que compareceu a uma feira premium realizada no fim de 2013 já pôde dar uma olhada na novidade da montadora, mas o lançamento oficial ainda não aconteceu. A festa de apresentação deve acontecer nos próximos meses, mas a data, por enquanto, não foi confirmada.

Para quem mora ou trabalha em São Paulo, ou simplesmente está de passagem pela metrópole, o modelo pode ser conferido de perto nas unidades da Agulhas Negras, Eurobike, Osten e AutoStar, sempre na versão com pintura sólida. O preço sugerido é de R$ 299.950,00. Em quase todas as concessionárias há uma previsão de dez dias para a entrega, exceção feita á AutoStar, que promete a entrega somente para fevereiro.

Um pouco mais moderno e com alguns itens de modernidade a mais, o BMW Série 4 Coupé é considerado o sucessor do Série 3 Coupé. O motor é turbo, com seis cilindros em linha e uma potência de nada menos que 306 cavalos, esbanjando 40,8 kgfm de torque, o que permite um arranque e uma retomada de velocidade acima da média. Com transmissão automática de oito marchas, o conjunto (visto como o mesmo utilizado no BMW 335i Coupé da geração anterior) é capaz de ir de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, de acordo com a montadora alemã. A velocidade máxima é de 250 km/h.

A modernidade está em cada equipamento e os itens deixarão os ocupantes do habitáculo em uma grande zona de conforto. A começar pelo head-up display, equipamento que reproduz no para-brisa do veículo informações como velocidade no momento, o limite de velocidade permitido na via que está sendo percorrida, além de coordenadas do sistema de navegação do modelo.

Por Chris Lino

Foto: divulgação


O Salão de Los Angeles vai acontecer em novembro e deve apresentar oficialmente ao mundo o BMW Série 4 Conversível. No início do ano que vem o modelo deve chegar ao mercado da América do Norte ao preço de US$ 49.675 (cerca de R$ 108.570 sem impostos) para a versão de entrada e de US$ 55.825 (cerca de R$ 122.016) para a versão top de linha.

De acordo com a marca alemã, o acionamento da capota leva aproximadamente 20 segundos e pode ser feito com velocidades de até 18 km/h. O modelo conta com diversos itens de luxo, dentre eles um aquecedor de pescoço que proporciona mais conforto aos ocupantes, que podem andar com a capota baixa mesmo em dias mais frios.

Debaixo do capô, o veículo deve chegar ao mercado norte-americano com um motor 2.0 turbo, movido a gasolina e com potência de 240 cv, capaz de levar o carro de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos. A velocidade máxima que o modelo atinge é de 250 km/h com um limitador eletrônico. Já a versão top de linha terá um propulsor 3.0 de seis cilindros dispostos em linha (com capacidade de atingir a potência máxima de 304 cv), contará com transmissão automática de 8 marchas e fará de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos, também com velocidade máxima de 250 km/h.

Ebenézer Carvalho


O BMW Série 4 será lançado no mercado europeu no segundo semestre de 2013. Informações como o preço e se o carro será lançado no Brasil ainda não foram divulgadas. O Série 4 é baseado no modelo Série 3, que passou a apresentar somente modelos de perua e sedã.

Com detalhes visuais melhorados, o Série 4 apresenta uma grade frontal mais afunilada, com um conjunto óptico bem trabalhado. O desenho do capô e das laterais possui características próprias, que destacam o para-choque, que está com um formato mais esportivo. O teto também apresentou mudanças e está com um design mais arrojado. A versão mais potente tem 45 quilos a menos que o Série 3.

A cabine possui pouca diferença em relação ao modelo Série 3, contudo, o painel está reformulado e possui comandos mais simples. O carro está equipado com hed-up display e GSP integrado. O diferencial fica por conta do Park Assist, sistema que estaciona o carro automaticamente nas vagas paralelas.

O carro possui quatro opções de motor: o 435D a diesel (que fornece 313 cavalos de potência e 64 kgfm de torque), o 435i a gasolina (que oferece 303 cavalos de potência e 41 kgfm de torque), o 420D (que oferece 184 cavalos de potência) e o 428i (que oferece 245 cavalos de potência).

Segunda a marca, o novo veículo é capaz de alcançar os 100 km/h em apenas 4,9 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 250 km/h.

Por Robson Quirino de Moraes





CONTINUE NAVEGANDO: